segunda-feira, 5 de julho de 2010

6 DE JULHO DE 2011

D I A S E I S D E J U L H O D E 2011 - Q U A R T A - F E I R A.

74 anos, seis meses e 9 dias de idade.

ANO 61o. MÊS 12o. No. 363 (início de minhas memórias – 9 de julho de 1950)

53 anos e 33 dias na P M E S P.

23 anos e 115 dias no Posto de Coronel = 279 meses e 24 dias.

8 515 dias CORONEL 19 anos e 205 dias na reserva.

9 125-219 008 8 515-203 436 9 637-231 360.

ESCOLA DE OFICIAIS: 52 anos e 145 dias; 19 160 dias – 460 208 horas.

DIA DE SANTA MARIA GORETTI. Nasceu em CORINALDO, ANCONA, em 1890. Filha de humildes agricultores, ficou órfã de pai aos 10 anos. Para ajudar a mãe, ASSUNTA, cuidava de quatro irmãos menores. Foi assassinada aos 12 anos, com 14 facadas, ao resistir ao assédio de um tarado. Antes de expirar, perdoou o agressor. Foi canonizada em 1950.



456 a. TOMÁS MORO é executado por ordem de HENRIQUE VIII, da INGLATERRA, em 6 de julho de 1535.

438 a. JUAN DE GARAY funda a cidade de SANTA FÉ, na atual República Argentina, em 6 de julho de 1573.

324 a. escrito em três volumes pelo físico britânico ISAAC NEWTON (1643-1727), o livro PHILOSOPHIAE NATURALIS PRINCIPIA MATHEMATICA (“PRINCÍPIOS MATEMÁTICOS DA FILOSOFIA NATURAL”) é publicado pela primeira vez em 6 de julho de 1687 e traz reconhecimento imediato ao autor. O trabalha explica como os corpos se movem (são as três leis de NEWTON) e descreve a força gravitacional. É considerado sua grande obra e a síntese da física clássica.

226 a. Congresso americano decide, por unanimidade, eleger o dólar como a unidade monetária oficial dos ESTADOS UNIDOS em 6 de julho de 1785. Pela primeira vez, um país adota um sistema de cunhagem decimal, embora a resolução não tivesse nenhum significado prático até 1792 – quando cada moeda passa a ter seu valor correspondente.

204 a. tropas britânicas invasoras de BUENOS AIRES são derrotadas, em 6 de julho de 1807.

190 a. vice-rei do PERU, acuado pelas forças do GENERAL SAN MARTÍN, abandona com suas tropas a cidade de LIMA, em 6 de julho de 1821.

184 a. TRATADO DE LONDRES, entre INGLATERRA, FRANÇA e RÚSSIA, que reconhece a independência da GRÉCIA, em 6 de julho de 1827.

166 a. nasce JOÃO BAPTISTA DE MELLO OLIVEIRA, em RIO CLARO, no dia 6 de julho de 1845. Proprietário rural, industrial e banqueiro. Senador Estadual em 1892/97; 1897/1903 e 1903/04. Presidiu o Senado Estadual. Vice–Presidente do Estado de São Paulo em 1904/08.

139 a. da morte do poeta CASTRO ALVES, em 6 de julho de 1871. O imortal poeta brasileiro foi autor de “ESPUMAS FLUTUANTES” e um dos mais privilegiados talentos da literatura brasileira.

135 a. inauguração da ferrovia Intercontinental, com a chegada a QUEBEC do primeiro trem procedente de HALIFAX, em 6 de julho de 1876.

126 a. PASTEUR faz a primeira inoculação do soro antirrábico, em 6 de julho de 1885. O bacteriologista francês testa a vacina contra a raiva em um ser humano, o garoto JOSEPH MEISTER, de 9 anos. Mordido por um cão raivoso dois dias antes, recebeu a vacina e não contraiu a doença.

119 a. de COPACABANA, em 6 de julho de 1892. A data oficial do bairro é de quando o túnel da REAL GRANDEZA, hoje túnel ALAOR PRATA (conhecido como TÚNEL VELHO), foi inaugurado na presença do presidente FLORIANO PEIXOTO. Construída pelo engenheiro COELHO CINTRA, a obra marcou a primeira ligação entre o novo distrito e o centro da cidade, até então bastante complicada pela presença dos morros íngremes. Com o acesso facilitado, a ocupação do lugar começou (e nunca mais parou). COPACABANA tornou-se o palco de diversos acontecimentos que determinaram a trajetória política e cultural do país. Em 1908, depois que o prefeito FRANCISCO PEREIRA PASSOS já havia inaugurado o túnel do LEME, que liga BOTAFOGO à atual avenida PRINCESA ISABEL, abrindo mais um caminho para o bairro, COPACABANA ganhou sua maior marca registrada: o calçamento preto-e-branco da orla da avenida ATLÂNTICA. O famoso mosaico foi inspirado no rio TEJO (que banha LISBOA) e cuidadosamente colocado por uma equipe de 35 artesãos vindos de PORTUGAL. Em 1919 a avenida ATLÂNTICA, até então constantemente destruída por ressacas, foi duplicada. No ano seguinte, JOÃO DO RIO descreveu, em CRÔNICAS E FRASES DE GODOFREDO DE ALENCAR, a vista da praia de COPACABANA: “Em certos pontos, cavalheiros e damas abancados em torno de mesas a bebericar; em outros, grupos de observadores; e em toda a sua extensão, a movimentação quase nua da multidão de banhistas, multidão que entrava um pouco pelo verde líquido do mar e se envolvia nos borbotões de renda dos vagalhões”.

118 a. falece o escritor GUY DE MAUPASSANT, em PARIS, no dia 6 de julho de 1893, aos 43 anos de idade, num manicômio. Foi sepultado no Cemitério de MONTPARNASSE, em PARIS. Nasceu no CASTELO DE MIROMESNIL, em TOURVILLE-SUR-ARQUES, FRANÇA, em 5 de agosto de 1850. Sua biografia foi anotada por ocasião do lançamento da data de seu nascimento.

107 a. da suspensão do movimento combinado das forças japonesas contra as do general russo KUROPATKINE devido a enorme mortalidade causada pela disenteria e pelo cólera naquela região de TACHI-CHIAO, perto de NIUCHWANG, no dia 6 de julho de 1904. Havia também falta de víveres para o exército e de forragens para a cavalhada.

102 a. do ex–combatente de 32 JÚLIO MEDGYASZAY, de origem romena. Pertenceu ao Regimento de Cavalaria “9 de Julho”. Nasceu em 6 de julho de 1909.

101 a. os jornais de 6 de julho de 1910 publicavam que devido ao regime do ópio estabelecido em MACAU tem diminuído consideravelmente a importação de ópio cru de HONG-KONG para PORTUGAL. O ópio tem de ser arrecadado no armazém do governo, o que os negociantes não aceitam

100 a. No TATUAPÉ, um bonde em grande velocidade saltou fora dos trilhos e foi de encontro a uma carroça, ferindo o cocheiro, os animais e diversas pessoas que viajavam no bonde. Mais um desastre ocasionado pelo excesso de velocidade. Notícia publicada em 6 de julho pelo O ESTADO.

98 a. da CATEDRAL DA SÉ. Foi inaugurada em 6 de julho de 1913.

97 a. presidente VICTORIANO HUERTA foi reeleito pelo Parlamento do MÉXICO, em 6 de julho de 1914.

94 a. vitória de LAWRENCE DA ARÁBIA em sua luta pela unificação dos árabes contra o Império Otomano, em 6 de julho de 1917.

92 a. nasce o Cel. PM Ref. PAULO MONTSERRAT FILHO, no dia 6 de julho de 1919, em AVARÉ (SP). Aspirante a Oficial da Turma de 1942 da Academia de Polícia Militar do Barro Branco e graduado no Curso Superior de Polícia, chefiou o Departamento de Policiamento Econômico da COAP e foi subcomandante e comandante interino do 3º Batalhão de Caçadores da antiga FORÇA PÚBLICA em RIBEIRÃO PRETO. Jornalista, por muitos anos foi redator e secretário da revista MILITIA, da Polícia Militar de SÃO PAULO e redator de sucursal dos Diários Associados. Diretor da Polícia Florestal Federal do Ministério da Agricultura, integrou o Conselho Superior de Polícia do Departamento Federal de Segurança Pública e foi Superintendente da Academia Nacional de Polícia. No Distrito Federal, exerceu a função de Corregedor da Polícia e de Chefe da Polícia Metropolitana. Em SÃO PAULO, ainda na Polícia Federal, chefiou a segurança pessoal do Príncipe HIROHITO, hoje Imperador de JAPÃO. Graduou-se também em Direito (Universidade Católica de SANTOS) e em Letras Neolatinas (USP), licenciando-se em Estudos Sociais (UNAERP). Advogado, foi diretor da Subseção de RIBEIRÃO PRETO da OAB e consultor jurídico da Associação dos Oficiais Reformados e da Reserva da Polícia Militar. Exerceu o magistério na rede oficial do Estado e em curso preparatório para a Academia de Polícia Militar. Entre outras atividades, foi Governador de Distrito do Rotary Internacional, fundador, presidente ou diretor de diversas entidades cívicas, culturais, esportivas, profissionais e beneficentes, como o Centro de Adoção de RIBEIRÃO PRETO, o Movimento de Auxílio ao Emigrante Português, a Associação dos Amigos da Criança e do Adolescente de BRASÍLIA, a Associação Paulista de Municípios, a Sociedade São Vicente de Paulo do Núcleo Bandeirante, a Federação Metropolitana de Judô, a Sociedade Legião Brasileira de Cultura e Civismo de RIBEIRÃ PRETO e a Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Defensor dos valores democráticos, atuou como escoteiro na Revolução de 1932 e se apresentou como voluntário para integrar a Força Expedicionária Brasileira que foi enviada à EUROPA para combater o Nazi-Facismo. Por relevantes serviços prestados, recebeu dezenove medalhas. RIBEIRÃO PRETO outorgou-lhe o título de Cidadão Honorário e o Diploma do Mérito Cívico. Em 9 de julho de 1999, suas cinzas foram depositadas no Mausoléu dos Heróis da Revolução Constitucionalista, em solenidade presidida pelo Governador do Estado. No dia 10 de novembro de 2006, o Comando de Policiamento do Interior – 3 passou-se a se chamar “CORONEL PAULO MONTE SERRAT FILHO”, de iniciativa do deputado estadual ÉDSON FERRARINI, integrando as comemorações oficiais dos 150 anos de RIBEIRÃO PRETO. O CPI-3 tem sete batalhões: 3º BPMI (RIBEIRÃO PRETO), 13º BPMI (ARARAQUARA), 15º BPMI (FRANCA), 33º BPMI (BARRETOS), 38º BPMI (SÃO CARLOS), 43º BPMI (SERTÃOZINHO), e 51º BPMI (RIBEIRÃO PRETO).

90 a. nasce a ex-primeira-dama dos EUA, NANCY REAGAN em 6 de julho de 1921.

88 a. URSS aprova uma Constituição federal, em 6 de julho de 1923, cujo órgão supremo é o Congresso dos Soviets, encarregado de eleger um comitê executivo, que elegeu LENIN como presidente.

84 a. URSS rompe as relações diplomáticas com o governo chinês de NANKIN, presidido por CHANG KAI-CHEK, em 6 de julho de 1927.

84 a. nasce JANET LEIGH, atriz norte-americana, em 6 de julho de 1927.

79 a. nasce MAXIMILIANO DE HABSBURGO, arquiduque da ÁUSTRIA e Imperador do MÉXICO, em 6 de julho de 1932.

79 a. um movimento comunista estoura no PERU no dia 6 de julho de 1932, e é derrotado dois dias depois pelas forças do Governo.

76 a. nasce DALAI LAMA, líder espiritual e político do TIBET, em 6 de julho de 1935. TENZIN GYATSO é o 14º DALAI LAMA. O título DALAI LAMA, OCEANO DE SABEDORIA, foi dado pelo Imperador ALTAN KHAN ao monge SÖNAM GYATSO em 1573. A linhagem começou entre os séculos XIV e XV e continua até os dias de hoje, exercendo o poder político e espiritual no TIBET.

75 a. dirigível “HINDEMBURG” atravessa o Atlântico Sul em 45 horas e 39 minutos, em 6 de julho de 1936.

70 a. SEGUNDA GUERRA MUNDIAL: o exército vermelho se retira da “linha de STALIN”, na antiga fronteira polaco-soviética, em 6 de julho de 1941.

66 a. NICARÁGUA se torna o primeiro Estado a aceitar a CARTA DA ONU, em 6 de julho de 1945.

65 a. ARGENTINA reivindica as ILHAS MALVINAS. No dia 6 de julho de 1946, o Parlamento pede ao governo que leve a disputa com a GRÃ-BRETANHA ao Conselho de Segurança da ONU.

65 a. nasce SILVESTER STALLONE, ator norte-americano, em 6 de julho de 1946.

65 a. nasce o presidente americano GEORGE WALKER BUSH em 6 de julho de 1946.

65 a. da Rua SÃO CAETANO, inaugurada em 6 de julho de 1946.

59 a. violentos conflitos ocorrem no MÉXICO durante a realização de eleições gerais, ganhas por ADOLFO RUIZ CORTINES (PRI), em 6 de julho de 1952.

59 a. nasce o CAPITÃO DE MAR-E-GUERRA ADEMIR SOBRINHO, no dia 6 de julho de 1952, em ESPERA FELIZ (MG). CARREIRA: Guarda-Marinha - 13DEZ76; Segundo-Tenente - 21AGO77; Primeiro-Tenente - 30ABR79; Capitão-Tenente - 31AGO81; Capitão-de-Corveta - 31AGO87; Capitão-de-Fragata - 30ABR93; Capitão-de-Mar-e-Guerra - 28ABR99. COMISSÕES: Contratorpedeiro “Espirito Santo”; Navio-Oficina “Belmonte”; Fragata “Independência”; Navio Patrulha Fluvial “Rondônia” (Comandante); Comando do 4º Distrito Naval; Escola de Guerra Naval; Secretária de Assuntos Estratégicos da Presidência da República; Escritório do Adido Naval na Itália (Adido Naval); Flotilha do Amazonas (Comandante); Comando 8º Distrito Naval (Chefe do Estado-Maior) - cargo atual

CURSOS: Escola Naval, Aperfeiçoamento de Armamento para Oficiais Básico - Escola de Guerra Naval; Comando e Estado-Maior – Escola de Guerra Naval; Superior de Guerra Naval - Escola de Guerra Naval; Curso Regular de Estado Maior – Marinha do Chile; Política e Estratégia Marítimas - Escola de Guerra Naval; MBA em Relações Internacionais – COPPEAD-UFRJ.

5. MEDALHAS: - Mérito Tamandaré; Mérito Naval Grau de Oficial; Medalha Militar de ouro com passador de ouro; Medalha Mérito Marinheiro com quatro âncoras; Medalha Minerva - Marinha do Chile; Ordem do Mérito da República Italiana.

53 a. da inauguração das portas de bronze do Monumento-Mausoléu ao soldado de 32, no dia 6 de julho de 1958. Forma solenemente iniciadas nessa data as comemorações do 25 º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932. Às 10 horas, procedeu-se à inauguração das portas de bronze do Monumento-Mausoléu no PARQUE IBIRAPUERA. A esta cerimônia estiveram presentes os senhores: doutor JOSÉ ATALIBA LEONEL, secretário da Segurança Pública, representando o governador do Estado general PORFÍRIO DA PAZ; brigadeiro ARMANDO ARARIGBOIA, comandante da 4 ª Zona Aérea; D. PAULO ROLIM LOUREIRO, bispo auxiliar; doutor MARIO RONDINELLA, representando o magnífico reitor da Universidade de SP; major DOMINGUES COSTA HERNANDES, do CPOR; representantes de secretários do governo do Estado; dona OLGA PEREIRA PINTO, presidente da Associação Cívica Feminina; ÊNIO EVES MINHOTO, presidente do Centro Acadêmico XV DE AGOSTO; representantes da Câmara Municipal, da Associação Comercial e de outras entidades.

Após a bênção das portas por D. PAULO ROLIM LOUREIRO, falou o veterano MACHADO FLORENCE, chefe do cerimonial da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, que expôs o significado das portas. A primeira, denominada “PORTA DA VIDA”, significa o trabalho, o progresso e a cultura do povo paulista, apresentando esculturas em alto relevo representativas de atividades econômicas e culturais de SÃO PAULO, na época da revolução constitucionalista. A segunda, chamada “PORTA DA GLÓRIA” é uma homenagem aos heróis de 1932 com esculturas representativas de suas lutas e sacrifícios. A “PORTA DA VIDA” está voltada para o nascente e a “PORTA DA GLÓRIA” para o poente.

Em seguida, a menina IARA MARIA PEREIRA LEITE e os meninos MÉRCIO PRUDENTE CORRÊA FILHO e LUIZ ANTÔNIO SIQUEIRA SAMPAIO do Departamento Júnior da Sociedade Veteranos de 32-MMDC fizeram entrega das chaves das portas aos senhores JOSÉ ATALIBA LEONEL, secretário da Segurança Pública e ao professor BENEDITO MONTENEGRO, presidente da Fundação Monumento-Mausoléu, os quais abriram simultaneamente a “PORTA DA VIDA” e a “PORTA DA GLÓRIA”, inaugurando-as oficialmente. Ao final, foi realizada uma visita à cripta do monumento, onde se encontram sepultados os despojos dos heróis constitucionalistas.

49 a. morte do escritor norte-americano WILLIAM FAULKNER, em 6 de julho de 1962. Nasceu em 25 de setembro de 1897.

47 a. do CSM/M Tel, fundado em 6 de julho de 1964.

47 a. no dia 6 de julho de 1964 chega em BOTUCATU a caravana da Sociedade Veteranos de 32-MMDC sob a direção dos veteranos SILVIO SAMPAIO MOREIRA, JAIR PEREIRA BATISTA e ANTÔNIO FIGUEIREDO BORGES, conduzindo os despojos de heróis constitucionalistas desconhecidos, exumados em CAPÃO BONITO. Por volta das 16:10 horas é realizada a exumação solene dos despojos do Herói LUIZ GONZAGA ÁVILA, ex-combatente dos batalhões “ARQUIDIOCESANO” e “PAIS LEME”. Na prefeitura de BOTUCATU os despojos dos heróis são entregues às autoridades locais. Na noite, sessão solene na Câmara Municipal. Os restos mortais ficam em vigília na Câmara Municipal, sob a guarda da PM e do TIRO-DE-GUERRA.

43 a. da publicação em DIÁRIO OFICIAL do Decreto nº 49.946, de 5 de julho de 1968 que autoriza o sepultamento de despojos de HERÓIS DE 32, no Monumento Mausoléu, de 6 de julho de 1968:

ANTÔNIO CAMARGO – CABO do 4º Esquadrão do Regimento de Cavalaria da Força Pública (atual Regimento de Cavalaria Nove de Julho); HERMES RIBEIRO DE FREITAS – Aspirante do 4º RI; SYLVIO DE CAMPOS – Chefe Eminente do Movimento Constitucionalista; SEVERO FOURNIER – Capitão do Exército Brasileiro; AUGUSTO CORRÊA LEITE, Anspeçada do 5º B.C.P da Força Pública; VENÂNCIO RAMOS – Soldado do 5º BCP da Força Pública;JOÃO PROCÓPIO MODESTO – voluntário do Batalhão 23 de Maio; além de quatro Heróis não identificados e exumados em SÃO JOSÉ DOS BARREIROS, que participaram do Movimento Constitucionalista de 1932, conforme relação fornecida pela Sociedade Veteranos de 32-MMDC, tornando-se, assim, merecedores do mais alto respeito público.

40 a. da morte de LOUIS ARMSTRONG, em 6 de julho de 1971. Trompetista de jazz norte-americano.

39 a. Parlamento chileno se opõe à reforma constitucional proposta pelo presidente SALVADOR ALLENDE, em 6 de julho de 1972.

39 a. KAKUEI TANAKA, liberal-democrata, é nomeado primeiro-ministro do JAPÃO, país que inicia uma aproximação com a CHINA, em 6 de julho de 1972.

38 a. falece ISRAEL PINHEIRO DA SILVA, em 6 de julho de 1973. Vitimado por uma angina pectoris, em seu apartamento, em BELO HORIZONTE, ex-presidente da NOVACAP (considerado construtor de BRASÍLIA), primeiro prefeito de BRASÍLIA e ex-governador de MINAS GERAIS (1966-1971). O ex-presidente JUSCELINO KUBITSCHEK, criador de BRASÍLIA, e o senhor OSVALDO MAIA PENIDO, principal colaborador de ISRAEL PINHEIRO na NOVACAP, manifestaram sua dor pela morte do amigo. JK lembrou que sua atuação em BRASÍLIA foi extraordinária. Nasceu em 4 de janeiro de 1896, na CHÁCARA DO TINOCO, em CAETÉS, MINAS GERAIS, onde morava seu pai, o presidente do Estado, que ali instalara uma indústria de cerâmica e que, eleito, mudou-se para a Capital. Em 1919, formou-se engenheiro de Minas e Civil, na escola de OURO PRETO, ganhando viagem à EUROPA, especializando-se em cerâmica e metalurgia. Em 1933 foi Secretário de Viação e, em seguida, da Agricultura. Em 1946, elegeu-se deputado federal, sendo reeleito em 1950 e 1954. Renunciou em 1956, para assumir a presidência da NOVACAP. Foi um dos fundadores do PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA, o extinto PSD, de grande força política no País.

38 a. da posse do CORONEL AVIADOR PAULO HENRIQUE CARNEIRO DO AMARANTE no comando da BASE AÉREA DE SÃO PAULO, em 6 de julho de 1973. Substituiu o CORONEL AVIADOR ADEELE MIGON, que foi ser adido aeronáutico da Embaixada do BRASIL, no PARAGUAI. A solenidade realizada em CUMBICA foi presidida pelo COMANDANTE DA IV ZONA AÉREA, MAJOR-BRIGADEIRO DÉLIO JARDIM DE MATTOS. Autoridades civis e militares estiveram presentes ao ato, entre elas secretários de Estado, os prefeitos de GUARULHOS e COTIA; o comandante do II EXÉRCITO, GENERAL HUMBERTO DE SOUZA MELO, fez-se representar pelo CORONEL SEBASTIÃO ALVIM.

37 a. de BRASIL 0 x POLÔNIA 1, na Copa do Mundo na ALEMANHA, em 6 de julho de 1974. O BRASIL ficava com a 4a. colocação. BRASIL jogou com LEÃO; ZÉ MARIA, ALFREDO MOSTARDA, MARINHO PEREZ e MARINHO CHAGAS; CARPEGIANI, DIRCEU e ADEMIR; JAIRZINHO, VALDOMIRO e RIVELLINO. Nosso técnico era MARIO ZAGALLO. O jogo foi no OLYMPIASTADION, em MUNIQUE – ALEMANHA.

37 a. nasce a atriz ANNA BÁRBARA XAVIER – BABY XAVIER – em NITERÓI, RIO, no dia 6 de julho de 1974. BABI despontou para o sucesso no comando do programa “ERÓTICA”, na MTV. De lá, foi para o SBT apresentar o “PROGRAMA LIVRE”. Na mesma emissora, comandou a gincana “ILHA DA SEDUÇÃO”. Novelas: a atriz, que está na novela “BANG BANG” (GLOBO), onde interpreta MARILYN CORROY, já participou de “PERDIDOS DE AMOR” (BANDEIRANTES, 1996) e “POR AMOR” (GLOBO, 1997). BABI escreveu “E AI? UM PAPO ABERTO ENTRE A GENTE”, falando sobre sexo e relacionamento. Outra vertente de BABI é a música, mostrada no disco “DO JEITO QUE EU QUERO”, com a participação de CHICO BUARQUE.

36 a. o jornal GUARUNEWS, de GUARULHOS, publica em 6 de julho de 1975 (domingo): REVOLUÇÃO DE 32, UMA PÁGINA DE GLÓRIA NA HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Em uma das fotos publicadas na edição aparecem os ex-combatentes de 1932, todos pertencentes à Sociedade Veteranos de 32-MMDC: THEOBALDO DE FREITAS LEITÃO, JORGE JUNQUEIRA PENTEADO, CAMPOS CARVALHO, GERALDO NORBERTO FREIRE BRAGA, CAPITÃO RUBENS CORTE REAL, NELSON VASCONCELOS.

33 a. falece o escritor GUSTAVO CORÇÃO, em 6 de julho de 1978.

32 a. das anotações de 6 de julho de 1979: começamos a sexta-feira no gabinete do Comandante. CORONEL PM RIGONATTO, MAJOR PM MOACYR DE SIQUEIRA, CAPITÃO PM GABRIEL, TENENTE PM MATA, TENENTE PM FILLIPE. Depois chega o TENENTE-CORONEL PM HERMÓGENES.

A ROTA descobre um contrabando avaliado em dez milhões de cruzeiros na VILA FORMOSA. O flagrante é feito na Polícia Federal.

Meu carro vai para o CSM/MB para ser adaptado o motor para álcool.

A Nota de Serviço da 3ª EM/PM sobre o “9 de Julho” chega hoje. O 3º BPChq irá desfilar com uma companhia (mantenho contato com o CAPITÃO PM ALUÍZIO sobre esse assunto). O 2º BPChq tratará do isolamento com cordas. Marca-se uma demonstração de agentes químicos para o IGPM/4 no dia 12 de julho.

TENENTE-CORONEL PM BELICKAS está dispensado hoje e também no dia 9. O Cmt, CORONEL PM RIGONATTO, pede dispensa do serviço para 9 e 10 de julho.

Retorno para casa com o CORCEL do P2, pois meu carro não sai a temo do CSM/MB.

Assistimos nos jornais televisivos: a crise do petróleo; PAULO SALIM MALUF encontra-se no PARAGUAI: simpósio de Secretários de Segurança Pública dos Estados.

Novo recorde da Loteria Esportiva: 126.437.657, 85 cruzeiros.

Morreu MÁRCIA MENDES, repórter do ‘HOJE”, canal 5.

A queda de SKYLAB acontecerá na semana que vem.

30 a. MARIA ESTELA MARTINEZ DE PERÓN é colocada em liberdade e abandona a ARGENTINA para fixar residência na ESPANHA, em 6 de julho de 1981.

25 a. tentativa de golpe de Estado nas FILIPINAS, com o comando de ARTURO TOLENTINO, em 6 de julho de 1986.

24 a. dos apontamentos realizados em 6 de julho de 1987: começamos a oitava semana do CSP (o total é de 31 semanas). Os primeiros dias de julho apresentam temperaturas razoáveis. Professora ANA MARIA MARTINS dá as 13ª e 14ª aulas de DIREITO CONSTITUCIONAL – A Separação dos poderes. Parlamentarismo e Presidencialismo. Ainda não conhecemos a nota da prova.

ECONOMIA: 5ª e 6ª aulas do Professor TITO LIMA. A Escassez – a Curva da Possibilidade de Produção – Expansão da fronteira de produção – a interação dos agentes.

Na hora do almoço, como um sanduíche no 2º BPChq. O MAJOR PM DÁRCIO FERNANDES irá participar de uma reunião no CPM com os demais comandantes dos BPChq. Tentará defender a idéia de que o choque não deve se empregado no policiamento ostensivo. Os oficiais do reservado estão em diligência em GUARULHOS. Isso vem acontecendo desde sexta-feira, dia 3 de julho. O serviço terminará somente amanhã.

INFORMÁTICA: 11ª e 12ª aulas. A rede de MICROS.

DEFESA TERRITORIAL: TENENTE-CORONEL PM BORDINI dá as últimas aulas desse segmento. Depois entrará em DEFESA INTERNA. Teatro de Operações. Zona de Guerra. Linha de contato. Zona de Administração. Zona do Interior. Áreas e os setores de Defesa Territorial.

Encerra-se a segunda-feira com essas oito aulas que nos fazem atingir um terço do total delas. Faltam 426.

Retorno cedo para GUARULHOS. O CSP deixa-me preocupado. As provas de MOVIMENTOS REVOLUCIONÁRIOS E SEGURANÇA NACIONAL foram transferidas para 14 de julho. Acontece que na próxima semana também teremos provas de CONJUNTURA NACIONAL – COMUNICAÇÃO SOCIAL – DEFESA INTERNA – DEFESA CIVIL – DEFESA TERRITORIAL. Vai ser uma parada indigesta.

Começa na TV GLOBO o seriado de quinze capítulos AMÉRICA.

22 a. falece JANOS KADAR, em 6 de julho de 1989.

22 a. em discurso perante o Conselho da EUROPA, MIKHAIL GORBACHOV se compromete a respeitar a liberdade dos países do Leste na escolha de seus sistemas políticos-sociais, em 6 de julho de 1989.

20 a. tenista alemã STEFFI GRAF ganha pela terceira vez o torneio de WIMBLEDON, em 6 de julho de 1991.

19 a. falecem: o desembargador LAURO MALHEIROS e ALCIDES AGUIAR CAMINHA - conhecido pela alcunha de CARLOS ZÉFIRO, em 6 de julho de 1992.

19 a. governo guatemalteco declara o estado de máxima emergência, devido a uma epidemia de cólera, que deixa 200 mortos, em 6 de julho de 1992.

18 a. da detenção de ROSINETE MELANIAS, secretária de PC FARIAS na empresa de táxi-aéreo BRASIL JET, no dia 6 de julho de 1993. Ela se entregou à superintendência da Polícia Federal em SÃO PAULO. Foi colocada numa cela comum do Núcleo de Custódia, reservada para traficantes e presos à disposição da Justiça.

18 a. da ocupação da FAVELA DA ROCINHA por cem policiais civis e militares, em 6 de julho de 1993. Esse lugar tinha se transformado num palco de uma guerra entre traficantes do COMANDO VERMELHO e do TERCEIRO COMANDO, com mortes de sete pessoas e ferimentos em várias outras. O episódio que mais revoltou os moradores foi o do estudante DJAIR LEANDRO DE MELO, de 13 anos. Ele foi baleado ao ser usado como escudo pelo traficante EDUARDO RODRIGUES MEIRELLES, de 29 anos, durante um dos tiroteios. Um dia depois, morreu no Hospital MIGUEL COUTO, na zona sul do RIO.

17 a. do relatório de 1994 elaborado pela ANISTIA INTERNACIONAL, em 6 de julho de 1994. O BRASIL figurava entre os quinze países onde foram registrados os maiores casos de violência praticados por forças policiais e justiceiros, em 1993, entre outros os massacres da CANDELÁRIA e da FAVELA DE VIGÁRIO GERAL, no RIO DE JANEIRO. Em SÃO PAULO, segundo a avaliação da AI, diminuiu o número de pessoas mortas pelas mãos da polícia devido aos protestos nacionais e internacionais contra a chacina de 111 presos no presídio do CARANDIRU, em 1992.

16 a. falece VITÓRIA BREJNEV, viúva do ex-presidente da antiga URSS, LEONID BREJNEV, em 6 de julho de 1995.

14 a. das seguintes anotações feitas em 6 de julho de 1997: neste domingo, pela manhã, LUCINDA comenta as atividades do traficante ALEMÃO na Avenida BENVINDO TOLENTINO NETO. Ela teme pelo neto, o PAULO CESAR, vigiando os seus passos.

Senhor GERALDO FARIA MARCONDES encontrava-se em ARAÇATUBA. Retornou para sua casa de ITAPECERICA e mantém um contato telefônico comigo. Ainda não sabia do veto de LAURO RIBEIRO ESCOBAR à outorga da Medalha CONSTITUCIONALISTA ao Prefeito CELSO PITTA. Acha ele que a Sociedade não poderá ficar em má situação e quer entregar a medalha, à revelia do ESCOBAR, coisa que ele não poderá fazer, mas o presidente é muito teimoso. Não sei como essa história irá acabar. Na biblioteca, acompanhando o desenrolar do Campeonato Brasileiro, releio minhas memórias. Relembro os encerramentos dos tomos de meu diário (9 de Julho de 1970 a 1974 e 1989 a 1994). Conseqüentemente, os inícios dos outros tomos, no dia seguinte. Relendo essas épocas revejo as comemorações do Movimento Constitucionalista de 1932, justamente quando se dava o encerramento dos tomos de minhas memórias. Agora, trabalhando no MMDC, faço parte ativa dessas solenidades que demonstram um cunho histórico muito importante.

Com uma atuação sensacional, o nadador GUSTAVO BORGES derrota o russo bicampeão olímpico ALEXANDR POPOV na prova dos 100 metros livre, no Clube PINHEIROS, durante o Festival Internacional de Recordes.

WIMBLEDON: PETE SAMPRAS derrota o francês CEDRIC PIOLINE e é o novo Campeão.

CAMPEONATO BRASILEIRO: CORINTHIANS 1 x INTERNACIONAL 3; PORTUGUESA 1 x CORITIBA 0; FLAMENGO 2 x SANTOS 3; CRUZEIRO 3 x GUARANI 1; ATLETICO PARANAENSE 2 x UNIÃO SÃO JOÃO 0; PARANÁ 2 x SPORT RECIFE 1; JUVENTUDE 2 x GOIÁS 0; AMÉRICA (RN) 1 x CRICIUMA 1.

CAMPEONATO PAULISTA – SÉRIE A2: ITUANO 2 x SANTO ANDRÉ 1; MATONENSE 1 x NOVORIZONTINO 0.

ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANAS PARA A COPA DO MUNDO DE 1998: ARGENTINA 2 x PARAGUAI 1; EQUADOR 1 x VENEZUELA 1; PERU 2 x BOLÍVIA 1. No sábado, dia 5 de julho, o CHILE venceu a COLÔMBIA (4 a 1).

13 a. falece ROY ROGERS, ator norte-americano, em 6 de julho de 1998.

11 a. da palestra do Capitão PM LUIZ EDUARDO PESCE DE ARRUDA - "SÃO PAULO, 32 E A GUERRA DA PROPAGANDA", no auditório da Associação dos Oficiais da Reserva. Foi uma magnífica palestra, muito elogiada pelos presentes. Em 6 de julho de 2000.

11 a. da escolha da ALEMANHA para sediar a COPA DO MUNDO DE 2006, feita pela FIFA, em ZURIQUE, no dia 6 de julho de 2000.



ACONTECEU EM 2 001 : - SEXTA-FEIRA

NA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC, prestamos informações para o repórter FELIPE, do JORNAL DA TARDE. Algumas dezenas de fotos são tiradas durante a entrevista. O Cel. ANTÔNIO CARLOS MENDES e o veterano GINO STRUFFALDI auxiliam-me bastante na entrevista. A matéria será publicada no domingo, 8 de julho.

Mais tarde, em minha casa, presto as necessárias informações sobre o Movimento Constitucionalista de 32 para a repórter da FOLHA METROPOLITANA, jornal do município de GUARULHOS.

Sr. GERALDO PIRES DE OLIVEIRA mantém contato telefônico comigo e diz que elaborou a sua ORDEM DO DIA, encaminhando-a, via fax para o tenente ARTHUR, da APMBB, que será o narrador do evento.

Sr. GERALDO FARIA MARCONDES telefona-me nesta noite para dizer que o Cel. LEMES poderá vir a se candidatar presidente do MMDC conforme manobras que estão sendo feitas entre os Coronéis MELLO ARAÚJO, GUIMARÃES e SUZANO. Acho isso pouco provável porque nenhum deles conversou comigo sobre isso.



ESTADO DÁ AUMENTO DE R$ 80,00 AOS SERVIDORES. A nova gratificação anunciada pelo governador vai integrar os salários a partir de 1o. de agosto e vale também para aposentados e pensionistas. O PISO, que é pago a 54 mil dos 748 mil servidores, sobe de R$ 300,00 para R$ R$ 400,00. A proposta será encaminhada para votação na Assembléia Legislativa. Os R$ 80,00 desagradaram a todas as categorias do funcionalismo, que esperavam negociar reajuste proporcional aos salários. Policiais civis e militares, que terão aumento entre 6% e 10% e piso de R$ R$ 1.000,00 , também ficaram revoltados. Eles prometem fazer um protesto durante as comemorações de 9 de julho, na segunda-feira. O Coronel UBIRATAN GUIMARÃES, CONDENADO PELO MASSACRE DO CARANDIRU, deverá participar do desfile.



NA EMPRESA COFEMA, que fica no ARICANDUVA, prateleiras caem e ferem nove pessoas. Foram quatro prateleiras de dez metros de altura, que caíram em efeito dominó por volta das 13h30. A equipe da REDE TV, que estava a caminho do MMDC, para uma entrevista comigo, a respeito de 9 de julho, foi deslocada para esse local e me avisa que não poderá chegar a tempo na Sociedade Veteranos de 32-MMDC.



DOIS POLICIAIS MILITARES - ABÍLIO ANTÔNIO DE SOUZA RODRIGUES e GABRIEL DONIZETE BARBOSA RODRIGUES- morreram na colisão de uma viatura contra um ônibus, na estrada KIZAE-MON TAKEUTI, no JARDIM CLEMENTINO, TABOÃO DA SERRA. A viatura BLAZER, ocupada pelos PMs, mais o cabo PAULO SÉRGIO PEREIRA LATERZA, colidiu com um ônibus da Viação Campo Limpo. O cabo PAULO SÉRGIO ficou ferido. A equipe pertencia a 4a. Companhia do 25o. BPMM. Perseguia um gol roubado em Taboão da Serra, segundo o ASPIRANTE A OFICIAL MENA BARRETO.

82/2 114 1618436384.



INTERNADA em estado grave, nos EUA, EUNICE KENNEDY SHRIVER, de 79 anos, irmã do presidente JOHN FITZGERALD KENNEDY. Ela quebrou a cabeça e uma perna em acidente automobilístico, próximo de CAPE COD. Dirigido por EUNICE, o carro bateu em um caminhão que trafegava na contramão.



FALECEU a veterana do Movimento Constitucionalista de 1932, THAMAR DE MACEDO SOARES DRAGO, nascida em 17 de dezembro de 1918.



2 002 : - SÁBADO

O JORNAL DA TARDE traz uma reportagem envolvendo o CORONEL JOSIAS SAMPAIO LOPES. Diz ela “CAI O CHEFE DA GUARDA CIVIL”. JOSIAS SAMPAIO não estaria nos planos do futuro secretário de Segurança do município. Delegado é o substituto.

A GUARDA CIVIL METROPOLITANA trocou de comando. JOSIAS SAMPAIO LOPES, coronel da PM e amigo do ex-marido da prefeita MARTA SUPLICY, o senador EDUARDO SUPLICY, foi substituído pelo delegado MAXIMINO FERNANDES FILHO. O novo comandante é assessor e pessoa de confiança do ouvidor do Município, BENEDITO MARIANO, que será o futuro secretário de Segurança Urbana, pasta à qual a GCM passará a ser vinculada. Oficialmente, JOSIAS saiu de férias e deverá retornar no dia 31 de julho.



Assisto nesta manhã, a partir das 9 horas, a formação do “GRID” de largada para o GRANDE PRÊMIO de FÓRMULA UM da GRÃ-BRETANHA, no circuito de SILVERSTONE. Somente na última volta, JUAN PABLO MONTOYA surpreende RUBENS BARRICHELLO e consegue a POLE POSITION. MICHAEL SCHUMACHER sairá em terceiro; RALF SCHUMACHER em quarto; RAIKKONEN em quinto; COULTHARD em sexto; TRULLI em 7º; SALO em 8 º; VILLENEUVE em 9º; NICK HEIDFELD em 10º; FELIPE MASSA em 11º; ENRIQUE BERNOLDI em 18º . É a quarta vez consecutiva na temporada que MONTOYA consegue a POLE POSITION.



A norte–americana SERENA WILLIAMS não se incomodou com o franco favoritismo da irmã VENUS e, pela primeira vez, levou o título em WIMBLEDON, na manhã deste sábado. Este é o segundo título de GRAND SLAM da caçula da família WILLIAMS na temporada e o terceiro na carreira. VENUS, por sua vez, viu encerrada uma invencibilidade de 20 partidas na grama de ALL ENGLAND CLUB. Já na final masculina se enfrentarão amanhã o argentino DAVID NALBANDIAN e o australiano número um LLEYTON HEWITT.



WÁLTER TAVERNA, presidente da SODEPRO, telefona-me nesta manhã. Diz que a concentração dos convidados para o evento cívico na BELA VISTA será defronte à IGREJA NOSSA SENHORA ACHIROPITA e não mais na PRAÇA DOM ORIONE. O desfile, se houver, acontecerá na rua 13 de maio. Logo em seguida, recebo o telefonema da professora MARIA CECÍLIA NACLÉRIO HOMEM, encarregada de organizar o roteiro da solenidade. O mestre de cerimônia será o advogado LUIZ SÉRGIO CARRARO.



SP PERDE RESTAURANTE DE 121 ANOS. O CARLINO, o mais antigo restaurante no CENTRO da CAPITAL, fechou as suas portas. O proprietário promete reabrir a casa em outro bairro. A deterioração e a violência do centro de São Paulo expulsaram um dos mais antigos restaurantes da cidade, que abriu suas portas em 1881, na avenida SÃO JOÃO. Atualmente, a tradicional cozinha toscana, estava sendo servida na Avenida Doutor Vieira de Carvalho, 154, na VILA BUARQUE.



Foram enterrados com honras militares os seis PMs mortos no engavetamento ocorrido ontem na rodovia CASTELLO BRANCO. Milhares de pessoas passaram pela sede do Centro Social dos Cabos e Soldados, em BAURU, onde ocorreu o velório de quatro dos seis PMs mortos. Entre os presentes esteve o comandante geral da Polícia Militar, coronel ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES, que acompanhou o cortejo até o cemitério JARDIM DO IPÊ.



FALECEU OSCAR KLABIN SEGALL, aos 72 anos, nesta Capital. Natural de PARIS, onde nasceu a 5 de fevereiro de 1930, estudou no LICEU PASTEUR, COLÉGIO RIO BRANCO, INSTITUTO MACKENZIE, na Faculdade de Arquitetura Mackenzie e na Fundação GETÚLIO VARGAS. Iniciou sua carreira política aos 14 anos, na luta estudantil contra a ditadura VARGAS. Em 1953, foi eleito vice–presidente da União Estadual de Estudantes. Dirigente municipal da União Democrática Nacional, ocupou a vice–presidência e, em 1964, a presidência, onde permaneceu até a extinção dos partidos políticos. Foi também dirigente estadual da UDN paulista e seu representante no Conselho Nacional do partido. Foi vereador à Câmara Municipal de São Paulo.

Na Revolução de 1964, ao lado de CARLOS LACERDA e ROBERTO ABREU SODRÉ, teve atuação de destaque. Foi presidente da Caixa Econômica Estadual e superintendente da Companhia Estadual de Casas Populares. Empresário, ocupou cargos de direção em diversas empresas e, entre elas, KLABIN SEGALL S/A Foi presidente do Conselho Deliberativo do Museu LASAR SEGALL.

Filho do pintor LASAR SEGALL e de dona JENNY KLABIN SEGALL, deixa seis filhos, um genro, três noras e cinco netos. O corpo foi trasladado do velório do hospital ALBERT EINSTEIN para o crematório de VILA ALPINA.



Foi suspenso pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo o registro do ginecologista paulista VÂNDERSON BULLAMAH. Acusado de causar a morte de duas mulheres em cirurgias plásticas em 1996, ele continuou a operar – até fazer uma nova vítima há dez dias. A estudante HELEN BURATTI, de 18 anos, morreu depois de se submeter a uma lipoaspiração com o médico.



Mais de um milhão de pessoas lotaram hoje as ruas do centro da cidade de PAMPLONA, na ESPANHA, para participar do famoso festival de SAN FERMIN. A comemoração foi realizada em meio à preocupações de que o grupo separatista basco ETA estragasse a festa. Depois de 20 horas consecutivas de festejos regados a vinho, homens arriscarão suas vidas durante três minutos para fugir de seis touros.



O diretor de cinema JOHN FRANKENHEIMER, de 72 anos, autor de sucessos como SOB O DOMÍNIO DO MAL e RONIN, morreu hoje num hospital de LOS ANGELES, em virtude de complicações que se seguiram a uma operação da coluna vertebral. Em uma longa carreira, iniciada em 1950, FRANKENHEIMER fez 31 filmes para o cinema e 11 para a televisão, além de ter dirigido mais de 150 episódios de diversas séries de TV. Um de seus feitos foi ter ganho quatro prêmios EMMY consecutivos.



VICE PRESIDENTE AFEGÃO É ASSASSINADO EM EMBOSCADA. Um dos três vice–presidentes afegãos, HAJI ABDUL QADIR, foi morto a tiros em plena luz do dia desferindo novo golpe contra o presidente HAMID KARZAI. Veterano comandante militar e líder da etnia majoritária pashtun, como KARZAI, QADIR foi morto em seu carro, numa emboscada realizada dentro do terreno de seu gabinete. O chefe de polícia de CABUL, BASIL SALANGI, disse que dois pistoleiros dispararam cerca de 36 tiros contra o carro. Testemunhas contaram que o motorista também foi morto e que os assassinos fugiram de táxi.



Ainda nesta noite, aproveito um bom tempo para estudar operações do MAJOR TURB, já nossas conhecidas e que serão repetidas :

134718231 84 /2224 e 1531592201/ 1181826320181/ .



2 003 : - DOMINGO 71324 161 20181 T 84 911814 - 165.

O Comando do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo tem a honra de convidar Vossa Excelência para a solenidade cívico-militar comemorativa do DIA DO BOMBEIRO BRASILEIRO.

DATA: 6 DE JULHO DE 2 003

LOCAL: PARQUE DA INDEPENDÊNCIA

Avenida Nazaré, s/n º , Bairro IPIRANGA – São Paulo/SP

HORÁRIO: 10:30 horas.



Na manhã do domingo, com início às 9 horas, passo a assistir o GP DA FRANÇA, em MAGNY-COURS. Desde a largada, RALF SCHUMACHER lidera a prova e JUAN PABLO MONTOYA na sua “cola”, sem grande êxito. No começo, BARRICHELLO roda na pista e vai para a última colocação, passando a então a fazer uma corrida de recuperação. Por volta das 10 horas, quando faltam apenas 18 voltas, deixo de assistir a prova para iniciar a viagem até POÁ. Vou almoçar com minha mãe, como sempre faço aos domingos. Na cidade que nasci a novidade é a propaganda que está sendo feita em torno da ABERTURA DO VERAN SUPERMERCADO, marcada para a próxima quinta-feira, dia 10 de julho. Neste domingo os operários estão trabalhando na frente do novo estabelecimento que irá revolucionar a avenida 26 de março.

Minha mãe quer saber notícias de dona ESMERALDA. A sua idade, 94 anos, bem próxima da mãe da LUCINDA, 92 anos, faz com que ela faça certas comparações. Realmente tem medo de cair. Isso já aconteceu algumas vezes e sempre foram de certa gravidade, muito embora não tenha quebrado ossos. Minha mãe apoia-se nos móveis e nas paredes da cozinha e, com isso, vai fazendo a refeição, com todo o cuidado. Não temos outras novidades e a tarde do domingo é dentro da rotina. Quase às 16 horas, surgem: o RENATO VENTURA, o ADALVO, a MARIZETE e os meninos LEANDRO (filho do RENATO) e FELIPE (meu neto). Em seguida, faço o retorno para GUARULHOS, usando os costumeiros meios de transporte.

Em casa, recebo um telefonema do PEDRO PAULO PENNA TRINDADE. Ele acaba de escrever um artigo para colocar no ESTADO, amanhã, sobre o TÚNEL NOVE DE JULHO. Comunica-me que não está mais namorando a MARIA CECÍLIA NACLÉRIO HOMEM. Pretende comparecer na sessão solene de amanhã, na Associação Comercial e no espetáculo do TEATRO SÃO PEDRO, no dia 8, além, naturalmente, da Solenidade do NOVE DE JULHO, no IBIRAPUERA.



O SANTOS bateu o CORITIBA por 3 a 1, na VILA BELMIRO, e assumiu a vice-liderança do CAMPEONATO BRASILEIRO. O time do técnico ÉMERSON LEÃO soma agora 30 pontos ganhos, um a menos que o líder CRUZEIRO. O CORINTHIANS perdeu por 3 a 1 para o ATLÉTICO PARANAENSE. O jogo foi disputado sob forte temporal.



RALF SCHUMACHER, em primeiro, e JUAN PABLO MONTOYA, em segundo, deram hoje, no GP DA FRANÇA, em MAGNY-COURS, a segunda dobradinha seguida à equipe WILLIAMS e mostraram que vão brigar pelo título nas seis provas que restam no MUNDIAL até com um certo favoritismo – a equipe conquistou 65 dos 72 pontos em disputa nos quatro últimos GPs. RALF chegou a 53 pontos e MONTOYA, a 47. MICHAEL SCHUMACHER, com a terceira colocação, aumentou em um ponto sua vantagem para o vice-líder KIMI RAIKKONEN, quarto colocado, 64 a 56. O quinto colocado foi DAVID COULTHARD; o sexto, MARK WEBBER; o sétimo, RUBENS BARRICHELLO.



A temporada 2003 da INDY RACING LEAGUE está sendo de alto risco para os pilotos brasileiros. Hoje, no GP do KANSAS – vencido pelo americano BRYAN HERTA – FELIPE GIAFFONE bateu forte e teve fraturas no fêmur direito, na bacia, além de pequena fratura numa vértebra. Ele está ameaçado, até, de não disputar o restante do campeonato. FELIPE é o quarto piloto brasileiro a se acidentar com gravidade no ano. O primeiro foi GIL DE FERRAN, que sofreu fratura na vértebra em batida no GP de PHOENIX. No JAPÃO, TONY KANAAN quebrou o pulso direito e sofreu ferimentos na perna. Ambos já voltaram a correr, mas AIRTON DARÉ, que teve fraturas na perna e braços direitos no TEXAS, só deverá retornar em 2 004. HELIO CASTRONEVES terminou em segundo no KANSAS; GIL DE FERRAN em terceiro e KANAAN em quarto.



Depois de um saque devolvido na rede pelo australiano MARK PHILIPPOUSSSIS, o suíço ROGER FEDERER, de 21 anos, ajoelhou-se, agradeceu aos céus e sorriu. FEDERER transformou-se no primeiro jogador de seu País a levantar um troféu do GRAND SLAM, um dos mais importantes do calendário, o de WIMBLEDON.



A tentativa de resgate do ladrão ALEXANDRE DOS SANTOS, condenado a 25 anos, na tarde deste domingo, do Presídio DESEMBARGADOR ADRIANO MARREY, em GUARULHOS, com o auxílio de um helicóptero, terminou com ferimentos graves por tiros de fuzil no piloto – que fora seqüestrado – nos dois homens que tinham forçado a descida do helicóptero e no detento. “Nós demos tiros de advertência. Quando vimos o preso tentando entrar e o helicóptero se preparar para subir atiramos para impedir”, disse um dos agentes. “Um dos homens do helicóptero atirou com uma arma de repetição e nós revidamos. A ordem que temos é essa. Não deixar fugir”, afirmou o mesmo agente.

O helicóptero BELL JET RANGER com três pessoas a bordo – piloto e dois passageiros – sobrevoou o Presídio ADRIANO MARREY, em GUARULHOS, e chamou a atenção dos agentes penitenciários que estavam na muralha. Após um vôo rasante, o aparelho desceu sobre a laje do telhado nos fundos do presídio. Os agentes penitenciários, com fuzis, deram tiros de advertência. O piloto tentou pousar sobre o telhado mas não conseguiu. Um detento quase entrou no helicóptero, mas os agentes atiraram. O piloto, os dois ocupantes e o preso que pretendia fugir foram baleados. Os feridos ficaram sobre o telhado. O piloto foi levado pelo helicóptero da Polícia Militar para o hospital PADRE BENTO, em GUARULHOS. Os demais feridos seguiram também para o hospital, de ambulância. SANTOS foi transferido para o DEIC durante a noite. ALEXANDRE DOS SANTOS está condenado por assaltos a vinte e cinco anos e quatro meses. Aos 29 anos, chegou ao presídio no começo de 2 002 e disse para os colegas que não ficaria preso por muito tempo.



FALECEU, aos 96 anos, o médico, cirurgião do tórax, especialista em tuberculose, psicanalista ortodoxo, escritor e pesquisador de arte sacra brasileira, DOUTOR EDUARDO ETZEL. Dedicou sua vida a todas as diferentes áreas, sempre com grande destaque. Médico e cirurgião renomado, nos últimos 33 anos dedicou-se à pesquisa sobre ARTE SACRA BRASILEIRA, tendo deixado nove livros publicados sobre o assunto. Recebeu o Prêmio APCA, em 1978; JABUTI, em 1979 e uma homenagem especial da ABCA, em 2000.



O BRASIL perdeu, neste domingo, o homem que deu vida a seu primeiro super-herói televisivo. AYRES CAMPOS, intérprete do CAPITÃO SETE, foi vítima de uma pneumonia, aos 80 anos. O seriado “CAPITÃO SETE” fez grande sucesso na década de 50 e 60 na Rede RECORD. Nascido em UBERABA, MINAS GERAIS, AYRES CAMPOS sempre foi ligado ao mundo dos esportes, chegando a ganhar o título de campeão mineiro de boxe. Estudou odontologia, mas largou a faculdade, aos 17 anos, para tentar a sorte em SÃO PAULO: queria ser cantor. Estreou no cinema em 1949 no filme ‘TAMBÉM SOMOS IRMÃOS”, ao lado de GRANDE OTHELO, JORGE DÓRIA e AGNALDO RAYOL. Atuou também nos longas-metragens “TICO-TICO NO FUBÁ”, 1952, com TÔNIA CARRERO, e “GATO DE MADAME”, 1956, com MAZZAROPI e ODETE LARA. Sua última aparição na TV foi ao ar no sábado, dia 5 de julho. CAMPOS deu seu depoimento no terceiro especial dos 50 anos da RECORD. O seriado estrelado pelo ator girava em torno de CAPITÃO SETE, identidade secreta de CARLINHOS, menino levado para o Sétimo Planeta que adquire o poder de voar. O nome do programa era uma referência à emissora, conhecida como CANAL 7.





O professor EDUARDO D´OLIVEIRA FRANCA, decano da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, morreu neste domingo, aos 86 anos. Ele nasceu em 2 de abril de 1917, em QUELUZ, no VALE DO PARAÍBA, em uma família de professores. FRANCA foi da segunda turma formada pela FFLCH, em 1937, e um dos primeiros doutores da USP com a tese O PODER REAL EM PORTUGAL E AS ORIGENS DO ABSOLUTISMO (1946), que vai ser republicada pela EDUSC. Foi também diretor da FFLCH e da Escola de Comunicação e Artes da USP.



Começou hoje, na cidade espanhola de PAMPLONA, a festa de SÃO FIRMINO, uma das mais importantes do País. Um milhão de turistas visitam a cidade durante os festejos. As ruas são tomadas por música e dança. O ato mais esperado é a perseguição dos touros a pessoas nas ruas, episódio marcado para amanhã, dia 7 de julho.



O presidente da LIBÉRIA, CHARLES TAYLOR, anunciou hoje que aceitou a oferta de asilo do presidente da NIGÉRIA, OLUSEGUN OBASANJO. Pressionado pelos EUA para que deixe a LIBÉRIA, TAYLOR disse que vai renunciar, mas quer ter certeza de que a transição política será feita com ordem.



Uma equipe de mais de cem especialistas iniciou hoje em um hospital de CINGAPURA a cirurgia para separar as siamesas iranianas LADAN e LALEH BIJANI, de 29 anos, unidas pela cabeça e tronco. A operação, que deve durar pelo menos 48 horas, é a primeira deste tipo realizada em adultos. As irmãs disseram estar preparadas para qualquer conseqüência para tentarem levar vidas independentes.



ASSSISTO o filme do SBT – MORTAL KOMBAT: A ANIQUILAÇÃO. De 1997, sob a direção de JOHN R. LEONETTI, com ROBIN SHOU, TALISA SOTO, BRIAN THOMPSON e SANDRA HESS. O imperador do mundo externo, derrotado nas lutas do MORTAL KOMBAT, volta à cena, disposto a aniquilar os vitoriosos. O primeiro filme da série baseada no videogame era melhor do que esse. Muita criatividade, imaginação, quase tudo irreal. Serve apenas como passatempo.



2 004 : - TERÇA-FEIRA

O Comandante do 31º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, tem a honra de convidar V. S. e Digníssima Família para participarem da solenidade de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência que se realizará às 9 horas do dia 06 de julho de 2004 no Ginásio de Esportes “PASCOHAL THOMEU” (THOMEUZÃO), na rua JOÃO BERNARDES MEDEIROS, n º 503, JARDIM BOM CLIMA.



Não vou nessa solenidade no THOMEUZÃO, pois estou muito atrasado com a minha papelada e, principalmente, cansado pelo estafante dia de ontem. No entanto, em casa, logo cedo, telefona-me o CAPITÃO VENCESLAU, comandante da Companhia do 12 º BPMM, encarregado da região do Obelisco. O Cel ADAUTO, coordenador do evento de 9 DE JULHO, quer a retirada da propaganda da CLARO. Explico a ele que o restauro do Monumento-Mausoléu está sendo patrocinado pela CLARO e a retirada dos cartazes poderá significar uma afronta à firma e, como no dia 1º de julho não houve acordo no processo movido por CARVALHOSA, esse patrocínio poderá ser rompido.

Em seguida, telefona-me de TAUBATÉ o TENENTE-CORONEL Ref HÉLIO FERREIRA DA SILVA, da AERONÁUTICA, que no dia NOVE DE JULHO deverá passar o comando do EXÉRCITO CONSTITUCIONALISTA para o engenheiro ARCHIMEDES PIMENTEL. Ele acerta essa vinda sua ao evento. O Cel PAULO CÉSAR MÁXIMO deverá arrumar uma condução para fazer o seu transporte.

Já no MMDS, fico sabendo, por telefone, conversando com o MAJOR COSTA, da DAMCO, que o Sr. MARCONDES autorizou a retirada da propaganda da CLARO, podendo isso acarretar outros desdobramentos por parte da patrocinadora. No entanto, o presidente arca com essa responsabilidade. O problema criado pelo CORONEL PALUMBO já está resolvido: as cinzas do seu pai e do seu tio serão colocadas no Monumento-Mausoléu no dia 9 de julho. Ele comprou os dois caixões, conversou com o CORONEL ADAUTO e com a DAMCO.

Por volta das 14 horas, encontro o CORONEL Ref SYDNEY GIMENEZ PALÁCIOS conversando, na porta da AORPM, com o TENENTE-CORONEL Ref MOACYR. O assunto é o fechamento do HOSPITAL MILITAR, uma idéia do governo ALCKMIN. É um verdadeiro absurdo e o Cel SYDNEY, lutador na ativa e na reserva, quer fazer um movimento contra esse fato. O TENENTE PAZ, nosso conhecido e polêmico oficial, também apoia essa idéia. Conversando com o Cel SYDNEY, vou com ele até a porta da Sociedade. Ali encontramos o Sr. MARCONDES, o meu ex-motorista ANTÔNIO NEGRETTI e seu filho JORGE. O NEGRETTI trabalhou com o Cel SYDNEY no 9º BPMM, na época do “ESQUADRÃO DA MORTE”. Fatos do passado são lembrados, como a morte do bandido ASSIS e outros acontecimentos dos anos 60. Com a partida do Cel SYDNEY, o NEGRETTI pede-me para interceder a favor do seu filho, de 36 anos, que atualmente está desempregado.

O presidente deverá dar uma entrevista, logo mais, para a TVA SÃO PAULO. Atendemos diversas ligações, todas com respeito à solenidade da próxima sexta-feira. MARIA CECÍLIA NACLÉRIO HOMEM batalha pelo movimento contestatório defronte o TÚNEL NOVE DE JULHO, às 8 horas do dia 9 de julho. A respeito disso também converso, via fone, com a doutora CÉLIA.

MAURO, do O ESTADO, conversa comigo sobre o NOVE DE JULHO. Ele está fazendo uma matéria sobre a Revolução de 32 e quer saber de detalhes sobre a cerimônia de sexta-feira. O presidente, por sua vez, é entrevistado pela TVA SÃO PAULO. Com tudo isso, o tempo passa e somente às 16 horas é que o Sr MARCONDES conversa sigilosamente comigo. Ele diz que dona CÉLIA deverá deixar a Sociedade, por imposição de seus filhos, no final de julho ou começo de agosto. Diz que irá reunir a DIRETORIA EXECUTIVA, depois da festa, para anunciar a sua demissão do cargo de presidente. Afirmo a ele que o Cel MENDES não quer assumir a presidência e isso irá acarretar uma reunião extraordinária do CONSELHO SUPREMO para a escolha, em quinze dias, do seu afastamento, de um novo presidente para cumprir o mandato "tampão” de praticamente um ano (as eleições deverão ser em abril de 2005, que é quando termina o mandato do Sr MARCONDES).

O Cel MENDES não veio hoje à Sociedade. Encontra-se em seu sítio em ATIBAIA, onde dona OÇAINE já estava há dias.

Quando chego em casa, LUCINDA diz que a repórter BEATRIZ, da TV GLOBO, quer falar comigo. É que ela procura entrevistar um veterano de 32. Faço a ligação para com ela e já está acertada essa entrevista com o presidente. Conversamos sobre as solenidades de amanhã, no INSTITUTO DE ENGENHARIA e no TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

Converso, via fone, com o sargento CORTEZ, meu ex-motorista. Ele quer que eu auxilie um rapaz, arrimo de família, de não servir o Exército neste ano. Marco o dia 12 para conversarmos, a respeito, na Sociedade.

Acontece um fato lamentável nesta tarde. A RENATA, da família do senhor NELSON, casado com dona SORAYA, avó do IAGO, foi internada na UTI do hospital CARLOS CHAGAS, após passar mal. Ela é diabética e, ao tomar uma injeção, entrou em estado de coma. Nessa confusão, como é ela que toma conta do IAGO, a criança vem para casa e a família corre com a RENATA.



O SÃO PAULO venceu o ATLÉTICO MINEIRO, nesta noite, por 1 a 0, no MORUMBI, e assumiu a liderança isolada do CAMPEONATO BRASILEIRO. DANILO marcou, de cabeça, o gol da vitória tricolor.



No primeiro dia oficial da campanha, a prefeita MARTA SUPLICY, do PT, realizou uma caminhada pelo CENTRO. A manifestação reuniu duas mil pessoas. Já o candidato do PP, PAULO MALUF, se reuniu com o cardeal arcebispo dom CLÁUDIO HUMMES. JOSÉ SERRA e LUIZA ERUNDINA ficaram em BRASÍLIA.



QUANDO passava pela avenida BRASIL, no bairro carioca do CAJU, o carro do vereador BISPO DOUTOR MONTEIRO DE CASTRO foi metralhado. Ao ver os bandidos se aproximando, o vereador ordenou ao seu motorista particular: “Acelera! o carro é blindado”. Na verdade, somente os vidros o eram. Um dos 20 disparos feitos contra o veículo atravessou a lataria e atingiu o vereador. Ele morreu no hospital. CASTRO participava de uma comissão que apura crimes na área da saúde.



O EXECUTIVO carioca JOÃO FERNANDES MUNIZ, 42 anos, foi morto com doze tiros no RIO, quando seguia para o trabalho. MUNIZ era superintendente-chefe de sinistros de automóveis da BRADESCO SEGUROS. Num dos bolsos de seu paletó foi encontrado um bilhete com ameaças. A polícia acredita que o crime, cometido por dois homens de moto, tenha sido uma execução por vingança.



Subiu hoje de sete para dez o número de delegados chefes de setores estratégicos da Superintendência da Polícia Federal em SÃO PAULO destituídos de seus cargos. Eles são suspeitos de envolvimento em irregularidades, citados em sindicância ou acusados de ostentar sinais exteriores de riqueza ilícita.



RECONCILIARAM-SE a família real britânica e a família SPENCER, da princesa DIANA, que morreu em um acidente de carro em 1997. As duas famílias participaram de uma inauguração de um memorial em homenagem à princesa. Os SPENCER e a rainha ELIZABETH II não se falavam desde o funeral de DIANA. Em LONDRES.



OFERECEU cidadania à atriz americana ANGELINA JOLIE, o CAMBOJA. As autoridades do país asiático pretendem com o ato reconhecer o trabalho de conservação ambiental que ela desenvolve na região nordeste do país. O CAMBOJA é também o país de origem do filho adotivo da atriz, MADDOX. Em PHNOM PENH.



ERIC DOUGLAS, filho mais novo do ator KIRK DOUGLAS, foi encontrado morto nesta terça-feira, aos 46 anos, em seu apartamento, em NOVA YORK. Ainda não se conhece a causa da morte, mas segundo a polícia, não há indícios de violência. ERIC tinha problemas com drogas e bebidas e já havia sido preso diversas vezes.



FALECEU o presidente da ÁUSTRIA, THOMAS KLESTIL, aos 71 anos, após sofrer múltipla falência dos órgãos, informou a rede de televisão estatal austríaca. KLESTIL foi levado ao hospital de VIENA, de helicóptero, na segunda-feira, dia 5, após passar mal e ser ressuscitado por um guarda-costas. O coração do presidente teria parado de bater durante alguns instantes, deixando-o inconsciente. Pela manhã, médicos informaram que o estado de saúde do presidente era grave e não descartavam a possibilidade de KLESTIL sofrer danos no cérebro, devido a falhas na oxigenação. KLESTIL terminaria seu segundo mandato de seis anos no dia 8 de julho, quando cederia seu posto ao social-democrata HEINZ FISHER, eleito em abril. O presidente sofreu de uma crise de pneumonia em 1996. Recentemente, seu estado de saúde voltou a se agravar.



2 005 : - QUARTA-FEIRA

OABSP

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL

Secção de São Paulo



EVENTO EM COMEMORAÇÃO AO MOVIMENTO CONSTITUCIONALISTA

ABERTURA

DR. J.B. OLIVEIRA

Advogado, Presidente da Comissão de Relações Corporativas e Institucionais da OAB SP, Professor de Oratória, Titular da Cadeira nº 38 da Academia Cristã de Letras, Diretor de Relações Institucionais da INQJ – Instituto Nacional de Qualidade Judiciária e autor do livro “Falar bem é bem fácil”, entre outros



“1932 – A SAGA DE UM POVO”



Expositor

CAPITÃO PM HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS

Membro da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, da Associação Brasileira das Forças de Paz, ex-Comandante Interino de Companhia PM do 3 º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, ex-Comandante da BECORA UN POLICE STATION das Forças de Paz da ONU

Apresentações Especiais



BANDA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO



e



ATOR CLEBER AUGUSTO VIEIRA

(interpretando o Soldado Constitucionalista)



DATA/HORÁRIO

6 DE JULHO (QUARTA-FEIRA) – 19 HORAS



LOCAL

PLENÁRIO DOS CONSELHEIROS DA OAB SP

PRAÇA DA SÉ, 385 - 2 º ANDAR – CENTRO



INSCRIÇÕES/INFORMAÇÕES

Uma lata de leite em pó integral, no ato da inscrição

Praça da Sé, 385 – Térreo – Atendimento ou pelo site: www.oabsp.org.br



PROMOÇÃO

COMISSÃO DE RESGATE DA MEMÓRIA DA OAB SP

Presidente: Dr. Fábio Marcos Bernardes Trombetti



SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC

Presidente eleito: GINO STRUFFALDI (ex-Combatente da Revolução de 1932)



APOIO

DEPARTAMENTO DE CULTURA E EVENTOS DA OAB SP

Diretor: Dr. Umberto Luiz Borges D´Urso

**Serão confeccionados certificados de participação – Vagas limitadas**



Ofício Convite n º 856/2005 (CRM/OAB/SP-GP)



Excelentíssimo Senhor



Cumprimentando fraternal e cordialmente V. Exa., temos a subida honra de convidá-lo a comparecer, no dia 6 de julho do corrente ano, às 19 horas, no Plenário dos Conselheiros do Edifício Sede da OAB SP, sito na Praça da Sé n º 385, 2 º andar, nesta capital, para abrilhantar, com sua ilustre presença, a palestra a ser proferida pelo Exmº Sr. Capitão PM HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS, intitulada “1932 – A SAGA DE UM POVO”, em evento comemorativo ao 9 de julho, data tão cara a todos nós paulistas.

Servimo-nos da oportunidade para renovar a V. Exa., também em nome de nosso Presidente, o Dr LUIZ FLÁVIO BORGES D´URSO, nossos protestos da mais alta estima e mui distinta consideração.



FÁBIO MARCOS BERNARDES TROMBETTI

Presidente da Comissão de Resgate da Memória da OAB SP



Exmo. Sr.

CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA



Manhã fria. Passo horas em meu quarto, digitando as últimas notícias. Recebo um telefonema de um tenente da DAMCO. Quer uma cópia da ORDEM DO DIA do ex-combatente que irá assumir no dia 9 de julho o Comando do Exército Constitucionalista. Preciso entrar em contato com o veterano ALENCAR THOMAZ, a fim de verificar se ele já elaborou esse documento. Outro assunto que preciso ver é sobre a queima de fogos no 9 DE JULHO. Ontem, o PALÁCIO forneceu o telefone do LEONARDO, responsável por isso.



Tenho breve contato com MÁRIO MARGARIDO, OREZ, RONALDO e AMÉRICO, pois estou empenhadíssimo com as solenidades programadas para as comemorações do 73ºAniversário do Movimento Constitucionalista e com a posse dos novos dirigentes da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, marcada para amanhã. Além disso, hoje é o dia do encontro na Sociedade e, quando chego, já estão presentes o CORONEL MENDES, ANTÔNIO CARLOS NACLÉRIO HOMEM, advogados ROMAGNOLI e JANAÍNA e várias pessoas querendo explicações sobre o evento do NOVE DE JULHO. Também estão chegando as cinzas dos dez ex-combatentes, cujos restos mortais serão imortalizados no sábado, na cripta do Monumento-Mausoléu do IBIRAPUERA.

O veterano ALENCAR THOMAZ, que assumirá no sábado o cargo de COMANDANTE DO EXÉRCITO CONSTITUCIONALISTA, comparece à Sociedade para acertar comigo a sua ORDEM DO DIA. Isso também ocupa um espaço nesta tarde. Ele vem acompanhado de seu filho, que o ajuda nessa empreitada.

Recebo vários telefonemas, todos procurando informações sobre a posse do GINO amanhã e da cerimônia do sábado. As horas vão passando rapidamente. Não estou preocupado com o tempo, pois tenho de estar na OAB por volta das 19 horas. Recebo a visita do CRISTIANO e RAFAEL. Problemas familiares com esses oficiais que precisam de minha ajuda.

Por volta das 18 horas, acompanhado do ANTÔNIO CARLOS NACLÉRIO HOMEM, vamos para a OAB. Ali, somos os primeiros a chegar. Logo também comparece o CAPITÃO PM HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS, que fará a palestra da noite, intitulada “1932 – A SAGA DE UM POVO”. O CAPITÃO R/R GINO STRUFFALDI vem acompanhado de sua esposa, dona DINORÁ, e de uma outra parente, que os ajudam na locomoção até esse local.

Cumprimentamos o Dr LUIZ FLÁVIO BORGES D´URSO, presidente da OAB/SP; Dr FÁBIO MARCOS BERNARDES TROMETTI, presidente da Comissão de Resgate da Memória da OAB/SP; Dr UMBERTO LUIZ BORGES D´URSO, Diretor do Departamento de Cultura e Eventos da OAB/SP; o nosso estimado orador J.B. OLIVEIRA; CORONEL PM Res JAIRO PAES DE LIRA, o advogado PEDRO PAULO PENNA TRINDADE; o advogado LUIZ SÉRGIO CARRARO; a poetisa FRANCES DE AZEVEDO; e muitas outras pessoas que se irmanam com a OAB/SP onde nesta noite será lembrada a EPOPÉIA DE 1932.

O ROMAGNOLI e a JANAINA colocaram panfletos em todas as cadeiras, em nome da COMISSÃO “TÚNEL NOVE DE JULHO PARA SEMPRE”, bandeira que a OAB/SP abraçou. Diz esse panfleto:

O TÚNEL NOVE DE JULHO, inaugurado em 1938, pelo então Presidente GETÚLIO VARGAS e pelo Prefeito PRESTES MAIA, em homenagem aos Combatentes da Revolução Constitucionalista de 32, teve o seu nome trocado na gestão MARTA SUPLICY. Mudar o nome original deste monumento, evocativo do episódio do Túnel da MANTIQUEIRA, uma das páginas mais dramáticas da Revolução, e que leva a data magna de SÃO PAULO – significa desrespeitar a identidade do povo paulista. É HORA DE REAGIR ! Proteste junto à Câmara Municipal e pressione o seu Vereador para que ele vote SIM ao PL-147/05, que pretende restituir o verdadeiro nome do Túnel. A aprovação precisa de 38 votos. DEFENDA A MEMÓRIA PAULISTANA !

FRANCES DE AZEVEDO, pertencente à Comissão de Resgate da Memória da OAB/SP, distribui cópia de sua poesia:

TRIBUTO AOS PAULISTAS

JULHO que ficou na história,

JULHO da história em nossa memória,

JULHO de luta em todas as frentes,

JULHO que resta indelével em nossas mentes !

ANO DE 32: da revolução contra o ditador.

ANO DE 32: da união dos Estados na dor.

ANO DE 32: de guerreiros Constitucionalistas.

ANO DE 32: de grandes heróis paulistas !

Salve, salve os grandes nomes do Movimento !

Salve, salve os não lembrados no momento !

Salve, salve a raça de um povo !

Salve, salve, pois fariam tudo de novo !



Por sua vez, o PASTOR MARINHO, que durante anos trabalhou para escrever um livro, apresenta uma maquete com armas de guerra de 1932, que recebe inúmeros elogios. Os presentes se interessam pelo trem blindado, pela lancha e outros instrumentos da revolução.



O Tenente Músico DAVID CERINO CRUZ comanda a seção da BANDA DE MÚSICA. Executa no início o PARIS BELFORT e a música AMIGOS PARA SEMPRE. Depois, o HINO NACIONAL.



O presidente abre os trabalhos com uma exortação ao Movimento Constitucionalista de 1932, reverenciando o ex-combatente GINO STRUFFALDI, que faz parte da mesa que dirige essa sessão. Mas a situação da política brasileira não pode deixar de ser citada, mesmo porque o ato arbitrário da invasão de escritórios de advocacia em SÃO PAULO, sem que haja suspeito e nem crime, revoltou a OAB/SP, que quer reparos dos danos causados e punição para os detratores da lei.



O advogado J.B.OLIVEIRA faz a apresentação dos fatos motivadores dessa solenidade. Como sempre, é impecável em seu pronunciamento. Merece elogios e aplausos.



GINO STRUFFALDI é chamado a prestar seu depoimento e dá conta do recado citando sua participação na revolução, inclusive com episódios marcantes de sua passagem nos idos de 32.



O ator CLEBER AUGUSTO VIEIRA, mais uma vez, dá um show na apresentação do SOLDADO CONSTITUCIONALISTA, sendo muito aplaudido.



O CAPITÃO PM HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS, um estudioso do Movimento Constitucionalista, discorre sobre a saga dos heróis de 32, projetando dezenas de fotografias da época, numa cronologia bem concatenada, mostrando os diversos segmentos do movimento, que envolveu todo o povo paulista da época. Sua palestra é longa, pois as explicações principais que levaram o povo paulista à guerra cívica merecem uma atenção toda especial para que se entenda os motivos do episódio que abalou uma Nação e derrubou uma ditadura.



Encerrada a evocação a 32, há um congraçamento entre os presentes e isso faz com que deixemos tarde da noite a OAB/SP. A advogada JANAINA, gentilmente, conduz-me até GUARULHOS.



Chego em casa depois das 23 horas. Encontro o PAULO CÉSAR e a KÁTIA assistindo ao final do jogo SÃO PAULO 1 x ATLÉTICO PARANAENSE 1, no BEIRA-RIO, na decisão da TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA. O SÃO PAULO está muito perto de conquistar o inédito tricampeonato da LIBERTADORES. Depois desse empate, apenas falta vencer em seus domínios no dia 14 de julho.



Depois de dias de intensas e desgastantes negociações, o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA anunciou hoje parte da reforma ministerial, com a escolha de três novos ministros do PMDB, partido que chega ao governo como sempre esteve, rachado. Menos de duas horas depois do anúncio, a direção formal do PMDB e os sete governadores do partido desautorizaram a negociação, afirmando que eles não representam o partido. Os governadores reuniram-se na casa do presidente do PMDB, MICHEL TEMER, e divulgaram uma nota propondo o desligamento imediato do partido do senador HÉLIO COSTA (MG), escolhido para o Ministério das Comunicações (no lugar de EUNÍCIO OLIVEIRA/PMDB), e do deputado SARAIVA FELIPE (MG), para o Ministério da Saúde (ocupado por HUMBERTO COSTA/PT). Também foi anunciada a escolha do presidente da ELETROBRÁS, SILAS RONDEAU, para o Ministério de MINAS E ENERGIA (antes ocupado por DILMA ROUSSEFF/PT). Os governadores também censuraram os senadores RENAN CALHEIROS e JOSÉ SARNEY por terem passado por cima da executiva do partido no governo. Por meio do porta-voz da Presidência, jornalista ANDRÉ SINGER, o presidente LULA confirmou os novos nomes após um encontro com os três ministeriáveis e mais os senadores RENAN CALHEIROS e JOSÉ SARNEY, ontem à noite, no Palácio do Planalto. “Os governadores definiram que a decisão da Convenção precisa ser respeita e serão desligados todos os que aceitarem cargos no governo. Acompanho esta posição porque houve uma radicalização do Palácio do Planalto no tratamento não institucional que dá ao PMDB”, disse TEMER.



A pistola encontrada no prédio da rua JOSÉ MARIA LISBOA, nos JARDINS, onde funcionava a produtora do ex-seminarista GIL RUGAI – a KTM COMUNICAÇÃO – é a mesma que foi usada para matar o publicitário LUIZ CARLOS RUGAI, de 40 anos, e a mulher, ALESSANDRA DE FÁTIMA TROITIÑO, de 33. GIL, filho de RUGAI, está preso desde abril de 2004, acusado de cometer o crime.



A juíza CLÁUDIA MARIA CARBONARI DE FARIA, da Vara do Júri de DIADEMA, decretou hoje as prisões temporárias por 30 dias do SARGENTO PM RICARDO SILVA DOS SANTOS, de 40 anos – acusado de executar a sangue-frio uma faxineira e seus dois filhos – e dos soldados ÉDSON ARÃO PRUDÊNCIO, de 31 anos, RENATO PEREIRA DOS SANTOS, de 24, e SEBASTIÃO FARIAS PINTO, de 31. Esses três últimos estão presos administrativamente na Corregedoria da Polícia Militar e devem esclarecer por que não impediram as mortes. O sargento permanece foragido. O crime ocorreu na noite de segunda-feira, dia 4 de julho, em DIADEMA, região do ABCD.

O Chefe do Setor de Comunicação Social da Polícia Militar, TENENTE-CORONEL PM JORGE LUIZ ALVES, garantiu: “Nós vamos prender, processar e iniciar processo para expulsar (o sargento) da Corporação”.



A prova de que a BAHIA ainda é de todos os santos é a decisão de seu Tribunal de Justiça: condenou nesta quarta-feira a Igreja Universal do REINO DE DEUS a pagar 960 mil reais de indenização à família da ialorixá JACIARA RIBEIRO DOS SANTOS. O jornal FOLHA UNIVERSAL, de propriedade da igreja, ilustrou a reportagem MACUMBEIROS charlatões lesam o bolso e a vida dos clientes (outubro de 1999) com uma fato da mãe GILDA com tarja nos olhos. Hipertensa e deprimida com a repercussão da notícia, ela morreu em janeiro de 2001. “Essa é uma vitória de todo o povo do candomblé que sofre perseguição religiosa. Trata-se de uma reparação à imagem de minha mãe”, disse JACIARA, sacerdotisa de um terreiro de candomblé em ITAPUÃ.



CONCEDIDO habeas corpus aos dois jovens acusados de filmar e divulgar pela internet um vídeo de relação sexual de um deles com uma menina de 16 anos. Pela 5ª Câmara do Tribunal de Justiça, no RIO DE JANEIRO.



CONDENADO a um ano de prisão e multa de 50 mil dólares a rapper LIL´KIM, de 29 anos, por mentir sob juramento para proteger amigos que participaram de um tiroteio, há quatro anos, em NOVA YORK.



ATROPELADO pela bicicleta guiada pelo presidente americano GEORGE W. BUSH um policial escocês que trabalhava no resort onde se reunia a cúpula do G8. Ambos sofreram escoriações leves. Na ESCÓCIA.



CASSADA a imunidade do ex-ditador chileno AUGUSTO PINOCHET para que possa ser julgado pelos crimes da OPERAÇÃO COLOMBO, que matou mais de três mil pessoas. Pela Corte de Apelações de SANTIAGO, no CHILE.



Uma agressiva campanha desenvolvida na reta final deu a LONDRES a sede dos JOGOS OLÍMPICOS de 2012, para desgosto dos franceses e contra todos os prognósticos que indicavam PARIS como favorita. Na 117ª Assembléia do COI, hoje, em CINGAPURA, depois que MOSCOU, NOVA YORK e MADRI foram eliminadas, LONDRES venceu PARIS por 54 votos a 50. Será a primeira cidade da história a receber três edições olímpicas (já sediou em 1908 e 1948).



Uma tragédia familiar atingiu JOSÉ PEKERMAN, técnico da seleção argentina de futebol. Seu irmão, LUÍS PEKERMAN, de 57 anos (dois a mais que o treinador) morreu vítima de parada cardíaca, ontem à noite, poucas horas depois que seu filho, sobrinho de JOSÉ, CRISTIAN, de 21 anos, passou alguns minutos nas mãos de seqüestradores. LUÍS estava internado em clínica particular há vários dias, inconsciente, vítima de uma crise de tuberculose. CRISTIAN, segundo fontes policiais, ficou refém de três bandidos, que mataram um ex-policial e um familiar em MARÍN CONDADO. O sobrinho do treinador argentino foi liberado ileso próximo ao local onde fora seqüestrado.



O escritor francês CLAUDE SIMON, ganhador do prêmio NOBEL DE LITERATURA em 1985, morreu nesta quarta-feira, em PARIS, aos 91 anos, anunciou hoje a editora francesa EDITIONS DE MINUIT. Nascido no dia 10 de outubro de 1913, em MADAGÁSCAR, filho de pais franceses, o escritor vai ser enterrado no dia 9 em PARIS. CLAUDE SIMON, considerado um dos pais do nouveau roman, escreveu dezenas de obras, entre elas A ESTRADA DE FLANDRES e AS GEÓRGICAS. A guerra e o caos eram temas recorrentes na sua obra.



A jornalista JUDITH MILLER, do jornal americano THE NEW YORK TIMES, foi presa por se recusar a revelar o nome de uma fonte à Justiça. A pessoa havia lhe fornecido a identidade de uma espiã da CIA, a serviço de inteligência dos EUA, o que é considerado crime no país. A menos que volte atrás em sua decisão, MILLER ficará detida até o dia 28 de outubro.



2 006 : - QUINTA-FEIRA

Por volta das 6:45 horas, um veículo da rede GLOBO vem me buscar e conduzir para o Monumento-Mausoléu. Durante quase toda essa manhã, faço uma entrevista no interior do monumento, com uma repórter fazendo perguntas sobre essa maravilhosa construção onde estão os restos mortais de 743 ex-combatentes do Movimento Constitucionalista de 1932. Gentilmente, o advogado ROMAGNOLI vai até o Obelisco para me apoiar. Sua presença muito me ajuda. Terminada a entrevista, ele me conduz até o centro da cidade. Tenho muitas coisas para fazer. Passo pelo MMDS, onde tudo permanece nas mãos do CARMELO, que está sabendo de todas as dificuldades que estou tendo na Sociedade. Na tarde, com o GINO e o CORONEL RICARDO JACOB, sou obrigado a ir até a RÁDIO GAZETA AM 890, onde o RICARDO entabulou uma conversa ao vivo com a repórter REJIANI. Isso é feito durante toda essa tarde. Vai terminar depois das 17:30 horas. Os caixões chegaram na Sociedade Veteranos de 32-MMDC e as urnas contendo as cinzas de oito heróis de 32 são colocadas nos mesmos. Até quase 20 horas, estou no MMDC. O CORONEL MENDES não compareceu na Sociedade, mas telefonou e pediu para que eu levasse para casa as medalhas e os ofícios de outorga dos sete indicados para receber a Medalha CONSTITUCIONALISTA, amanhã cedo, no CPOR.

Em casa, embora chegasse tarde, ainda arrumo a mala para a viagem para LORENA. É que estaremos no CPOR pela manhã e depois participaremos do 52º Aniversário da Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Terminada a solenidade, uma viatura do 5º BIL conduzir-nos-á para LORENA.



Atingido por oito tiros, o agente penitenciário ÂNGELO RODRIGO BATISTA MARTINS, de 28 anos, é o oitavo funcionário do sistema prisional a ser atacado por criminosos em duas semanas – cinco deles morreram. Internado num hospital no Centro da Capital, entre a vida e a morte, ele foi rendido por criminosos na madrugada, na rua CONDE DE SARZEDAS, no bairro BAIXADA DO GLICÉRIO. Não há pistas dos autores do ataque. Agente há seis anos, MARTINS atua no Centro de Detenção Provisória 2, de PINHEIROS, desde dezembro de 2004, mas estava fora de serviço há três meses por causa de problemas de coluna. Não há relatos de que ele tenha sofrido ameaças.



RODOLFO RODRIGO DE OLIVEIRA, o BOZINHO, é um dos seis detentos que escaparam ontem à tarde da Penitenciária 1 de FRANCO DA ROCHA, na GRANDE SÃO PAULO. BOZINHO é acusado de participar, em janeiro de 2002, do seqüestro e do assassinato de CELSO DANIEL, prefeito de SANTO ANDRÉ. Sua fuga pode prejudicar o andamento do processo sobre o caso. Durante a fuga dos presos, houve um tiroteio que causou a morte de um agente penitenciário. O acusado estava preso desde 2003 e aguardava julgamento em FRANCO DA ROCHA. Ontem, por volta das 17 horas, um grupo de detentos rendeu operários que faziam reparos na cozinha da penitenciária. O bando estava armado com um revólver e trocou tiros com agentes de segurança que tentaram impedir a fuga. Durante o tiroteio, BOZINHO fugiu e o agente penitenciário GENIVALDO LOURENÇO DA SILVA foi baleado, morrendo no PS da cidade.



Até o fim do mês, a Prefeitura começará a notificar moradores da LUZ, no Centro de SÃO PAULO, de que suas casas serão desapropriadas. O documento vai apresentar o valor da indenização estipulada para que a pessoa deixe seu imóvel. Com a medida – parte do programa de revitalização do bairro – a desapropriação atingirá vários quarteirões



FALECEU, vítima de infecção generalizada, o ex-governador do MATO GROSSO, DANTE DE OLIVEIRA, aos 54 anos. Ele havia sido internado com febre alta por causa de uma pneumonia e de complicações do diabetes. OLIVEIRA foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 1978 e ganhou notoriedade em 1983, por apresentar a emenda constitucional que propunha eleições diretas para a Presidência da República. Foi governador do MT por duas vezes, em 1994 e em 1998. Era candidato a deputado federal pelo PSDB. Em CUIABÁ.



FELIPE CALDERÓN, do Partido de Ação Nacional (PAN) foi declarado eleito presidente do MÉXICO nesta quinta-feira pelo Instituto Federal Eleitoral (IFE). CALDERÓN derrotou o esquerdista ANDRÉS MANUEL LOPEZ OBRADOR por apenas 0,58 pontos porcentuais na mais disputada votação mexicana.



A reocupação por ISRAEL de uma área no norte da FAIXA DE GAZA levou hoje à maior escalada no conflito desde a retirada israelense do território, em setembro, o que resultou na morte de vinte e um palestinos (militantes e civis) e um soldado israelense. A maioria morreu em bombardeios e em confrontos. Ao avançar no território, tropas e tanques israelenses encontraram feroz resistência de palestinos armados de fuzis e granadas.







2 007 : - SEXTA-FEIRA

Na seqüência da Semana da Memória da Revolução Constitucionalista de 1932, em SOROCABA, palestra do Engenheiro SÉRGIO BENEDITO ABIBE ARANHA – “A REPÚBLICA VELHA DE 1932”, no Salão de Conferências do Gabinete de Leitura Sorocabano, na Praça Coronel Fernando Prestes.



Para cumprirmos um compromisso no 2º BPE, numa solenidade de entrega de Medalhas, proporcionada pelo TENENTE-CORONEL ILDEFONSO FALCÃO, saio por volta das 6 horas, para encontrar o CORONEL MENDES na ARMÊNIA, uma hora depois.

Em OSASCO, onde se situa o quartel do 2º BPE, encontramos o GINO e seu filho ALDO. Eles estão conversando com o comandante FALCÃO. Os homenageados chegam após. Entre eles o CORONEL Reformado WALDECK NERY DE MEDEIROS. Num ambiente descontraído, conversamos com os novos conhecidos. O CORONEL WALDECK diz que seu pai pertencia à polícia militar do AMAZONAS, por ocasião da Revolução Constitucionalista, tendo lutado pela constituição. Lembro que a Doutora NELLY manifestou interesse em ter conosco, numa solenidade que irá acontecer em outubro, o governador do AMAZONAS. WALDECK se prontificou a interceder no sentido de trazê-lo a SÃO PAULO para receber o COLAR DO JUBILEU DE BRILHANTE DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA.

Em cerimônia militar, perante a bandeira brasileira, os homenageados são galardoados com as medalhas: SEXAGENÁRIO DA POLÍCIA DO EXÉRCITO, MARECHAL CASTELLO BRANCO e MÉRITO DO EX-COMBATENTE DO BRASIL. A citação diz o seguinte:

A Medalha do Mérito do Ex-Combatente do Brasil foi instituída pelo Conselho Nacional da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil e cadastrada no Almanaque do Exército Brasileiro com o nº 298.

A referida insígnia tem por finalidade homenagear o cidadão brasileiro, civil ou militar, que por suas virtudes morais e méritos profissionais venha a tornar-se digno representante dos Ex-Combatentes do Brasil de terra, mar e ar que, em sendo assim, manterá eterna a saga do soldado brasileiro, ao cultuar seus gloriosos feitos na II Guerra Mundial, maior conflito militar na história da humanidade, ou nas missões de risco no mar ou em território brasileiro.

Vossa Senhoria bem merece a citada Medalha, pelos serviços que vem prestando a causa dos Ex-Combatentes brasileiros que participaram dos conflitos da II Guerra Mundial.

Por esta honrosa citação, a Diretoria do Conselho Nacional da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil, de acordo com a letra “h” do art. 13 do seu Estatuto, resolve condecorar Vossa Senhoria com a Medalha do Mérito do Ex-Combatente do Brasil.

Rio de Janeiro, RJ, 08 de junho de 2007

GEN DIV DOMINGOS VENTURA PINTO JÚNIOR

PRESIDENTE

O GINO, MENDES e eu recebemos essa última medalha. Numa cerimônia simples, o Cmt FALCÃO agrada com sua gentileza ao lembrar dos combatentes da Revolução Constitucionalista. Ficamos gratos a ele por mais esta homenagem.

CORONEL MENDES tem mil coisas a fazer. Deixa-me no metrô da ARMÊNIA. Vou diretamente para a Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

Entro em contato com o Regimento de Polícia Montada “NOVE DE JULHO” e peço para que uma viatura venha retirar as urnas com as cinzas de sete veteranos de 32. Essas urnas permanecerão no regimento até o momento em que uma carreta dos bombeiros as transportarão para a área de desfile, no NOVE DE JULHO. As cinzas dos heróis: ALBINO DA SILVA CORDEIRO, PAULINO DELFINO NOGUEIRA, SILAS FERRAZ, ULYSSES PIRES, THEODOMIRO ALVES DE ALMEIDA, GUMERCINDO DE GODOY CAMARGO e SEBASTIÃO RODRIGUES DE CAMPOS, contidas nas urnas, são conduzidas para o Regimento, por volta das 13:30 horas.

Procuro me preparar para a solenidade de posse dos dirigentes da Sociedade. Logo chega o ROMAGNOLI, a JANAÍNA e outras pessoas que irão participar do evento programado para a Academia Paulista de Imprensa. A TV BANDEIRANTES marca comigo uma entrevista com o presidente da Sociedade, para logo mais. Outros repórteres telefonam para colher informações sobre os 75 anos da Revolução.

Sem almoçar, o ROMAGNOLI, a JANAÍNA e eu vamos até o Restaurante SANTA TERESA, na Praça JOÃO MENDES. Já são 15 horas e, logo em seguida, rumamos para a API.

GINO, DAVID, CORONEL JAIRO já se encontram no local. Também notamos as presenças do Professor JOSÉ CARLOS DE BARROS LIMA e MARGARIDA ROSA, do núcleo da LAPA; o veteraníssimo OSWALDO DIANA, de 98 anos, acompanhado de sua filha ORIVALDA; GERALDO FARIA MARCONDES e o GENERAL EUCLYDES BUENO FILHO; FRANCES DE AZEVEDO; CORONEL CANAVÓ e ÂNGELA BARCELLOS; TENENTE GONÇALVES e mais dois colegas do 3º BPChq; nosso anfitrião, JOÃO BATISTA DE OLIVEIRA, presidente da API.

Com J.B, estudamos a seqüência da solenidade. Ele é o nosso mestre de cerimônias. Antes da instalação da Assembléia Geral Eleitoral, se procede a entrega de uma barra de ouro por parte do Senhor CLÁUDIO MARCOS ANGELINI, presidente da Associação Numismática Brasileira.

J.B anuncia meu nome para a presidência da Assembléia Geral Eleitoral. Convido a JANAÍNA EXPÓSITO PINTO para ser a primeira secretária da Assembléia e o CARLOS ALBERTO MACIEL ROMAGNOLI para ser o segundo secretário. Abro os trabalhos da Assembléia discorrendo sobre as atividades da Sociedade:

Pelos acontecimentos de julho de 1932, como também da fundação da sede desta Sociedade em 7 de julho de 1954, vamos nos reportar à velha Enciclopédia JACKSON que diz que julho é o mês de “limpar os arvoredos das ervas de passarinhos e cipós e serrar os galhos doentes ou secos para aproveitar os brotos; fazer dobrar e consertar as cercas; enxertar as árvores de frutos de caroço.”

É, assim, o mês dos plantios, das semeaduras, das esperanças. É o mês das liberdades. Pois não foi a 14 de julho de 1789 que caiu a Bastilha? E não foi num 2 de julho, do memorável ano de 1823 que a BAHIA derrotou o GENERAL MADEIRA, em data relembrada todos os anos como o da “Independência da Bahia”? Também não foi num 5 de julho de 1922 e de 1924 que tivemos as revoluções dos “18 DO FORTE” e de ISIDORO DIAS LOPES? E no 9 de julho de 1932 os heróis daquela Epopéia começaram a morrer para que o Brasil vivesse.

A boa semente lançada por um punhado de idealistas não caiu em terreno infértil. A Sociedade Veteranos de 32-MMDC surgiu de uma luta dos combatentes de 32 em se unirem para perpetuar os ideais democráticos, fundando esta Sociedade em 7 de julho de 1954. Por vezes o caminho foi árido. Houve muitos contratempos, mas em 2005, com um novo Estatuto e a gestão que hoje iremos prorrogar por mais dois anos, esta Sociedade renasceu das cinzas como a Fênix da mitologia. Criamos núcleos, estreitamos laços com Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Civil, Associação Nacional dos Veteranos da FEB, Entidades como a OAB, Associação Comercial, Escolas, Universidades, Maçonaria, Federação Paulista de Futebol, Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba, enfim, demos uma dimensão nacional para a Sociedade, criando “embaixadas” em diversos Estados. Fizemos viagens para o Rio, para diversas cidades, visitamos quartéis, planejamos solenidades além das tradicionais que cultuamos em 23 de maio, 9 de Julho e 2 de outubro. Acredito que o desenvolvimento nos últimos dois anos chega a ser espantoso e nos assusta, pois a infra-estrutura da Sociedade não comporta o universo que abraçamos. Creio em DEUS que nos próximos dois anos iremos aumentar de muito o nosso quadro associativo e que tornaremos esta Sociedade como um paradigma para o culto do ideal de direito e do civismo, em falta nos nossos três poderes, contaminados com tantos escândalos, simplesmente porque aqui comungamos a honestidade em primeiro plano. Qualquer deslize, por parte de quem quer que seja, cortamos o mal pela raiz.



No dia 4 último, na abertura da exposição comemorativa dos 75 anos da Revolução de 32, no Tribunal de Justiça, debrucei-me sobre uma manifestação de IBRAHIM NOBRE, o tribuno que levou PEDRO DE TOLEDO a se tornar governador dos paulistas e não mais interventor da ditadura, e li, com orgulho o que ele escreveu um dia após a Cessação das Hostilidades, ou seja, em 3 de outubro de 1932. Apenas vou citar um pequeno trecho de sua oração:



AINDA E SEMPRE

............Era a alma em carne viva d´uma terra! Não há conter maremotos, nem asfixiar crateras. Não houve preparos. Não havia balas, nem fuzis. Havia, porém, coração e pundonor, anseios e deveres, músculos e consciências. Não se conspirou. Aspirou-se, respirou-se a guerra. E 9 de Julho explodiu. Incoercível.

São Paulo desde logo era uma porção de fé cercada de agressões por todos os lados. Uma ilha de heroísmo! Nas trincheiras, contava-se um soldado contra dez. Um fuzil faminto entre vinte metralhadoras nutridas.

Era a potência contra a Província e Matéria contra o Espírito. A nuvem contra a Claridade!

IBRAHIM em 3 de outubro de 1932.

Desejo do fundo de meu coração que GINO, JAIRO e DAVID continuem a demonstrar todo o seu interesse por esse baluarte de ideais sadios que se chama SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC!



Em seguida leio o termo de posse do CAPITÃO Reformado do Exército Brasileiro, GINO STRUFFALDI para a presidência da Diretoria Executiva; do CORONEL PM Res JAIRO PAES DE LIRA para a presidência do Conselho Deliberativo e do advogado FERNANDO LOPES DAVID para a presidência do Conselho Fiscal. Peço para que eles se pronunciem sobre a nova missão que têm para a frente (biênio 2007/2009). Com a chegada do presidente da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP, o advogado FÁBIO MARCOS BERNARDO TROMBETTI, também peço para que ele se pronuncie sobre esse evento. Outros que falam: GENERAL BUENO, CORONEL CANAVÓ, PROFESSOR JOSÉ CARLOS, CORONEL ANTÔNIO CARLOS MENDES. Encerrados os trabalhos da Assembléia Geral Eleitoral, que elegeu em 30 de abril os dirigentes do MMDC e que agora os empossam, declaro dissolvida a Assembléia e peço ao J.B. para que faça suas conclusões finais.

Com as funcionárias LILIAN e MARINEI, que auxiliaram na API, retornamos à Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Nosso presidente GINO e sua senhora, dona DINORÁH, também vêm até o MMDC. É que logo mais teremos a solenidade de posse da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP. A TV BANDEIRANTES entra em contato comigo e diz que o repórter não pôde ir até a API e agora estão na porta da OAB/SP, aguardando o GINO, para entrevista.

Com GINO e dona DINORÁH, vamos para a OAB/SP. GINO dá sua entrevista ao repórter da TV BANDEIRANTES.

Com a Casa cheia, realiza-se a posse da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP. Conversamos com FRANCES DE AZEVEDO, MILTON FERNANDES e muitos outros convidados. CORONEL PM MENDES chega um pouco tarde, face compromissos maçônicos. Os diplomas das Medalhas que serão entregues no 9 de JULHO, no quartel do REGIMENTO DEODORO e em CAMPO GRANDE, tinham sido trazidos pelo SARGENTO BARBOSA. O GINO já os assinara. A responsabilidade de entrega desses diplomas passa a ser do MENDES, que ainda deverá registrá-los nos livros respectivos. O presidente LUIZ FLÁVIO D´URSO preside a Mesa. Estão presentes: FÁBIO MARCOS BERNARDES TROMBETTI (presidente da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP); UMBERTO LUIZ BORGES D´URSO (conselheiro seccional e diretor do Departamento de Cultura e Eventos da OAB/SP); ANIS KFOURI JÚNIOR (diretor da CAASP e presidente da Comissão de Fiscalização do Serviço Público da OAB/SP); a professora DONATA BARROS (ouvidora da PUC-SP, representando a reitora MAURA BICUDO VERAS); LESSA, CARLOS ALBERTO MACIEL ROMAGNOLI (diretor jurídico da Diretoria Executiva da Diretoria Executiva da Sociedade Veteranos de 32-MMDC), JANAÍNA EXPÓSITO PINTO (presidente do núcleo GUARULHOS da Sociedade Veteranos de 32-MMDC); ELI ALVES DA SILVA (conselheiro Seccional); SOLANGE AMORIM COELHO (presidente da Subsecção do JABAQUARA); DJALMA DA SILVEIRA ALLEGRO (secretário-geral da CAASP); GINO STRUFFALDI (presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC); CORONEL PM ANTÔNIO CARLOS MENDES (vice-presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC), CORONEL PM MÁRIO FONSECA VENTURA (primeiro-secretário da Diretoria Executiva da Sociedade Veteranos de 32-MMDC). Tanto LUIZ FLÁVIO D´URSO, como TROMBETTI, lembram a afinidade que existe entre a OAB/SP e a Revolução de 1932, pois a fundação da Ordem dos Advogados data de 1932. TROMBETTI, emocionado, lembra a morte do desembargador ANTÔNIO LUÍS CHAVES CAMARGO, ontem. Era professor titular de Direito Penal e vice-diretor da UNIVERSIDADE SÃO PAULO, desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado. O presidente LUIZ FLÁVIO BORGES D´URSO empossa os membros da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP, destacando a importância de uma cerimônia evocativa aos ideais da Revolução de 1932, além de reafirmar a importância da premiação das monografias. O certame apresentou altíssima qualidade dos trabalhos de pesquisa e elaboração dos 32 concorrentes, trazendo novos detalhes e novos dados sobre a guerra civil brasileira. “Faz parte da história gloriosa da advocacia paulista. Entre muitos projetos que se apresentaram necessários, está esse de resgatar e difundir a memória da OAB paulista que, como a Revolução Constitucionalista, está completando 75 anos de páginas históricas, que precisam estar ao alcance do jovem advogado e dos estudantes de Direito e que essa história possa se eternizar servindo de inspiração a todos que abracem a profissão e ideais de justiça e de liberdade”, disse D´URSO.

D´URSO ressaltou ainda o trabalho realizado pela Comissão de Resgate da Memória, na gestão passada, sob a presidência do conselheiro FÁBIO TROMBETTI, reconduzido ao cargo. “Trata-se de um trabalho de cidadania e de patriotismo. Muito da história da Ordem se perdeu, lamentavelmente, por conta do tratamento dispensado aos arquivos da advocacia paulista, um acervo histórico que jamais será recuperado”. O presidente também anunciou que nove telas pintadas a óleo de ex-presidentes da OAB/SP, encontradas recentemente, esquecidas num teto de gesso, serão restauradas e, em breve, serão expostas no Museu da OAB/SP.

FÁBIO TROMBETTI destacou a importância do “evento que revigora, resgata e pretende trazer novamente ao conhecimento de todos o Movimento de 32, que durou apenas três meses, mas que se tornou um dos marcos da história paulista e o apoio institucional à produção do filme SP-32, que deverá ser rodado brevemente com patrocínio da LEI ROUANET”. O presidente da Comissão também abordou o projeto de construção do Centro da Memória da OAB/SP, que funcionará na Sede ANCHIETA da entidade, que será uma fonte de referência e pesquisa.

Em seguida foram anunciadas as monografias vencedoras. Em primeiro lugar, a monografia intitulada “CARTAS DE (E PARA) UM COMBATENTE”, de autoria do advogado EDUARDO DOMINGOS BOTALLO; em segundo lugar, o trabalho intitulado “REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA – ASPECTOS HISTÓRICOS E JURÍDICOS”, de autoria da estudante de Direito SÍLVIA MARIA DE PAULA NASCIMENTO; em terceiro lugar, a monografia denominada “REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 – A PARTICIPAÇÃO DO POVO PAULISTA ATRAVÉS DO MÉTODO HISTÓRICO COMPARATIVO”, de autoria da advogada RITA DE CÁSSIA IMASHIDA BECCA SAKAI. Anunciados os vencedores, o Presidente solicitou que os vencedores comparecessem à frente da Mesa para serem condecorados com a Medalha MMDC.

Emocionado, o vencedor BOTALLO afirmou que o prêmio, na verdade, cabe à sua família porque, a rigor, ele se limitou a trazer para o papel as cartas de um tio, que foi voluntário de 32. “Era filho de operários e imigrantes italianos, que viveram em São Paulo com amor imenso a essa terra e que de certa forma tornou-se o herói de nossa família. Meu tio se alistou no primeiro dia da Revolução, tendo sido promovido duas vezes em campanha, chegando a terceiro sargento e, durante o período que esteve no VALE DO PARAÍBA combatendo por SÃO PAULO, escreveu e recebeu de volta da família uma série de cartas, que são documentos maravilhosos a respeito do espírito do povo paulista naqueles dias. Eu me limitei a costurar essas cartas e dar-lhes uma moldura em torno de um contexto histórico”, ressaltou BOTALLO.

Um coquetel é servido no final dos trabalhos. O advogado TROMBETTI oferece gentilmente transportar-me até GUARULHOS. Ele também reside em GUARULHOS, na VILA ROSÁLIA.



A imprudência pôs um fim trágico à vida de um jovem casal. LUCIANO ROMÃO, de 27 anos, e VANESSA ALESSANDRA MALAVASI DOS SANTOS ROMÃO, de 22, morreram após a moto em que estavam ser atingida por um VOYAGE dourado e turbinado, que estaria sendo dirigido por JOSÉ LUIZ APARECIDO LEOPOLDO, de 19 anos. O rapaz, que não tem carteira de habilitação, está foragido. Segundo testemunhas ele dirigia o carro a 120 km/hora.

O VOYAGE seguia pela Avenida CARLOS CALDEIRA FILHO, em CAMPO LIMPO, zona sul da Capital, por volta das 23 horas de ontem. Em uma curva, ficou sem controle e chocou-se com a moto, que vinha em sentido contrário. Com a batida, o casal foi arrastado por cerca de 100 metros, antes de ser esmagado contra uma mureta de concreto que fica sobre a guia. A morte foi instantânea.



Morreu na madrugada o músico RAFAEL TORRES, de 24 anos, vítima de um ataque cardíaco. Ele tocava flauta e trombone nas bandas pernambucanas MOMBOJÓ, POUCA CHINFRA, EMBUÁS e DEL REY – esta última, um projeto paralelo dos integrantes do MONBOJÓ de covers das canções de ROBERTO CARLOS.

TORRES sofria de uma doença congênita chamada trombocitose, caracterizada pelo excesso de plaquetas no sangue. O enterro está programado para ocorrer ainda hoje, no Cemitério SANTO AMARO, no RECIFE, por volta das 16 horas.

Segundo amigos, o músico estava em uma festa quando começou a passar mal por volta das 23 horas. Ele sentia dores no tórax quando deixou a festa e foi para sua casa, no bairro do ESPINHEIRO, no RECIFE. Foi socorrido no Hospital da RESTAURAÇÃO, onde morreu.



Pela primeira vez encarando o desafio de um monólogo, a atriz DÉBORA BLOCH apresentou nesta sexta-feira, para convidados, o espetáculo BRINCANDO EM CIMA DAQUILO. Na platéia, famosos como FERNANDA MONTENEGRO, FERNANDA TORRES e LUIZ FERNANDO GUIMARÃES. A peça terá estréia oficial amanhã no palco do Teatro dos Quatro, no Shopping da GÁVEA. A atriz aborda, com humor, questões ligadas ao universo feminino.



Acidentou-se a cantora INEZITA BARROSO, 82 anos, fraturando o ombro esquerdo. Sofreu escoriações nos joelhos ao cair nesta sexta-feira no hotel de PIRASSUNUNGA, cidade onde participou da abertura de um festival de música sertaneja.



2 008 : - DOMINGO

“Se soubesse que o mundo se desintegraria amanhã, ainda assim plantaria a minha macieira...”

“O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Temos aprendido a viver com os pássaros, a nadar com os peixes, mas não aprendemos a sensível arte como irmãos”

MARTIN LUTHER KING



Levanto por volta das 7:30 horas. Assisto “ANTENA PAULISTA” na Globo, na esperança de ver a III CAMINHADA 9 DE JULHO, conforme foi anunciado ontem pelo ROBERTO GONÇALVES. Acredito que já tenha passado essa notícia. Em seguida, no computador, imprimo os últimos dias de minhas memórias. Passo a assistir o GP DA INGLATERRA. Pressionado em extremos, os caminhos para LEWIS HAMILTON, nesse GP, eram dois: vencer e fazer torcida e imprensa esquecerem um pouco as dúvidas sobre seu futuro profissional ou, eventualmente, cometer novo erro e solidificar de vez a imagem de piloto que perdeu o foco. HAMILTON não só ganhou a corrida de SILVERSTONE com sua veloz McLAREN, disputada sob condições difíceis por causa da chuva, como contou com os resultados dos concorrentes para voltar à liderança do campeonato.

Como acontece com freqüência, choveu durante a prova no velho autódromo inglês que perderá a FÓRMULA 1 a partir de 2010. E quando a competição se tumultua, surge HAMILTON, especialista em se dar bem nessas horas. Foi assim já este ano na AUSTRÁLIA e em MÔNACO e, em 2007, no JAPÃO e no CANADÁ. Já essas indefinições todas não constituem o forte de FELIPE MASSA, da FERRARI. Errou muito hoje, Acabou em 13º lugar.

Agora o MUNDIAL apresenta três pilotos com a mesma pontuação na liderança: HAMILTON, MASSA e KIMI RAIKKONEN, parceiro de MASSA, quarto, hoje, todos com 48 pontos.

O alemão NICK HEIDFELD, da BMW, depois de desempenho fraco nas últimas etapas, reeditou seus melhores momentos ao receber a bandeirada em segundo.



Na tarde, o CORONEL PM MENDES telefona para combinar a nossa saída da ARMÊNIA, amanhã, por volta das 9 horas. Iremos para a Assembléia Legislativa, onde será comemorado o 76º Aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932. Ainda amanhã, às 17 horas, teremos outro evento alusivo à data dessa EPOPÉIA no Tribunal de Justiça.



MENSAGEM DO GINO EM 6 DE JULHO DE 2008

Prezado Cel. Ventura.- 1) - Por vários motivos, entre os quais esquecimento, deixei de ir ao evento do Corpo de Bombeiros, hoje dia 6, no Ipiranga.- 2) - A Adriana, do Canal 21, cancelou a entrevista marcada para as 11 horas do dia 8. Não gostei porque tivemos que adiar o evento de São Miguel, para atende-la.- 3) - Falei com o Dr. Fausto Camunha, irmão de Dona Joana D'Arc, e adiei a entrevista via fone que havia marcado para dia 7 às 13 horas, meio apertado devido ao encontro na Assembléia. Ficou para dia 8 das 12 às 13 horas, no horário cancelado pela Adriana. O Dr. Fausto tem um programa próprio e, segundo sua Irmã, foi duas vezes secretário de Estado. É também maçom.- 4) - Dei seu telefone a Dona Joana D'Arc porque ela queria saber o horário e o local de saida das urnas destinadas ao mausoléu, informação essa de que não disponho.- 5) - Eu e o Cel. Mendes estivemos sábado em casa do Dr. David e lhe entregamos o ofício de outorga da medalha. Nada falamos a respeito da contabilidade.- 6) - Acabo de falar via fone com o Cel. Mendes que me confirmou a vossa ida amanhã cedo à Assembléia Legislativa. 7) - Se possível, peço enviar-me o número do celular da Dona Marinei.- - Grato = Abraços - Gino

Dona JOANA D´ARC telefona-me à noite. Quer detalhes sobre a solenidade de 9 de Julho.



Depois de oito anos de serviços prestados ao Corpo de Bombeiros de São Paulo, as cadelas DARA e ANNY se aposentaram com honras militares, em solenidade ocorrida hoje pela manhã, no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA, na zona sul da capital.



O mês de férias escolares começou tenebroso para os times paulistas. Nenhum conseguiu vencer e a nona rodada do BRASILEIRÃO terminou sem representante do Estado na zona de classificação para a LIBERTADORES. A maior decepção ficou por conta do SÃO PAULO, que, no MORUMBI, não passou de um empate por 1 a 1 diante do IPATINGA – e o caçula poderia ter vencido, não fosse a boa atuação do goleiro ROGÉRIO CENI.

Outro goleiro pentacampeão evitou a derrota de seu time. MARCOS teve uma atuação brilhante no MINEIRÃO e o PALMEIRAS, depois de ser dominado durante quase todo o tempo, conseguiu o empate por 1 a 1 com o ATLÉTICO MINEIRO no final. Apesar do ponto ganho fora de casa, o VERDÃO saiu do G-4. Já a PORTUGUESA sofreu sua primeira derrota no CANINDÉ desde que voltou para a SÉRIE A: 2 a 1 para a VITÓRIA, com direito ao gol mais rápido do campeonato, de DINEI, aos 9 segundos. No sábado, o SANTOS perdeu do ATLÉTICO PARANAENSE por 1 a 0 e se afundou na zona da degola.



Numa batalha épica do tênis entre dois gigantes, RAFAEL NADAL conquistou o título do TORNEIO DE WIMBLEDON deste ano ao bater ROGER FEDERER. O jogo mexeu com os corações da torcida e dos tenistas. Neste clima, NADAL não se importou em quebrar o rígido protocolo britânico e escalou as arquibancadas para celebrar o título com o técnico, TONY, o pai SEBASTIEN, os agentes CARLOS COSTA e BENITO BARBADILL0, e, sem se importar com o cerimonial, caminhou pela marquise.



Um atentado suicida ocorrido hoje em ISLAMABAD, capital do PAQUISTÃO, deixou pelo menos 15 mortos – em sua maioria policiais – e dezenas de feridos. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque. Mas o governo suspeita que foi em protesto pelo primeiro aniversário do cerco do Exército à Mesquita Vermelha, complexo religioso onde militantes islâmicos pró-TALEBAN se entrincheiraram por uma semana, em 2007.





2 009 : - SEGUNDA-FEIRA

CIDADES/METRÓPOLE (O ESTADO DE SÃO PAULO) publica na página C8 uma crônica de JOSÉ DE SOUZA MARTINS – A REVOLUÇÃO DE 24:

Cinco de julho de 1924 foi um sábado. Naquele tempo, sábado era um dia de trabalho como outro qualquer. Quem tomava o café da manhã no bar e restaurante da Estação da Luz às 6 horas não notou nada. Quem tentou tomar o trem na mesma estação descobriu que não havia trens e que a estação fora ocupada por uma tropa da Força Pública comandada por um sujeito magrela, um tal de TENENTE JOÃO CABANAS, que ficaria famoso. Mandou fuzilar saqueadores no centro.

Nessa mesma hora, já estavam presos os comandantes da Força Pública e da 2ª Região Militar, do Exército. Este ainda vestia farda de gala, de uma festa no Hotel Esplanada, atrás do Teatro Municipal. Fora acordado de madrugada por um ajudante de ordens que lhe deu a notícia de que a festa era outra: uma revolta de oficiais do Exército e da Força Pública para depor o presidente ARTUR BERNARDES. Poucos dias depois, o governador CARLOS DE CAMPOS abandonava o Palácio dos CAMPOS ELÍSEOS para se refugiar na estação de GUAIAÚNA, na PENHA, sob tutela das forças legais do Exército. O ministro da Guerra e os generais mandaram bombardear a cidade para desalojar os revoltosos. Dia e noite os tiros podiam ser ouvidos em todos os cantos.

Da Avenida PAULISTA ao BRÁS, ao BELENZINHO, à VILA MARIANA, à MÓOCA, às PERDIZES, ao IPIRANGA, à VILA PRUDENTE, trincheiras foram abertas nas ruas. Um tiro de canhão despejou uma bomba no Liceu CORAÇÃO DE JESUS e feriu algumas crianças. A Igreja da GLÓRIA, no LAVAPÉS, foi praticamente destruída. Famílias inteiras morreram dentro de casas bombardeadas. Mortos foram sepultados em terrenos baldios e quintais. Mais de um terço da população fugiu para o interior. Um grande número de adultos e crianças foi recolhido a um acampamento de refugiados da Cruz Vermelha. Aquele foi um dos invernos mais frios de São Paulo.

A cidade foi bombardeada durante 22 dias. ARTUR BERNARDES e seu ministro da Guerra mandaram dizer aos que pediam misericórdia para o povo de São Paulo, que São Paulo era rico e não teria problemas para reconstruir a bela cidade se ela fosse destruída. Os revoltosos a abandonariam só na madrugada de 28 de julho, quando se retiraram de trem para o interior, bombardeando pontes no caminho. Deixaram para trás mais de 500 mortos, a maioria civis, um grande número de feridos e mutilados, fábricas, residências e armazéns destruídos pelos bombardeios e pelos incêndios. São Paulo é a única cidade brasileira que já sofreu bombardeio aéreo.

Não há um único monumento que celebre a memória das vítimas. O único foi feito à bala: a chaminé de uma usina termoelétrica na Rua JOÃO TEODORO, em que, 85 anos depois, ainda se pode ver os buracos dos tiros de canhão.



Por volta das 10 horas assisto a TV CÂMARA. O deputado MAURO BENEVIDES preside uma sessão solene para enaltecer os 77 anos da Revolução Constitucionalista de 1932. Na mesa dos trabalhos está o advogado ROMAGNOLI, representando o presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, GINO STRUFFALDI. Depois é chamado o deputado CORONEL PM JAIRO PAES DE LIRA, a fim de discorrer sobre esse episódio que atinge seu ponto máximo no mês de julho. Conhecedor profundo da história das revoluções brasileiras, JAIRO PAES DE LIRA, nosso Presidente do Conselho Deliberativo, dá um verdadeiro show na Câmara Federal.

DISCURSO DEP. FED. PAES DE LIRA - SESSÃO SOLENE 9 DE JULHO

O SR. PAES DE LIRA (Bloco/PTC-SP. Sem revisão do orador.) - Exmo. Sr. Presidente deste ato solene, ilustre Deputado Mauro Benevides; Dr. Carlos Alberto Maciel Romagnoli, nosso amigo e Diretor Jurídico da Sociedade de Veteranos de 1932, MMDC, que procura eternizar a memória do Movimento Constitucionalista de 1932, hoje presidida por um menino de 94 aos de idade, Gino Struffaldi, combatente, à época do movimento um jovem sargento do Exército Brasileiro, servindo em uma unidade de Artilharia de Costa, que infelizmente, não pode estar aqui conosco, devido exatamente a outros compromissos da semana comemorativa do movimento; Ilmo. Sr. Coronel Elias Miler da Silva, Diretor Institucional da Federação Nacional das Entidades dos Oficiais Militares Estaduais; Ilmo. Sr. Major Alexandre da Silva Rodrigues, Assessor Parlamentar da heróica Polícia Militar do Distrito Federal, a bicentenária Polícia Militar do Distrito Federal, que representa, neste ato, o Comandante-Geral da instituição, Coronel Luiz Sérgio Lacerda Gonçalves; Ilmo. Sr. Primeiro-Tenente Sadraque Jacinto da Silva, da Polícia Militar do Distrito Federal; senhoras e senhores participantes deste ato solene, Sras. e Srs. Deputados, ilustres telespectadores da TV Câmara, realmente vale a pena recordar esse movimento, e recordá-lo principalmente como um fato da história brasileira, não apenas dos paulistas.

Já é tempo de ampliarmos um pouco a perspectiva histórica da guerra cívica e do Movimento Constitucionalista de 1932, que ergueram grande parcela da população brasileira contra o autoritarismo getulista de então. A verdade é que Getúlio Vargas e os tenentes haviam chegado ao poder em 1930, por um processo revolucionário. Portanto, a rigor, o Movimento Constitucionalista de 1932, embora seja classificado muitas vezes como uma revolução, não merece essa designação. Ele foi uma contrarrevolução.

Por quê? Porque Getúlio e os tenentes chegaram ao poder com uma mensagem reformista, com uma mensagem de eliminação dos vícios políticos da chamada República Velha, com uma mensagem libertária, com uma mensagem de resgate da igualdade política de todos os cidadãos brasileiros contra a chamada política do café com leite então vigente. Eles chegaram para resgatar a liberdade.

Acontece, senhoras e senhores, que infelizmente Getúlio Vargas, que não deixa de ser um grande personagem da nossa História, tinha em si a chama do caudilhismo, como também os que o cercavam realmente enxergavam o modo de ser do Brasil como uma Nação imatura, a ser governada de um modo caudilhista. E, portanto, Getúlio e seus apoiadores assenhoraram-se do poder de modo absoluto, e logo se esqueceram do discurso libertário. Puseram a Constituição na gaveta, sem dar sinais à Nação de que iriam reinstituí-la pelo processo adequado - o da convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte e Reformadora. Enfim, caminharam nas trilhas do autoritarismo.

E isso durou 2 longos anos, em que a palavra de ordem, em que as leis e a Constituição eram ditadas da boca de Getúlio Vargas, da boca daqueles que o acompanhavam, dos seus companheiros do movimento tenentista, dos seus companheiros do movimento de armas de 1930. A palavra deles era a lei, e em cada Estado a palavra do interventor era a lei. Cada interventor agia mais ou menos a seu modo, embora obedecesse de modo geral ao que era ditado pelo Poder Central e por Vargas.

A partir daí começou o processo de supressão das liberdades. O Estado de São Paulo começou a se sentir acuado, começou a sentir-se em processo de intervenção. Grandes oradores paulistas de então, ao se manifestarem em poemas e inscritos, diziam que São Paulo se tinha convertido numa senzala, que São Paulo era ocupada então por cidadãos praticamente escravos, e esse caldo foi crescendo realmente.

O Movimento de 1932 teve antecedentes em 1931, com o levante da força pública do Estado São Paulo, a atual Polícia Militar, minha querida Polícia Militar do Estado São Paulo. Embora efêmero, de curta duração, esse movimento também chamou a atenção para a necessidade da reconstitucionalização. Depois, com os acontecimentos políticos de 1932, com a nomeação de um interventor, Pedro Toledo, um veterano político paulista, embora designado pelo Poder Central, Getúlio Vargas tentava aplacar os problemas existentes em São Paulo.

Logo, porém, os paulistas cooptaram Pedro de Toledo, que teve a compreensão de que não era mais possível continuar não apenas o Estado de São Paulo, mas o Brasil sujeito às ordens de pessoas que tinham chegado ao poder por um movimento de armas e recusavam-se a reconstitucionalizar o País pelo modo adequado, com a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte. Foi por isso que a juventude de São Paulo começou a se erguer. Mas, quando o movimento estalou em armas - e podemos dizer que isso aconteceu com o antecedente de 23 de maio de 1932, quando houve a morte dos 4 jovens: Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo -, levantaram-se os jovens em várias partes do País.

É para isto que gostaria de chamar a atenção: para o caráter nacional do Movimento Constitucionalista de 1932. Vou dar apenas um exemplo, para não cansá-los. Em Soledade, no Rio Grande do Sul, estalou também um movimento armado, quase simultaneamente ao movimento iniciado após 23 de maio - esse, mais fortalecido em 9 de julho, com a conclamação do Comandante-Geral da Força Pública, Júlio Marcondes Salgado, e das Forças do Exército Brasileiro sediadas em São Paulo, pela constitucionalização, com o chamado pela juventude daqueles líderes militares às armas, para que formassem os batalhões de voluntários e se erguessem contra o Governo Central. Em Soledade, no Rio Grande do Sul, como ocorreu em outras partes do País, houve luta sangrenta, na qual se destacou a figura do General Candoca, reverenciado até hoje pelos estudiosos do Movimento de 1932.

No entanto, como o apoio inicialmente parecia ser muito forte, especialmente no Rio Grande do Sul e em algumas outras partes do País - em Mato Grosso, por exemplo, com o General Bertoldo Klinger -, houve muita confiança de que o estalar de um movimento armado repercutiria imediata e amplamente. Mas a ditadura já se havia movimentado. A ditadura já havia posto suas lideranças em marcha. A ditadura já havia proferido suas ameaças e feito suas cooptações políticas, a ditadura já tinha comprado consciências, de modo que o movimento em Soledade foi rapidamente sufocado pelas forças que os paulistas esperavam que viessem em seu apoio e não vieram.

O contingente militar do General Bertoldo Klinger, de Mato Grosso, acabou chegando. Veio um batalhão, com a figura vetusta e respeitada do General à sua frente, mas muito diminuto em homens e armas. Assim sendo, o movimento militar, também sufocado a baioneta, fuzilaria e metralha em outras partes do País, logo se circunscreveu a São Paulo.

E o movimento de São Paulo, com as forças do Exército da 2ª Região, com a força pública do Estado e com os numerosos batalhões de voluntários paulistas, principalmente compostos pela juventude estudantil, foi às trincheiras e à frente de luta e de batalha. Enquanto se tentava convencer a Nação e empolgá-la sob o ponto de vista político, enquanto se tentava chamar a atenção internacionalmente para o movimento, a indústria paulista de paz era convertida em indústria bélica para produção de armas, carros blindados, trens blindados e até artefatos de aviação - porque, como vimos no documentário, realmente houve guerra aérea no Movimento Constitucionalista de 1932.

A Marinha de Guerra bloqueou o Estado de São Paulo pelo mar; as forças federais bloquearam-no pelo norte e pelo sul. E o movimento, circunscrito, teve duração militar até quando não havia mais suprimentos militares, até quando não havia mais condição de se manter a luta. O armistício foi assinado - porque não havia outra alternativa, do contrário continuaria a chacina, a matança de brasileiros por brasileiros - em 2 de outubro de 1932.

Realmente o movimento militar, a guerra cívica de 1932 acabou sendo derrotada pelas armas. No plano militar, não se pode negar a derrota histórica do movimento. Mas houve uma grande vitória política, porque, uma vez vencido o movimento, a ditadura não teve como evitar que os debates a respeito da necessária reconstitucionalização do País tomassem corpo e força em todas as partes, em todos os Estados, mesmo no próprio núcleo do poder do Governo, com algumas vozes mais razoáveis. Daí por quê, embora tivesse havido a ocupação militar do território do Estado de São Paulo, embora a força pública tivesse sido desarmada e desmobilizada, embora os líderes militares e políticos do movimento tivessem sido exilados, mandados para fora do País, começou aos poucos um movimento, algo surdo, mas que foi ganhando corpo, a exigir do ditador que ele tomasse uma posição e mostrasse se pretendia uma ditadura ou governaria democraticamente.

Naquela ocasião, o ditador não teve e não teria forças para evitar a convocação da Constituinte de 1933, que produziu seus trabalhos com grande grau de liberdade, para idealizar e escrever a Constituição finalmente promulgada em 1934. Portanto, embora tivesse havido uma derrota militar do movimento, o grande símbolo, na verdade, produziu efeitos nos espíritos dos brasileiros. Esse símbolo produziu a reconstitucionalização.

Alguns dirão que pouco valeu, porque a Constituição de 1934 teve vida efêmera. Teve, sim, mas porque o projeto autoritário de Getúlio Vargas e daqueles que o cercavam, na verdade, manteve-se vivo, pois eles não o abandonaram. No entanto, o fato é que o sangue generoso daqueles mártires brasileiros, paulistas e de todas as partes do País, tombados no campo de luta, fez com que o Brasil, pelo menos durante 3 anos, respirasse ares democráticos e aspirasse ao futuro democrático. Esse foi o grande valor do Movimento Constitucionalista de 1932.

E se é verdade também que Getúlio Vargas teve poder suficiente para executar o golpe de 1937 - como realmente executou - e manter-se no poder até 1945, foi a luta dos brasileiros, posteriormente, em campos da Itália, pela democracia e contra as ditaduras, que acabou por provocar sua queda.

Era um personagem tão interessante que acabou voltando, pelas urnas ainda, a ser Presidente da República, como todos sabem, depois de afastado algum tempo do poder. Mas não pôde mais dominar o ambiente político como queria, com toda a desenvoltura que pretendia. E o que produziu isso, embora num processo lento e doloroso - que, apesar dos avanços nas áreas social e trabalhista, não pode ser considerado de outra forma senão como autoritário -, foi o fragor dos efeitos do Movimento Constitucionalista de 1932.

Senhoras e senhores, tenho certeza de que atualmente muito se perde nas nossas escolas, ao não ensinarem à nossa juventude o valor e o significado do Movimento Constitucionalista de 1932. Se examinarmos bem os atuais livros de História, vamos encontrar talvez uma meia página, um parágrafo dedicado à guerra cívica de 1932. Mas não deveria ser assim, porque o significado do Movimento foi grandioso demais. Ele foi fundamental para o processo político que, ao longo de algumas décadas, acabou trazendo-nos a constitucionalização definitiva. Passamos por alguns períodos, evidentemente, de exceção, mas acabamos chegando à constitucionalização definitiva.

A mensagem do Movimento de 1932 deveria estar muito clara nas mentes dos nossos jovens: a de que o brasileiro, de todas as partes do País, não apenas o paulista, rejeita a ditadura, rejeita o caudilhismo, rejeita o autoritarismo sob qualquer forma.

Ele deseja a democracia, deseja a participação democrática. Ele zela pelas liberdades, e zela para que as gerações atuais não sejam escravas e as futuras sejam livres.

Esse é o grande anseio do brasileiro. Isso é o que ficou marcado no Movimento de 1932. E a mensagem do Movimento de 1932 é hoje repetida pela boca de muitos.

Não queremos Chávez e Correas. Não queremos caudilhos como esse Manuel Zelaya, que, embora em processo contestado pela Organização dos Estados Americanos, foi posto para correr de seu próprio país porque tinha um projeto autoritário, e não podemos deixar de mencionar isso. Nós queremos a liberdade, e rejeitamos a ditadura.

Rejeitamos a ditadura até na forma sutil de que muitas vezes ela se reveste, com a aparência constitucional que vemos, como também não podemos deixar de registrar, na nossa vizinha Venezuela, além de em outros países das Américas do Sul e Central.

O brasileiro quer a oportunidade de periodicamente dizer se deseja ou não aquele governante, se quer ou não alternância de poder, se deseja ou não que esse ou aquele partido seja majoritário na condução dos destinos do Brasil. Essa foi a mensagem passada pelo Movimento de 1932.

Portanto, senhoras e senhores, deveríamos reverenciar a memória daqueles - alguns ainda sobreviventes, a exemplo do Sr. Gino Struffaldi, hoje com 94 anos de idade - que tiveram a coragem de erguer armas contra uma ditadura, que tiveram a coragem de erguer armas por um ideal democrático, que tiveram a coragem de erguer armas para dizer: o Brasil quer uma Constituição!

Felizmente, hoje, como bem lembrou o ilustre Deputado Mauro Benevides, vivemos sob a égide de uma Constituição. Portanto, vamos zelar por ela. Vamos rejeitar os que atentem contra ela, mesmo sob a aparência de cumprimento dos seus ditames. Vamos zelar pela preservação das liberdades, vamos zelar por um futuro livre para nossos filhos e netos, vamos zelar para que ela seja para todos, e para que permita a todos a realização, com oportunidades iguais, de acordo com a capacidade e com a dedicação de cada brasileiro. Vale a pena.

Sem dúvida nenhuma, os ecos do movimento cívico de 1932 e da guerra cívica de 1932 devem inspirar, nesse sentido, todos os democratas. E são muitos, felizmente, graças a Deus, neste nosso Brasil.

Muito obrigado por sua atenção. (Palmas.)

O SR. PRESIDENTE (Mauro Benevides) - A Presidência cumprimenta o nobre Deputado Paes de Lira por seu magnífico pronunciamento e rememora a luta daqueles que, em 1932, empalmaram o mastro da reconstitucionalização do nosso País.

Neste momento, convido o nobre Deputado Paes de Lira, autor do requerimento de convocação desta sessão solene, para que assuma a direção dos trabalhos, até porque terei que ocupar a tribuna em nome meu partido, o PMDB.

A direção dos trabalhos está confiada a partir de agora ao próprio autor do requerimento, como se tornou tradição regimental, adotada pela Câmara dos Deputados, sendo também uma forma de enaltecer a iniciativa de extraordinária significação histórica para o povo brasileiro.

Portanto, a partir deste momento, a Presidência desta solenidade fica com o nobre Deputado Paes de Lira.

O SR. PRESIDENTE (Paes de Lira) - Senhoras e Senhores, como considerações finais, quero dizer que para mim é uma honra elevada ter a oportunidade de presidir esta sessão solene, por deferência do ilustre Deputado Mauro Benevides.

Informo também às Sras. Deputadas e aos Srs. Deputados, aos telespectadores da TV Câmara e a todos os presentes que é a minha intenção que este evento, ou seja, a realização de sessão solene dedicada à memória do Movimento Constitucionalista de 1932, seja uma constante e faça parte do calendário de atividades desta Casa de Leis. Seguramente, se eu puder, estarei à frente desse processo nos anos seguintes.

Realmente, vale a pena perpetuar a memória de um movimento libertário que, com sangue de generosos heróis, permitiu a continuidade democrática, o rumo democrático desta nossa grande Nação, deste nosso querido Brasil.

Quero agradecer a presença a todos os que abrilhantam esta solenidade, em especial ao ilustre Deputado Mauro Benevides, que se dispôs a presidi-la, e aos ilustres componentes da Mesa, em particular o Dr. Carlos Romagnoli, que se dispôs a vir de São Paulo exclusivamente com a finalidade de estar aqui conosco.

Desejo a todos um bom dia de trabalho e uma boa semana produtiva aqui no Distrito Federal, na sede do Governo brasileiro.



Esta data apresentará muita coisa durante o seu transcorrer. Quando chego na Sociedade, nossa funcionária MARINEI está tonta de tantos telefonemas e atendimentos na parte da manhã. Mais tarde ela precisa ir ao banco e ainda o drama é sentido por mim. Toca o telefone sem parar, chegam visitas e ainda temos de resolver problemas internos. Não conto nem com o MENDES e nem com o GINO. Estamos sozinhos numa das datas mais trabalhosas que já passei na Sociedade.

Por volta das 17 horas, cansado, vou para o Tribunal de Justiça. A Associação Comercial faz a entrega do COLAR CARLOS DE SOUZA NAZARETH no plenário do Tribunal do Júri, local com poucos lugares vagos e todos eles com indicações de autoridades. Encontramos: logo na entrada do ´TJ com o CORONEL PM NELSON DE ALMEIDA, Assistente Militar do TJ. Ele me pergunta como vai a situação no MMDC com relação aos móveis. Também encontramos muita gente conhecida. Cito apenas alguns nomes: FRANCISCO GIANNOCCARO, FRANCES DE AZEVEDO, VIVIANO FERRANTINI, ANTÔNIO AUGUSTO BIZARRO, ANTÔNIO RESENDE, EDIMARA DE LIMA, ELOY GONÇALVES DE OLIVEIRA, GAETANO BRANCATI LUIGI, GIAMBATTISTA SERRA DI NERVI, HELIODORO PEREIRA DE SÁ, JOSÉ CARLOS DE BARROS LIMA, MARGARIDA DE LIMA, JOSÉ D´AMICO BAUAB, MARIA CECÍLIA NACLÁRIO HOMEM, MILTON FERNANDES, NELLY MARTINS FERREIRA CANDEIAS, OG POZZOLI, PEDRO PAULO PENNA TRINDADE, CORONEL PM PAULO TENÓRIO DA ROCHA MARQUES, VALDIR ABDALLAH, VILMA GAGLIARDI, MARIA LÚCIA CAMARGO, SÍLVIO GUERRA, LUIZ ANTÔNIO (dos carros antigos)

Sentada ao lado de ORIVALDA e OSVALDO DIANA está a REGINA CELENTANO, bastante envelhecida, parecendo estar doente. Não permanece muito tempo na solenidade. Mas é muito desagradável encontrar uma pessoa que criou tanto caso com a Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

Demora um pouco o início do evento. Anunciam-se as autoridades presentes e o Desembargador VALLIM BELLOCCHI dá início aos trabalhos deste final de noite. Recebem o COLAR CARLOS DE SOUZA NAZARETH: DOM FERNANDO ANTÔNIO FIGUEIREDO, bispo da Diocese de SANTO AMARO; DESEMBARGADOR JOSÉ RENATO NALINI, Presidente da Academia Paulista de Letras; DESEMBARGADOR VANDERCI ÁLVARES, Membro Efetivo do Conselho Supervisor do Sistema dos Juizados Especiais do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e VIVIANE SENNA, Presidente do Instituto AYRTON SENNA. O presidente da Associação Comercial, ALENCAR BURTI, ajudado pelo Coordenador da Comissão Cívica e Cultural, FRANCISCO GIANNOCCARO, procedem a entrega do COLAR. Os homenageados fazem uso da palavra.

Especial destaque é dado ao poeta PAULO BOMFIM, o “Príncipe dos Poetas Brasileiros”, título recebido em 1911, outorgado pela Revista Brasília. Ele é o decano da Academia Paulista de Letras. Nasceu em SÃO PAULO em 30 de setembro de 1926. É inaugurado o CENTRO CULTURAL PAULO BOMFIM no Tribunal de Justiça.

Na fala do Presidente do Tribunal de Justiça, desembargador ROBERTO ANTÔNIO VALLIM BELLOCCHI é lembrado por diversas vezes o nome de GINO STRUFFALDI e também da reforma geral da Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Quer o desembargador reinaugurar o MMDC ainda este ano. Deixando o TJ, por volta das 19:20 horas, vou encontrar com o CORONEL PM JAIRO PAES DE LIRA, na PRAÇA DA SÉ, indo para a solenidade da OAB/SP onde fará a palestra sobre a Dimensão Nacional da Revolução Constitucionalista de 1932.

Logo mais estou nesse local, totalmente lotado. FÁBIO MARCOS BERNARDES TROMBETTI, Presidente da Comissão do Resgate da Memória da OAB/SP é também o presidente da Mesa dos trabalhos desta noite. Ao seu lado estão o advogdo ROMAGNOLI e o palestrante CORONEL PM Res JAIRO PAES DE LIRA, que já pela manhã fizera magnífico relato da EPOPÉIA DE 32 na Câmara Federal. Ele repete a dose nesta noite, agradando em cheio aos assistentes. GINO STRUFFALDI chega depois de iniciada a cerimônia da comemoração do 77º Aniversário da Revolução Constitucionalista. Mais tarde ainda chega o veteraníssimo OSVALDO DIANA, com 100 anos e 13 dias de existência, trazido pela filha ORIVALDA. É aplaudido pelos presentes. Nosso amigo CLÓVIS ANDRÉ BISPO está fazendo a cobertura fotográfica do evento, com bastante entusiasmo.

Entre os presentes está o 1º TENENTE PM da reserva não remunerada PROFESSOR JORGE TASSI, da Coordenação de pós-graduação em Gestão de Segurança Pública. Ao seu lado está REINALDO TEIXEIRA LIMA. O TENENTE PM TASSI foi nosso Mestre de Cerimônias na posse do primeiro mandato de GINO STRUFFALDI como Presidente da Diretoria Executiva da Sociedade Veteranos de 32-MMDC em 7 de julho de 2005. Transcorridos quatro anos o TASSI está empenhado em aulas de Direito Constitucional. Vem propor a criação do NÚCLEO DE ESTUDOS DO MMDC nas faculdades. Acho magnífica a sua idéia, relembrando o seu interesse pelo Movimento Constitucionalista de 1932 desde os seus tempos de tenente no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças.

Após a importante palestra do PAES DE LIRA vamos conversar com os amigos que ali se encontram. Somente depois das 21:30 horas é que deixo o local. Com GINO, dona DINORÁ, ALDO e o amigo da família DÉCIO vamos embarcar no Metrô SÉ, em retorno para nossos lares.



A Polícia Civil deteve hoje 90 suspeitos de traficar, roubar, comprar mercadorias roubadas e falsificar documentos na PRAÇA DA SÉ. Os policiais do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (DEIC) prepararam a chamada OPERAÇÃO MARCO ZERO durante 45 dias. Eles se infiltraram no submundo da praça, no centro de São Paulo. Alugaram um apartamento no 7º andar de um prédio, de onde filmaram e fotografaram traficantes e ladrões. Montaram barracas de frutas e trabalharam como garis para identificar quem comprava objetos roubados e falsificava RGs, CNHs, diplomas profissionais e atestados médicos.

“Desbaratamos um cartel que atuava na PRAÇA DA SÉ em diversos crimes. O dinheiro da venda de objetos roubados alimenta o tráfico e forma uma bola de neve”, disse o delegado OSWALDO NICO GONÇALVES, supervisor do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA), do DEIC. Metade dos homens do GARRA, segundo NICO, passou a trabalhar sem uniforme, fazendo investigação.

Eles montaram o organograma das quadrilhas e identificaram seus integrantes. A SÉ havia sido escolhida como alvo porque nessa região havia sido detectado um crescimento de 3,8% dos roubos no primeiro trimestre desde ano, em comparação com o mesmo período de 2008. Em relação ao último trimestre de 2008, o aumento era de 31%. Ao todo, foram registrados na área 942 roubos neste ano, a maioria deles contra pedestres.

Seis quadrilhas atuariam na SÉ. Cada uma era especializada em um tipo de crime. No caso dos traficantes, os dois cabeças do bando mantinham equipes distintas para a venda de maconha, cocaína e crack. Hoje à tarde, duas adolescentes foram detidas com pedras de crack e maconha. Os cabeças fugiram. Dois homens foram presos com armas de brinquedo, e dezenas de relógios, celulares e aparelhos eletrônicos roubados foram apreendidos. Os acusados foram levados até um ônibus e, dali, encaminhados ao DEIC.



O vice-presidente da República, JOSÉ ALENCAR, deixou hoje pela manhã o Hospital SÍRIO-LIBANÊS, em SÃO PAULO, demonstrando boa disposição e anunciando que o tratamento a que está sendo submetido vem dando bons resultados. Por esse motivo, ele não deve ser submetido a uma nova cirurgia. Ao deixar o hospital, ALENCAR seguiu direto para BRASÍLIA, onde assumiu o exercício da Presidência, por causa da viagem do Presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA a EUROPA.

ALENCAR luta contra o câncer há tempos e já passou por 13 cirurgias. A última, realizada em janeiro, resultou na retirada de nove tumores na região do abdômen. Em maio, ele viajou aos ESTADOS UNIDOS para tentar um tratamento experimental contra a doença.



O presidente do Senado, JOSÉ SARNEY, determinou hoje a abertura de processo administrativo contra os ex-diretores da Casa, AGACIEL MAIA e JOÃO CARLOS ZOGHBI. Os dois serão investigados por irregularidades cometidas com atos administrativos secretos, ao longo dos últimos 14 anos, como revelou à imprensa. MAIA e ZOGHBI são acusados de crimes de improbidade administrativa – valer-se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função pública e proceder de forma desidiosa – e de prevaricação, a disposição expressa em lei para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.



O banqueiro DANIEL DANTAS, do GRUPO OPPORTUNITY, e mais 13 pessoas foram denunciados pela Procuradoria da República em SÃO PAULO por cinco crimes – entre eles, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. O texto da denúncia cita ligação do banqueiro com o esquema do mensalão. A Polícia Federal vai abrir mais três inquéritos sobre o CASO SATIAGRAHA.



Em um dos mais graves conflitos étnicos da história recente da CHINA, pelo menos 156 pessoas morreram em confrontos com a polícia em URUMQI, na província muçulmana de XINJIANG. As manifestações começaram na noite de domingo, dia 5 de julho, para exigir a punição de suspeitos do assassinato de dois operários da minoria UIGUR.



O governo de HONDURAS enviou missão a WASHINGTON, mas o Departamento de Estado informou oficialmente que não se reunirá com representantes de ROBERTO MICHELETTI. Já o presidente deposto, MANUEL ZELAYA, deverá ser recebido amanhã pela secretária de Estado HILLAY CLINTON. Os dois lados queixam-se do governo dos EUA.





Faleceu hoje o ex-secretário de Defesa dos EUA, ROBERT McNAMARA, aos 93 anos, em WASHINGTON. Foi secretário dos presidentes JOHN KENNEDY e LYNDON JOHNSON, de 1961 a 1968, e é considerado o idealizador da campanha militar americana no VIETNÃ. Com a saúde frágil havia bastante tempo, ele morreu às 5:30 horas (6:30 em BRASÍLIA) em sua casa na capital americana. Estrategista apaixonado por análises estatísticas, McNAMARA deixou a presidência da FORD e assumiu o PENTÁGONO em 1961, a convite de KENNEDY. Ele ficaria sete anos à frente do Departamento da Defesa, mais do que qualquer outra pessoa desde a criação do cargo, em 1947.

Depois de deixar o PENTÁGONO, McNAMARA assumiu a presidência do BANCO MUNDIAL e passou a concentrar tempo e energia no desenvolvimento de comunidades rurais em países em desenvolvimento, mas a derrota americana no VIETNÃ continuou sendo um pesadelo pessoal. Durante muito tempo, seus críticos chamaram a GUERRA DO VIETNÃ de “GUERR DE McNAMARA”. No início, ele não achava ruim. “Fico contente em ser identificado com a guerra e faço tudo o que posso para vencê-la”, dizia. No entanto, com o tempo, o conflito escapou do controle. A guerra matou 58 mil americanos e terminou com a humilhante retirada de SAIGON, em 1975. Até mesmo seu filho, estudante da Universidade de STANFORD, protestou contra a interferência americana.

No auge do conflito, McNAMARA foi obrigado a fugir por uma rede de túneis para não ser agredido por um grupo de estudantes em HARVARD. Antes de deixar o posto, ele concluiu que a guerra era “inútil”, embora tenha levado quase 30 anos para fazer um meã-culpa.

Em 1991, McNAMARA revelou à revista TIME que acreditava que o bombardeio ao VIETNÃ DO NORTE – o maior da história militar até então – não daria resultados, mas foi adiante “porque era preciso, primeiro, para provar que não daria certo e, segundo, porque outras pessoas achavam que ele funcionaria.”

Depois do fim da GUERRA FRIA, McNAMARA dedicou-s a suas memórias e chegou à conclusão de que muitas lições da GUERRA DO VIETNÃ poderiam ser aplicadas hoje em dia. Em 2003, essas lições se transformaram no documentário THE FOG OF WAR (“SOB A NÉVOA DA GUERRA”) vencedor do OSCAR em 2003.

Em 1995, já com suas memórias prontas, ele finalmente reconheceu que a GUERRA DO VIETNÃ havia sido um “erro terrível” – o que lhe rendeu críticas ainda muito mais duras.





O escritor russo e dissidente da era soviética, VASILY AKSYONOV, morreu hoje em MOSCOU, aos 76 anos. Ele se tratava de um derrame. AKSYONOV escreveu mais de 20 livros durante sua carreira, que inclui um exílio forçado da UNIÃO SOVIÉTICA em 1980 por ser caracterizado como ‘antissoviético” AKSYONOV ganhou reconhecimento em 1959 já com seu primeiro livro, THE COLLEAGUES, e logo se tornou um dos líderes informais de jovens soviéticos que resistiam às restrições ideológicas e culturais impostas pelo Partido Comunista. No fim dos anos 1970, sentiu-se forçado a sair de seu país, indo para os EUA e só voltando com o fim da URSS.



Enquanto fãs de MICHAEL JACKSON sorteados para participar da cerimônia em sua homenagem corriam hoje para retirar os ingressos, a família do cantor confirmava que faz amanhã um velório no cemitério de FOREST LAWN, em HOLLYWOOD HILLS – conhecido como “o cemitério das estrelas” – exclusivamente para amigos, parentes e executivos da indústria fonográfica. A cerimônia acontece duas horas antes do show póstumo em homenagem ao cantor, às 10 horas no STAPLES CENTER, em LOS ANGELES, do qual deverão participar artistas e vários religiosos. Segundo o amigo da família e biógrafo de JACKSON, STACY BROWN, a família ainda não decidiu se o astro será enterrado no local e analisa a hipótese de ele ser cremado, e suas cinzas espalhadas por NEVERLAND.

As autoridades locais esperam mais de um milhão de pessoas na cidade por conta da despedida. Cerca de dois mil policiais serão mobilizados para garantir a segurança nas imediações do STAPLES CENTER.

No estádio, a cerimônia será acompanhada por 17.500 sorteados hoje entre os mais de 1,6 milhão que se registrou para concorrer às entradas.



06JULHO2009 TRIBUNAL DE JUSTIÇA

O Tribunal de Justiça de São Paulo promoveu nesta segunda-feira (6/7), no Salão do Júri do Palácio da Justiça, uma solenidade em comemoração aos 77 anos da Revolução Constitucionalista de 1932 e a inauguração do Espaço Cultural “Poeta Paulo Bomfim”. Na cerimônia, os desembargadores José Renato Nalini e Vanderci Álvares, a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, e o bispo Dom Fernando Antônio Figueiredo, da Diocese de Santo Amaro, foram agraciados com o Colar “Carlos de Souza Nazareth”, instituído pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP).



A professora Edimara Lima, ao falar pela Comissão Cívico-Cultural da Associação Comercial de São Paulo, destacou que a cerimônia “honra a memória de Carlos Nazareth para homenagear figuras ilustres da contemporaneidade”. Ainda segundo a professora, “os heróis de 32 lutaram pela constitucionalidade, e os heróis de 2009 lutam pelo usufruto da constitucionalidade”.



Após receberem o Colar “Carlos de Souza Nazareth”, Viviane Senna, o desembargador Vanderci Álvares e o bispo Dom Fernando Antônio Figueiredo agradeceram o recebimento da honraria.



Já o poeta Paulo Bomfim, em agradecimento pela inauguração do Espaço Cultural Poeta “Paulo Bomfim”, recitou um poema em alusão à Revolução de 1932:



“Minha terra paulista de onde partiram tantos passos inventores do Brasil!



Ah! São Paulo bandeirante, com a saga de meus mortos vem voltando lá do sertão!



Ah! Meu São Paulo dos cafezais cor de esmeraldas, semeando cidades e ferrovias garimpeiras do horizonte.



Ah! Meu São Paulo de 32, percorrendo os trilhos do Trem Blindado, dando sua vida por um ideal.



Falam os numes tutelares deste Tribunal na saudade e na esperança de um povo.



No universo paralelo onde gestos são verdades, Manuel da Costa Manso e Carlos de Souza Nazareth prosseguem irmanados sob a Bandeira Paulista.



Setenta e sete anos são passados e o pequeno escoteiro de 32 acampa agora, para sempre, no coração do Tribunal de Justiça.



Ah! Meu São Paulo de eternidade!”



Representando o governador do Estado, o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Luiz Antônio Guimarães Marrey, cumprimentou o TJSP e a Associação Comercial de São Paulo pela “feliz iniciativa de realizar essa solenidade no Salão do Júri, que está à altura dos seus homenageados”. Felicitou também a sensibilidade do Tribunal por inaugurar um espaço cultural com o nome de Paulo Bomfim, “uma das pessoas mais queridas deste Estado”.



Ao encerrar a cerimônia, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, falou sobre o piloto Ayrton Senna: “Foi-se jovem, mas deixou uma herança magnífica por meio de sua irmã e de seus familiares”.



“O Tribunal de Justiça está se integrando à sociedade, abrindo suas portas a vários eventos, realizados desde o início do ano passado. É com orgulho que comemoramos mais um aniversário da Revolução Constitucionalista de 32 nesta sala, onde Ibrahim Nobre desafiou a ditadura de Vargas”, afirmou o presidente, que também citou a inauguração do Espaço Cultural “Poeta Paulo Bomfim” como uma forma de se fazer justiça “ao maior poeta vivo do Brasil”.



Carlos de Souza Nazareth



Em 1932, era um jovem empresário de 33 anos que tomou posse na presidência da Associação Comercial de São Paulo, no mesmo ano em que eclodiu o Movimento Constitucionalista. Foi quando engajou a entidade na luta pela reconstitucionalização do País, arrecadando recursos, chamando voluntários e organizando a logística do movimento.



Após a derrota militar paulista, foi preso e deportado para Portugal, retornando ao somente dois anos depois, com a consolidação da legalidade no Brasil, quando foi eleito deputado. No entanto, deixou definitivamente a vida política com o golpe de Getúlio Vargas em novembro de 1937.



Carlos de Souza Nazareth morreu em 28 de março de 1951, aos 52 anos de idade.





06julho2009Discurso proferido pela Profa. Edimara de Lima,

na Sessão Solene em comemoração aos 77º aniversário

do Movimento Constitucionalista de 1932

A Associação Comercial de São Paulo, através de sua Comissão Cívica e Cultural, honra a memória de um de seus mais caros heróis – Carlos de Souza Nazareth – para homenagear os heróis da contemporaneidade – exemplos para as gerações que virão.

Nazareth liderou o comércio e a indústria paulista durante os revolucionários dias do ano de 1932, quando lutamos pelo retorno das normas democráticas e constitucionais à nação brasileira. A liderança de Nazareth sobreviveu no tempo e na História porque estava revestida do heroísmo necessário para a vitória de grandes causas. Seu exemplo é a bússola que norteia as ações da Comissão Cívica e Cultural.

Em palestra proferida na Fundação Álvares Penteado – FECAP – O Dr. Fernando Henrique Cardoso definiu liderança como algo que se exerce no cotidiano e que dispensa retórica. Liderar, segundo o sociólogo, é a arte de conciliar diferenças e acolher diversidades na convivência harmoniosa, seja esta familiar, institucional ou planetária.

As diferenças e não as igualdades são os fatores que enriquecem uma sociedade, podemos afirmar com tranquilidade e com a certeza do respaldo de diferentes teóricos.

Nazareth teve parceiros muitos diferentes e esta foi a grandeza de 32: comerciantes e comerciários, banqueiros e bancários, industriais e operários, mestres e estudantes, jornalistas e poetas, jovens e velhos – todos, na unidade que é o povo, abraçaram os ideais de 32.

Hoje celebramos mais alguns parceiros de Nazareth e o primeiro deles é uma mulher, que honra a memória de todas as mulheres paulistas que lutaram em 32 com as mais diferentes armas: com a colher de pau que misturou muitas refeições para soldados famintos, com as máquinas que costuraram muitos uniformes que agasalharam os combatentes, com as seringas e xaropes que amenizaram muitas dores. Viviane Senna, paulista que concretizou o sonho do nosso herói Ayrton e que com seus projetos educacionais faz a diferença na vida de milhões de jovens brasileiros, que terão um amanhã mais digno porque serão cidadãos produtivos e participantes. Que os nossos jovens possam aprender na biografia do nosso campeão e da nossa homenageada de hoje, o orgulho de ser brasileiro, de não ter vergonha de carregar a nossa bandeira, de erguê-la sempre nas suas conquistas pessoais e coletivas. Que os nossos empresários aprendam a partilhar suas conquistas como fez Ayrton e como faz Viviane pois ambos atenderam – sem o saber - ao pedido que Nazareth fez em 12 de julho de 1932 pela Rádio Educadora Paulista:

“não pode o presidente da Associação Comercial de São Paulo deixar de dirigir ao comércio e à indústria uma palavra de incitamento para que todos cumpram rigorosamente, na hora precisa, o seu dever, para com a sociedade paulista e brasileira .Está declarada a luta e nela é forçoso que tomem parte ativa todos os paulistas e todos os que vivem em São Paulo.”

As lutas de hoje são complexas, intensas e extensas. Precisamos lutar pela qualidade da educação e da saúde de nossas crianças e jovens; precisamos lutar para que nossa herança não seja um ambiente degradado física e socialmente; precisamos lutar para que as diferenças sejam fonte de riqueza cultural e não de discriminação social; precisamos que nossas crianças e jovens tenham orgulho de sua pátria e de sua história. E para estas batalhas, Alencar Burti, digno sucessor de Nazareth convoca a todos e celebra com aqueles que – também sem o saber – atenderam ao seu chamado.

O Brasil e São Paulo precisam cultuar seus heróis, divulgar seus feitos e seus ideais para que estes sejam modelos inspiradores às gerações que agora estão em formação. Heróis são aqueles que vivem as restrições do cotidiano, como todos vivemos, mas que de alguma forma as transcendem e superam os limites impostos pelas rotinas da vida.

A vida e a paixão de Ibrahim Nobre pela justiça, pela legalidade e por seus semelhantes pode ser perceptível aos jovens num belo texto biográfico, a vida do Tribuno de São Paulo é uma ode à Ética e à Moral... e é desconhecida por mais de uma geração de paulistanos, como são desconhecidos os heróis de 32 que compartilharam o aprisionamento na Casa de Correção do Rio de Janeiro, e o exílio em Portugal: homens de têmpera forte, de audácia e de coragem como Casper Líbero, Guilherme de Almeida, Julio de Mesquita .

Ibrahim Nobre também inspirou nosso outro homenageado – Desembargador José Renato Nalini – homem que fez da Ética seu campo de estudo e de onde retirou seus ideais de vida. Sua obra – Rebelião da Toga – é leitura obrigatória para quem quer fazer da vida o centro das suas ações. Sua coragem o leva a duras batalhas em defesa do ambiente necessário à vida. Digno conterrâneo de Miragaia, de Martins, de Drausio e de Varela – que ofertaram suas vidas pelas vidas democráticas dos paulistanos que os sucederam e cujos nomes perpetuam a sigla do MMDC.

A aliança de 32, entre a Associação Comercial de São Paulo e esta casa, engrandece o passado paulista, para que no presente possamos ser o passado de um futuro digno.

O Desembargador Vanderci Álvares é um homem construtor de paz, pois se especializou em desarmar conflitos; sua “mediação itinerante” traz novos ângulos à implementação da justiça. Homens construtores de paz são fundamentais aos tempos que vivemos, assim como foram fundamentais os que lutaram pelos ideais de 32. Os mediadores são o fiel da balança em todas as situações, são a consciência dos homens e por isso mesmo necessitam de coragem e de lisura para enfrentar suas batalhas. Vanderci Álvares também honra os ideais de 32, pois defende o direito de todos à justiça e a leva a todos os rincões do nosso estado, nada mais democrático e constitucional. Os heróis de 32 lutaram pela constitucionalidade, os heróis de 2009 lutam pelo usofruto dessa mesma constitucionalidade.

Outros heróis de 32 vieram das fileiras da Igreja, na época o arcebispo de São Paulo era D. Duarte Leopoldo e Silva, homem de muita fé e coragem, seu lema “Cristo é minha força e autoridade” foi construído pelas reflexões provocadas pelas leituras de Santo Agostinho, que também suscitou o lema de D. Fernando Antonio Figueiredo “À serviço do Evangelho”; D. Fernando é um herói do século XXI, pois transgrediu suas potencialidades para servir ao próximo e à coletividade. D. Fernando levanta sua voz e autoridade na defesa dos direitos do homem, assim como levantaram suas vozes os padres Joaquim Agra, que foi surrado com baionetas, pela sua lealdade aos ideais democráticos e constitucionalistas, e o Padre João Baptista de Carvalho, que do seu púlpito, das rádios e das ruas animava a todos a lutarem pelo movimento constitucionalista, assim como A Liga das Senhoras Católicas mostrou garra e abnegação no atendimento às necessidades dos combatentes paulistas.

D. Fernando que também é um homem das letras – como diriam os santamarenses mais simples – recebe nossa homenagem por ser digno defensor dos ideais constitucionalistas de 32.

A luta armada durou pouco, muito pouco se considerarmos o desejo e a garra dos combatentes, mas como afirmou Menotti del Picchia, a “revolução paulista transformou-se, calados os canhões, numa guerra literária. Marcelo Abreu em artigo publicado em “Encontro de História 2008” “registra o esforço intelectual empreendido, sobretudo pelos constitucionalistas, para fixar a memória dos eventos políticos e militares que caracterizaram a revolução. Em 1933, era possível perceber a surpreendente quantidade de títulos acerca da Revolução Constitucionalista. Este movimento se inicia no mesmo mês da deposição do governo revolucionário de São Paulo e se estende ao longo da década de 1930 até o Estado Novo. Publicaram-se 114 títulos somente entre 1932 e 1938!”

Hoje as trincheiras estão nos meios de comunicação e informação, por isso a educação é direito primordial do cidadão. A palavra chega aos recônditos mais esquecidos das cidades e dos campos; entender e escolher as palavras que correspondem aos seus valores e necessidades é essencial à vida cidadã.

A Comissão Cívica e Cultural da Associação Comercial de São Paulo, liderada por Alencar Burti e Francisco Giannoccaro responde ao primeiro chamado de Carlos de Souza Nazareth ao dedicar-se à reflexão da contemporaneidade e agir dentro do seu tempo histórico, objetivando resgatar o civismo de crianças, de jovens e de adultos, pois este sentimento de identificação com São Paulo e com o Brasil é alimentado pela cultura e pela reverência a todos que possibilitaram a brasilidade.

Hoje, nesta celebração – que homenageia os heróis de 32 e os heróis da contemporaneidade – precisamos clarificar a nossa herança, para melhor preservá-la: que o povo paulista seja o digno depositário e defensor da constitucionalidade – e que seus representantes disto não se esqueçam jamais.



2 010 : - TERÇA-FEIRA

Muito trabalho no computador. Nosso telefone está com defeito e não sei se repórteres telefonaram para casa nesta manhã. Saio de casa depois das 11 horas. Na Sociedade começa uma tarde bem agitada. Não dá nem tempo para almoçar. Um repórter da TV RECORD, ARTUR, quer saber como está a situação do Monumento Mausoléu. O Cmt da 2ª Companhia do 12º BPMM, responsável pela segurança do Obelisco, reluta em permitir a entrada do repórter no Monumento. Tem receio de mostrar os estragos que a infiltração de água e o trabalho de cupins tem realizado no Monumento. Mais tarde ele liga para mim e confirmo que a ida do repórter da TV RECORD está autorizada pela Sociedade. O CORONEL PM MENDES também fica sabendo dessa delicada situação. Passo uma grande parte desta tarde com o DOUGLAS NASCIMENTO, idealizador do site SÃO PAULO ABANDONADA. O PEDRO PAULO PENNA TRINDADE, a CAMILA GIUDICE, JOSÉ FARIA e também o LUIZ ANTÔNIO (dos carros antigos) preenchem um espaço que vai até 18:30 horas.

LANCEPRESS!: A Holanda derrotou o Uruguai por 3 a 2 nesta terça-feira e garantiu a vaga em sua terceira final de sua História. Depois dos vice-campeonatos de 1974 e 1978, com a Laranja Mecânica, os comandados de Bert Van Marwijk buscam seu primeiro título. Já o Uruguai terá que disputar o terceiro lugar contra o perdedor de Alemanha e Espanha, que acontece nesta quarta-feira. Quem começou melhor foi a Holanda. A Laranja tocava a bola com toda a calma e buscava as melhores opções para chegar ao gol uruguaio. Os sul-americanos ficaram fechados, esperando uma oportunidade em contra-ataques, que não foram aproveitadas por passes errados de Forlán e bolas perdidas de Cavani. O primeiro gol do jogo foi uma grande surpresa para todos no Green Point. Van Bronckhorst tentou do meio da rua e acertou a Jabulani em cheio. Um golaço, a bola foi parar no ângulo de Muslera, que não tinha o que fazer. Depois do gol, a Holanda continuou melhor, mas diminuiu os ataques. Nos minutos finais, o Uruguai passou a dominar o jogo, e conseguiu o gol de empate aos 40, com um chute de fora da área de Forlán e falha do goleiro Stekelenburg. Embalados pelo gol de empate, os uruguaios começaram melhor no segundo tempo, mas sentiram a falta de Suárez e não conseguiram virar o jogo. Depois disso, quem fez falta foi o zagueiro Lugano, que não se recuperou de lesão e ficou fora. Aos 24 minutos, o apoiador Sneijder chutou cruzado, a bola desviou em Maxi Pereira e entrou no canto de Muslera. Logo depois a Holanda acabou de vez com o jogo: Robben recebeu cruzamento de Kuyt e mandou de cabeça.

Depois dos gols, a Holanda passou a se defender e aproveitar os contra-ataques, e o Uruguai tentou partir para cima tocando a bola, mas faltou técnica. O time conseguiu descontar apenas aos 46 com Maxi Pereira em chute de perna esquerda. Nem mesmo Loco Abreu, que entrou aos 33, conseguiu empatar para os uruguaios. Desta maneira, a Holanda espera o vencedor de Alemanha e Espanha, que acontece às 15h30 (de Brasília) para saber com quem vai decidir a Copa do Mundo. Se for contra os espanhóis, teremos um campeão inédito, se for contra a tricampeã Alemanha, será a repetição da decisão de 1974, quando a Laranja Mecânica perdeu por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA: URUGUAI 2 X 3 HOLANDA. Estádio: Green Point, Cidade do Cabo (AFS). Data/hora: 5/6/2010 - 15h30 (de Brasília). Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB); Auxiliares: Rafael Ilyasov (UZB) e Bakhadyr (KGZ). Cartões amarelos: Maxi Pereira, Cáceres (URU), Sneijder, Boulahrouz, Van Bommel (HOL). Cartões vermelhos: Não houve. GOLS: Van Bronckhorst, 17'/1ºT (0-1); Forlan, 40'/1ºT (1-1); Sneijder, 24'/2ºT (1-2); Robben, 27'/2ºT (1-3); Maxi Pereira, 46'/2ºT (2-3)

URUGUAI: Muslera, Maxi Pereira, Godín, Victorino, Cáceres; Pérez, Gargano, Rios, Alvaro Pereira (Abreu, 33'/2ºT); Cavani e Forlán (Fernandez, 38'/2ºT). Técnico: Oscar Tabárez.

HOLANDA: Stekelenburg, Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen, Van Bronckhorst; Van Bommel, De Zeeuw (Van der Vaart, intervalo), Robben (Elia, 44'/2ºT), Sneijder, Kuyt; Van Persie. Técnico: Bert Van Marwijk.

CARÍSSIMOS

Ontem, após participar das comemorações dos 78 anos do Movimento Constitucionalista de 32 na Faculdade de Direito, retornei tarde para casa. Após lançar o dia 6 de Julho nas minhas memórias, por um descuido deletei a matéria e não pude encaminhar a vocês.

Solicito aos amigos que vá direto às minhas memórias no blog

http://ventura-memriasdoventura.blogspot.com/

Também foram lançadas a palestra do doutor PEDRO PAULO PENNA TRINDADE e a crônica do historiador JOSÉ DE SOUZA MARTINS a respeito do TÚNEL 9 DE JULHO, uma verdadeira aula de história, como também foi a palestra do nosso Vice-Presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Veteranos de 32-MMDC.







QUERIDA CÉLIA

Já lancei na rede dos meus amigos virtuais e mandei divulgar pela rede do MMDC. Ótima matéria e digna de ser elogiada por nós. O presidente GINO já mandou uma carta para o historiador. A propósito amanhã estaremos no Instituto de Engenharia comemorando os 78 anos da Revolução Constitucionalista e também os 56 anos da Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Gostaria que você lá estivesse presente, por volta das 11:30 horas.

Em 6 de julho de 2010 09:45, celia marcondes escreveu:

Cel. Mário.

Viu esta matéria?

Abçs,

Célia MarcondesGrata Naur



Publicado em O Estado de S. Paulo [Caderno Metrópole],

segunda-feira, 5 de julho de 2010, p. C6.





O Túnel 9 de Julho

Pode-se fazer uma arqueologia das ideologias em conflito no Brasil apenas desencavando o que há por trás da história dos nomes dos logradouros públicos. São vários os casos de manipulação ideológica dos nomes de ruas da cidade de São Paulo. Já em 1831, um vereador, para festejar a abdicação de dom Pedro I, de quem não gostava, propôs a data com o nome de Rua 7 de Abril para a antiga Rua da Palha. Com a proclamação da República, em 1889, São Paulo entrou num surto de mudanças de denominações para demolir a memória da monarquia e impor ao povo os nomes e símbolos da nova ordem política.

A Rua da Imperatriz virou 15 de Novembro, a Rua do Imperador virou Rua Marechal Deodoro, a Rua do Príncipe virou Quintino Bocaiúva, a da Princesa virou Benjamin Constant, nomes republicanos. Aproveitaram para trocar também nomes de forte tradição popular.

Um mapa de 1899 nos diz que a Rua Direita tornara-se Rua Floriano Peixoto e a Rua de São Bento fora dedicada a Moreira César, coronel massacrado na Revolta de Canudos, na Bahia, quando pretendia massacrar os místicos de Antônio Conselheiro, supostamente monarquistas. A guerra de nomes era uma guerra contra a tradição e o povo.

Mas o povo resistiu. O do Marechal Deodoro foi banido da Praça da Sé, quando deslocaram a catedral para as proximidades da Praça João Mendes. O do Marechal Floriano foi deletado: o povo insistiu no velhíssimo nome de Rua Direita para a rua torta. A iconoclastia de tirar o nome muito antigo da Rua de São Bento não deu certo. O povo ignorou a pretensão republicana de trocar santo por coronel. Coronel, mesmo, só Santo Antônio, que desde a Colônia teve essa patente, até recebendo soldo da Coroa.







Um dos últimos episódios de demolição simbólica da história dos paulistas foi protagonizado pela prefeita Marta Suplicy. A pretexto de que o nome do Túnel 9 de Julho não era oficial, resolveu mudá-lo para “Dr. Daher Elias Cutait”, médico dos mais ilustres, que foi professor na Faculdade de Medicina da USP, na Santa Casa de Misericórdia e um dos fundadores do Hospital Sírio-Libanês. Decisão que desomenageia o homenageado, pois o nome “não pegou”, ficou entre parênteses. Nove de Julho é data sagrada do povo de São Paulo, símbolo do generoso sangue de muitos jovens, derramado pelo ideal da democracia, do direito e da liberdade. Mas a prefeita teimou na supressão do nome. Muita dor e muito pranto estão nele contidos.

Na memória de muitos e em muitos corações a Revolução de 9 de Julho de 1932 é um dos sinais de identidade dos paulistas. No pátio da Faculdade de Direito, em monumento aos acadêmicos tombados nas frentes de combate, versos de Tobias Barreto a celebram na coragem de ousar e de optar: “Quando se sente bater no peito heróica pancada, deixa-se a folha dobrada enquanto se vai morrer.”

* Professor Emérito da Universidade de São Paulo.

Dentre outros livros, autor de A Sociabilidade do Homem Simples (Contexto, 2008),

Sociologia da Fotografia e da Imagem (Contexto, 2008),

A Aparição do Demônio na Fábrica (Editora 34, 2008),

O Cativeiro da Terra (Contexto, 2010).





Olá Coronel

Meu nome é Paulo Sérgio e sou aspirante do 8º GB em Santo André e gostaria de participar da Associação Veteranos de 32.

Faz um bom tempo que gostaria de me associar, mas não consigo tempo para ir até a Sé, pois alem de trabalhar em Santo André eu moro em Santos.

Ano passado eu fui agraciado com a Medalha Constitucionalista por ter ganho em primeiro lugar o concurso de redações da APMBB, com o tema sobre a participação dos Alunos Oficiais na Revolucão de 32.

É com muita alegria que sempre uso a medalha em minha farda e ficaria mais orgulhoso ainda em fazer parte desta associação que preserva nossa história.

Com certeza irei divulgar a matéria.

Aguardo resposta.

Obrigado

Paulo Sérgio dos Santos

Aspirante Oficial do 8º Grupamento de Bombeiros

Avenida Prestes Maia, 1111 - Santo André - (11)49935500



Transferindo para a reserva a pedido:

Nos termos do artigo 17, inciso I do Decreto-lei 260/70, artigo 138 parágrafo 2º combinado com o artigo 129 da Constituição Estadual de 1989, artigo 133 da Constituição Estadual de 1989, Decreto 35.200/92, Instrução Conjunta CRHE/CAF-I/92 e Parecer CJ-26/93, Lei Complementar 813/96, artigos 1º e 3º da Lei Complementar 432/85, Decreto 51.782/07 e vencimentos referentes às Leis Complementares 731/93, 1.021/07 e 1.114/10, com os proventos integrais, contando com mais de 30 anos de serviço, Padrão PM-15, o Ten Cel PM 790550-5 Antonio Carlos Lonel - DFP (TLTS e FRCTS DP-1.039/10 - Pr. 16.350/10).

Nos termos do artigo 17, inciso I do Decreto-lei 260/70, artigo 138 parágrafo 2º combinado com o artigo 129 da Constituição Estadual de 1989, artigo 133 da Constituição Estadual de 1989, Decreto 35.200/92, Instrução Conjunta CRHE/CAF-I/92 e Parecer CJ-26/93, Lei Complementar 813/96, artigos 1º e 3º da Lei Complementar 432/85, Decreto 51.782/07 e vencimentos referentes às Leis Complementares 731/93, 1.021/07 e 1.114/10, com os proventos integrais, contando com mais de 30 anos de serviço, e o § 2º do artigo 213 da Lei 10.261/68, alterado pela Lei Complementar 1.048/08, Padrão PM-15, o Ten Cel PM 780519-5 Wagner Campos do Nascimento - ESB (TLTS e FRCTS DP-1.046/10 - Pr. 16.543/10).

LONEL nasceu em 28 de novembro de 1960. Entrou para a PMESP no dia 29 de janeiro de 1979. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1983. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 25 de agosto de 1984; 1º TENENTE – 24 de maio de 1988; CAPITÃO – 24 de maio de 1995; não tenho as datas de suas promoções a MAJOR e TENENTE-CORONEL.

WÁGNER nasceu em 20 de julho de 1954. Entrou para a PMESP em 1º de fevereiro de 1978. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL no dia 15 de dezembro de 1980. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 25 de agosto de 1981; 1º TENENTE – 15 de dezembro de 1985; CAPITÃO – 24 de maio de 1990; MAJOR – 25 de agosto de 2001; TENENTE-CORONEL – 24 de maio de 2006.



O LUIZ ANTONIO, responsável pelo desfile dos carros antigos, veio me dizer nesta tarde que eles farão um desfile por várias ruas da cidade, em 9 de julho, em sinal de desagravo pela limitação de carros imposta pelo cerimonial do Palácio do Governo. Assino o seguinte oficio, concordando com essa medida.



ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO A/C do Ilmo Sr. Celso Pinhata Junior

Séc. Geral Administrativo

OFÍCIO MMDC 209/2010 São Paulo, 06 de julho de 2010.

Prezado e Ilmo. Sr.

A SOCIEDADE VETERANOS DE 32 – MMDC, reconhecida de utilidade pública pela Lei estadual 5.530 de 14/1/60. com sede à Rua Anita Garibaldi, 25 Centro, nesta capital, e a Associação de Veículos Antigos do estado de São Paulo com sede à Av. Braz Leme, 2.393, sala 127, nesta capital, sendo a primeira representada pelo seu presidente vem a esta nobre casa, que representa o povo paulista, solicitar guarida em seu estacionamento, para os participantes do desfile de veículos antigos em homenagem a gloriosa Epopéia de 1932.

Os veículos participantes do desfile, ficariam estacionados, após o mesmo por no máximo duas horas, para confraternização dos seus condutores e familiares, muitos parentes dos heróis de 32, e para grande satisfação do povo em geral que poderiam apreciar essas relíquias do nosso passado.

Segue anexo o roteiro da carreata em homenagem a Revolução Constitucionalista de 1932.

Agradecendo vossa atenção, certo que à apreciará com a alma dos paulistas que lutaram pelos ideais da democracia que impera nessa casa.

Cordial e Respeitosamente,



__________________________________________

Cel PM ANTONIO CARLOS MENDES

Vice-Presidente no exercício da presidência



CORONEL PMSC MARLON, presidente do FENEME – FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS, juntamente com o Presidente da AME-BRASIL – ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS, CORONEL PMPR SÁ RIBAS, reuniram-se com o Presidente do CNCG-PM/BM – CONSELHO NACIONAL DE COMANDANTES GERAIS DAS POLICIAS MILITARES E CORPOS DE BOMBEIROS MILITARES, CORONEL PM ÁLVARO BATISTA CAMILO, acompanhado pelo CORONEL PMPR MELO, Secretário do CNCG em SÃOPAULO, onde foram discutidos vários temas de interesse, tanto das Instituições Militares Estaduais, como das entidades representativas de Oficiais e seus integrantes. Do encontro, resultou pauta de atuação conjunta em nível nacional, a qual será divulgada tão logo todos os detalhes sejam finalizados. O que ficou patenteado é que há uma união de esforços em defesa das instituições militares estaduais e de seus integrantes, visando, com isso, a melhorar a prestação de serviços ao cidadão brasileiro, no que tange a sua segurança.



O ex-vocalista do grupo É O TCHAN!, KLÉBER MENEZES, matou um sargento da Policia Militar da BAHIA, na madrugada de domingo em uma boate de strip-tease, em SALVADOR. Segundo a polícia, o artista agiu em legítima defesa, após ser ameaçado de morte pelo PM. O tiro teria sido disparado durante uma luta corporal. Testemunhas disseram que as agressões partiram do policial.



OCTÁVIO MELLO ALVARENGA faleceu hoje, aos 84 anos. O belo-horizontino gostava de escrever desde os 12 anos e sempre participava de concursos de literatura na escola.

Além de autor de romances e poesias, ALVARENGA formou-se em Direito e também escreveu livros sobre o tema. Foi para o RIO participar na campanha presidencial de JUSCELINO KUBITSCHEK. Lá, entrou para o antigo órgão que hoje é o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). Depois de se aposentar, presidiu por 31 anos a Sociedade Nacional de Agricultura. Sempre defendeu que a cadeira de Direito Agrário fosse obrigatória nas universidades. Para ele, essa área deveria ser julgada por especialistas no assunto.



Um adolescente de 17 anos, primo do goleiro BRUNO, do FLAMENGO, foi detido hoje na casa do goleiro, no RIO DE JANEIRO, e afirmou que ELIZA SAMUDIO, ex-amante do atleta, está morta. Ele, no entanto, não teria dito como isso aconteceu. O inspetor GUIMARÃES, da Divisão de Homicídios, informou que o menor confessou em depoimento ter dado uma coronhada na cabeça de ELIZA, no carro LAND ROVER do jogador, a caminho do sítio de BRUNO em BELO HORIZONTE.

Ainda de acordo com o jovem, o crime não teria sido planejado por BRUNO, mas sim por seu braço direito, LUIZ HENRIQUE FERREIRA ROMÃO, o MACARRÃO. Ele é que teria “desossado” o corpo da mãe do filho do goleiro e dado para os cachorros comerem.

O menor contou que estava escondido no banco de trás do carro quando ELIZA entrou no veículo. Ao descobrir a presença do adolescente, a ex-amante de BRUNO teria se assustado e iniciado uma discussão, que resultou no golpe. Ele afirmou não ter participado do assassinato de ELIZA.

A policia chegou até o menor depois que um tio dele ligou para a Rádio TUPI para denunciar que o adolescente estava escondido na casa do goleiro. O parente disse ainda que o goleiro teria pago três mil reais para que traficantes sumissem com o corpo de sua ex-amante.

O advogado ÉRCIO QUARESMA FIRPE, que representa seis envolvidos nas investigações, afirmou que vai pedir a nulidade do depoimento do jovem. “É um ato nulo. Menor só pode ser ouvido acompanhado de um representante legal ou legalmente constituído”, ressaltou o advogado, que faz a defesa de MACARRÃO. “Esse depoimento ajuda demais o MACARRÃO. Onde já se viu um cachorro degustar 20 quilos de carne humana?”

No fim da noite de hoje, o Ministério Público do RIO DE JANEIRO pediu a prisão preventiva do goleiro BRUNO e de MACARRÃO. O MP também solicitou a apreensão do menor que confessou ter agredido ELIZA.



Diante do presidente do QUÊNIA, MWAI KIBAKI, cuja eleição, em 2007, foi considerada fraudulenta, o presidente LULA destacou a necessidade de consolidação da democracia. LULA expressou sua preocupação com a recuperação do primeiro-ministro RAILA ODINGA, que passou por uma cirurgia e continua internado, e com o processo democrático no país.

“Queria terminar desejando uma rápida recuperação do primeiro-ministro RAILA ODINGA, que teve problemas de saúde e está internado e peço a Deus que se recupere o mais rápido possível para continuar ajudando a continuar o fortalecimento da democracia no QUÊNIA”, afirmou LULA.

Em dezembro de 2007, KIBAKI venceu seu adversário, RAILA ODINGA. Ao nomear seu gabinete, o presidente reeleito nomeou um antigo rival, UHURU KENYATTA, como ministro. ODINGA convocou, então, manifestações que deixaram pelo menos 350 mortos. Para acabar com o conflito, mediado pelo ex-secretário geral da ONU, KOFI ANNAN, e de uma visita do atual secretário-geral, BAN KI MOON, KIBAKI e ODINGA assinaram um acordo que garantiu a ODINGA o posto de primeiro-ministro – o que não existia.

O presidente LULA disse que o BRASIL quer firmar um acordo para produzir biocombustíveis no QUÊNIA. De acordo com LULA, o BRASIL poderia transferir tecnologia. O QUÊNIA é o terceiro país visitado pelo Presidente.



2 011 : - QUARTA-FEIRA

Nunca fiquei tão atrasado com a minha papelada como atualmente. Com as atividades na Sociedade Veteranos de 32-MMDC exigindo desdobramentos, o tempo é escasso. Ontem, por exemplo, com nossa ida até CORDEIRÓPOLIS, pouca coisa se pôde fazer. No dia 4, com a palestra do ALMIRANTE ÁLVARO AUGUSTO DIAS MONTEIRO, na Associação Comercial, também perdi algumas horas que dedico à digitação de minhas memórias. Uma coisa que mantenho atualizada é a atualização das datas para colocação em meu blog.

Recebo um recado da MARINEI que um repórter do DIARIO DO COMÉRCIO está pedindo a composição da nova diretoria do MMDC para o biênio 2011-2013, que começa amanhã, com a posse dos novos presidentes.



Por volta das 12:45 horas estou chegando à Sociedade Veteranos de 32-MMDC para cumprir, historicamente, o meu último dia como secretário. Desde 17 de maio de 1996 venho ocupando esse cargo. Amanhã será o dia da posse como Presidente dessa Entidade que passei a fazer dela o meu segundo lar. Há momentos supremos na vida de cada um de nós. Um desses momentos, no longínquo ano de 1958, foi minha promoção a Cabo Escrevente da Força Pública. Até então nenhum outro acontecimento foi tão significativo para mim. Mais tarde, depois dos sofridos cinco anos de Escola de Oficiais, recebia a Espada de Aspirante a Oficial. Naturalmente esse momento sobrepujaria o da promoção a cabo. No entanto, depois de passar para a reserva, já aos 74 anos, tenho outro grande instante na minha vida, ou seja, assumir a presidência do MMDC.



Nenhum comentário: