domingo, 18 de agosto de 2013

VOCÊ ACEITARIA A IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO NA NOSSA PÁTRIA?????



             Entendem agora qual é a intenção e obrigação do PT perante o movimento comunista internacional? Sim é implantar o comunismo na America Latina, o que tentaram logo após Cuba cair nas mãos de Fidel, mas foram impedidos pela resistencia dos militares nos vários paises na decada de 60, obiviamente coordenado pelos Estados Unidos. Agora estão conseguindo, e já tomaram quase tudo, sob o apoio das esquerdas do OBAMA.


Durmam com um barulho desses e logo estaremos na miséria de todos os tipos como Cuba, Coreia do Norte e outras masmorras que atentam contra a dignidade humana em todo lugar e a qualquer tempo. Vejam o que lulla diz: Não irão abrir mão do poder que conquistaram, então larguem de sonhar com a queda do PT... e outras representações da esquerda totalitária que estão a sugar o trabalhos dos humanos úteis. Elloes nunca fizeram nada na vida e não farão, são parasitas e sugam até matar o hospedeiro...

SÃO CLAROS AO DIZER QUE CAIRÃO MATANDO SOBRE A JUVENTUDE. LAVAGEM CEREBRAL E AMEAÇAS DE TODOS OS TIPOS. VÃO INIBIR A CRIATIVIDADE E A LIBERDADE DA JUVENTUDE

O canalha fala que a Marisa é braba, mas não fala da sua amante ROSE que leva dolares para todos os paraisos fiscais....

IMAGENS DA ENTREGA do COLAR DA VITÓRIA - DECRETO E RESOLUÇÃO DO CONSELHO DO COLAR - ATENDENDO A PEDIDOS DE NOSSOS AMIGOS.



COLAR DA VITÓRIA EVOCATIVO DOS 80 ANOS DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA.

ATENDENDO A PEDIDOS DE DEZENAS DE PESSOAS INTERESSADAS EM CONHECER A HONRARIA MAIS NOVA DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC COLOCO O DECRETO Nº 58.071, DE 24 DE MAIO DE 2012, QUE OFICIALIZOU A HONOREFICÊNCIA.
VÁRIOS ASSOCIADOS NOSSOS TAMBÉM NÃO CONHECEM ESTE DECRETO E PRECISAM SABER COMO É A SUA REGULAMENTAÇÃO E A COMPETÊNCIA DO CONSELHO DO COLAR PARA OUTORGAR A HONRARIA.
QUALQUER DÚVIDA LIGUE PARA O MMDC PELO FONE 31058541.
DIA 7 DE DEZEMBRO DE 2012 TRINTA E DOIS ASSOCIADOS NOSSOS RECEBERAM A CONDECORAÇÃO NA SEDE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC, RUA ANITA GARIBALDI, 35, CENTRO DE SÃO PAULO, ÀS 15 HORAS. 

No dia 29 de agosto de 2013 nossos associados escolhidos pelo CONSELHO DE COLAR DA VITÓRIA receberão na sede da Sociedade a Honraria, às 15 horas. A CONFRARIA DO COLAR, convocada para a cerimônia de outorga do COLAR, deverão portar o mesmo.


Decreto nº 58.071, de 24 de maio de 2012

Dispõe sobre a oficialização do Colar da Vitória, evocativo dos 80 (oitenta) anos da Revolução Constitucionalista

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e à vista da manifestação do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito,
Decreta:
Artigo 1º - Fica oficializado, sem ônus para os cofres públicos, o Colar da Vitória, evocativo dos 80 (oitenta) anos da Revolução Constitucionalista, instituído pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, nos termos do regulamento que acompanha este decreto.
Artigo 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio dos Bandeirantes, 24 de maio de 2012
GERALDO ALCKMIN

REGULAMENTO DO COLAR DA VITÓRIA,
EVOCATIVO DO 80 (OITENTA) ANOS DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA
Artigo 1º - O Colar da Vitória, evocativo dos 80 (oitenta) anos da Revolução Constitucionalista, é instituído pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, e tem por objetivos homenagear personalidades brasileiras ou estrangeiras, bem como instituições que tenham colaborado para a divulgação de estudos relacionados com a nossa História e em particular àqueles que dizem respeito à gloriosa epopéia da Revolução Constitucionalista de 1932.
Artigo 2º - O Colar da Vitória, evocativo dos 80 (oitenta) anos da Revolução Constitucionalista, é constituído:
I - no anverso: escudo redondo de 20mm (vinte milímetros), campo de sable (preto) ao centro um capacete de aço, sobreposto a um gládio o todo colocado sobre uma coroa de louros, tudo de ouro (amarelo), orlado de ouro (amarelo) ostenta nesta uma inscrição em caracteres versais maiúsculos de sable (preto), na parte superior "VITÓRIA" separada por 2 (duas) estrelas de 5 (cinco) pontas da frase: "REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA 80 ANOS", suportado por um conjunto de 70mm (setenta milímetros) formado de 4(quatro) flores-de-lis de goles (vermelho) perfiladas de ouro (amarelo), dispostas em forma de cruz, intercaladas por 4 (quatro) folhas de acanto de ouro (amarelo), apresentando suas bordas em ouro (amarelo) polido, e partes internas de ouro (amarelo) fosco;
II - no reverso: inscrito ao centro em caracteres versais maiúsculos o nome da entidade promotora: SOCIEDADE VETERANOS DE 32 - MMDC;
III - o medalhão pende de uma fita de gorgorão de seda chamalotada de 40mm (quarenta milímetros)listada com as seguintes cores e proporções:
a) no centro - preto, com 10mm (dez milímetros);
b) ladeado por amarelo, com 5mm (cinco milímetros);
c) ladeado por vermelho, com 10mm (dez milímetros).
§ 1º - Acompanharão o colar, a miniatura, a roseta, a barreta, o histórico descritivo e o diploma.
§ 2º - O diploma terá as características e dizeres a serem estabelecidos pelo Conselho do Colar.
Artigo 3º - O Colar será concedido pelo Presidente da Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, por provocação de qualquer membro efetivo e integrante das Diretorias Executivas em exercício, e aprovação do Conselho do Colar.
Artigo 4º - O Conselho do Colar é formado e integrado por 5 (cinco) componentes, sendo 4 (quatro) personalidades escolhidas e indicadas pelo Presidente da Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, e presidida por este último.
Parágrafo único - As decisões do Conselho do Colar somente serão consideradas válidas, quando tomadas em conjunto em assembléia prévia e especialmente convocada, salvo questões de foro relevante.
Artigo 5º - O Conselho do Colar se reunirá por convocação de seu Presidente, tantas vezes quantas se tornarem necessárias ao bom cumprimento de suas atribuições, incluindo a solução dos casos omissos deste regulamento.
Artigo 6º - As propostas para a outorga do Colar serão dirigidas ao Conselho do Colar em requerimento especial, contendo as razões/justificativas acompanhadas do "curriculum vitae" do proposto.
Artigo 7º - A aprovação das propostas se fará pela maioria dos votos dos membros do Conselho do Colar presentes, "ad referendum" do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito.
Artigo 8º - Os diplomas acompanhados do "curriculum vitae" do indicado serão encaminhados ao Conselho Estadual de Honrarias e Mérito para deliberação e registro.
Parágrafo único - A recusa do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito em registrar o diploma importará no cancelamento da indicação.
Artigo 9º - A entrega da venera ocorrerá preferencialmente em solenidade especial, ou em ocasiões determinadas e consentidas pelo Conselho do Colar, mas obrigatoriamente realçando e valorizando a outorga e o fato histórico da Revolução Constitucionalista.
Artigo 10 - Perderá direito ao Colar devendo devolvê-lo, juntamente com seus complementos, à Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, entidade promotora, o condecorado que praticar qualquer ato contrário à dignidade ou ao espírito da honraria, garantido o devido procedimento administrativo e assegurado pela Carta Mandamental - devido processo legal, amplo direito de defesa e os recursos a ela inerentes, dando-se por maioria absoluta dos votos de seus membros especialmente convocados para esse fim.
Artigo 11 - Mantida a cassação do Colar e decorrido o prazo para interposição de qualquer ato recursal, a decisão será formalizada pelo Conselho do Colar.
Artigo 12 - A medida de que trata o artigo 11 deste regulamento será determinada pelo Conselho do Colar, por maioria absoluta de seus membros, comunicando-se ao Conselho Estadual de Honrarias e Mérito.
Artigo 13 - Na hipótese da extinção do Colar, seu cunhos, exemplares remanescentes e complementos serão recolhidos ao Conselho Estadual de Honrarias e Mérito, sem quaisquer ônus para os cofres públicos.
Artigo 14 - O presente regulamento somente poderá ser alterado após a manifestação do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito.


Publicado em: 25/05/2012
Atualizado em: 25/05/2012 17:10



REUNIÃO DO CONSELHO DO COLAR DA VITÓRIA

Aos onze dias do mês de outubro de dois mil e doze reuniu-se o Conselho do Colar da Vitória, conforme determina o Decreto Nº 58.071, de 24 de maio de 2012, para cumprimento dos artigos dispostos no documento que cria o Colar da Vitória.
Compõem o Conselho (artigo 4º do decreto): CORONEL PM MÁRIO FONSECA VENTURA, Presidente da Diretoria Executiva da Sociedade Veteranos de 32-MMDC; Prof JOSÉ CARLOS DE BARROS LIMA, Presidente da Comissão do Resgate da Memória do Moimento Constitucionalista de 1932, Coordenador do Núcleo MMDC OESTE – LAPA e Diretor do Museu “MARIA SOLDADO” da Diretoria Executiva; CAPITÃO PM ANÍSIO ARAÚJO DOS SANTOS, 1º Secretário da Diretoria Executiva e nomeado Secretário do Conselho do Colar da Vitória; SARGENTO FRANCISCO GEORGE TRAJANO, 2º Secretário da Diretoria Executiva; Doutora MARIA LÚCIA CAMARGO, Diretora Jurídica da Diretoria Executiva.
O SARGENTO GEORGE TRAJANO anuncia que a Sociedade Veteranos de 32-MMDC recebe, a título de doação, 100 (cem) peças do COLAR DA VITÓRIA, cujos ônus junto à Metalúrgica PIAGETT foram feitos por um grupo de pessoas abnegadas à causa do Movimento Constitucionalista, que preferem ficar no anonimato.
A honraria é entregue ao Conselho do COLAR DA VITÓRIA que decide o seguinte:
A honorificência será concedida, em princípio, a associados beneméritos que estejam enquadrados nos dispositivos do Decreto Nº 58.071, de 24 de maio de 2012, que se manifestarem favoravelmente à adesão ao Almoço da Vitória, em data, local e hora que serão anunciados em documento endereçado a todos os associados. Isso tem em vista corrigir uma situação calamitosa e histórica da Sociedade, que, todo final de ano sofre crise econômica que prejudica sobremaneira as finanças da Entidade, a ponto de não se ter numerário para pagamento de nossa única funcionária. É uma medida saneadora para com a Sociedade, que tem somente em seus associados a única fonte de renda que permite a existência do MMDC. Há muito tempo que quase metade dos associados não colabora em dia para com os cofres da Sociedade e o oferecimento da honraria certamente despertará os brios daqueles que realmente estão relacionados com a História do Movimento Constitucionalista de 1932, pois o prêmio pelo ato benemérito sobrepuja a intenção disposta no artigo 1º do Decreto Nº 58.071, de 24 de maio de 2012.
Os nomes dos associados que se manifestarem a favor da adesão ao almoço, mediante quantia que ainda será calculada, sofrerão o aprovo do currículo e da proposta de acordo com os dizeres do artigo 7º do decreto.
Personalidades brasileiras ou estrangeiras, bem como instituições que tenham colaborado para a divulgação de estudos relacionados com a nossa História e em particular àqueles que dizem respeito à gloriosa epopéia da Revolução Constitucionalista de 1932, poderão ser indicados para recebimento do Colar da Vitória, tão logo a Sociedade Veteranos de 32-MMDC esteja em condições de arcar com as despesas para aquisição da honraria. Poderão ser aceitas doações que ajudem a cobrir tais gastos, mediante apreciação do Conselho.
O Conselho do Colar se reunirá por convocação de seu Presidente, assim que isso se fizer necessário, valendo-se da rapidez dos meios informáticos.
Os dispostos nesta reunião foram aprovados por unanimidade, após estudos serenos e tendo como escopo principal o civismo, o patriotismo e, sobretudo a honestidade de propósitos que guiam o espírito do Decreto mencionado e também os próprios dispositivos estatutários da Sociedade.    
_____________________________________
CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA
Presidente do Conselho
_________________________________________
PROFESSOR JOSÉ CARLOS DE BARROS LIMA
Membro
___________________________________
CAPITÃO ANÍSIO ARAÚJO DOS SANTOS
Membro e Secretário do Conselho
_______________________________
DOUTORA MARIA LÚCIA CAMARGO
Membro
_______________________________________
SARGENTO FRANCISCO GEORGE TRAJANO
Membro