quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O TUIUTI Nº 128/2014






EDITORIAL
A obra de Olavo Bilac é um dos maiores legados da poesia brasileira. Entre seus trabalhos, está "A Pátria", um poema feito
para crianças, aliás, muito didático. Nada mais apropriado do que isso, para o 7 de Setembro:

"Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!
Criança! não verás nenhum país como este!
Olha que céu! que mar! que rios! que floresta!
A Natureza, aqui, perpetuamente em festa,
É um seio de mãe a transbordar carinhos.

Vê que vida há no chão! vê que vida há nos ninhos,
Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!
Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!
Vê que grande extensão de matas, onde impera
Fecunda e luminosa, a eterna primavera!
Boa terra! jamais negou a quem trabalha

O pão que mata a fome, o teto que agasalha...
Quem com seu suor a fecunda e umedece,
vê pago o seu esforço, e é feliz, e enriquece!
Criança! não verás país nenhum como este:
Imita na grandeza a terra em que nasceste!"

Seguimos com um texto sobre a grande lenda britânica, Lawrence da Arábia, em continuação com nossas memórias à I
Guerra Mundial, e encerramos com um rápido levantamento de Sargão II, um dos gigantes guerreiros da Antiguidade.
F. G. Dillenburg (Co-Editor) e
Luiz Ernani Caminha Giorgis, Cel
Editor




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.

Nenhum comentário: