segunda-feira, 6 de abril de 2015

GENERAL TORRES DE MELO: SOLUÇÃO IMEDIATA PARA AS CRISES BRASILEIRAS

SOLUÇÃO, IMEDIATA PARA AS CRISES BRASILEIRA doc. 29 - 2015

Entrada
x

TORRES DE MELO gtmelo@guararapesgrupo.com.br

09:28 (Há 1 hora)
para mim
SOLUÇÃO, IMEDIATA PARA AS  CRISES BRASILEIRA doc. 29 - 2015

O País enfrenta, no momento, várias crises conjunturais, em face da
debilidade de suas atuais Instituições e da conjuntura caótica das suas
atividades vitais.
As pesquisas recentes colocam os Poderes Legislativo e Executivo, num nível
de aceitação popular, abaixo de 10%.  Certamente, o Poder Judiciário não
fica longe.
È possível, de imediato, reverter a situação caótica do País, com
providências administrativas, políticas, econômicas, sociais e éticas, sem
nenhum sacrifício para as massas populares, tais como:
1.   Medidas comuns aos três Poderes da República:
        - redução dos custos, de cerca de 30% que resultaria, no mínimo,  numa
arrecadação de R$500 bilhões de reais, ou seja 17% do PIB, que seriam
reorientados para investimentos;
        - combate, sem trégua, ao contrabando, com arrecadação estimada de mais de
R$200 bilhões de reais, ou seja, 6,6% do PIB, que seriam reorientado para
investimentos;
        - combate, sem trégua, a corrupção, com uma arrecadação estimada em R$150
bilhões de reais ( segundo a CGU), ou seja 5% do PIB, que seriam
encaminhados para investimento.
2.    Providências específicas, nas áreas administrativas:
        -  redução do número de ministérios, de cerca de 50%, saindo dos atuais 39
para menos de 20 ( redução de pessoal, de móveis e imóveis, custeio de um
modo geral, etc.,);
        - Redução drástica dos 25 mil “funcionários” comissionado para cerca de um
mil, semelhante as das democracias dos EUA e a da Inglaterra:
        - criação do Estado Necessário, nem autoritário, nem liberal, afastado de
todas as atividades em que as empresas privadas tenham competência e
interesse para atuar.
2.   Providência na área política:
        -  redução do custo de um parlamentar, em cerca de 50%, saindo dos atuais
R$126.000,00      ( cento e vinte e seis reais) para R$60.000,00 ( sessenta
reais);
        -  redução do números de parlamentares, em todos os níveis , em 30%,
inclusive no Senado que passaria de três por Estado, para dois;
3.   Providências na área social:
        -  fixação em 30 dias  para o período de férias, para todos os servidores
públicos e fixado os períodos de gozação para evitar o colapso
administrativo;
-  eliminação   do déficit na Previdência Social, com uma economia de R$100
bilhões/ano, moralizando a administração, ajustando as contribuições,
deixando de aposentar não contribuinte e aposentando conforme o valor  e
tempo da contribuição, etc.:
-  dar prioridade aos investimentos nas área de saúde, educação e
segurança, visando o bem estar social;
 4.  Providências na área econômica:
        - realizar as reformas ditadas pelas necessidades de adequar a economia
nacional para atender a  população brasileira  e tornar o Brasil
competitivo no sofisticado mercado internacional, atuando na áreas
tributárias, na da remuneração do trabalho, de investimento, de produção e
comercialização;
        - orientar os investimentos na infra-estrutura  ( física, de energia e
educacional e tecnológico, etc., ) visando baixar o chamado “custo Brasil”,
e manter empregada toda a população ativa  do País;
Apenas  com essas providências  permitiriam um investimento de mais 30% PIB
em vez dos atuais 17% aa, com o País crescendo a mais de 5% a.a, com pleno
emprego e assegurando a inclusão social de todos os brasileiros, eliminando
 as disparidades regionais e de classes, e recolocando o Brasil em uma
posição de destaque entre BRICS e as 20 maiores economia do mundo.
È evidente, que com a adoção de um Plano Estratégico de Longo Prazo e  uma
Gestão Profissional e Honesta, de Governo,  com o aproveitamento  de todas
as potencialidades do brasileiros, e de seus recursos naturais, num curto
prazo, estaremos entre as Grandes Potências Mundiais.

Fortaleza, 23 de março de 2015.

GRUPO GUARARAPES

SE GOSTAR REPASSE, POR FAVOR.

Nenhum comentário: