sexta-feira, 31 de julho de 2015

PETIÇÃO PÚBLICA - O GRITO DO IPIRANGA!!!!! SOLICITAMOS A SUA MANIFESTAÇÃO!!!!

O GRITO DO IPIRANGA


Mario Ventura celmario@gmail.com



MEUS AMIGOS, MINHAS AMIGAS!!!!

Onde você acha que devamos comemorar a Parada Cívico-Militar do DIA DA PÁTRIA: NO PARQUE DA INDEPENDÊNCIA OU NO SAMBÓDROMO????
Por acaso nossas tropas são escolas de samba??
Crique no link abaixo para cumprir o que manda a sua consciência.

CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA
PRESIDENTE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC
MONUMENTO MAUSOLÉU AO SOLDADO CONSTITUCIONALISTA DE 32
PRAÇA IBRAHIM NOBRE
FONE: 3105 8541  

Mario Ventura celmario@gmail.com


MEUS AMIGOS !!! MINHAS AMIGAS!!!

SOLICITO A COLABORAÇÃO DE TODOS NO SENTIDO DE DIVULGAÇÃO DO LINK DA PETIÇÃO PÚBLICA
ACERCA DO LOCAL ONDE DEVA ACONTECER A PARADA CÍVICO-MILITAR DO 7 DE SETEMBRO.
A letra "m" do artigo 5º do Estatuto da Sociedade Veteranos de 32-MMDC diz o seguinte:
"defender o modo de vida brasileiro e as tradições, ideais e interesses da Pátria, em concordância com os preceitos
constitucionais, intransferíveis e impostergáveis, atribuídos a todos os brasileiros". 

CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA
PRESIDENTE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC
MONUMENTO MAUSOLÉU AO SOLDADO CONSTITUCIONALISTA DE 32
PRAÇA IBRAHIM NOBRE
FONE: 3105 8541  

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - UM ABSURDO!!! - CRÉDITOS A MARCO ANTÔNIO VILLA

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - UM ABSURDO



O Globo de 02/06/2015/Historiador Marco Antônio Villa
 Mais um artigo sobre essa "caixa preta".
É fácil gastar DINHEIRO PÚBLICO inventando necessidades absolutamente desnecessárias ...

Somente a dois ministros aposentados, o STJ pagou quase 1 milhão de reais em setembro do ano passado

O Superior Tribunal de Justiça, que se autointitulou “tribunal da cidadania”, foi uma criação da Constituição de 1988. É formado por 33 ministros. O STJ recebe pouca atenção do grande público. O Supremo Tribunal Federal acaba ocupando todos os espaços. Uma designação de um ministro para o STJ passa geralmente em branco; já o mesmo não ocorre com o STF.
Em 2011 e 2013, examinei os gastos do STJ e fiquei estarrecido. Os artigos que publiquei, neste mesmo espaço, até hoje circulam pela internet (“Triste Judiciário” e “Eles estão de brincadeira”). Resolvi voltar ao tema, certo — e é a mais pura verdade, acreditem — de que algo teria mudado. Contudo, constatei que a situação não melhorou. Pelo contrário, piorou — e muito.
O curioso é que todos os dados aqui apresentados estão disponíveis no site do STJ (www.stj.jus.br), mais especificamente no Portal da Transparência. O último relatório de gestão anual disponibilizado é de 2013. Os dados são estarrecedores. O orçamento foi de R$ 1.040.063.433,00! Somente para o pagamento de aposentadorias e pensionistas foram despendidos R$ 236.793.466,87, cerca de um quarto do orçamento. Para os vencimentos de pessoal, foi gasta a incrível quantia de R$ 442.321.408,00. Ou seja, para o pagamento de pessoal e das pensões e aposentadorias, o STJ reservou dois terços do seu orçamento.
Setembro é considerado o mês das flores. Mas no STJ é o mês do Papai Noel. O bom velhinho, três meses antes do Natal, em 2014, chegou com seu trenó recheado de reais. Somente a dois ministros aposentados pagou quase 1 milhão de reais. Arnaldo Esteves Lima ganhou R$ 474.850,56 e Aldir Passarinho, R$ 428.148,16 — os dois somados receberam o correspondente ao valor da aposentadoria de 1.247 brasileiros. A ministra Assusete Dumont Reis Magalhães embolsou de rendimentos R$ 446.833,87, o ministro Francisco Cândido de Melo Falcão de Neto foi aquinhoado com R$ 422.899,18, mas sortudo mesmo foi o ministro Benedito Gonçalves, que abocanhou a módica quantia de R$ 594.379,97. 
Também em setembro, o ministro Luiz Alberto Gurgel de Faria recebeu R$ 446.590,41. Em novembro do mesmo ano, a ministra Nancy Andrighi foi contemplada no seu contracheque com R$ 674.927,55, à época correspondentes a 932 salários-mínimos, o que — incluindo o décimo terceiro salário — um trabalhador levaria para receber 71 anos de labuta contínua.
Nos dados disponibilizados na rede, é impossível encontrar um mês, somente um mês, em que ministros ou servidores — não exemplifiquei casos de funcionários, e são vários, para não cansar (ou indignar?) ainda mais os leitores — não receberam acima do teto constitucional.
São inexplicáveis estes recebimentos. Claro que a artimanha, recheada de legalismo oportunista (não é salário, é “rendimento”), é de que tudo é legal. Deve ser, presumo. Mas é inegável que é imoral.
Em maio de 2015, o quantitativo de cargos efetivos era de 2.930 (eram 2.737 em 2014). Destes, 1.817 exerciam cargos em comissão ou funções de confiança (eram 1.406 em 2014)Dos trabalhadores terceirizados, o STJ tem no campo da segurança um verdadeiro exército privado: 249 vigilantes. De motoristas são 120. 
Chama a atenção a dedicação à boa alimentação dos ministros e servidores. São quatro cozinheiras, 29 garçons, cinco garçonetes e 54 copeiros. Isto pode agravar a obesidade, especialmente porque as escadas devem ser muito pouco usadas, tendo em vista que o STJ tem 32 ascensoristas. 
Na longa lista — são 1.573 nomes em 99 páginas — temos pedagogas, médicos, encanadores, bombeiros, repórteres fotográficos, recepcionistas, borracheiros, engenheiros, auxiliares de educação infantil, marceneiros, jardineiros, lustradores e até jauzeiros (que eu não sei o que é).
Para assistência médica, incluindo familiares, foram gastos, em apenas um ano, 63 milhões de reais e quatro milhões para assistência pré-escolar. Pela quantia dispendida em auxílio-alimentação — quase 25 milhões — creio ser necessário um programa de emagrecimento de ministros e servidores. Mas os absurdos não param por aí. Somente para comunicação e divulgação institucional foram reservados mais de sete milhões de reais. E não será por falta de veículos que o STJ vai deixar de exercer sua atribuição constitucional. Segundo dados de 31 de janeiro de 2015, a frota é formada por 57 GM/Omega, 13 Renault/Fluence e 7 GM/Vectra, além de 68 veículos de serviço, perfazendo um total de 146. 
E como são 33 ministros, cada excelência tem, em média, à sua disposição, quatro veículos.
Como foi exposto, há 2.840 efetivos e mais 1.573 servidores que são terceirizados, perfazendo um total de 4.413, que já é um número absurdo para um simples tribunal, apenas um. 
Ah, leitor, não se irrite. Ainda tem mais gente. Segundo o relatório anual de 2013 (volto a lembrar que é o último disponibilizado) há mais 523 estagiários. Sendo assim, o número total alcança 4.936 funcionários!
É raro uma Corte superior no mundo com os gastos e número de funcionários do STJ. Contudo este não é o retrato da Justiça brasileira. Onde a demanda é maior — como na primeira instância — faltam funcionários, o juiz não tem a mínima estrutura para trabalhar e está sobrecarregado com centenas de processos, além de — e são tantos casos — sofrer ameaças de morte por colocar a Justiça acima dos interesses dos poderosos. 
No conjunto não faltam recursos financeiros ao Judiciário. A tarefa é enfrentar, combater privilégios e estabelecer uma eficaz alocação orçamentária. Este dever não pode ser reservado somente aos membros do Poder Judiciário. Ele interessa a toda a sociedade.
 
Origem da Pesquisa: 
Jornalista Marco Antonio Villahistoriador

Dilma JÁ é DE FATO DITADORA COMUNISTA DO BRASIL - Com apoio dos Comunist...

quinta-feira, 30 de julho de 2015

A VERDADEIRA HISTÓRIA DO DISTINTIVO DA FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA - CRÉDITOS AO JEFFERSON BIAJONE

A verdadeira história do distintivo da Força Expedicionária Brasileira


Entrada
x

JBiajone


para excombatentesi., Cco:mim
Estimados amigos
De nossa visita à solenidade de aniversário dos 69 anos do CMSE em São Paulo, quando nossos pracinhas Victório Nalesso e Argemiro de Toledo Filho foram homenageados (http://www.portalfeb.com.br/concessao-da-medalha-da-vitoria-no-qg-do-cmse/), tivemos a grata oportunidade de conhecer o pracinha Newton La Scaleia,  3º Sargento de Infantaria que pertenceu ao 1º Escalão da FEB que seguiu para o teatro de operações italiano e atual membro efetivo da Associação Nacional dos Veteranos da FEB - Seção São Paulo capital.
De sua autoria, recebemos o precioso trabalho "A verdadeira história do distintivo - E a Cobra Fumou - da FEB", o qual com sua autorização publicamos na íntegra no Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga sob o link http://pec.itapetininga.com.br/page2.htm e também no link direto http://pec.itapetininga.com.br/imagem/FEB_truestory.pdf

Um conteúdo de excepcional repercussão que desejamos que seja do vosso conhecimento e tenha ampla difusão entre todos os nossos amigos entusiastas da memória e dos feitos da FEB na Segunda Guerra Mundial.
Em frente para a vitória meus caros!
Enorme abraço, grato e no contato
Biajone
Julho 29, 2015

IMPEACHMENT - O CERCO ESTÁ SE FECHANDO

Impeachment - O cerco está se fechando

NOVA DECISÃO HISTÓRICA DO TJM/SP AFIRMA NÃO SER POSSÍVEL PROCESSAR POR CRIME MILITAR PM QUE JÁ ACEITOU ACORDO DA LEI Nº 9.099/95


O GRITO DO IPIRANGA - ACESSE O LINK

A campanha está no ar: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR83338

Nova decisão histórica do TJM/SP afirma não ser possível processar por crime militar PM que já aceitou acordo da Lei nº 9.099/95


Oliveira Campanini tranca processo crime militar através de Habeas Corpus
No dia 2 de Julho de 2015, a Colenda 2ª Câmara do Egrégio Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo, por 2 votos a 1, concedeu a ordem em habeas corpus manejado pelaOliveira Campanini Advogados a fim de trancar ação penal militar em que um tenente da PM era acusado de lesão corporal grave.
Pelos mesmos fatos, o 1º Ten PM C.E.G.C, do 5º BPRv, foi processado perante a respeitosa Vara do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de São Roque, ocasião em que pelo Ministério Público foi-lhe proposta transação penal, que de imediato aceitou.
Tendo em vista a instauração simultânea do Inquérito Policial Militar, o feito resultou em denúncia pela promotoria atuante na Egrégia 1ª Auditoria da Justiça Militar do Estado de São Paulo.
Após a contratação da banca especializada, o Prof. Dr. Campanini desenvolveu uma tese no tocante a não ser cabível o fato de um promotor do mesmo Ministério Público desejar fazer o acordo previsto pela Lei 9.099/95 e outro desejar processar o acusado até final condenação.
Embora as promotorias de Justiça Militar e dos Juizados Especiais Criminais atuarem com naturezas distintas, ambas pertencem ao mesmo órgão, devendo vigorar os princípios da indivisibilidade e unicidade do órgão acusador.
Diferente da Justiça Militar da União, em que atua como órgão autônomo o Ministério Público Militar, nos Estados da federação é o mesmo Ministério Público que atua nas auditorias militares, não havendo razão para um agente do mesmo órgão desejar ver o réu “absolvido” e outro condenado pelos mesmos fatos.
Na mesma ocasião, a defesa sustentou que a coisa julgada pela justiça comum, embora inconstitucional pelo fato do crime ser de competência da justiça militar, não pode ser desconsiderada, sob pena de se ferirem preceitos muito mais importantes previstos na carta da república.
Após a análise da inovadora tese defensiva, os juízes da 2ª câmara aceitaram os argumentos e, por maioria de votos, consideraram que ocorreu a coisa julgada, ainda que por autoridade incompetente, trancando a ação penal militar intentada contra o oficial.
Nas razões do voto vencedor, o eminente decano da corte, juiz Avivaldi Nogueira Júnior, declarou:
“É inquestionável a competência da Justiça Militar para processar e julgar o delito imputado ao paciente.Todavia, a questão da competência é superada pela coisa julgada, garantia constitucional, que apresenta como mote principal a obtenção da segurança jurídica, impedindo que ocorra novo pronunciamento judicial sobre litígio já definitivamente julgado. O paciente não pode ficar à mercê do Estado que, por equívoco de seus agentes, membros do Ministério Público e da Magistratura, permitiram que fato de competência da Justiça Militar tivesse processamento perante o Juizado Especial Criminal, do qual resultou uma sentença declarando a extinção da sua punibilidade. Não se trata, ademais, de aplicar à Justiça Militar os ditames legais estabelecidos na Lei nº 9.099/95 – o que, aliás, vedado expressamente na própria Lei – mas sim, de respeitar a decisão ali proferida, de acordo com o rito determinado àquela Justiça, permeada pelo trânsito em julgado, a fim de garantir a estabilidade das decisões jurídicas, que no processo penal assume dimensão de proteção autônoma e especial, impedindo nova acusação e julgamento. O raciocínio a ser adotado no presente Habeas Corpus é o mesmo, e em razão dos mesmos fundamentos. O ora paciente aceitou a transação penal e cumpriu a pena determinada por aquele juízo. Ninguém pode ser condenado duas vezes pelo mesmo fato e, menos ainda, ficar subordinado aos mandos e desmandos estatais, à incerteza jurídica por falha dos aplicadores do direito, conforme manifestação do DD. Procurador de Justiça em seu r. parecer. Ademais, naquele juízo, na Comarca de São Roque, proposta de transação penal partiu do órgão acusatório, o Ministério Público, mesmo órgão que agora pretende que tudo que lá foi realizado seja considerado inexistente para que o paciente seja processado e julgado nesta Especializada. Concordar com tal situação seria afrontar o ditame constitucional referente à inviolabilidade da coisa julgada penal, prevista no inciso XXXVI, da Carta Magna: “a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada”. Por todo o exposto, CONCEDI A ORDEM a fim de determinar o trancamento do Processo nº 63.826/12, da Primeira Auditoria, o qual se encontrava suspenso desde a concessão da liminar nestes mesmos autos, por ausência de justa causa, no que fui acompanhado pelo E. Juiz Paulo Prazak. Vencido o E. Juiz Clovis Santinon, que denegava a ordem, com declaração de voto."
AVIVALDI NOGUEIRA JUNIOR
Juiz Relator

Trata-se de mais uma importante vitória da família policial militar.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Oliveira Campanini Advogados Associados – Divulgação permitida, desde que citada a fonte.
                                                                                                     
                www.ocaa.adv.br

LUIZ INÁCIO SE COMPARA A JUDEUS E CRISTÃOS PERSEGUIDOS

LUIZ INÁCIO SE COMPARA A JUDEUS E CRISTÃOS PERSEGUIDOS


Entrada
x

Milton T Prudêncio

17:37 (Há 26 minutos)
para Cco:mim
Lula, o Sapo Messiânico do PT e corregilionária ...
Fora sapo.




----- Original Message -----
Sent: Sunday, July 26, 2015 3:45 AM
Subject: LUIZ INÁCIO SE COMPARA A JUDEUS E CRISTÃOS PERSEGUIDOS

PessoALL!

Luiz Inácio vai gastando seus últimos cartuchos, mas os aplausos estão minguando.
Bebendo mais que nunca (conforme suas hostes), para consumo externo continua messiânico.

                                            

                                                    www.humorpolitico.com.br/wp-content/uploads/2013/07/Deus-brasileiro-lula-por-Pelicano.jpg [adapt. jdf]

========================================

'Parece nazistas criminalizando o povo judeu'

BELA MEGALE
Folha de S.Paulo, 2015 0724  23h57

Na noite desta sexta (24), na posse do novo presidente do Sindicato dos Bancários do ABC Belmiro Moreira, o ex-presidente Luiz Inácio fez mais um discurso em defesa do PT e do governo de Dilma Rousseff. Ele comparou as críticas que o PT e a esquerda vêm sofrendo com a perseguição feita aos judeus."Tenho a impressão de que muitas vezes a gente vê na televisão e parece os nazistas criminalizando o povo judeuParece os romanos criminalizando os cristãosparece os fascistas criminalizando o povo italiano, parece tantas outras perseguições."
Durante o evento realizado em um clube em Santo André com a presença de lideranças petistas da região, como o prefeito da cidade Carlos Grana e o prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho, Luiz Inácio afirmou que está de "saco cheio" e "cansado de mentiras e de safadezas"<<< O autor repudia sua obra! Ele também afirmou que estava cansado das "agressões à primeira mulher que governa este país", referindo-se a Dilma Rousseff.
Luiz Inácio admitiu que problemas como a inflação e o desemprego entraram na casa do brasileiro, mas ressaltou que resolver essa questão é prioridade da atual presidente. "A inflação está alta agora, assustando muita gente, mas está com perspectiva de cair, porque a Dilma tem obsessão de não permitir que a inflação ultrapasse o limite que já chegou, 9% ao ano, não 80% ao mês."
Ele também destacou o esforço da presidente para resolver a crise econômica brasileira. "Se o Brasil está hoje numa situação complicada - e nós sabemos que está e que a preocupação chegou dentro da casa –, não é problema para a gente se alarmar, é problema para ficarmos apreensivo. Sabemos que temos pessoa lá em Brasília que vai cuidar deste pais". Luiz enfatizou que o "clima de ódio" e a "intolerância" ajudam a despertar o medo na sociedade.
Novamente o ex-presidente culpou as conquistas sociais pelos ataques ao PT afirmando que é difícil para parte da elite brasileira suportar algumas coisas. "Isso explica um pouco ódio, um pouco as mentiras, as atitudes de certa forma canalha de alguns segmentos neste país". <<< Conquistas sociais? Não consigo enxergá-las, mas nada contra. Quero discutircorrupção. Nesse meio tempo aceitaria discutir o que é elite. Quem ganha 4 milhões com palestras é do povo ou da elite?
"Sinceramente ando de saco cheio, ando profundamente irritado porque o pobre passear, comer em restaurante começa a incomodar, pobre querer passear no nordeste começa a incomodar", emendou. <<< De novo, nada contra, desde que cada um pague sua conta!
No final de seu discurso de aproximadamente 20 minutos, o petista defendeu mais uma vez a presidente."Não há nenhuma razão para ter medo do futuro, porque tem uma mulher da maior dignidade governando esse país, não tem pessoa com caráter mais forte do que a Dilma. E ela está sendo vítima de uma conjuntura que está prejudicando chinês, americano, alemão".<<< Vítima o c*! Está sendo agente e autora de duas administrações incompetentes e corruptas, nos trilhos do Cheff, que achou uma cama fofa e gostosa, deitou e rolou, e agora quer dividir a conta com todos!
CONVERSA COM TUCANOS
Apesar da tentativa de ter um diálogo com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, como revelou a reportagem da Folha, ele não poupou os tucanos. Sem citar FHC ou o partido, afirmou que "pessoas que se diziam democráticas não aceitaram até agora o resultado da uma eleição que elegeu uma mulher". Ele também disse que pessoas que dizem que o Brasil vai quebrar "quebraram o país duas vezes".
========================================

Não existe corruPTo sem PT. Cláudio Tognelli

Para salvar esta Nação, só há uma solução:

O Papudo e a Papuda trancafiados na prisão.
 Sponholz


Só o impeachment dará alento aos probos. jdf

ACESSE O LINK DO ABAIXO-ASSSINADO SOBRE A CAMPANHA O GRITO DO IPIRANGA

Boa noite prezado Cel. Ventura,

Obrigado pela apreciação, com prazer empunhar esta bandeira junto ao irmão.


Estamos em contato


XOIvan

REFORMA MINISTERIAL SE FAZ NECESSÁRIA!!!!!!

21/07/2015
 às 19:04 \ CorrupçãoMinistérios

44% dos ministros de Dilma são acusados de corrupção: reforma ministerial já!

A impopularíssima Dilma Rousseff tem uma oportunidade nas mãos após Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente da Câmara dos Deputados, começar um processo de implosão por narcisismo. Ela pode fazer uma ampla reforma ministerial na tentativa de chacoalhar o governo e sair do lamaçal de impopularidade em que se encontra.
De acordo com estudo dos cientistas políticos Marcelo Camerlo e Aníbal Pérez-Liñan, presidentes com baixo apoio popular tendem a realizar reformas ministeriais “uniformes” – trocando tanto ministros partidários quanto ministros “técnicos”. Será este o caso de Dilma? Caso ela esteja seriamente comprometida a combater corrupção – frase que soa risível –, poderia fazer uma reforma ministerial diferente, mesmo sob impopularidade recorde. Poderia começar demitindo 17 de seus 38 ministros, pois eles são acusados de atos corruptos. É um número chocante: trata-se de 44% dos políticos mais próximos à presidente.
Cito três casos emblemáticos. O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini (PT), tem longa história com atos corruptos. Em 2010, a repórter Laura Diniz escreveu que dirigentes da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo lesaram milhares de associados, para montar um esquema de desvio de dinheiro que abasteceu a campanha de Lula em 2002 e encheu os bolsos de dirigentes do PT. Berzoini era um dos dirigentes do Bancoop. Ao menos 31 milhões de reais foram sacados na boca do caixa, de acordo com a reportagem, baseada em investigação do Ministério Público. Dentro desse esquema, Berzoini, à época Ministro do Trabalho, foi acusado de prejudicar fundos de pensões estatais para ajudar a cooperativa.
Gilberto Kassab (PSD), ministro das Cidades e ex-prefeito de São Paulo, foi chamado por Dilma para formar uma coalizão, com o PROS de Cid Gomes, que fizesse frente ao PMDB. Não deu certo. Em seu mandato como prefeito, Kassab foi acusado de não apurar atos corruptos de fiscais da máfia do Imposto Sobre Serviços (ISS). Além disso, o líder desta máfia teria dito, de acordo com uma testemunha, que o ex-prefeito recebeu uma “fortuna” da Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular em São Paulo.
Por sua vez, Eduardo Braga (PMDB), ministro de Minas e Energia, foi acusado de crime eleitoral quando era governador do Amazonas em 2008. Ele teria enviado 15 policiais militares para fazer a segurança pessoal de um candidato a prefeito que apoiava. (Quando governador de Alagoas, Fernando Collor – sempre elle! – foi acusado pelo mesmo crime. A história completa está no excelente “Instinto de Repórter” de Elvira Lobato.)
Dos 13 ministros petistas, 5 são acusados de corrupção. São eles o já mencionado ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante; o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva; o ministro da Saúde, Arthur Chioro e o ministro da Defesa, Jaques Wagner.
4 ministros do PMDB – de um total de 6 – são acusados de atos corruptos. São eles o ministro da Secretaria de Portos, Edinho Araújo; o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha; o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga; e o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho.
Espantosamente, os oito ministros de outros partidos políticos são todos acusados de corrupção. A lista é: Gilberto Kassab (PSD, Cidades); Aldo Rebelo (PC do B, Ciência e Tecnologia);Armando Monteiro (PTB, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior); George Hilton (PRB, Esporte); Gilberto Occhi (PP, Integração Nacional); Manoel Dias (PDT, Trabalho e Emprego); Antonio Carlos Rodrigues (PR, Transportes) e Guilherme Afif Domingos (PSD, Secretaria de Micro e Pequena Empresa).
Os 12 ministros restantes – à exceção da ministra da Agricultura Kátia Abreu (PMDB), não têm filiação partidária nem são investigados por corrupção.

FOTO GUILHERME DE ALMEIDA NO OBELISCO - AGRADECIMENTOS AO RICARDO DELLA ROSA, CAMILA GIUDICE E JOSÉ D´AMICO BAUAB

Foto Guilherme de Almeida no Obelisco

Entrada
x

José D'Amico Bauab

Anexos00:12 (Há 10 horas)
para Pedromim
---------- Mensagem encaminhada ----------
De: José D'Amico Bauab <josedb02@gmail.com>
Data: 30 de julho de 2015 00:00
Assunto: Fwd: Foto Guilherme de Almeida no Obelisco
Para: Alex Brasil <arbrasil@gmail.com>
Cc: Camila Giudice <camilagiudice@gmail.com>, BRUNO BETTINE DE ALMEIDA <brunod@tjsp.jus.br>, "Beatriz P. L. Guimarães" <ancestrais@yahoo.com>, MARIA CRISTINA MAIA DE CASTRO <mccastro@tjsp.jus.br>, Marcelo Tápia <marcelotapia@superig.com.br>, Luiz Alexandre Negrao <luizalexandren@gmail.com>





Querida Camila,


A foto é  absolutamente histórica!

De fato, é o poeta Paulo Bomfim que está à frente do caixão de Guilherme de Almeida, E reconheci mais três pessoas, além da viúva Baby: o governador Abreu Sodré, ao lado dela: o senador Carvalho Pinto, ao lado de um veterano de capacete e óculos escuros , e   Ibrahim Nobre, ao fundo, um senhor de cabelos brancos e óculos, alto, na entrada do mausoléu (ele morreria no ano seguinte). Como diria Alex, comovente !

Obrigadão,

                           Zezinho


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Camila Giudice <camilagiudice@gmail.com>
Data: 27 de julho de 2015 15:50
Assunto: Foto Guilherme de Almeida no Obelisco
Para: MARIA CRISTINA MAIA DE CASTRO <mccastro@tjsp.jus.br>, José D'Amico Bauab <josedb02@gmail.com>, Helcio Dallari <hadallari@uol.com.br>, BRUNO BETTINE DE ALMEIDA <brunod@tjsp.jus.br>, José D'Amico <josedb01@gmail.com>



Olá a todos!

Olha só que incrível essa foto que o Ricardo Della Rosa publicou no facebook do Tudo por São Paulo. Se não me engano, parece o Paulo atrás dele.  

Legenda da foto: Funeral do poeta Guilherme de Almeida no Obelisco do Ibirapuera, julho de 1969.


Beijos!

Camila