sábado, 10 de outubro de 2015

PMs DE FOLGA PODERÃO FAZER SEGURANÇA DE FÓRUNS DE SÃO PAULO - MEUS CRÉDITOS À COMUNIDADE BARRO BRANCO - RONI GARCIA

PMs de folga poderão fazer segurança de fóruns de São Paulo [feedly]
8 postagens de 7 autores
 
Atribuir
Roni Garcia 
9 de out (20 horas atrás)
Polícia Militar de São Paulo (Foto: Marcelo Camargo/ABr)Polícia Militar de São Paulo (Foto: Marcelo Camargo/ABr)
Policiais Militares de folga poderão fazer a segurança de fóruns e seus arredores, de acordo com um termo de cooperação que foi assinado na quarta-feira (7) entre o Tribunal de Justiça e a Secretaria de Estado da Segurança Pública. A Operação Delegada da Justiça começará a funcionar no próximo mês.
Estão disponíveis 400 vagas em todo o Estado para jornadas de até 8 horas por dia. Os policiais não poderão trabalhar por mais de dez dias por mês. O valor pago por meio da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem) pela jornada diária é de R$ 170 para praças e R$ 204 para oficiais.
"Se essa iniciativa já funciona nos municípios, o TJ também pode se utilizar do PM para fazer a segurança dos magistrados, dos servidores e de todos que frequentam os edifícios do fórum", afirma José Renato Nalini, presidente do TJ. Nalini diz que o serviço será utilizado para substituir a segurança privada nos locais. "Vamos ter uma economia de R$ 378 mil por mês. É uma tentativa de substituição. Vamos, gradualmente, deixar a segurança privada para ter cuidados próprios."
Além da capital e da Grande São Paulo, municípios como Campinas, Ribeirão Preto, Sorocaba e cidades da Baixada Santista terão vagas para os militares.
A Dejem foi implantada no final de 2013 e, com o termo de cooperação, passará a ter 3.237 vagas. Segundo o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, há cerca de 4 mil policiais trabalhando na Dejem e na atividade delegada.
 
Fundação Casa
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o próximo termo será assinado com a Fundação Casa. "A Fundação Casa também tem segurança privada e vamos fazer essa substituição." De acordo com Moraes, a assinatura deve ser feita em uma semana e tem como objetivo evitar fugas e que pessoas joguem drogas por cima dos muros. "Fizemos todo o mapeamento das unidades e o levantamento do número de policiais necessários. Estamos verificando a questão orçamentária."

Nenhum comentário: