terça-feira, 26 de janeiro de 2016

AFASTE-SE DO JECA TATU QUE HÁ EM VOCÊ - GERALDO HERNANDES

    JECA TATU

Caros (as)  amigos(as) compatriotas
Com referencia aos textos que recebo, vindos de pessoas que imagino conscientes de que o flagelo sócio-econômico, que tanta desesperança e sofrimento causam à nação, tem sua origem na ambição desmedida dos eleitos e faz com que se desviem - quando já não vêm com essa intenção - dos propósitos alardeados nas campanhas. A conduta de significativa parcela de empossados e nomeados, alheia à ética e à moralidade, contribui, sobremaneira, para a deterioração da dignidade das nossas instituições.
Tenho procurado incentivar as pessoas a reagir - não belicamente - contra o descaso e desmandos dos "mais iguais" encastelados nos poderes da república, mas, pelo número de manifestações que até agora recebi, parece que  grande maioria dos brasileiros incorporou o espírito do Jeca Tatu, aquele personagem de Monteiro Lobato criado para divulgar o Biotônico Fontoura.
 Vivia o pobre Jeca na indolência, conformado com a doença que lhe tirava o animo. Acreditava que não havia remédio que lhe devolvesse a disposição para o trabalho até que lhe deram o tal biotônico lhe restaurou a saúde e mudou completamente a sua vida para melhor.
Cabe a nós, que ainda temos energia para reagir, encontrar um "biotônico" que tenha por princípio ativo despertar, no povo, a disposição para a luta por fazer valer seus direitos e nos livrarmos da tutela da mediocridade, da arrogância, da improbidade, da corrupção, e tantos outros males do nosso sistema “democrático”.
Liberte-se do Jeca Tatu que existe em você e provoca essa modorra que o alheia da preocupação com o bem estar da Nação e desperte o PATRIOTISMO – se é que ainda existe algum.
 Só assim podemos alimentar a esperança de proporcionar um futuro melhor para o País e restaurar a dignidade da Nação.
Nós devemos isso às próximas gerações.

PENSE, REPENSE E REPASSE
Geraldo Hernandes
eleitor 1326801601-59 – Santo André-SP
MNO-tex. 21  -   01-2016




  PS: Não basta apenas bater no peito e ufanar-se por ser brasileiro – isso até o mosquito da dengue é – tem que ser, antes de tudo, PATRIOTA com todas as letras maiúsculas.

Nenhum comentário: