terça-feira, 12 de janeiro de 2016

VIDA - de WILLIAM SHAKESPEARE - Uma homenagem ao CORONEL PM JOÃO NIKOLUK, já falecido, que me mandou uma carta há dez anos atrás (12 de janeiro de 2006). JOÃO NIKOLUK já não pertence mais ao nosso mundo.

Carta do CORONEL PM Ref JOÃO NIKOLUK, que recebi, há dez anos atrás. Nela vem um relato de WILLIAM SHAKESPEARE sobre “VIDA”:
Depois de algum tempo aprenderás a diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma, que amar não significa apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. Começarás a aprender que os beijos não são contratos, nem presentes, nem promessas... Começarás a aceitar tuas derrotas com a cabeça erguida e a olhar o futuro com a graça de uma criança e não com a tristeza de um adulto e aprenderás a construir hoje todos teus caminhos, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os teus projetos e o futuro tem o costume de cair no vazio.
Depois de um tempo aprenderás que o sol queima se te expões demasiado... aceitarás inclusive que as pessoas boas podem te ferir algumas vezes e que necessitarás perdoá-las... aprenderás que falar pode aliviar as dores da alma. Descobrirás que leva anos para construir a confiança e apenas segundos para destruí-la e que tu também poderás fazer coisas das quais te arrependerás pelo resto da vida.
Aprenderás que as verdadeiras amizades continuam crescendo apesar das distâncias, e que não importa o que tens, mas a quem tens na vida, e que os bons amigos são a família que nos permitimos escolher.
Aprenderás que não temos que mudar de amigos, se estamos dispostos a aceitar que os amigos mudam. Perceberás que podes passar bons momentos com teu melhor amigo fazendo qualquer coisa ou simplesmente nada, só para poder desfrutar de sua companhia.
Descobrirás que muitas vezes nos são tiradas as pessoas que nos são caras e por isso sempre devemos dizer a essas pessoas que as amamos, porque nunca estaremos seguros de quando será a última vez que as veremos. Aprenderás que as circunstâncias e o ambiente que nos rodeiam têm influência sobre nós, porém nós somos os únicos responsáveis pelo que fazemos.
Começarás a aprender que não devemos nos comparar com os demais, salvo quando imita-los para melhorar. Descobrirás que se leva muito tempo para chegar a ser a pessoa que queremos ser, e que o tempo é curto. Aprenderás que não importa aonde chegaste, mas sim para onde te diriges e se não sabes para onde vais, qualquer lugar serve.  
Aprenderás que se não controlas teus atos eles te controlarão e quer ser flexível não significa ser fraco e não ter personalidade, e que não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem os dois lados. Aprenderás que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário, enfrentando as conseqüências. Aprenderás que a paciência requer muita persistência e prática.
Descobrirás que algumas vezes, a pessoa que esperas que te chute quando caíres, talvez seja uma das poucas que te ajudem a levantar. Descobrirás que amadurecer tem mais a ver com o que aprendestes das experiências do que com os anos vividos. Aprenderás que há muito mais dos teus pais em ti do que supunhas.
Aprenderás que nunca deves dizer a um jovem que seus sonhos são bobagens, porque poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ele acreditasse, pois estarias roubando-lhe a esperança. Aprenderás que quando tiveres raiva, tens o direito de tê-la, porém não tens o direito de ser cruel.
Descobrirás que somente porque alguém não te ama da forma como queres, não significa que não te ame como pode, porque há pessoas que nos amam, mas não sabem como demonstrá-lo. Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes terás que aprender a perdoar-te a ti mesmo.
Aprenderás que com a mesma severidade com que julgas, também serás julgado e em algum momento condenado. Aprenderás que não importa em quantos pedaços teu coração se partiu, o mundo não se detém para que o concertes. Aprenderás que o tempo não é algo que se possa fazer voltar atrás, portanto, deves cultivar teu próprio jardim e decorar a tua alma, em vez de esperar eternamente que alguém te traga flores.


Então, e só então, saberás realmente o que podes suportar; que és forte e que poderás ir muito além do que pensavas quando crias que não podias mais. E que realmente a vida tem muito valor, quando tens a coragem de vivê-la.

Nenhum comentário: