segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

DAÍ A RAZÃO DA VERGONHOSA "APROVAÇÃO AUTOMÁTICA" EM NOSSAS ESCOLAS, VERDADEIRAS FÁBRICAS DE ANALFABETOS FUNCIONAIS - PROFESSOR DOUTOR DÉCIO TADEU ORLANDI - MEUS CRÉDITOS AO ALCY LUIZ COLLETTI


Alcy luiz Colletti

para Marco
 


       Daí a razão da vergonhosa "aprovação automática" em nossas escolas, verdadeiras fábricas de analfabetos funcionais!

     Leia a mensagem e entenda.
 
  

 
RELATO // Prof.Dr. Décio Tadeu Orlandi - Bacharel em Letras pela USP e Mestre em Literatura pela UFG
"Há alguns anos, entrei numa estação de metrô em Estocolmo, a tão civilizada capital da tão primeiro-mundista Suécia, e notei que havia, entre muitas catracas normais e comuns, uma de passagem grátis livre. Questionei à vendedora de bilhetes o porquê daquela catraca permanentemente liberada, sem nenhum segurança por perto.
Ela me explicou que aquela era destinada às pessoas que, por qualquer motivo, não tivessem dinheiro para o bilhete da passagem. 
Minha mente incrédula e cheia de jeitinhos brasileiros não conteve a pergunta óbvia (para nós!...):
"- E se a pessoa tiver o dinheiro mas simplesmente quiser burlar a lei?"
Aqueles olhos suecos e de límpidos azuis se espremeram num sorriso de pureza constrangedora:
"- Mas por que ela faria isso???", me perguntou.
Não lhe respondi... Comprei o bilhete, passei pela catraca e, atrás de mim, uma multidão que também havia pago por seus bilhetes... 
A catraca livre continuava vazia, tão vazia quanto minha alma brasileira – e muito envergonhada..."
O grande diferencial é que a honestidade está enraizada na cultura dos escandinavos, assim como na de muitos outros povos europeus.
Na cabeça da atendente sueca, deixar de pagar a passagem tendo dinheiro no bolso é algo tão descabido, que ela realmente não compreendeu a preocupação do estrangeiro:
"- Mas por que alguém faria isto?"
Na verdade, a ideia de que alguém poderia fazê-lo, simplesmente por ser um filho da puta, é inconcebível no seu arquivo de conceitos!
Ela nasceu e foi criada lá, e seus valores do que é certo ou errado são muito distintos dos nossos.
Como ela poderia compreender, por exemplo, que no Brasil, um deputado (nababescamente pago para defender os direitos dos cidadãos) quando é pego roubando dinheiro do estado, se sua pena for cumprir "prisão albergue" por alguns anos, ele passará a dormir na cadeia, mas continuará na função pública durante o dia, e ainda ganhando o gordo salário!
Para mudar este quadro social deprimente no qual vivemos seriam necessárias décadas de boa educação a todas as classes sociais.
Mas se há algo que nossos governantes não querem, é tornar maioria da população (que enche as urnas),mais educada, culta, e politizada.
Uma população de ignorantes, é mais facilmente manipulável!
Daí a razão da vergonhosa "aprovação automática" em nossas escolas, verdadeiras fábricas de analfabetos funcionais!

Nenhum comentário: