sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

E A VACA ENCAMINHA-SE PARA O BREJO!!!- POR ROBERTO DE ALMEIDA.

E A VACA ENCAMINHA-SE PARA O BREJO"

Entrada
x

Roberto de Almeida

4 de fev (Há 1 dia)
para AraciGiselleMartatelfleschtelma-loboPaulotelRicardoRicardoRicardoricardoallegroricknnickelAndréjoaolemosbarbo.JoaquimJoséTâmaraJoseJoséjoseJosejosejosilspJoséHelio
AMIGOS



1. -   O  "AMIGO  AEDES  E  O  ZIKA"

Depois  de  mais  de  10  anos,  com  o  "AEDES"  "pintando  e  bordando"  por  "este  lado  do  Paraíso",  sem  que  nenhuma   providência  fosse  tomada  para,  pelo  menos  esclarecer  a  situação,  o  governo  da  "Pátria  Educadora", diante  do novo  quadro  que  coloca  o  "mosquito"  como  o  "vetor"  da  "Chigungunya",  do  "Zika",  além  da  já  tradicional  "Dengue",  e  diante  da  "emergência  mundial"   decretada   pela  OMS,   resolve  vir  a  público  com  uma  série  de  "medidas"   inócuas  e  muito  discurso,  "prevenir"   a  população   sobre  os  perigos  trazidos  pelo  "amigo"   AEDES..

O  que  foi  feito  DURANTE  TODO  ESTE   TEMPO   ?    RESPOSTA:   N A D  A.


Diante  da  "suspeita"  que  o  ZIKA  VIRUS    provoca  a    "microcefalia" ,  "suspeita"  esta  ainda  não  cientificamente   comprovada,  embora  haja  uma  "forte  evidência",   a   OMS   decretou  um  alerta  internacional.    O  Brasil, e  vários  países  da  América  Latina,  já  estão  lidando com  uma  "pandemia",  de  acordo  com  o  número  de  casos  já  diagnosticados .  Nos  EUA  alguns  casos  foram  mencionados.     No   TEXAS,  pesquisadores  apontaram  que  o  "ZIKA"  pode  ser  transmitido  pela  "relação  sexual".


Na  verdade,  apesar  do  alerta da  OMS,  das  pesquisas  do  Centro  de  Controle  de  Doenças,  de  Atlanta,  Georgia  (um  dos  mais  competentes   centros  de    pesquisas   do  planeta)    bem  como  do  Instituto  Pasteur,  na  França, (outro centro  de  excelência)     muitas  perguntas  ainda  não  foram  respondidas.   Nosso  conhecimento  sobre   tal  quadro  ainda  é  precário.


Em  se  tratando  de  um  vírus   não  vejo  a  possibilidade  de  eliminá-lo.    Um  exemplo:  o  HIV,  que  provoca  a  AIDS,  depois  de  dezenas  de  anos  de  pesquisa,  ainda   não  foi  encontrado  um  jeito  de eliminá-lo.   Apenas  controlar  seus  "efeitos"  com  o  "coquetel"  de  medicamentos.     A  AIDS  continua  "infectando"  e  "causando  a  morte  de  centenas  de pessoas  por  ano".     Outro  caso  é  o  EBOLA  que,  recentemente,  ressurgiu  na  África  matando  milhares  de  pessoas.   Foi  controlado,  mas  não  eliminado.   O  vírus  da  "gripe  comum"  e   da  "gripe  aviária"   tem  sido  mantido  sob  "férreo"  controle,  mas  não  eliminado.


Já  foi  comprovado  que  o  "vírus"   sofre  "mutações".    Dai,  a  dificuldade  de  se  lidar  com  ele.   Acredita-se  que  diversos  "tipos"   estão  por  ai,  escondidos  nas  savanas   e  florestas  a espera  de  um  "vetor"  apropriado,  como  o  amigo  "AEDES",  para  "escapar"  do  seu  "habitat"  e  invadir  o  nosso.       As  mudanças  climáticas,  especialmente  o  "aquecimento  global",  e  a  "invasão"  do  homem  no  seu  "habitat",    podem  provocar  o  seu  aparecimento  entre  nós, com  efeitos  devastadores.


Se  contar  com  um "pais"  onde  a   "educação"  e  a  "saúde"   são  precárias,  e  as  "autoridades"  são  "incompetentes",  podem  fazer  "a  festa".    É  o  que  estamos  assistindo atualmente  "neste  lado  do  Paraíso".

Estão  "preocupados"  atualmente  por  causa  das  "Olimpíadas"  .   É  curioso.   Enquanto   isso,  na  Cidade  Maravilhosa,   a  "classe  média"   "samba"  enquanto   a  "base   da  pirâmide"    "dança"   nos  "hospitais  falidos".


BOA  NOITE,  BOA  SORTE

Nenhum comentário: