segunda-feira, 9 de maio de 2016

CONSEQUÊNCIAS DA QUEDA DA PETISTA DILMA - MEUS CRÉDITOS AO CORONEL PM TOGNETTI.

Desespero de PTistas e reboliço no socialismo internacional (aguarde REAÇÃO)

Entrada
x

TOGNETTI, Americo

Anexos21:21 (Há 21 horas)
para CBB



Desespero no PT - Fim da Boca Rica


"O socialismo é a filosofia do fracasso, a crença na ignorância, a pregação da inveja.
Seu defeito inerente é a distribuição igualitária da miséria".

Winston Churchill


"ninguém se importa com a pessoa da presidente Dilma no PT. O problema para o partido será ficar semo DINHEIRO do contribuinte." Frase de um cacique do PT

Fim da boca rica...

http://www.militar.com.br/blog34633-DesesperonoPTFimdaBocaRica#.Vy_P7oQrLcc


Um comentário que circulou nos bastidores do seminário internacional da Aliança Progressista, que contou com a presença do ex-presidente neste 25 Abr, em São Paulo. 


A fala de um dos membros do partido traduz parte do desespero: "ninguém se importa com a pessoa da presidente Dilma no PT. O problema para o partido será ficar sem a chave do cofre do contribuinte"


O comentário indica que o afastamento da presidente Dilma Rousseff representará um duro golpe para pelo menos 100 mil pessoas ligadas ao PT. A começar pelos membros do partido que ocupam cargos nos altos escalões da administração pública, em estatais e em repartições do governo espalhadas em todo o país. 


São milhares de cargos com salários que podem ultrapassar a casa dos R$ 80 mil por mês. Esta gente toda está desesperada e revoltada com a inépcia de Dilma por ter permitido que a situação chegasse à este ponto.


Os políticos da esquerda que sempre orbitaram em torno do poder também estão apavorados com a perda da influência política, já que se valem do prestígio da relação com o governo e do poder de liberar verbas e fazer indicações como forma de garantir a captação de recursos para suas campanhas e de seus protegidos.


Líderes de movimentos sociais também não estão nada satisfeitos com a perda certa dos recursos provenientes dos cofres públicos. Grupos como MST, MTST, CUT e UNE deixarão de receber generosas verbas federais imediatamente após a queda de Dilma. Todos passarão a contar apenas com os repasses feitos pelo PT.


O problema é que mesmo o PT ficará em maus lençóis com a queda de Dilma. Além de perder todo o poder e influência no governo central, algo que rende muito em termos financeiros, o partido também perderá os 10% que recebe de todos os ocupantes de cargos comissionados no governo. 
O número de pessoas diretamente afetadas pelo afastamento de Dilma do governo pode chegar a mais de 100 mil pessoas. O partido perderá uma de suas mais importantes fontes de receitas.


E as bocas internacionais, dos companheiros da Internacional Socialista, bem como as do Foro de São Paulo, as da "Grande Pátria Bolivariana"? Foram muitos bilhões arrancados do suor, do sangue e da vida dos mais pobres brasileiros que tiveram uma vida miserável patrocinada pela "bolsa família", com alimentação insuficiente, falta de educação, e de assistência médica, odontológica e tudo que se pode relacionar com a qualidade de vida. Levante os desvios do BNDES e tantos outras falcatruas que levaram os nossos recursos para os bolivarianos e africanos  e islâmicos e etc. O fundo de recursos que juntaram por esses cantos ditatoriais do mundo a disposição para patrocinar uma luta armada aqui com uma intensidade e duração inimaginável 


A queda de Dilma ainda causará uma sequência devastadora de desdobramentos na vida de milhares de pessoas que, integrando o longo programa de aparelhamento do PT, ENRIQUECERAM ASSUSTADORAMENTE. 


São mais de 13 anos acomodando aliados em milhares de postos espalhados em todo o país e fora dele.


O desespero dessa gente nada tem a ver com a democracia, a constituição ou mesmo com alguma simpatia a Dilma Rousseff, faz parte do projeto socialista internacional, inclusive com respaldo do potencias como China, Rússia e mundo árabe. 

 


 
 
 

Nenhum comentário: