domingo, 29 de maio de 2016

ENSAIO SOBRE AS ORIGENS DA ESTRUTURA DE NÚCLEOS DE CORRESPONDÊNCIA DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC - MEUS AGRADECIMENTOS AO PROFESSOR JEFFERSON BIAJONE - MATÉRIA DIVULGADA ATENDENDO A PEDIDOS!

Home / O que são os Núcleos de Correspondência?

O que são os Núcleos de Correspondência?

Ensaio sobre as origens da Estrutura de Núcleos de Correspondência da
Sociedade Veteranos de 32-MMDC

logo220p
Para o resgate da memória e dos feitos de paulistas partícipes da Revolução Constitucionalista de 1932 na capital, interior e litoral do Estado São Paulo

Sem títuloo

Aos 84 anos da Revolução Constitucionalista de 1932, cujo idealismo levantou todo um Estado na luta pela Constituição, pela Liberdade e pela Democracia
São Paulo/SP
31 de Março de 2016

Sem título
I) Das origens dos Núcleos de Correspondência
Os Núcleos de Correspondência(NC) da Sociedade Veteranos de 32/MMDC tiveram a sua origem em 12 de julho de 2011, data em que foi fundado o primeiro nucleo dessa modalidade, este no municipio paulista de Itapetininga, denominado “PAULISTAS DE ITAPETININGA! AS ARMAS!!”.
A idéia de se criar semelhante modalidade de sucursal da Sociedade Veteranos de 32/MMC teve sua concepção em resposta à existência da publicação digital “32 EM MOVIMENTO”, periódico oficial da Sociedade que apoiado era plenamente na rede mundial de computadores para uma ampla e irrestrita divulgação da Epopéia de 32 a todos os internautas.
Com efeito, sob esses mesmos moldes digitais, os NCs foram e continuam sendo fundados com o objetivo de desenvolver, otimizar e ampliar a ação da Sociedade Veteranos de 32/MMDC no cumprimento do que se denominou de missão tríade de resgate histórico da Revolução Constitucionalista de 1932 (RC32) para as gerações futuras do século XXI , quais sejam:
1) pesquisar fatos relativos à memória e/ou feitos de personalidades que participaram da RC32, estejam elas em vida ou já falecidas, de forma a
2) produzir informações que sejam esclarecedoras, sucintas e relevantes de modo a
3) difundir conhecimento de forma ampla, irrestrita e, sobretudo, gratuita por meio da rede mundial de computadores, a público interessado na descrição histórica da epopéia de lutas e sacrifícios que essas personalidades viveram em prol da causa constitucionalista de 1932.
Com o pressuroso aceite e integral apoio do então presidente da Sociedade Veteranos de 32/MMDC naquele biênio (2011–2013), o Coronel da PMESP MARIO FONSECA VENTURA, a fundação do 1º NC em Itapetininga ocorreu e, de imediato, pela sua caracterização otimizada por possuir em seus quadros apenas pesquisadores e entusiastas, pode ainda no mês de julho trazer a lume em seu portal http://mmdc.itapetininga.com.br as primeiras pesquisas em hipertexto sobre histórias de vida de veteranos de 32 realizadas por um núcleo dessa modalidade no interior do Estado de São Paulo.
De fato, os NCs fundados foram para existirem como entidades encubadoras de novos sucursais da Sociedade Veteranos de 32/MMDC em municípios do interior de nosso estado (o que tem também feito com sucesso na capital paulistana), sucursais essas, que no formato de núcleos de correspondência, tem se utilizado da melhor ferramenta de comunicação existente na atualidade, qual seja, a rede mundial de computa dores, a qual, na forma de portais e blogs sem ônus algum à Sociedade Veteranos de 32/MMDC, tem proposto o resgate da memória e dos feitos dos constitucionalistas de 32 para informar seu público interessado, seja nacional ou internacionalmente,a exemplo do que recentemente aconteceu da repercussão dessas informações na China, em 2012.
Poucos meses apenas da fundação do 1º NC, outros entusiastas da causa de 1932, muitos deles descendentes diretos e indiretos de veteranos da revolução, interessaram-se em fundar também seus núcleos de correspondência sob os auspicies dessa mesma missão tríade.
Assim sendo, após a fundação do 1º NC de Itapetininga em 12 de julho de 2011 pelo Prof. JEFFERSON BIAJONE, seguiu-se a do 2º NC de Piracicaba em 22 de outubro de 2011 pelo Sr. EGYDIO JOAO TISIANI. O 3º NC de Itapira, a 11 de dezembro de 2011, sob a fundação do Sr. ERIC LUCIAN APOLINÁRIO, tornando-se posteriormente Núcleo Base. A 22 de janeiro de 2012, o 4º NC de São Vicente, sob a fundação do acadêmico GUILHERME ANDREOLLI CORREIA, a 10 de fevereiro de 2012, o 5º NC de Cruzeiro, sob a fundação do Major PM ANDERSON LUIZ ALVES DOS SANTOS; o 6º NC de Buri, sob a fundação do Prof. JEFFERSON BIAJONE, a 12 de abril de 2012; o 7º NC de São João da Boa Vista, sob a fundação da Sra. NEUSA MARIA SOARES DE MENEZES, a 18 de abril de 2012; o 8º NC de Capão Bonito, sob a fundação do 1º Tenente PM WAGNER LUCIANO DE OLIVEIRA, a 26 de abril de 2012. O 9° NC de Araçatuba, sob a fundação do 1° Tenente PM CARLOS HENRIQUE LORENÇO ROVINA, a 9 de julho de 2012; o 10º NC de Jaguariúna, sob a fundação da Sra. MARIA HELENA TOLEDO SILVEIRA MELO, a 12 de julho de 2012; o 11º NC de São Paulo, sob a fundação do Sr. ARTHUR PASCHOAL a 18 de julho de 2012 foi posteriormente desativado; o 12º NC de São Pedro, sob a fundação do Prof. Dr. JOÃO FRANCISCO AGUIAR, a 20 de julho de 2012; o 13º NC de Presidente Prudente, sob a fundação do 1º Tenente Dentista PM VITOR JOSÉ BAZZO, a 28 de julho de 2012; o 14º NC de Santo André, sob a fundação do Sr. SILVIO LUIZ DA ROCHA, a 18 de agosto de 2012, sendo posteriormente desativado; o 15º NC de Catanduva, sob a fundação do Capitão PM EDUARDO CENEVIVA BERARDO, a 18 de setembro de 2012; o 16º NC de Campina de Monte Alegre, sob a fundação do Prof. JEFFERSON BIAJONE a 18 de dezembro de 2012; o 17º NC de Osasco, sob a fundação do 3º Sargento PM CLAUDEMIR PORTILHO MATEUS JUNIOR, a 22 de abril de 2013, sendo posteriormente desativado. 18º NC de Campinas, sob a fundação do Cabo PM ANTONIO CARLOS SOARES, a 30 de maio de 2013; a 7 de julho de 2013, o 19º NC de Amparo, sob a fundação do acadêmico GUILHERME MANTOVANI COLI; a 7 de setembro de 2013, o 20º NC de Jundiai, sob a fundação da comendadora ANA CRISTINA LAZZATI; a 1° de março de 2014, o 21º NC de Pedreira, sob a fundação do Sr. WALFRIDS ANTONIO POLONI, o 22° NC de Santo Amaro, sob a fundação do Sr. TIAGO RODRIGUES PEGGAU E SILVA a 21 de julho de 2014, o 23° NC de Marília, sob a fundação do Ten Cel PM MARCELO MARTINS a 25 de agosto de 2015 e o 24° NC de São Miguel Arcanjo, sob a fundação do 1º Ten PM FELIPE JOSE LEME a 24 de março de 2016.
A fundação de quase três dezenas de núcleos de correspondência em quase cinco anos de existência dos NCs serviu para atestar o fato de que há muitos entusiastas latentes e desejosos em resgatar a memória de 32 no interior de nosso estado.
Ademais, a fortuita providência de ter sido 2012 o aniversário dos 80 anos dessa revolução, corroborou ainda mais para que os NCs surgissem, propiciando uma capilarização ainda maior da Sociedade Veteranos de 32/MMDC nesse mesmo interior, trazendo dezenas de novos associados, propiciando mais eventos, encontros, troca de conhecimentos e fortuitas parcerias com e entre variados setores civis e militares, públicos e privados.
II) Das ações e do futuro dos Núcleos de Correspondência
Acreditamos ser a Sociedade Veteranos de 32/MMDC uma das mais antigas – senão a mais antiga – associação de ex-combatentes brasileiros que se encontra em pleno funcionamento e vivaz expansão no seu quadro de associado em todo o Brasil.
É de nossa crença, inclusive, que seja também a entidade que maior divulgação apresenta junto aos meios digitais intermediados pela rede mundial de computadores.
De fato, considerável contribuição para essa estatística se deve aos NCs, que por ser composta de portais e blogs de simples construção e imediata divulgação, tem feito chegar a todos os interessados, independentes de onde tenham acesso a Inter-net ao redor do globo, informações sobre historias de vida de ex-combatentes de 32.
Mas o cumprimento da missão tríade dos NCs não se resume apenas a divulgação dessas histórias no formato hipertexto. Com efeito, os Núcleos de correspondência também colaboram de forma incisiva ao realizarem uma série de outras tarefas complementares à essa missão, quais sejam:
I) trabalhos de pesquisa sobre história de vida de ex-combatentes em vida ou falecidos:
- http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com.br/2012/01/natal-meira-barros-o-jovem.html
- http://mmdccatanduva.blogspot.com.br/2013/01/marcilio-dias-pereira-um-grande.html
- http://mmdcosasco.blogspot.com.br/2013/04/do-nucleo-de-correspondencia-guilherme.html
- http://mmdcsaovicente.blogspot.com.br/2012/02/maria-celestina-teixeira-mendes-torres_28.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/trindade.htm
II) trabalhos de resgate histórico de instituições, cidades e entidades partícipes de 32
- http://mmdcpprudente.blogspot.com.br/2012/09/presidente-prudente-95-anos.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/placas.htm
- http://mmdcamparo.blogspot.com.br/2013/07/diario-de-uma-cidade-conquistada-um.html
III) trabalhos de fundação de monumentos em localidades participes de 32
- http://mmdcburi.blogspot.com.br/2012/05/buri-e-os-80-anos-da-revolucao.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/monumentos.htm
V) trabalhos de concessão de títulos honoríficos à personalidades/entidades de reconhecido mérito advindo da colaboração no cumprimento da missão tríade
- http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com.br/2012/11/do-recebimento-do-diploma-de.html
- http://mmdcma.blogspot.com.br/2012/12/no-dia-18-de-dezembro-de-2012-foi.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/titulos.htm
V) trabalhos de fundação de afixação de placas em túmulos de veteranos
- http://mmdc.itapetininga.com.br/azulejos.htm
VI) trabalhos de concessão de honrarias à personalidades e/ou entidades de reconhecido mérito advindo da colaboração no cumprimento da missão tríade
- http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com.br/2013/05/repercussoes-e-noticias-nos-jornais.html
- http://mmdcjaguariuna.blogspot.com.br/2012/12/recebimento-do-colar-da-vitoria.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/diplomas.htm
VII) publicação de livros, artigos e/ou informativos sobre a Revolução de 1932
- http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com.br/2013/03/jornal-voluntarios-
em-acao-ano-1-n-1.html
- http://mmdc.itapetininga.com.br/lancalivro.pdf
VIII) visitação e exploração de monumentos e lugares históricos da Revolução de 1932
- http://mmdcma.blogspot.com.br/2012/12/no-dia-23-de-dezembro-de-2012-foi-feito.html
-
IX) sobre a participação de personalidades estrangeiras na Revolução de 1932 http://mmdcstoandre.blogspot.com.br/2013_03_01_archive.html
X) sobre a Data Cívica do 9 de Julho
- http://mmdccampinas.blogspot.com.br/2013/07/solenidade-9-de-julho-campinas-ocorreu.html
- http://mmdcjaguariuna.blogspot.com.br/2013/07/9-de-julho-de-2013.html
XI) Eventos sobre a Epopéia de 32 em organizações militares
- http://mmdcsjbv.blogspot.com.br/2013/05/entrega-da-medalha-mmdc-aos-militares.html
- http://mmdcosasco.blogspot.com.br/2013/06/blog-post.html
XII) trabalhos de concessão de honrarias à personalidades e/ou entidades de reconhecido mérito em memória de combatentes da Revolução de 32
- http://mmdccampinas.blogspot.com.br/2014/04/vencedores-do-2-concurso-de-redacao.html
- http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com.br/2014/04/ivana-maria-franca-de-negri.html
Essas tarefas e variadas outras que surgem com a existência e consolidação dos núcleos de correspondência, aliadas ao meticuloso e metódico resgatar hipertextual da história de vida de ex-combatentes e paulistas que participaram da RC32 em todo o interior do estado bandeirante, colocam os NCs como o principal agente de divulgação da Sociedade Veteranos de 32/MMDC naquele importante e latente nicho de cidadãos interessados em conhecer o passado de seus antepassados, no maior movimento cívico que São Paulo já viveu em toda a sua pujante trajetória histórica.
Destarte, os NCs está em franco crescimento tendo como norte inabalável a missão tríade que fundamentou a sua criação em 2011.
Consciente, pois, do papel que lhe cabe na manutenção da memória de 32 para as gerações futuras de brasileiros do século XXI, em especial os jovens, os NCs, atualmente existentes em mais de duas dezenas espalhados na capital e no interior do estado, seguem em frente, atendendo aos interesses da Sociedade Veteranos de 32/ MMDC e forte nos mais de 42 mil acessos que recebeu e nas quase 400 matérias que publicou em seus portais e blogs desde a criação de seu primeiro núcleo em 2011.
SUSTENTAE O FOGO QUE A VICTÓRIA É NOSSA!
Este é o grito de guerra dos Núcleos de Correspondência da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, o mesmo que entoado foi por milhares de paulistas a frente do troar do canhão e do rugir da metralha, demonstrativo da dedicação pela qual cada um desses núcleos que a compõe busca exercitar no resgate da memória e dos feitos daqueles que lutaram pela Constituição, pela Liberdade e pela Democracia no maior movimento cívico de toda a história do Estado de São Paulo.
Anexo I)
Menção sobre os Núcleos de Correspondência publicado no Relatório da Diretoria Executiva da Sociedade Veteranos de 32-MMDC referente às ações realizadas no ano de 2013
… NÚCLEOS DE CORRESPONDÊNCIA
O Núcleo de Correspondência da Sociedade Veteranos de 32-MMDC foi uma iniciativa proposta pelo professor Jefferson Biajone, membro da sociedade que ao nela ingressar em abril de 2011 propôs a criação de uma estrutura de pesquisa histórica, produção de conhecimento e divulgação de informações sobre a epopeia da Revolução Constitucionalista de 32 na região onde o núcleo que presidiria passaria a existir e a atuar.
Com o acorde da presidência da Sociedade na época, a 11 de julho de 2011, o professor fundou o primeiro núcleo de correspondência, o PAULISTAS DE ITAPETININGA! AS ARMAS!! o qual desde então foi responsável pela missão estatutária a qual se propôs, tanto na publicação da história de vida de veteranos de 32 em vida e falecidos, como na inauguração de monumentos e prestação de homenagens diversas em memória dos mesmos.
Da iniciativa tomada em Itapetininga, outros paulistas entusiastas pelo interior do Estado de São Paulo lhe seguiram o exemplo e fundaram os seus respectivos núcleos nas localidades de Piracicaba, São Vicente, Itapira, Buri, Capão Bonito, Campina de Monte Alegre, Jaguariúna, São Pedro, São João da Boa Vista, Catanduva, Araçatuba, Presidente Prudente e até na capital, em Santo André.
Desse um ano e pouco mais de seis meses de existência, a estrutura dos Núcleos de Correspondência chegou a atingir 16 localidades distintas no interior do Estado de São Paulo, trazendo não só novos associados para a Sociedade, mas fazendo com que seus ideais de resgate da memória e dos feitos da Epopeia de 32 atingisse todos os cantos do Brasil e mesmo no exterior, em virtude da inteligente utilização de blogs e portais na Internet enquanto forma exclusiva de divulgação de todo material de pesquisa histórica continua e crescentemente produzida pelos núcleos.
Com a fundação dos Núcleos de Correspondência, ações locais e de precisão quase que cirúrgica puderam ser implementadas no resgate da epopeia em municípios de relevantíssima importância histórica dos anais da Revolução de 32, a exemplo do que aconteceu em Buri, bastião da resistência do Exército Constitucionalista do Setor Sul que em 2012 esteve em apoteose com a inauguração de seu núcleo, de dois monumentos e da integração policia militar e sociedade civil, com a salva de tiros em homenagem ao cadete Ruytemberg Rocha, ali tombado a frente de seus comandados em 26 de julho de 1932.
Mas o resgate não ficou restrito apenas à Revolução de 32.
Combatentes da II Guerra Mundial, paulistas como nossos paulistas de 32 também tiveram seu resgate histórico incrementado pelas ações dos núcleos de correspondência. Em Itapetininga, militares do Tiro de Guerra do Exército Brasileiro e da Policia Militar se uniram para realizar salva de tiro aos camaradas mortos em combate nos dois eventos armados.
Placas, monumentos, azulejos em túmulos de ex-combatentes, medalhas e honrarias para veteranos, miríades de artigos publicados nos vários blogs de núcleos de correspondência em todo o estado são sinais que apontam a tônica de trabalho e dedicação que essa iniciativa veio trazer e se dispõe a continuar evoluindo.
Com efeito, a Sociedade Veteranos de 32-MMDC tem todo o motivo de se orgulhar dos Núcleos de Correspondência, em face do apoio que eles a ela propiciam, intermediado pela rede mundial de computadores, para a sua continuidade institucional e garantia de perpetuação de sua missão junto aos veteranos de 32 e seus familiares.
O futuro de nossa Sociedade é sobremaneira brilhante, somos e não podemos negar o fato de sermos a única entidade congregadora de ex-combatentes do Brasil que se fortalece a cada ano, ganha mais sócios e colaboradores, produz, pesquisa e divulga muito mais que qualquer outra existente e que possui também, em seus quadros, jovens que ainda não completaram 20 anos, mas que já se debruçam sobre o mesmo teatro de operações que seus antepassados um dia palmilharam na defesa da Liberdade e da Democracia.
De fato, a Sociedade Veteranos de 32-MMDC adentra o século XXI munida da tecnologia do século XXI para contar às gerações desse século e dos vindouros o passado de lutas e sacrifícios de bravos paulistas que os anos jamais conseguiram apagar e certamente jamais apagarão enquanto no céu tremular a bandeira paulista, altaneira e defensora da brasileira, nosso maior ideal e símbolo de nacionalidade.
SUSTENTAE O FOGO QUE A VICTÓRIA É NOSSA!
Fonte:
http://www.sociedademmdc.com.br/p/relatorio-da-diretoria-executiva-do-ano.html



Sem título


Nenhum comentário: