quarta-feira, 13 de julho de 2016

A UNIÃO NECESSÁRIA - MEUS AGRADECIMENTOS À ÉLVIA PEREIRA

A UNIÃO NECESSÁRIA!!! 
E todo o Judá estava em pé perante o SENHOR, como também as suas crianças, as suas mulheres e os seus filhos. 
(2 Crônicas 20.13) 
Quando o diabo consegue ferir o pastor moral, espiritual ou fisicamente, o rebanho se espalha e, depois, extravia-se. Josafá era o alvo do inimigo, o qual, a todo custo, esforçava-se para fazê-lo se desesperar. O adversário sabia que, se isso acontecesse, conseguiria atingir todo o rebanho de Judá. Hoje, a história não é diferente, o maligno procura ferir o marido ou a esposa com o intuito de separar o casal e, por meio dessa desunião, levar os filhos a tomar as mais loucas, estranhas e perturbadoras decisões. 
Algo muito importante ocorre quando o povo fica em pé perante o Senhor. No passado, Deus sempre pedia a Seus servos que se levantassem para falar com eles. Hoje, você também deve se posicionar, procurando os seus direitos em Cristo antes de orar, e, ao iniciar o clamor, falar sobre a sua fé, a ameaça sofrida e a sua expectativa no Criador. 
Josafá conseguiu fazer com que todas as famílias sentissem o perigo iminente e se unissem para clamar a Deus. Do mesmo modo deveriam proceder aqueles que percebem um possível ataque diabólico. O pecado, além de causar danos a quem o pratica, pode destruir a confiança dos filhos nos pais, por isso estes quase sempre se desviam. Temos de resistir, porque a nossa responsabilidade em cada investida do Inferno é inimaginável. 
Jesus prometeu que, onde estivessem dois ou três reunidos em Seu Nome, Ele estaria presente (Mt 18.20), e, então, em tudo o que essas pessoas concordassem em oração seriam atendidas. O Mestre jamais descumpre a Sua Palavra; caso contrário, a honra dEle estaria em jogo. Cristo também afirmou que tudo quanto determinássemos em Seu Nome nos seria feito (Jo 14.13), assim, quem crê e determina sobre a revelação da Palavra consegue ver a obra executada conforme declarou.
De acordo com as Escrituras, é bom e agradável que os irmãos vivam em união (Sl 133.1). Logo, se eles não se entendem, a confusão ganha domínio e, com isso, não há como o Senhor operar. Portanto, fique firme e confiante no que lhe é dito, sem temer ou se acovardar. O Altíssimo sempre cumpre as Suas promessas na vida de quem se chama pelo Seu amado Nome (2 Cr 7.14). Agora mesmo, creia e receba tudo do Todo-Poderoso. 
Deus escolheu Davi como rei de Israel, mas ele reinou somente em Hebrom, pois um dos filhos de Saul teimava em ocupar o trono deixado pelo pai. Diante disso, o Senhor moveu o coração dos valentes chefes de cada família para que fossem ao filho de Jessé para lhe falar: Eis-nos aqui, teus ossos e tua carne somos (2 Sm 5.1). Porém, agora, eram os inimigos que ameaçam a paz em Judá, mas Deus não os ouviria ou atenderia? 
A Bíblia garante que, se dois dormirem juntos, um aquentará o outro (Ec 4.11); imagine, então, quantos seriam fortalecidos se todos se unissem no propósito divino. Procure crer nas Escrituras e praticar Seus ensinamentos, sem deixar que o medo ou a desconfiança o alcancem. Agindo dessa maneira, a sua vitória será inevitável. Saiba que Deus será sempre com quem confia nEle. 
Em Cristo, com amor... 

Nenhum comentário: