sexta-feira, 24 de junho de 2016

48 ANOS ATRÁS, UM ATO TERRORISTA QUE MUITA GENTE DESCONHECE!!!!!!

48 ANOS ATRAS, usando uma caminhonete CHEVROLET C-14, dez militantes da VPR, chefiados pelo ex-Sargento PEDRO LOBO DE OLIVEIRA, invadem o Hospital Militar do CAMBUCI, em SÃO PAULO. Quatro deles, disfarçados de soldados, amordaçam dois sentinelas. Os demais rendem os outros soldados. Onze fuzis são levados em 22 de junho de 1968. No dia seguinte, o Comandante do IIº Exército, o GENERAL MANOEL CARVALHO LISBOA, dá uma entrevista coletiva e declara: “Atacaram um hospital?! Que venham atacar o meu quartel”. No dia 25 de junho a mesma caminhonete C-14 é carregada com 50 quilos de dinamite. O pedal do acelerador é travado, para o carro andar sem motorista. No capô é avisado um aviso: “Afaste-se, explosivos”. O alvo é o quartel-general do IIº Exército, no bairro do IBIRAPUERA, zona sul de SÃO PAULO. Atrás da caminhonete, três fuscas dão cobertura. No total, oito pessoas participam da ação com dois fuzis, uma metralhadora e três revólveres. A madrugada está fria e com muita neblina. Dois militantes dirigem a uma caminhonete. Perto do quartel-general, os fuscas param. O passageiro da C-14 acende o pavio dos explosivos e salta. Segundos depois, o motorista acelera e também pula do carro.

A caminhonete ruma em direção ao portão do alojamento dos oficiais. Um soldado dispara seis tiros contra ela. Perto do alvo, o veículo vazio esbarra em um poste, desvia do rumo e bate no muro. Um dos soldados que estava de guarda, MÁRIO KOSEL FILHO, se aproxima do automóvel, que explode. O impacto destrói tudo num raio de 300 metros. KOSEL, de 18 anos, morre na hora. Outros seis ficam feridos.  E QUEM É QUE ESTAVA ACOMPANHANDO ESSE ATO TERRORISTA? NOSSA PRESIDENTE DA INFELIZ REPÚBLICA DO BRASIL AFASTADA!!!!!