sexta-feira, 9 de setembro de 2016

7 DE SETEMBRO DE 2016 - QUARTA-FEIRA



DIA   S E T E   DE   S E T E M B R O    DE     2016     QUARTA-FEIRA.
79 anos, oito meses e 11 dias de idade.
Início de minhas memórias – 9 de julho de 1950.
61º DIA DO ANO 67º
58 anos e 95 dias na PMESP
57 anos e 207 dias na ESCOLA DE OFICIAIS – 20 865 dia – 497 652 h
53 anos da DECLARAÇÃO À ASPIRANTE A OFICIAL
28 anos e 178 dias no Posto de Coronel – 341 meses e 26 dias.
5 anos e 62 dias na Presidência:Sociedade Veteranos de 32-MMDC
10 928 dias C O R O N E L - 24 anos e 268 dias na reserva.
11 022-264 260                    10 928-257 740                      10 305-258 144.
DIA DE SANTO ELEUTÉRIO. Era abade do mosteiro de SÃO MARCOS EVANGELISTA, em ESPOLETO. Com suas orações curou doentes e até ressuscitou um morto.
DIA DE SÃO CLODOALDO. Conhecido na FRANÇA como SAINT-CLOUD, era filho do rei CLODOMIRO. Abandonou o mundo da nobreza para servir somente a DEUS, na solidão da vida contemplativa.
DIA DE SANTA REGINA. Sofreu o martírio em ALÍSIA. Seu culto é antigo e remonta ao século VI. No ano de 750 já havia uma basílica a ela dedicada em ALÍSIA, na qual se conservam suas relíquias. Foi torturada e degolada por sua fé.

                  DIA DA PROCLAMAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA

869 a. da cidade de MOSCOU, fundada em 7 de setembro de 1147.
483 a. nasce ELIZABETH I, da INGLATERRA, em 7 de setembro de 1533.
315 a. da assinatura do TRATADO DE HAIA, conhecido como a GRANDE ALIANÇA. Ele coloca a GRÃ-BRETANHA, a HOLANDA e o SACRO IMPÉRIO ROMANO GERMÂNICO contra a FRANÇA, em 7 de setembro de 1701.
239 a. do primeiro ataque feito por submarino, em 7 de setembro de 1776.
194 a. da INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. Foi o ato pelo qual o BRASIL rompeu em definitivo sua ligação com PORTUGAL, criando uma monarquia constitucional. As origens da Independência brasileira remontam à transferência da família real portuguesa para o BRASIL, em 1808, quando D. JOÃO proclamou a abertura dos portos, ato que acabou com o pacto colonial. Durante a década de 1820, quando eclodiu em PORTUGAL a revolução do PORTO, D. JOÃO, embora hesitante, retornou à EUROPA, deixando como governante do BRASIL, D. PEDRO, na função de regente. Logo, porém, tornou-se claro para os brasileiros a grande contradição existente no novo parlamento português: ao mesmo tempo em que defendiam o liberalismo como saída para PORTUGAL, não tinham nenhuma intenção de abril mão da colônia portuguesa. Logo o debate político no país radicalizou-se em três posições distintas, defendidas pelos seus respectivos partidos. O PARTIDO PORTUGUÊS, formado principalmente por funcionários e comerciantes portugueses, defendia a recolonização do BRASIL. Por outro lado, o PARTIDO BRASILEIRO formado pelos grandes latifundiários, por grande parcela da burguesia nacional e por comerciantes brasileiros e estrangeiros, defendia a ruptura com PORTUGAL, porém tinha uma visão bastante conservadora de como o novo país deveria organizar-se. O terceiro grupo tinha como principal base de apoio os profissionais liberais e a classe média urbana e era favorável à ruptura com PORTUGAL. Sua semelhança com o PARTIDO BRASILEIRO, porém, acabava por aí: defendia a abolição da escravatura e maior autonomia para as províncias. Enquanto o príncipe regente D. PEDRO ainda hesitava em relação à independência, o Parlamento português começou, porém, a dar início a seu projeto de recolonização, desativando órgãos públicos no RIO DE JANEIRO e transferindo-os de volta a LISBOA, por exemplo. Essas medidas polarizaram ainda mais as opiniões. Em outubro de 1821, LISBOA exigiu a volta de D. PEDRO a PORTUGAL, o que causou grande comoção no BRASIL. Após uma campanha popular, D. PEDRO tomou a decisão do “FICO”, em 9 de janeiro de 1822. O FICO marcou o momento de ruptura entre D. PEDRO e as cortes portuguesas. Mas, ao mesmo tempo, assinalou o momento de seu compromisso como PARTIDO BRASILEIRO. Formou-se assim um bloco que se opunha, simultaneamente, à ameaça de recolonização e ao perigo das agitações dos radicais. Na realidade, o príncipe só tomou essa decisão após ter-se assegurado do apoio da aristocracia rural.  A partir daí os acontecimentos precipitaram-se, com a demissão dos ministros portugueses, a nomeação de um novo ministério sob a liderança de JOSÉ BONIFÁCIO e choques entre portugueses e brasileiros na BAHIA. LISBOA reagiu declarando ilegais os atos do príncipe e obrigando-o a retornar imediatamente a PORTUGAL. De posse dessa notícia, D. PEDRO proclamou a INDEPENDÊNCIA em 7 de setembro de 1822, rompendo definitivamente os laços de união política com PORTUGAL. Culminou, dessa forma, o longo processo de emancipação, iniciado em 1808 com a vinda da família real. A 12 de outubro de 1822, D. PEDRO foi aclamado e a 1º de dezembro de 1822 tornou-se o primeiro imperador do BRASIL. A partir daí os políticos conservadores do PARTIDO BRASILEIRO manteriam o controle político do país recém-nascido. Na noite de 7 de setembro de 1822, D. PEDRO I compareceu ao TEATRO DA ÓPERA envergando no braço direito, preso por um laço de fita verde e amarela, o dístico de ouro “INDEPENDÊNCIA OU MORTE”, onde executou o “HINO DA INDEPENDÊNCIA”, de sua autoria.
DOM PEDRO I tinha 24 anos quando proclamou a libertação do BRASIL.
Em visita a amigos, D. PEDRO passa dois dias em SANTOS, onde permanece até a madrugada do dia 7 de setembro, quando inicia sua viagem de volta a SÃO PAULO. É na Estrada Velha de SANTOS que, reza a lenda, se localiza a casa onde D. PEDRO e a MARQUESA DE SANTOS se encontravam. No caminho LAVAPÉS, havia um pequeno córrego que servia como divisão natural entre a cidade e a zona rural – para lavar os pés. Canalizado, ele virou uma rua cujo nome lembra sua antiga função. Quase chegando ao histórico PÁTIO DO COLÉGIO, a comitiva de D. PEDRO passou pelo SOLAR DA MARQUESA, localizado na antiga RUA DO CARMO.
O grito de “INDEPENDÊNCIA OU MORTE” foi proferido exatamente às 16:30 horas do dia 7 de setembro de 1822. DOM PEDRO teria acabado de se encontrar com sua amante DOMITILA DE CASTRO, a MARQUESA DE SANTOS, na hora da Proclamação. Ele viajava secretamente, por isso não poderia estar com grande comitiva, nem usando o traje oficial sugerido na lenda e como está no quadro de PEDRO AMÉRICO. Sobre a obra do pintor PEDRO AMÉRICO, que entrou para a História como um retrato do momento da proclamação, foi ela feita apenas em 1888, em FLORENÇA, ITÁLIA, por encomenda da CORTE. O artista nem era nascido em 1822. Quatro horas após a declaração da Independência, dom PEDRO foi à Ópera, em SÃO PAULO, escutar o hino que ele compôs: “JÁ PODEIS DA PÁTRIA FILHOS...”.
O BRASIL pagou dois milhões de libras a PORTUGAL pela Independência.
Pela promulgação da LEI 63, de 23 de março de 1885, definiu-se que o dinheiro resultante das loterias seria aplicado pelo presidente da província, de acordo com a COMISSÃO DO MONUMENTO DO IPIRANGA, na implantação de um estabelecimento de ensino científico. Dois dias depois da promulgação da lei teve início a construção do edifício, a partir de projeto do arquiteto italiano TOMMASO GUADENZIO BEZZI, aprovado em 1881. O edifício, em estilo eclético, então na moda na EUROPA, buscava recuperar os estilos arquitetônicos históricos. BEZZI utilizou, de forma simplificada, o modelo de um palácio renascentista. A construção do prédio foi dada como concluída em 1890, apesar de grande número de tarefas ainda incompletas. Ele foi inaugurado em 15 de novembro de 1890, como parte das celebrações do primeiro aniversário da proclamação da República. O edifício permaneceria vazio algum tempo. Em 1892, foi declarado bem estadual. Em 1893, foram aprovadas as leis que o destinaram a sediar um museu do Estado e que instituíram o nome que mantém até hoje: MUSEU PAULISTA. A data de 3 de fevereiro de 1894 marca o início das atividades do MUSEU PAULISTA, mas sua inauguração solene só se deu em 7 de setembro de 1895. Além disso, somente em 1909 foi entregue o jardim à frente do edifício, concebido pelo paisagista belga ARSENIO PUTTEMANS, inspirado nos jardins barrocos franceses. No primeiro centenário da Proclamação da Independência se concluiu o que, na configuração atual, é o PARQUE DA INDEPENDÊNCIA: em 7 de setembro de 1922 foi inaugurado o Monumento da Independência, obra do escultor italiano ETTORE XIMENES.    
192 a. da realização do primeiro empréstimo externo brasileiro, em 7 de setembro de 1824.
159 a. do MASSACRE DA MONTANHA DE MEADOWS, em 7 de setembro de 1857. Imigrantes americanos de uma caravana que atravessava o Estado de UTAH, a caminho da CALIFÓRNIA, foram surpreendidos por tiros em meio ao café da manhã. Em pouco tempo, cerca de 160 viajantes, incluindo dezenas de crianças, seriam assassinados por fanáticos mórmons em um dos mais sangrentos ataques promovidos por religiosos nos EUA. Após a matança, começou a pilhagem. Os assassinos roubaram tudo. Nem mesmo as roupas ensangüentadas foram esquecidas. Os corpos foram deixados à mercê de coiotes e abutres famintos. Quando o MAJOR JAMES H. CARLETON passou pelo cenário do massacre, dois anos depois, ele viu ossos desconjuntados, crânios e mandíbulas. “O cenário continuava horrível, difícil de suportar”, escreveu o oficial na época.O pior é que, segundo a jornalista SALLY DENTON, o principal motivo do massacre não foram diferenças religiosas, e sim o interesse na carga que os imigrantes carregavam para a CALIFÓRNIA.
A carnificina da MONTANHA DE MEADOWS seguiu impune até 1877, quando a Igreja de JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS e o líder BRIGHAM YOUNG resolveram colocar toda a culpa pelo massacre em JOHN D. LEE, julgado e condenado à morte. Anos depois, LEE escreveu um relato detalhado do massacre, contando como tudo foi armado.
146 a. do naufrágio do navio inglês “CAPTAIN”, a vinte milhas do cabo FINISTERRE (a noroeste da ESPANHA), e 492 pessoas morrem afogadas, em 7 de setembro de 1870.
124 a. da introdução no boxe das chamadas “regras de QUEENSBURRY”, que se tornaram a base do pugilismo moderno, em 7 de setembro de 1892. As novas regras, que incluíam a obrigatoriedade do uso de luvas, passaram a valer oficialmente a partir da luta pelo título mundial dos pesos-pesados entre os norte-americanos JOHN SULLIVAN e JAMES CORBETT.
118 a. das publicações no DIÁRIO POPULAR de 7 de setembro de 1898: a nação brasileira celebra hoje festivamente o aniversário de sua formação política. Setenta e seis anos estão passados do grande acontecimento de 7 de Setembro. Relembra uma era de lutas de aspirações e de sacrifícios extraordinários pela realidade do ideal da Pátria (inicio do Editorial).
Realizou-se hoje a grande parada dos corpos militares da Força Pública estadual na Praça da República. Formaram os batalhões 2º e 3º de infantaria, o regimento de cavalaria e o Corpo de Bombeiros.
A senhora DREYFUS apresentou nova petição ao governo a favor da revisão do processo do seu marido. O ministério, estudando esta questão para resolvê-la basear-se-á no artigo 443 do Código Penal.
Dizem do AMAZONAS que tem havido sérios conflitos em MANAUS, entre os soldados do 36 de infantaria e os do corpo de polícia. Fala-se de mortes e ferimentos de parte a parte.
Os títulos brasileiros foram ontem cotados no mercado de LONDRES a 54 e os do arranjo financeiro ultimamente realizados a 79.
Estão correndo com grande animação e brilho as festas comemorativas da independência. Desde ontem à meia-noite que é extraordinária a multidão percorrendo as ruas. Estas acham-se todas enfeitadas, havendo coretos em todas as praças e edifícios públicos e particulares embandeirados.  
117 a. da fundação do SPORT CLUB GERMANIA, em 7 de setembro de 1899. Em 1942, passou a ser chamado de ESPORTE CLUBE PINHEIROS. Entre seus principais atletas estão: GUSTAVO BORGES (natação), dono de três medalhas olímpicas; DOUGLAS VIEIRA (judô), que conquistou uma medalha olímpica.
115 a. da assinatura do protocolo de paz, em PEQUIM, dando fim ao conflito internacional que promoveu em maio de 1900 a insurreição dos boxers, no dia 7 de setembro de 1901.
112 a. nasce o CORONEL Ref. JUIZ DO TJM, ODILON AQUINO DE OLIVEIRA, em LORENA, a 7 de setembro de 1904. Alista-se na FORÇA PÚBLICA em 10 de fevereiro de 1922, no CORPO ESCOLA. Cinco meses após seu ingresso, tendo eclodido a sedição de MATO GROSSO, liderada pelo GENERAL CLODOALDO DA FONSECA, é mobilizado pelo Governo Federal para, incorporado a forças do Exército, barrar o avanço dos rebeldes pela região de JUPIÁ, às margens do RIO PARANÁ. A rendição dos revoltosos resultou no registro dos primeiros elogios em seus assentamentos. A 5 de julho de 1924, deflagrado o movimento revolucionário em SÃO PAULO, ODILON consegue com seus colegas da ESCOLA DE OFICIAIS, evadir-se do reduto rebelde da LUZ e juntar-se às forças de resistência legalista, participando, desde as primeiras horas, da defesa da Secretaria da Justiça e Segurança e depois do Palácio dos CAMPOS ELÍSEOS. Com a retirada das forças do governo para GUAIAÚNA, participa das operações de retomada da cidade, o que se completa a 28 de julho, com a retirada das forças revoltosas, sob o comando de MIGUEL COSTA, rumo ao sul. Ainda como CADETE, recebe sua primeira condecoração – a “MEDALHA DA LEGALIDADE”, por expor sua vida em defesa da ordem constitucional e das autoridades constituídas. É declarado ASPIRANTE A OFICIAL a 6 de novembro de 1924. Promovido a 2º Tenente a 16 de janeiro de 1925 e a 1º Tenente a 13 de outubro do mesmo ano. A 31 de julho de 1926 segue para o teatro de operações no Estado de GOIÁS, atuando no planalto central, BAHIA e MINAS GERAIS em operações de perseguição à coluna MIGUEL COSTA-PRESTES. Atua, a partir de 19 de outubro, no comando de uma Companhia do BATALHÃO MISTO, na região do pantanal mato-grossense, que cruzou em longas e estafantes caminhadas a pé e a cavalo, em perseguição aos rebeldes que, por fim, internaram-se na BOLÍVIA. A 4 de janeiro de 1927 é desligado do BATALHÃO MISTO e retorna a SÃO PAULO, chamado para prestar exames técnicos e de saúde para fins de promoção a CAPITÃO. Por essa ocasião, o Comando elogia-o “calorosamente por ser”... “sempre distinguido por seus Chefes, com o desempenho das mais importantes, delicadas e difíceis missões”. Irrompida a Revolução de 1930, segue para ITARARÉ, integrando o Estado-Maior da FORÇA PÚBLICA em operações naquela região. Com a vitória da revolução, regressa a SÃO PAULO. Inconformado com o tratamento desigual e discriminatório aplicado pelos ocupantes a SÃO PAULO, é afastado de suas funções militares, como Comandante do 4º Esquadrão do RC, sendo-lhe atribuídas funções de Delegado de Polícia em alguns dos rincões mais distantes do Estado: XIRIRICA (hoje ELDORADO PAULISTA), RIBEIRÓPOLIS, ITAPORANGA, RIO DAS PEDRAS, TREMEMBÉ e outras. Essa longa peregrinação, sem sujeição imediata à autoridade militar e sem nenhum controle por parte dos órgãos superiores, dá-lhe, no dizer de GUÁLTER GODINHO, excepcional liberdade de movimento, o que lhe permite participar, a partir de dezembro de 1930, de toda a preparação do movimento que eclodiria a 9 de julho de 1932.
Participa do levante dos Oficiais da FORÇA, a 8 de abril de 1931, para deposição do Interventor JOÃO ALBERTO e investidura de um “civil e paulista” no governo de SÃO PAULO, no primeiro gesto de rebelião coletiva contra a ditadura no nosso Estado. Desarticulado o protesto, ODILON omite-se à prisão em massa da oficialidade e prefere desertar para prosseguir, agora na clandestinidade, na resistência à ditadura, realizando a ligação entre os Oficiais recolhidos aos presídios de TAUBATÉ e da IMIGRAÇÃO e os civis e militares comprometidos com o movimento, mas que, não identificados, haviam permanecido em liberdade.
A 25 de julho de 1931, em virtude da queda do Interventor JOÃO ALBERTO, assume a interventoria o Ministro LAUDO FERREIRA DE CAMARGO, que promove a anistia ampla e total para os participantes do movimento de 28 de abril. Em virtude disso, ODILON é reincluído na FORÇA PÚBLICA, ficando cancelada, pela anistia, sua deserção. Em abril de 1932, um mês antes do 23 de maio, consegue, ainda segundo GUÁLTER GODINHO, obter uma audiência reservada com o Interventor PEDRO DE TOLEDO, nomeado no dia 7 de março anterior, a quem faz um relato geral da situação da FORÇA e da disposição da maioria da Oficialidade e da tropa de apoiar o seu governo, mesmo que isso implicasse em contrariar seus comandantes, muitos dos quais comprometidos com a ditadura, no sentido do exercício pleno e autônomo, de acordo com os altos interesses do Estado. Nessa ocasião, que parece ter sido a primeira reunião entre PEDRO DE TOLEDO e um dos articuladores do movimento constitucionalista, ODILON exibe ao Interventor um manifesto, assinado pelos Oficiais, situando a posição da FORÇA PÚBLICA de apoio às reivindicações de SÃO PAULO e do Governo Paulista, para que esse pudesse romper com as injunções que a ditadura lhe impunha.                 
111 a. da assinatura de um tratado do TIBET com a GRÃ-BRETANHA, através do qual se coloca em estado de submissão ao comando dessa potência, o que provoca protestos da CHINA, que exercia soberania sobre o país, em 7 de setembro de 1905.
107 a. nasce o cineasta norte-americano ELIA KAZAN, em 7 de setembro de 1909.
105 a. hoje, às 8 horas da noite, no campo do MACKENZIE COLLEGE, será jogado um match de futebol entre os times da ESCOLA AMERICANA e ESCOLA DE COMÉRCIO ÁLVARES PENTEADO.
PING-PONG – hoje, às 8 horas da manhã, na sede da ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS, realizar-se-á uma reunião para a inscrição dos clubes que desejarem tomar parte ao próximo campeonato. (publicações realizadas pelo jornal O ESTADO DE SÃO PAULO no dia 7 de setembro de 1911).
105 a. da prisão do poeta GUILLAUME APOLLINAIRE, italiano radicado em PARIS, em 7 de setembro de 1911. Ele foi preso em seu apartamento, acusado de roubar a MONA LISA do MUSEU DO LOUVRE. A obra de LEONARDO DA VINCI, grande ícone do humanismo, encontrava-se desaparecida desde o dia 21 de agosto de 1911. O escritor, integrante do movimento cubista, já estava sendo associado ao roubo por defensores das tradições clássicas, como ANATOLE FRANCE, que consideravam as vanguardas parisienses atentados contra os valores da civilização e do bom gosto, estendendo tal recriminação a outros estrangeiros da cidade, como PABLO PICASSO, IGOR STRAVINSKI e GERTRUDE STEIN.
  97 a. nasce o CORONEL PM Ref. PAULO MARQUES PEREIRA, em 7 de setembro de 1919.
  96 a. da inauguração, no RIO DE JANEIRO, da UNIVERSIDADE DO BRASIL, a primeira do País (7 de setembro de 1920). Foi criada para servir de modelo para o sistema universitário do País. Batizada inicialmente de Universidade do RIO DE JANEIRO, ela teve o seu nome modificado em 1937 para UNIVERSIDADE DO BRASIL. Nasceu da reunião de unidades tradicionais de ensino superior que já existiam no RIO. O nome definitivo só veio em 1965. A tentativa de unificá-la foi expressa no ambicioso projeto de construção da Cidade Universitária, que nunca foi concluído. Entre 1949 e 1952, nove ilhas da BAIA DA GUANABARA foram unidas por um grande aterro para criar os 4,8 milhões de metros quadrados da ILHA DO FUNDÃO. O projeto optou por edifícios monumentais influenciados pelo movimento modernista, mas restrições orçamentárias fizeram as obras caminhar lentamente – e não tiveram fôlego para ir até o fim. A UFRJ ocupa apenas 30% do território da ILHA DO FUNDÃO e possui unidades no campus da PRAIA VERMELHA, na zona sul, e em outros dez edifícios isolados na cidade.  
  94 a. da primeira transmissão de rádio no BRASIL (7 de setembro de 1922), durante a Exposição Internacional do Centenário da Independência, realizado no RIO DE JANEIRO. Além de música, a elite brasileira ouve de suas casas um discurso do presidente EPITÁCIO PESSOA (1865-1942) O rádio só se tornaria popular na década seguinte. O jornal A NOITE, edição de 8 de setembro de 1922, publicava: “Uma nota sensacional do dia de ontem foi o serviço de rádio-telefone e alto-falante (...). O discurso do Sr. Presidente da República (...) foi, assim, ouvido no recinto da Exposição, em NITERÓI, PETRÓPOLIS e em SÃO PAULO, graças à instalação de uma possante estação transmissora no CORCOVADO (...). À noite (...) a multidão teve uma sensação inédita. A ópera GUARANY, de CARLOS GOMES, que estava sendo cantada no TEATRO MUNICIPAL, foi ali distintamente ouvida.”
  94 a. nasce o ator PAULO AUTRAN, em 7 de setembro de 1922. Alguns de seus personagens: MUNDINHO FALCÃO, em “GABRIELA, CRAVO E CANELA” (1961). Ele participou da primeira adaptação do romance de JORGE AMADO para a TV. Com direção de MAURÍCIO SHERMAN, o ator representou o papel de um político progressista. Com 42 capítulos, a novela era exibida às terças e quintas na TV TUPI do RIO. Em “PAI HERÓI” (1979), fez BRUNO BALDARACCI. Grande sucesso de JANETE CLAIR, sua primeira novela diária. Num elenco que trazia nomes consagrados da televisão como TONY RAMOS, ELIZABETH SAVALLA, GLÓRIA MENEZES e CARLOS ZARA, coube a PAULO AUTRAN o papel do mafioso. De golpe em golpe, o astuto BALDARACCI tornou-se o principal líder dos negócios escusos de NILÓPOLIS, na BAIXADA FLUMINENSE (RJ). Mas, tanto o personagem quanto a interpretação de PAULO AUTRAN mostravam deliciosas facetas de personalidade. Ingênuo e afetuoso, tornava-se às vezes comovente – em especial, nas cenas com sua adorada amante ANA PRETA (GLÓRIA MENEZES). Apesar de ser um tremendo mau-caráter, BRUNO BALDARACCI conquistou o coração do público. No final, JANETE CLAIR decidiu poupá-lo do castigo por seus crimes. Numa patética cena, BALDARACCI escapou das garras da polícia, saindo diretamente de uma festa, fantasiado de pierrô, para um helicóptero que o leva para fora do país. Na novela “OS IMIGRANTES” (1981), interpretou um anarquista PACO VALDÉZ, numa participação especial na novela da BANDEIRANTES, de BENEDITO RUY BARBOSA. Na “GUERRA DOS SEXOS” (1983), PAULO AUTRAN brindou-nos com o melhor da comédia ao interpretar um dos herdeiros da cadeia de lojas CHARLÔ´S, o OTÁVIO (também conhecido por BIMBO). Por problemas de saúde, AUTRAN retirou-se da novela por um tempo e retornou na pele do hilariante primo português DOMINGUINHOS, idêntico a OTÁVIO. Em conseqüência, disso, SÍLVIO DE ABREU escreveu uma prima idêntica também para CHARLÔ (FERNANDA MONTENEGRO): ALTAMIRANDA. Resultado: talento cômico ao quadrado!. Em “SASSARICANDO” (1987), SILVIO DE ABREU mostrou que pode um homem velho aproveitar a vida após muitos anos de opressão familiar. PAULO AUTRAN interpreta esse personagem, APARÍCIO VARELA, envolvido com REBECA (TÔNIA CARRERO), PENÉLOPE (EVA WILMA) e LEONORA (IRENE RAVACHE). Em “HILDA FURACÃO” (1998), interpretou o PADRE NELSON, numa adaptação de GLÓRIA PEREZ do romance de ROBERTO DRUMMOND. Uma aula de religião – e interpretação – que selou o amor de HILDA (ANA PAULA ARÓSIO) pelo frei MALTHUS (RODRIGO SANTORO) com grande sucesso. PAULO AUTRAN estreou no teatro, em 1949, com TÔNIA CARRERO na peça “UM DEUS DORMIU LÁ EM CASA”. No dia 12 de agosto de 2005 estreou a peça “ADIVINHE QUEM VEM PARA REZAR”, no TEATRO PROCÓPIO FERREIRA, no RIO. Um emocionante e muitas vezes engraçado relato sobre as dificuldades de comunicação entre pai e filho. O jornalista DIB CARNEIRO NETO enviou a PAULO AUTRAN a peça. O autor acha que viveu um sonho ao ver sua obra montada pela excelente equipe comandada pelo diretor ELIAS ANDREATO. Sem mudar figurinos ou maquiagem, PAULO AUTRAN vive três papéis: um padre, o pai de um problemático homem de 40 anos e o amante da mãe. Eles encontram o personagem central numa igreja. Os dois últimos, o pai e o amante, enfrentam o misto de raiva e admiração do protagonista, um homem que chegou à idade madura cheio de ressentimentos e relações mal-resolvidas com os dois adultos que marcaram a sua infância e a relação com a mãe. PAULO AUTRAN fala da peça, de sua intenção de não fazer mais televisão e assume o namoro com TÔNIA CARRERO. Colega de palco em sua estréia em teatro profissional com a peça “UM DEUS DORMIU LÁ EM CASA”, em dezembro de 1949, a veterana atriz foi uma das mulheres de sua vida, ao lado de KARIN RODRIGUES, seu único casamento de papel passado.
  94 a. da fuga do rei CONSTANTINO I da GRÉCIA, em 7 de setembro de 1922.  
  90 a. da primeira sessão de cinema, em POÁ, num prédio que pertencia ao meu avô MANOEL PINTO DA FONSECA, em 7 de setembro de 1926. Minha avó VICENTINA, aos 42 anos, assistiu essa sessão. Morreria a 26 de Setembro daquele ano (1926). Ela nasceu em 30 de abril de 1884.
  82 a. da greve de 400 mil trabalhadores têxteis nos ESTADOS UNIDOS, com atos de violência que deixam dez mortos e 50 feridos, em 7 de setembro de 1934.
  76 a. da morte em acidente de avião do presidente da República do PARAGUAI, GENERAL JOSÉ FÉLIX ESTIGARRIBIA, vencedor da guerra do CHACO, entre seu país e a BOLÍVIA (1931-1934), em 7 de setembro de 1940.
  76 a. do início do bombardeio massivo de LONDRES pelos alemães na chamada “BATALHA DA INGLATERRA”, na SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, dia 7 de setembro de 1940.  
  72 a. da IGREJA NOSSA SENHORA DO BRASIL, fundada em 7 de setembro de 1944.
  72 a. da inauguração da AVENIDA PRESIDENTE VARGAS, no RIO DE JANEIRO, em 7 de setembro de 1944.
  70 a. nasce o autor de OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA, J.J. BENITEZ (JUAN JOSÉ), em PAMPLONA, na ESPANHA, em 7 de setembro de 1946. Outros livros: REBELIÃO DE LÚCIFER, O TESTAMENTO DE SÃO JOÃO.  
  69 a. do início dos graves conflitos em NOVA DÉLHI, entre hindus e muçulmanos, em 7 de setembro de 1947. 
  68 a. do bairro CIDADE PATRIARCA, fundado em 7 de setembro de 1948.
  67 a. falece JOSÉ CLEMENTE OROZCO, muralista mexicano, em 7 de setembro de 1949.
  61 a. da concessão do direito ao voto para as mulheres, no PERU, em 7 de setembro de 1955.
  55 a. da posse na presidência do BRASIL de JOÃO GOULART, depois da renúncia de JÂNIO QUADROS, em 7 de setembro de 1961.
  53 a. da DECLARAÇÃO DE ASPIRANTES A OFICIAL, TURMA "JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA", da qual pertenço. ANO 14º - MÊS 2º - DIA 60º. 5 anos e 95 dias na FORÇA PÚBLICA. 1670 dias na ESCOLA DE OFICIAIS. Surge a grande data! A espera foi longa e custosa. Quantas lutas tive de travar para conquistar o galhardão da vitória. Como tudo aquilo que é custoso é melhor, esse prêmio vem coroar todos os meus esforços e compensar todas as energias despendidas durante os anos que enfrentei a Escola de Oficiais, de fevereiro de 1959 a setembro de 1963. As vitórias se faziam sentir nas promoções a anos superiores, mas a Escola era a mesma e aluno oficial continuava sendo. Agora as coisas se solidificam de uma vez: a Declaração a Aspirante a Oficial é algo fascinante para mim. A festa é contagiante e nesse 7 de setembro veremos a verdadeira pujança da Força Pública, estimada do povo, com 131 anos de tradições.
Pela manhã os alunos oficiais desfilariam no ANHANGABAÚ, sendo que aqueles que serão aspirantes daqui a algumas horas estão dispensados do desfile. Isso me faz recordar 1962 quando o 7 de setembro marcou época por ocasião do grandioso desfile no RIO DE JANEIRO. E em 1961 o 7 de setembro também marcou época, mas de forma diferente; passei essa data em CAPUAVA, na famosa Guarnição da Refinaria daquela localidade (Refinaria de Petróleo UNIÃO). Portanto, vejamos os acontecimentos desse brilhante 7 de setembro, quando deixo a Escola de Oficiais e ascendo mais um degrau na hierarquia militar: Aspirante a Oficial.
Levanto-me às 8 horas. Pensava que a noite fosse difícil de ser vencida, mas dormi muito bem, para meu espanto. Arrumada a farda de Aspirante para a solenidade da tarde, vou até o quartel levá-la. O CFA está uma maravilha e, a essas horas, uma turma de soldados dá os últimos retoques aproveitando que os alunos oficiais e alunos sargentos estão no ANHANGABAÚ, prontos para o desfile da Pátria, marcado para às 10 horas.
Recordo as quatro outras solenidades, quando tive oportunidade de ver quatro turmas deixarem a Escola de Oficiais (1959, 60,61 e 62). Se naquelas vezes vibrei por causa da formatura daqueles que hoje são tenentes, calcule a emoção que hoje me surpreende quando ainda faltam algumas horas para o momento supremo. Daqui por diante passarei algumas horas infindáveis, esperando a hora da promoção quando deixarei de ser aluno oficial, deixarei a Escola que me acalentou durante quase cinco anos, sendo obrigado a despedir dos bancos escolares e daqueles que ainda lutarão pelo galão que hoje colocarei nos ombros.
O momento não é só meu, como também de toda minha família, que sabe que hoje serei declarado Aspirante a Oficial, iniciando uma vida nova, cheia de esperanças e de trabalho profícuo. Termina aquela insegurança tremenda que passei como aluno oficial, dependendo das notas e às vezes dos instrutores. Meu diário conta bem todos os meus apuros que passei na Escola de Oficiais; dos amigos e inimigos que tive e das traições pelas quais passei vitorioso. A inveja daqueles que me viram subindo era algo de espantoso e se não fossem amigos de verdade que encontrei nas pessoas até de soldados e cabos, a essas horas não estaria no momento supremo da carreira que abracei. Venci os inimigos com denodo, luta pelo desprezo e de saber que tais elementos não valem aquilo que são e que não merecem a honra de ter vencido sem muito esforço.
Hoje sou um vencedor porque não tive padrinhos, não fui filhinho de papai, não sou filho de oficial, não persegui ninguém na Escola de Oficiais, não desonrei a farda que vesti. Usei como lema “não faça aos outros aquilo que não queres que vos façam”. Como sofri muito, a vitória tem mais valor. Enfrentei a Escola com a condição de casado e pai de três filhos; estudei muito e obtive a terceira colocação na turma. Sou vencedor com honra e não como muitos que tiveram facilidades em concluir essa Escola.
No momento em que escrevo esse diário sinto-me contente, eufórico, por saber que minha vitória é bem maior do que muitos. Eles também tiveram seus problemas, mas não se compararam aos meus. São 10:30 horas, portanto os ponteiros do relógio mostram que faltam ainda quatro horas e meia para o momento supremo.
Almoço quase ao meio dia e em seguida rumo para a Escola de Oficiais. Ali já me encontro com alguns colegas que, tal como eu, estão eufóricos nesta data. Apronto-me para a primeira parte da solenidade, envergando pela derradeira vez o uniforme de gala de aluno oficial.
Meus pais chegam às 14 horas e logo em seguida tenho de entrar em forma. A tropa recebe a bandeira e nota-se que o CFA se engalana pela presença de tanta gente, de tantos oficiais: Força Pública, Exército, Aeronáutica e Marinha. Noto a presença de minha madrinha, Prima NAIR, e do tio RENATO FONSECA.
O governador do Estado, Doutor ADEMAR DE BARROS, faz-se presente na primeira parte da solenidade e é ele o paraninfo da turma de Aspirantes de 1963. Depois da revista à tropa pelo doutor ADEMAR DE BARROS, há a passagem do fanhão da Escola de Oficiais: o BORINI SOARES passa-o para o aluno oficial FERREIRA DE SOUZA.
Um momento de intensa emoção foi a leitura do Boletim publicando o resultado dos cursos e a promoção nossa a Aspirante a Oficial. Desse instante em diante a Força Pública ganhou mais quinze aspirantes:NILSON GIRALDI, JOSÉ CARLOS BORINI SOARES, MÁRIO FONSECA VENTURA, ALBINO CARLOS PAZELLI, MÁRIO FAUSTO RODRIGUES PINHO, ARLINDO DE MOURA, ANTONIO CARLOS MENDES, DALMIRO GOMES, LUÍS ANTONIO ARAÚJO ROCHA, ALUÍZIO SILVEIRA DE CARVALHO PEREIRA, MARCO RÉGIS RAGHIANTI CORDEIRO, UBIRAJARA GUIMARÃES, AMÉRICO VICTOR SALVATO, ELYSEU GUILHERME SALGADO ROCHA, NINO ANTÔNIO MEDEIROS CALESTINI.
A solenidade prossegue com a entrega dos espadins, outro fato culminante da Festa. Enquanto há a entrega de divisas aos novos sargentos e a entrega de espadas aos tenentes da Rodoviária, nós vamos ao alojamento trocar a farda de aluno oficial pela de Aspirante – túnica branca e calça diagonal. Os cumprimentos não faltam, principalmente por parte da oficialidade que nos recebem no novo quadro com bons olhos. Os alunos oficiais que não deixaram de ser nossos amigos, também vinham dar os seus parabéns singelos e emocionantes. Era aquilo que esperávamos tanto tempo e que agora se realizava. Não era mais sonho, mas sim realidade.
Converso com meus parentes, agora com Tia IRENE, Tia CATARINA, Tia MANOELA, Prima NAIR, Tio RENATO, meus pais e minha madrinha. A alegria era emocionante e fazia vir lágrimas aos olhos de meus pais.
Na segunda parte da Festa há a passagem do estandarte que o NILSON GIRALDI entrega ao primeiro colocado do 2º CFO para o 3º CFO – ARSONVAL VALÉRIO SBRISSA. Depois há a entrega das espadas aos novos Aspirantes. O Governador do Estado, nosso paraninfo, faz a saudação a seus afilhados e assina duas importantes leis: o aumento do efetivo da Força Pública para 31 mil homens e a concessão de CR$12.500,00 às praças da FP como gratificação.
A tropa desfila perante as autoridades e depois o Escola de Oficiais presta significativa homenagem aos novos aspirantes. A oração proferida pelo BELOTTI, do 2º CP foi de fazer vir lágrimas aos olhos. Somos cumprimentados por muitos oficiais e logo depois reúno-m com a família.
Deixo o CFA emocionado com a festa. Minha prima NAIR leva meus pais, eu, tia MANOELA e seu noivo até o CANINDÉ, onde mora a ERCÍLIA. Fizemos uma visita a essa pessoa que é quase como um ente da família. NAIR leva-nos até a estação ROOSEVELT e ali embarco com meus pais para POÁ. Apresentar-me-ia à cidade que me viu nascer e crescer como Aspirante a Oficial, no primeiro dia de minha nova promoção.
Converso com os soldados do Destacamento e com tio RENATO FONSECA, soldado ÉLSIO e senhor JOSÉ RODRIGUES. Fico conversando com amigos e andando por POÁ durante boa parte desse sábado feliz.
Quando o cansaço me venceu e sentia necessidade de repouso, encaminho-me ao lar paterno e despeço-me do 7 de setembro, data que ficará gravada em minha mente durante o resto de minha vida. Venci aquela luta que registrei nesse diário desde fevereiro de 1959. Parto agora para outra luta que me é desconhecida ainda.          
25 ANOS DO OFICIALATO:
Almoço na APMBB, onde se reuniu a turma “JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA, aspirantes de 7 de setembro de 1963, comemorando os   VINTE E CINCO ANOS DO OFICIALATO (foi no dia 10 de setembro de 1988). Consta de minhas anotações: “Realizar-se-á hoje um episódio marcante na vida daqueles que escolheram a carreira de oficial da Polícia Militar e pertenceram a uma turma que foi declarada ASPIRANTE A OFICIAL em 7 de setembro de 1963 –TURMA JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA– São vinte e cinco anos que nos separam daquela quarta-feira ensolarada. Levo LUCINDA e PAULO CÉSAR a APMBB por volta das 11 horas. Ali, vamos encontrar o ALUÍZIO e esposa, NILSON GIRALDI e o Professor LUIZ GONZAGA (nosso antigo mestre de francês). Depois vão chegando: PINHO, ROCHA, AMÉRICO, UBIRAJARA, PAZELLI, MENDES, RÉGIS, LUIZ ANTÔNIO, DALMIRO e seus familiares. O Capitão Reserva ARLINDO DE MOURA vem sozinho, bem como o BORINI SOARES. O BORINI estava “desaparecido” desde os anos 70. Comparecem o Coronel Res DIVO BARSOTTI (Cmt da Academia na época), Coronel Res JOSÉ ALVES DE CARVALHO e Coronel Res ALBERTINO LOPES DE AGUIAR (nossos antigos instrutores), Coronel FELICIANO (atual Cmt da APMBB). Com a chegada do COMANDANTE GERAL - Coronel WILSON CORREIA LEITE – é descerrada uma placa alusiva ao ato. Tudo isso está sendo filmado pelo Cabo DRAUZIO FIGUEIREDO. O Coronel ROCHA faz um eloqüente discurso, relembrando também momentos bons e maus que tivemos ao longo desses vinte e cinco anos. O Coronel BARSOTTI fala nesse momento, bem como o PAZELLI e o nosso Comandante Geral. Deixamos a APMBB quase às 15 horas.
Em 5 de setembro de 2003 os aspirantes de 7 de setembro de 1963 reuniram-se novamente na ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO para a confraternização dos 40 ANOS do aspirantado.
  52 a. das anotações realizadas em 7 de setembro de 1964 (segunda-feira). ANO 15º - MÊS 2º - DIA 60º - 6 anos e 95 dias na FORÇA PÚBLICA - 107 dias como 2º TENENTE - 354 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.
São 4 horas quando levanto nesta data, rumando logo para o BG. A Unidade vai desfilar no ANHANGABAÚ e, necessariamente, precisamos entrar em forma às 6 horas. Assim acontece e o Batalhão é um tremendo borborinho desde cedo.
Pertenço à 3ª Companhia, comandada pelo CAPITÃO JOSÉ SANCHEZ FÉLIX. Comando o pelotão da direita, enquanto o 1º TENENTE PLÍNIO VAZ está no centro e o ASPIRANTE RICCIARDELLI ocupa a esquerda.
Chegamos ao local reservado ao BG por volta das 7 horas. Vamos desfilar atrás da Polícia Rodoviária. O ANHANGABAÚ engalana-se para o desfile e o povo paulista aflui em massa. Apenas o que cansa a tropa é a espera do início do desfile, que somente vai acontecer às 10 horas. O BG passa muito bem, com alguns pequenos senões causados pela Companhia de alunos soldados. O BG vibra em seu uniforme de gala e, apesar da volta ser cansativa, pois vamos marchando até o quartel, ninguém reclama.
Mais tarde, acompanhado do 1º TENENTE OSWALDO DE SORDI, que retorna de férias e já assume o comando da 2ª Companhia, vamos até a PRAÇA DOM PEDRO II. Espero embarcar num ônibus para POÁ. Acontece que isso demora e, com um conhecido que entrou para a Guarda-Civil, resolvemos tomar o trem das 12:30 horas.
Depois de muito tempo sem visitar meus pais, resolvo hoje dar um pulo à casa deles. Tenho uma surpresa um tanto dolorosa: minha mãe quebrou o pulso direito no sábado. Escorregou e, na queda, com a pressão do corpo, não consegue evitar a dolorosa ocorrência. TIA CATARINA se acha presente, ajudando-a nos afazeres domésticos, bem como TIA LURDES.
Almoço com meus pais. Descanso à tarde. Janto e saio para visitar os conhecidos no Destacamento Policial (SOLDADOS ÉLSIO, JOÃO DOS SANTOS, EXPEDITO e outros).
Vou ao CINE COLONIAL. Relembro meus tempos de garoto ao assistir o filme "TARSAN,L O MAGNÍFICO".
Em POÁ, ainda encontro TIO RENATO FONSECA e somente vou retornar para SÃO PAULO no ônibus das 22:30 horas. Durmo no quartel do BG face o adiantado da hora. 


51 a. das anotações realizadas em 7 de setembro de 1965 (terça-feira). ANO 16º - MÊS 2º - DIA 60º - 7 anos e 95 dias na FORÇA PÚBLICA - 472 dias como 2º TENENTE - 719 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.
Para os militares esta data tem um significado importantíssimo, muito embora todos devam venerar o dia do GRITO DO IPIRANGA.
Majestoso desfile está marcado para o VALE DO ANHANGABAÚ, nesta manhã. Para que não chegue atrasado no quartel, levanto às 4 horas, indo tomar um ônibus no MANDAQUI. Ali me encontro com o meu compadre 3º SARGENTO JOSÉ CARCAN.
Chego cedo no BG,  mas o borborinho é tremendo. Às 5:50 horas temos a formatura do batalhão. Às 6:40 horas rumamos à PRAÇA PRESIDENTE ROOSEVELT. Tropas do Exército e da Aeronáutica faziam-se notar naquele local, bem como a Escola de Oficiais da FORÇA PÚBLICA, Departamento de Polícia Militar e Escola de Educação Física.
O TENENTE-CORONEL EURICO JOSÉ COLA é o Comandante do Destacamento da FORÇA PÚBLICA. A espera é que cansa as tropas formadas e, somente às 9 horas é que chega o governador do Estado, DOUTOR ADEMAR PEREIRA DE BARROS. À frente do BG encontra-se o CFA e um contingente da Escola de Educação Física. Atrás em a Companhia de Guardas, Batalhão "TOBIAS DE AGUIAR" e outras Unidades.
Como sempre, o BG passa garboso, merecendo as palmas do público que, neste ano, suplantou em quantidade às passadas. Antes das 11 horas estamos retornando ao quartel, onde somos liberados. Almoço em meu lar. A tarde é dedicada à família e ao descanso.
Lá pelas 17 horas visita-me o soldado JOÃO MARIA MOREIRA que irá prestar exames à Escola e que atualmente é meu aluno. À noite assisto programas de televisão, sendo que hoje temos o último capítulo da novela OS 4 FILHOS. Com minha senhora ainda assisto: A DEUSA VENCIDA - A OUTRA - O PREÇO DE UMA VIDA.
O programa mais interessante é o do canal 9 "A IMPAGÁVEL DERCI GONÇALVES".   
50 a. dos acontecimentos em 7 de setembro de 1966 (quarta-feira). ANO 17º - MÊS 2º - DIA 60º - 8 anos e 95 dias na FORÇA PÚBLICA – 837 dias como 2º TENENTE – 155 dias na 2ª CI.
É o primeiro DIA DA PÁTRIA que passo na cidade de GUARULHOS, mudando a rotina dos anos anteriores, quando sempre ia desfilar no ANHANGABAÚ. Desta feita, da 2ª Companhia Independente, as coisas irão transcorrer de maneira diferente.
Esta data é muito significativa para mim. Foi a 7 de setembro de 1963, portanto há três anos atrás, que deixava os bancos escolares do famoso CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, para me lançar na carreira de oficial da FP, começando meus passos como ASPIRANTE, no BATALHÃO DE GUARDAS. Foi naquela data que recebia, eufórico, a minha espada e as platinas do aspirantado.
Em 1962, quando ainda era cadete do 2º ano do CFO, o 7 de setembro vai me encontrar no RIO DE JANEIRO, num memorável desfile que a ESCOLA DE OFICIAIS participou.
São 5:30 horas quando levanto. Deixo meu lar, pouco depois, rumando para o ponto de ônibus do VILA AURORA. A data, por ser feriado nacional, apresenta pouco movimento de pedestres e de usuários do ônibus daquela linha. Embora viajando tranquilamente, chego cedo em GUARULHOS. No entanto, na Companhia já temos bastante elementos para participar de uma formatura marcada pelo Comandante.
Às 8 horas, tem início a revista da tropa. CAPITÃO JAIR, TENENTES SÉRGIO e NELSON NUNES FERNANDES também estão presentes e a revista tem uma duração curta. Há a leitura do boletim comemorativo, canto do Hino Nacional e da Canção da Força Pública.
Usando o carro do SARGENTO FLÁVIO, subimos para a PRAÇA GETÚLIO VARGAS. Ali, num espetáculo deslumbrante, desfilam os diversos colégios guarulhenses. O CAPITÃO JAIR e os oficiais da Companhia se irmanam com o Prefeito MÁRIO ANTONELLI, vários vereadores e outras pessoas de influência no município.
Apesar de tudo estar indo muito bem, deixo o local quando são 22:30 horas. Juntamente com o SARGENTO FLÁVIO e SOLDADO PATRÍCIO rumamos à residência de dona ELVIRA. Combinamos, anteriormente, que nos encontraríamos hoje em sua casa. Aquele lugar está movimentadíssimo nesta manhã. Meus companheiros têm outros afazeres e eu permaneço nessa residência. Enquanto se espera o almoço, conversamos com as pessoas conhecidas. Aproveito também para ler os detalhes das manchetes do jornal NOTÍCIAS POPULARES que hoje publica: Cabeça do assalto dos 27 milhões de cruzeiros era um guarda-civil; mulher entregou gang dos milhões. No décimo-terceiro dia das investigações, a Delegacia de Roubos, através de um trabalho de equipe, esclareceu o rumoroso assalto dos 27 milhões de cruzeiros, com a prisão de quatro participantes e a apreensão de parciais somas em dinheiro que totalizam cerca de mais de vinte milhões de cruzeiros. Um quinto elemento, identificado como sendo ALTAIR DOS SANTOS, 23 anos, solteiro, SOLDADO DA FORÇA PÚBLICA, foi implicado na trama por haver fornecido os três fardamentos utilizados no delito, porém está foragido e deverá ser detido a qualquer momento pela Delegacia da Polícia Militar da Força Pública.
Depois de almoçar na residência de dona ELVIRA, procuro descansar um pouco, aproveitando a maravilha da tarde que está fazendo. Deito num banco, embaixo de umas amoreiras.
Mais tarde, lá pelas 15 horas, deixo esse local, juntamente do INÊS e SUELI. Vamos até POÁ e, para tanto, embarcamos no ônibus CIDADE, descendo no LARGO DA CONCÓRDIA. Depois visito a casa de meus pais.
Praticamente estou agindo liberalmente, sem preocupações, mas estou com a consciência um tanto quanto pesada. Em todo caso, no lar paterno, tenho sossego e paz de espírito por algumas horas. Chego até a assistir programas de televisão, com meu pai, principalmente o oitavo capítulo do seriado que tanto me empolgou quando era criança – OS PERIGOS DE NIOKA. Janto com meus pais e, às 19:30 horas, despeço-me deles.
No Destacamento de Polícia local, encontro-me com o SOLDADO EXPEDITO e saio de jeep com o mesmo. Vamos até os cinemas COLONIAL e ESMERALDA (este foi inaugurado no último dia 3 e vou conhece-lo nesta data – acho-o um tanto acanhado. O CINE ESMERALDA tem de bonito a fachada. Faz grande vista e, com esse novo cinema, os espetáculos cinematográficos, em POÁ, melhoram.
Converso com TIO WASHINGTON, SOLDADOS ELSIO, VIANA e também com o 3º SARGENTO OSVALDO, Comandante do Destacamento Policial.
São 21 horas, quando sou procurado pela INÊS e SUELI. Querem tomar o trem das 21:24 horas, de volta a SÃO PAULO e, posteriormente, a GUARULHOS. Trazem consigo o ZECA, um sujeito homossexual que vai trabalhar naquela cidade. Fazemos a viagem para SÃO PAULO. Tomamos o ônibus para GUARULHOS e, quando são 23 horas, chegamos em GOPOÚVA. A noite é complicada, inclusive com princípios de uma briga em que não me envolvo.       
48 a. do assassinato do soldado EDUARDO CUSTÓDIO DE SOUZA, na madrugada de 7 de setembro de 1968, metralhado nos fundos do DOPS, no LARGO GENERAL OSÓRIO, onde estava de sentinela. EDUARDO foi atingido por sete balas, na garganta e no peito. Mais onze balas ficaram incrustadas na parede. O CAPITÃO ISER BRIZOLA, comandante da tropa no DOPS, não deu informações. Disse que as mesmas seriam prestadas pelo CAPITÃO NEVES, do QUARTEL GENERAL DA FP/SP. Por sua vez, o CAPITÃO NEVES explicou que o CORONEL ANTÔNIO FERREIRA MARQUES, comandante da FORÇA PÚBLICA, proibiu a divulgação do assunto até que se esclareça completamente o caso.            
47 a. de meus trabalhos no policiamento ostensivo no 7 de  setembro de 1969, quando eu era tenente do 11o. BPM. O desfile foi no VALE DO ANHANGABAÚ e se destacou a apresentação dos "BERSAGLIERI". No PALÁCIO ANCHIETA é inaugurada a escadaria em forma helicoidal do saguão de entrada. Esse é um dos marcos arquitetônicos do prédio, que tem paredes de vidro nos 13 andares. ALFREDO GIGLIO e MARIO HENRIQUE PUCCI, diretores do Departamento de Arquitetura na época, ajudaram na elaboração do prédio. A inauguração da escadaria foi realizada em sessão solene presidida pelo então vereador JOSÉ MARIA MARIN, hoje presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – notícia publicada no CIDADES/METRÓPOLE de O ESTADO em 15 de abril de 2012). A Câmara tinha 22 vereadores (hoje são 55). O Tribunal de Contas do Município atualmente com sede na VILA CLEMENTINO, era no subsolo. Também funcionavam no prédio a Secretaria Municipal de Esportes, as sedes dos partidos ALIANÇA RENOVADORA NACIONAL (ARENA) e MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (MDB) e o Movimento Brasileiro de Alfabetização (MOBRAL). Sede do Poder Legislativo paulistano, o PALÁCIO ANCHIETA, ao lado da PRAÇA DAS BANDEIRAS, no centro, começou a ser pensado em 1942, na gestão do prefeito PRESTES MAIA. Dez anos depois, em 1952, a Construtora ALFREDO MATHIAS foi escolhida pelo Prefeito ARMANDO DE ARRUDA PEREIRA para elaborar um projeto. Na época, um dos arquitetos que participaram foi OSCAR NIEMEYER, hoje com 104 anos. Ele assina o desenho da escada em forma helicoidal do saguão de entrada. 
  47 a. chegavam ao MÉXICO, em 7 de setembro de 1969, os presos trocados pelo embaixador CHARLES BURKE ELBRICK. Na lista estavam alguns líderes estudantis, como ex-ministro da Casa Civil de LULA, JOSÉ DIRCEU, VLADIMIR PALMEIRA e LUIZ TRAVASSOS; o músico RICARDO VILAS; o ex-sargento ONOFRE PINTO; o jornalista FLÁVIO TAVARES; o líder comunista GREGÓRIO BEZERRA; o líder sindicalista JOSÉ IBRAHIM; além de AGONALTO PACHECO DA SILVA, IVENS MARCHETTI, JOÃO LEONARDO DA SILVA ROCHA, MARIA AUGUSTA CARNEIRO RIBEIRO, RICARDO ZARATTINI FILHO, ROLANDO FRATTI e MARIO ZANCONATO. Um “sucesso” cuja imitação, apesar da repressão que resultou na prisão, morte ou exílio de alguns envolvidos, virou lugar-comum na esquerda latino-americana nos anos 1970.
  45 a. da fundação do jornal GUARU NEWS, primeiro nome da FOLHA METROPOLITANA, de GUARULHOS, em 7 de setembro de 1971, com a finalidade de registrar e levar aos guarulhenses os fatos mais importantes da cidade. Foi criado por SYLVIO DE SOUZA PINHEIRO, PAULO TABAJARA e FRATERNO VIEIRA, com o apoio do empresário PASCHOAL THOMEU, presidente do GRUPO THOMEU. Nos anos seguintes, o semanário cumpriu seu papel, mas, com o crescimento da população e a necessidade de ampliar o noticiário de municípios vizinhos, a direção do jornal, que já circulava diariamente, resolveu rebatizá-lo. E assim, em 3 de fevereiro de 1976, chegava às bancas a FOLHA METROPOLITANA. Instalada desde sua fundação na região central de GUARULHOS, a FOLHA passou a funcionar, em 1997, em ITAPEGICA, zona oeste. E desde 2003, foi transferida para a atual sede, na VILA AEROPORTO, região de CUMBICA, próxima à rodovia PRESIDENTE DUTRA. Mais recentemente, a FOLHA aumentou investimentos numa linha editorial popular, visando maior prestação de serviços ao leitor, principalmente aos residentes nos bairros periféricos de GUARULHOS.
Por ocasião do 38º aniversário do jornal assim se expressa o atual prefeito de GUARULHOS, SEBASTIÃO ALMEIDA: “Nos últimos 38 anos, a FOLHA METROPOLITANA foi testemunha dos principais momentos que marcaram o desenvolvimento e o crescimento de GUARULHOS. Durante esse período, o jornal se destacou por levar informações relevantes sobre os principais acontecimentos da cidade. Desejo ao jornal que continue cumprindo com o papel de informar e ajudar a construir uma GUARULHOS cada vez melhor.” O diretor-geral da FOLHA METROPOLITANA diz em 2009: “Por todos os lugares que passo, as pessoas comentam dele (o ex-deputado PASCHOAL THOMEU) e lembram de atitudes em que foram beneficiadas por ele.” ANDRÉA SANTOS THOMEU é a atual diretora-presidente do jornal: “Estes 38 anos de FOLHA METROPOLITANA são conseqüência de um trabalho de qualidade, imparcialidade, seriedade e compromisso com a cidade de GUARULHOS. E continuaremos a lutar pela cidade.”  
  44 a. da PARADA MILITAR DA INDEPENDÊNCIA, realizada na AVENIDA PAULISTA, e presidida pelo GENERAL GARRASTAZU MÉDICI, então PRESIDENTE DA REPÚBLICA, em 7 de setembro de 1972.
  40 a. da realização do 1o. desfile da INDEPENDÊNCIA, na AVENIDA    TIRADENTES  – em  7 de setembro de 1976.
  39 a. da assinatura do tratado para a transferência do controle sobre o canal do PANAMÁ, em 7 de setembro de 1977.
  37 a. do anúncio da instalação de 200 mísseis MX, por JIMMY CARTER, em 7 de setembro de 1979. Outras anotações nesta data: dedico este domingo ao lar. Pela manhã faço uma limpeza geral no volks 78. Leio o jornal FOLHA DE SÃO PAULO. LUCINDA recebe a visita da GISLEIDE, que se encontra sozinha. O marido, JOÃO GOMES DE OLIVEIRA JÚNIOR, está de serviço na guarda do Quartel do Comando Geral. Mais tarde vamos para a casa da Avenida QUATRO BARRAS. LUCINDA faz companhia à GISLEIDE enquanto não chega a MARLENE. No “MUSEU” revejo livros e revistas de muitos anos atrás, ao abrir uma das muitas caixas de papelão que veio da garagem do Sr MANUEL PEREIRA, em 1976. Retornamos para casa depois das 22 horas. Leio “APÓS A GUERRA”, do escritor russo KONSTANTIN KALIBERDA.
  36 a. falece JULIAN REQUENA GARCIA no dia 7 de setembro de 1980. Nasceu em ALBACETE, ESPANHA, no dia 27 de novembro de 1906. Serviu como voluntário no Movimento Constitucionalista de 1932, no setor SUL ITARARÉ – ITAPETININGA. Casado com CORINA BARBOSA em 1934 (ela nasceu em 12 de agosto de 1914). Deixa os filhos: ODUVALDO, ARLETE, EUNICE e LENITA. Os restos mortais de JULIAN foram levados para a cripta do Monumento Mausoléu em 9 de julho de 2008. Foi associado do MMDC sob número 8.166. 
  34 a. da grande retirada de tropas soviéticas do AFEGANISTÃO, em 7 de setembro de 1982.
  34 a. da aprovação, pelo Parlamento de ROMA, de uma lei para combater o crime organizado. Ela equipara os crimes das organizações mafiosas aos atos terroristas e transforma a simples filiação à máfia num ato criminoso, em 7 de setembro de 1982.
  33 a. falece o cantor JOÃO VALENÇA, em 7 de setembro de 1983. 
  32 a. falecem: o CARDEAL JOSEF SLIPYJ e o 2o.Ten. MORIVAN PEREIRA DE ARAÚJO, em 7 de setembro de 1984.
  30 a. o GENERAL AUGUSTO PINOCHET sai ileso de um atentado no qual morreram cinco pessoas, em 7 de setembro de 1986.
  30 a. da posse do cargo de arcebispo da CIDADE DO CABO, na ÁFRICA DO SUL, pelo bispo DESMOND TUTU, em 7 de setembro de 1986. Ele foi o primeiro líder negro anglicano no país.
  29 a. mais de 200 pessoas mortas e cerca de um milhão de desaparecidos devido às chuvas torrenciais que caíram em MARACAY, na VENEZUELA, em 7 de setembro de 1987. Outras notícias nesta data: num 7 de setembro, o de 1963, há 24 anos atrás, era promovido a ASPIRANTE A OFICIAL. Hoje sou tenente-coronel e apareço no almanaque dos oficiais como número 40. Assisto a Parada de 7 de Setembro. São 8:45 horas quando o Governador ORESTES QUÉRCIA recebe a continência do Comando – GENERAL-DE-DIVISÃO ÂNGELO BARATA FILHO (Comandante da 2ª Divisão do Exército). O Prefeito JÂNIO QUADROS está ao seu lado. O CORONEL PM ARISTIDES TREVISAN acompanha o Prefeito ao palanque. O Comandante do Destacamento PM é o CORONEL PM OCTÁVIO GOMES DE OLIVEIRA. Comanda o Grupamento a pé o TENENTE-CORONEL PM MELO ARAUJO. O Comando do Grupamento Motorizado cabe ao TENENTE-CORONEL PM ZACARIAS VIEIRA PEIXOTO (dos bombeiros). Causa arrepio a passagem da garbosa ESCOLA DE OFICIAIS, comandada pelo TENENTE-CORONEL PM ELIO PRONI. O 3º BPChq passa sob o comando do MAJOR PM CARLOS ALBERTO DA COSTA. Ainda vou ao 2º BPChq, não assistindo a parte cívica do desfile e nem o desfile da Cavalaria. Converso com o MAJOR PM DÁRCIO FERNANDES. O CABO PM AMILTON e o Soldado SÍLVIO, na viatura COMANDO ANCHIETA, trazem-me de volta a GUARULHOS. Ainda na televisão assisto cenas do desfile de BRASILIA, com a presença do Presidente JOSÉ SARNEY. É mostrado o caça-bombardeiro subsônico AMX, fabricado pela EMBRAER. A FAB coloca 110 aviões no ar, terminando a exibição aérea com o TUCANO. Na biblioteca, às 18 horas, vou colocar minhas memórias em dia. Os bancos credores do BRASIL estão “em estado de choque” diante das propostas que o Ministro BRESSER PEREIRA tem apresentado para a renegociação da dívida. “O BRASIL se comporta como país rico e quer ser tratado como um país subdesenvolvido”, são palavras de um banqueiro londrino, comentando o anúncio de que já “dominamos o ciclo nuclear”. Faleceu GIOCONDO DIAS. Nesta noite LUCINDA assiste o primeiro capítulo da nova novela da GLOBO “BAMBOLÊ”.
  27 a. falece DINARCO REIS, em 7 de setembro de 1989.
  27 a. do anúncio de um cessar fogo, pela FRENTE FARABUNDO MARTÍ, unilateral, para facilitar o diálogo com o governo de EL SALVADOR, em 7 de setembro de 1989.
  26 a. do acidente com o SANTANA da PM na Rua ENTRE RIOS, na VILA BUENOS AIRES, no dia 7 de setembro de 1990.
  25 a. transf.  reserva: CORONEL PM ANTÔNIO CARLOS MENDES, CORONEL PM LUIZ CAVINATO NETO e CORONEL Méd PM.. ROBERTO BATAGLIA THEODORO, em 7 de setembro de 1991.    
  24 a. da morte do homem que recebeu o fígado de um macaco babuíno (28 de junho de 1992). Ficou 72 dias com esse fígado transplantado. Morreu no dia 7 de setembro de 1992.
  23 a. falece o escultor brasileiro, BRUNO GIORGI, em 7 de setembro de 1993. Nasceu em 13 de agosto de 1905.
  22 a. das seguintes anotações em minhas memórias, no dia 7 de setembro de 1994 (quarta-feira). No dia 7 de setembro de 1963, num dia ensolarado, no antigo CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO (hoje APMBB), QUINZE alunos-oficiais do 3º CFO eram promovidos a ASPIRANTES A OFICIAL . Trinta e um anos transcorridos, todos esses aspirantes estão na reserva. O último a deixar o serviço ativo foi o CORONEL PM LUIZ ANTÔNIO DE ARAÚJO ROCHA, que comandava o CPAI-4 – MARÍLIA. Com muita saudade, relembro esse episódio tão importante de minha vida. Logo cedo, quando pretendia buscar o jornal na banca situada perto da PADARIA NOVA FRONTEIRA, tenho o dissabor de ver que a bateria do SANTANA está arriada. O PAULO CÉSAR leva a bateria para receber uma carga lenta na borracharia que fica perto de casa.
A partir das 10 horas, assisto o DESFILE DA INDEPENDÊNCIA na Avenida TIRADENTES, pela TV CULTURA. Antes, o governador FLEURY hasteou a Bandeira Nacional; MIGUEL COLASSUONO, representando PAULO MALUF, hasteou a Bandeira do Município e o GENERAL CARLOS ARCOVERDE, Comandante Militar do SUDESTE, a Bandeira paulista. o Comandante do desfile é o GENERAL DE BRIGADA THEO SPÍNDOLA BASTOS, do Comando Militar do SUDESTE. A Banda de Música do Comando Militar SUDESTE posiciona-se; as Bandeiras históricas do BRASIL são conduzidas por cadetes da Academia da Polícia Militar, a cavalo. Na seqüência: Grupamento de Ex-combatentes do BRASIL; Bandeiras dos Estados da Federação, conduzidas por policiais femininas; Batedores da PMESP; 2º Batalhão de Polícia do Exército. No Destacamento Escolar: Colégio Naval da Marinha de Guerra do BRASIL; CPOR; Escola Preparatória do Exército; APMBB. É lógico que eu me recorde dos desfiles que participei, principalmente quando fui cadete, e vibre com a passagem da APMBB, com os cadetes comandados pelo TENENTE-CORONEL PM JOSÉ FLÁVIO TURESSI. Grupamento a pé: Banda de Música do IV Grupamento da 2ª Região Militar (TG de SÃO BERNARDO DO CAMPO, com 81 bandeiras municipais) – 29º BIB – 4º BIB (REGIMENTO RAPOSO TAVARES) - 2º Batalhão de Guardas; PMESP: Corpo Musical, com o MAJOR COSIGNANI; Comando de Policiamento Metropolitano (grupamento de estandartes) – CFAP – CORREGEDORIA PM (CAPITÃO WANDERLEY IOSHIKAWA) 3º BPChq, com o TENENTE-CORONEL VALDIR SUZANO – 4ª Cia – COE; 5ª Cia – GATE; 3ª Cia – CANIL; Polícia Rodoviária Federal; Guarda Civil Metropolitana.
Destacamento Moto-Mecanizado – batedores da PMESP- EM do Cmt do Destacamento – 1º Esquadrão de Cavalaria Moto-Mecanizado (Esquadrão ANHANGUERA); 2º Batalhão de Engenharia de Combate (PINDAMONHANGABA); 12º Grupo de Artilharia de Campanha (JUNDIAÍ); 20º Grupo de Artilharia de Campanha (GRUPO BANDEIRANTES, sediado em BARUERI); 2º Grupo de Artilharia Anti-Aérea (GRUPO FERNANDO DE NORONHA, sediado em QUITAÚNA, OSASCO); 22º Batalhão Logístico (BARUERI). O GRUPAMENTO MOTORIZADO da PMESP e RÁDIO-PATRULHA AÉREA é comandado pelo novo CORONEL PM GUARACIABA DE AGUIAR. A seqüência é a seguinte: Pelotão de Escolta da PM – Viaturas do Radiopatrulhamento Padrão, Escolar e Feminino – Guarnições do Comando de Policiamento de Trânsito, do Corpo de Policiamento Rodoviário e do Policiamento Florestal e Mananciais – 1º BPChq (ROTA), 2º BPChq (ROCAM), 3º BPChq (CENTURIUM, COE, GATE, ESPINHA-DE-PEIXE e viatura LANÇA-ÁGUA). Viaturas do Corpo de Bombeiros, do Policiamento Federal e da Guarda-Civil Metropolitana.
Encerrando o desfile, sempre empolgando, vem a galope o Regimento de Cavalaria Montada “9 DE JULHO”, sob o comando do TENENTE-CORONEL PM UBIRAJARA DIAS FERNANDES.
Na televisão, durante os noticiosos, vejo comentários dos desfiles nas cidades de BAURU, SOROCABA, CAÇAPAVA, SANTOS, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO e nos Estados: BRASÍLIA, RIO, PORTO ALEGRE, FORTALEZA, SALVADOR, BELO HORIZONTE, FLORIANÓPOLIS. Em APARECIDA DO NORTE temos uma ROMARIA DOS TRABALHADORES (quase 70 mil pessoas). No VALE DO ANHANGABAÚ, os PARALAMAS DO SUCESSO fazem a festa. Em BRASÍLIA, numa solenidade rapidíssima, CIRO GOMES toma posse como novo MINISTRO DA FAZENDA. À tardinha, LUCINDA conta-me que caiu uma tábua num dos pés do ROGÉRIO (filho do sr JOSÉ BOARETTO e dona MARIA) quebrando um dos artelhos. Demora para retornar do PRONTO-SOCORRO. LUCINDA também sofre com as artimanhas de seu neto. O PAULO CÉSAR teima em andar com moleques “manjados” das ruas vizinhas à nossa.
US OPEN: STEFFI GRAF vence AMANDA COETZER e vai para a semi-final. Na outra partida, a tcheca JANA  NOVOTNA derrotou a francesa MARY PIERCE. NOVOTNA e GRAF disputarão uma das semi-finais. A outra, do dia 9, será entre GABRIELA SABATINI e ARANTXA SANCHEZ. Nesta noite, continuo lendo O PAPA NEGRO, romance de ERNESTO MEZZABOTTA.
  20 a. do DESFILE CÍVICO–MILITAR DA INDEPENDÊNCIA no POLO CULTURAL GRANDE OTHELO, no ANHEMBI, em 7 de setembro de 1996. Fiz uma promessa para mim mesmo que, enquanto o desfile da Pátria for realizado no ANHEMBI ali não ponho os pés. É uma heresia tal situação. Luto para que o desfile seja realizado no IPIRANGA.
  19 a. falece o ex-Presidente do ZAIRE, MOBUTU SESE SEKO, em 7 de setembro de 1997. Deposto em maio de 1997, após 32 anos no poder, faleceu aos 66 anos de idade, em RABAT, no MARROCOS, em consequencia de câncer na próstata. Ele se encontrava internado desde 1º de julho. O ex-líder zairense deixou seu país após oito meses de luta contra forças rebeldes lideradas por LAURENT KABILA, um ex-marxista convertido à economia de mercado. MOBUTU, que deixou a economia do país esfacelada apesar de ter acumulado uma fortuna pessoal calculada em 3,5 bilhões de dólares, foi mantido no poder por seus aliados ocidentais durante 32 anos, por ter cumprido a missão de evitar a expansão do comunismo na ÁFRICA. Durante boa parte da luta pelo poder, o ex-ditador ficou fora do país, recuperando-se de cirurgias contra o câncer em suas casas na FRANÇA e na SUÍÇA. Em 7 de maio, poucos dias antes da tomada definitiva do poder pelos rebeldes, MOBUTU deixou o ZAIRE para participar de uma reunião de chefes de Estado no vizinho GABÃO. KABILA estava a menos de 65 km da capital, KINSHASA. Em 16 de maio, entregou definitivamente o poder, alegando razões de saúde e, alguns dias  depois, partiu para o exílio.  
  19 a. do acidente com ÉMERSON FITTIPALDI e seu filho LUCA (seis anos na época) num ultra-leve, no dia 7 de setembro de 1997. Outras notícias nesta data: nesta manhã de festa, onde relembro minha promoção a ASPIRANTE A OFICIAL, há trinta e quatro anos atrás, não assisto o desfile da Independência porque a GLOBO apresenta, a partir das 9 horas, a corrida de MONZA, GRANDE PRÊMIO DA ITÁLIA. DAVID COULTHARD é o campeão. Vence pela terceira vez na Fórmula 1, a segunda nesta temporada. JEAN ALESI é o segundo (durante boa parte da prova ele foi líder). O terceiro é HEINZ-HARALD FRENTZEN. O quarto, GIANCARLO FISICHELLA; quinto, JACQUES VILLENEUVE; sexto, MICHAEL SCHUMACHER. Faltando quatro provas para o final da temporada, MICHAEL SCHUMACHER é o líder do mundial com 67 pontos. Em segundo vem JACQUES VILLENEUVE com 57 pontos. Em terceiro, com remotíssimas chances de alcançar seus dois companheiros aparece JEAN ALESI, com 28 pontos. Terminada a prova ainda assisto o final do Desfile da Independência, presidido pelo Governador MARIO COVAS. Ao seu lado está o Prefeito CELSO PITTA e o Comandante do Exército Sudeste, GENERAL JOUBERT BRÍZIDA. O comandante do desfile militar é o GENERAL-DE-DIVISÃO NELSON BORGES MOLINARI, comandante da 2ª Divisão de Ensino. Com o grupo moto-mecanizado é encerrado o desfile e causa espécie a ausência do Regimento de Polícia Montado “9 de Julho”, pela primeira vez.
Vou para POÁ. LUCINDA não me acompanha porque tem de cuidar da casa. TIA COTA anda adoentada e não pode viajar. Encontro minha mãe se restabelecendo de mais uma epistaxe. Sofreu hemorragia nasal nesta semana que passou por causa do aumento da pressão arterial. Hoje está com 16 x 6. TIA IRENE visita minha mãe e cuida da irmã. Não estão presentes a minha filha MARIZETE, meu genro ADALVO e meu neto FELIPE. Um documento pedindo à Prefeitura o desmembramento do terreno que me coube por força da divisão do espólio de meu pai é assinado por mim. Trata-se de uma imposição de minha mãe que quer ver legalizada essa divisão. Isso é algo que no domingo passado me contrariou muito. Depois da refeição minha mãe descansa por causa de seu estado de saúde. Há muita calma em seu lar. No entanto, em POÁ, há festa por ser 7 de setembro, com desfile cívico-militar. Além disso prossegue na cidade a Festa Da Orquídea.
Retornando a GUARULHOS, acompanho pelo rádio do carro o desenrolar das partidas de futebol pelo Campeonato Brasileiro: PALMEIRAS 2 x SÃO PAULO 0; FLAMENGO 2 x CRUZEIRO 0; SANTOS 2 x CRICIÚMA 0; SPORT 1 x GOIÁS 0; GUARANI 3 x VITÓRIA 3; PARANÁ 1 x CORITIBA 1; JUVENTUDE 3 x AMÉRICA, do RIO GRANDE DO NORTE, 1.
O italiano ALESSANDRO ZANARDI sagra-se campeão na FÓRMULA INDY, ao chegar em terceiro lugar no GP DE MONTEREY, nos ESTADOS UNIDOS. O campeão da prova é JIMMY VASSER. Em segundo, MARK BLUNDELL. Os brasileiros ANDRÉ RIBEIRO e GIL DE FERRAN chegam em quarto e quinto, respectivamente. MAURÍCIO GUGELMIN pega o nono lugar. Na sua frente, em 7º e 8º chegam GUÁLTER SALLES e RAUL BOESEL. CHRISTIAN FITTIPALDI fica em 21º lugar.
O australiano PATRICK RAFTER, 24 anos, é o campeão do ABERTO DOS ESTADOS UNIDOS. O tenista, 14º do ranking, derrotou na final o britânico GREG ROSEDSKI. No feminino, a suíça MARTINA HINGIS, de 16 anos, derrotou a norte-americana VENUS WILLIAMS, de 17 anos, e levou o título do US OPEN.
O ex-campeão mundial de Fórmula 1, ÉMERSON FITTIPALDI, sofreu um acidente com um ultra-leve e ficou desaparecido das 11 horas da manhã, quando decolou de sua fazenda, em ARARAQUARA, até por volta das 22 horas, quando foi encontrado com uma fratura na perna, ao lado do rio JACARÉ-GUAÇU, em uma fazenda próxima. LUCA, de seis anos, seu filho menor, que estava em sua companhia, sofreu ferimentos leves.
Encerro o domingo lendo JOSÉ LINS DO REGO – FOGO MORTO – na segunda parte. O engenho de “seo” LULA, o romance conta a fundação do engenho SANTA FÉ, a prosperidade e a decadência, com os seus vários donos. O engenho acaba com o pouco interesse demonstrado por LULA CHACON DE HOLANDA.       
18 a. das anotações feitas em 7 de setembro de 1998:numa segunda-feira fria, com chuviscos, recordo o dia em que fui declarado ASPIRANTE A OFICIAL, vencendo uma luta difícil em busca de uma carreira. Estava com 26 anos de idade e começava como ASPIRANTE A OFICIAL o caminho que me levou ao posto de CORONEL em 11 de março de 1988. São transcorridos TRINTA E CINCO ANOS desse acontecimento significativo em minha vida. Agora com 61 anos de idade, começando o declínio da existência, recordo com saudades aqueles momentos do término de aluno-oficial e o recebimento da espada. Na TV CULTURA, assisto o desenrolar da Parada Cívico-Militar, pela segunda vez no Pólo Cultural GRANDE OTHELO, no ANHEMBI. Preside a solenidade o governador em exercício GERALDO ALCKMIN. Ao seu lado estão o GENERAL-DE-EXERCITO LICÍNIO NUNES DE MIRANDA FILHO, novo Comandante do Exército sudeste (assumiu no dia 25 de agosto) e o prefeito CELSO PITTA. O comandante do desfile é o Comandante da 2ª Divisão de Ensino, GENERAL-DE-DIVISÃO NELSON BORGES MOLINARI. O desfile transcorre de acordo com o prescrito na Nota de Serviço Nº 1250-E/3, cuja cópia faz parte integrante deste diário. Alguns remanescentes do Movimento Constitucionalista de 32, comandados pelo CORONEL EB Aposentado ATILIANO, passam num jeep no Grupamento de Associações Militares (FEB – MMDC – ABORE e Associação Brasileira das Forças de Paz). O CORONEL CANAVÓ está junto. O CORONEL PM JOSÉ VASCONCELLOS FILHO comanda as tropas da Polícia Militar. O destaque é a Escola de Oficiais do Barro Branco, onde recordo os anos que também desfilei nos dias 7 de Setembro de tantos anos atrás. Quero sossego nesse feriado. Procuro afastar de minha mente os momentos terríveis do domingo.
Peças de VILLA-LOBOS, RAVEL e CARLOS GOMES estão no repertório do Concerto da Independência que a Orquestra Sinfônica do Estado apresenta, às 17 horas, no Parque da Independência, no IPIRANGA. A Orquestra Sinfônica é regida por JOHN NESCHLING e o Coral Sinfônico do Estado por NAOMI MURAKATA. A TV CULTURA apresenta esse evento. São apresentados o Hino da Independência, Batuque, Bolero de Ravel, Tocata da Bachiana nº 2, o Trenzinho Caipira, Abertura da ópera O GUARANI e o Hino Nacional. Pela TV, nos jornais da RECORD e GLOBO, assisto cenas dos desfiles de 7 de setembro em BRASÍLIA (aonde FHC presidiu  a solenidade), RIO DE JANEIRO, PORTO ALEGRE, BELO HORIZONTE, CURITIBA, FORTALEZA. Além disso houve manifestações do CNBB e CUT com o GRITO DOS EXCLUIDOS em várias capitais do Estado. Em SÃO PAULO, o GRITO DOS EXCLUÍDOS aconteceu em APARECIDA DO NORTE.
O feriado em OSASCO foi de dor. Ainda estão nos hospitais 49 vítimas do desabamento do telhado da Igreja Universal do Reino de Deus. Hoje se deu o enterro de MÔNICA JESUS DE ANDRADE, a 24ª vítima fatal da tragédia.
Minha mãe telefona por volta das 20:40 horas dizendo que a namorada do MÁRIO o visitou à tarde e o médico disse que na tomografia computadorizada acusou um tumor no cérebro. Provavelmente isso tenha acontecido há alguns anos quando o MARIO caiu da moto e bateu com a cabeça. É um fato novo que aparece agora. Não se sabe o que os médicos irão fazer.
LUCINDA conta-me que aconteceu uma discussão entre a filha de dona JACIRA e familiares da namorada do ALEXANDRE, filho dela. O caso foi parar na delegacia. As partes estão sendo intimadas. Na briga houve até agressão. Ontem foi um vexame na nossa rua por causa do violento bate-boca entre dona JACIRA, sua filha e a namorada do ALEXANDRE.
O PM MARCELO MASFERRER, de 29 anos, foi assassinado no “drive-thru” do McDONALD´S, no estacionamento do SuperMercado D´AVÓ, na Avenida MARECHAL TITO, 3333, Cidade NITRO OPERÁRIA, zona leste, hoje de madrugada. O local estava sendo atacado por mais de dez bandidos e MARCELO foi surpreendido por um deles, que estava no telhado da lanchonete.    
  17 a. do assassinato do juiz matogrossense LEOPOLDINO MARQUES DO AMARAL, em 7 de setembro de 1999. Na madrugada do dia 7 de setembro foi encontrado o corpo do Juiz LEOPOLDINO, morto com dois tiros, uma na nuca, outro no ouvido. O corpo estava parcialmente queimado, jogado às margens de uma estrada de terra, na localidade de LORETO, no PARAGUAI, a 1.300 km de CUIABÁ, MATO GROSSO, onde o juiz morava. O Juiz LEOPOLDINO fez denúncias contra desembargadores estaduais, do Tribunal de Justiça de MATO GROSSO.
Outras notícias nesta terça-feira: com início às 9:30 horas assisto o DESFILE CIVICO, realizado no Pólo Cultural e Esportivo GRANDE OTHELO, no ANHEMBI. No palanque oficial: Governador MÁRIO COVAS, Prefeito CELSO PITTA, GENERAL DE EXÉRCITO LICÍNIO NUNES DE MIRANDA FILHO, Comandante Militar do SUDESTE e outras autoridades civis e militares, além do 1º Ministro da GUINÉ BISSAU. O Comandante geral do Desfile é o GENERAL-DE-DIVISÃO JORGE ARMANDO FÉLIX, Comandante da 2ª DIVISÃO DO EXÉRCITO. Apresenta-se ao Governador MÁRIO COVAS numa viatura blindada CASCAVEL, para dar início ao Desfile. Apresenta-se o Estado Maior Combinado. Um enorme quadro da Bandeira Brasileira, todo feito de flores, abre o desfile.
A banda do Comando Militar Sudeste posiciona-se e passam as bandeiras históricas do BRASIL, conduzidas por alunos do CPOR. O Grupamento de Associações Militares apresenta-se com os veteranos de 32, comandados pelo CORONEL ATILIANO MARTINS CORREA: PAULINO, GABI, JOEL, ELIAS, MARINS, SOFFREDI e outros. Nesse Grupamento estão: FEB, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS FORÇAS DE PAZ, ABORE e os deficientes físicos da PMESP (muito aplaudidos). SubGrupamento Escolar: Colégio Militar do RIO DE JANEIRO, Escola Naval, Academia da Força Aérea, Escola Preparatória de Cadetes do Exército, Academia Militar de AGULHAS NEGRAS, Academia de Polícia Militar do BARRO BRANCO.
SubGrupamento da MARINHA DO BRASIL;
SubGrupamento do Exército Brasileiro;
SubGrupamento da Força Aérea Brasileira;
SubGrupamento da Polícia Militar do Estado de São Paulo;
SubGrupamento da Guarda Civil Metropolitana;
Grupamento Motomecanizado.
O Regimento de Cavalaria “9 de Julho” vai encerrar o desfile militar. Não assisto o desfile cívico.
Na tarde, com início às 16 horas, assisto a partida de futebol internacional: BRASIL x ARGENTINA no BEIRA-RIO, PORTO ALEGRE. A Seleção brasileira responde bem à derrota vexatória em BUENOS AIRES, três dias depois. Vence por 4 a 2, com três gols de RIVALDO e RONALDINHO. RIVALDO foi o dono do jogo, tendo marcado um gol invalidado de maneira errônea pelo bandeirinha. Foi ele que deu a bola para RONALDINHO marcar o quarto.
No IPIRANGA, o maestro ISAAC KARABTCHEVSKY rege o Grande Concerto da Independência, com a Orquestra Sinfônica Municipal e o Coral Lírico do Theatro Municipal de São Paulo. Abertura com o HINO DA INDEPENDÊNCIA. De CARLOS GOMES: abertura da Ópera O GUARANI; BATUQUE, de ALBERTO NEPOMUCENO; VILLA-LOBOS: INVOCAÇÃO À DEFESA DA PÁTRIA e CHOROS Nº 10. Encerramento: HINO NACIONAL BRASILEIRO.
Recortes de jornais sobre: O GRITO DOS EXCLUÍDOS, QUEDA DE ELZA SOARES, INTERNAÇÃO DE JORGE AMADO. O TREMOR DE TERRA NA GRÉCIA, PITTA E COVAS SÃO VAIADOS EM DESFILE, COMEMORAÇÃO REÚNE CERCA DE 35 MIL PESSOAS – CALOR BATE RECORDE HISTÓRICO – A 52ª CHACINA NA GRANDE SÃO PAULO – DESENHISTA É ENCONTRADO MORTO – GUGA VAI CONQUISTANDO NOVA IORQUE – REVOLTA NO ENTERRO DA PROFESSORA. 
  17 a. do TERREMOTO que abalou a GRÉCIA, Em 7 de setembro de 1999, um tremor de terra de 5,8 graus na escala RICHTER matou cem pessoas.
  16 a. TRANSFERÊNCIA PARA A RESERVA:- TENENTE-CORONEL Fem PM MARIA ALVES DE CAMARGO e MAJOR PM LUIZ CARLOS DE PAULA, em 7 de setembro de 2000.
  16 a. do episódio em que no almoço da REUNIÃO DO MILÊNIO DAS NAÇÕES UNIDAS, EM NOVA IORQUE, o presidente de CUBA, FIDEL CASTRO, trocou um aperto de mão com o presidente dos EUA, BILL CLINTON, em 7 de setembro de 2000. Foi a primeira vez, segundo os registros oficiais, que o líder cubano trocou cumprimentos e falou diretamente com um presidente americano no exercício da função desde 1959, quando assumiu o poder. 
  16 a. da prisão, em COPENHAGUE (DINAMARCA), do brasileiro MARCELO BAUER, no dia 7 de setembro de 2000. Foragido há 13 anos sob acusação de ter assassinado com 19 facadas e um tiro na cabeça a namorada THAÍS MUNIZ MENDONÇA, em BRASÍLIA.
  16 a. da 64a. CHACINA DO ANO, em TABOÃO DA SERRA, com um  saldo  de  três mortos e um ferido, em 7 de setembro de 2000.
  16 a. da confirmação de LUCIANO BURTI como piloto titular da escuderia JAGUAR para correr na Fórmula 1, em 7 de setembro de 2000.
  16 a. falece o líder da comunidade judaica JOSÉ GOMLEVSKY, diretor da Federação Israelita no Rio de Janeiro e editor da revista  MENORAH. Aos SETENTA E SEIS ANOS, de insuficiência cardíaca, no dia 7 de setembro de 2000.
  16 a. das anotações de 7 de setembro de 2000 (quinta-feira): “Esta data é de lembranças. Em 7 de setembro de 1963 eu era declarado ASPIRANTE A OFICIAL, coroando os estudos de quase cinco anos de Escola de Oficiais. Longe está essa data. Passaram-se 37 anos da festa da ESPADA. No dia 5 último, o CORONEL PINHO completou sessenta anos de idade. Comentamos aquela distante festa da ESPADA. O fato também foi lembrado pelo CORONEL ALUÍZIO. Ficaram as saudades.
A partir das 9:30 horas, pela TV CULTURA, assisto o desenrolar da PARADA MILITAR no POLO CULTURAL GRANDE OTHELO. Com a execução do HINO NACIONAL, inicia-se a solenidade. Entre as autoridades presentes: governador MÁRIO COVAS e esposa, GENERAL ARBY ILGO RECH, Comandante do Exército SUDESTE. MAJOR-BRIGADEIRO-DO-AR LUIZ FERNANDO BARBEDO, Comandante do IV COMAR; VICE-ALMIRANTE RONALDO FIÚZA DE CASTRO, Comandante do 8º DISTRITO NAVAL; desembargador ÁLVARO LAZZARINI e o “cara-de-pau” CELSO PITTA.
O GENERAL-DE-DIVISÃO JORGE ARMANDO FÉLIX comanda a PARADA MILITAR.
Com o desfile do ESTADO-MAIOR COMBINADO (EXÉRCITO, MARINHA, AERONÁUTICA, POLÍCIA MILITAR e GUARDA CIVIL METROPOLITANA) começa a PARADA MILITAR. Em seguida vem uma enorme BANDEIRA NACIONAL rebocada por uma viatura (a bandeira é toda feita de flores). A Banda do Comando Militar do SUDESTE executa o HINO DA INDEPENDÊNCIA. Seguem-se as bandeiras históricas do BRASIL.
Os dois jeeps conduzindo os veteranos de 32: CORONEL EB Ref ATILIANO, corneteiro ELIAS, DORIVAL, SOFFREDI e GABI, são aplaudidos pelas 32 mil pessoas presentes no POLO CULTURAL. Seguem: FEB, FORÇAS DA PAZ, OFICIAIS DA RESERVA DO EXÉRCITO, CPOR, ASSOCIAÇÃO POLICIAL MILITAR DOS DEFICIENTES FÍSICOS, ESCOLA NAVAL, ACADEMIA DA FORÇA AÉREA, ESCOLA PREPARATÓRIA DOS CADETES DO EXÉRCITO, ACADEMIA DA POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO.
Subgrupamentos: Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana. Depois vêm o Grupamento Moto-Mecanizado e o Hipomóvel.
O CORONEL EB MANUEL MORATA RIBEIRO explica, durante a Parada Militar, o significado das organizações participantes. O CORONEL PM RUI CÉSAR MELO, nosso Cmt Geral, é entrevistado pela TV CULTURA. Após o desfile da Cavalaria, o GENERAL FÉLIX pede licença para encerrar a PARADA MILITAR. Não assisto o DESFILE CÍVICO.
Pela TV, vejo o que aconteceu no 7 de setembro pelo BRASIL a fora: BELÉM (PARÁ), RIO, CURITIBA (PR), BRASÍLIA (onde  se vê RONALDINHO ao lado do Presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO no palanque oficial).
Protestos organizados pela CNBB, SMT, SEM-TETO – O GRITO DOS EXCLUÍDOS com o “slogan” PROGRESSO E VIDA, PÁTRIA SEM DÍVIDA.
A igreja organiza-se sobre a dívida externa brasileira. Pura demagogia. Disso não sairá nada de positivo, a não ser propaganda em favor da CNBB.
Releio os dias 1º a 14 de setembro de 1995. Trabalho no computador, onde organizo uma AGENDA definitiva dos principais fatos acontecidos durante minha vida. Jogo xadrez no computador e perco todas as partidas.
Aconteceu a 64ª Chacina do ano na GRANDE SÃO PAULO. Foi em TABOÃO DA SERRA: três mortos e um ferido.
Preso em COPENHAGUE-DINAMARCA, MARCELO DUARTE BAUER, acusado de ter assassinado em julho de 1987 sua ex-namorada, a estudante THAÍS MUNIZ MENDONÇA, em BRASÍLIA, com 19 facadas e um tiro na cabeça.”
     
ACONTECEU EM 7 DE SETEMBRO DE 2001 : -   SEXTA-FEIRA
144153k2 2 211 15/- 1543202 194181.
O DESFILE OFICIAL CÍVICO-MILITAR em comemoração ao 7 de setembro levou aproximadamente 30 mil pessoas ao Sambódromo do ANHEMBI. O desfile começou às 10h05 e foi aberto por um carro militar que trouxe a bandeira do BRASIL. A banda do COMANDO MILITAR DO SUDESTE tocou marchas militares durante toda a apresentação, que contou com a participação de 4 mil militares, sendo 2 mil pertencentes ao Exército .
O governador GERALDO ALCKMIN, que estava acompanhado de sua esposa e do Secretário da Segurança Pública, assistiu ao desfile ao lado da prefeita MARTA SUPLICY e do comandante Militar do SUDESTE, general FRANCISCO ROBERTO DE ALBUQUERQUE. No palanque também estavam o Comandante do 8o. DISTRITO NAVAL, ALMIRANTE RONALDO FIÚZA DE CASTRO e o comandante do 4o. COMANDO AÉREO REGIONAL, BRIGADEIRO JOSÉ ORLANDO BELLON.
A SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC, que reúne os veteranos do MOVIMENTO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 foi a primeira a desfilar, seguida pelos veteranos da FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA, que lutaram junto às forças aliadas na Segunda Guerra Mundial. Também participaram os integrantes da ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS FORÇAS INTERNACIONAIS DE PAZ, representantes dos deficientes físicos da Polícia Militar. O desfile aéreo foi um show a parte. Participaram o Esquadrão Independência e os helicópteros da Polícia Militar.
O MONUMENTO À INDEPENDÊNCIA, no IPIRANGA, foi reaberto com a inauguração de um museu para exposições e eventos culturais.  Cerca de 7 mil pessoas o visitaram.
Pelo menos 200 mil pessoas participaram de varias manifestações pelo PAÍS no chamado GRITO DOS EXCLUÍDOS. A maior concentração foi em APARECIDA, no VALE DO PARAÍBA, que reuniu cem mil pessoas na frente da BASÍLICA DE APARECIDA.

POR ACASO, UM TÚNEL que seria usado para fuga de presos foi descoberto sob a avenida que passa em frente da Penitenciária do Estado, na zona norte de São Paulo. O peso de um caminhão de lixo fez o asfalto ceder. Surgiu um buraco de 1,5 m  de diâmetro e 2 de profundidade. A polícia encontrou evidências de que homens haviam estado ali, sob a pista, fazia pouco tempo.

MORREU EM LISBOA, aos 76 anos, o angolano EDUARDO MACEDO DOS SANTOS, um dos fundadores do MOVIMENTO PELA   LIBERTAÇÃO  DE  ANGOLA,  de  tendência  marxista,   em 1956. SANTOS vivia em PORTUGAL desde 1995 por causa de sérios problemas de saúde. Durante a guerra da independência, ele viajou por vários países para buscar apoio para a luta.

Fiquei bastante decepcionado porque não pude assistir na televisão o desfile do 7 de setembro de SÃO PAULO. Apenas mostraram o desfile de BRASÍLIA e algumas cenas do Sambódromo, ao longo do dia, nos noticiários da BANDEIRANTES, RECORD e GLOBO.

2 002  :  - N  A.    SÁBADO
A edição do JORNAL DA TARDE do dia 7 de setembro trazia uma matéria sobre o aumento dos roubos e das clonagens de celulares nas ruas da capital e um guia de como evitar passar por esses problemas. Além disso, o preço dos automóveis subiria entre 1% e 3% e aquele seria o último dia para comprar os carros com o preço antigo. A agenda dos candidatos à Presidência também era destaque.  

No CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL, abertura da exposição “REMBRANDT E A ARTE DA GRAVURA”, com 83 gravuras de REMBRANDT e 40 gravuras de antecessores, contemporâneos e seguidores do mestre holandês. Essas obras primas mostram cenas bíblicas, paisagens, auto-retratos, cenas cotidianas, personagens populares ou familiares. A exposição vai até 3 de novembro, sempre de terça a domingo.

Desde que o rádio surgiu, em 7 de setembro de 1922, transmitindo o discurso do então presidente da República EPITÁCIO PESSOA lembrando o centenário da Independência, teve uma trajetória de heroísmo e resistência. O precursor foi o padre–cientista gaúcho LANDELL DE MOURA, que ainda no final do século 19 começou a pesquisar o que chamava de “radiotelefonia”. Mas quem acabou sendo considerado o “pai do rádio” foi EDGARD ROQUETE PINTO, que, em 1923, junto com HENRY MORIZE, criou a primeira emissora brasileira: a RÁDIO SOCIEDADE DO RIO DE JANEIRO.
O País entrava sem atraso na “era do rádio”, que, desde 1919, após o fim da Primeira Guerra Mundial, contagiava os EUA. Em 1932, GETÚLIO VARGAS autorizou a publicidade no veículo, o que permitiu o aparecimento de emissoras comerciais. No dia 12 de setembro de 1936, entrava no ar a RÁDIO NACIONAL e foi aí que a nação caiu de vez nas ondas do rádio.
ARY BARROSO lançava talentos em seus programas de auditório, estrelas como EMILINHA BORBA (A favorita da Marinha) e MARLENE (A Maior), disputavam a tapas (ou quase) o título de “RAINHA DO RÁDIO” e FRANCISCO ALVES (O REI DA VOZ) parava o BRASIL ao meio–dia (“ao soar das doze badaladas, quando os ponteiros do relógio se encontram ...”) com suas canções românticas. Enquanto isso, a voz do galã PAULO GRACINDO seduzia as moças em radionovelas como “O DIREITO DE NASCER”, o programa “BALANÇA, MAS NÃO CAI” lançava tipos que são copiados até hoje pelos humorísticos da televisão, o “REPÓRTER ESSO” (“testemunha ocular da história”) deixava a todos informados. filme ‘UMA ONDA NO AR”, de HELVÉCIO RATTON, com a história da criação da RÁDIO FAVELA, de BELO HORIZONTE, retrata bem o rádio no BRASIL. O longa–metragem estréia em SÃO PAULO no dia 13 de setembro. Mais um sinal de que o rádio, por mais que o tempo passe, nunca deixará de ser atual.  

MADRUGADA terrível. Vendaval que arranca telhas e faz com que, por volta das 2 horas, seja obrigado a cobrir com plástico várias caixas contendo meus arquivos. Mais tarde, pela televisão, vamos verificar que as coisas estiveram pretas na cidade de São Paulo e bem piores no RIO DE JANEIRO, onde até o DESFILE DA INDEPENDÊNCIA foi cancelado (o telhado do palanque das autoridades foi arrancado pela fúria do vento e os aeroportos suspenderam os vôos).
Árvores caídas, telhados destruídos, bairros sem luz e pelo menos uma mulher morta. É o saldo do temporal que atingiu SÃO PAULO. Em JUNDIAÍ, a motorista de um FIAT UNO, identificada apenas como MARTA, perdeu o controle do carro, que caiu no RIO JUNDIAÍ. O veículo foi levado pelas águas e seu corpo, localizado por volta das nove horas. Na região de SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, mais de 80 mil residências ficaram sem luz. Também houve falta de energia em CAMPINAS. Casas foram destelhadas em SERRA NEGRA e SOROCABA.
 
RELEMBRO com certa nostalgia da data de 7 DE SETEMBRO DE 1963, quando, em solenidade inesquecível, recebia a ESPADA DE OFICIAL, sendo declarado ASPIRANTE A OFICIAL. Isso marcava o final de uma luta de quase cinco anos na ESCOLA DE OFICIAIS, onde entrei em 11 de fevereiro de 1959, após sofrer para entrar para a então FORÇA PÚBLICA. De fato, usei de teimosia e tenacidade para poder entrar na Corporação como SARGENTO ESCREVENTE. Agora, decorridos 39 anos da data em que recebi a ESPADA, com quase ONZE ANOS na reserva, posso fazer um balanço positivo de minha trajetória na PMESP. A carreira iniciada em 4 de junho de 1958 iria terminar em 14 de dezembro de 1991, quando passava para a reserva. As promoções foram conseguidas com sacrifício e muito trabalho. Em 11 de março de 1988, conseguia alcançar o topo da pirâmide, com a promoção a CORONEL. Somente posso agradecer à POLÍCIA MILITAR tudo o que tenho e, ainda, com meu trabalho na SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC procuro estar bem perto da Corporação que me acolheu em 1958.

A exemplo do está ocorrendo em BRASÍLIA, o desfile de hoje em São Paulo, em comemoração ao 7 de setembro, não conta com grandes aparatos das Forças Armadas. Os militares do Exército, Marinha e Aeronáutica desfilam a pé no Sambódromo do Anhembi, sem veículos ou sobrevôos de aviões. Isso por causa do corte no Orçamento da Defesa. O Coronel HÉLIO CHAGAS DE MACEDO JÚNIOR, chefe da seção de comunicação do Comando Militar do Sudeste, explica que o objetivo é evitar gastos desnecessários, principalmente de combustível. O desfile começa por volta das 10 horas, após o governador GERALDO ALCKMIN passar as tropas em revista. O general MARCO ANTÔNIO TILSCHER SARAIVA comanda o desfile. No início o coral da Legião da Boa Vontade canta o HINO NACIONAL. A primeira ala é composta de um grupamento escolar de alunos do CPOR e da ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO. Em seguida, vêm 1.200 homens do Exército, 200 marinheiros e 400 soldados da Força Aérea. A PM desfila em seguida com 25 motocicletas e 52 viaturas. Ao todo 400 PMs participam. A cavalaria entra em cena com cerca de 260 cavaleiros. A Guarda Civil fecha o desfile militar com 400 guardas a pé e 45 carros.
Atrasados uma hora, o governador GERALDO ALCKMIN e a prefeita MARTA SUPLICY foram recebidos com vaias e aplausos pelas 30 mil pessoas que foram ao sambódromo. Os caças da FAB não apareceram e cinco helicópteros ÁGUIA da PM cruzaram várias vezes o céu. No desfile da CAVALARIA, cavalos escorregaram na passarela e desorganizaram o desfile por alguns minutos. Um PM caiu do cavalo logo no início do Sambódromo e o animal, descontrolado, correu para alcançar o outro grupo da Cavalaria, mais adiante. O cavalo não conseguiu parar e bateu nos outros. Mais um PM caiu. Para animar os policiais montados, a platéia aplaudiu e ninguém se feriu.
O senador ROMEU TUMA, também candidato à reeleição, desfilou em um jipe do CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA (CPOR-SP) do EXÉRCITO.
Em BETIM, região metropolitana de BELO HORIZONTE, um palanque desabou durante as comemorações do SETE DE SETEMBRO, às 11 horas, ferindo doze pessoas. O incidente ocorreu quando terminava o desfile cívico das polícias e dos estudantes.
O presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO começa a se despedir oficialmente do governo neste 7 de setembro, durante o “vinho de honra”, o coquetel que vai oferecer às Forças Armadas, em cerimônia no Quartel–General do Exército, depois de assistir o desfile mais minguado de seus oito anos de mandato.
FHC chegou ao local de desfile no Rolls-Royce da Presidência. Quando teve o nome anunciado houve uma discreta vaia, que coincidiu com a chegada de partidários do governador do Distrito Federal, JOAQUIM RORIZ, que é candidato à reeleição. O desfile foi curto e com 4.750 soldados, mais de mil a menos do que o normal. Ao contrário dos anos anteriores, o desfile do grupamento da FAB foi apenas na avenida. Os grupamentos de pára-quedistas também não participaram. No Exército também foram poucas as atrações motorizadas.

O cardeal-arcebispo de APARECIDA, dom ALOÍSIO LORSCHEIDER, criticou a adesão do BRASIL à ÁREA DE LIVRE COMÉRCIO DAS AMÉRICAS – ALCA – e conclamou o País a declarar sua independência em relação a outras nações, durante a missa que fez parte da programação do OITAVO GRITO DOS EXCLUÍDOS, em APARECIDA. Sob o tema “SOBERANIA NÃO SE NEGOCIA”, a manifestação teve como principal palavra de ordem a rejeição ao acordo comercial internacional e reuniu cerca de 60 mil pessoas na cidade.
      
CAMPEONATO BRASILEIRO: - assisto SÃO CAETANO 3 x SÃO PAULO 0; em pleno Parque Antártica, depois de estar vencendo por 2 a 0, o PALMEIRAS cede o empate para o GAMA (2 a 2). Outros resultados: GOIÁS 2 x BOTAFOGO 2; VASCO 1 x CORITIBA 0 ; ATLÉTICO MINEIRO 2 x PONTE PRETA 0.

O título do ABERTO DE TÊNIS DOS EUA vai ser disputado “em casa” entre ANDRE AGASSI e PETE SAMPRAS. Hoje, nas semifinais, eles venceram, respectivamente, LLEYTON HEWITT e SJENG SCHALKEN. Diante de um movimento nacional para lembrar os ataques ao WORLD TRADE CENTER e ao PENTÁGONO, em 11 de setembro de 2001 e a iminência de um bombardeio ao IRAQUE, os tenistas AGASSI e SAMPRAS disputarão a final, amanhã. No feminino, as irmãs VENUS e SERENA WILLIAMS jogarão hoje a decisão.

Nesta noite marcou a estréia do espetáculo VARIAÇÕES ENIGMÁTICAS, com PAULO AUTRAN e CECIL THIRÉ, no Teatro FAAP, em São Paulo. Não foi apenas o lançamento na capital paulista de uma nova peça na carreira de AUTRAN, um ator com mais de cinco décadas de bagagem teatral. Foi uma noite para receber abraços, beijos, o carinho de amigos e colegas, sempre cheios de elogios e admiração. PAULO AUTRAN completava seus OITENTA ANOS. O anexo do Teatro FAAP foi palco para ele, que é considerado por muitos o maior ator brasileiro, brilhar e receber suas estrelas. Entre as pessoas : JÔ SOARES, ADRIANE GALISTEU, ANTÔNIO FAGUNDES, WALMOR CHAGAS, REGINA DUARTE, CHRISTIANE TORLONI, ANTÔNIO ERMÍRIO DE MORAES, JOSÉ POSSI NETO, entre outros. ZIZI POSSI cantou “SE TODOS FOSSEM IGUAIS A VOCÊ” para o homenageado. Apenas uma forte gripe escasseou a energia de AUTRAN, que deixou a festa, ainda muito emocionado, pouco depois da meia-noite e meia.

O presidente dos EUA, GEORGE W. BUSH, e o primeiro-ministro britânico, TONY BLAIR – que se reuniram hoje em CAMP DAVID – manifestaram preocupação com as evidências de que o IRAQUE já possui armas nucleares. “SADDAM HUSSEIN representa uma ameaça para o mundo, e qualquer inação seria irresponsável”, ponderou BLAIR justificando sua postura de apoiar BUSH num ataque militar ao IRAQUE. SADDAM dispõe de um arsenal com cerca de seis mil litros de antraz, 30 mil de botulina e seis toneladas do gás nervoso VX. O arsenal de armas biológicas do IRAQUE também inclui gases tóxicos como sarin, soman e tobun e uma série de toxinas de contato.

FALECEU a atriz de filmes de MIKE LEIGH (NU e GAROTAS DE PROGRAMA), LODGE KERRIGAN (CLAIRE DOLAN) e DANIS TANOVIC (TERRA DE NINGUÉM), KATRIN CARTLIDGE, aos 41 anos, vítima de uma pneumonia. 

UZIEL GAL, o criador da submetralhadora UZI, a mais conhecida arma de fabricação israelense, morreu na FILADÉLFIA, EUA, aos 79 anos. Criada nos anos 50 e usada pelo Exército Israelense pela primeira vez em 1956, durante a campanha do SINAI, a UZI converteu-se em uma das armas fundamentais dos serviços secretos em ISRAEL e nos EUA. GAL nasceu na ALEMANHA, em 1923, e emigrou para ISRAEL em 1936, três anos após a ascensão de ADOLF HITLER ao poder. GAL estava envolvido na criação de um novo tipo de pistola.

O piloto alemão RALF SCHUMACHER se casou com a modelo CORA BRINKMANN na igreja MARIA PLAIN, em SALZBURGO, na ÁUSTRIA. Em outubro de 2001, os noivos casaram no civil.

2 003  :  -   DOMINGO.
Como vou a POÁ neste domingo, dentro de uma rotina estabelecida há anos, onde sempre participo do almoço com minha mãe, não assisto a costumeira PARADA DA PÁTRIA, que começaria às 10 horas, justamente na hora em que saio de casa. LUCINDA está amolada por causa de um vazamento de água que aparece na garagem. Acontece que hoje é domingo e dificilmente a repartição que cuida disso não irá atender o pedido de consertar isso. A viagem para POÁ é cansativa por causa do calor que está fazendo nesta manhã. Vou encontrar minha mãe cuidando do almoço. Percebo que ela está ficando surda. Nada fala sobre esse assunto, mas não escuta o que a gente está falando. Mesmo assim ela está bem para os seus 94 anos, conseguindo fazer o almoço. O raciocínio claudica ao tentar lembrar o nome de pessoas e de coisas. Não vejo hoje o ADALVO e nem a MARIZETE. O meu primo RENATO vem um pouco antes das 16 horas e está acompanhado do meu neto FELIPE e do seu filho LEANDRO. Conseguimos descansar depois da refeição e é o RENATO que vai me levar até a estação de POÁ, onde embarco num trem que demora mais de meia hora para chegar.

ASSISTO o jogo COLÔMBIA 1 x BRASIL 2, na primeira rodada das eliminatórias para a COPA DO MUNDO de 2006, em BARRANQUILLA, na COLÔMBIA. Serão dezoito jogos para se fazer a escolha das seleções da AMÉRICA DO SUL. Este é o primeiro. Para o BRASIL marcam RONALDINHO  e  KAKÁ  (este,  fazendo  a   sua   estréia   na seleção). BRASIL: DIDA, CAFU, LÚCIO, ROQUE JÚNIOR, ROBERTO CARLOS, GILBERTO SILVA, ÉMERSON (RENATO), ZÉ ROBERTO, ALEX (KAKÁ),RIVALDO (DIEGO) e RONALDINHO.
O URUGUAI massacrou a BOLÍVIA, vencendo por 5 a 0 e o PERU goleou o PARAGUAI por 4 a 1.

Um acidente fatal marcou a oitava etapa da STOCK CAR V8, hoje, no Autódromo de CAMPO GRANDE. A tragédia ocorreu na largada quando, em uma confusão que envolveu vários carros, o carioca GUÁLTER SALLES saiu da pista e atropelou o fotógrafo RAPHAEL LIMA PEREIRA, do jornal “RAÇA”, que estava trabalhando em uma área proibida. Atendido ainda na pista, ele não resistiu e morreu no hospital. Com 19 anos, RAPHAEL fazia sua estréia em cobertura automobilística. O vencedor da prova foi DAVID MUFFATO. Com sua quarta vitória, ele se tornou líder da temporada, após o abandono de INGO HOFFMANN. CACÁ BUENO foi o segundo e GUTO NEGRÃO o terceiro.

O piloto NELSINHO PIQUET ganhou a 21ª Etapa do Campeonato Britânico de F-3 no circuito de DONINGTON PARK, na INGLATERRA. Depois de cair para a 21ª posição, ele fez uma corrida de recuperação.

ANDY RODDICK, de 21 anos, venceu hoje o ABERTO DOS ESTADOS UNIDOS ao passar pelo espanhol JUAN CARLOS FERRERO. No feminino, a belga JUSTINE HENIN-HARDENNE venceu sua compatriota KIM CLIJSTERS e garantiu o segundo GRAND SLAM da carreira.

O italiano VALENTINO ROSSI, da HONDA, ganhou o GP DE PORTUGAL, hoje, no ESTORIL. O brasileiro ALEXANDRE  BARROS, a YAMAHA, ficou na 11ª colocação. ROSSI lidera o torneio após onze etapas.

O americano SAM HORNISH JÚNIOR venceu o GP DE CHICAGO da IRL. O melhor do BRASIL foi TONY KANAAN, que chegou em sexto. GIL DE FERRAN foi 12º e FELIPE GIAFFONE o 15º. HÉLIO CASTRONEVES não completou a corrida.

A aventura do CORINTHIANS pela fria RÚSSIA não terminou bem, com exceção do valor faturado pelo amistoso: cento e cinqüenta mil dólares.  Em campo o TIMÃO enfrentou o SATURN e perdeu por 1 a 0 (gol marcado por MEDVED). O CORINTHIANS anda em má fase no futebol, que tem deixado o time apenas em posição intermediária no CAMPEONATO BRASILEIRO.

O desfile do DIA DA INDEPENDÊNCIA em SÃO PAULO foi marcado por um protesto de funcionários da FEBEM, que vaiaram e dirigiram coros ao governador GERALDO ALCKMIN e sua equipe. A prefeita MARTA SUPLICY também teve sua cota de apupos. Os funcionários da FEBEM estão em greve há 13 dias devido à falta de segurança para trabalhar na instituição. Logo que ALCKMIN chegou e subiu no palanque do SAMBÓDROMO, no ANHEMBI, às 9:40 horas, o grupo de cerca de 40 funcionários da FEBEM, na arquibancada bem em frente, começou a vaiá-lo. MARTA chegou em seguida também sob vaias – mais tarde, ela disse que as vaias foram para o governador. O protesto continuou durante o desfile, principalmente nos intervalos. No desfile dois blindados URUTU foram exibidos ao público. Também houve demonstrações de quatro T-27 TUCANO – que voaram em formação sobre o SAMBÓDROMO – três C-95 BANDEIRANTE e um R-99, usado no Sistema de Vigilância da Amazônia. Participaram do desfile 1.800 homens do Exército, 150 da Marinha, 350 da Aeronáutica, 500 da Polícia Militar e 500 da Guarda Civil, além de 2 500 representantes de escolas estaduais e municipais, Defesa Civil e ONGs. O público de 28 mil pessoas representa ma pequena queda em relação a 2002, quando 30 mil pessoas foram ao SAMBÓDROMO.
Cerca de 45 mil pessoas participaram, na ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS, da primeira festa do DIA DA INDEPENDÊNCIA no Governo de LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, que prometeu uma celebração popular. O presidente, o vice JOSÉ ALENCAR e vários ministros acompanharam as comemorações do SETE DE SETEMBRO. Pela primeira vez, o desfile aconteceu na ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS, mas ficou aquém das expectativas do PLANALTO. Em alguns momentos, o presidente demonstrou cansaço. A participação de 142 atletas que competiram nos JOGOS PAN-AMERICANOS de SANTO DOMINGO, em agosto, foi o momento mais aplaudido da solenidade, que durou cerca de quatro horas. Mas a descida de um pára-quedista com a bandeira nacional e o desfile de atrações blindadas e uma pirâmide humana do Batalhão da Polícia do Exército de Brasília também empolgaram o público. Fora da área de desfile, três helicópteros da Marinha simularam uma operação de resgate diante do CONGRESSO NACIONAL. LULA chegou no carro oficial da Presidência, junto com a primeira-dama, dona MARISA LETÍCIA. Após passar as tropas em revista, seguiu para o palanque. Lá, foram recebidos pelo governador do DISTRITO FEDERAL, JOAQUIM RORIZ.

Uma criança de quatro anos morreu carbonizada, hoje, em um incêndio que destruiu parte de um prédio na Rua BRIGADEIRO TOBIAS, 700, no centro de SÃO PAULO. O edifício de nove andares, invadido em novembro de 2002, é ocupado por 169 famílias que fazem parte do Movimento SEM TETO do CENTRO. O fogo começou por volta da 1:30 hora no quarto andar. Dezesseis carros de bombeiros foram usados para conter as chamas e fazer o rescaldo, durante a madrugada. No momento em que o incêndio começou, a menina KIMVERLY BRENDA dormia com a mãe, a boliviana GABRIELA CÉSPEDES, de 24 anos, e o irmão de um ano e dois meses, em um quartinho no quarto andar. “A luz estava apagada e havia muita fumaça que cegava os olhos”, disse GABRIELA. “Desci correndo com o bebê e pensava que a KIMVERLY estava com alguém. Só hoje de manhã soube que ela havia morrido”.

O líder palestino YASSER ARAFAT indicou hoje o porta-voz parlamentar AHMED KOREI como primeiro-ministro após a renúncia de MAHMOUD ABBAS, anunciada no dia 6 de setembro. O Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina e a liderança da facção política AL FATAH, aprovaram a indicação.  KOREI (conhecido como ABU ALA) foi um dos principais homens nas negociações de paz com ISRAEL em OSLO, que levaram ao acordo provisório de paz em 1993, e ao retorno das lideranças exiladas da OLP para a FAIXA DE GAZA e a CISJORDÂNIA.

RECEBEU a estatueta do OSCAR o cineasta polonês ROMAN POLANSKI. Ele ganhou o prêmio de melhor diretor por O PIANISTA, mas não pôde comparecer à cerimônia de entrega em razão de problemas com a Justiça americana. Em 1977, ele foi condenado por manter relações sexuais com uma menina de 13 anos e fugiu para a FRANÇA. Se voltar ao País será preso. O ator HARRISON FORD levou a estatueta até POLANSKI. Em DEAUVILLE, na FRANÇA.

2 004  :   -   TERÇA-FEIRA.
A partir de hoje, os paulistanos poderão avaliar se os congestionamentos – e o investimento – valeram a pena. Às 14:30 horas, a Prefeitura libera, após solenidade sem a presença da prefeita MARTA SUPLICY, o sentido Centro-bairro da passagem subterrânea da AVENIDA CIDADE JARDIM. A lei eleitoral proíbe a participação de candidatos em inaugurações oficiais. Ontem à tarde, o ritmo de trabalho de operários e funcionários da CET era intenso. Tudo para deixar o TÚNEL MAX FEFFER, nome oficial da passagem, em condições de uso pelos motoristas e de convencer os paulistanos, menos de um mês antes das eleições, de que a administração fez a aposta certa, um ano atrás. O sentido Centro do TÚNEL está previsto para ser liberado ao trânsito em outubro, assim como a passagem da AVENIDA REBOUÇAS, que será entregue de uma vez.

Um acidente com um ônibus de turismo provocou a morte de 11 passageiros – entre eles três crianças – e deixou 43 feridos, às 5 horas, no km 198 da Rodovia LÚCIO MEIRA, em PARAÍBA DO SUL, no RIO DE JANEIRO. Os dois motoristas não sofreram ferimentos. As vítimas voltavam de uma excursão ao município mineiro de GUARACIABA. Todos moravam em SÃO BERNARDO DO CAMPO, no ABC paulista, de onde saíram às 23 horas de sexta-feira, dia 3 de setembro, com destino a MINAS GERAIS.

Pela manhã, tento assistir o DESFILE DA PÁTRIA, no SAMBÓDROMO, através da TV CULTURA, único canal que estava apresentando cenas do SETE DE SETEMBRO em todo o país. Mas a CULTURA prefere transmitir o desfile Cívico-Militar na Esplanada dos Ministérios, em BRASÍLIA e, com isso, pouca coisa dá para ver do de SÃO PAULO: A FEB abrindo o desfile; cenas ligeiras do Policiamento de Choque, da ROTA, do GATE, dos Bombeiros, do Centro de Formação de Soldados, a nossa tão querida ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO, do policiamento Ambiental e, encerrando o desfile, a CAVALARIA. A CULTURA mostrou momentos dos desfiles de PORTO ALEGRE (RS), CURITIBA (PR), RIO DE JANEIRO. Um pouco mais tarde, pela GLOBO, o SP-TV apresentou cenas dos desfiles de BAURU, SOROCABA, JUNDIAÍ, RIBEIRO PRETO, SANTO ANDRÉ e da visita de milhares de pessoas ao MUSEU DO IPIRANGA.  

O SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA foi palco de protestos contra o desemprego e a exclusão social no dia da Independência do BRASIL. Cerca de 83 mil pessoas participaram do DÉCIMO GRITO DOS EXCLUÍDOS e da 17ª Romaria dos Trabalhadores, de manhã, na Praça JOÃO PAULO II, em APARECIDA, no VALE DO PARAÍBA. Os manifestantes enfrentaram um sol forte e por quase uma hora gritaram palavras de ordem, levando faixas de protestos. Fogos, balões e fitas nas cores da bandeira brasileira completaram o cenário da manifestação. Uma das faixas pedia que NOSSA SENHORA APARECIDA derrubasse do trono os poderosos em favor dos humildes. O ato não ocorreu apenas em APARECIDA. Foram realizados 1.800 manifestações em todo o País. Para o movimento, a independência anunciada por dom PEDRO I ainda está longe de ser conquistada e exige muita luta. Neste ano, o grito apresentou o tema: “BRASIL, MUDANÇA PARA VALER, O POVO FAZ ACONTECER”.

Pelo menos seis mil pessoas participaram, hoje à noite, da celebração do CENTENÁRIO DA COROAÇÃO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA no Santuário Nacional de APARECIDA, no VALE DO PARAÍBA. Segundo a Basílica, até às 13 horas, 71 mil pessoas tinham participado dos eventos religiosos. Embalados pela Orquestra BACARELLI, cerca de 50 atores representaram a coroação da PADROEIRA DO BRASIL, ocorrida há CEM ANOS. Amanhã, a cerimônia de coroação (com uma nova peça, em ouro e pedras preciosas) acontecerá na BASÍLICA DE APARECIDA, a partir das 9 horas. A encenação de hoje, realizada na praça em frente à Basílica Velha, começou contando a história da aparição da imagem no RIO PARAÍBA. Encontrada por três pescadores, em 1717, ela passou a ser procurada por romeiros, que acreditavam em milagres. Um dos pontos altos foi a entrada em cena da atriz que representava a PRINCESA ISABEL, que, em 1904 doou para a Igreja a primeira coroa, de ouro e brilhantes. Essa peça será substituída amanhã. DOM JOÃO DE ÓRLEANS E BRAGANÇA, bisneto da princesa, participou da cerimônia e contou ao público por que a princesa ISABEL era devota de NOSSA SENHORA. “Ela queria engravidar e veio ao Santuário três vezes. Na última delas trouxe a coroa pela graça de ter dado à luz meu avô”, disse. Com honras de chefe de Estado, o enviado especial do PAPA JOÃO PAULO II, CARDEAL DOM EUGÊNIO DE ARAÚJO SALLES, foi recepcionado às 16 horas no aeroporto de GUARATINGUETÁ, para as celebrações do centenário de coroação de NOSSA SENHORA APARECIDA.  A chegada de um helicóptero com o ex-presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO e sua mulher, RUTH, logo após a do representante do PAPA, surpreendeu as autoridades presentes. Do aeroporto, uma carreata seguiu para a BASÍLICA, onde dom EUGÊNIO disse que trouxe a pedido do PAPA, uma mensagem de amor à Igreja, à doutrina e aos seus ensinamentos.

Cerca de 25 mil pessoas enfrentaram um sol de 31 graus centígrados no SAMBÓDROMO do ANHEMBI para assistir aos desfiles. Às 10 horas, um show de fogos de artifício deu início ao evento, que teve a participação de 4.010 militares e 3.610 civis. Ao chegar, o governador GERALDO ALCKMIN e a prefeita MARTA SUPLICY foram recebidos com palmas e algumas vaias. Durante a festa, que durou cerca de duas horas, os rasantes dos aviões da Força Aérea Brasileira empolgaram a platéia. Pelo celular, centenas de pessoas transmitiam o barulho das turbinas para quem preferiu ficar em casa. Nas arquibancadas, 30 mil bexigas verdes e amarelas e bandeiras do BRASIL foram distribuídas. Apesar de o SAMBÓDROMO estar lotado, somente as performances do Corpo de Bombeiros, Cavalaria e ROTA receberam aplausos entusiasmados.

Em BRASÍLIA, o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA vestiu a faixa presidencial para assistir à comemoração na ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS, que contou com a presença de 50 mil pessoas. O desfile foi aberto pelo maratonista VANDERLEI CORDEIRO DE LIMA, agredido por um lunático religioso quando liderava a prova em ATENAS e que acabou com o bronze. Os aviões da ESQUADRILHA DA FUMAÇA fizeram acrobacias que encantaram o presidente, a primeira-dama MARISA e o Ministro da CASA CIVIL, JOSÉ DIRCEU. Mas nem só de festa foi o dia: esposas de militares aproveitaram o evento para protestar contra os baixos salários.

Na tarde, o PAULO CÉSAR e seus amigos do JAMAICA, um time de futebol de salão, vão participar do TORNEIO DA INDEPENDÊNCIA e ganham um bonito troféu.

Nas duas vezes em que tentou comemorar os 90 anos de fundação em campo, o PALMEIRAS se deu mal e só os visitantes fizeram a festa. Depois de perder o clássico para o CORINTHIANS por 1 a 0, dia 29, a equipe voltou a ser derrotada hoje: 3 a 1 para o CRUZEIRO, de virada, no PALESTRA ITÁLIA. O time de ESTEVAM SOARES, que precisava vencer para seguir perto dos líderes, permanece em quarto lugar, com 48 pontos, e pode cair até três posições na rodada deste meio de semana. O VASCO perdeu muitos gols e o jogo para o PAYSANDU, por 1 a 0, em SÃO JANUÁRIO.

Em uma ação ousada, 26 homens conseguiram escapar hoje da Penitenciária 1 de SÃO VICENTE, localizada na Área Continental da cidade, às margens da Rodovia MANOEL DA NÓBREGA. A fuga em massa ocorreu por volta de 11 horas. Quatro agentes penitenciários foram mantidos reféns por mais de três horas por detentos impedidos de fugir. Funcionários da cadeia que não quiseram se identificar disseram que os presos estavam armados com pistolas automáticas. O motim só foi controlado às 15 horas.

CONDENADO pela Justiça italiana, em processo de investigação de paternidade, o ex-jogador de futebol PAULO ROBERTO FALCÃO, que terá de pagar indenização de 1,2 milhão de dólares ao filho GIUSEPPE FRONTONI, de 19 anos. GIUSEPPE nasceu de um relacionamento que FALCÃO manteve com a italiana MARIA FLÁVIA FRONTONI quando jogava em ROMA, no início da década de 80. Não é possível recorrer da sentença.

A atriz MIRIAM PIRES morreu na manhã deste 7 de setembro na Clínica BAMBINA, em BOTAFOGO, no RIO, aos 77 anos. Ela estava internada há dois meses com toxoplasmose. O velório foi à tarde no Cemitério SÃO JOÃO BATISTA, também em BOTAFOGO. Seu corpo será cremado amanhã, às 12 horas, no Cemitério do CAJU.
Durante seus 60 anos de carreira, a atriz participou de muitas novelas na rede GLOBO, SBT e MANCHETE. Devido aos problemas de saúde que apresentou, a atriz foi afastada da novela “SENHORA DO DESTINO”. Na trama, ela representava a personagem CLEMENTINA, avó do briguento SHAOLIN (LEONARDO MIGGIORIN) e confidente da personagem MARIA DO CARMO, interpretada por SUZANA VIEIRA.
Seu trabalho na televisão somaram mais de 40 novelas e minisséries. No cinema, participou de mais de uma dezena de filmes, como “CHUVAS DE VERÃO” (1978), de CACÁ DIEGUES; “ALELUIA, GRETCHEN” (1976), de SYLVIO BACK; “GABRIELA” (1983), de BRUNO BARRETO; “O BEIJO DA MULHER ARANHA” (1985); e “COPACABANA” (2001), de CARLA CAMURATI. Antes de “SENHORA DO DESTINO”, seu último papel nas novelas havia sido em “KUBANACAN” (2003). No ano anterior, (2002), ela viveu ISAURA em “DESEJOS DE MULHER”.
Entre as suas principais participações em novelas estão DALVA, na primeira versão de “IRMÃOS CORAGEM” (1970); a CÂNDIDA MARTINS de “BAILA COMIGO” (1981); a LUZIA de “MEUS FILHOS, MINHA VIDA” (1984); e a QUIRINA de “PEDRA SOBRE PEDRA (1992). Seus trabalhos mais marcantes na televisão foram a MARGARIDA de “LOCOMOTIVAS’ (1977), mãe de personagem NETINHO, vivido por DÊNIS CARVALHO. Outro papel importante foi a quituteira DONA MILU, de “TIETA” (1989), que criou o bordão “mistéééério”.
Assim como a dona MILU, seu papel em “SENHORA DO DESTINO”, CLEMENTINA, era uma cozinheira de mão cheia. Sua personagem ganharia bastante destaque na trama, tanto que a Editora GLOBO planejava o lançamento do livro de receitas, “A COZINHA DE DONA CLEMENTINA”.

MORREU nesta terça-feira, no Hospital MUNICIPAL da Rua VERGUEIRO, o dramaturgo NERY GOMIDE, aos 58 anos. Ele havia sido internado no domingo, dia 5, em conseqüência de um aneurisma. Autor de peças como ASSUNTA DO 21, DESPEDIDA DE SOLTEIRO e RUA 10 (encenada pelo diretor FAUZI ARAP na década de 1980 e atualmente em cartaz no STÚDIO 184, na PRAÇA ROOSEVELT, em nova versão), GOMIDE criou na década de 1970 o MOVIMENTO ZERO, de apoio a novos autores teatrais.
  
Um terremoto de 6,3 pontos na escala RICHTER atingiu hoje a província de CATAMARCA, cidade a 1.200 quilômetros de BUENOS AIRES, próximo à fronteira com o CHILE, na ARGENTINA, deixando uma pessoa morta e três crianças feridas. O tremor foi registrado às 8:55 horas (horário local) e seus efeitos foram sentidos em dez das 23 províncias argentinas, incluindo BUENOS AIRES.

Num novo dia sangrento no IRAQUE, as forças americanas superaram hoje o marco de mil mortos (1.002) desde a ocupação há quase 18 meses. Mas também cerca de 140 iraquianos foram mortos em BAGDÁ e FALUJAH e 4 funcionários de uma ONG foram seqüestrados, incluindo duas italianas. A simbólica cifra de mil baixas entre as forças americanas foi superada com a morte de sete soldados em diferentes confrontos. Em apenas 24 horas, quinze americanos morreram no IRAQUE. Horas antes, numa entrevista pela manhã, o secretário da Defesa, DONALD RUMSFELD, procurou minimizar o impacto que esse número teria sobre a opinião pública, dizendo que os mortos do “mundo civilizado” nas mãos do terror há muito tempo superaram esse marco. Já o candidato democrata, JOHN KERRY, se referiu ao número como “trágico”. Num dos piores bombardeios na cidade de FALUJAH, a oeste de BAGDÁ, as forças americanas disseram ter matado cerca de cem pessoas. Um hospital local mencionou apenas a morte de quatro pessoas. As tropas dos EUA lançaram hoje um pesado ataque contra a milícia do clérigo MUQTADA AL-SADR em CIDADE SADR, um bairro pobre xiita de BAGDÁ. Houve também confrontos e pelo menos 35 iraquianos e dois soldados americanos morreram e mais de 200 pessoas ficaram feridas, na maioria civis.

Seqüestradas as italianas SIMONA PARI e SIMONA TORRETTA, ambas de 29 anos, integrantes da organização humanitária UMA PONTE PARA BAGDÁ. Com mais este, passam de 100 os casos de seqüestro de estrangeiros ocorridos desde março de 2003 no IRAQUE.

MORREU o líder religioso africano CHRISTIAAN FREDERICK BEYERS NAUDE, aos 89 anos, de problemas circulatórios. Baseado na BÍBLIA, NAUDE defendeu o sistema de segregação racial sul-africano durante anos e depois se tornou um dos principais opositores do apartheid. Na ÁFRICA DO SUL.

RESGATADO o prefeito colombiano LUÍS ORLANDO HERNÁNDEZ, seqüestrado pela guerrilha no dia 25 de agosto. Na operação, seis rebeldes foram mortos. Na COLÔMBIA.

2 005   :    -    QUARTA-FEIRA
A VIDA AQUI NA TERRA NÃO É AQUELE PARAÍSO IMAGINADO, MAS PARADOXALMENTE, A DOR TÃO TEMIDA E REJEITADA SÓ SERVE PARA CONFIRMAR QUE VOCÊ VIVE, E QUE, POR ALMEJAR A REALIZAÇÃO DE ALGUNS SONHOS, SOFRE COM AS LIMITAÇÕES.

Desconheço as razões pelas quais o DESFILE DA INDEPENDÊNCIA não foi apresentado pela TV. Isso é algo muito grave. Já não há incentivo para a história do BRASIL e tiram do ar também o tradicional desfile. Será com medo do povo que poderia vaiar as autoridades pela crise política que estamos atravessando? É um soturno 7 de setembro de crise, que mais uma vez esfrega em nossa cara quanto estamos longe desse civismo moderno que exige um mínimo de sinceridade, de competência e de lealdade para com um BRASIL lido menos como coisa a ser consertada ou corrigida (e nas entrelinhas, roubada), e mais como um lugar onde nascemos e seremos um dia enterrados. Tudo isso, enfim, que o PT jogou pelo ralo do sectarismo, do poder sem limites e da desonestidade.
Relembro, com saudades, que num 7 de setembro, há 42 anos, recebia a minha espada de oficial, da Declaração de Aspirante a Oficial, numa tarde ensolarada, no CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, atual APMBB. Nas páginas de minhas memórias estão relatadas todas as minhas promoções, culminando com a passagem para a reserva, no posto de CORONEL, em 14 de dezembro de 1991.

O SÃO PAULO manteve o tabu ao bater o  CORINTHIANS por 3 a 2, no MORUMBI. A última derrota no BRASILEIRÃO para o TIMÃO foi em 1999. O resultado deixou o técnico MÁRCIO BITTENCOURT com o emprego ameaçado. Mesmo com uma grande atuação de RICARDINHO, autor de três gols, o SANTOS ficou no empate de 3 a 3 com o ATLÉTICO PARANAENSE, à noite, em CURITIBA. Com o resultado, o PEIXE manteve-se na liderança com 43 pontos, um a mais do que o FLUMINENSE, que goleou o CRUZEIRO por 6 a 2. Outros resultados: FORTALEZA 5 x SÃO CAETANO 2; FIGUEIRENSE 3 x GOIÁS 0; BOTAFOGO 2 x VASCO 2; BRASILIENSE 1 x ATLÉTICO MG 2; JUVENTUDE 2 x PARANÁ 0; PAYSANDU 2 x PONTE PRETA 2.

As comemorações do DIA DA PÁTRIA concorridas e cheias de atrações inventadas pelo publicitário DUDA MENDONÇA ficaram para trás. Cercado pela crise política que se agrava a cada dia, o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA assistiu hoje a um desfile de 7 de Setembro esvaziado, ouviu vaias e aplausos e passou duas horas e meia em um palanque cheio de ministros, mas carente de amigos, parentes e parlamentares. O público estimado pela Polícia Militar, ficou entre 25 mil e 30 mil pessoas. No melhor das hipóteses, foi a metade dos 60 mil de 2004, que aplaudiram com entusiasmo estrelas como o maratonista VANDERLEI CORDEIRO. No ano passado, o atleta-revelação das Olimpíadas abriu o desfile e assistiu à festa na tribuna de honra.
LULA, com a faixa presidencial chegou ao palanque às 9 horas, depois de desfilar em carro aberto ao lado da primeira-dama, MARISA, vestida de tailleur verde-bandeira e uma echarpe amarela. O casal levou um susto quando o ROLLS ROYCE parou. A haste de metal que o presidente e a primeira-dama seguravam quebrou. Ambos deram um pulo para a frente, mas não caíram. Recompostos, desceram do carro e seguiram em frente. O presidente ouviu mais aplausos do que vaias, porque a arquibancada em frente ao palanque reservado para ele estava ocupada por dezenas de artistas gritando palavras de ordem e usando faixas vermelhas com o nome do presidente amarradas na cabeça. Os contras estavam mais afastados, mas também eram barulhentos. Alguns levaram cartazes e bandeiras pretas com a inscrição “impeachment”. Depois de alguns acenos discretos, LULA subiu ao palanque, onde o aguardavam mais de 20 ministros e apenas 3 parlamentares: os deputados petistas SIGMARINGA SEIXAS, VICENTINHO e PAULO DELGADO. Até a chegada do presidente, a grande atração da tribuna era o presidente do Supremo Tribunal Federal, NELSON JOBIM. Aliado do presidente neste momento de crise, JOBIM foi cercado por vários ministros e, como chefe do Judiciário, sentou-se na primeira fila, ao lado de MARISA. À direita de LULA, estava o presidente da NIGÉRIA, OLUSEGUN OBASANJO.

O desfile em SÃO PAULO foi marcado por protestos contra o governador GERALDO ALCKMIN, que não compareceu porque estava no LÍBANO. O prefeito JOSÉ SERRA também faltou: viajara para a ARGENTINA. Estudantes da Universidade de SÃO PAULO, em greve há duas semanas, se misturaram ao público de 30 mil pessoas – segundo a Polícia Militar – nas arquibancadas do ANHEMBI para reclamar do veto de ALCKMIN à proposta de aumento de repasses às universidades estaduais. Postados em frente ao palanque das autoridades, cerca de 40 estudantes colocaram nariz de palhaço e ergueram um cartaz com letras formando a frase: “ALCKMIN ladrão destrói a Educação”. Funcionários da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (FEBEM) também protestaram contra a não reintegração de demitidos do órgão em fevereiro. Levaram uma faixa com a inscrição “Governador não cumpre decisão e não respeita a Constituição”, que foi arrancada por policiais militares antes do desfile.

A prisão do principal líder do Movimento dos Sem-Terra (MST) no PONTAL DO PARANAPANEMA, JOSÉ RAINHA, aumentou o clima de tensão na região. Mais de 500 militantes protestaram hoje, durante o GRITO DOS EXCLUÍDOS em MIRANTE DO PARANAPANEMA, onde RAINHA foi detido ontem à noite. Eles pediram sua libertação e o fim da “perseguição” ao MST. A ordem de prisão foi dada pela juíza ADRIANA NOLASCO DA SILVA. Também foi decretada a prisão do coordenador estadual do MST, PAULO ALBUQUERQUE, e dos líderes MÁRCIO BARRETO, ÉDNA TORRIONI e MANUEL MESSIAS DUDA, que estão foragidos. São acusados de furto e danos na invasão da Fazenda SANTA CRUZ, em MIRANTE, em 15 de junho. O proprietário, KASUIOSHI KURATA, disse que os invasores mataram bois, incendiaram o pasto e furtaram cinco mil metros de cerca. O inquérito ainda não foi concluído. Ao ser preso, RAINHA alegou que não tinha participado da invasão. Ele estava em outra cidade. Amanhã deve ser transferido da cadeia de PRESIDENTE WENCESLAU para o CENTRO DE DETENÇÃO DE CAIUÁ. É sua terceira prisão em três anos. Em 2002, foi preso por porte ilegal de arma. Em 2003, foi detido após condenação em processo de invasão da Fazenda SANTA MARIA. Em BRASÍLIA, o coordenador nacional do MST, JOÃO PAULO RODRIGUES, informou que a coordenação entrará hoje na Justiça com pedido de liberdade provisória para RAINHA. Ele disse que também será pedido habeas corpus  para os outros líderes.

PRESO um dos seqüestradores mais procurados do Estado de SÃO PAULO, PATRICK ALMEIDA BASTOS. Ele é apontado como mentor de pelo menos quatro grandes seqüestros nos últimos anos.

CONFIRMADO presidente do EGITO, HOSNI MUBARAK, de 77 anos, que está no poder há 24. Ele permanecerá no cargo por mais seis anos – desta vez, por meio do voto da maioria da população, nas primeiras eleições presidenciais livres do país desde 1981. Observadores independentes e candidatos da oposição afirmam, entretanto, que o processo foi marcado por irregularidades e fraudes.

O ex-presidente russo BÓRIS YELTSIN, 74 anos, fraturou o fêmur na SARDENHA, onde está passando férias. YELTSIN se acidentou no dia 7, quarta-feira, ao tropeçar durante uma caminhada. Ele foi socorrido num hospital da localidade de SAN JUAN DE DIOS E  OLBIA.

Duas garotas inglesas, uma de cinco anos e outra de 15, foram obrigadas a assistir a morte de seu gato de estimação. O bichano chamava-se FLUFFY e morreu dentro de um máquina de lavar roupas – sem funcionamento.  Quem fez essa crueldade com o animal, e com as meninas, foi nada mais nada menos que a própria mãe delas, HOLLY THACKER: “Eu quis puni-las porque elas andam desobedientes.” FLUFFY levou dez minutos para morrer e as filhas não podiam sequer fechar os olhos. HOLLY poderá ser condenada à prisão pela Justiça da INGLATERRA.

ANUNCIADO pela APPLE o lançamento do Ipod NANO. Fino como um cartão, tem versões com 2 ou 4 gigabytes de memória (suficiente para 1.500 ou 3 mil horas de música). Chegará ao BRASIL em outubro. A empresa também lançou o celular ROKR, em parceria com a MOTOROLA. O aparelho funciona com o software iTUNES e chegará ao BRASIL no próximo trimestre.
 
Pelo menos cinco mortes registradas nos últimos dias em NEW ORLEANS podem ter sido causadas por infecções bacterianas, segundo autoridades sanitárias americanas. Um estudo conduzido pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA confirmou hoje que as águas que ainda cobrem 80 % da cidade contêm elevados níveis de bactérias, pelo menos dez vezes mais acima do tolerável – que podem aprofundar a dimensão da tragédia causada pela passagem do furacão KATRINA, no dia 29 de agosto.
  
Termino de ler nesta noite FORTALEZA DIGITAL, de DAN BROWN (autor de CÓDIGO DA VINCI e ANJOS E DEMÔNIOS). Esse romance foi lançado em março de 2005. Quando o invencível computador da NSA (NATIONAL SECURITY AGENCY), programado para decifrar qualquer código, se depara com um novo e misterioso código que não pode ser quebrado, a agência recorre à sua mais brilhante criptógrafa, a bela matemática SUSAN FLETCHER. Aquilo que ela descobre faz tremer os corredores do poder. A NSA está sendo mantida como refém não por armas ou bombas, mas por um código tão engenhosamente complexo que, se divulgado, irá causar grandes danos aos serviços de inteligência dos EUA. Presa em uma teia de segredos e mentiras, SUSAN tenta de todas as formas salvar a organização na qual sempre acreditou. Sem ninguém em quem confiar, ela se descobre lutando não apenas por seu país, mas por sua própria vida e, no final, pela vida do homem que é a sua grande paixão. Este, recrutado pela NSA, vai à procura de uma senha e encontra uma série de ameaças à sua vida. Disse um jornal “Com sua narrativa rápida e plausível, DAN BROWN apaga as linhas divisórias entre o bem e o mal de forma irresistível tanto para os patriotas quanto para os paranóicos”.

2 006   :    -    QUINTA-FEIRA
7 DE SETEMBRO DE 1963-7 DE SETEMBRO DE 2006: um espaço de 43 anos entre a entrega da espada ao ASPIRANTE A OFICIAL MÁRIO FONSECA VENTURA e o estágio atual, há quinze anos na reserva, com a patente de CORONEL PM, que significa que triunfei na carreira que abracei. Recordo hoje, com muita saudade, os meus tempos na ESCOLA DE OFICIAIS, berço onde foi forjado o meu caráter, já muito bem estruturado pelo ensinamento dos pais. Continuo bem perto de minha Corporação, porque ainda estou na Sociedade Veteranos de 32-MMDC.
Não saio de casa neste feriado. Não consigo assistir a PARADA DO SETE DE SETEMBRO na televisão. Apenas fico sabendo de detalhes mais tarde, ao assistir jornais na TV. Levanto muito tarde. Aproveito o tempo para digitalizar minhas memórias.

A Basílica de APARECIDA, no VALE DO PARAÍBA, concentrou o maior público do GRITO DOS EXCLUÍDOS este ano: cerca de 88 mil pessoas, entre brasileiros e representantes de outros países. Foi o maior número de participantes do ato, que reuniu 300 mil pessoas em todo BRASIL, segundo números parciais da organização. O GRITO de APARECIDA começou com uma encenação que pregou o fim do neoliberalismo e promoveu a destruição de três faixas. Nelas, lia-se “Para os capitalistas, o lucro está acima da vida”, “A TV é um instrumento de quem está no poder” e “Fora o capitalismo”. Na única faixa que não foi rasgada pela população, a mensagem era “A vida acima do lucro”. A missa de 7 de setembro também tratou de política, ao recomendar à população consciência na escolha do voto. Além de uma cruz de papelão onde estava escrito “Desemprego”, as autoridades religiosas fizeram uma prece para iluminar as ações dos futuros governantes do país. JOSÉ COLIN VIEIRA, de 70 anos, morreu de infarto às 7 horas, após passar mal dentro da Basílica. Ele deu entrada no posto médico reclamando de náusea e falta de ar e foi encaminhado ao OS de APARECIDA, mas não resistiu.

Aproximadamente 30 mil pessoas assistiram hoje ao desfile militar e cívico em comemoração ao DIA DA INDEPENDÊNCIA. Realizado no sambódromo, no PARQUE ANHEMBI, os pontos altos da festa foram as passagens de um avião de caça, dos policiais da ROTA e do Regimento de Cavalaria 9 de JULHO.  Sobre um blindado branco das Nações Unidas, o comandante do desfile, o GENERAL JOÃO CARLOS VILELA MORGERO, ex-comandante da força de paz brasileira na HAITI, deu início à comemoração do DIA DA INDEPENDÊNCIA. Nosso presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, GINO STRUFFALDI, num jeepão, desfila logo no começo. Tropas da 12ª Brigada de Infantaria Leve Aeromóvel, uma das quatro principais forças de elite do Exército no país, os vôos rasantes de quatro aeronaves T-27 TUCANO e uma AMX, supersônica, vinda do RIO GRANDE DO SUL para o desfile, arrancaram aplausos dos espectadores. Também desfilaram outras unidades de elite da polícia, como o Grupo de Ações Táticas Especiais da PM (GATE) e o Grupo Especial de Resgate da Polícia Civil (GER). O Regimento de Cavalaria 9 de Julho foi aplaudido quando os cavalarianos realizaram evoluções com os animais.

Faleceu nesta noite, nesta Capital, aos 70 anos, o jornalista THÉLIO GARCIA DE MAGALHÃES. Fazia cobertura forense (civil e criminal) para O ESTADO DE SÃO PAULO. Repórter por mais de meio século, na década de 1950, iniciou sua carreira no O TEMPO. Ainda jovem, já se interessava pela área criminalista. Trabalhou como repórter de política. Esteve empenhado em ajudar a polícia a desvendar crimes insolúveis. Foi contratado pelo jornal A HORA de SÃO PAULO. Permaneceu no jornal até 1963, quando foi contratado pelo jornal NOTÍCIAS POPULARES, onde escreveu coluna sobre os acontecimentos do Fórum Criminal de SÃO PAULO. Em 1967, quando a FOLHA adquiriu NOTÍCIAS POPULARES, integrou a equipe. Foi responsável por reportagens sobre os julgamentos do “ESQUADRÃO DA MORTE”. Na década de 1970, trabalhava naquele jornal e no DIÁRIO POPULAR. Convidado pela JOVEM PAN, passou a integrar a equipe do JORNAL DA MANHÃ e da HORA DA VERDADE, transmitindo as coberturas do Fórum e julgamentos ao vivo. Concomitantemente, durante um ano, apresentou o jornal “AQUI E AGORA”, do SBT, de onde saiu ao ser contratado pela TV GLOBO. Formado em Direito pela FMU, foi classificado entre os primeiros aprovados pela OAB. Para promotores e advogados era considerado “um grande repórter, um grande homem”. E, entre colegas referência em assuntos ligados ao Judiciário.

Diante da coleção de erros apresentada pelo SÃO PAULO, a derrota por 2 a 1, nesta noite, no LA BOMBONERA, em BUENOS AIRES, foi um excelente resultado para o time de MURICY RAMALHO, que tem a chance de decidir o título da RECOPA SUL-AMERICANA, dia 14, no MORUMBI – se vencer por 1 a 0, fica com a taça. Mal posicionado na defesa e inoperante no meio-campo, os paulistas só não voltaram para casa com resultado pior graças às deficiências do ataque argentino e ao goleiro BOBADILLA, que tomou um frango no chute de THIAGO, ainda no primeiro tempo.           

A estratégia montada pelo governo de posicionar 1.700 convidados em arquibancadas próximas à tribuna de autoridades poupou o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA do constrangimento de ouvir vaias durante o desfile de 7 de Setembro. Na chegada, LULA foi aplaudido por servidores, seus familiares, parentes de militares e civis que participaram da parada e integrantes de movimentos sociais – todos convidados do Palácio do Planalto. Ainda assim, LULA foi vaiado por pessoas que ocupavam arquibancadas mais afastadas. A área em frente à tribuna de autoridades, de onde, no ano passado, manifestantes pediram o impeachment de LULA, foi hoje isolada. A justificativa foi reservar o espaço para a chegada de militares que saltaram de pára-quedas e desceram de rapel de um helicóptero.
LULA, que desfilou no ROLLS ROYCE presidencial com a primeira-dama MARISA, foi saudado por poucos militantes do PT. Não foi atendido o chamado, feito em comício do partido, para tomar a ESPLANADA com uma maré vermelha. A maior parte do público estava mais interessada no desfile, que contou com dois caças MIRAGE 2000-C, comprados recentemente pela FAB. Ganhou destaque na parada o aparato da Polícia Federal, que foi festejada pelas autoridades e pelo público, motivados pelos dois caças-mirage em 30 mil pessoas, comprados recentemente. Ganhou destaque na Parada o aparato da Polícia Federal, que foi motivado pelo locutor do evento, festejado pelas autoridades e pelo público. Além dos ministros e assessores, LULA estava ao lado de seu neto ALEXANDRE e DAVI, neto do vice JOSÉ ALENCAR.
AMANDA, uma menina de 1 ano e 10 meses, portadora da síndrome de DOWN, foi convidada pelo presidente para assistir ao desfile na tribuna de honra.

A candidata do PSOL à Presidência, HELOÍSA HELENA, chamou o presidente LULA de gângster durante campanha, hoje, no RIO. Na PRAIA DO FLAMENGO, ela discursou e criticou duramente LULA: “Estamos enfrentando uma organização criminosa, com todo respeito que tenho por algumas pessoas dignas do PT. Mas, infelizmente, o presidente LULA é um gângster que chefia uma organização criminosa capaz de roubar, matar, caluniar e liquidar qualquer um que passe pela frente ameaçando o seu projeto de poder. Ficamos tristes, claro, porque ele é um ex-operário, filho do povo, retirante nordestino. Mas temos que dizer a verdade”. Em nota, o comando da campanha de LULA, disse que a atitude da senadora é destemperada com a queda nas pesquisas. “O departamento jurídico da campanha vai tomar as medidas cabíveis”, diz a nota.

O ex-presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO promoveu hoje seu ataque mais contundente ao presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, a quem acusou de ser, junto com o PT, o responsável pela crise ética e a “podridão reinante no País”. Em carta divulgada pelo site do PSDB, FHC advertiu: “É só a conjuntura internacional mudar e pagaremos o custo da crise fiscal, das ineficiências acumuladas, da falta das reformas”. Afirmou que a atitude de LULA no caso do mensalão justificaria a abertura de processo por crime de responsabilidade. O ex-presidente fez uma autocrítica ao reconhecer que o PSDB foi vacilante em relação ao senador EDUARDO AZEREDO, que era presidente do partido quando foi acusado de ter se beneficiado do valerioduto na campanha de 1998. “Erramos quando quisemos tapar o sol com a peneira”, avaliou. Ele também reconheceu a crise nas penitenciárias de SÃO PAULO, que não foi “capaz de dar tratamento adequado à massa de presos, criando um caldo de cultura para a criminalidade e espaço para a demagogia do PCC.

O russo NIKOLAY DAVYDENKO venceu o alemão TOMMY HAAS por 3 sets a 2 e se classificou para as semifinais do US OPEN. Outro classificado é ANDY RODDICK, que derrotou LLEYTON HEWITT por 3 sets a 0. No feminino, SHARAPOVA e JANKOVIC também garantiram vaga na semifinal.

Às vésperas do quinto aniversário dos atentados de 11 de setembro, a rede de TV árabe AL-JAZEERA divulgou hoje um vídeo inédito em que se vê integrantes da rede AL-QAEDA, incluindo o líder OSAMA BIN LADEN, se preparando para os ataques aos EUA. A emissora não divulgou como obteve a fita de 90 minutos, mas afirmou que as imagens foram feitas no AFEGANISTÃO, antes dos atentados, pela rede terrorista. O vídeo mostra BIN LADEN conversando com dois de seus ex-comandantes, acusados de arquitetar o 11/9. O vídeo inclui depoimentos e os últimos pedidos de dois suicidas.

Nesta quinta-feira, pela madrugada, PARIS HILTON foi detida em LOS ANGELES por dirigir seu MERCEDES embriagada enquanto voltava de um evento beneficente. Depois de constatado o alto nível alcoólico da socialite, PARIS foi levada à delegacia de HOLLYWOOD, onde foi fichada.

2 007    :     -    SEXTA-FEIRA       213413181/
Leio no jornal “DIÁRIO DE SÃO PAULO”, página A8 a seguinte reportagem: PRACINHAS LUTAM CONTRA O TEMPO – Apenas 16% dos 25 mil veteranos brasileiros da Segunda Guerra Mundial ainda estão vivos. Na capital, eles são só 190.
Cinco idosos que beiram os 90 anos terminam uma conversa animada sobre o desfile de 7 de setembro. Estão em uma ante-sala do prédio de número 46 da Rua SANTA MADALENA, na BELA VISTA. Eles se levantam das poltronas e sobem os três lances de escada, segurando no corrimão, até a sala de jogos, onde há uma mesa de bilhar. As mãos, outrora firmes para segurar a metralhadora na SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, hoje tremem numa simples tacada de snooker. Sim, os pracinhas estão acabando.
A capital paulista ainda tem 190 ex-combatentes vivos, mas apenas 30 ainda conseguem sair de casa para freqüentar a Associação dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira (FEB), na BELA VISTA.
Os mais novos têm 83 anos, e o mais antigo, um oficial graduado, já chegou aos 105 anos. As associações que os reúnem estão fechando as portas um após a outra por falta de participantes e recursos. Os veteranos que sobraram se mostram tristes, pois apesar do que fizeram na guerra estão sendo esquecidos pela sociedade e pelos próprios netos “que têm outras prioridades hoje em dia”.

Essa reportagem me reporta a situação dos ex-combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932, em piores situações do que os veteranos da 2ª GRANDE GUERRA, pois há uma diferença de dez anos entre eles, o que significa muito no fim da vida.

Procuro insistentemente achar um canal de televisão que esteja passando o desfile da Independência. Só encontro desenhos e notícias esparsas e bem curtas. É uma grande vergonha não se dar o valor a uma data tão significativa. Nem a TV CULTURA se salva nessa situação. Somente mais tarde, com os jornais da BANDEIRANTES e da GLOBO é que posso assistir partes dos desfiles em todo o BRASIL. Não vejo o GINO no início da desfile do ANHEMBI.   

Aproveito o feriado para cuidar de minhas memórias. Preparo meus arquivos para transportar alguma coisa para a hemeroteca VENTURA amanhã.

O DIA DA INDEPENDÊNCIA foi comemorado hoje com desfiles em várias capitais e no Distrito Federal. Em SÃO PAULO, o desfile atraiu mais de 30 mil pessoas ao Sambódromo pela manhã. Sob um sol forte e com muitas bandeiras do BRASIL, os paulistanos assistiram à passagem de batalhões do Exército e da Aeronáutica, carros blindados, cavalos e helicópteros, além de fanfarras de estudantes e de organizações da sociedade civil. Ao todo, 7.500 pessoas participaram do evento.
Antes da parada, o governador JOSÉ SERRA e o comandante militar do sudeste, GENERAL ANTÔNIO GABRIEL ESPER, passaram as tropas em revista na Avenida OLAVO FONTOURA, ao lado do Sambódromo. Minutos depois, o GENERAL JOÃO CARLOS VILELA MONGERO, Comandante da 2ª Divisão do Exército, repetiu a receita do ano anterior e abriu o desfile pontualmente às 10 horas, entrando no Sambódromo em um blindado  URUTU usado na missão de paz no HAITI. Aproximadamente 3.600 militares desfilaram a pé, 124 em viatura e 75 em motocicletas.
Os mais aplaudidos pelo público durante a cerimônia foram os veteranos da Revolução Constitucionalista de 1932, os pracinhas da Força Expedicionária Brasileira e o Regimento de Cavalaria 9 de Julho – além de um pelotão formado apenas por mulheres do Exército. As tropas da Aeronáutica desfilaram ao som de gritos de guerra – o que empolgou o público. Outro ponto alto foi o sobrevôo do Sambródomo por dois helicópteros PANTERA e um ESQUILO, do Comando de Aviação do Exército, que levantaram poeira ao passar a pouco metros acima das arquibancadas. O prefeito GILBERTO KASSAB e o secretário de segurança, RONALDO MARZAGÃO, também assistiram à cerimônia.
Os pracinhas, veteranos da II GUERRA, participaram desfalcados no Sambódromo, mas arrancaram aplausos do público. Idosos, se apresentaram em jeeps. “Desfilamos com 18 veteranos da FEB. Hoje, não vieram muitos de nós”, disse o coronel reformado JAIRO JUNQUEIRA, presidente da Associação dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira de SÃO PAULO. Pelo menos 30 veteranos, todos com idade superior a 83 anos, foram convidados. Um deles era o major reformado SAMUEL SILVA, de 86 anos, que serviu na ITÁLIA como 3º sargento de infantaria. “Hoje, é o dia em que todos se lembram dos pracinhas, de tudo que fizemos. Mas ainda bem que trouxeram viaturas, porque eu acho que não ia conseguir andar o sambódromo inteiro”, afirmou.

A divulgação de que o ministro da Defesa, NELSON JOBIM, ameaçou demitir o comandante do Exército, ENZO PERI, e os generais que o apoiassem num ato de contestação de sua autoridade, causou desconforto entre militares que participaram da cerimônia de 7 de Setembro, em BRASÍLIA. Mas para evitar escalada da crise, os militares não quiseram comentar o episódio.
Os dois lados preferiram encerrar a fase de discussão desencadeada pela decisão do Planalto de transformar em ato do governo a cerimônia de lançamento do livro DIREITO À MEMÓRIA E À VERDADE (que conta, na versão dos militantes, a história da luta contra a ditadura no BRASIL).
Hoje, tanto JOBIM quanto o GENERAL ENZO evitaram dar declarações. A interlocutores, porém, os dois disseram que o assunto estava encerrado e já podia ser considerado “página virada”. Quando JOBIM chegou ao palanque, os comandantes das três Forças já estavam lá. O ministro se dirigiu a ENZO e brincou com ele, fazendo alusão aos rumores de que estava querendo cortar sua cabeça. O general respondeu, também brincando, demonstrando que estava tudo bem e que não havia novos problemas. A cena foi assistida por autoridades civis e militares que já estavam no palanque e que foi entendida como sinal de que dali não surgiria nenhuma nova crise militar e que o problema, ao menos por enquanto, estava superado.
O Chefe do Estado Maior do Exército, GENERAL LUIZ EDMUNDO MAIA DE CARVALHO – que ocupava interinamente o Comando da Força Terrestre quando o livro foi lançado – não foi à cerimônia hoje, em razão de viagem oficial. Foi ele quem procurou JOBIM para lhe dizer que os militares estavam insatisfeitos. Apesar do estilo truculento, JOBIM, que reitera sempre que pode sua autoridade, os militares entendem que ele tem força política para defender os interesses das três Forças, que passam por reaparelhamento, fortalecimento da indústria de defesa e melhorias salariais.

Em MACEIÓ, grevistas ligados ao Sindicato das Policias Civis de ALAGOAS (SINDPOL), ao Movimento Unificado da Saúde e à Central Única dos Trabalhadores (CUT) invadiram a pista perto do palanque do governador TEOTÔNIO VILELA FILHO e fizeram um protesto. Após rápido confronto entre os manifestantes e policiais militares, que davam segurança às autoridades, o governador deu ordem ao cerimonial para suspender o desfile, na PRAIA DA AVENIDA, que mal começara.

Cerca de 3.500 pessoas participaram hoje em SÃO PAULO do “GRITO DOS EXCLUÍDOS”, convocado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Em sua 13ª edição, a manifestação promoveu um plebiscito contra a privatização da Companhia VALE DO RIO DOCE, estatal vendida no governo de FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. Houve protestos em várias cidades do País.
“É um plebiscito simbólico, para dizer que “não vale” entregar o patrimônio nacional, porque seria muito difícil reestatizar a empresa”, disse d. PEDRO LUIZ STRINGHINI, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, após celebrar na Catedral da SÉ, às 7 horas, missa do DIA DA PÁTRIA PELO GRITO DOS EXCLUÍDOS. Cerca de 700 fiéis assistiram à celebração.
Uma imensa faixa verde e amarela, levada até o altar por 25 pessoas em procissão, enumerou as principais reivindicações do povo no 7 de Setembro: trabalho, terra, moradia, paz, justiça, saúde, cidadania, ética, educação e soberania. Depois da missa, manifestantes seguiram para o Monumento do IPIRANGA cantando PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES, de GERALDO VANDRÉ, seguida por músicas dos movimentos populares e pelo HINO NACIONAL.

O império do sexo em SÃO PAULO começou a desmoronar. O Ministério Público já tem fortes indícios de que o empresário OSCAR MARONI FILHO, de 56 anos, pagava propina a policiais e agentes públicos para que sua boate, a BAHAMAS, em MOEMA, na zona sul, funcionasse normalmente.
Novos testemunhos e o desarquivamento de um processo, conduzido por provas sob suspeitas, caíram como uma bomba sobre as pretensões do empresário de responder em liberdade às acusações de crime contra os costumes. Ele está preso desde 14 de agosto. Para aumentar ainda mais a dor de cabeça de MARONI FILHO, o MP pediu a quebra do seu sigilo bancário e de suas empresas.
Uma testemunha que está sob proteção judicial denunciou que 50 mil reais teriam sido pagos a um delegado para simular uma blitz no BAHAMAS. O intuito seria constatar que no estabelecimento funcionava um hotel comum, um balneário e um bar. Fotos periciais foram feitas. E o processo, de 1999, foi arquivado porque não se comprovou que ali funcionava um prostíbulo.
Ex-funcionária da boate, a denunciante afirmou, em depoimento, que, em 2000, entregou um cheque de dez mil reais a um major da Força Aérea, na época em que MARONI FILHO passava por dificuldades para conseguir a liberação para a construção do OSCAR´S HOTEL. A testemunha diz que o oficial foi até o escritório da BAHAMAS, na RUA DOS CARINÁS, 602, sem farda. Recebeu um cheque do BRADESCO, da conta corrente da OMF (grupo de empresas de MARONI) e não deixou nenhum recibo. O nome do oficial também foi encontrado nas agendas apreendidas na sede do grupo. O Ministério Público pediu rastreamento do cheque. O oficial da aeronáutica estava aposentado desde 1996 e tem uma empresa de assessoria no setor.
A denunciante revelou também que, no período de 1998 a 2003, policiais civis recebiam três mil reais mensalmente para ignorar supostas irregularidades na boate. Segundo a testemunha, as despesas com a corrupção de policiais eram lançadas pela casa como gastos com ração de cachorro de MARONI FILHO, CONAN. A entrega do dinheiro aos policiais corruptos seria feita, segundo ela, pelo gerente CLAUDINO ANTÔNIO DE ALMEIDA BORBA, também denunciado pelo promotor e com a possibilidade de obtenção do benefício da delação premiada. MARISA VACCARI MARONI, APARECIDA INES CHACON, ELIZABETE ROMERO DERBALLE e ROSANE DE FÁTIMA VIERIA estão na mesma situação.

JADE BARBOSA, de 16 anos, fez história no Mundial de Ginástica Artística de STUTTGART, na ALEMANHA, hoje, ao ser a primeira brasileira a ganhar medalha no individual geral. Retrato de renovação da ginástica nacional, JADE, em seu primeiro Mundial, ficou com a medalha de bronze na somatória dos quatro aparelhos – salto, paralelas assimétricas, trave e solo – empatada com a italiana VANESSA FERRARI. A americana SHAWN JOHNSON levou o ouro e a romena STELIANA NISTOR ficou com a prata.

Prestes a comemorar 30 anos de carreira, ÉDSON CELULARI contou com a presença de sua mulher, a atriz CLÁUDIA RAIA, e seu filho ENZO, de 10 anos, na estréia paulistana da peça DOM QUIXOTE DE LUGAR NENHUM, nesta sexta-feira. A união da família no primeiro dia de espetáculo é considerada um ritual de boa sorte do casal, que acaba de completar quinze anos juntos. “Foi um sonho realizado adaptar esse texto clássico para a realidade brasileira”, diz CELULARI.

JUSTINE HENIN venceu hoje VENUS WILLIAMS e vai enfrentar a grandalhona SVETLANA KUZNETSOVA, amanhã, pelo título feminino do US OPEN DE NOVA YORK. KUZNETSOVA venceu ANNA CHAKVETADZE. As semifinais masculinas serão: ROGER FEDERER x NIKOLAY DAVYDENKO e NOVAK DJOKOVIC x DAVID FERRER.      

O presidente da NICARÁGUA, DANIEL ORTEGA, visitou hoje a região afetada pelo FURACÃO FÉLIX, mas evitou estimar o número de mortos e feridos pela tormenta. “É melhor não dar números que não foram confirmados ainda”, afirmou ORTEGA. No entanto, de acordo com a equipe da Defesa Civil trabalhando na região litorânea próxima à fronteira da NICARÁGUA com HONDURAS, o número de mortos chegava a, pelo menos, 130 – a maioria de comunidades indígenas e de pescadores. Já o jornal nicaragüense LA PRENSA, colocava o número de cadáveres em mais de 160.

O governo americano anunciou hoje que obteve uma cópia do vídeo de 30 minutos em que o líder da AL-QAEDA, OSAMA BIN LADEN, aparece para marcar o sexto aniversário do 11 de Setembro. A CIA submeteu o material à análise e confirmou que a voz era do terrorista. O presidente dos EUA, GEORGE W. BUSH, afirmou que o vídeo é um lembrete do “perigoso mundo em que vivemos”. “É importante que nos mostremos determinados a nos proteger”, disse.
Dirigindo ao povo americano, BIN LADEN não fez qualquer ameaça direta, mas afirmou que, ao não reconhecer seus erros no IRAQUE, BUSH repetia os equívocos cometidos pelo ex-líder soviético LEONID BREZHNEV. “Assim como BREZHNEV, BUSH – quando questionado sobre a data da retirada do IRAQUE- disse que isso não ocorrerá no seu reinado, mas durante o governo de quem o suceder”. BIN LADEN também afirmou que os americanos deveriam se converter ao islamismo para acabar com a guerra. 

O integrante do grupo musical RDB, CHRISTIAN CHÁVEZ, foi preso nesta sexta-feira, em NOVA YORK, por porte de drogas. Segundo o cantor, que em março causou polêmica ao assumir sua homossexualidade, ele não tinha intenção de consumir o cigarro de maconha encontrado em sua mochila.

2 008   :     -     DOMINGO
Quando chega o 7 de setembro aflora em minha mente a data em que fui declarado ASPIRANTE A OFICIAL (7 de setembro de 1963). São decorridos 45 anos daquela data, onde quinze jovens viam o sonho concretizado de se tornarem oficiais da PMESP, encerrando a dura ESCOLA DE OFICIAIS, mas que muito nos ajudou na carreira. Todos conseguiram chegar ao posto de CORONEL PM. Apenas temos a lamentar a morte de um daqueles jovens (não tão jovem, pois era sargento quando entrou para a Escola), o ARLINDO DE MOURA. Recentemente, o PINHO, em contato telefônico comigo, pretende reunir o maior número possível de nós no próximo dia 25, no lançamento do seu livro.   

Não consigo assistir a PARADA DA INDEPENDÊNCIA pela televisão. Apenas o CANAL 2 – TV CULTURA, mostra, com certa raridade, algumas cenas de BRASÍLIA e do SAMBÓDROMO. Há alguns anos para cá está acontecendo esse relaxamento com a data da Pátria. Os valores nacionais estão sendo deixados de lado. Com isso, assisto o GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA DE FÓRMULA 1.
O brasileiro FELIPE MASSA, da FERRARI, tem muito a comemorar. Depois de ver o seu companheiro KIMI RAIKKONEN, seguido por LEWIS HAMILTON, da McLAREN, liderar o GP DA BÉLGICA até o final, MASSA levou o segundo lugar graças a uma batida do finlandês na penúltima volta. Para melhorar mais ainda, HAMILTON, que havia chegado em primeiro, sofreu uma punição pelos comissários da prova após a premiação, e caiu para a terceira colocação, dando a vitória de presente ao brasileiro. O alemão NICK HEIDFELD, da BMW, acabou com a segunda colocação. Já os outros brasileiros NELSINHO PIQUET, da RENAULT, e RUBENS BARRICHELLO, da HONDA, não terminaram a corrida. PIQUET sofreu um acidente sem gravidade, na 13ª volta, enquanto BARRICHELLO teve problemas na caixa de marchas sete voltas depois.
Embora HAMILTON tenha mantido a liderança do MUNDIAL, com 76 pontos, MASSA está mais perto e agora tem 74. A próxima etapa do campeonato será domingo, dia 14, em MONZA, na ITÁLIA.

Bem mais tarde, já ao anoitecer, na HEMEROTECA VENTURA continuo catalogando os livros que me foram deixados pelo falecido GERALDO PIRES DE OLIVEIRA.

Quase tão tradicional quanto o próprio desfile de 7 de Setembro são as vaias reservadas aos políticos durante o evento. Mas o prefeito GILBERTO KASSAB e o governador JOSÉ SERRA se deram bem, hoje, no Sambódromo do ANHEMBI: os protestos foram tímidos. Um grupo de familiares de policiais militares e civis reclamou dos baixos salários da categoria. O coro e as palavras de ordem contra SERRA, entretanto, não empolgaram os 20 mil presentes na celebração cívica. De manhã, a chuva afugentou boa parte do público. Apenas um grupo de garotas parecia não lastimar o tempo frio. Os mais aplaudidos da parada foram os veteranos. “Sou o único da Revolução de 32 aqui. Os outros dois tiveram probleminhas de saúde. Eu venho para tentar empolgar a mocidade com o meu patriotismo”, ufanava GINO STRUFFALDI. A turma da FEB (Força Expedicionária Brasileira), que esteve na ITÁLIA durante a 2ª Guerra Mundial, também participou. Nenhum deles conseguia falar do 7 de Setembro sem encher os olhos de lágrimas. “É a nossa vida”, dizia o ex-combatente VALDOMIRO DOS SANTOS. O final do desfile foi todo das entidades civis: escoteiros, membros da Cultura Racional e dos patriotas do Conselho Regional de Corretores de Imóveis também deram a sua contribuição à festa.

O episódio dos grampos telefônicos executados por arapongas da ABIN que operavam na sede da Polícia Federal foi o assunto predominante no palanque ocupado pelas autoridades na cerimônia de comemoração do DIA DA INDEPENDÊNCIA, em BRASÍLIA. A notícia recorrente era o depoimento que ex-agente do Serviço Nacional de Informações (SNI), FRANCISCO AMBRÓSIO DO NASCIMENTO, prestou ontem à PF – e cujo teor ainda não foi revelado. Todas as conversas, no entanto, se resumiram a cochichos de palanque. Um esquema bem montado pela assessoria da Presidência da República segurou à distância os jornalistas enquanto os ministros deixavam o evento. Quando foram liberados, os repórteres só alcançaram os ministros NELSON JOBIM (DEFESA) e MANGABEIRA UNGER (ASSUNTOS ESTRATÉGICOS). Afiados, os dois se portaram como “bombeiros”.
O ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, ROBERTO MANGABEIRA UNGER, destacou-se entre as autoridades civis no palanque presidencial, durante a cerimônia. Era o único a usar faixa representando a medalha ORDEM DO MÉRITO DA DEFESA, com todo os seus medalhões de acessório- o que, tradicionalmente, só militares carregam. Mas o ministro, que antes de assumir a pasta já classificou o governo LULA de “o mais corrupto da história”, sobressaiu-s mais por ter vestido a faixa no sentido contrário ao que manda o cerimonial. Pelas regras das medalhas e comendas, a faixa deve ser vestida do ombro direito para o lado esquerdo da cintura, cruzando o corpo. MANGABEIRA destoava, o que obrigou NELSON JOBIM a pôr sua faixa. O ministro da Defesa, porém, não usou os medalhões acessórios.   

Movimentos sociais aproveitaram o DIA DA INDEPENDÊNCIA para promover em várias cidades o “GRITO DOS EXCLUÍDOS”, ato de protesto organizado pela Igreja. Em SÃO PAULO, o encontro ocorreu junto ao monumento da Independência. Cerca de 40 mil pessoas de SÃO PAULO, MINAS GERAIS, RIO DE JANEIRO e ESPÍRITO SANTO participaram do ato.

Mais ousada no ataque, a seleção brasileira mostrou evolução e não tomou conhecimento do CHILE por 3 a 0, hoje à noite, no Estádio Nacional, em SANTIAGO. O destaque da partida foi o atacante LUÍS FABIANO, autor de dois gols, que ajudaram a quebrar o jejum que durava três jogos. Além disso, a seleção deixa para trás a posição desconfortável na tabela de classificação das Eliminatórias. O BRASIL ocupa agora a vice-liderança, ao lado da ARGENTINA, com 12 pontos (o BRASIL tem saldo melhor, sete contra seis). O PARAGUAI lidera com 14.
O resultado foi importante também para o técnico DUNGA, que iniciou a rodada com a corda no pescoço após a má campanha em PEQUIM, quando voltou com o bronze.
BRASIL: JÚLIO CÉSAR; MAICON, LÚCIO, LUISÃO E KLÉBER; GILBERTO SILVA, JOSUÉ e DIEGO (ELANO); RONALDINHO GAÚCHO (JUAN), ROBINHO e LUÍS FABIANO.

O URUGUAI venceu a COLÔMBIA por 1 a 0, em BOGOTÁ, e mostrou que é um forte candidato a uma das vagas para a COPA DO MUNDO DE 2010. A seleção celeste, dona do melhor ataque da competição, com 16 gols marcados, venceu o duelo contra a melhor defesa, que sofreu apenas três gols, e se garantiu até o fim da rodada entre os quatro primeiros, situação que lhe garante a vaga na COPA. Com o resultado positivo, os comandados de OSCAR TABÁREZ chegaram a 11 pontos, passando os próprios colombianos, que permaneceram com dez. Em LIMA, o PERU venceu a VENEZUELA por 1 a 0 e conquistou seu primeiro resultado positivo nas Eliminatórias.

Nem ROGER FEDERER, nem NOVAK DJOKOVIC. O autor da maior façanha do tênis na atualidade é uma revelação britânica, ANDY MURRAY, tenista escocês, de 21 anos, que jogava futebol quando criança, e derrotou o número 1 do mundo, RAFAEL NADAL, hoje, nas semifinais do US OPEN, de um jogo que começou no sábado e foi interrompido pelas fortes chuvas, reflexo do furacão HANNA. Pelo mesmo motivo do mau tempo, a final do torneio masculino só será disputada amanhã. MURRAY tentará outra surpresa: derrotar FEDERER, quatro vezes campeão em NOVA YORK.

HÉLIO CASTRONEVES venceu o GP DE CHICAGO, hoje, mas não conseguiu o título de campeão da temporada de 2008 da FÓRMULA INDY. Após largar na última posição por punição no treino, ele viu o neozelandês SCOTT DIXON garantir seu segundo título na categoria ao chegar em segundo lugar e menos de um milésimo de segundo atrás – ou parte do bico do carro – fechando a classificação com 646 pontos, 17 a mais que o brasileiro.

HÉLIA ROGÉRIO DE SOUSA PINTO, a “FOFÃO”, não é mais levantadora da Seleção Brasileira de Vôlei. A exemplo dela deixa o time medalha de ouro na Olimpíada de PEQUIM a meio-de-rede WALEWSKA MENEZES. E elas se despediram em grande estilo, conquistando mais um título, o final FOUR WORLD CUP, com tranqüilos 3 a 0, em cima da REPÚBLICA DOMINICANA, ovacionadas por mais de 5 mil pessoas no ginásio PAULO SARASATE. “FOFÃO” deixa a Seleção após cinco olimpíadas (BARCELONA/1992, ATLANTA/1996, SYDNEY/2000, ATENAS/2004 e PEQUIM/2008). 

O FURACÃO IKE atingiu hoje o noroeste de CUBA como um furacão categoria 3, com ventos de até 195 km/hora. Antes da chegada, um milhão de cubanos haviam sido retirados da ilha, por cujo território a tormenta deve continuar avançando até quarta-feira, dia 10. Como o IKE pode entrar no GOLFO DO MÉXICO como um furacão categoria 4, o governo americano pediu hoje a retirada da população das ilhas que ficam na costa da FLÓRIDA.
Antes de chegar a CUBA, o furacão atingiu a ILHA GRANDE INAGUA, nas BAHAMAS, com ventos de 215 km/hora. Em TURCOS e CAICOS, território britânico, a tormenta destruiu ou destelhou mais da metade das casas. O furacão provocou destruição em outras ilhas caribenhas e no HAITI, onde pelo menos 58 morreram.

2 009      :       -     SEGUNDA-FEIRA
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS FORÇAS INTERNACIONAIS DE PAZ DA ONU
CONVITE
O presidente da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da ONU – WÁLTER MELLO DE VARGAS, tem a honra de convidar V.Exª / V.Sª e digníssima família à participarem dos festejos da
INDEPENDÊNCIA DO BRASIL
Dia 07 de setembro de 2009 (2ª feira) no Parque Anhembi (Sambódromo). 
PARADA MILITAR
FEB – Força Expedicionária Brasileira
ABFIP ONU – Força de Paz do Brasil “BOINAS AZUIS)
CONVOCAÇÃO – Estão convocados todos os Associados Integrantes e Associados Especiais a participarem da PARADA MILITAR DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL
Lembramos que nosso Batalhão abre a Parada Militar – todos presentes – Apresentação 8:30 horas
ESG – ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA
EXÉRCITO – MARINHA – AERONÁUTICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO
GUARDA CIVIL METROPOLITANA DE SÃO PAULO

NO JT ESPORTES – 19 ANOS DE  ROGÉRIO. Hoje, o goleiro e capitão ROGÉRIO CENI completa 19 anos de SÃO PAULO. É o jogador que mais vestiu a camisa do TRICOLOR. Na vitória de ontem, em que teve participação fundamental, com pelo menos três ótimas defesas, CENI completou 861 partidas com a camisa do clube. “Para mim é um orgulho muito grande jogar por esse clube, que é a minha vida. O meu carro já vai sozinho para o SÃO PAULO, toda a minha vida gira em torno disso. É a única coisa que me deixa orgulhoso de mim mesmo.” CENI se transformou no grande ídolo do clube, com muitas conquistas. E ainda acha que é possível chegar a mais uma, o tetracampeonato brasileiro de forma consecutiva. “Não vou dizer que uma derrota hoje (ontem) tiraria o SÃO PAULO da disputa, mas seria difícil. Tiramos uma diferença de 10 pontos para o PALMEIRAS, caiu para um. Agora subiria para sete. Não há JASON que agüente.”, brincou o goleiro se referindo ao personagem do filme Sexta-Feira 13. 
07setembro2009-desfile e SARKOZY
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia chegaram em carro aberto, o Rolls Royce presidencial, para o desfile de 7 de Setembro, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Ele vestia terno verde-claro e ela um vestido verde-bandeira.
O evento reúne ainda os ministros Nelson Jobim (Defesa), Celso Amorim (Relações Exteriores), Dilma Rousseff (Casa Civil), Patrus Ananias (Desenvolvimento Social), Márcio Fortes (Cidades), José Pimentel (Previdência), Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência), José Múcio Monteiro (Relações Institucionais), Fernando Haddad (Educação), Juca Ferreira (Cultura) e Orlando Silva (Esportes), além do presidente do STF, Gilmar Mendes e do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda.
Jovens fazem manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para pedir a saída do presidente do Senado, José Sarney
Cerca de 3.600 pessoas devem participar da parada, que foi assistida por 30 mil pessoas, número abaixo dos 50 mil expectadores esperados. O dia amanheceu muito nublado, mas ao longo do desfile o sol apareceu.
Neste ano, o desfile do 7 de Setembro tem como tema a "confiança". O slogan "Independência é pra festejar" está relacionado à posição brasileira no enfrentamento da crise econômica mundial. O governo destaca o Brasil como um dos países que tem alcançado mais sucesso ao atravessar as turbulências no cenário financeiro global.
Um dos destaques neste contexto é, sem dúvida, o pré-sal, anunciado há uma semana em cerimônia com a presença de vários ministros, além do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pré-sal também foi tema do desfile do ano passado e dominou os pronunciamentos de Lula em 2008 e também deste ano. Neste domingo, em cadeia nacional de rádio e televisão, o presidente da República convocou os brasileiros a trabalhar pela aprovação dos projetos do pré-sal que tramitam no Congresso Nacional. No pronunciamento do ano passado, Lula havia afirmado que o reforço da Petrobras seria uma das diretrizes no modelo de exploração do pré-sal.
Sarkozy chega ao Brasil
Lula abre a festa na Esplanada dos Ministérios, fazendo a revista às tropas e recepcionando o convidado de honra, o presidente da França, Nicolas Sarkozy. Por conta do Ano da França no Brasil, o país europeu participará do desfile, inclusive com sua patrulha acrobática, equivalente à Esquadrilha da Fumaça Brasileira. Após o desfile, Lula e Sarkozy terão reunião no Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República em Brasília. Os dois devem assinar acordos estratégicos na área militar que incluem a compra de submarinos e helicópteros.
A expectativa é que o desfile reúna cerca de 20 mil pessoas nas arquibancadas cobertas. A infraestrutura inclui ainda tribunas para autoridades e convidados, telões, banheiros químicos, pontos de distribuição de água e postos de atendimento do Corpo dos Bombeiros, da Defesa Civil e da secretaria de Saúde do governo do Distrito Federal.
O evento custará pouco mais de R$ 1,1 milhão aos cofres públicos este ano, cerca de 28% a menos que em 2008.
Nosso Diretor de Comunicação Social manda esta mensagem para os jornais:
Prezado Cel. Ventura
Enviei para o Estadão, Folha e Diário de São Paulo, cartas falando sobre este assunto, conforme cópia de texto abaixo transcrita:
“Na tentativa de tornar o desfile de 7 de setembro mais atrativo, além de cívico, porque será que ele não é realizado na Avenida D. Pedro I, no bairro do Ipiranga, junto ao monumento da Independência do Brasil e local onde se deu este importante acontecimento histórico, ao invés do sambódromo que só tem a ver com o carnaval? Cada coisa no seu devido lugar!
Pedro Paulo Penna Trindade - Membro da Comissão Cívica e Cultural de Associação Comercial de São Paulo."
Agora é torcer para que saia publicado

Doutora NELLY, Presidente do IHGSP, solicita documentos sobre o TÚNEL 9 DE JULHO, principalmente relativos à reunião na OAB/SP em 16 de dezembro de 2005 e seus desdobramentos:
07SET2009-CASOTÚNEL9DEJULHO
PREZADA PRESIDENTE
Por iniciativa da doutora CÉLIA MARCONDES foi argumentado em juízo que o TÚNEL 9 DE JULHO não deveria ter mudado de nome. O Juiz de Direito VÁLTER ALEXANDRE MENA deu ganho de causa para nós que defendemos a tese de que o nome não deveria ter sido alterado. A Prefeitura apelou e o processo foi para a 2ª Instância, onde continua "mofando" a dois anos e meio. Três desembargadores devem julgar essa questão.
O outro documento que foi encaminhado é o direito de resposta que o Presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC ganhou na Justiça contra os jornais O ESTADO e JORNAL DA TARDE que publicou um artigo altamente pernicioso após nossa reunião na OAB-SP onde defendemos o nome do TÚNEL 9 DE JULHO. 
2009/9/6 Nelly Martins Ferreira Candeias
CARO PRESIDENTE
O DVD que estava usando era somente leitura. O único jeito foi copiar a sentença na sua parte final, que vai abaixo:
"Pelo exposto, julgo procedente em parte o pedido, para declarar a invalidade do Decreto Municipal nº 41.535, de 20/12/2001, que alterou a denominação do Túnel 9 de Julho, condenando a ré a recolocar o emplacamento com a denominação anterior no prazo de 60 (sessenta) dias, sob pena de desobediência. Sem honorários advocatícios, ex vi legis".
São Paulo, 03 de abril de 2006
VALTER ALEXANDRE MENA
Juiz de Direito
TÚNEL NOVE DE JULHO - MONUMENTO HISTÓRICO
O artigo publicado no “Estado de São Paulo” e “Jornal da Tarde”, edições de 17 de dezembro de 2005 “AS MUITAS FACES DA INTOLERÂNCIA” é por demais injurioso, desrespeitoso e tem o cunho pessoal de alguém que desconhece a história do Movimento Constitucionalista de 1932, senão vejamos:
Em 23 de julho de 1938, o Presidente da República, Getúlio Vargas, veio a São Paulo, a convite do Interventor Adhemar de Barros, para inaugurar o Túnel 9 de Julho. Importante ressaltar que o Túnel 9 de Julho reporta-se ao Túnel da Mantiqueira, episódio mais sangrento da Revolução de 1932.
O Túnel 9 de Julho, assim batizado, há mais de 60 anos, tornou-se conhecidíssimo de todos. O registro é mera formalidade, cuja existência ou inexistência é irrelevante. É mero detalhe que não altera a denominação, fruto da vontade popular que merece ser respeitada. Uma nova lei que não represente a vontade popular não possui legitimidade e sua exigibilidade padece de suporte, exigindo revogação. O honroso episódio relacionado ao nome está acima das ações de ocupantes de cargos públicos, por pertencer a todos que amam São Paulo com suas tradições históricas. O nome “9 de Julho” é data magna de São Paulo, desde a primeira Constituição
Paulista, após a Revolução de 1932, até a atual, bem como pela Lei Estadual 9497 (esta, atendendo a Constituição Federal que determina, taxativamente, que cada Estado tenha a sua DATA MAGNA). Portanto 9 de Julho não é data qualquer e sim a marca cívica que se reporta ao heróico Movimento Constitucionalista de 1932. Desmerecê-la, como fez o Sr. Duailibi, é cometer um ato indigno de cidadão.
Denominar “grupelho de fanáticos” os respeitáveis integrantes das dezenas de entidades representativas da sociedade, além de profundamente ofensivo a ilustres defensores desta magna causa, não representa a verdade. Não formam “grupelhos” e nem são “fanáticos” os membros desta Sociedade Veteranos de 32-M.M.D.C., criada em 7 de julho de 1954, composta por desembargadores, juizes, policiais militares e civis, advogados, engenheiros, deputados, vereadores, escritores, médicos, jornalistas, professores de todos os níveis, brancos, negros, amarelos, judeus, italianos, árabes, nordestinos, cariocas, pertencentes as mais diversas camadas sociais e de todos os credos.
A Sociedade repudiou o ato impensado da então prefeita Marta Suplicy, que, às vésperas do NATAL de 2001, alterou o nome do Túnel pelo Decreto nº 41.535, de 20 de dezembro. Aqueles que se manifestaram e continuam se manifestando pela retirada do nome do médico não são poucos, são milhares, e as entidades não são pequenas como quer o Sr. Roberto Duailibi (entre as mais de 40 entidades, sobressaem-se: o centenário Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, Academia Paulista de História, OAB, Comissão Cívica e Cultural da Associação Comercial de São Paulo, Associação dos Oficiais da Reserva e Reformados de São Paulo, Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São  Paulo, Centro do Professorado Paulista, SAMORCC, Clube Espéria, Rotary Clube de São Paulo (Liberdade), Instituto Biológico, Instituto de Engenharia, diversas Lojas Maçônicas, etc. Mas, o Sr. Duailibi não estava presente no Manifesto ocorrido no dia 16/12/2005, no Salão Nobre da OAB/SP e, em sendo assim, não é admissível que trate as autoridades ali presentes como “grupelho de fanáticos”. Não há nessas pessoas raízes de intolerância arraigadas nos  skinheads,  como cita o Sr.  Duailibi em sua infeliz opinião. Aliás, intolerância e preconceito demonstrado pelo referido Sr. com nossos irmãos moradores da periferia. Não se ignorou, em hipótese alguma, que o Dr. Daher Elias Cutait tenha sido revolucionário aos 19 anos. Apenas frisamos que ele se tornou merecedor de ser homenageado como médico, pois em 1932 nem estudante de medicina era. Não se quer diminuir o seu nome e sim enaltecê-lo num lugar condigno, não como usurpador do nome do Túnel 9 de Julho.
GINO STRUFFALDI
Cap Ref Combatente de 1932
Presidente
Coronel Ventura
Gostaria de saber se MMDC tem material sobre essa reunião na OAB na qual eu também estive presente, graças a Deus !
Nelly
Mas, o Sr. Duailibi não estava presente no Manifesto ocorrido no dia 16/12/2005, no Salão Nobre da OAB/SP e, em sendo assim, não é admissível que trate as autoridades ali presentes como “grupelho de fanáticos”.
Mostrar texto das mensagens anteriores -
Original Message -----
From: Mario Ventura
To: Nelly Martins Ferreira Candeias
Sent: Sunday, September 06, 2009 9:43 PM
Subject: Re: Segundo envio
ESTIMADA DOUTORA NELLY
Estou encaminhando em anexo as notícias sobre a memorável reunião na OAB-SP em 16 de dezembro de 2005, bem como a publicação nos jornais O ESTADO e JORNAL DA TARDE, em 17, da reportagem sobre a reunião.
O processo, infelizmente, "dorme" no Tribunal de Justiça há dois anos e meio.  
2 anexos — Baixar todos os anexos (zipado para   Português)  
16dezembro2005-REUNIÃO NA OAB-TRECHO DE MINHAS MEMÓRIAS.doc
27K   Exibir como HTML   Abrir como documento do Google   Baixar  
17DEZ2005-SÁBADO.doc

07SET2009 – RODRIGO - Boa Noite Coronel!
Me chamo Rodrigo, moro aqui no interior de São Paulo, e não sei se o senhor se lembra, eu fui em meados de maio visitar a sede da Sociedade dos Veteranos de 32 aí em São Paulo (na ocasião foi eu, minha esposa e minha sogra) para realizar a busca de materiais visando elaborar meu Trabalho de Conclusão Científica na Faculdade. Desde já, agradeço novamente pelas informações passadas.
Mas o motivo do meu e-mail é outro assunto. Ao prosseguir minhas pesquisas nos meses anteriores descobri um "novo" ex-veterano de guerra que reside aqui na cidade de Pirassununga. Pelo que conversei com esse senhor, ela nunca esteve afiliado a nenhum órgão posterior à guerra, como é o caso da Sociedade.
Gostaria de saber se há alguma possibilidade de encaixá-lo nas fileiras da Sociedade e, na medida do possível, prestar algum tipo de apoio ao mesmo, já que ele passa por reais dificuldades de saúde (inclusive está precisando de um novo aparelho auditivo) e financeiro. Segue abaixo os poucos dados que tenho dele:
NOME: Ephrain de Camargo - IDADE: 98
Se o senhor precisar de mais contatos, me peça os dados de que necessita que eu vou me informar e lhe repasso.
Aguardo contato. Atenciosamente

PREZADO RODRIGO
Meus parabéns pelo amor que você tem pela história da Revolução Constitucionalista e se interessar pelo veteraníssimo que reside nessa cidade. Pelo que você expôs ele não recebe a Pensão Especial que tem direito. Para iniciarmos um processo em busca desse benefício vamos ter que provar que ele pertenceu ao Movimento Constitucionalista de 1932. Os dados são precários por causa do tempo transcorrido e também pela memória que se esvaiu.
Qual seria o batalhão em que esteve envolvido na Revolução? Há alguma publicação em jornais da época? Ele se inscreveu aí em PIRASSUNUNGA ou foi em outro lugar?Quem poderia cuidar disso em nome do ex-combatente? Vamos precisar de uma procuração. Alguém da família conhece a história de EPHRAIN DE CAMARGO na Epopéia de 32? Caso você consiga estabelecer o vínculo do veterano com a revolução, mande para nós os dados encontrados bem como a Certidão de Nascimento do mesmo e a documentação de quem vai representá-lo. O município de PIRASSUNUNGA não tem uma lei que protege os ex-combatentes, como em muitos municípios (auxílio saúde, isenção de impostos e outros benefícios)? Quanto ao seu trabalho de Conclusão Científica na Faculdade foi coroado de êxito? Mantenha contato.
Converso com GINO STRUFFALDI sobre a PARADA DA PÁTRIA. Ele desfilou num jeep aberto, juntamente com veteranos da 2ª Grande Guerra. Não contou com a presença do OSVALDO DIANA, nem do ABRAHÃO YÁZIGI, do ALENCAR THOMÁZ, dona DIRCE. Desfilou com desconhecidos. Disse que este foi o melhor 7 de setembro. Fala sobre as pessoas presentes. Esteve no camarote principal e foi muito bem recebido pelas autoridades civis e militares. Conversou com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador VALLIM BELLOCCHI, Prefeito GILBERTO KASSAB, GENERAL-DE-EXÉRCITO ANTÔNIO GABRIEL ESPER (Cmt do CMSE); MAJOR-BRIGADEIRO-DO-AR PAULO ROBERTO PERTUSI, Cmt do IV COMAR; VICE-ALMIRANTE ARNALDO DE MESQUITA BITTENCOURT; CORONEL PM ÁLVARO BATISTA CAMILO, Cmt Geral da PMESP; CORONEL PM SADAO KITA, Chefe da CASA MILITAR; CORONEL PM JUIZ FERNANDO PEREIRA e outras autoridades.
Em SÃO PAULO, o DESFILE DA INDEPENDÊNCIA reuniu cerca de 30 mil pessoas. O governador JOSÉ SERRA não compareceu e enviou como representante o secretário estadual de Relações Institucionais, JOSÉ HENRIQUE REIS LOBO.
Na PRAÇA DA SÉ, o movimento “GRITO DOS EXCLUÍDOS” marchou até o IPIRANGA. Já a UNIÃO DOS MOVIMENTOS DE MORADIA realizou manifesto na Avenida CÁSPER LÍBERO. Na Avenida PAULISTA, manifestantes pediram a saída de JOSÉ SARNEY da presidência do Senado.     

O final do desfile de 7 de Setembro em BRASÍLIA foi marcado por um protesto contra o presidente do Senado, JOSÉ SARNEY. Cerca de 150 manifestantes romperam uma grade de segurança, invadiram o gramado da ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS e chegaram a menos de 100 metros do palanque onde estava o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA. Eles cobravam a saída de SARNEY da presidência do Senado. SARNEY não foi ao desfile. Houve um princípio de confusão. Quando os manifestantes furaram o bloqueio, LULA já havia descido do palanque e o presidente francês, NICOLAS SARKOZY, tinha acabado da sair.
Em APARECIDA, a crise do Senado foi o tema da 15ª edição do GRITO DOS EXCLUÍDOS, no Santuário Nacional de NOSSA SENHORA APARECIDA, que reuniu cerca de duas mil pessoas. O movimento foi convocado pelas pastorais sociais da Igreja reunidas na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e outros movimentos nacionais. O bispo de APARECIDA, dom RAYMUNDO DAMASCENO DE ASSIS, disse que ‘a crise no Senado, e as que a sucederam, demonstram que não basta ter uma democracia apenas formal, é necessário que o povo participe’.

Ausência notada e amplamente comentada no desfile de Sete de Setembro hoje pela manhã, o governador tucano JOSÉ SERRA trocou o evento ao lado do prefeito GILBERTO KASSAB, na capital, por um final de semana ao lado do ex-secretário de Subprefeituras ANDREA MATARAZZO, em CAMPOS DO JORDÃO. Os dois aproveitaram o feriado para falar sobre o futuro de MATARAZZO, que acaba de deixar a administração municipal, depois de ver sua relação com KASSAB se tornar insustentável. 

TOGNETTI, Americo para GBB
mostrar detalhes 20:40 (1 hora atrás)
Sent: Monday, September 07, 2009 8:31 PM
Subject: Sarkozi fez barba, cabelo, bigode e etc...
07/09/2009
Em Brasília, Sarkozy faz barba, cabelo, bigode e etc.
Alan Marques/Folha
O jorro verborrágico do pré-sal só vai se converter em petróleo lá por 2015, 2020. Mas, embora ainda guardado nas profundezas, o óleo já tem mil e uma serventias. Serve para derramar sobre a biografia de Lula o título de D. Pedro pós-pós. Ajuda a untar as engrenagens da candidatura presidencial de Dilma Rousseff. E, nesta segunda (7), serviu também como justificativa para um megadispêndio. Reunido com o colega francês Nicolas Sarkozy, Lula fechou um negócio militar. O Brasil comprou da França cinco submarinos e 50 helicópteros –R$ 22,5 bilhões. 
Firmou-se também um pré-acordo para a aquisição de 36 caças do tipo Rafaele. Ao justificar as aquisições, Lula referiu-se à necessidade de proteger a fronteira. Mencionou a Amazônia e –tcham, tcham, tcham, tcham— o pré-sal. "Deve sempre passar pela nossa cabeça a ideia de que o petróleo já foi motivo de muitas guerras, muitos conflitos. Não queremos nem guerra nem conflito...”
“...O Brasil vê oportunidade do pré-sal como oportunidade de, daqui a 10 ou 15 anos, se transformar em grande economia mundial".
Durante a passagem por Brasília, Sarkozy parecia intimamente afinado com Lula.
Produziram poses descontraídas. Na parada de 7 de Setembro, Sarkozy chamou mais atenção do que o desfile militar.
Mulher do presidente do STF, Gilmar Mendes, Guiomar parecia extasiada com a companhia.
A troca de olhares chamou a atenção das sempre atentas lentes do repórter Lula Marques 
Lula suou em bicas. Sarkozy divertiu-se com o esforço de Marisa Letícia para secar as gotas que saltavam dos poros do marido.
Lula Marques/Folha
Depois fazer barba, cabelo e bigode, Sarkozy ofereceu um mimo retórico a Lula.
Declarou-se a favor da velha pretensão brasileira de obter um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.
Natural. Com um contato bilionário no bolso, defenderia até a inclusão de Lula no ranking dos homens mais belos e elegantes do planeta.
Sarkozy permitiu-se pronunciar uma única queixa. Frustrara-se com o cardápio do jantar da véspera.
“A única promessa que ele [Lula] não me cumpriu foi oferecer um churrasco”.
A picanha chegou a ser levada ao espeto. Quando Lula chegou ao Alvorada, às 20h30 de domingo (6), estava quase no ponto.
O diabo é que o vidro temperado que recobre a churrasqueira do Alvorada estourou. “Eu não podia oferecer carne com vidro”, Lula justificou.
Por sorte, Marisa mandara preparar uma moqueca capixaba com feijão tropeiro. E Sarkozi teve de se contentar com a peixada.
Elogiou especialmente o feijão. "Fico feliz que o presidente Sarkozy gostou muito do tropeiro. Significa que ele está se sentindo em casa", Lula festejou.
Escrito por Josias de Souza às 19h47

Quatro postos policiais em SALVADOR foram metralhados na madrugada de hoje. A ação ocorreu nas unidades de RIBEIRA, ESTAÇÃO PIRAJÁ, MUSSURUNGA e URUGUAI. Os ataques foram feitos por 12 homens, em três carros. A PM informou que no posto URUGUAI o SARGENTO PM FLAVIANO CAETANO BOA MORTE foi atingido no braço e no tórax. Ele está fora de perigo. Os soldados UELINTON DOS SANTOS, baleado de raspão na cabeça, e ISRAEL DE ARAÚJO, ferido nas pernas, continuam internados. Eles estavam na estação PIRAJÁ.
Logo após os ataques, houve perseguição a um dos carros onde estavam os suspeitos. Na troca de tiros, três deles foram mortos. No veículo foram encontradas armas, munição de diversos calibres e uma touca preta.

Mesmo depois de pagar fiança, deixar a detenção – no fim da noite do domingo, dia 6 – e responder pelo crime de lesão corporal em liberdade, o ex-atleta RÓBSON CAETANO DA SILVA pode voltar à prisão, caso continue fazendo ameaças à mulher, NATÁLIA PINTO DA COSTA.
Ele foi indiciado com base na Lei MARIA DA PENHA na 16ª DP (BARRA DA TIJUCA), na tarde de ontem, acusado pela companheira de tê-la agredido em casa, após uma discussão que terminou na PRAIA DA RESERVA, no RECREIO. 

A mulher de um policial militar foi assassinada com um tiro no pescoço durante uma tentativa de assalto em SANTO ANDRÉ, no ABC, ontem à noite. A vítima, que havia acabado de deixar a filha de apenas sete meses com sua mãe para abrir a porta de casa para o marido, ficou no fogo cruzado entre o PM e dois criminosos que queriam roubar o carro dele. Um dos bandidos morreu no confronto. O comparsa fugiu a pé. Um terceiro ladrão escapou do carro.
Eram 20:40 horas quando o PM MICHEL RICE, que trabalha na capital e estava de folga, chegava na casa de sua sogra, na Rua COTOXÓ, em SANTO ANDRÉ. A mulher dele, CAMILA PREVIATELO NOVELI, de 29 anos, o aguardava na residência, junto com a filha de 7 meses do casal. Assim que o PM parou seu CELTA na frente da casa, CAMILA deixou a garota com a avó materna e foi abrir a porta. No momento em que o PM estacionava o CELTA na garagem, dois bandidos armados que haviam chegado em um FIAT BRAVA renderam o casal e anunciaram o assalto. O PM puxou a mulher para dentro da casa na tentativa de protegê-la ao mesmo tempo em que sacou sua arma e atirou na dupla, que se assustou e decidiu fugir à pé. Na troca de balas, CAMILA foi atingida na nuca.   

Morreu hoje de falência múltipla dos órgãos o jornalista mineiro RUI VIOTTI, que estava internado havia dez dias, em SÃO PAULO. Conhecido como a “VOZ DO TÊNIS”, RUI VIOTTI iniciou a carreira no rádio e passou por várias emissoras de TV como TUPI, TV RIO, BANDEIRANTES, GLOBO e RECORD. Pela MANCHETE em 1997, narrou o primeiro título de GUGA em ROLAND GARROS.

O turista italiano acusado de assediar a filha de 8 anos na piscina da barraca de praia CROCO BEACH, em FORTALEZA, foi internado no Hospital GÊNESIS. Ele teve uma crise de pressão alta após ser informado de que o Tribunal de Justiça negou, no sábado, dia 5, o pedido de hábeas corpus feito pelo advogado FLÁVIO JACINTO. Amanhã, a juíza MARIA ILNA DE CASTRO, da 12ª Vara Criminal do CEARÁ, deve se posicionar sobre o pedido de anulação do flagrante apresentado no dia 4 de setembro pela defesa do italiano. O turista está preso há sete dias. O quarto é vigiado por policiais. IVANA TIMBÓ, titular da Delegacia de Combate à Exploração de Crianças e Adolescentes, ouve amanhã mais três testemunhas do caso. Até agora cinco foram ouvidas, entre elas a garota e a mãe. O inquérito deve ser concluído nesta semana.
O delegado que fez o flagrante, BARBOSA FILHO, afirmou ter agido conforme a nova legislação penal, publicada no mês passado, que diz que ato libidinoso com menor de 14 anos é considerado estupro, com pena mínima de oito anos de prisão.
A mãe da garota, uma brasileira de 38 anos, disse acreditar que o casal que fez a denúncia sobre o assédio se enganou. Ela garante que estava o tempo todo perto do marido, versão contestada também pelo gerente da barraca, HEITOR BATISTA. O casal autor da denúncia deu hoje entrevista, sem se identificar, a um canal de TV local e nega ter visto relação de pai e filha. “Se tratava claramente de uma situação em que um homem mais velho acariciava de uma forma muito quente uma garota de menos de 10 anos”, afirmou o homem.  

A nova “queridinha da AMÉRICA” parecia ter chegado ao fim, hoje, no US OPEN. MELANIE OUDIN teve pela quarta vez no GRAND SLAM DOS ESTADOS UNIDOS uma russa pela frente. Depois de bater a pouco conhecida PAVLYUCHENKOVA e surpreender as favoritas DEMENTIEVA e SHARAPOVA, chegou a vez de encarar a forte NADIA PETROVA. Foi arrasada no primeiro set e era dominada pela rival. Mas a garota de 17 anos não ganhou por acaso o apelido de “MAGIC” OUDIN da torcida norte-americana. No segundo set, em duelo emocionante, venceu no tiebreak por 7 a 2. E na parcial decisiva, apoiada pelo público, eufórico, fez 6 a 4. Foram necessárias 2horas e 29 minutos para que a 70ª do ranking alcançasse as quartas de final do US OPEN e explodisse de alegria.
Na chave masculina, ROGER FEDERER segue caminhando firme na busca pelo hexacampeonato. O suíço não teve nenhuma dificuldade para derrotar o espanhol TOMMY ROBLEDO. Seu próximo adversário é o sueco ROBIN SODERLING, um velho freguês.SODERLING avançou na competição ao passar por NIKOLAY DAVYDENKO.

Uma explosão em uma mina de carvão na província chinesa de HENAN nesta madrugada deixou 35 mortos e pelo menos 44 desaparecidos, informou a agência oficial NOVA CHINA. Um porta-voz do Partido Comunista disse que a mina, na cidade de PINGDINGSHAN, estava em reforma e não tinha autorização para funcionamento.

A Justiça britânica condenou hoje três homens por planejar ataques usando explosivos líquidos em sete vôos de LONDRES com destino aos EUA e CANADÁ. Elaborado com auxílio de comandantes da AL-QAEDA no PAQUISTÃO, o plano foi descoberto em 2006, pela polícia. Caso fosse realizado, o ataque poderia ter sido mais mortífero que o 11 de setembro.    

2 010     :         -     TERÇA-FEIRA
A PÁTRIA
RUI BARBOSA

O sentimento que divide, inimiza, retalia, detrai, amaldiçoa, persegue, não será jamais o da pátria. A Pátria é a família amplificada.
E a família, divinamente constituída, tem por elementos orgânicos a honra, a disciplina, a fidelidade, a benquerença, o sacrifício. É uma harmonia instintiva de vontades, uma desestudada permuta de abnegações, um tecido vivente de almas entrelaçadas. Multiplicai a célula, e tendes o organismo.
Multiplicai a família, e tereis a pátria. Sempre o mesmo plasma, a mesma substância nervosa, a mesma circulação sangüínea. Os homens não inventaram, antes adulteraram a fraternidade, de que Cristo lhes dera a fórmula sublime, ensinando-os a se amarem uns aos outros: “Diliges proximum turum sicut ipsum”.
Dilatai a fraternidade cristã, e chegareis das afeições individuais às solidariedades coletivas, da família à nação, da nação à humanidade.
Objetar-me-eis com a guerra!
Eu vos respondo com o arbitramento. O porvir é assaz vasto para comportar
esta grande esperança. Ainda entre as nações, independentes, soberanas, o dever dos deveres está em respeitar nas outras os direitos da massa.
Aplicai-o agora dentro das raias desta: é o mesmo resultado; benqueiramo-nos uns aos outros, como nos queremos a nós mesmos. Se o casal do nosso vizinho cresce, enrica e pompeia, não nos amofine a ventura, de que não compartimos. Bendigamos, antes, na rapidez de sua medrança, no lustre da sua opulência, o avulsar da riqueza nacional, que se não pode compor da miséria de todos.
Por mais que os sucessos nos elevem, nos comícios, no foro, no parlamento, na administração, aprendamos a considerar no poder um instrumento de defesa comum, a agradecer nas oposições as válvulas essenciais da segurança da segurança da ordem, a sentir no conflito dos antagonismos descobertos a melhor garantia da nossa moralidade.
Não chamemos jamais de inimigos da pátria aos nossos contendores. Não averbemos jamais de traidores à pátria os nossos adversários mais irredutíveis.
A pátria não é ninguém: são todos; e cada qual tem no seio dela o mesmo direito à idéia, à palavra, à associação.
A pátria não é um sistema, nem é uma seita, nem um monopólio, nenhuma forma de governo: é o céu, o solo, o povo, tradição, a consciência, o lar, o berço dos filhos e o túmulo dos antepassados, a comunhão da lei, da língua e da liberdade. Os que a servem são os que não invejam, os que não inflamam, os que não conspiram, os que não sublevam, os que não desalentam, os que não emudecem, os que não se acobardam, mas resistem, mas ensinam, mas esforçam, mas pacificam, mas discutem, mas praticam a justiça, a admiração, o entusiasmo. Porque todos os sentimentos grandes são benignos e residem originariamente no amor. No próprio patriotismo armado o mais difícil da vocação, e a sua dignidade não está no matar, mas morrer. A guerra, legitimamente, não pode ser o extermínio, nem a ambição: é, simplesmente, a defesa. Além desses limites, seria um flagelo bárbaro, que o patriotismo repudia...
Texto: Rui Barbosa, 1903

A Pátria
Olavo Bilac

Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!
Criança! não verás nenhum país como este!
Olha que céu! que mar! que rios! que floresta!
A Natureza, aqui, perpetuamente em festa,
É um seio de mãe a transbordar carinhos.
Vê que vida há no chão! vê que vida há nos ninhos,
Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!
Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!
Vê que grande extensão de matas, onde impera
Fecunda e luminosa, a eterna primavera!

Boa terra! jamais negou a quem trabalha
O pão que mata a fome, o teto que agasalha...

Quem com o seu suor a fecunda e umedece,
Vê pago o seu esforço, e é feliz, e enriquece!

Criança! não verás país nenhum como este:
Imita na grandeza a terra em que nasceste!

 A PÁTRIA
A PÁTRIA TUDO SE DEVE DAR E NADA PEDIR, NEM MESMO COMPREENSÃO.
SIQUEIRA CAMPOS

“SENHOR, UM PEDAÇO DE TERRA QUE SEJA, EM SENDO BRASILEIRO, DEVE SER DEFENDIDO PELOS BRASILEIROS, A FERRO, A FOGO E A SANGUE”.
(RESPOSTA DADA PELO BARÃO DE RIO BRANCO AO EMBAIXADOR ARGENTINO NA QUESTÃO DE PALMAS).

O GRUPO GUARARAPES SAUDA O DIA DA PÁTRIA ENVIANDO AOS AMIGOS O PENSAMENTO DE RUI, QUE MOSTRA A INTELIGÊNCIA, A POESIA DE OLAVO BILAC QUE ENCANTA, O AMOR DE SIQUEIRA CAMPOS E A GRANDEZA DE RIO BRANCO.
VIVA 7 DE SETEMBRO! VIVA O BRASIL
GRUPO GUARARAPES

Manhã chuvosa e com temperatura baixa. Procuro assistir a Parada da Pátria na televisão. Inútil. Não apresentam o desfile do 7 de setembro no Sambódromo. Mais tarde, nos jornais televisivos há pequenas cenas dos desfiles em diversos pontos da Nação. A chuva provocou sete pontos de alagamento na capital, queda de energia em dez bairros e dificultou a passagem dos carros que circulavam entre as marginais dos rios PINHEIROS e TIETÊ, no sentido da Rodovia CASTELLO BRANCO. Os moradores do JARDIM ROMANO, na zona leste, também voltaram a se preocupar.   

No começo da noite faço uma ligação para o GINO STRUFFALDI. O presidente do MMDC, apesar do mau tempo, compareceu no Anhembi e desfilou. Diz que CAMILA e seu namorado MARKUS estiveram presentes. O CORONEL PM MENDES também lá esteve. O Comandante da Parada Militar foi o Comandante da 2ª Divisão de Exército, GENERAL-DE-DIVISÃO CARLOS ALBERTO DOS SANTOS CRUZ.

Recebi do CORONEL PM Ref NIOMAR CYRNE BEZERRA o e-mail:
De: Niomar
Assunto: Olimpio 12181
Para: Undisclosed-Recipient@yahoo.com
Data: Terça-feira, 7 de Setembro de 2010, 16:15
Meus queridos parentes, minhas estimadas amigas e meus caros amigos
Tenho certeza de que aqueles que apoiaram o meu genro Olimpio nas eleições de 2.006 não se decepcionaram com o trabalho que ele desenvolveu na Assembléia Legislativa de São Paulo. Isso me conforta e me dá coragem para vir novamente a cada um de vocês, pleiteando novamente o sufrágio do nome do Olimpio no mês que vem.
De lá para cá o Olimpio não mudou; continua sendo um educado, mas ferrenho defensor dos seus irmãos da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Técnica bem como dos sofridos Guardas de Presídios. Lutou também, e muito, pelos Funcionários Públicos dos três poderes do Estado, defendeu corajosamente a lisura no trato da coisa pública, fez a defesa do meio ambiente, exigiu respeito à responsabilidade pública, além de tantos outros temas que se constituíram em verdadeiras trincheiras por ele defendidas. Não poupou Governantes, de todos os matizes e Partidos Políticos. Bem, ficou mais velho quatro anos e os cabelos brancos já estão dominando o espaço.
Uma das coisas mais importantes no cenário político de hoje:-
"OLIMPIO É FICHA LIMPA !!!"
Para acompanhar a atividade dele indico o site www.majorolimpio.com.br, onde é possível saber das coisas que ele vem propondo e fazendo; ali também estão os endereços e telefones onde obter material de campanha.
É claro que eu também posso atender, pessoalmente ou via e-mail, inclusive sobre o motivo dele ter mudado de Partido, sem ter perdido a cadeira de Deputado Estadual.
Peço a cada um de vocês o voto e mais do que isso, a divulgação do nome do Olimpio aos integrantes de sua lista, aos parentes, vizinhos, amigos e colegas; você sabe e essas pessoas também saberão que o voto está sendo dado a uma pessoa correta e que jamais decepcionou àqueles que o apoiaram.

Leio no Diário Oficial a transferência para a reserva da TENENTE-CORONEL PFem ÂNGELA DI MÁRZIO GODOY VASCONCELLOS, da Corregedoria PM. Ela nasceu em 17 de fevereiro de 1963. Entrou para a PMESP em 28 de janeiro de 1983. Foi promovida a 2º TENENTE em 27 de outubro de 1988; 1º TENENTE em 24 de maio de 1990; CAPITÃO em 15 de dezembro de 1994. Não tenho as datas de suas outras promoções.

A passarela do samba do ANHEMBI ficou verde e amarela hoje, dia da Independência do BRASIL. Mesmo debaixo de chuva, 15 mil pessoas, segundo a SPTURIS, responsável pela organização do evento, compareceram ao desfile cívico militar do 7 de setembro. O mau tempo fez com que a principal atração, o show aéreo, com apresentação de 11 aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e seis helicópteros, fosse cancelado. Mais de oito mil pessoas desfilaram pelo sambódromo. Oficiais da Marinha, do Exército, da FAB, da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana representaram os órgãos de segurança pública. A Marinha levou ainda uma embarcação de oito metros, utilizada pela Escola Naval, ao sambódromo. Entidades civis também participaram da parada, que foi encerrada com o desfile de motos da CARPE DIEN MOTO TURISMO. 

O bispo arquidiocesano de APARECIDA, DOM RAYMUNDO DAMASCENO, criticou hoje os candidatos às eleições presidenciais e afirmou que apenas PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO tem se proposto a discutir a reforma agrária. “Os candidatos, com exceção de PLÍNIO DE ARRUDA, não tomaram posição sobre o assunto, nem mesmo a candidata do PT”, afirmou. A manifestação nacional do GRITO DOS EXCLUÍDOS contou com a realização do Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra. Cerca de 25 mil pessoas participaram da celebração.

O presidente LULA assumiu o papel de escudo para tentar evitar que os ataques feitos pelo candidato do PSDB, JOSÉ SERRA, a DILMA ROUSSEFF contaminem a campanha, especialmente em SÃO PAULO, e reduzam as chances de a candidata petista vencer o pleito no primeiro turno. A reação rápida do presidente ao caso da violação e acessos de sigilos fiscais de pessoas ligadas ao PSDB é fruto da motivação própria, ainda que tenha sido discutida com a coordenação da campanha de DILMA. Partiu de LULA a decisão de gravar a inserção eleitoral em que compara os ataques de SERRA à petista a um “filme que o BRASIL já cansou de ver”.

O Ministério do Meio Ambiente decretou hoje estado de emergência ambiental em 14 Estados e no Distrito Federal por causa do grande número de queimadas. Estão na lista os Estados: AMAPÁ, AMAZONAS, CEARÁ, MARANHÃO, MATO GROSSO, MATO GROSSO DO SUL, RONDÔNIA, RORAIMA, PARÁ, PIAUI, TOCANTINS, BAHIA, GOIÁS, MINAS GERAIS e o DISTRITO FEDERAL. Com o decreto de emergência, os Estados podem contratar brigadistas para combater o fogo sem que exista a necessidade de licitação, por exemplo. O maior foco de incêndios foi registrado no Estado de GOÍAS, 892. Em seguida aparecem TOCANTINS (288), BAHIA (239), MINAS GERAIS (203), DISTRITO FEDERAL (31), MATO GROSSO (17) e SÃO PAULO (8).

A saída do delegado ANTÔNIO DE OLIM da Delegacia de Pessoas Desaparecidas do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na última sexta-feira, dia 3 de setembro, acaba com uma série de divergências que vinham ocorrendo entre ele e a cúpula da Polícia Civil. Nos bastidores, os comentários são de que a atuação de OLIM no caso da advogada MÉRCIA NAKASHIMA teria sido a gota d´´agua para a sua transferência. Uma delas foi um bate-boca entre o delegado e o principal suspeito do crime, o advogado e ex-PM MIZAEL BISPO DE SOUZA, durante um interrogatório. Imagens gravadas pelos próprios policiais mostram MIZAEL irritado com o delegado e o chamando de “incompetente”. OLIM coloca o dedo no rosto do suspeito e responde: “este incompetente aqui é que vai te prender”. Mas, no final, MIZAEL sai da delegacia sorrindo. “Estou cansado do mesmo trabalho e quero partir para coisas novas. Como fui promovido agora a classe especial (o topo da carreira de delegado), pedi para sair”, diz. O delegado diz que trabalhará na assistência policial, junto à diretoria do DHPP. “Está sendo criada uma nova delegacia para atuar somente em cima de casos que a direção considera mais problemático”, diz. O nome do sucessor de OLIM deve ser divulgado amanhã pela cúpula da Polícia Civil.    

Mesmo ferida a tiros no abdômen, queixo e mão esquerda, a enfermeira MÁRCIA MARIA ROGÉRIO DE VASCONCELLOS, 45 anos, conseguiu escrever um bilhete no Hospital SANTA MARINA para dizer que fora vítima de um atentado e não de roubo. Ela é ex-mulher do médico SEBASTIÃO CÉSAR DE VASCONCELLOS, diretor da unidade MORUMBI do Hospital SÃO LUIZ. MÁRCIA foi baleada na última sexta-feira, dia 3 de setembro, quando saia da casa de seu pai, GUSTAVO CAETANO ROGÉRIO, 70 anos, na Rua LATIF FAKHOURI, VILA MASCOTE, zona sul da capital. O 35º Distrito Policial (JABAQUARA), investiga o caso. Segundo um policial civil, o atirador fugiu num SIENA prata. Hoje ela foi submetida à cirurgia para retirada das balas que estavam no queixo e na mão esquerda. Ela foi transferida para o Hospital OSWALDO CRUZ, no PARAÍSO.

Faleceu OSWALDO DE ALMEIDA FILHO, aos 73 anos. Embora não tenha cursado o ensino superior sempre foi bom com números. Depois de passar pela PHILLIPS, na área comercial, foi trabalhar na Editora ABRIL – primeiro, na gráfica. Logo foi designado para a área comercial, como contato publicitário. A rapidez com os cálculos, que fazia de cabeça, lhe rendeu o apelido de MALBA TAHAN. Gostava de jogar tênis. Enquanto morou na ARGENTINA – onde viveu por cerca de cinco anos a trabalho pela ABRIL – aprendeu a jogar golfe. A partir daí, abandonou o tênis e dedicou-se ao novo esporte. Mas sua grande paixão como torcedor era mesmo o SÃO PAULO. Com apenas quatro anos já sabia a escalação do time. 

Faleceu, aos 76 anos, FRANCISCO EGYSTO SIVIERO. Versos como “A moça disse para outra / Com esse eu não me arrisco / Pois ele estuda Direito / No Largo de São Francisco” tomavam conta da universidade no início da década de 1960. SIVIERO percebeu nas trovas a capacidade para um coral. Com 120 estudantes, de todos os turnos e períodos, ele fundou e presidiu o CORAL ACADÊMICO XI DE AGOSTO. Logo começaram as apresentações. Foram até convidados pelo governo estadual do PARÁ para a reinauguraçao do TEATRO DA PAZ, em BELÉM. Na USP, eles também ganharam força e ajudavam a eleger candidatos para o Centro Acadêmico.

O memorial e o museu para marcar o 11 de Setembro devem ser inaugurados no 10º aniversário dos ataques terroristas, no ano que vem. Já as quatro torres devem ser concluídas apenas em 2014, apesar de uma delas, que terá 106 andares, já estar no 36º andar. “Demorou bastante porque é assim que funciona uma democracia. Existem processos e negociações para chegar a um consenso. Além disso, teve todo o trabalho nas fundações, que são uma das partes mais delicadas da obra”, disse o prefeito de NOVA YORK, MICHAEL BLOOMBERG. O memorial terá duas espécies de piscinas com fontes nos espaços ocupados pelas torres gêmeas destruídas no atentado da AL-QAEDA. Um museu contando a história dos ataques, com relatos e fotos das vítimas, também integrará o complexo. Cerca de 400 árvores serão plantadas no local. Ao todo, serão quatro prédios, sendo dois principais que devem dominar o cenário de arranha-céus do distrito financeiro de NOVA YORK, que aos poucos recupera a vida. Nos últimos meses, foi inaugurada uma série de edifícios comerciais e a população dobrou para 60 mil habitantes. O principal empreendedor é LARRY SIVERSTEIN, que havia arrendado os prédios do WTC apenas seis semanas antes dos ataques. Depois de uma série de discussões, ficou definido que ele seria responsável pela construção de três torres e a Autoridade Portuária de NOVA YORK e NEW JERSEY pela outra – a maior de todas. Além do memorial, do museu e dos quatro edifícios, haverá um centro de transportes desenvolvido pelo premiado arquiteto SANTIAGO CALATRAVA. Apesar da magnitude da obra, a entrevista coletiva de BLOOMBERG foi dominada mais uma vez pela discussão sobre o centro islâmico que deve ser erguido a dois quarteirões do WTC. O prefeito voltou a defender o projeto. A polícia de NOVA YORK reforçará a segurança no dia 11 por causa do temor de confrontos entre defensores e opositores do centro islâmico. Para complicar, o 11 de Setembro deste ano coincide com o último dia do RAMADÃ, o mês sagrado do ISLÃ.

Com uma força jamais vista no governo de NICOLAS SARKOZY, que assumiu em 2007, os franceses foram às ruas hoje para protestar contra a reforma da previdência, a corrupção e a política migratória. Entre 1,1 milhão de pessoas, segundo a polícia, e 2,5 milhões, conforme os sindicatos, cruzaram os braços nas áreas de educação, transporte e serviços públicos. Acusado de liderar um esquema de financiamento ilegal de campanha, o coordenador das reformas e ministro do Trabalho, ERIC WOERTH, foi o alvo das manifestações, que pediam sua demissão. O “DIA DE AÇÃO” foi convocado pelas maiores centrais sindicais do país por causa do início do debate do projeto de reforma da previdência, enviado à Assembléia Nacional hoje. Entre outras medidas, o projeto prevê a elevação da idade mínima de aposentadoria de 60 para 62 anos.  

O ator GLENN SHADIX morreu nesta terça-feira, aos 58 anos, num acidente doméstico no ALABAMA, EUA. O ator já não conseguia se locomover sozinho e utilizava uma cadeira de rodas e sofreu uma queda em casa. Nasceu em 15 de abril de 1952. Atuou na comédia “OS FANTASMAS SE DIVERTEM”, de TIM BURTON, em 1988, onde fez o papel de OTHO, um decorador. SHADIX também trabalhou com o diretor na animação “O ESTRANHO MUNDO DE JACK” (1993) e em “PLANETA DOS MACACOS” (2001). Participou de mais de 70 filmes e de diversos outros programas de televisão. 

O diretor de cinema britânico CLIVE DONNER morreu nesta terça-feira, aos 84 anos, em LONDRES. Ele sofria do mal de ALZHEIMER. DONNER ajudou a promover a carreira de grandes atores da INGLATERRA na década de 60 como ALAN BATES, DAVID HEMMINGS e IAN McKELLEN. O diretor ficou conhecido pelo filme “O QUE É QUE HÁ, GATINHA?”, de 1965, que WOODY ALLEN como roteirista. Anos depois, ele se mudou para LOS ANGELES e começou a trabalhar com televisão. Era casado com a estilista JOCELYN RICHARDS, que morreu há cinco anos. O diretor não deixa filhos.

2 011       :       -       QUARTA-FEIRA
Tenho um certo trabalho para, nesta manhã do feriado do DIA DA PÁTRIA, atualizar e imprimir as 65 páginas do 7 de setembro. Não poderia deixar de lembrar o 7 de setembro de 1963, muito especial para mim. Foi nessa data que fui promovido a ASPIRANTE A OFICIAL, recebendo a espada numa tarde ensolarada, ao lado de jovens que dignificaram a Força Pública da época (hoje Polícia Militar). Transcorridos 48 anos daquele dia mágico, as cenas da despedida definitiva da Escola de Oficiais, onde entrei em 11 de fevereiro de 1959, e a declaração de Aspirante, ficaram marcadas para o resto de minha vida. Ao ler todas essas páginas, faço uma verdadeira viagem ao tempo. Revejo meus tempos de oficial da ativa e os quase 20 anos já transcorridos em que estou reformado (desde 14 de dezembro de 1991), mas em plena atividade na Sociedade Veteranos de 32-MMDC, agora como presidente, depois de longos quinze anos como secretário.  

Os torcedores são-paulinos têm motivos de sobra para ir ao MORUMBI, hoje, às 16 horas, acompanhar o jogo contra o ATLÉTICO MINEIRO. Neste 7 de setembro, ROGÉRIO CENI, o maior ídolo do SÃO PAULO, completa mil jogos a exatos 21 anos como jogador do clube. Não por acaso, os 60 mil ingressos colocados à venda foram esgotados ontem. O goleiro de 38 anos entra para a seleta lista, que inclui apenas PELÉ (1.114 jogos) e ROBERTO DINAMITE (1075 jogos) de jogadores que atingiram mil partidas pelo mesmo time brasileiro. Um feito que merece festa. Para deixar a comemoração ainda mais animada, o time, com 38 pontos, pode assumir a liderança do Campeonato Brasileiro – o que não consegue desde a sexta rodada – se bater o ATLÉTICO MINEIRO. Isso porque o líder CORINTHIANS só vai enfrentar o FLAMENGO amanhã. 

CORONEL PM GERALDO MENEZES GOMES manda-me uma notícia de falecimento:
Amigos,
Lamento comunicar o falecimento esta tarde, vítima de problemas respiratórios, de meu irmão George, desembargador do TJESP aposentado e aspirante da Força Pública (1957). O velório será realizado no Funeral Home, rua S. Carlos do Pinhal, 376, entre as 7 e as 15h de amanhã, 8/9. A seu pedido, o corpo será cremado.
Paz a sua alma.
Geraldo

Estimado CEL VENTURA!
Presidente da Sociedade dos Veteranos de 32/MMDC
saudações! é com enorme prazer que compartilho convosco da versão final de nosso monumento, o qual agora esta na construção no 22 BPM/I e cujo croqui pode ser encontrado aqui
http://mmdc.itapetininga.vilabol.uol.com.br/placas.htm
Gostaria de levar ao conhecimento do senhor que estou elaborando uma condecoração a ser expedida pelo nosso núcleo de itapetininga àquelas personalidades que efetivos serviços prestaram à causa da preservação da memória e dos feitos dos veteranos de 32.
Não será uma medalha, por não termos infelizmente receita para tal empreendimento, mas sim um diploma de honra ao mérito, que levará o nome do patrono de nosso núcleo, o combatente de 24, 30 e 32, Capitão Francisco Fabiano Alves.
http://mmdc.itapetininga.vilabol.uol.com.br/fabiano.htm
O estatuto dessa honraria estarei enviando ao senhor em breve.
Enorme abraço e no contato
BIAJONE
Setembro 9, 2011

Caro amigo leitor, hoje é um dia muito especial para todos nós cidadãos de Mongaguá. Um 07 de setembro diferente, não só pela comemoração da nossa independência, mas também como marco de luta nacional contra a corrupção. Esse Movimento não é local nem regional, mas sim em todo o Brasil.  A construção de um país mais justo e sério depende de nossas condutas. Devemos dar exemplo, agindo em nosso dia-a-dia com transparência e honestidade. A realidade atual do nosso Brasil é de falta de ética, de transparência e de moralidade, tão necessária à boa administração pública. Significa que todo político ou funcionário público deve agir com moralidade, legalidade, impessoalidade, publicidade e eficiência, enfim, com TRANSPARÊNCIA, para que todos os cidadãos possam cobrar e fiscalizar os cuidados para com a administração pública, que pertence a todos nós.
Infelizmente, ainda é normal vermos todos os dias notícias sobre casos de corrupção e abuso de poder. Todavia, não podemos desanimar.
Vamos juntos varrer a corrupção do nosso amado Brasil.
Mãos a obra, pois os movimentos sociais são uma forma de organizar a sociedade.
Tenente Raimundo - Amigo da Comunidade
Presidente do Conselho Municipal Antidrogas de Mongaguá - COMAD

O feriado do DIA DA INDEPENDÊNCIA reuniu manifestantes em vários protestos contra a corrupção. Em BRASÍLIA, 25 mil pessoas gritaram palavras de ordem. Muitos vestiam camisetas pretas e usavam narizes de palhaço. Pediram moralização da política e punição aos responsáveis por desvios de dinheiro público. A presidente DILMA ROUSSEFF chegou de ROLLS ROYCE para assistir ao desfile. Usava a faixa presidencial. Sorriu e acenou para quem desfilava. Os manifestantes não puderam chegar perto. Uma muralha de dois metros de altura separava o povo do palanque das autoridades. Na PRAÇA DOS TRÊS PODERES, eles cantaram o Hino Nacional. Chegaram a jogar água em policiais que cercavam os prédios do Congresso, mas o protesto não deixou de ser pacífico. Em SÃO PAULO, cerca de 500 pessoas, principalmente jovens e estudantes, participaram da MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO. Eles se reuniram no vão livre do MASP, na Avenida PAULISTA. Tinham os rostos pintados e também usavam narizes de palhaço. Capricharam no apitaço. A convocação do protesto foi feita por redes sociais acessadas pela Internet. Em APARECIDA, o tradicional GRITO DOS EXCLUÍDOS, com a caminhada à BASILICA, não ficou só nos habituais protestos por melhores condições de moradia, saúde e emprego neste ano. Os cerca de 3 mil participantes também gritaram palavras de ordem contra a corrupção.   

Com a trilha sonora repleta de clássicos do rock and roll, ritmo preferido do homenageado, acompanhado de gritos e cânticos, a festa foi completa no MORUMBI. Em seu milésimo jogo com a camisa do SÃO PAULO, ROGÉRIO CENI conseguiu tudo que queria. Primeiro, ao entrar em campo, enxergou as arquibancadas ocupadas por cerca de 60 mil fãs, que festejavam mais um de seus recordes. Noventa minutos depois, o goleiro comemorou como nunca a vitória por 2 a 1 sobre o ATLÉTICO MINEIRO. Era o fim do jejum de triunfos em casa. E para coroar a celebração do maior ídolo são-paulino, a equipe reassumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, com 41 pontos, um a mais que o CORINTHIANS, que jogo contra o FLAMENGO, amanhã, no PACAEMBU. Antes do jogo começar, ROGÉRIO CENI, que já havia avisado que ia ao MORUMBI para trabalhar, não conseguiu fugir da festa. Ao subir a escadaria que dá acesso ao gramado para sua 484ª partida no MORUMBI, foi recebido por fogos, pelos jogadores e dirigentes, entre eles o presidente JUVENAL JUVÊNCIO e LAUDO NATEL, ex-presidente do clube e artífice da construção da casa são-paulina.

O PALMEIRAS teve mais coragem do que vinha tendo nas partidas fora de casa, mas isso de nada adiantou. O time foi incapaz de criar jogadas perigosas com a bola rolando, não soube matar o jogo quando vencia e tinha um homem a mais em campo e levou dois gols bobos. Resultado: empate com o fraco ATLÉTICO PARANAENSE na ARENA DA BAIXADA e perdeu um ponto na classificação.

Em um campo encharcado pela chuva, o SANTOS conseguiu superar as péssimas condições do gramado, fez 2 a 1 no AVAÍ de virada fora de casa, e respirou mais aliviado em uma partida que colocava frente a frente dois times que estavam em situação pouco confortável no Campeonato Brasileiro. A vitória deixou o PEIXE em 13º lugar. Outros jogos: INTERNACIONAL 4 x AMÉRICA MINEIRO 2; BOTAFOGO 4 x CEARÁ 0; CRUZEIRO 1 x FLUMINENSE 2; ATLÉTICO GOIANENSE 1 x FIGUEIRENSE 1.

A ocupação no ALEMÃO completa dez meses com reclamações de todas as partes. O Exército alega que alguns moradores estão sendo usados pelos traficantes. E a população quer trocar os soldados pela Polícia Pacificadora. O Comandante Militar do Leste, GENERAL ADRIANO PEREIRA JÚNIOR, vê uma “orquestração” criminosa nas ações verificadas desde domingo. “Estávamos envolvidos na investigação do que aconteceu, quando ocorreu a invasão”, afirmou, referindo-se à ação de quatro militares que tentavam deter dois jovens vendendo drogas em um bar. “Ali começou o erro, (que foi) não perceber que se tratava de uma armadilha”, disse, ao atribuir o episódio a uma estratégia do tráfico. Ele refutou a versão de que o que motivou a reação dos militares foi a recusa dos freqüentadores de baixar o som da TV. “Mesmo assim, os soldados foram afastados e um inquérito foi aberto para apurar o que houve”. O comandante também classificou como “uma trama” o relato feito por uma mulher à imprensa dizendo que sua sobrinha havia sido morta durante o tiroteio. Um homem ficou ferido após novo tumulto entre PMs da Unidade de Polícia Pacificadora e moradores da CIDADE DE DEUS, zona oeste do RIO. Um morador foi atingido por uma bala de borracha durante a confusão, no início desta noite. 

Três suspeitos de assaltar um posto de gasolina na Avenida REBOUÇAS, em PINHEIROS, zona oeste, foram mortos por policiais militares da ROTA no fim da noite de ontem. Os acusados do roubo não foram identificados. A Corregedoria da PM e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa investigam o caso. Por volta das 23 horas, um homem armado abordou um frentista do posto de gasolina CITY PINHEIROS, na esquina da Avenida REBOUÇAS com a Rua JOAQUIM ANTUNES. O assaltante levou 150 reais, segundo o depoimento do funcionário do estabelecimento à polícia. Policiais da ROTA, que afirmaram estar passando pela rua instantes após o crime foram alertados pelo frentista sobre a fuga do criminoso. O suspeito correu cerca de 60 metros até a Rua CÔNEGO EUGÊNIO LEITE, onde encontrou outros dois homens dentro de um GOL prata que estava estacionado próximo à esquina. Os policiais o perseguiram e alegam que foram recebidos a tiros pelo trio ao chegar ao cruzamento. Os três suspeitos foram feridos. Levados ao Hospital das Clínicas, não resistiram aos ferimentos.

Policiais militares foram recebidos com pedradas, garrafadas e tiros ao atender uma ocorrência de perturbação de sossego na Rua QUEIROZ VELOSO, na região do PARQUE NOVO MUNDO, nesta noite. Um policial ficou ferido após ser atingido na cabeça por um dos objetos arremessados pelos freqüentadores de um baile funk que acontecia em uma favela. Dezenas de pessoas ficaram irritadas com o fim da festa e incendiaram pelo menos dois carros. Ninguém foi preso pela PM. Para protestar contra a ação da polícia, dezenas de pessoas que estavam no baile funk resolveram interditar a Rua QUEIROZ VELOSO. Durante o bloqueio, os manifestantes colocaram fogo em dois veículos. O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar o incêndio.

O tradicional protesto de punks contra o 7 de Setembro, realizado desde a década de 1980 em SÃO PAULO, acabou cancelado hoje. DANIEL HENRIQUE DOS SANTOS, da FRENTE ANTIFACISTA, um dos organizadores do evento, disse que a decisão foi em respeito à morte de JOHNI GALANCIAK, assassinado em conflito entre punks e skinheads no sábado. No entanto, adiantou que uma nova manifestação está marcada para dia 9 na Rua BELA CINTRA, região central, contra o desfile de uma grife de roupas que trariam mensagens neonazistas de intolerância. “A dona da loja assinou documento se comprometendo a não fazer qualquer apologia ao crime”, disse o CAPITÃO PM RODRIGO FERNANDES CABRAL, oficial de imprensa da PM. Os suspeitos de envolvimento na morte de JOHNI já foram identificados pela polícia, que mantém os nomes em sigilo.     

O porta-voz do Conselho Militar de TRÍPOLI, ANIS SHERIF, disse hoje que o antigo comando rebelde, agora no poder, sabe o paradeiro de MUAMAR KADAFI. O ditador estaria a um raio de 60 km da capital do país, cercado pelos combatentes do governo provisório. “Ele não pode fugir”, garantiu o porta-voz. SHERIF não deu a localização exata, mas afirmou que KADAFI tem sido rastreado. Por sua vez, HISHAM BUHAGIAR, que coordena os esforços do CNT para capturar KADAFI, afirmou que o ditador, derrubado há duas semanas, tem viajado em um comboio de cerca de dez veículos pelo Deserto do SAARA, e se abriga em uma tenda. “Sabemos que ele não quer ficar em uma casa”, relatou BUHAGIAR, citado pela rede de TV AL-JAZEERA. As duas fontes sugerem que KADAFI continua na LÍBIA. Um comboio escoltado por tuaregues (beduínos do deserto) armados atravessou o deserto na terça-feira e entrou no NÍGER, vindo da ARGÉLIA, mas o governo local assegurou que nem KADAFI, nem seus filhos, estavam nele. Os combatentes do CNT cercam BANI WALID, de cem mil habitantes, reduto da tribo WARFALLAH, a mais numerosa da LÍBIA, com um milhão de integrantes e principal base de apoio de KADAFI. Os combatentes cercam também SIRTE, cidade natal do ex-ditador, e reduto de sua tribo, AL-KADADFA. Eles deram um prazo até sábado para a cidade de 130 mil habitantes se render.
Um vídeo caseiro divulgado hoje mostra o ex-ditador MUAMAR KADAFI em família. As cenas são com a neta, filha de SAADI KADAFI, que realizou a gravação. “Você me ama?”, pergunta o ex-ditador várias vezes à garota, que se esquiva dele quando ele se senta ao lado dela numa das tendas de seu complexo em TRÍPOLI. “Não”, diz ela com firmeza no vídeo. Acredita-se que o vídeo seja de 2005. O filme foi obtido pela REUTERS de uma fonte em TRÍPOLI, onde o complexo de BAB AL-AZIZIYA foi saqueado no mês passado quando os rebeldes entraram na cidade.

Um terremoto de 5,1 graus sacudiu hoje o norte do JAPÃO. Não há relatos de danos ou mortos e nem foi acionado alerta de tsunami, informou a agência meteorológica japonesa. O tremor ocorreu no litoral de URAKAWA, na costa sul da ilha de HOKKAIDO. O epicentro do tremor foi ao norte do grande terremoto de 11 de março, que causou um tsunami e deixou mais de 20 mil mortos e desaparecidos. Na ÍNDIA, a capital NOVA DELHI também foi atingida por um tremor de 6,6 graus. Não foram registrados danos ou feridos, segundo a mídia local.

O Departamento de Defesa (PENTÁGONO) dos ESTADOS UNIDOS elevou hoje o nível de segurança nas bases militares por conta da aproximação do décimo aniversário dos atentados de 11 de setembro. O órgão indicou que o alerta permanecerá até domingo. Segundo a CASA BRANCA, porém, não há até o momento nenhuma ameaça específica ou digna de crédito de ação extremista ligada aos 10 anos dos atentados. O reforço na segurança tem a ver com o fato de extremistas terem promovido ações em aniversários de atentados em outras ocasiões.   

2 012     :      -       SEXTA-FEIRA
Passo uma manhã dedicada à minha biblioteca. Lembro de minha declaração a ASPIRANTE A OFICIAL em 7 de setembro de 1963. São já transcorridos 49 anos desse feliz acontecimento. Nas páginas de minhas memórias estão retratados todos esses anos, bem como os principais acontecimentos proporcionados pela organização que me acolheu em 4 de junho de 1958.

O Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e a Universidade Federal de São Paulo convidam Vossa Excelência e Excelentíssima Família para a Solenidade de Abertura do Ano de Portugal no Brasil – 2012 e a Comemoração dos 190 Anos da Independência do Brasil.
Abertura – HINO NACIONAL
Palavras da Presidente – NELLY MARTINS F. CANDEIAS
Inauguração da Sala de Artes Paulistanas – Maestro SAMUEL KERR, Curador Cultural
Pronunciamento – Prof. Sr. JOSÉ LUIZ GOMES DO AMARAL, da UNIFESP
Assinatura do Protocolo de Cooperação – Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e a Universidade Federal de S. Paulo.
Posse de Correspondentes Internacionais – JOSÉ AUGUSTO PEREIRA DE SOTOMAYOR PIZARRO, JOSÉ VICENTE PINHEIRO DE MELO DE BRAGANÇA, LOURENCO DE FIGUEIREDO P. CORREIA DE MATOS e RUI MANUEL DE FIGUEIREDO MARCOS
Saudação aos novos membros – KENNETH LIGTH
Palavras do Príncipe D. GABRIEL DE ORLEANS E BRAGANÇA
Mestre de Cerimônia – PEDRO PAULO PENNA TRINDADE.
Por volta das 13:30 horas saio de casa e vou assistir a solenidade programada pelo IHGSP. Ali encontro muita gente conhecida, como é o caso do FRANCISCO GIANNOCCARO, MARIA CECÍLIA NACLÉRIO HOMEM, CÁRBIA BOURROUL. O PEDRO PAULO PENNA TRINDADE cumpre muito bem o seu papel de mestre de cerimônia, conduzindo o desenrolar da cerimônia de acordo com o script.
Retorno para GUARULHOS depois das 17 horas.

Os jogadores da seleção e o técnico Mano Menezes disseram durante a semana que tinham como objetivo buscar a reaproximação com a torcida brasileira. O desafio contra a África do Sul, portanto, era a chance de criar uma maior identificação com os torcedores. Mas não foi isso o que aconteceu nesta sexta-feira. Sob vaias e protestos que pediram a saída do técnico Mano Menezes, o Brasil sofreu para vencer os africanos por 1 a 0, com um gol solitário de Hulk. Mas não foi apenas Mano Menezes que foi alvo de críticas. A torcida também pegou muito no pé de Leandro Damião, e até Neymar foi vítima, sendo chamado no fim do jogo de 'pipoqueiro'. "Temos de ter tranquilidade, sem desespero, porque a Copa vai ser aqui. Vamos seguir jogando, somos nós que jogamos. Não devemos nos preocupar com as vaias do torcedor", disse Daniel Alves, ainda no intervalo, em entrevista à TV Globo. O Brasil pouco criou no primeiro tempo, quando as vaias do público já se fizeram presentes. No segundo tempo, a seleção foi mais ofensiva, mas também deu alguns espaços para o adversário. O goleiro Diego Alves foi bem quando exigido, permanecendo invicto no gol da seleção. "Esperávamos mais aplausos, incentivo, apoio. Não foi como queríamos", afirmou Dedé. "Se o torcedor tivesse do nosso lado do começo ao fim, teríamos mais gols", completou Hulk. O Brasil, agora, enfrenta a China, na segunda-feira, no estádio do Arruda,em Recife.
A bielo-russa VIKTORIA AZARENKA, líder do ranking mundial, e a norte-americana SERENA WILLIAMS, número quatro, vão decidir amanhã o título do US OPEN. AZARENKA bateu a russa MARIA SHARAPOVA de virada em uma das semifinais e SERENA atropelou a italiana SARA ERRANI. Ao logo do torneio ela perdeu apenas 19 games em seis partidas, o que mostra que está em grande forma. A norte-americana conquistou os dois últimos dois títulos importantes que disputou (WIMBLEDON e JOGOS OLÍMPICOS) e a bielo-russa levantou o troféu no ABERTO DA AUSTRÁLIA deste ano.

Cerca de dez mil pessoas assistiram ao desfile cívico de 7 de Setembro no Sambódromo do ANHEMBI, que teve a apresentação de mais de sete mil pessoas. As associações de caráter militar, com 400 membros, mais 1.280 alunos das redes municipal e estadual de ensino, abriram a comemoração oficial. Depois foi a vez do desfile municipal e dos órgãos de segurança pública, com a participação de 3.391 componentes. O governador GERALDO ALCKMIN passou em revista às tropas militares e disse que a data é importante sobretudo para SÃO PAULO. “Foi aqui, nas margens do IPIRANGA, que DOM PEDRO I deu o grito de independência”, disse.
Um grupo de cavaleiros reviveu hoje em SÃO PAULO o trajeto percorrido por DOM PEDRO I há 190 anos. A 2ª Cavalgada da Independência, organizada pelos ministérios do Esporte e da Defesa, saiu do Litoral Sul, em CUBATAO, e terminou no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA, na zona sul da capital. Cerca de cem cavaleiros percorreram metade do caminho a cavalo e a outra parte de carro. O ministro do Esporte, ALDO REBELO, participou e montou uma égua da Polícia Militar. Um churrasco foi servido no meio da cavalgada, em uma parada para descanso dos animais e reforço da tropa. A figura de DOM PEDRO I foi representada pelo ator HERIBERTO LEÃO em uma encenação na chegada ao PARQUE, encerrando o dia.

Manifestantes bloquearam hoje à tarde, a pista sentido CONSOLAÇÃO da Avenida PAULISTA. Eles participaram da MARCHA BRASIL CONTRA A CORRUPÇÃO, realizada também em outras capitais do país. Em SÃO PAULO o ato reuniu cerca de 600 pessoas. Em BRASÍLIA, os manifestantes, vestidos de preto e com a cara pintada, levaram cartazes criticando o bicheiro CARLINHOS CACHOEIRA, preso pela Polícia Federal em fevereiro, e pediram punição aos envolvidos no mensalão. O processo está sendo julgado pelo Supremo Tribunal Federal.

ANDRÉ LUÍS DE CAMPOS PEREIRA foi preso pela polícia militar de CAMPINAS, acusado de matar o PM VICTHOR DEL TEDESCO DE MORAES, em 16 de agosto, em HORTOLÂNDIA. Na casa dele os policiais acharam a pistola ponto 40 do PM e o carregador da arma. Em 21 de agosto, outro suspeito, APARECIDO DA SILVA, o CHARLINHO, se apresentou à polícia e entregou ANDRÉ como autor do disparo.

O PM reformado LEOVALDO BORGES DA CUNHA foi preso em flagrante por ex-colegas, às 20:35 horas de quinta-feira, dia 6 de setembro, acusado de roubo e porte ilegal de armas. Durante patrulhamento por ERMELINO MATARAZZO, na zona leste, policiais militares da 4ª Companhia do 2º Batalhão foram chamados por pedestres para atender a uma ocorrência de briga na Rua DARIO COSTA MATTOS, 502. Mas no local encontraram LEOVALDO dentro de seu FIAT UNO e o abordaram para averiguação. No interior do carro encontraram uma pistola calibre 22, um revólver 32, uma espingarda calibre 12, e munições de diversos calibres. Como havia denúncias de que um homem em um FIAT havia praticado assaltos no bairro, os PMs localizaram duas das vítimas e elas não tiveram dúvidas em reconhecer o soldado como autor dos crimes. LEOVALDO foi autuado no 24º DP e recolhido no presídio ROMÃO GOMES.

Um dos destaques do desfile no RIO DE JANEIRO foi a Bandeira Olímpica, que participará das celebrações até 2016, quando acontece os jogos no RIO. Conduzida por guardas municipais que compõem a Guarda de Honra, a bandeira teve a sua passagem pela Avenida PRESIDENTE VARGAS aplaudida pelo público. O símbolo dos Jogos Olímpicos foi entregue à prefeitura durante a cerimônia de encerramento do evento de LONDRES. Foi a primeira vez que a Bandeira Olímpica se apresentou no BRASIL no DIA DA INDEPENDÊNCIA.

A Organização das Nações Unidas reconheceu hoje seu fracasso em lidar com a crise na SÍRIA e afirmou que o número de pessoas afetadas pela guerra civil dobrou desde julho. Hoje, 2,5 milhões de habitantes do país vivem uma situação de crise humana, segundo a organização. “Um numero incalculável de casas, clínicas, hospitais e equipamentos urbanos de infraestrutura foi destruído e o governo ainda não permitiu acesso a todos os locais onde precisamos atender a população”, afirmou JOHN GING, diretor de operações do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários. ‘Não há mais nenhum lugar onde civis possam estar em segurança”, disse. Segundo a ONU, bloqueios em estradas controladas pelo governo e pela oposição impedem a distribuição de alimentos e remédios. Nove das 14 províncias sírias são palco de confrontos e 3 milhões de pessoas têm problemas para se alimentar, diz a ONU.

O ministro de Relações Exteriores do CANADÁ, JOHN BAIRD, anunciou que o país suspendeu relações diplomáticas com o IRÃ. Em nota oficial,  ele comunicou que “todo o pessoal diplomático canadense deixou o IRÃ e os diplomatas iranianos em OTAWA receberam aviso para deixar o país”. O ministro canadense criticou o programa nuclear iraniano, a recusa do pais em cumprir resoluções da ONU, o apoio de TEERÃ ao governo sírio de BASHAR ASSAD, as constantes ameaças a ISRAEL e o desrespeito aos direitos humanos. OTTAWA qualificou o IRÃ de “a mais significativa ameaça para a paz e segurança mundial de hoje”. Antes da decisão, o CANADÁ já havia imposto várias sanções econômicas contra o IRÃ.

Pelo menos 64 pessoas morreram e 20 mil casas foram danificadas na CHINA hoje, quando uma série de terremotos – um deles de magnitude 5,7 – atingiu a fronteira entre as províncias de YUNNAN e GUIZHOU, no sudoeste do país, segundo informações da agência estatal de notícias XINHUA. Cerca de 200 mil habitantes da região tiveram de deixar suas residências. Mais de 550 pessoas ficaram feridas. As mortes confirmadas ocorreram em YUNNAN, segundo a imprensa chinesa.

2 013    :    -    SÁBADO
Depois dos eventos dos últimos dias, procuro descansar neste final de semana. Minhas memórias estão atrasadas, com muita coisa desarrumada em minha biblioteca. Hoje é uma data toda especial para mim: estou completando meio século de aspirantado. Em 7 de setembro de 1963 fui declarado ASPIRANTE A OFICIAL.
Leio no DIÁRIO OFICIAL a transferência para a reserva do TENENTE-CORONEL PM DENIS PINHEIRO TASSI, da Assessoria Policial Militar da Prefeitura Municipal do Estado de São Paulo. Ele nasceu em 2 de agosto de 1964. Entrou para a PMESP em 1º de fevereiro de 1983. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1987. Promovido a 2º TENENTE em 25 de agosto de 1988 e a 1º TENENTE em 24 de maio de 1990. Não tenho as demais datas de suas outras promoções.
Fotos de nossa ida até ARAÇATUBA foram colocadas no FACEBOOK pelo WILLIAM MASCARENHAS. Copio-as para colocar em minhas memórias.

Nem FELIPÃO poderia imaginar que seria assim. Ele avisara na véspera: algumas vagas no grupo para a COPA DO MUNDO de 2014 estavam abertas. Resultado: hoje, sobre a AUSTRÁLIA, quem ainda sonha com um lugar na seleção brasileira comeu a bola. Um jogador em especial, o atacante JÔ, já estava bem cotado após sua participação ao longo da COPA DAS CONFEDERAÇÕES. Mas ele foi além. Ao substituir o titular FRED, lesionado, o atleta do ATLÉTICO MINEIRO mostrou mais uma vez como é importante para o time canarinho. Não apenas pelos dois belos gols feitos no MANÉ GARRINCHA, ambos com muito oportunismo e inteligência para abrir 2 a 0 no placar. Mas também pela movimentação e pela mobilidade que deu ao BRASIL. JÔ foi o melhor em campo, mas não o único a deixar uma boa impressão para o técnico da seleção. Seu ex-companheiro de GALO, BERNARD, estava endiabrado. Ele mostrou a tal “alegria nas pernas”, tão elogiada por FELIPÃO durante a COPA DAS CONFEDERAÇÕES. Enquanto esteve em campo, participou de todos os gols e saiu bastante aplaudido pelos mais de 40 mil torcedores presentes. Três outros jogadores que nem sequer vinham sendo convocados brilharam: MAICON mostrou ainda ter condições de brigar pela posição com DANIEL ALVES. RAMIRES fez o quarto gol e participou de outro. E ALEXANDRE PATO marcou o sexto do BRASIL em sua primeira finalização. Massacre total? 6 a 0.
BRASIL: JÚLIO CÉSAR; MAICON (MARCOS ROCHA), THIAGO SILVA, DAVID LUIZ (DANTE) e MARCELO (MAXWELL); LUIZ GUSTAVO, PAULINHO (HERNANDES) e RAMIRES; BERNARD (LUCAS), JÔ (PATO) e NEYMAR.

JOHN LENNON, MICHAEL JACKSON e até JESUS. O ATLÉTICO – GO veio com nomes de peso para o jogo de hoje, em ITUMBIARA, mas quem brilhou mesmo foi o PALMEIRAS. Com dois gols de ALAN KARDEC e um de LEANDRO, o VERDÃO não teve trabalho para derrotar o DRAGÃO por 3 a 1. O resultado fez a equipe recuperar a liderança da Série B, perdida na sexta-feira, quando a CHAPECOENSE derrotou o BOA.

O SANTOS não jogou bem para merecer ganhar. O GOIÁS não jogou mal para merecer perder. Mesmo assim, o triunfo do PEIXE por 1 a 0, nesta noite, na VILA BELMIRO, não pode ser classificado como injusto. Na verdade, o placar fez justiça. Não ao apático time da casa, mas a dois grandes personagens: ARANHA e THIAGO RIBEIRO.
A PORTUGUESA tentou, lutou bastante até o fim e até conseguiu um empate heróico, mas sucumbiu em PORTO ALEGRE. Depois de estar perdendo por 2 a 0, a LUSA chegou ao 2 a 2, porém, um pênalti muito duvidoso deu origem ao terceiro gol gaúcho na vitória por 3 a 2.
Colega da PORTUGUESA na parte de baixo da tabela, a PONTE PRETA recebeu o INTERNACIONAL em CAMPINAS e perdeu por 3 a 1. A MACACA agora é vice-lanterna, com 15 pontos. O ATLÉTICO MINEIRO, 16º, arrancou um empate por 1 a 1 com o VITÓRIA, em SALVADOR. Já o FLUMINENSE venceu o BAHIA por 1 a 0 e subiu para a 14ª posição.

O brasileiro OSCAR SCHMIDT será oficialmente incluído no HALL DA FAMA do basquete amanhã. A cerimônia será realizada no NALSMITH MEMORIAL, nos ESTADOS UNIDOS. Para a apresentação do MÃO SANTA, foi escolhido outro cestinha histórico da modalidade. Astro do BOSTON CELTICS e integrante do DREAM TEAM de 1992, LARRY BIRD entregará a honraria ao brasileiro. Já incluído no HALL DA FAMA da FIBA (Federação Internacional de Basquete), OSCAR vai se juntar a UBIRATAN e HORTÊNCIA na versão americana da premiação. Campeão pan-americano de 1987 e integrante da seleção brasileira em cinco jogos Olímpicos, o MÃO SANTA é o maior pontuador do basquete na história olímpica e dos Campeonatos Mundiais. Recuperando-se de um câncer na cabeça, ele foi aos ESTADOS UNIDOS para a premiação. 

O sérvio NOVAK DJOKOVIC e o espanhol RAFAEL NADAL decidirão amanhã o título do ABERTO DOS ESTADOS UNIDOS. Hoje, DJOKOVIC precisou de mais de quatro horas de jogo para bater o suíço STANISLAS WAWRINGKA por 3 sets a 2. Na outra semifinal, NADAL venceu  francês RICHARD GASQUET por 3 sets a 0. No torneio de duplas, o brasileiro BRUNO SOARES faz a final ao lado do austríaco ALEXANDERPEYA contra a parceria formada por LEANDER PAES e RADEK STEPANEK.    

Quase 50 anos após ter organizado uma Olimpíada, TOQUIO volta a ser escolhida sede do evento. Hoje, em BUENOS AIRES, na ARGENTINA, o Comitê Olímpico Internacional (COI) elegeu a capital japonesa para organizar os jogos de 2020. Líder na primeira parte da votação – que eliminou MADRI do páreo – TÓQUIO também superou ISTAMBUL na rodada final. Esta será a segunda vez em que a cidade vai organizar os jogos. Na edição de 1964 realizada por lá, o BRASIL trouxe para casa uma medalha de bronze no basquete masculino.

Praça de guerra. A expressão dá o tom exato do que foi o Centro de SÃO PAULO, nesta tarde. Batalha entre integrantes do BLACK BLOC (grupo anarquista que luta contra o capitalismo) e PMs, durante manifestação no DIA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL, em frente à Câmara Municipal e na SÉ deixou, no mínimo, quatro feridos. Mais de 30 foram detidos. O fotógrafo TÉRCIO TEIXEIRA levou um tiro de raspão no queixo de uma bala letal. A PM informou que o disparo foi efetuado para o chão porque um policial estaria encurralado e ameaçado de morte por manifestantes. A bala teria ricocheteado e acertado o fotógrafo. A PM disse que vai investigar o caso. A pancadaria teve início depois que um grupo de cerca de mil manifestantes saiu da AVENIDA PAULISTA em direção â Câmara Municipal. O governador GERALDO ALCKMIN, ontem, disse que as máscaras estariam liberadas entre os manifestantes – ao contrário de outros estados, que proibiram o seu uso. Os protestantes usaram a liberação a seu favor. Carregando barras de ferro, com os rostos cobertos por máscaras e camisetas, gritando palavras de ordem como “destruição”, os vândalos, durante o caminho até a Câmara, picharam paredes, quebraram agências bancárias e destruíram um carro da PM.
A passividade da PM durou até a chegada dos manifestantes ao parlamento. A partir daí, o que se viu foram bombas de gás lacrimogênio e de efeito moral atiradas pela polícia, pedras arremessadas pelos protestantes, correria, gente sendo agredida com cassetetes, explosões, gritos, medo. Ao lado da reportagem do DIÁRIO DE SÃO PAULO,l um rapaz teve o olho direito ferido por estilhaços de uma bomba de efeito moral.
Mesmo com a intervenção policial, os BLACK BLOCS não se amedrontaram. Da Câmara, os manifestantes se espalharam em direção à PRAÇA DA SÉ, onde houve mais pancadaria. Duas pessoas foram atropeladas durante o confronto.
Com um forte esquema de segurança e sem as presenças da Tropa de Choque e da Cavalaria da PM, que estavam em alerta por conta das manifestações, o desfile de 7 de Setembro reuniu cerca de 20 mil pessoas no SAMBÓDROMO. Enquanto o governador GERALDO ALCKMIN e o prefeito FERNANDO HADDAD aguardavam no palanque o início do desfile, o Deputado Estadual MAJOR PM OLÍMPIO GOMES gritava a plenos pulmões da arquibancada em frente, críticas e ofensas contra o governador. “Cadê o dinheiro do Metrô? Cadê o salário da polícia? ALCKMIN corrupto. Que vergonha ALCKMIN.” O deputado pediu uma vaia para o governador e foi prontamente atendido pelo público. Segundo o secretário de Planejamento, JÚLIO SEMEGHINI, o reajuste das polícias será anunciado na próxima semana. A princípio, o aumento vai, no mínimo, repor a inflação.

Cerca de 150 pessoas acompanharam, hoje, a missa do arcebispo de SÃO PAULO, DOM ODILIO SCHERER na Catedral da SÉ, centro. Na abertura da cerimônia, com o tema “PELA PÁTRIA E PELO POVO BRASILEIRO”, o cardeal pediu que a oração fosse por um país melhor e pela paz na SÍRIA.   “UM BRASIL PARA TODOS. Com Justiça, equidade, paz e fraternidade. Em vez de bombas queremos diálogo na SÍRIA”, disse.

O feriado de 7 de Setembro foi marcado hoje por dezenas de manifestações populares nas ruas de vários estados do país. No RIO DE JANEIRO, em BRASÍLIA, RECIFE, BELO HORIZONTE e PORTO ALEGRE houve confusão, depredações e confronto entre policiais e manifestantes. No RIO DE JANEIRO, o tumulto começou logo pela manhã no desfile militar comemorativo à data na Avenida PRESIDENTE VARGAS. Cerca de 300 manifestantes tentaram invadir o espaço e o Batalhão de Choque intercedeu, atirando bombas de gás lacrimogênio. Mais à noite, manifestantes e policiais militares voltaram a entrar em confronto em LARANJEIRAS, na zona sul do RIO. Cerca de 200 integrantes do protesto tentaram ultrapassar barreiras montadas por PMs perto do Palácio da GUANABARA. Militares lançaram bombas de gás lacrimogêneo. Houve correria e confusão. Já vândalos incendiaram lixeiras e quebraram dois abrigos de ponto de ônibus no LARGO DO MACHADO. Além disso, incendiaram um orelhão, que foi jogado no meio da rua, e destruíram os vidros do elevador de acesso ao Metrô. O imóvel, que abriga a Sociedade VIVA CAZUZA, foi atingido por bombas de gás lacrimogêneo. Os artefatos caíram no pátio, mas algumas crianças se queixaram de ter aspirado o gás. O Comandante da PM, CORONEL PM MAURO ANDRADE, disse que vai recolher os artefatos para verificar qual o lote deles e saber quem os lançou. Um boneco, representando o governador do RIO, SÉRGIO CABRAL, foi queimado pelos manifestantes.

Polícia e manifestantes entraram em confronto em frente ao MUSEU NACIONAL, na ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS. O caminhão que lança jatos d´água estreou contra o grupo. Bombas de gás foram lançadas e balas de borracha usadas para evitar o acesso do grupo ao Congresso. Em frente ao Estádio MANÉ GARRINCHA, onde a seleção brasileira enfrentou a AUSTRÁLIA e ganhou por 6 a 0, houve novo confronto. Diversos focos de confusão aconteceram perto do estádio. Em frente à torre de TV na mesma via em que fica o MANÉ GARRINCHA, os PMs afirmam que foram atingidos por pedras lançadas por manifestantes e isso motivou o grupamento a revidar com o gás lacrimogêneo. Os manifestantes que entraram em confronto com a PM eram identificados como integrantes do grupo BLACK BLOC. Alguns tinham os rostos cobertos. Cinqüenta pessoas foram detidas, segundo a polícia. Em BELO HORIZONTE, 12 mascarados foram detidos. Em PORTO ALEGRE, bancos foram quebrados. Em RECIFE, dez foram presos e manifestantes cercaram a delegacia exigindo a soltura dos colegas. Antes, ciclistas vestidos apenas com roupas íntimas protestaram.

O empresário WÁGNER CANHEDO AZEVEDO, ex-dono da falida companhia aérea VASP, deixou o complexo penitenciário da PAPUDA, em BRASÍLIA, hoje. Ele foi solto no final da noite de ontem, entre 23 horas e meia noite, segundo o advogado TICIANO FIGUEIREDO,a autor do pedido de hábeas corpus impetrado junto ao STF. CANHEDO foi preso no último sábado, dia 31 de agosto, por determinação da Justiça estadual de SANTA CATARINA, sob acusação de sonegação de ICMS. Diante do pagamento de 1,2 milhões de reais ao Tesouro do Estado de SANTA CATARINA na quinta-feira, a Justiça entendeu que a prisão deveria ser suspensa até o julgamento definitivo.

WLADIMIR ANSELMO DA SILVA, 50 anos (nasceu em março de 1963), foi ordenado padre em 1988. Ele foi pároco nas igrejas SÃO JOSÉ, NOSSA SENHORA MÃE DE DEUS, NOASSA SENHORA APARECIDA, NOSSA SENHORA MÃE E RAINHA e NOSSA SENHORA DO CARMO, todas pertencentes à Região Episcopal BRASILÂNDIA, na zona norte da capital. Em 1996, ele atuou como reitor do Seminário Maior de Filosofia Santo Cura D´Ars. Foi ainda capelão do Colégio PADRE MOYE, das Irmãs da Providência de GAP. PADRE WLADIMIR estava desaparecido desde o dia 24 de agosto. O sacerdote, que morava na Igreja dos Santos Apóstolos, também na zona norte, estava com depressão e fazia tratamento psiquiátrico com uso de medidamentos fortes. O corpo dele foi encontrado neste sábado em SÃO BENTO DO SAPUCAÍ, próximo ao ponto turístico PEDRA DO BAÚ, no interior de SÃO PAULO. A Igreja divulgou nota de pesar. “A Arquidiocese de SÃO PAULO chora a morte deste sacerdote zeloso, dedicado e fiel no serviço de DEUS e da Igreja. DEUS na sua bondade lhe conceda a coroa da glória e a recompensa por todo bem realizado!”, diz o comunicado, assinado por dom MILTON KENAN JUNIOR e dom TARCÍSIO SCARAMUSSA.   

As forças de segurança do EGITO realizaram ataques aéreos na península do SINAI hoje, em uma campanha contra insurgentes. A operação ocorreu no sul da cidade de SHEIKH ZUWAYID e perto da fronteira com a FAIXA DE GAZA. A ação deixou ao menos 31 mortos ou feridos. O Exército egípcio tem enfrentado ao rebeldes desde a deposição do presidente MOHAMED MORSI em 3 de julho. A prisão do presidente deposto foi ampliada por mais quatro dias.

O estudante de engenharia elétrica DIOGO JÚNIOR STEFANELLO, de 21 anos, foi encontrado morto no apartamento onde morava em BRISBANE, na AUSTRÁLIA. O jovem, que era da cidade de DOUTOR MAURÍCIO CARDOSO, no RIO GRANDE DO SUL, estava no país acompanhado da namorada NAYRNA SIEBEN, e era bolsista do programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, do governo federal, na Universidade de QUEENSLAND.

A chefe de política exterior da UNIÃO EUROPÉIA, CATHERINE ASHTON, afirmou hoje que os 28 países do grupo concordaram que há provas sólidas de que o governo sírio é o responsável por ataque químico contra civis. A EU, no entanto, advertiu que qualquer ação militar contra a SÍRIA deve aguardar a apresentação de relatório da ONU sobre o uso de substâncias proibidas nos arredores de DAMASCO, que, segundo o governo americano, teria matado até 1,4 mil pessoas em 21 de agosto.   “Queremos uma resposta clara e forte”, disse ASHTON, depois de uma reunião de chanceleres em VILNA, na LITUÂNIA, com a presença do secretário de Estado dos EUA, JOHN KERRY, que busca apoio para uma ação militar.
Após o encontro, KERRY elogiou a declaração da UNIÃO EUROPÉIA, mas disse a seus colegas europeus que os EUA não se comprometeram a aguardar o relatório das NAÇÕES UNIDAS para uma possível intervenção no país árabe.
Também hoje, o ministro das Relações Exteriores alemão, GUIDO WESTERWELLE, afirmou que a ALEMANHA decidiu assinar declaração contra o regime de BASHAR AL-ASSAD. O documento recebeu apoio de 11 países na cúpula do G-20 na sexta-feira. “Depois que vimos esta excelente e muito sábia posição da UNIÃO EUROPÉIA, a chanceler (ÂNGELA MERKEL) e eu decidimos apoiar agora a declaração do G-2º”, afirmou WESTERWELLE. 

2 014     :      -    DOMINGO
Relembro 51 anos atrás, quando acontecia a minha promoção a ASPIRANTE A OFICIAL. É um tempo relativamente enorme para mim. Depois de mais de 33 anos servindo à Polícia Militar, passava para a reserva como CORONEL PM em 14 de dezembro de 1991. Hoje ainda atualizo minhas memórias com respeito ao 7 de setembro e digitalizo o 7 de setembro de 1964, como venho fazendo há um certo tempo. Posso, nesta manhã, voltar ao passado, procurando entender tudo que aconteceu nessa minha carreira de policial-militar. Agora, na presidência da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, estou bem mais ligado à Policia-Militar que meus companheiros de bancos escolares. Um exemplo disso foram os eventos dessa semana que passou, um deles, no dia 5 de setembro, num quartel de GUARULHOS, o 44º BPMM, onde muitos oficiais estiveram presentes.

Leio a reportagem de LARISSA QUINTINO, feita para o DIÁRIO DE SÃO PAULO: AS MARGENS POLUÍDAS DO IPIRANGA. Local onde foi proclamada a INDEPENDÊNCIA DO BRASIL é totalmente urbanizado e passa despercebido pelos moradores da região.
As margens plácidas cantadas nos primeiros versos do Hino Nacional só não passam despercebidas por quem anda pela Avenida RICARDO JAFET, na zona sul da capital, pelo mau cheiro e o lixo espalhado pelo RIACHO DO IPIRANGA. Foi à beira desse córrego que, em 7 de setembro de 1822, DOM PEDRO I, então príncipe regente de PORTUGAL, declarou a independência brasileira da coroa lusitana.
Depois de 192 anos, o riacho tem a qualidade da água considerada "péssima", segundo dados divulgados da CETESB (Companhia Ambiental do Estado). Na época de chuvas ele também enfrenta problemas com enchentes. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos informou que uma audiência pública para melhorias no córrego foi realizada no primeiro semestre e obras para conter os problemas de enchente deve começar em 2015. O projeto inclui a construção de dois reservatórios para conter a vazão da água.
Além do curso do riacho, o MUSEU DO IPIRANGA e o MONUMENTO À INDEPENDÊNCIA estão localizados no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA, que funciona das 5 h às 20 h. No Monumento que retrata a cena do grito de DOM PEDRO, há partes de espadas faltando devido a vandalismo. Questionada sobre os danos à escultura, a Secretaria de Cultura disse que "já contratou estudos técnicos para avaliar a situação do bronze", material do qual a estátua é feita.

Hoje, a partir das 9:30 horas, acontece o tradicional desfile de 7 de Setembro no Sambódromo do ANHEMBI. O desfile reúne cerca de sete mil pessoas de entidades militares, como Exército e polícias, e entidades civis, como escoteiros. O público estimado é de 30 mil pessoas. Este é o 16º ano consecutivo do Desfile da Independência no ANHEMBI. Fiz um juramento a mim mesmo de não comparecer nesse local não concordando com a PARADA MILITAR DO 7 DE SETEMBRO ser realizada no sambódromo. O certo seria acontecer no IPIRANGA, local histórico que merece mais respeito.       

Através mensagem colocada no FACEBOOK o WILLIAM MASCARENHAS informa a sua situação atual de saúde:
Quero esclarecer aos amigos a minha falta nos eventos e como no desfile de 7 de Setembro, depois de uma arritmia grave onde fiquei uma noite em observação e seguindo orientações médicas de ficar 20 dias em repouso absoluto. Hoje não tenho mais os efeitos da arritmia onde me deixou com muita dor de cabeça e no corpo.
Logo estarei de volta aos eventos

Atualização de status
De Geraldo Alckmin
O Batalhão de Ações Especiais da Polícia (BAEP) entra em operação amanhã em 39 cidades da região do Vale do Paraíba e Litoral Norte. O Batalhão tem “padrão Rota” e enfrenta o crime organizado com técnicas e armamentos usados pela força de elite da polícia. Campinas, Baixada Santista e Vale do Ribeira já têm esses batalhões especiais. Nossa proposta é expandi-los para outras regiões do Estado. Estamos combatendo a criminalidade com planejamento e investimento forte em tecnologia, inteligência, novas armas e valorização das polícias.

Mesmo debaixo de um sol de 29º nesta manhã, cerca de 30 mil pessoas lotaram as arquibancadas do Sambódromo do ANHEMBI, na zona norte, para assistir o desfile cívico e militar de 7 de Setembro em comemoração aos 192 anos da Independência do BRASIL.
A festa começou por volta das 9:30 horas com a apresentação de fanfarras e bandas das escolas municipais e estaduais da capital e do interior. Ao todo, 3.625 alunos cruzaram a avenida.
De acordo com a S PTuris, organizadora do evento, cerca de 4 mil militares desfilaram no Sambódromo. Representantes do Exército, da FAB e dos órgãos de segurança pública, como Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Metropolitana empolgaram o público com gestos e movimentos milimetricamente simétricos.
O governador GERALDO ALCKMIN, que assistiu ao desfile do início ao fim, aproveitou o evento para lembrar da aproximação da eleição, em 5 de outubro. "Estamos a menos de 30 dias do processo eleitoral. É um momento de reflexão para fortalecer a democracia. E o dia de hoje destaca a importância da luta para consolidar a democracia brasileira", disse o candidato à reeleição.
Diferente do ano passado, quando a Tropa de Choque e a Cavalaria da Polícia Militar não participaram do desfile para conter grupos de manifestantes, neste ano participaram da comemoração.
Foi a cavalaria quem fez o encerramento da festa. E a apresentação com os cavalos foi uma das que mais empolgou o público. O destaque foram os oficiais que ficavam em pé sobre os bichos com a bandeira hasteada. O auge da festa ficou a cargo de quatro aviões da FAB que sobrevoaram as arquibancadas do Sambódromo. A maioria vibrou com a cena. 

Um policial militar matou por engano um Guarda Civil Metropolitano, confundido com um bandido, na noite de sábado, em ITAQUAQUECETUBA, na GRANDE SÃO PAUO. O guarda estava sem farda e perseguia armado um assaltante.
ROBERTO CARLOS RIBEIRO DOS SANTOS, 35 anos, saía de um evento na Câmara Municipal da cidade, onde havia feito segurança, quando soube que um assalto havia ocorrido nas redondezas. Sem uniforme, ele se dirigiu para o local acompanhado de um colega fardado. Na Rua MACHADO, no bairro VILA VIRGÍNIA, o guarda civil sem farda encontrou a vítima do assalto, que indicou a direção para onde os assaltantes haviam fugido. Com uma pistola calibre 380 em punho, SANTOS perseguiu os bandidos.
Neste momento dois policiais da 2ª Companhia do 34º Batalhão Policial Metropolitano, que também haviam sido acionados, chegaram ao local e viram SANTOS correndo com a arma na mão. Um dos PMs atirou, acreditando que o guarda era um dos assaltantes.
SANTOS foi socorrido no local e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital SANTA MARCELINA, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Os assaltantes conseguiram fugir.
A ocorrência foi registrada como homicídio consumado decorrente de intervenção policial, no setor de homicídios da delegacia de Polícia Civil de MOGI DAS CRUZES, também na região metropolitana.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Civil investiga o caso. Um Inquérito Policial Militar também foi instaurado para apurar a ação. O policial que atirou compareceu ao Distrito Policial acompanhado de uma advogada. Representantes da PM, da GCM e da Secretaria de Segurança de ITAQUAQUECETUBA também estiveram na delegacia. A SSP não informou o nome do Policial Militar que matou por engano o Guarda Civil.

O SÃO PAULO em campo é sinônimo de gol em seus últimos 12 jogos. Hoje, no MORUMBI, o poderoso sistema ofensivo tricolor manteve a escrita e funcionou na vitória por 2 a 0, sobre o SPORT. Com o triunfo, a equipe do técnico MURICY RAMALHO permanece ao lado do FLUMINENSE com o segundo ataque mais positivo do BRASILEIRO, com 31 gols, atrás apenas do líder CRUZEIRO, com 41. Na classificação geral, o time também vive boa fase e fecha o primeiro turno com 36 pontos - a RAPOSA soma 43 no primeiro posto.
A rodada não poderia ser melhor para o SÃO PAULO. Além de cumprir sua missão e somar três pontos, o TRICOLOR viu o líder CRUZEIRO tropeçar ao empatar com o FLUMINENSE por 3 a 3, no MARACANÃ, e o terceiro colocado INTERNACIONAL perder do FIGUEIRENSE, em casa, por 3 a 2. Assim, a distância em relação à RAPOSA caiu para sete pontos e o TRICOLOR pulou para a segunda posição. ROGÉRIO CENI, que completou hoje 24 anos de clube, também estava empolgado com o triunfo.
Se MANO MENEZES tinha a intenção de virar o turno na cola do líder CRUZEIRO, os planos deram errado justamente na reta final da primeira metade do BRASILEIRO. Hoje, no HERIBERTO HULSE, o CORINTHIANS não saiu do zero com o CRICIÚMA, um dos piores times do torneio, e somou seu terceiro jogo seguido sem vencer - havia perdido para o GRÊMIO (2 a 1)e empatado com o FLUMINENSE (1 a 1). O cenário poderia ter sido ainda mais catastrófico. Em determinado momento da rodada, o FLUMINENSE vencia a RAPOSA no MARACANÃ e empurrava o TIMÃO para fora do G4. Com o empate no RIO, porém, os paulistas ainda conseguiram se segurar na quarta colocação, com 33 pontos - a dez do CRUZEIRO. Hoje foi o nono empate do CORINTHIANS no NACIONAL. Ninguém terminou mais partidas com o placar igualado do que o ALVINEGRO do PARQUE SÃO JORGE.
DORIVAL JÚNIOR não tem motivos para reclamar. Na estreia do técnico, o PALMEIRAS arrancou um empate heróico por 1 a 1 com o ATLÉTICO PARANAENSE, hoje, na ARENA DA BAIXADA, em CURITIBA.

A maré de azar não largava FELIPE MASSA no Mundial de Fórmula ! deste ano. Entrentanto, na sua "segunda casa", em MONZA, na ITÁLIA, o brasileiro, enfim, contou com a sorte e subiu no pódio pela primeira vez na temporada.
O terceiro lugar com a sua WILLIAMS - o primeiro pódio dele pela escuderia britânica - quebra um jejum de um ano e quatro meses sem estourar a champanha (desde o GP da ESPANHA, em maio de 2013). Agora ele soma 37 aparições entre os três primeiros na categoria.
A vitória hoje ficou com o inglês LEWIS HAMILTON, seguido pelo companheiro da MERCEDES, NICO ROSBERG. O quarto foi VALTTERI BOTTAS, acompanhado por DANIEL RICCIARDO, em quinto; SEBASTIAN VETTEL, em sexto.

SERENA WILLIAMS precisou de apenas dois sets, em um duplo 6/3 para despachar a dinamarquesa CAROLINE WOZNIACK na final do US OPEN de 2014 e faturar o seu quinto título na  disputa (1999, 2008, 2012, 2013 e 2014), o terceiro seguido. Com o resultado no ABERTO dos ESTADOS UNIDOS, a tenista americana segue no topo do ranking mundial, enquanto a rival - então décima colocada - deve conquistar posições na próxima lista. SERENA ainda lucrou quase 40 milhões de dólares (cerca de 92 milhões de reais) na premiação do torneio.

O presidente norte-americano, BARACK OBAMA, disse hoje que vai anunciar nesta quarta-feira o seu plano para enfrentar e derrotar o grupo terrorista ESTADO ISLÂMICO, mas avisou que não irá travar outra guerra terrestre no IRAQUE. "Estou preparando o país para lidarmos com a ameaça daquele grupo", disse OBAMA. "Na quarta-feira vou fazer um discurso e descrever qual será o nosso plano daqui para a frente".
Dois dias depois de voltar da Cúpula da OTAN, que ocorreu no PAÍS DE GALES, OBAMA disse estar confiante de que será capaz de construir uma coligação internacional para derrubar o EI. "Mas não vai ser anúncio sobre tropa terrestres norte-americanas", disse OBAMA. "Isto não é o equivalente à guerra do IRAQUE. É semelhante às campanhas de combate ao terrorismo que temos desenvolvido de forma consistente ao longo dos últimos cinco, seis, sete anos".
Hoje, o ESTADO ISLÂMICO executou um TENENTE-CORONEL da Inteligência iraquiana na cidade de MOSSUL, no norte do país, depois de mantê-lo sob custódia por dois meses. Fontes detalharam que, após a execução, os jihadistas levaram o corpo de MOHAMMED AL ABED, 44, a um médico legista, que depois o entregou a sua família. ABED foi sequestrado em sua casa em MOSSUL no dia 5 de julho. Ele foi fuzilado em aplicação de uma "sentença" emitida por um tribunal religioso estabelecido pelo EI. Durante o sequestro, um grupo de jihadistas invadiu sua casa e confiscou seu telefone e celular e seu laptop, com documentos oficiais e de inteligência. A execução é uma das práticas mais frequentes do EI contra os membros das forças iraquianas e das milícias ligadas ao governo do país.

Uma mulher foi morta a tiros hoje de madrugada em MARIUPOL, no sudeste da UCRÂNIA. Ela é a primeira vítima desde o cessar-fogo acertado na última sexta-feira, segundo a prefeitura da cidade portuária. Outras três pessoas ficaram feridas. Os rebeldes pró-russos dispararam contra um posto de controle na periferia da cidade e destruíram um posto de gasolina. Hoje de manhã, a situação em MARIUPOL já estava "calma e sob controle", de acordo com a prefeitura. A cidade abriga um porto estratégico, às margens do MAR DE AZOV. Seu controle representaria a ligação da fronteira russa à Península da CRIMEIA, anexada pela RÚSSIA em março. Por isso, um ataque dos rebeldes a MARIUPOL já era temido há vários dias. KIEV e os rebeldes firmaram na sexta-feira em MINSK, capital da BIELORRÚSSIA, um cessar-fogo ao final das negociações entre o chamado grupo de contato e os rebeldes separatistas ucranianos.     

2 015     :     -    SEGUNDA-FEIRA  
Lembranças do passado afloram minha manhã. Há 52 anos atrás, em 1963, minha turma era declarada ASPIRANTE A OFICIAL. Acabo de reler em minhas memórias como transcorreu aquela saudosa data. Lembro também de meus tempos do BATALHÃO DE GUARDAS (1964 e 1965) que a duras penas consegui digitalizar e colocar também nas memórias que atingiram 65 anos em 9 de julho de 2015 (comecei a escrever meu diário em 1950). Hoje o BRASIL está à beira de colapso. Veja por exemplo o que nos escreve dona TERESA ROSA LURDES DE SOUZA, nos seus 93 anos:
Depoimento de uma Brasileira de 93 anos.
Djalma Pereira



De: Ivan A G <ivanag17@gmail.com>
Para:
Enviadas: 
 Brasileira de 93 anos
REPASSEM PARA Segunda-feira, 7 de Setembro de 2015 12:59
Assunto: Depoimento de uma Brasileira de 93 anos.
Depoimento de uma TODO O BRASIL
Gostaria de poder beijar a mão desta senhora.
ISSO QUE É "MULHER MACHO" no bom sentido da palavra, que diz com toda a coragem coisas que muitos gostariam de dizer e não o fazem!!!
 
Verdade pura! 
Leiam a carta desta senhora engenheira. 
CARTA ABERTA A PRESIDENTE DILMA ROUSSEF 
Presidente Dilma, meu nome é Teresa Rosa Lurdes de Souza, tenho 93 anos, e lhe desprezo.
Com esforço, redijo esta carta com o verdadeiro desejo de cuspir em sua cara. Tenho nojo de você, sua pilantra, e de seus comparsas criminosos. 
Seu governo comunista destruiu o Brasil, que tinha um futuro brilhante, mas agora já era. 
Estamos afundados até o pescoço em um mar de lama. Meus bisnetos irão crescer em um país infestado por marginais,travestis, ladrões, comunistas, bandidos. Sorte deles se conseguirem ir embora desse inferno. 
Funk é patrimônio nacional?
 Que vergonha de morar num país desses, meu Deus. Vocês comunistas incentivam a imbecilização coletiva como forma de manipulação mental. Assim se perpetuam no poder, eleitos por um povo  que não gosta de trabalhar, mas que recebe o bolsa-esmola.
Dona Dilma, vivi o bastante para poder dizer que o seu governo é o mais corrupto da história do Brasil.
Nunca um governo roubou tanto do povo. Você não tem vergonha? Acredito que não, porque não acredita em Deus. Você não tem nenhum código moral a zelar. Por isso é comunista. E por isso foi terrorista. Quantos você matou? Nem deve lembrar, não é? Aquela metralhadora que você usava deve ter perfurado muita gente inocente. 
O seu chefe, Lula, é o maior ladrão da história desse país. Você sabia que ele é bilionário segundo a revista Forbes? Não se faça de tonta, eu sei que você sabe disso tudo. Se o Lula não for preso, que mensagem daremos a nossas crianças? Que roubar vale a pena?
O seu partido é formado por vagabundos que não tem a menor vergonha de meter a mão no dinheiro público. Deus está vendo tudo, e a mão pesada Dele vai esmagar vocês. Eu lamento profundamente que nossos militares tenham entregado o poder tão rapidamente. Concordo com O Millôr Fernandes , no tempo dos militares era muito melhor. Bom, posso ter 93 anos, mas a esperança é a última que morre. Quem sabe tenhamos uma nova Revolução como a de 64? É o que o povo clama nas ruas.
Despeço-me, dona Dilma, desejando que a senhora tenha um pouco de vergonha na cara e renuncie.
Teresa Rosa Lurdes de Souza  (Engenheira, CREA-RS n.32189)

Ainda voltado para os acontecimentos de 7 de setembro de 1963, quando me tornei ASPIRANTE A OFICIAL, vou ao Regimento de Polícia Montada "9 de Julho", convidado pelo TENENTE-CORONEL PM SARDILLI para a inauguração do busto do GENERAL JÚLIO MARCONDES SALGADO, tragicamente morto num incidente com a explosão de uma bombarda, no dia 23 de julho de 1932, em plena revolução constitucionalista, quando era Comandante Geral da FORÇA PÚBLICA.
Vamos encontrar as famílias do CORONEL PM ELYSEU GUILHERME SALGADO ROCHA e AMÉRICO VICTOR SALVATO, meus companheiros dos bancos da Escola de Oficiais. O ROCHA é neto do GENERAL JÚLIO MARCONDES SALGADO, que cuida da memória e do acervo de seu avô. Ele nos mostra a tetraneta do GENERAL.
O Presidente do Conselho Fiscal da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, FERNANDO MORENO, se faz presente. Ele me acompanhou na data em que fundamos o Núcleo "CORONEL ARLINDO DE OLIVEIRA" no Regimento e também, recentemente, quando estudamos com o MAJOR PM ÂMBAR, SubCmt, a criação das Condecorações do Núcleo criado. Uma dessas condecorações leva o nome do GENERAL JÚLIO MARCONDES SALGADO.
Vamos encontrar nessa cerimônia alguns oficiais reformados, ligados ao Regimento: CORONEL PM JAYR BENEDITO CONTE (84 anos), CORONEL PM SINÉSIO ALVES DE LIMA (82 anos), CORONEL PM FRANCISCO TEIXEIRA (81 anos) e outros antigos comandantes do Regimento, bem mais novos de idade.
O Comandante Geral, CORONEL PM RICARDO GAMBARONI, preside o ato de inauguração do busto do GENERAL JÚLIO MARCONDES SALGADO. Também comparece ao ato o Comandante da ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO, CORONEL PM CELSO LUIZ PINHEIRO e o Comandante do Policiamento de Choque, CORONEL PM  NIVALDO CÉSAR RESTIVO.
Um coquetel é servido após a cerimônia de inaguração do busto do GENERAL JÚLIO MARCONDES SALGADO. Permanecemos até mais de 15 horas, na confraternização dos convidados, num dos eventos mais significativos deste ano.    

PEDRO NICOLAU DE CARVALHO 



Boa noite, Coronel Ventura,
Recentemente fui promovido ao 32° BPM/I, sediado na cidade de Assis/SP e, inteirando-me com os Oficiais mais antigos verifiquei que ainda residem em nossa cidade veteranos de 32, assim como familiares de alguns dos falecidos. A alguns anos atrás, os mesmos eram convidados e participavam ativamente das solenidades de nosso Batalhão, mantendo acesa a chama e o espírito de 32, todavia esta nobre tradição acabou por ser deixada de lado.
Nossa intenção atual é reaver esta condição e manter a presença dos veteranos de 32 em nossas cerimônias e solenidades, dando o valor merecido aos nossos heróis. Todavia esbarramos no desconhecimento dos veteranos residentes em nossa região, bem como no contato com os mesmos. Desta maneira, gostaria de solicitar ao senhor informações e contato dos veteranos residentes nas cidades de Assis, Paraguaçu Paulista, Cândido Mota, Palmital, Tarumã, Maracaí, Cruzália, Lutécia, Pedrinhas Paulista, Florínea, Ibirarema, Platina e Campos Novas, todas estas cidades patrulhadas por Militares do 32° BPM/I.
Se possível também informações quanto a familiares de veteranos falecidos para que, em futuro próximo, possamos prestar os devidos respeitos e honrarias que tais veteranos, mesmo falecidos, merecem.
Antecipadamente agradeço
1° Ten PM Pedro Nicolau de Carvalho


Prezado CARVALHO
Na nossa lista de veteranos vivos constam apenas 23. O "caçula", que completou 101 anos no dia 30 de agosto, é o CAPITÃO PM BENEDITO MONTEIRO, residente em TREMEMBÉ, perto de TAUBATÉ. Recentemente, estive em MARÍLIA, onde criamos o Núcleo "ANTÔNIO ANDRADE GUIMARÃES", em homenagem ao veteraníssimo de 102 anos, ainda vivo, conhecido pelo carinhoso apelido de TOTÓ.
Fizemos já 121 eventos neste ano e viajaremos para CAMPO GRANDE no dia 10, para homenagear personalidades do MATO GROSSO DO SUL, que mantém ligações com o MMDC.
A Sociedade Veteranos de 32-MMDC está com 42 núcleos em todo o Estado de São Paulo e mudou sua sede para o Monumento Mausoléu ao Soldado Constitucionalista de 32 em 8 de dezembro de 2014.
Não temos veteranos vivos em ASSIS, que seja do nosso conhecimento.
Mas muitos veteranos partiram dessa região e acredito que a chama de 32 precisa vingar também no 32º BPMI.
Você diz que oficiais mais antigos contaram que existem veteranos vivos em ASSIS. Realmente desconheço essa situação, muito embora esteja no MMDC há 19 anos. Nem o NASSARO, que manteve um contato mais estreito com a Sociedade e que passou por ASSIS contou-nos isso.
Como os nossos arquivos se perderam com as águas pluviais na antiga sede da Rua Anilta Garibaldi, solicito a você, que demonstra interesse pela EPOPÉIA DE 32, a pesquisar junto às prefeituras, museus e jornais antigos das cidades citadas os familiares dos heróis e proporcionar uma solenidade em época apropriada segundo os nossos estatutos: 2 de outubro (Cessação das Hostilidades), 23 de maio (DIA DA JUVENTUDE) e 9 de Julho (data máxima do Movimento Constitucionalista.
Consulte os blogs dos nossos núcleos, ou da própria Sociedade, para se inteirar dessas solenidades.
Minhas memórias, no blog  http://ventura-memriasdoventura.blogspot.com/ também podem ser consultadas. 
Mantemos também páginas no facebook. Procure MARIO VENTURA que você achará as imagens dos eventos últimos. Mantenha contato conosco para outros esclarecimentos.

Por Olavo de Carvalho
"Em resumo podemos dizer que o Brasil é um país socialista desde que FHC assumiu o governo em 1995. Foi no governo FHC que as metas e os planos socialistas foram postos em prática. O PT apenas complementou o que foi previamente traçado, findando com o golpe de Estado através do decreto assinado por Dilma em 23 de Maio que implementa a ruptura do Estado democrático para um governo do proletariado. O processo está apenas se iniciando e vai de acordo com o que foi projetado, tramado e orientado pelo Diálogo Interamericano e o Foro de São Paulo. O Povo foi apenas uma massa de manobra facilmente doutrinada, controlada e dominada pelas doutrinas infiltradas por FHC e por Lula em seus governos, e aceitou passivamente como se era esperado, a destruição da democracia no Brasil. Os próximos passos serão a regulamentação das mídias, a censura e o controle total e irrestrito da internet e dos meios de comunicação, depois virá o baque econômico e um processo de confisco que irá dizimar todas as rendas do povo brasileiro, entre elas o salário que será congelado e as aplicações financeiras. O massacre será para igualar as rendas e trucidar com o consumo, bem como servirá para impedir as fugas de capitais, bens e de pessoas para o exterior. O dólar simplesmente desaparecerá do mercado e uma nova moeda poderá surgir para substituir o Real e o dólar. (vide o que diz os relatórios do Brics) assinados por Dilma Rousseff. Em 2015 haverá desapropriações e expropriações, muitas pessoas perderão tudo da noite para o dia e não haverá como derrubar o Estado, as Leis e a nova Constituição Socialista assinada em parceria por FHC e Lula." (Por Olavo de Carvalho).

Vamos encontrar no facebook a seguinte observação: O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, rechaçou qualquer possibilidade das Forças Armadas interferirem na situação política do país. Segundo o oficial, os manifestantes que reivindicam intervenção militar contra a presidente Dilma Rousseff (PT) nas ruas ou nas redes sociais estão completamente fora da realidade. “Não é papel das Forças Armadas fiscalizar o governo, derrubar o governo ou interferir na vida política do país", garante.
Agora o povo questiona general Eduardo Dias da Costa Villas Boas, é papel do governo interferir nas Forças Armadas? 
Nós sabemos que as Forças Armadas foram criadas para proteger o povo brasileiro, entretanto, estão querendo que as Forças Armadas proteja o bandido. Como vamos resolver esse impasse, General?


Cabul, 7 set (EFE).- Os colégios femininos da cidade de Herat, a terceira mais populosa do Afeganistão, estão em alerta após o envenenamento premeditado de 600 alunas em oito dias e depois que hoje outras 250 fossem intoxicadas, informaram fontes oficiais.
As 250 estudantes envenenadas hoje, com idades entre 8 e 17 anos, foram hospitalizadas depois que apresentaram quadro de enjoo, vômito e dor de cabeça após possivelmente inalar um tipo de gás quando entraram nas salas de aula, disse à Agência Efe o porta-voz do Hospital Regional de Herat (HRH), Rafik Shirzai.
"Agora, a situação está controlada. As meninas estão melhor após receber tratamento", explicou Shirzai.
Já o porta-voz do governado de Herat, Ehsanullah Hayat, afirmou à Efe que as autoridades já estão trabalhando em um novo plano de segurança para as escolas.
"Durante os últimos dias, enviamos forças de segurança aos colégios, principalmente os femininos", ressaltou ele, ao reconhecer que há falta de efetivo para proteger todos os centros educacionais.
O governo local está realizando várias reuniões de emergência, embora ainda não tenha esclarecido as causas das intoxicações e quem está por trás delas.
Estamos investigando seriamente o caso e continuamos em busca dos culpados", garantiu o porta-voz da Polícia de Herat, Abdul Rauf Ahmadi.
A educação feminina tem aumentado consideravelmente em Herat. Somente no ano passado, do total de candidatos a uma vaga na universidade, 55% era do sexo feminino.
Os casos de intoxicações em escolas para meninas são bastante frequentes no Afeganistão e costumam estar rodeados de mistério. Os talibãs, tradicionalmente opostos à educação feminina, foram apontados por estas intoxicações no passado, mas porta-vozes dos insurgentes negaram envolvimento nestes fatos e recentemente asseguraram que se governassem permitiriam que as mulheres estudassem. 

A chuva que caiu em SÃO PAULO nesta manhã não impediu a diversão e o civismo dos cerca de 30 mil paulistanos que lotaram o sambódromo do ANHEMBI para assistir ao desfile do DIA DA INDEPENDÊNCIA. Porém, alguns extremistas aproveitaram a deixa para cobrar a volta dos militares ao poder.
Entre escolas, parentes de ex-combatentes, integrantes de associações e oficiais das polícias e do Exército, foram oito mil pessoas exaltando a pátria na passarela do samba.
SERGIO MELANCANI, de 56 anos, foi para a festa com a mulher e os dois filhos representando os escoteiros. "E a terceira vez que a gente vem desfilar. Um evento desses mostra que temos de curtir o nosso país, de gostar dele. As pessoas estão deixando isso de lado", afirmou.
Ironicamente, foi o seu filho mais velho, o estudante VINÍCIUS ARAÚJO AMARAL SANTOS, de 14 anos, o responsável por colocar a família no meio do sambódromo. "Em 2007, meu filho entrou para os escoteiros e eu sempre ia buscá-lo. Passei a olhar as atividades e me encantei. Por isso, o VINÍCIUS perguntou por que eu não entrava também e aderimos ao escotismo".
Se para alguns o desfile representa o orgulho pelo país, para outros é uma questão de respeito à própria história. É o caso de WILLIAM MASCARENHAS, 66 anos, integrante de uma família repleta de representantes militares. "Cada ano é uma história diferente. Esses eventos já estão na minha alma. Às vezes dá vontade de chorar (quando entra no sambódromo), mas a gente se segura", brincou ele, que desfilou em um jipe militar e trouxe o neto JOÃO GUILHERME no carro para ver a parada pela primeira vez.
Mesmo com o público conservador em minoria no sambódromo, não foi difícil encontrar manifestações entre as cerca de 30 mil pessoas que assistiram ao desfile cívico. No meio da arquibancada, por exemplo, 14 pessoas vestiram camisetas, cada uma com uma letra, que formavam a frase "intervenção já". Durante os desfiles, era possível ouvir gritos vindo do público a favor de militares. Sobrou até para o governador GERALDO ALCKMIN. Quando ele deixava o ANHEMBI, um casal portando um cartaz pedindo a volta da ditadura ficou em frente ao carro do tucano, atrapalhando a sua passagem e gritando que "na ditadura o país prosperou". ALCKMIN apenas acenou para uma mulher ao lado que estava com a bandeira do BRASIL e ignorou os protestantes, retirados pelos seguranças.

O Palácio do Planalto até que tentou esconder os protestos na Esplanada dos Ministérios, mas a presidente DILMA foi surpreendida com um boneco gigante em sua "homenagem". O esquema para blindar a petista dos manifestantes teve até um muro metálico, que impedia a chegada da população à área do desfile.
Do "lado de dentro", no espaço reservado para os convidados ilustres do governo, DILMA recebeu aplausos e ouviu um tímido grito de guerra ecoado da arquibancada: "No meu país boto fé porque é governador por mulher".
Ao declarar aberto o desfile, algumas vaias também puderam ser ouvidas, mas logo a claque tratou de abafar os gritos com palmas. Do outro lado da Esplanada, próximo ao Museu da República, organizadores do movimento pró-impeachment da presidente encheram o boneco conhecido como PIXULECO, que reproduz a imagem do ex-presidente LULA com roupa de presidiário, e outro de uma caricatura de DILMA com um grande nariz, em referência ao boneco pinóquio, dentes preominentes e roupa vermelha manchada de preto.
A "PINÓQUIA", como alguns manifestantes apelidaram o boneco de ar, que também foi chamado de PIXULECA, tem 13 metros de altura e pesa 300 quilos - o PIXULECO "original" tem 15 metros. A boneca custou 12 mil reais, valor obtido, segundo o Movimento BRASIL, com a ajuda de integrantes do grupo.
Um outro grupo de manifestantes chegou a derrubar boa parte do muro metálico de proteção que foi instalado para impedir o acesso de todos ao desfile militar em BRASÍLIA. A estrutura já estava pichada antes de ser derrubada, com inscrições de "Fora PT" e "Muro da Vergonha".  

Uma briga entre dois grupos de jovens deixou um saldo de cinco feridos no PARQUE DO IBIRAPUERA, no domingo. Uma das vítimas, uma adolescente de 16 anos, foi esfaqueada no peito e teve o pulmão perfurado.
Segundo a Polícia Civil, a garota estava com amigos na marquise do parque, próximo ao Museu de Arte Moderna, quando o ajudante-geral VINÍCIUS EDUARDO PINTO, 22, se aproximou e pediu bebida. Eles disseram não ao rapaz.
Na sequência, VINÍCIUS quis beijar a menina, que se esquivou. Um dos amigos da garota disse ao ajudante que ela tinha namorado e, neste momento, a discussão começou. O ajudante-geral deu um soco no rosto do colega da estudante.
Desesperada, a menina tentou separar a briga, quando VINÍCIUS pegou um canivete e a esfaqueou. Conforme informações da polícia, uma confusão generalizada envolvendo os amigos de ambos começou. Os jovens se armaram de pedaços de madeira e garrafas de vidro e só pararam a briga com a chegada dos guardas-civis municipais. Quatro jovens e a adolescente foram parar no Hospital SÃO PAULO, mas apenas ela ficou internada. Segundo a unidade, o estado de saúde da garota é estável, mas não há previsão de alta.
Ao menos vinte jovens foram levados à delegacia para prestar depoimento e, na sequência, liberados. Já VINÍCIUS foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e tumulto. A menor o reconheceu por meio de fatos, segundo a polícia.

O ministro da Defesa da HUNGRIA, CSABA HENDE, renunciou hoje depois de uma reunião do conselho nacional de segurança, realizada para discutir o fluxo de refugiados que chegam ao país. A HUNGRIA, que recebeu mais de 100 mil imigrantes, propôs na semana passada medidas que lhe pe7rmitiriam deslocar o Exército para as fronteiras, em uma tentativa de conter a entrada dos estrangeiros. O primeiro-ministro VIKTOR ORBAN, um direitista que tem pressionado por uma linha dura em relação à crise de imigração na EUROPA, aceitou a renúncia de HENDE e ofereceu o cargo a ISTVAN SIMICSKO, do seu partido.

Pela primeira vez na história, a ARGENTINA pode ter segundo turno na eleição presidencial. O candidato do kirchnerismo, DANIEL SCIOLI, não decolou como esperava à CASA ROSADA e a possibilidade de eleger-se presidente no primeiro turno, no dia 25 de outubro, está cada vez mais distante, o que tem incomodado a presidente CRISTINA KIRCHNER. Para vencer no primeiro turno, SCIOLI precisa alcançar mais de 45% dos votos ou uma vantagem de pelo menos dez pontos percentuais sobre o segundo colocado. Atualmente, o prefeito de BUENOS AIRES, MAURÍCIO MACRI, tem 32% das intenções de votos contra 40% de SCIOLI.  

2 016    :     -     QUARTA-FEIRA
07/09/2016 09h10 - Atualizado em 07/09/2016 14h57
Presidente ouve aplausos e gritos de 'Fora, Temer' no desfile de Brasília
Parte do público do gritou para presidente: 'Fora, Temer'. 7 de Setembro
Outra parte reagiu, aplaudindo Michel Temer e gritando 'Fora, comunistas'.
Renan Ramalho e Alexandro MartelloDo G1, em Brasília                             
O presidente da República, Michel Temer, foi recebido nesta quarta-feira (7) no palanque oficial do desfile militar de 7 de Setembro, em Brasília, com gritos de "Fora, Temer" por uma parte do público e com aplausos por outra parte.
Temer chegou ao palanque às 9h para dar início ao desfile, em comemoração aos 194 anos da independência do Brasil. O evento durou duas horas.
Assim que o presidente chegou, parte do público de uma das arquibancadas gritou "Fora Temer" e "golpista". Outra parte reagiu, aplaudindo e gritando "Fora, comunistas" e "Nossa bandeira jamais será vermelha".
Ao final do desfile, quando Temer desceu do palanque para se dirigir ao carro oficial, um grupo entoou o coro "Golpistas, fascistas, não passarão" (veja vídeos abaixo).
De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência, o público das arquibancadas situadas em frente ao palanque oficial era formado por convidados do Palácio do Planalto. Todos os servidores do palácio têm direito a convites, sem triagem prévia, somente com o fornecimento de nome e foto do convidado por razões de segurança, informou a assessoria.
O evento do 7 de Setembro foi a primeira aparição pública de Temer depois de ter sido empossado presidente após o impeachment de Dilma Rousseff. Logo depois da posse, no último dia 31, ele viajou para a China, onde participou do encontro de cúpula do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) e chegou de volta ao Brasil nesta terça-feira (6).
Segundo avaliação da Polícia Militar do Distrito Federal, às 11h, quando terminou, o desfile reunia 25 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios, além de cerca de 800 manifestantes.
Um dos que se manifestaram contra Temer na arquibancada do desfile em Brasília, Lucas Bertho, 20 anos, aluno de Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo (USP), disse que compareceu ao evento com um grupo de cerca de 80 colegas.
"Não sou petista, não estou defendendo a Dilma (...). Mas quando uma pessoa vota na Dilma, vota em um projeto de poder. Agora, muda a direção. A gestão do PT foi ineficiente. Defendo eleições gerais o mais rápido possível", declarou (veja no vídeo acima).
Sem usar a faixa presidencial, Temer se postou no palanque ao lado da mulher Marcela – o casal não levou o filho Michelzinho – e do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), para ouvir o Hino Nacional. Também estavam no palanque o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e ministros do governo.
O presidente abriu mão da tradição de usar o Rolls Royce da Presidência da República. Com uma capota conversível, o automóvel geralmente é utilizado nas posses presidenciais e também em datas comemorativas. Ele se deslocou até o palanque em um carro fechado. O Palácio do Planalto não explicou o que motivou a decisão de Temer.
Às 9h15, o comandante militar do Planalto, a bordo de um veículo blindado voltado para a tenda de autoridades, pediu ao presidente autorização para iniciar o desfile
O evento aconteceu exatamente uma semana após Michel Temer ter tomado posse como presidente depois de o Senado aprovar o impeachment de Dilma Rousseff.
A um custo de R$ 1,1 milhão, o desfile reúne 1,2 mil civis, incluindo estudantes da rede pública, e 3,3 mil militares. No total, serão mais de 20 entidades e órgãos envolvidos.
O evento foi oficialmente encerrado às 11h01, depois de iniciada a exibição da Esquadrilha da Fumaça, cujos aviões escreveram no ar a frase "Orgulho de ser brasileiro". Durante o desfile, um dos grupos mais aplaudidos foi o da Polícia Federal.
O acesso às arquibancadas foi controlado, sem permissão para que os participantes levassem objetos de vidro ou cortantes. Fogos de artifício, hastes para bandeiras e máscaras também foram vetados. Uma barreira foi instalada no meio do gramado da Esplanada dos Ministérios, dividindo o espaço em dois.

Imagens do 7 de setembro no sambódromo são mandadas por ROSÂNGELA HENRIQUES GONÇALVES. Assisto o 7 de setembro em BRASÍLIA, através de um vídeo postado pelo TENENTE PM ANTÔNIO LUIZ BAZELA.
O Comandante da Escola de Formação de Oficiais, MAJOR PM VASCONCELLOS, comanda 192 cadetes no Desfile da Pátria. O 1º TENENTE PM AURÉLIO conduz a Bandeira Nacional; o 1º TENENTE PM FURUTANI é o porta-bandeira da Paulista, enquanto o estandarte da APMBB é conduzido pelo Cadete SPACASSASSI. Os grupamentos são comandados pelos CAPITÃES PM COLTRE e GODOY.  
Outros filmetes são enviados pelo WILLIAM MASCARENHAS e pelo THALES SANCHES. Ambos representaram muito bem a Sociedade Veteranos de 32-MMDC, como também o TIAGO PEGGAU.

 Ex-presidente acha que pode surgir um Trump à brasileira em 2018
Não tenho dúvida de que há risco’ de Lula ser preso, declara FHC
Tucano descrê da versão de Lula sobre sítio e tríplex: ‘Difícil colar!’
FHC diz que ‘teria dificuldade’ de comprar um carro usado de Lula
Manter os direitos políticos de Dilma foi ‘um absurdo’, afirma FHC
FHC compara gestão Temer a uma pinguela: ‘se quebrar, cai no rio’

Fernando Henrique Cardoso recebeu o UOL no final da tarde da última segunda-feira (5). Concedeu a sua primeira entrevista a um veículo de comunicação brasileiro desde a deposição de Dilma Rousseff. O ex-presidente tucano fez uma avaliação corrosiva da conjuntura do país. A íntegra da conversa está disponível no rodapé do post. Ao longo do texto, você assiste a alguns dos principais trechos. No vídeo abaixo, FHC diz que o PT e até o seu PSDB perderam o “frescor” que tinham na década de 1990. Reconhece que as duas legendas tornaram-se parte da “velharia” política que dificulta a modernização do país.
O repórter leu para FHC um comentário que ele gravou em março de 1996. Nessa época, exercia seu primeiro mandato presidencial. Estava às voltas com um paradoxo: prometia o novo de mãos dadas com o arcaico. Incomodado com a dificuldade para aprovar reformas no Congresso, disse a frase que reproduziria no seu livro Diários da Presidência: “Este é o Brasil de hoje, onde a modernização se faz com a podridão, com a velharia, com o tradicionalismo, o qual na verdade ainda pesa muitíssimo.”
Decorridos 20 anos, não lhe parece que PSDB e PT integram a velharia?, quis saber o repórter. E FHC, sem titubeios: “Parece, infelizmente me parece. Curioso que você leu essa frase. Como eu estou relendo o terceiro volume [de Diários da Presidência, ainda por ser lançado], eu repito isso mais adiante, porque era sensível. Você quer melhorar, modernizar, avançar, ser progressista. Mas você precisa dos partidos que existem. E o que existe, a maior parte, é isso. Infelizmente, nós não fomos capazes de superar esses entraves enormes, que eu chamo de atraso. Não é direita e esquerda. É outra coisa, é cultural. São pessoas que querem tirar proveito do Estado.”
Tomado pelas palavras, FHC parece incluir Lula entre os políticos que se aproveitam do Estado. Em tempos remotos, os dois personagens pareciam condenados a percorrer a vida pública juntos. O operário chegou a pedir votos para o sociólogo, então candidato ao Senado, nas portas das fábricas do ABC. No Planalto, cada um ao seu tempo, governaram o país de costas um para o outro, distanciando-se. Hoje, FHC diz que “teria dificuldades” para comprar um carro usado das mãos de Lula. “Eu sempre comprei carro usado. Agora, não mais. Em geral comprava de um mesmo amigo meu, porque eu tinha confiança. Confiança é fundamental para tudo. E hoje a confiança no presidente Lula é relativa.”
FHC trata com ceticismo as explicações de Lula sobre as evidências que levaram a força-tarefa da Lava Jato a indiciá-lo por suspeita de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O ex-presidente tucano descrê, por exemplo, das alegações feitas pela defesa de Lula nos já célebres casos do sítio de Atibaia e do tríplex do Guarujá. Lula sustenta que os imóveis, ornados com equipamentos e benfeitorias providos por empreiteiras encrencadas na Lava Jato, não são de sua propriedade. “É difícil colar”, diz FHC. “É difícil porque houve uso reiterado dos bens. É claro que a Justiça vai ter que provar. Às vezes não é fácil provar.”
Para FHC, não se pode descartar a hipótese de Lula ser preso, como qualquer outro cidadão: “Se for verdadeiro o que está dito aí, se for condenado, qualquer um de nós pode. Não é ele, qualquer um de nós. Você, eu podemos ser presos.” O que ocorreria se Lula fosse parar atrás das grades? “Se não houver um esclarecimento muito grande das razões pelas quais vai preso, haverá uma reação dos seus partidários e, provavelmente, de uma parte da opinião pública”, disse.
A eventual prisão de Lula será “uma questão delicada do ponto de vista político”, avalia FHC. “Imagino que os procuradores e os juízes estão numa situação complicada, porque eles têm a lei. Se houver fatos, o que o juiz vai fazer?” Não há senão a hipótese de cumprir a lei. Daí, na opinião de FHC, não haver dúvida de que “há o risco” de Lula ser remetido à cadeia. “Risco não só para ele, para todos nós, pelas consequências disso”, acrescentou o entrevistado.
Se fosse senador, teria sido misericordioso com Dilma Rousseff, preservando-lhe o direito de ocupar funções públicas mesmo depois de seu mandato de presidente ter sido guilhotinado? FHC respondeu com um sonoro “não”. Considerou inconstitucional o impeachment meia-sola. “Acho que a obrigação número um do senador é ser a favor da Constituição. Você pode até, na alma, dizer: ‘Ah, meu Deus, que pena!’ Eu, por exemplo, tenho muita dificuldade, mesmo quando escrevo, quando critico, com relação à presidente Dilma. Eu procuro ser uma pessoa que a considera. Mas isso é uma coisa no plano pessoal. Outra coisa é você como senador.”
“Aquilo foi um absurdo, a Constituição é clara”, declarou FHC sobre o veredicto híbrido do Senado. Ele enxerga no ''absurdo'' as digitais do ministro Ricardo Lewandowski, que comandou o julgamento no Senado. “Vamos falar português claro: o presidente do Supremo Tribunal Federal tomou a decisão e não podia ter tomado essa decisão.” FHC se refere ao fato de Lewandowski ter deferido o requerimento que dividiu o julgamento do impeachment em duas votações —uma na qual os senadores decretaram o impedimento de Dilma e outra que serviu para livrá-la da proibição de exercer funções públicas pelo prazo de oito anos.
Na opinião de FHC, Lewandowski “tinha que, pelo menos, submeter o requerimento ao Congresso. Ele pegou o regimento do Senado. Ora, o regimento do Senado não se sobrepõe à Constituição. A Contituição não diz ‘e’. É ‘com’. Impeachment com inelegibilidade.”
FHC desaprovou também a justificativa de Renan Calheiros para podar o mandato de Dilma e depois passar pomada na própria consciência livrando-a do banimento da vida pública por oito anos. “E ainda [houve] a expressão do presidente Senado, Renan: ‘Ah, além da queda quer que o cavalo dê um coice?’ Não é isso. Não estamos tratando de questão de benevolência. Estamos tratando de questão legal. O Senado tinha que responder apenas o seguinte: houve crime de responsabilidade ou não? Se houve, está capitulado na Constituição o que acontece”, lecionou FHC. “Acho que é tão claro isso.” A despeito da clareza, FHC duvida que o STF vá reformular a decisão do Senado.”
Embora deixe claro que não serviria refresco para Dilma no Senado, FHC é mais generoso com ela do que com Lula. João Santana, o marqueteiro das campanhas petistas, já admitiu perante o juiz Sérgio Moro que parte da dinheirama surrupiada da Petrobras foi parar na caixa de campanha de Dilma. Perguntou-se ao entrevistado se acredita que o anteparo do comitê eleitoral torna a responsabilidade de Dilma menor do que a de Lula, que é acusado até de corrupção passiva? E ele: “Não diminui, acho que é de outra natureza.”
FHC recorda que Dilma foi presidente do Conselho de Administração da Petrobrás. “Então, tem parte da responsabilidade”, ele acredita. Ainda assim, é mais duro com Lula. “O que dizem sobre o presidente Lula é diferente. É uma questão de abuso, para benefícios familiares e pessoais. É mais grave do ponto de vista de conduta pessoal. É preciso esperar com calma e ver o que vai acontecer mesmo. Se realmente for condenado, é gravíssimo. Você não pode dizer: 'Ah, eu não vi, eu não soube.' O que é isso? Tem limite para não ver e não saber.”
A queda de Dilma teve motivações que vão além das pedaladas fiscais e dos gastos sem amparo legislativo, acredita FHC: “A Dilma é uma pessoa que não tem o treino para falar ao país, ela não tem essa vocação. E muito menos para ouvir o Congresso. Não é só falar. O Congresso você tem que ouvir. E muito. Talvez esse seja o erro maior do nosso sistema presidencialista, que dá a ilusão de que o presidente é um monarca, tem um poder enorme, comparativamente maior que o dos Estados Unidos. Na prática não é assim.”
FHC prosseguiu: “Na prática, os presidentes que têm descaso para com o Congresso têm dificuldades. Veja o presidente Collor. Foi membro do Congresso. Mas ele tinha uma atitude um pouco alheia, um pouco ausente. Ele deixou correr solto. Foi derrubado. Já o presidente Lula, que foi congressista, mas não por isso, por causa do treino como líder sindical, tinha capacidade de negociar, de conversar, de discutir. Eu próprio fui senador muitos anos. Tinha uma certa experiência no Congresso. A presidente Dilma não tinha nenhuma.”
Na visão de FHC, Dilma ostentava em Brasília o pior tipo de ilusão: a ilusão de que preside. “Chega lá, pensa que o presidente tem o poder. Negativo! O poder do presidente depende do apoio. O apoio do Congresso e da sociedade.” De resto, o ex-presidente foi buscar em sua árvore genealógica verde-oliva uma analogia para explicar o que sucede com presidentes que menosprezam o Congresso.
“Eu tenho um complexo. Meu pai foi oficial de cavalaria, foi general. Meu avô foi marechal. Eu, quando monto no cavalo, o cavalo percebe logo que eu sou um mau cavaleiro. E tenta me derrubar. O Congresso faz isso com os presidentes. Ele vê como está o presidente. Ele consegue ou não consegue levar o Congresso para um certo caminho? Quando não consegue, o Congresso ocupa o espaço. E pode paralisar o governo.”
FHC concordou com a tese segundo a qual a Lava Jato expôs as mazelas da elite política e empresarial de uma forma jamais vista no país. Recordou-se na conversa que a operação varejou partidões como PT e PMDB, mas também chegou aos salões do PSDB, transformando Aécio Neves em personagem de inquéritos e José Serra em alvo da delação da Odebrecht. FHC se absteve de contrapor uma peneira à luminosidade solar dos fatos. “É inegável que tem alguns problemas”, disse ele, referindo-se aos companheiros de ninho. “Precisa ver o que vai acontecer.”
Acha que o cenário de terra arrassada pode fazer surgir na sucessão de 2018 uma versão nacional de Donald Trump? “Pode, porque a descrença nos partidos é muito ampla, sobretudo nos mais jovens”, respondeu FHC. “Há uma desconexão. É mundial. Para dizer de uma maneira mais genérica: a democracia representativa liberal está em crise porque não há mais essa conexão entre classe, partido e poder.” Afora a dificuldade das legendas de lidar com questões como “raça, gênero, orientação sexual e religião”, há “a crise moral , que também minou os partidos”, disse FHC. “Eventualmente, pode um demagogo aparecer aí e levar a melhor. Eu espero que não. Mas pode. Nós vivemos um momento de interrogação.”
Acredita, então, que 2018 virou uma janela para o imponderável? “Eu acho que sim”, declarou FHC. “E digo isso com pesar, porque está se vendo um fato que é geral, estrutural, dos partidos. E outro fato, que é a ausência de lideranças capazes de chamar a atenção. Veja que, não por acaso, quando você faz uma pesquisa, sobra o nome da Marina [Silva]. Por que a Marina? Porque a Marina tem uma marca e um estilo. Não sei se a Marina vai ter a capacidade de manter tudo isso e, sobretudo, depois, de dirigir. Tudo bem. Mas tem a marca da Marina. Quem mais tem marca? O Lula tinha a marca, gastou a marca. A Dilma não chegou a ter marca. O PSDB tem uma situação curiosa. Ah, está muito dividido. Não é. É que tem muita gente. Três, quatro que têm nomes nacionais…”
Antes de 2018, há a travessia do governo-tampão de Michel Temer. A certa altura, FHC comparou a gestão provisória de Temer a uma “pinguela”, denominação dada a pontes toscas, que são feitas de pedaços de pau ou de um tronco único. “A situação atual é como se fosse uma pinguela. Não é uma ponte, é uma pinguela. Mas, se quebrar a pinguela, cai no rio. É pior. Então, nós temos que apostar que vamos atravessar essa pinguela e vamos chegar do outro lado do rio.”
Ironicamente, o mesmo FHC que pegou em lanças pela aprovação da emenda constitucional que autorizou a reeleição agora aconselha Temer a fugir da tentação do segundo mandato. “Eu acho que o Michel Temer tem noção de que foi-lhe dada uma chance histórica. Não creio que ele vá ser mordido pela mosca azul. Vão tentar mordê-lo. A entourage sempre quer que o presidente se reeleja e, se possível, permaneça. Acho que o Michel tem maturidade suficiente para escapar dessa armadilha.”
FHC fala abertamente de suas dúvidas sobre a capacidade de Temer de liderar a aprovação das reformas duras de roer que remeterá ao Congresso. “O que nós temos que ver é se ele tem capacidade de, tendo as carcterísticas que tem, de se transformar em alguém que, mais do que tudo isso, é líder, fala ao povo, diz as coisas como são. E força o avanço.”
Nas palavra de FHC, Temer “nunca foi um líder popular. Não se pode pedir dele o que ele não é. Mas ele pode ser capaz de mover a máquina do Estado, que é do que nós precisamos agora.
Escorando-se na impopularidade de Temer, tão alta quanto a de Dilma, o PT e entidades companheiras foram às ruas enrolados na bandeira das eleições diretas. FHC afirma que convém entender as manifestações, não minimizá-las, como fizeram Temer e o ministro José Serra (Relações Exteriores). Para o ex-presidente, o mote do petismo esbarra na Constituição.
“Você não tem como fazer eleição agora”, diz FHC. “Tem, se a chapa, em conjunto, for negada pelo TSE. Até fim do ano, porque senão é eleição indireta. O Congresso é que vai decidir. Pior a emenda do que o soneto. Então a possibilidade constitucional é muito pequena. Só tem uma, fora essa: a renúncia. Não tem outra. Não vejo que tenha viabilidade, embora as pessoas estejam dizendo o seguinte: ‘Olha, eu errei, quero votar de novo.”
FHC ironiza: “Quem votou no Michel Temer? Eu não votei, porque eu votei no outro lado. Foram os petistas, que votaram na Dilma. Então, é difícil você imaginar que ele tenha um apoio popular. Isso não quer dizer que ele não deva ter apoio institucional. Vejo o Michel Temer como uma figura institucional, num momento delicado do Brasil, que tem uma tarefa a cumprir. Entendo que o povo não tenha afeição pela situação atual. Ela é consequência da Constituição, não da escolha de cada um de nós, é do impeachment. É consequência dos malfeitos havidos e acumulados e da incapacidade da presidente Dilma de governar o Congresso e o país.” (Assista a mais esse trecho abaixo).
FHC considerou “um erro” o apoio do Planalto à aprovação do pacote de reajustes salariais para 14 corporações de servidores públicos. “O compromisso do PSDB não é com a pessoa do Michel Temer, é com a situação do Brasil”, afirma o presidente de honra do ninho. “É preciso tomar certas medidas. São duras, são inconvenientes do ponto de vista de popularidade. Acho que aumentar salário nesse momento… E é de categorias que não são as que mais sofrem no Brasil.”
“O salário no Brasil, para a imensa maioria, é muito baixo ainda. Então, você tem que ter sempre isso em mente”, disse FHC. Para ele, Temer deveria ter enfrentado os servidores. “É impopular. Mas a grandeza no momento atual não vai derivar de ser popular. Vai derivar de ser firme.”
O que fazer? “Explicar, dizer: ‘Olha, eu estou fazendo isso não é porque eu queira machucar você. Não é porque eu gosto, é porque ou eu faço isso ou você morre. Precisa ter a capacidade. Isso é ter capacidade de expor ao Brasil. Acho que o presidente Temer agora, tem uma chance, de novo, porque ele agora que tomou posse.”
Acusado pelo PT de deixar uma herança maldita para seus sucessores, FHC dá um conselho para Temer: “Tem que dizer ao país em que estado real estavam as contas públicas. Senão, daqui a pouco, cai tudo na cabeça dele. O PT vira oposição e tudo o que o PT fez vai dizer que foi o outro que fez. Tem um momento político delicado.”

Definitivamente, CHOQUE-REI para o SÃO PAULO no ALLIANZ PARQUE virou sinônimo de derrota. O terceiro duelo dos times desde a inauguração d arena terminou como os outros dois: vitória do PALMEIRAS, desta vez por 2 a 1, com gols de MINA e VITOR HUGO.
A dupla de zagueiros usou a cabeça pra dar mais três pontos ao líder do BRASILEIRÃO, agora com 46 – três à frente do FLAMENGO, o segundo na tabela. Ambos venceram LYANCO na bola parada para marcar.
Em uma das partidas que iniciaram a 23ª rodada do CAMPEONATO BRASILEIRO, o BOTAFOGO venceu o FLUMINENSE por 1 a 0 e embalou o segundo triunfo consecutivo. Com um gol marcado por NEILTON, o GLORIOSO fez valer o mando de campo e superou o rival nesta tarde, no LUSO-BRASILEIRO.
Com o resultado, o BOTAFOGO chegou a 32 pontos e subiu para a décima posição na tabela. Em oitavo e com dois pontos de vantagem, o FLUMINENSE perdeu a oportunidade de encostar no grupo dos líderes do campeonato.
Nas outras partidas, o FIGUEIRENSE bateu o ATLÉTICO-PR por 1 a 0 no ORLANDO SCARPELLI, enquanto o SANTA CRUZ, que não vence há oito duelos, sofreu um gol no fim do jogo e ficou no 2 a 2 com a CHAPECOENSE. O GALO superou o VITÓRIA pelo placar de 2 a 1 e, com esse resultado, o time mineiro chegou a marca de 42 pontos e não descolou do líder PALMEIRAS. Está em terceiro.
O FLAMENGO derrotou a PONTE PRETA, por 2 a 1, em CARIACICA, e o CORITIBA goleou o GRÊMIO, por 4 a 0, no COUTO PEREIRA.

Com o Estádio do MARACANÃ praticamente lotado, a cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos do RIO levou a mensagem de integração.
No início da celebração, um problema no sistema de contagem regressiva não tirou o brilho do salto do cadeirante AARON WHEELZ em uma rampa.
Uma roda de samba com nomes como DIOGO NOGUEIRA, MONARCO e MARIA RITA ditou o ritmo da empolgação do público, que foi surpreendido pela projeção de uma imensa piscina em toda extensão do gramado, atravessada pelo nadador DANIEL DIAS. Filha de ALDO MICCOLIS, pioneiro do esporte paraolímpico do país, ROSEANE levou a bandeira do BRASIL, que foi hasteada ao som do HINO NACIONAL, executado pelo maestro JOÃO CARLOS MARTINS.
Sob muitos aplausos, os atletas paraolímpicos entraram em campo, distribuindo sorrisos e muita empolgação. O presidente do Comitê RIO-2016, CARLOS ARTHUR NUZMAN, e do Comitê Paralímpico Internacional, SIR PHILIP CRAVEN, discursaram. O clima de integração e boa vontade só não foi capaz de impedir as vaias ao presidente MICHEL TEMER, que falou logo em seguida.
Os fogos de artifício desviaram o foco do protesto, abrindo espaço para a parte final da celebração. Com o MARACANÃ no escuro, bailarinos circularam pelo gramado com bengalas iluminadas. Na chegada da bandeira paraolímpica, pais usaram roupas especiais para caminhar com seus filhos portadores de deficiência sobre os pés. A dança da atleta biamputada AMY PURDY com um robô misturou música clássica e samba e emocionou.
Na chegada da chama olímpica, a tocha passou das mãos de ANTÔNIO DELFINO para as de MÁRCIA MALSAR. Primeira campeã paraolímpica do país, ela caiu no gramado, levantando sob aplausos. Sob chuva forte, a pira foi acesa pelo nadador CLODOALDO SILVA. Nos últimos metros do trajeto, a escadaria que levava à pira se transformou em uma rampa, destacando a importância da acessibilidade.    

O Ministério Público Federal quer saber se presentes a LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA quando era presidente pertencem a ele ou à UNIÃO. O petista levou os objetos ao deixar o PLANALTO e foram apreendidos em operação da Procuradoria. Os procuradores pediram que o juiz SÉRGIO MORO intime a Secretaria de Administração da Presidência a avaliar esses itens. MORO ainda não decidiu se vai aceitar o pedido. Entre os bens, há peças de jóias e obras de arte, que foram dadas a LULA por Chefes de Estado que se reuniram com ele.  
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,pm-quer-reabrir-o-obelisco-no-dia-2-imp-,1556097