terça-feira, 20 de junho de 2017

CAMPANHA "O GRITO DO IPIRANGA"

CAMPANHA "O GRITO DO IPIRANGA"

Para: Ao Governador GERALDO ALCKMIN e ao Comando Militar do Sudeste, General de Exército JOÃO CAMILO PIRES DE CAMPOS

O Coronel PM (Reformado) Mario Fonseca Ventura, Presidente da Sociedade Veteranos de 32- MMDC, e idealizador desta campanha cívica, relata: “O grito de INDEPENDÊNCIA DO BRASIL foi às margens do IPIRANGA e não às margens do RIO TIETÊ. É um desrespeito a PARADA CÍVICO-MILITAR ser realizada no sambódromo. A Prefeitura nega-se a fazer a PARADA CIVICO-MILITAR no IPIRANGA alegando que ali vai ficar caro. Nós, todo ano, através do Conselho Cívico e Cultural da Associação Comercial batalhamos para essa mudança e, simplesmente alegam que não há condições de realizar o 7 de Setembro no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA. Precisamos deixar para os pósteros algo que dignifique a nossa existência.”

O GRITO DO IPIRANGA é um desfile Cívico Militar de Sete de Setembro chamado o Dia da Pátria ou Dia da Independência do Brasil, resgata a nossa história e ressalta o quanto foi e continua sendo importante para o Brasil a sua independência, simbolizando a autonomia e a determinação do povo brasileiro. O GRITO, NÃO pode virar sussurro, perante os Jovens de hoje em dia. A Pátria merece manter sua Flâmula no mais alto Santuário da República dos Andradas, o ato mais importante da Coroa Portuguesa no Brasil depois de sua descoberta. Duque de Caxias, Princesa Isabel, Quintino Bocaiúva, Castro Alves, Zacarias de Goes e Vasconcelos, José Bonifácio e todos que lutaram pela República estarão em suas eternidades, agradecidos pela manutenção do GRITO DO IPIRANGA.
Temos que dar um brado alto, forte e retumbante,
como diz estrofe do Hino Nacional.

Em 7 de setembro, ao voltar de Santos, parado às margens do riacho Ipiranga, Impelido pelas circunstâncias, D. Pedro,Príncipe Regente do Brasil pronunciou a famosa frase "Independência ou Morte!", rompendo os laços de união política com Portugal e aos 12 de outubro de 1822 foi aclamado D. Pedro I. O Monumento à Independência fica no Parque da Independência, em São Paulo; o local onde foi proclamada a independência do Brasil e é o local apropriado para se prestar, condignamente o Desfile em Homenagem aos Brasileiros que lutaram e que lutam pela continuidade da liberdade no Brasil. São Paulo representa os 200 milhões de Brasileiros em todos os 7 de Setembro, demonstrando aos povos do Mundo inteiro seu destemor pela igualdade social de todas as classes e união de todos pela Paz Mundial.

Solicitamos ao Governador de São Paulo Dr. GERALDO ALCKMIN e ao Comando Militar do Sudeste, a través do General de Exército JOÃO CAMILO PIRES DE CAMPOS, quem organiza a PARADA CÍVICO-MILITAR do SETE DE SETEMBRO. Para que a PARADA seja realizada no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA como corresponde. Pela justiça, a história e pela homenagem que representa para todas as gerações. No sambódromo seria um insulto aos milhares de mártires e ao povo brasileiro. Este ato Cívico-Militar precisa ser respeitado, trata-se da história do Brasil, o GRITO DO IPIRANGA ainda está VIVO no coração de cada BRASILEIRO. 

Nenhum comentário: