terça-feira, 19 de dezembro de 2017

ESPADA SALOMÔNICA SOBRE O BRASIL - MARIANO CORREIA PAREDES

ESPADA SALOMÔNICA SOBRE O BRASIL

*Mariano Correia Paredes

            Vejo angustiado e apreensivo o Brasil que Dom Pedro II, a custo, com sabedoria salomônica, manteve unido em sua integridade continental, sendo disputado e retalhado por necrófilos abutres de togas negras e colarinhos brancos dos três podres poderes “republicanos”, dominados satanicamente pelos piores psicopatas corruptos do planeta, quiçá do Universo, de dar inveja ao Darth Vader, sendo devorado em suas entranhas como despojo de um cadáver ainda vivo e agonizante, sem um mínimo de respeito e misericórdia por seu povo arruinado por eles, aves de rapina apátridas e criminosos de lesa-pátria que, se fosse em outro país seriam condenados à pena capital. Mas, no Brasil, o capital paga a mais cínica e abjeta impunidade, fazendo-nos até duvidar da justiça de Deus “que tarda mas não falha” e, “justiça tardia é injustiça”. Mas, nos “quinto dos infernos”, a justiça de Deus não chega, não é Dona Carlota Joaquina?
A impunidade com mordomias faraônicas são a maior prova de que Deus não é brasileiro. Se Ele fosse “brasileiro”, como apregoa o ufanismo propiciatório tupiniquim “pra levar vantagem em tudo”, muitas “figurinhas carimbadas” pela Operação Lava Jato teriam enfartes fulminantes, cânceres terminais, acidentes vasculares fatais. Mas quem morre disso no Brasil é o homem de bem, honesto, trabalhador, empreendedor, competente... Como dizia Carlos Lacerda, “No Brasil, o governo mata o pobre de fome e o rico do coração”. Se doze homens de fé ficassem na Praça dos Três (podres) Poderes, jejuando, orando e lendo os Salmos 108, Bíblia católica e 109, Bíblia protestante, aquelas “muralhas de Jericó” da infâmia e da corrupção cairiam estrondosamente soterrando para sempre seus “moradores” e suas “tenebrosas transações”. Mas, nem Jesus conseguiu reunir doze homens de bem porque um O traiu, Judas Iscariotes. No Brasil, país dos “joaquins silvérios dos reis” e de traíras-gilete que “cortam o anzol”, Jesus não conseguiria um apóstolo... Ficaria “pregando no deserto” e ainda lhe cortavam a cabeça, como fizeram com seu primo João Batista. Não, não estou falando do general João Batista de Figueiredo, revanchistas! Se ele tivesse ficado mais um tempinho na presidência não existiria vocês, o Lula e seus ladrões petralhas. E ele profetizou, quando foi obrigado a assinar o registro do PT: “Quando esse ‘sindicato’ chegar ao poder vai acabar com o Brasil e só sairá na bala”. Morreu pobre... Ah, a propósito o “processo” kafquiano do impeachment “Tchau querida” “Fica querida” ainda não acabou. Ô divórcio litigioso! O jornalista e escritor Nelson Rodrigues dizia: “Nunca discuta com uma mulher. Você já sai perdendo”. Os homens vão criar a lei “MÁRIO que dá pena”. KKKKKKKK! Direitos iguais, deveres iguais, “reza” a Constituição Federal.
            Esse “quadro dantesco” e escatológico saído dos quadros do pintor medieval Ieronimus Bosch me fez lembrar a “Sentença de Salomão”, narrada em 1 Reis, capítulo 3, versículos 16 a 28, que reproduzo abaixo:
“Então vieram duas mulheres prostitutas ao rei, e se puseram perante ele. E disse-lhe uma das mulheres: Ah! senhor meu, eu e esta mulher moramos numa casa; e tive um filho, estando com ela naquela casa.
E sucedeu que, ao terceiro dia, depois do meu parto, teve um filho também esta mulher; estávamos juntas; nenhum estranho estava conosco na casa; somente nós duas naquela casa.
E de noite morreu o filho desta mulher, porquanto se deitara sobre ele.
E levantou-se à meia-noite, e tirou o meu filho do meu lado, enquanto dormia a tua serva, e o deitou no seu seio; e a seu filho morto deitou no meu seio.
E, levantando-me eu pela manhã, para dar de mamar a meu filho, eis que estava morto; mas, atentando pela manhã para ele, eis que não era meu filho, que eu havia tido.
Então disse a outra mulher: Não, mas o vivo é meu filho, e teu filho o morto. Porém esta disse: Não, por certo, o morto é teu filho, e meu filho o vivo. Assim falaram perante o rei.
Então disse o rei: Esta diz: Este que vive é meu filho, e teu filho o morto; e esta outra diz: Não, por certo, o morto é teu filho e meu filho o vivo.
Disse mais o rei: Trazei-me uma espada. E trouxeram uma espada diante do rei.
E disse o rei: Dividi em duas partes o menino vivo; e dai metade a uma, e metade a outra.
Mas a mulher, cujo filho era o vivo, falou ao rei (porque as suas entranhas se lhe enterneceram por seu filho), e disse: Ah! senhor meu, dai-lhe o menino vivo, e de modo nenhum o mateis. Porém a outra dizia: Nem teu nem meu seja; dividi-o.
Então respondeu o rei, e disse: Dai a esta o menino vivo, e de maneira nenhuma o mateis, porque esta é sua mãe.
E todo o Israel ouviu o juízo que havia dado o rei, e temeu ao rei; porque viram que havia nele a sabedoria de Deus, para fazer justiça”. (
1 Reis 3:16-28)
            Também vejo apreensivo a covardia de civis bundões e militares macarrões (“Quando entram na panela amolecem”) da “burrezia” brasileira (neologismo meu!), a hipócrita “classe-que-faz-média” de quatro patas para não perder seu empreguinho, carguinho ou patentinha, “deitados eternamente em berço esplêndido” de seus “status quo” medíocres e alienados. “Guardados por Deus e contando o vil metal”, a merreca de seus salarinhos e soldinhos, as “trinta moedas” para deixarem, como  caínicos descendentes de Cain que matou seu irmão Abel, “crucificar” os MILHÕES DE POBRES DO BRASIL, “pagando” dízimos e comungando hóstias em “suas igrejas cristãs”, numa farisaica barganha com Deus para “se dar bem” e “ter sucesso” nas suas vidinhas de “sepulcros caiados” e na loucura moral de “cegos guiando cegos” que não querem ver a MISÉRIA e a BANDIDAGEM nas portas das “suas igrejas” engarrafadas de “seus carrinhos”, com adesivos “Milagre de Jesus” e outras “santos” e terços pendurados “para proteção”,  financiados a “juros de satanás”. (“Nem todos os que dizem Senhor, Senhor...). Sentados com seus flatulosos bundões e bundonas siliconadas em suas poltronas de seus “sacrossantos lares” e em “horário nobre” assistindo como” macacos de auditório”, as prostituídas novelas globais, recordais, SBTais e oficiais e jornais “nasceu-mal” da mentira e da desinformação chapa-branca manipulados pelo desgoverno de plantão. Vendendo o seu “voto obrigatório” como prostitutas rodando bolsinhas ao primeiro ladrão travestido de “politico” com as suas bolsas-mendigo e esmolando empreguinhos barnabés para si ou para seus filhos. Arrotando “cervejinhas sagradas” e “enchendo a cara” com a única “boa idéia” deste país de pingunços homicidas e suicidas, matando e morrendo nas estradas pintadas de asfalto pelas assassinas empreiteiras e seus propinodutos.
Quando o Brasil estiver dividido (o que já está) numa guerra civil de narcobandidos e terroristas com INTERVENÇÃO INTERNACIONAL à la Iraque, porque o mundo já está preocupado com a PANDEMIA DA CORRUPÇÃO NO BRASIL que já está contaminando países com baixos índices de corrupção como os petralhas fizeram com a Suécia na “compra” dos caças de papel Gripen NG e com a Holanda na “compra” de plataformas de petróleo para a “viúva” Petrobras, a “espada salomônica” irá pôr à prova quem é realmente a “mãe” deste país sem pai nem mãe, destruído e f* por FDPs de causar inveja à mais devassa Messalina. Aliás, além de champanhe francês e uísque escocês eles também bebem a “cervejinha sagrada” de rótulo “Devassa” ... Só no Brasil mesmo!
Se o nosso conflagrado país estiver órfão e abandonado à própria sorte pelos canalhas apátridas e seus “eleitores” que o desgovernam em suas sanhas piratas e eleitoreiras e “de rodillas”  diante das “coalizões petroleiras” e suas frotas navais atômicas adentrando as nossas 200 milhas náuticas e suas esquadrilhas de caças supersônicos roncando seus “pós-combustores” em nosso gigantesco espaço aéreo, com as suas ainda valorosas e corajosas Forças Armadas “sem munição para um dia de guerra”, como avisou a “ouvidos moucos” da caserna e dos recentes Ministérios da (in) Defesa comunistas e “Johnbim” o patriota general alagoano Maynard de Santa Rosa, e na “rua da amargura” como os milhões de crianças pobres das favelas e dos “bolsões de miséria” do Nordeste, o HOLOCAUSTO BRASILEIRO em “solução final”, porque a “transposição do Rio São Francisco” É UMA MENTIRA MONSTRUOSA para os psicopatas genocidas e ecocidas do Congresso-Nasceu-Mal-na-Corrupção  rasparem o tacho da secular “indústria da seca”, os “filhinhos de papai e de mamãe” (tatuados e com “pearcings” nos narizes como botocudos canibais)  dessa “burrezia” covarde, entreguista, sem consciência, humanidade e sentimentos até para com seus próprios filhos, principalmente a da BRAS-ILHA-DA-FANTASIA, ficarão sem pai nem mãe e... SEM PÁTRIA! Serão os NEOESCRAVOS nas senzalas-cracolândias ou coisa pior!
Desculpe o “mau jeito”, paciente leitor dessas “mal-traçadas” linhas sobre a sociologia da estupidez brasileira. Mas, “quem não aprende pelo amor, aprende pela dor”. “Está na hora de o Brasil tomar vergonha na cara”, não é Capistrano de Abreu? “Ser passado a limpo”, não é Boris Casoy? Ou não? OS SUPREMOS DA IMPUNIDADE querem “impichar” o Juiz Morro... INTERVENÇÃO DE MILITARES E CIVIS PATRIOTAS, JÁ! Se ainda existirem patriotas, porque é uma “raça em extinção” no Brasil. “Lutar pelo Brasil? Patriotismo? Isso é coisa de otário!”. “Liberta quae sera tamem”! Com o Temer? KKKKKKKKKKK! PLIM, PLIM!
*Mariano Correia Paredes é monarquista, consultor em defesa e membro do Grupo Guararapes. 

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO OU QUEIMA DE ARQUIVO PETISTA ? - ROBERTO DE ALMEIDA

TEORIA DA Conspiração OU Queima DE ARQUIVO petista?

1) Empresário that Comprou Avião de Eduardo Campos E Encontrado morto;


2) Arthur Sendas, fazer Conselho da Petrobrás, morre assassinado;



3) Roger Agnelli, CEO da mineradora Vale, morre em Queda de Avião, apos escrever carta com Denúncia Sobre Corrupção na Vale endereçada à Dilma Rousseff (Governo Tenta substituí-lo desde 2011). Preta Caixa do Avião com Dados fazer Vôo Não E encontrada;


4) Eduardo Campos Morre em Queda de Avião. Caixa preta Não E encontrada;


5) Executivos da Seguradora Bradesco, um dos principais acionistas da Vale, morrem, em Queda de Avião. Caixa preta E encontrada danificada, ilegível;


6) Ex-Diretor da Agência Nacional de Petróleo, morre Ao CAIR fazer 11º andar;


7) Toninho do PT, prefeito de Campinas, foi assassinado À tiros;


8) Celso Daniel, foi torturado e morto. Testemunhas SETE fazer Caso São Mortas Antes de depor;


09) Teori Zavascki, relator da Lava Jato sem STF, morre em Queda de Avião, pois vésperas de homologar a delação de Odebrecht, em that ex-Presidentes da República, o Atual presidente do Senado EO Atual Presidente da República e MUITOS Outros da classe Política tiveram SEUS nomos envolvidos.


10) Antes de Alguns Desses Fatos, em 2014, Dilma Rousseff sancionou a Lei 12,9 70/14, that Decreta sigilo NAS Investigações de Acidentes Aéreos.


APENAS Relembrando O Passado Recente fazer crime político Organizado.

SE CUIDA, Bolsonaro !!!!!! ABRE TEUS OLHOS SE NÃO (P) TE PEGAM