quinta-feira, 13 de setembro de 2018

11 DE SETEMBRO DE 2018 - TERÇA-FEIRA



MESTRE OTÁVIO, PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO PAULISTA DE JIU-JITSU RECEBE A MEDALHA GENERAL EUCLYDES FIGUEIREDO, DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC. DIA 10 DE SETEMBRO DE 2018 - EM SÃO BERNARDO DO CAMPO.


DIA       ONZE       DE       SETEMBRO        DE        2018       -       TERÇA-FEIRA.
81 anos, 8 meses e 15 dias de idade.
Início de minhas memórias: 9 de julho de 1950.
65º DIA DO ANO 69º - 3º MÊS.
60 anos e 99 dias na PMESP
59 anos e 211 dias na ESCOLA DE OFICIAIS – 21 495 dias – 516 532 horas.
55 anos e 4 dias da DECLARAÇÃO A ASPIRANTE A OFICIAL
30 anos e 182 dias no Posto de Coronel – 365 meses e 30 dias.
7 anos e 66 dias na Presidência da Sociedade Veteranos de 32-MMDC.
11 818 dias C O R O N E L - 26 anos e 272 dias na reserva.
11 551-285 532                        11 818-282 896                               11 381-233 536.
DIA DE SÃO JOÃO-GABRIEL PERBOYRE. Nascido na FRANÇA, em 1802, de uma família modesta e piedosa, ingressou, com dois irmãos, na Congregação da Missão, fundada por SÃO VICENTE DE PAULO. Duas irmãs suas também entraram para a família espiritual vicentina. Foi ordenado sacerdote em 1825 e dez anos depois foi   mandado como missionário para a CHINA. Pedia sempre a DEUS a graça de morrer mártir. Depois de quatro anos de pregação, foi preso pelas autoridades pagãs da CHINA. Foi torturado por um ano e depois crucificado, em 1840.

ENQUANTO IMPERAR A FILOSOFIA DE QUE HÁ UMA RAÇA INFERIOR E OUTRA SUPERIOR, O MUNDO ESTARÁ PERMANENTEMENTE EM GUERRA”. (HAILÊ SELASSIÉ).

DIA DE LUTO DA FAMÍLIA POLICIAL (LEI NÚMERO 13 601, DE 11 DE JUNHO DE 2003).

477 a. da destruição da cidade de GUATEMALA por um terremoto, em 11 de setembro de 1541.
252 a. em que o monarca espanhol CARLOS III estabelece a admissão dos indígenas americanos nas comunidades religiosas e sua aceitação para cargos civis, em 11 de setembro de 1766.
216 a. do nascimento de SÃO JOÃO GABRIEL PERBOYRE, na FRANÇA, na cidade de MOTGESTY. Nasceu em 11 de setembro de 1802. Em 21 de março de 1835 ele partiu para a CHINA. Em 1839, sofreu uma traição e acabou sendo preso. Foi julgado, condenado e morreu crucificado em 16 de setembro de 1840.
182 a. após derrotar as tropas de SILVA TAVARE, ANTÔNIO SOUZA NETO proclamou a REPÚBLICA RIO-GRANDENSE. No dia 11 de setembro de 1836. No dia 20 de setembro de 1836, aniversário do primeiro ano da Revolução, a Câmara de JAGUARÃO, sob a presidência de MANUEL GONÇALVES DA SILVA, aderiu à proclamação.
166 a. de uma revolução contra o presidente URQUIZA em BUENOS AIRES, e se organiza um governo militar em 11 de setembro de 1852.
164 a. nasce o botânico sueco ALBERTO LOEFGREEN em 11 de setembro de 1854.  Veio para o BRASIL com 20 anos. Trabalhou na comissão de obras contra as secas dos Estados da BAHIA, PIAUÍ, CEARÁ e MARANHÃO. Foi também chefe do JARDIM BOTÂNICO no RIO DE JANEIRO, cidade em que morreu a 30 de agosto de 1918. Uma rua na VILA MARIANA foi batizada com seu nome em 1941.
161 a. do MASSACRE MÓRMON. Em 11 de setembro de 1857, em um monte no sudoeste de UTAH, uma milícia da Igreja de JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS, ou MÓRMONS, atacou um comboio de famílias de ARKANSAS a caminho da CALIFÓRNIA. Após um cerco de cinco dias, a milícia convenceu as famílias a se entregarem sob a bandeira da trégua e a promessa de travessia segura. Então, na pior carnificina de pioneiros brancos contra outros pioneiros brancos de toda a história da colonização dos EUA, aproximadamente 140 homens, mulheres e crianças foram mortos. Só 17 crianças com menos de 8 anos – a idade da inocência pela crença mórmon – foram poupadas. Após a matança, a igreja primeiro alegou que os responsáveis tinham sido os índios PAIUTE, mas, à medida que surgiram provas do envolvimento dos mórmons, a igreja pôs toda a culpa em JOHN D. LEE, um membro da milícia e mórmon fanático que também era o filho adotado do profeta BRIGHAM YOUNG. Após quase duas décadas, como parte de um acordo para a transformação em Estado, LEE foi fuzilado em 1877. A igreja tem consistentemente negado a responsabilidade – rotulando LEE de renegado – mas muitos historiadores acreditam que os líderes mórmons, embora nunca tenham sido processados judicialmente, ordenaram o massacre.
158 a. do fuzilamento do aventureiro norte-americano WILLIAM WALKER, em HONDURAS, em 11 de setembro de 1860. Cinco anos antes, ele havia tomado o poder na NICARAGUA com um bando de mercenários.
133 a. nasce o escritor DAVID HERBERT LAWRENCE, em EASTWOOD, na INGLATERRA, no dia 11 de setembro de 1885. EASTWOOD, perto de NOTTINGHAM, parecia mais uma aldeia do que uma cidade. Uma cidade de onde se extraía carvão havia séculos. No entanto, as minas eram quase um acidente na paisagem embelezada pelo arenito de cor viva, pelos carvalhos da floresta do lendário ROBIN HOOD, pelas austeras colinas de calcário da província de DERBYSHIRE. Num dia qualquer, na segunda metade do século XIX, chegaram os capitalistas e as estradas de ferro. E o cenário aos poucos foi se modificando. Emprego não faltava, e os ganhos chegavam a ultrapassar as necessidades. Mas os homens de EASTWOOD não davam muita importância ao salário. Na verdade, desprezavam o dinheiro e as responsabilidades domésticas. Como desprezavam a claridade da superfície. Gostavam daquela vida, da camaradagem que os unia nos poços e se prolongava após o trabalho, no bar onde se sentavam para beber e conversar. Seu mundo era apenas aquilo: amizade, trabalho e um suor quase sempre negro. Depois vinha o resto: as mulheres e os filhos.
Na casa da família LAWRENCE viviam o casal e os cinco filhos. A mãe, uma ex-professora muito refinada, esforçava-se para dar aos filhos uma vida melhor. O pai era um homem rude, que as crianças  quase não viam.
Nascido em 11 de setembro de 1885, DAVID HERBERT cresceu em um ambiente de conflitos e constante tensão entre os pais. Aos doze anos, o menino foi admitido na escola secundária de NOTTINGHAM, depois de ganhar uma bolsa de estudos. Não decepcionou: foi premiado em matemática, francês e alemão. Mais tarde passaria a dominar também o italiano e o espanhol. Cinco anos depois deixou a escola e foi trabalhar como escriturário. Três meses mais tarde, acometido de uma grave pneumonia - que lhe arruinaria a saúde para o resto da vida – teve de abandonar o emprego. Durante a convalescença começou a escrever poemas e conheceu JESSIE CHAMBERS, com quem manteria grande amizade. A jovem morava em uma fazenda a poucos quilômetros da casa dos LAWRENCE. DAVID a visitava com freqüência e, além de lhe dar aulas de álgebra e francês, lia seus versos para ela. Em 1902 tornou-se mestre-escola, e durante três anos lecionou para os filhos dos mineiros. Sua amizade com JESSIE tornava-se cada vez mais sólida: com ela aprendeu a pintar e a tocar piano. Essa ligação quase platônica talvez lhe tenha aprimorado o espírito e aguçado a sensibilidade. Começou então a ler os grandes poetas: BAUDELAIRE, SHAKESPEARE, CERVANTES, MAUPASSANT. Em 1905 passou nos exames para ingressar na Universidade de NOTTINGHAM, mas apenas a freqüentaria no ano seguinte. Enquanto esperava começou a escrever O PAVÃO BRANCO, o primeiro romance. Absorvido por suas atividades didáticas, logo interrompeu o trabalho. Ao deixar a Universidade, em 1908, hesitou antes de decidir se aceitaria um posto na escola primária de CROYDON. Sua mãe e JESSIE censuraram-no: não o queriam muito distante. Sem lhes dar ouvidos, partiu. A princípio seus métodos de ensino foram mal acolhidos, mas os bons resultados forçaram os superiores a admiti-lo. Conquistava a confiança e a admiração de seus colegas, LAWRENCE encontrou a tranqüilidade e o tempo necessários para retomar a literatura. Escreveu vários poemas e voltou a trabalhar na composição de O PAVÃO BRANCO.
JESSIE não esqueceu o amigo. Ao contrário: ainda nesse ano de 1908 enviou alguns de seus poemas ao diretor da ENGLISH REVIEW. Em novembro de 1909 os versos foram publicados na revista, e LAWRENCE foi introduzido nos círculos literários de LONDRES. No ano seguinte a revista publicou um novo conjunto de poemas do jovem autor. E distante, muito distante de seu filho, a senhora LYDIA LAWRENCE morreu de câncer no dia 9 de dezembro de 1910. As coisas agora tomavam novos rumos: em janeiro de 1911 foi publicado O PAVÃO BRANCO. Com esse livro, LAWRENCE conquistou os primeiros admiradores: GEORGE ELIOT e THOMAS HARDY. As dificuldades também começaram a surgir: algumas situações apresentadas no romance acarretaram-lhe a ameaça de um processo por difamação. Sem se intimidar, continuou a escrever. Dessa vez a incomunicabilidade e a falta de calor entre as pessoas eram o tema de O INTRUSO, publicado em 1913. Entretanto seu espÍrito dinâmico o impelia a partir para outras terras, a conhecer novos ambientes. Em 6 de abril de 1912 foi convidado a jantar na casa de ERNEST WEEKLEY, um ex-professor de francês, a aí conheceu FRIEDA VON RICHTHOFEN, esposa do mestre e mãe de três crianças. Entre conversas amenas e olhares sutis, FRIEDA e LAWRENCE enamoraram-se. Menos de um mês depois partiram juntos para METZ, na ALSÁCIA-LORENA, onde o pai de FRIEDA era barão-governador de uma região militar. Na bagagem, além do manuscrito de FILHOS E AMANTES, LAWRENCE levava também um pouco de esperança e um pouco de angústia. Depois de uma entrevista tempestuosa com os pais de FRIEDA, o escritor acabou sendo aceito. Mas não se sentia à vontade ali e partiu com a mulher para a ITÁLIA, onde viveram por seis meses. Aí LAWRENCE terminou FILHOS E AMANTES e começou a escrever CREPÚSCULO NA ITÁLIA. A crítica teceu elogios a FILHOS E AMANTES, mas o público a censurou violentamente. Aliás as censuras acompanharam a vida literária de LAWRENCE, inúmeras vezes acusado de imoral e de pornográfico. Impassível, ele continuou denunciando o puritanismo falso e hipócrita da sociedade inglesa de seu tempo.
Em junho de 1914 – depois de receberem a notícia de que WEEKLEY concedera o divórcio – LAWRENCE e FRIEDA partiram para LONDRES, onde se casaram no mês seguinte. Logo o romancista começou a trabalhar em AS IRMÃS – projeto que depois evoluiu para duas grandes obras: O ARCO-ÍRIS e MULHERES APAIXONADAS. Mas a guerra explodiu antes que os romances fossem publicados. Para LAWRENCE, o conflito representou um longo período de humilhação. Por ser alemã, FRIEDA foi posta sob vigilância, e o casal decidiu refugiar-se no campo. Sem recursos, o escritor tentou colaborar no TIMES, mas não conseguiu. A publicação de CREPÚSCULO NA ITÁLIA em 1916 foi um alívio para as suas dificuldades financeiras. Em contrapartida , O ARCO-ÍRIS, editado em 1915, foi censurado e apreendido alguns meses depois. Os ganhos com a publicação dos livros AMORES, em 1916, e LOOK ! WE HAVE COME THROUGH [ OLHE! CONSEGUIMOS], em 1917, não foram suficientes para melhorar sua vida. Para agravar a situação, no fim de 1917 o casal foi expulso da CORNUALHA sob suspeita de espionagem. LAWRENCE e FRIEDA seguiram então para LONDRES, onde formaram uma comunidade de amigos. Ao fim da guerra, LAWRENCE e FRIEDA deixaram LONDRES, com 20 libras oferecidas por um amigo. Em novembro de 1919, alimentados de novas esperanças, desembarcaram na ITÁLIA. Seguiram para a SICÍLIA e instalaram-se numa fazenda, onde permaneceram por dois anos, intercalados por uma longa viagem à ALEMANHA, ÁUSTRIA e ITÁLIA entre abril e setembro de 1921. Esse foi um período fecundo: LAWRENCE escreveu duas coleções de poemas – BIRDS, BEASTS AND FLOWERS (PÁSSAROS, ANIMAIS E FLORES) e TORTOISES – vários contos e o romance SEA AND SARDÍNIA (O MAR E A SARDENHA), inspirado numa rápida viagem. A OXFORD UNIVERSITY PRESS, interessada nas teorias do escritor, encomendou-lhe um ensaio sobre a evolução histórica da EUROPA. O resultado foi o livro MOVEMENTS IN EUROPEAN HISTORY (MOVIMENTOS NA HISTÓRIA EUROPÉIA), trabalho assinado por LAWRENCE H. DAVIDSON. O escritor ocultava-se sob pseudônimo por ressentir-se ainda da violenta reação da crítica contra MULHERES APAIXONADAS. Concluída durante a estada do escritor na CORNUALHA, a obra foi rejeitada por vários editores ingleses, até finalmente ser impressa nos EUA em 1921. Provocou um escândalo na INGLATERRA e recebeu os adjetivos mais desairosos. Sem conseguir compreender as teses de LAWRENCE, os críticos o atacavam. Aos poucos, porém, foram silenciando. E a calmaria que se seguiu à tempestade de censuras propiciou o lançamento, em 1922, de A VARA DE AARÃO. LAWRENCE começou a voltar-se para a literatura americana. Quando planejava uma viagem aos EUA, recebeu um convite da milionária MABEL DODGE-LUBAN para passar uma temporada no NOVO MÉXICO. Todavia, uma crise de bronquite o impediu de aproveitar a oportunidade. No início de 1922, já restabelecido, partiu com FRIEDA para o CEILÃO. Algum tempo depois passaria uma curta temporada na AUSTRÁLIA. Em seguida viveu com FRIEDA num aglomerado de mineiros em NOVA GALES DO SUL. Nessa época, instalou-se às margens do lago CHAPALA, nas proximidades de GUADALAJARA, MÉXICO, onde escreveu A SERPENTE EMPLUMADA, que só seria publicado em 1926.
O MÉXICO vivia uma época de convulsões políticas, e FRIEDA, apavorada com a violência geral, suplicou-lhe que voltassem à INGLATERRA. LAWRENCE acabou cedendo. Em NOVA YORK, já arrependido, mandou a mulher continuar a viagem sozinha. Enviou alguns artigos e ensaios para a revista ADELPHI e voltou para JALISCO, no MÉXICO. FRIEDA escrevia-lhe incessantemente, pedindo-lhe que fosse ao seu encontro. A força do amor foi grande, e ele retornou à INGLATERRA, onde escreveu ST. MAWR E OUTROS CONTOS, THE WOMAN WHO RODE AWAY (A FUGITIVA) e REFLECTIONS ON THE DEATH OF A PORCUPINE (REFLEXÕES SOBRE A MORTE DE UM PORCO-ESPINHO), todas publicadas no decorrer do ano de 1925. Em fins de 1925, sob o título de TENDERNESS (TERNURA), LAWRENCE iniciou na ITÁLIA o romance O AMANTE DE LADY CHATTERLEY. A obra não absorvia todo o interesse de LAWRENCE, que, nessa época, estava se dedicando à pintura e começando a executar uma série de quadros, mais tarde expostos em LONDRES. Por problemas de saúde, seu trabalho começou a ser interrompido com freqüência. Em abril de 1927, quando visitava a TOSCANA, uma nova e mais grave recaída o obrigou a emigrar para a SUÍÇA e para a ALEMANHA, onde alguns médicos consideraram irreversível a sua situação. Sem se abater, em outubro retornou a FLORENÇA e trabalhou duramente em TENDERNESSE, agora denominado JOHN THOMAS E LADY JANE, título propositadamente provocativo, já que na tradição popular inglesa esses nomes designam os órgãos sexuais do homem e da mulher. A idéia evoluiu e o romance finalmente recebeu o título definitivo: O AMANTE DE LADY CHATTERLEY, publicado em FLORENÇA em 1928. Esse romance trata da relação entre um homem e uma mulher. O livro foi acusado de inverossímil, mas, na verdade, conta a própria história da vida de LAWRENCE com FRIEDA. A imprensa não poupou severas críticas: “esgoto da pornografia francesa”, “o livro mais sujo da literatura inglesa”. O governo britânico imediatamente proibiu a obra na INGLATERRA, e durante 32 anos manteve a proibição. O romance, contudo, circulava as escondidas, e da forma que LAWRENCE mais deplorava: era visto e lido de uma maneira que tornava o sexo um assunto furtivo, proibido, ou uma brincadeira efêmera. O verdadeiro sentido de seu pensamento – a busca da pureza primitiva, que faz de O AMANTE DE LADY CHATTERLEY um dos maiores romances ingleses – durante muito tempo passou despercebido da crítica e do público. Em 1928 LAWRENCE estava com tuberculose. Angustiado, via multiplicarem-se, à sua revelia, as edições espúrias de seu último romance com o texto adulterado. Inquieto com o alarmante estado de saúde do escritor, o amigo RICHARD ALDINGTON, também escritor, levou-o para a ilha de PORT-GROSS. Aí LAWRENCE escreveu artigos, notas e comentários para os jornais, aproveitando o escândalo e a conseqüente curiosidade suscitada pelo livro. Em 1929 viajou para PARIS e hospedou-se na casa do escritor e amigo ALDOUS HUXLEY. Trabalhando duro, ainda conseguiu publicar uma edição popular e integral do romance. Em abril viajou para a ESPANHA. Enquanto isso sua exposição de pintura fazia sucesso em LONDRES, a despeito de a imprensa considerá-la “o maior insulto jamais feito ao público londrino”. Depois de passar quinze dias na LIGÚRIA com HUXLEY, LAWRENCE partiu para FLORENÇA, onde foi acometido de uma violenta hemoptise. Atendendo aos apelos de FRIEDA, procurou um médico, que o aconselhou a fazer um tratamento no sanatório de VENCE, na FRANÇA. Certo de que logo se restabeleceria, escreveu a todos os amigos anunciando sua alta. Foi um desfile de visitas na casa em que HUXLEY o acomodou juntamente com FRIEDA, em uma vila de VENCE. Os dias arrastavam-se tristemente para LAWRENCE. Ele precisava levantar-se do leito e caminhar, sentir o ar puro, ver pessoas. Dar a mão a FRIEDA e com ela conversar longamente. Tudo isso ele fez. Até ser acometido por uma fatal meningite tuberculosa. O olhar de LAWRENCE estava fixado em sua companheira. Talvez FRIEDA quisesse dizer alguma coisa. Mas não havia tempo para mais nada. HUXLEY aproximou-se e fechou os olhos do amigo. FRIEDA foi até a janela para contemplar o que restou da paisagem. Era o dia 2 de março de 1930. DAVID HERBERT LAWRENCE tinha pouco mais de 44 anos.         
127 a. do suicídio do escritor ANTERO TARQUÍNIO DE QUENTAL, nos AÇORES, em 11 de setembro de 1891. Nasceu em PONTA DELGADA, AÇORES, em 1842. Formou-se em Direito pela Universidade de COIMBRA, tendo como colegas EÇA DE QUEIRÓS, JOÃO DE DEUS, TEÓFILO BRAGA. Em 1866 viajou para PARIS, onde “trabalhou como tipógrafo”, a fim de melhor conhecer o movimento operário e as condições de vida do trabalhador. Regressando a PORTUGAL, introduziu a I INTERNACIONAL OPERÁRIA, juntamente com OLIVEIRA MARTINS e JOSÉ FONTANA, na difusão dos princípios socialistas. Com EÇA DE QUEIRÓS, TEÓFILO BRAGA, OLIVEIRA MARTINS e outros, organizou um plano de conferências públicas, no Cassino de LISBOA, as quais foram, posteriormente, proibidas pelo governo português. Nesta época, foi atacado de doença nervosa e viajou para os ESTADOS UNIDOS e  FRANÇA.
Regressando a PORTUGAL fixou residência em VILA DO CONDE, onde selecionou as poesias para a antologia TESOURO POÉTICO DA INFÂNCIA, tendo ainda redigido as TENDÊNCIAS GERAIS DA FILOSOFIA NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX. Sua bagagem poética está dividida em quatro obras: RAIOS DE EXTINTA LUZ, PRIMAVERAS ROMÂNTICAS, ODES MODERNAS e SONETOS. Três fases se apresentam durante sua vida poética: na primeira, ressumbra o lirismo; a segunda é dominada pela procura da verdade como fonte perene do bem; finalmente, na terceira, predominam as desilusões. ODES MODERNAS é uma obra revolucionária contra os ultra-românticos, tendo, por isso, provocado um verdadeiro escândalo no mundo literário. Em 1865, publicou o opúsculo BOM-SENSO e BOM-GOSTO, respondendo a ANTÔNIO FELICIANO DE CASTILHO, que lhe havia feito severas críticas. A publicação de seu opúsculo, deu origem a uma das maiores polêmicas da literatura portuguesa: tomou-se QUENTAL o provocador e líder da célebre “QUESTÃO COIMBRÔ, polêmica literária também chamada de “BOM SENSO e BOM GOSTO” (do título do folheto em que QUENTAL respondeu a CASTILHO), durante a primeira fase da assimilação do REALISMO em PORTUGAL que representou um golpe contra o ROMANTISMO e a afirmação de um espírito novo. Lançou-se à propaganda do socialismo e colaborou na introdução em solo português da I INTERNACIONAL OPERÁRIA. Organizou em companhia de outros escritores uma série de conferências para maior divulgação dos princípios socialistas, que foram proibidos pelo governo. Quando do ultimato inglês, foi procurado em seu ostracismo e colocado pelos estudantes universitários à frente da Junta Patriótica do Norte. Sofrendo de neurastenia intensa, de desalento invencível, ANTERO DE QUENTAL, suicidou-se. Na sua CARTA AUTOBIOGRÁFICA a GUILHERME STORCK escreveu: “Varrida num instante toda a minha educação católica e tradicional, caí num estado de dúvida e incerteza, tanto mais pungente quanto, espírito naturalmente religioso, tinha nascido para crer placidamente e obedecer sem esforço a uma regra reconhecida. Achei-me sem direção, estado terrível de espírito, partilhado, mais ou menos, por quase todos os da minha geração, a primeira em PORTUGAL que saiu decidida e conscientemente da velha estrada da tradição”.  
119 a. das publicações no jornal DIÁRIO POPULAR, edição de 11 de setembro de 1899: pedem-nos chamar a atenção da prefeitura para obrigar o proprietário do terreno entre os prédios 4 e 8 da Ladeira da TABATINGUERA, onde existiu um prédio, a fechá-lo; por tal terreno entram os ladrões para os prédios vizinhos.
Aos subdelegados do BRÁS pede-se uma providência contra uns meninos vagabundos que se reúnem na Travessa do BRÁS e que se ocupam em desrespeitar famílias e jogar pedras contra quem passa.
Ao doutor 1º delegado de polícia, com exercício na CONSOLAÇÃO, pedimos que chame à ordem as moradoras de um prédio da Rua do IPIRANGA. Essas mulheres provocam os que ali passam causando sérios vexames.
Sabemos que médicos italianos domiciliados em SÃO PAULO e que exercem clínica, vão enviar uma representação ao CONDE ANTONELLI, ministro plenipotenciário da ITÁLIA, pedindo que interceda junto ao governo brasileiro para que terminem de vez as questões contra eles levantadas. Pedem que o governo diga que a liberdade é um mito e que são obrigados a fazer um exame que, em nenhum artigo constitucional se encontra.
Os deputados federais pelo Estado de MINAS apresentaram à Câmara um projeto de prolongamento da Estrada Central entre CASCUDOS e CURVELLO. Por que será que os deputados paulistas não procuram imitar os mineiros obtendo o alargamento da bitola da Central entre TAUBATÉ e SÃO PAULO?
O conselho de guerra reunido em RENNES sob a presidência do CORONEL JOUANST, após ouvir a defesa brilhante produzida pelo advogado DEMANGE, pronunciou a sentença. Esta condena o CAPITÃO ALFREDO DREYFUS a dez anos de prisão em FORTALEZA. A condenação foi votada, sendo cinco votos a favor e dois contra, admitindo circunstâncias atenuantes.    
115 a. nasce um dos principais pensadores da Escola de FRANKFURT, que analisou a arte e a política, THEODOR WIESENGRUND ADORNO, em 11 de setembro de 1903. Escreveu a DIALÉTICA DO ESCLARECIMENTO, em 1947. Esse livro é um poderoso instrumento para a compreensão de importantes fenômenos da atualidade, por mais desconcertantes que eles possam parecer à primeira vista. ADORNO conduz o ensaio como uma forma maleável para articular experiências de múltiplas maneiras.  
114 a. nasce o veterano de 32 JOSÉ SOARES MARINS, em 11 de setembro de 1913. Falece em 28 de setembro de 1999. Como sócio da Sociedade Veteranos de 32-MMDC foi muito prestativo no trabalho artesanal de reforma de capacetes antigos e também como ajudante nas cerimônias religiosas desenvolvidas na cripta do Monumento-Mausoléu. Freqüentava assiduamente o MMDC. Presenteou-me, em 1996, com vários jornais e revistas de 1932.
107 a. do TEATRO MUNICIPAL, fundado em 11 de setembro de 1911. O jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, nesse dia, publicou a seguinte notícia: O novo TEATRO MUNICIPAL vai ter um esmerado serviço de Buffet. Será servido ali o que houver de melhor em bebidas finas, lanches, sanduíches, sorvetes, etc. Diariamente, o “Five O´clock Tea”, devendo ali reunir-se a nossa melhor sociedade. Serão também ali expostos à venda diariamente feitas por um especialista há pouco chegado na Europa.
105 a. da epidemia de cólera se estendendo pelos BALCÃS, causando a morte de 700 pessoas na ROMÊNIA e 300 na SÉRVIA, em 11 de setembro de 1913.
  92 a. nasce CHERUBIM ROSA FILHO em 11 de setembro de 1926, em SOROCABA.
DADOS BIOGRÁFICOS
Nascimento – Em 11 de setembro de 1926, Sorocaba – SP.
Filiação – Cherubim Rosa e Isabel Rolim Rosa.
Casado com Dilza Braga Rosa, com quem tem uma filha - Cláudia
Formação e atividades principais:
Praça (Cadete do Ar), em 04 de abril de 1945. Durante a Segunda Guerra Mundial ingressou na antiga Escola de Aeronáutica do Campo dos Afonsos. Declarado Aspirante-a-Oficial Aviador em 1948, foi qualificado para ser classificado no 1º Grupo de Aviação de Caça na Base Aérea de Santa Cruz (o famoso Senta Púa), grupo esse que tão brilhantemente se portou nos céus da Itália na Segunda Guerra Mundial. Lá, foi Aspirante-Estagiário, piloto operacional - ala operacional - Comandante de Esquadrilha - Comandante de Esquadrão e principalmente instrutor.
De 1955 a 1959, pela sua experiência na aviação de caça, foi escolhido para servir em um dos Parques mais importantes da época - o Parque de Material de São Paulo, no Campo de Marte, para fazer vôos de experiência em aeronaves revisadas.
Em 1959, como Capitão Aviador, foi selecionado para nos Estados Unidos da América freqüentar os Cursos de Oficial de Suprimento e de Treinamento Integrado da USAF.
Em 1960, foi designado pelo Ministro da Aeronáutica para organizar um curso de Suprimento Técnico na antiga Escola de Oficiais Especialistas da Aeronáutica, em Curitiba.
De 1961 a 1964, foi instrutor da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica, na Base Aérea de Cumbica - SP.
De 1964 a 1968, retorna ao vôo operacional no 5º Grupo de Aviação em Natal - operando o então famoso B-26, aeronave que substituiu os não menos famosos B-25 e os A-20.
Em 1968, novamente é selecionado para, no Panamá, ser instrutor convidado da USAF na IAAFA (Academia Interamericana da Força Aérea), tendo permanecido nessa função até 1970.
Em 1971, face à nova estratégia da Força Aérea de utilizar ao máximo o princípio da mobilidade, foi designado para implantar, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, um núcleo de base que servisse ao desdobramento da Força Aérea no Cone Sul e apoiasse unidades de aviação para Operações Aérea Especiais. De 1971 a 1974, construiu e organizou a Base, tendo sido o seu primeiro comandante.
Cursou, a seguir, a Escola Superior de Guerra, e selecionado, lá permaneceu até 1975 como integrante do seu corpo permanente.
De 1976 a 1977, foi Chefe do Estado-Maior do Comando de Transporte Aéreo, o COMTA. De 1977 a 1978, foi Chefe do Estado-Maior do Comando Aerotático - COMAT.
Em 1978, recebe a missão de Oficial de Operações do Comando Geral do Ar, ficando encarregado de no nível mais alto, preparar e coordenar as operações da Força Aérea Brasileira. Em 1979, sendo promovido a Brigadeiro-do-Ar, foi designado para a 1ª Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica - sua missão era de coordenar os grandes comandos, departamentos e diretorias, a fim de assessorar o Chefe do Estado-Maior nas suas grandes decisões. Em 1980, já na 2ª Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica (Planejamento Militar), recebeu encargo de estudar e atualizar a doutrina e a estratégia da Força Aérea Brasileira.
No início de 1981, é nomeado Comandante da Academia da Força Aérea. Em 1982, tendo sido promovido a Major Brigadeiro, foi designado Diretor de Administração de Pessoal da Aeronáutica. Em 1984, recebe a missão de - Comandante do 3º Comando Aéreo Regional, sediado no Rio de Janeiro. Em 1985, é designado para a Vice-Chefia do Estado-Maior da Aeronáutica. No final desse ano é promovido a Tenente-Brigadeiro-do-Ar e recebe o cargo de Diretor-Geral do Departamento de Pesquisas e Desenvolvimento. Sob a sua Direção-Geral ficaram: Centro Técnico Aeroespacial (CTA); Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA); Centros de Lançamento da Barreira do Inferno e de Alcântara; e Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), que desenvolve junto a EMBRAER o Programa AM-X, em consórcio com a Força Aérea Italiana.
Em 1986, assume o Comando-Geral do Ar (COMGAR). Em 1989, é elevado, por escolha do então Ministro da Aeronáutica, a Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica.
Condecorações - Mérito Aeronáutico - Grande Oficial; Mérito Naval – Grande Oficial; Mérito Militar - Grande Oficial; Mérito Forças Armadas - Grande Oficial; Mérito Rio Branco – Grande Oficial; Medalha Militar de Ouro, Passador de Platina; Ordem de Rio Branco - Grã-Cruz; Ordem do Mérito Ministério Público Militar - Alta Distinção; Medalha de Campanha no Atlântico Sul; Mérito Santos Dumont; Medalha do Pacificador; Ordem do Mérito Judiciário Militar - Grã-Cruz; Mérito Tamandaré; Medalha Legião do Mérito - Estados Unidos; Medalha al Mérito Militar Gran Estrela – Força Aérea Chilena; Mérito Aeronáutico - Força Aérea Uruguaia; Mérito Aeronáutico - Força Aérea Argentina; Mérito Aeronáutico - Força Aérea Paraguaia;
Atividades no STM - Foi nomeado para exercer o cargo de Ministro do Superior Tribunal Militar por decreto de 13 de novembro de 1989, publicado no Diário Oficial, Seção 2, do dia 14 subseqüente, tomando posse em 30 do mesmo mês. Eleito Presidente para o biênio 1993/1995, em 17 de fevereiro de 1993, sendo empossado em 19 de março do mesmo ano.
Em seu discurso de posse na Presidência deste Tribunal se propôs "A uma política pautada pela continuidade administrativa, concluindo a implantação da informática, para que não ocorra solução de continuidade, e se possa abreviar o tempo de operacionalização. No que concerne à reorganização administrativa e atualização dos nossos códigos deveremos estar atentos para que as soluções encontradas representem modernização e adequação à Carta Magna de 1988".
Comissões - Participou das seguintes: Estudos da Medida Provisória nº 149; Competência - Avaliação de quantidade de Auditorias - Lei de Organização Judiciária Militar; Cerimonial Interno onde foi o Relator do novo Regulamento da Ordem do Mérito Judiciário Militar; Atualização do Código Penal Militar (CPM) - Presidente; Direito Penal Militar e Direito de Guerra (1996); Elaboração do futuro Código Penal Militar (1993); Reestruturação dos Gabinetes dos Ministros (1992); Regimento Interno (1991); Normas de Cerimonial Interno (1991); Estudos para a Reestruturação Organizacional do STM; Estudos do Projeto de Lei sobre o Estatuto da Magistratura; Planejamento das comemorações do Bicentenário da Justiça Militar da União – Membro.
Participação como representante do STM - Convenção sobre “Justiça Militar”, no Conselho Supremo de Justiça Militar da República do Peru, naquele país; Entrega da Ordem do Mérito Judiciário Militar, outorgada ao Estandarte do 1º Grupo de Aviação de Caça, no Rio de Janeiro - RJ.
Palestras e Seminários - Em 1994 participou como conferencista do Seminário sobre “Temas Jurídicos Atuais”, no período de 27 a 30 de setembro de 1994, realizado pela Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas; proferiu palestra sobre o tema: “A Justiça Militar Brasileira” para os Adidos Militares de países amigos, acreditados junto ao Governo do Brasil, em Brasília – DF. Em 1995 proferiu palestra sobre o tema “A Justiça Militar”, no XX Ciclo de Estudos de Política e Estratégia da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, no Rio de Janeiro - RJ.
Aposentou-se a partir de 12 de setembro de 1996, conforme decreto de 19, publicado no Diário Oficial, Seção 2, de 20, tudo do mesmo mês e ano.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR. Diretoria de Documentação e Divulgação (Org.). Coletânea de Informações: Cherubim Rosa Filho. Brasília: DIDOC, Museu, 2007. (última modificação de seu currículo em 5 de março de 2015).
No dia 3 de março de 2017 é homenageado no Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de SOROCABA, quando recebe a MEDALHA CULTURAL ALUÍSIO DE ALMEIDA.
  92 a. do atentado contra MUSSOLINI em ROMA, no qual 8 transeuntes ficaram feridos, em 11 de setembro de 1926.
  86 a. falece o ex-combatente da revolução de 1932, IPIROLDES MARTINS BORGES. Nasceu em SERRA AZUL, SÃO PAULO, no dia 22 de fevereiro de 1915. Incorporou-se a 20 de julho como soldado voluntário número 137 da 3ª Companhia do REGIMENTO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. No dia 11 de setembro de 1932, no setor de JAGUARY, foi atingido por uma bala de fuzil no peito, morrendo instantaneamente. Foi sepultado na cidade de CARLOS GOMES.   
  86 a. morre ROMÁRIO DE MELLO NERY em 11 de setembro de 1932. Irrompido o movimento revolucionário, Romário de Mello Nery, apresentou-se. Reservista, com conhecimentos militares, foi aproveitado para o serviço de organização dos batalhões que partiam, formado no Palácio das Indústrias. Partiu, afinal, como o último deles - o "Marcondes Salgado", para as margens do Rio Grande, de onde foi toda a unidade chamada, logo depois, para atender ao setor de Campinas, na ocasião ameaçado. Resistindo, com mais quatro companheiros, a um ataque das forças adversárias, nas proximidades de Mogi-Mirim, foram todos mortos a tiros de metralhadora, dia 11 de Setembro. Seu corpo está sepultado no cemitério de Itapira. Dados Biográficos: Romário era filho do sr. Júlio Nery Ferreira e de d. Manoela Mello Nery. Nascera em Piracicaba a 17 de Julho de 1909. Era funcionário da Secretaria da Agricultura, exercendo o cargo de fiscal de máquina de algodão, em Tietê, cargo esse conquistado por concurso.
  81 a. falece MANUEL PEDRO VILABOIM. Nasceu em CACHOEIRA, BAHIA, em 1867. Formou-se advogado e deu aulas na Faculdade de Direito de SÃO PAULO. Foi deputado estadual e federal. Dirigiu o jornal CORREIO PAULISTANO e representou o BRASIL no TRIBUNAL DE HAIA. Morreu em SÃO PAULO no dia 11 de setembro de 1937.
  78 a. nasce BRIAN DE PALMA, diretor norte-americano de cinema, em 11 de setembro de 1940.
  77 a. na SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, o presidente norte-americano ROOSEVELT ordena ao exército que dispare contra qualquer navio alemão em águas que se encontrem entre a costa oriental de seu país e a ISLÂNDIA, em 11 de setembro de 1941.
  74 a. nasce o Coronel da Reserva JOSÉ CARLOS ALÍPIO em 11 de setembro de 1944. Entrou para a FORÇA PÚBLICA em 14 de fevereiro de 1964. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1965. Foi promovido a 2º Tenente em 25 de agosto de 1966. Sua promoção a 1º Tenente é de 23 de março de 1970. Trabalhou comigo no ano de 1991, no CENTRO DE APERFEIÇOAMENTO E ESTUDOS SUPERIORES, quando era TENENTE-CORONEL. Como CORONEL, comandou a APMBB.
  66 a. alemães e israelenses fazem um acordo, estabelecendo que a ALEMANHA deveria compensar os israelenses com 822 milhões de dólares pelos danos sofridos durante a época de HITLER, em 11 de setembro de 1952.
  56 a. nasce o jogador de futebol RICARDO ROCHA em 11 de setembro de 1962.
  55 a. das anotações feitas em 11 de setembro de 1963. ANO 14º - MÊS 3º - DIA 64º - 5 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA – 5º DIA como ASPIRANTE A OFICIAL: Essa semana de férias está servindo para a concretização definitiva de uma transformação minha de aluno oficial em ASPIRANTE A OFICIAL. De fato, eu mesmo com os galões nos ombros, sentia-me um tanto cadete ainda e somente com o transcorrer das datas é que a realidade supera os hábitos adquiridos na Escola de Oficiais.
Nessa quarta-feira nada tenho para fazer. O calor sufocante de setembro continua dando uma moleza impressionante. É uma data que dedico aos livros, às recordações de tempos passados e à família. Sem a televisão, que somente chegará no sábado, não tenho oportunidade de saber de notícias. Isso para mim é muito bom nesta data. Mesmo assim deito tarde. 
  54 a. das anotações feitas em 11 de setembro de 1964 (sexta-feira). ANO 15º - MÊS 3º - DIA 64º - 6 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA - 111 dias como 2º TENENTE - 358 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.
Logo cedo recebo a visita do Comandante NÓBREGA na secretaria. Como escrevi a dias atrás, esperava que, com a saída de 27 tenentes do Q.O.A.A um deles seria classificado no BG. Acontece que o meu comandante diz hoje que isso não acontecerá e, nessas condições, deverei continuar secretariando o BATALHÃO DE GUARDAS.
O CONJUNTO MUSICAL, Unidade declarada autônoma, mas que ainda continua sofrendo alterações dependentes do BG, talvez forme agora sua secretaria. Foi transferido para o CM o 2º TENENTE Auxiliar de Administração ARLINDO DE SOUSA PICOLI, do QUARTEL GENERAL.
Nesta sexta-feira o BG faz parte do 4º Policiamento Extraordinário, agora levado a efeito na PENHA.
Quanto ao mais, tudo transcorreu de maneira igual aos outros dias.
  53 a. dos acontecimentos narrados em 11 de setembro de 1965 (sábado). ANO 16º - MÊS 3º - DIA 64º - 7 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA - 476 dias como 2º TENENTE - 723 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.
Não passo uma boa noite em meu alojamento na FIF do BATALHÃO DE GUARDAS. Faz muito calor durante a noite.
Levanto-me às 8 horas. Tomo café no Bar do GERMANO. Converso com o 2º TENENTE HUGO CLIVATTI e com diversas praças do batalhão. Coloco este diário em dia e faço a contabilização do dinheiro que tenho para receber. Assim passo toda a manhã na FIF mexendo com dinheiro e papéis e deixando as horas correrem, pois pretendo deixar o BG somente às 12 horas.
Em questão de meia hora, depois que deixo o quartel, às 12:15 horas estou chegando em casa. Minha esposa mostra-me o convite da festa que vai haver no CFA em 18 do corrente mês, sábado vindouro, quando o SUBTENENTE NERCÍLIO VAZ DE LIMA, meu ex-aluno, será promovido a 2º TENENTE Auxiliar de Administração.
Almoço e passo uma tarde muito boa, sossegado, ao lado de minha mulher e filhos. Leio "BURIDAN', de MICHEL ZEVACO. A partir das 19 horas assistimos televisão: novelas EM BUSCA DA FELICIDADE - A DEUSA VENCIDA e A OUTRA.
ULTRA-NOTÍCIAS - com a visita do Presidente da ITÁLIA - GIUSEPPE SARAGAT - para quem o BATALHÃO DE GUARDAS formará amanhã, no Palácio dos Bandeirantes, no MORUMBI.
Assistimos ainda: JOHNNY RINGO - BONANZA - A SEMANA EM REVISTA.
  52 a. das anotações em 11 de setembro de 1966 (domingo). ANO 17º - MÊS 3º - DIA 64º - 8 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA – 841 dias como 2º TENENTE – 159 dias na 2ª Companhia Independente.
Pela manhã, a partir das 10 horas, ouço o desenrolar do programa SUCESSOS EM REVISTA apresentando 30 músicas classificadas na última semana. Novamente, em 1º lugar, aparece ESQUEÇA, sucesso de ROBERTO CARLOS.
30º lugar – PROMESSA; 29º - YESTERDAY; 28º - SATISFATION; 27º - POBRE MENINA, versão americana; 26º - uma música norte-americana (pela primeira vez); 25º - TIJOLINHO; 24º - VEJA SE ME ESQUECE; 23º - ESQUEÇA (versão americana, pela segunda vez); 22º - JUANITA BANANA; 21º - SUSIE Q, COM JOHNNY REVERS; 20º - O BOM; 19º - ALINE; 18º - TRISTEZA; 17º - TEMA DO FILME “DOUTOR JIVAGO” (segunda vez); 16º - A TUA VOZ; 15º - OLÊ! OLÁ!; 14º - SUSIE Q, com THE JET BLACK´S; 13º - PORTA-ESTANDARTE; 12º - uma música norte-americana; 11º - EU TE DAREI BEM MAIS; 10º - O PICAPAU (pela segunda vez); 9º - MAMÃE PASSOU AÇÚCAR EM MIM; 8º - TEMA DO FILME “O DÓLAR FURADO”; 7º - POBRE MENINA; 6º - CORUJA; 5º - VOCÊ ME ACENDE; 4º - MEU BEM; 3º - ESTRANHOS AO LUAR, com FRANK SINATRA; 1º - ESQUEÇA, com ROBERTO CARLOS.
Recordo setembro de 1965 quando ainda pertencente ao BATALHÃO DE GUARDAS. Relembro das causas principais que me fizeram deixar aquela Unidade: a chegada do MAJOR CLÁUDIO DE SOUSA, assumindo logo o comando interino e, depois, o sub-comando. Impôs uma porção de coisas novas no BG, as quais continuam até hoje, embora transcorrido um ano. Em setembro de 1965, também deixo de ganhar como capitão, com a transferência para o BG do 1° TENENTE OMAR JOSÉ DE CAMPOS VERDE.
Minha esposa quer ir à casa de TIA IRENE. Sai a refeição mais cedo. Antes, assistira parte do programa SÍLVIO SANTOS, no canal 5.
MARIA vai à FAZENDINHA e eu durmo durante a tarde. Quando ela retorna, vem dizendo que que TIA IRENE não se encontra nada bem. Seu estado nervoso é algo que a deixa como maluca. Conta que TIO EDUARDO estava embriagado e TIA IRENE queria sair. Pouco tempo lá ficou e o ambiente é de desespero.
Assisto muitos programas de televisão: JR E A JUVENTUDE – A FEITICEIRA – O HOMEM DE VIRGÍNIA, com o drama entre criadores de gado e os colonos, quase gerando violento conflito.
OS REIS DO RING – assisto-o em parte, com as lutas: TABERNARI vencendo PANTERA e TEDDY BOY MARINO derrotando RUDDY FARIAS. Na australiana, ROSA E ESPANHOLITO vencem CORISCO e VALDIR.
Assisto também O HOMEM DO SAPATO BRANCO. Entre os casos citamos: a) o gordo BOLÃO, agora com 236 quilos, foi a SANTOS e lá comeu 53 mil cruzeiros de uma vez só, e não pagou a conta;
b) o pretenso cineasta RAFAELI ROSSI e a sua arapuca para atrair moças;
c) NELSON GONÇALVES e sua campanha da criança;
d) Doutor OSCAR DE PAULA ASSIS – advogado de cor, fundador do RENASCENÇA CLUBE, fala sobre o preconceito de cor no BRASIL.
O programa do JACINTO é formidável por apresentar casos de interesse público. Deitamos de madrugada.       
  51 a. das anotações feitas em 11 de setembro de 1967. Ano 18º –MÊS 3º - DIA  64º - 9 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA – 271 dias como 1º TENENTE – 25 dias no 12º BP.
Pouco depois das 6 horas, deixo a cama. Dormira muito bem no alojamento do Oficial de Dia.
A manhã está molhada e chove sem parar. Meu primeiro problema é com relação a dois caminhões que devem seguir para o PÁTEO DO COLÉGIO. Conduzirão esses caminhões a tropa que fará a segurança do rei da NORUEGA, em visita a SÃO PAULO. O 2º SARGENTO GODÓI, adjunto, arruma os motoristas e, às 7:30 horas, os veículos deixam o quartel do 12º BP.
Mantenho contato com o 1º SARGENTO VICTOR VALÉRIO, do BATALHÃO DE GUARDAS. Recebo um telefonema do SOLDADO MÁRCIO ANTONI LOPES. Marco o horário das 13 horas, no BATALHÃO DE GUARDAS, para encontrá-lo.
Com o decorrer das horas, acertamos a papelada para passar o serviço. Entregarei o serviço de Oficial de Dia para um tenente do 2º BP com 3 detidos e 13 praças no xadrez. Já são 11 horas. Chega no 12º BP o CAPITÃO JONAS, da 1ª Companhia (PÁTEO DO COLÉGIO).
Quase às 12 horas, chega o MAJOR RAUL DA LUZ. Apresento-me a ele. Em seguida, passo o serviço de Oficial de Dia ao 2º TENENTE ACY, do 2º BP. Antes de deixar o quartel, apresento-me também ao TENENTE-CORONEL COLLA e MAJOR JATYR DE SOUZA, ambos do 2º BP.
São quase 13 horas quando estou chegando na Avenida TIRADENTES. Telefono para o SARGENTO CARCAN e o espero na Rua JOÃO TEODORO.
O SARGENTO CARCAN demora para vir. Converso, enquanto isso, com o SUBTENENTE AGUINALDO, CABOS JÚLIO, PAYÃO e outros. Quase às 14 horas, chega o meu compadre, acompanhado do SARGENTO LINO.
Retorno a GUARULHOS. Chego tarde em minha residência. Procuro descansar nessa tarde chuvosa e friorenta.
Lá pelas 19 horas, passo pela 2ª Companhia Independente. Lá se encontra o CAPITÃO JAIR. Devo a ele a minha saída da Unidade. Visito o SOLDADO TELÍRIO SENA.
Quase às 21 horas, estou chegando no CFA. Vou estudar francês com o Professor LUÍS GONZAGA. Hoje terminamos a décima lição e vimos parte da seguinte: AU CAFÉ.
O CORONEL Res MERCADANTE leva-me até o TUCURUVI em seu SKODA. Vou para minha residência. Quero descansar nesta noite friorenta e chuvosa.
  51 a. da sonda SURVEYOR 5 enviando da superfície da LUA resultados das análises químicas realizadas automaticamente no solo do satélite, em 11 de setembro de 1967.
  50 a. dos escritos em 11 de setembro de 1968 (quarta-feira). ANO 19º - MÊS 3º - DIA 64º - 10 anos e 99 dias na FORÇA PÚBLICA – 637 dias como 1º TENENTE – 251 dias no BTA – 78 dias na 12ª CP.
Estou no Banco MERCANTIL às 9:50 horas. Deposito lá a quantia de cem cruzeiros novos. Depois, passo pela funerária do JOÃO PANOCCHIA. Este, entrega um convite para o MAJOR RAUL DA LUZ, referente a uma sessão solene da Câmara Municipal que, na noite de amanhã, agraciará o doutor ADHEMAR DE BARROS FILHO, com o título de cidadão guarulhense.
Às 10 horas, estou viajando para SP, a fim de estar no quartel às 11 horas, horário marcado para uma revista geral. No BTA, encontro os oficiais jogando futebol de salão, com o CORONEL Reserva DELFIM CERQUEIRA NEVES. Lá está, também, o MAJOR WILSON VASCONCELOS, Comandante Interino da Unidade.
Às 11 horas, forma a 2ª Companhia, sob o comando do CAPITÃO RENATO NOGUEIRA MAGALHÂES. Comigo estão: OS ASPIRANTES TOGNETTI, CAMARGO, CRUZ, ZANDONADI e CASERTANI.
O CAPITÃO RENATO divide o setor de policiamento em zonas e, entrega-as aos Aspirantes.
Fico com a PRAÇA RAMOS DE AZEVEDO, Viaduto do Chá e PRAÇA DO PATRIARCA.  Junto comigo está o ASPIRANTE ZANDONADI.
São 12 horas quando chegamos ao local. Distribuímos o pessoal, e logo de início, vejo que alguma coisa está errada. Um CLASSE DISTINTA da Guarda Civil, de serviço no trânsito, comunica-me que o Presidente do CHILE está na COSIPA.
Uma  tropa, sob o comando do CAPITÃO ANGELO PERES CAMARGO, também está no local. Quando são 13 horas, esta tropa deixa as praças e, fica somente a minha. Mais tarde, lá pelas 14 horas, recebemos avisos de que o PRESIDENTE EDUARDO FREI não passará por aqui.
Vou à LIGHT. Procuro o senhor VERNIER, já meu conhecido e, dali, telefono ao quartel. Explico a situação ao CAPITÃO MARQUES e retiro meus homens do local.
A tropa está sem almoçar e, o CAPITÃO RENATO deu uma de “grosso” na hora da revista, dizendo não ser problema para ele resolver. Resultado: vários soldados se sentem mal na tarde, principalmente por causa do intenso calor.
Com o ASPIRANTE ZANDONADI, regresso ao Batalhão. Logo mais, estou de viagem até à 12ª CP, com o CABO ARARACI, aproveitando seu carro.
Vejo os problemas da 12ª CP e, ainda com o CABO ARARACI, regresso ao meu lar.
Nada mais faço nesta data. Apenas recebo a visita do OFICIAL DE JUSTIÇA, conhecido como CURI, que me entrega a contra-fé da citação do Juiz de Direito da 2ª Vara da Comarca de GUARULHOS.
A denúncia do promotor público é baseada numa série de calúnias cometidas pelos marginais VIANA, SANCHES, MÁRIO JANUÁRIO e ANÉAS. No dia 13 do corrente, devo comparecer ao Fórum, a fim de ser interrogado.    
  50 a. do interrogatório dos terroristas SEBASTIÃO FERNANDES MUNIZ e ANTÔNIO PEREIRA pelo juiz de Direito ANTÕNIO MARZAGÃO BARBUTO, da 9ª VARA CRIMINAL (11 de setembro de 1968). SEBASTIÃO confirmou que o general PAULO TRAJANO era quem transmitia ordens ao grupo terrorista, através de cartões cifrados que o general dizia proceder dos escalões superiores, inclusive da presidência da República. SEBASTIÃO informou que conhecia JESSE na mesma unidade da FP onde serviu por dois anos, e conheceu ALADINO FÉLIX por que se interessava por leitura bíblica. Disse que se converteu ao judaísmo não ortodoxo por influência de ALADINO. ANTÔNIO PEREIRA, o BAIXINHO, confessou tudo sobre a participação no assalto ao banco de PERUS. Disse que tomaram parte no assalto GREGÓRIO CUCHERAVIA, o ICA, NORIVAL DE PAULA, vulgo CORISCO, e PIERINO GARGANO, que se encontrava foragido. JESSE CÂNDIDO não estava no assalto, mas ficou num bosque de eucaliptos próximo, aguardando a volta do bando. Foi JESSE quem forneceu as armas para o assalto: uma metralhadora, uma mauser de 9 mm, dois revólveres calibres 32 e 22. Levaram do banco mais de vinte e seis mil cruzeiros novos, cabendo a ele, ANTÔNIO, quatro mil e quinhentos cruzeiros novos. Esse dinheiro ele usou para comprar um DKW.  
  50 a. da deposição de uma coroa de flores no Monumento do IPIRANGA, por parte do Presidente do CHILE, EDUARDO FREI, em visita ao BRASIL, no dia 11 de setembro de 1968. Um pelotão de cadetes, vestido com a farda de gala, bem como os lanceiros, com seus uniformes de gala também, montavam a GUARDA DE HONRA. O governador ABREU SODRÉ e o prefeito FARIA LIMA acompanhavam FREI. O CAPITÃO ALBERTINO LOPES DE AGUIAR comandava o pelotão de cadetes. EDUARDO FREI almoçaria no CLUBE PAULISTANO. Na tarde, acompanhado pelo governador SODRÉ e pelo prefeito FARIA LIMA, compareceu na VILA ALEXANDRIA, para inaugurar a ESCOLA MUNICIPAL BERNARDO O´HIGGINS. A viagem de FREI ao BRASIL começou no dia 4 de setembro de 1968 e terminaria em 12 de setembro.
  49 a. de minha apresentação na 3a. COMPANHIA DE POLICIAMENTO OSTENSIVO DO 11º Batalhão de Polícia Militar onde assumia o comando interino, em 11 de setembro de 1969. Era 1º Tenente e estava deixando o comando interino da 5ª Companhia do 11 º BPM.
  48 a. das exéquias do CAPITÃO ALBERTO MENDES JÚNIOR, no cemitério do ARAÇÁ.  O corpo ficou em Câmara Ardente no Salão Nobre do 1o. B.P. "TOBIAS DE AGUIAR", de 10 para 11 de setembro de 1970. Foi morto por terroristas comandados pelo ex-capitão do Exercito CARLOS LAMARCA, em 9 de maio de 1970, em REGISTRO.  O CAPITÃO ALBERTO MENDES JÚNIOR nasceu em 24 de janeiro de 1947. É considerado herói da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO.          

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO
QUARTEL GENERAL – ESTADO MAIOR
5ª SEÇÃO – ASSUNTOS CIVIS
BOLETIM ESPECIAL
SÃO PAULO, 11 DE SETEMBRO DE 1970
Publico, para conhecimento da Corporação, o seguinte:

TENENTE ALBERTO MENDES JÚNIOR
Nasceu no dia 24 de janeiro de 1947 na cidade de SÃO PAULO, capital do Estado, filho de ALBERTO MENDES e de dona ANGELINA PLÁCIDO MENDES.
Alistou-se na Polícia Militar em 15 de janeiro de 1965 como aluno do Curso Preparatório de Formação de Oficiais da Tradicional Academia do BARRO BRANCO.
Concluiu o CPFO e foi promovido ao 1º ano do Curso de Formação de Oficiais em 24 de maio de 1967, durante uma manhã radiosa, numa festa emocionante, recebeu o espadim de Cadete.
Honrou-o durante o Curso e no dia 21 de abril de 1969 devolveu o espadim-símbolo, e recebeu a espada de Aspirante a Oficial, jurando perante à Bandeira que tudo faria para conquistar com dignidade o oficialato.
Cumpriu o juramento.
No dia 15 de dezembro de 1969 foi promovido por merecimento intelectual ao posto de segundo-tenente.
Fez, a seguir, o compromisso de Oficial: cumprir com os deveres de Oficial da Polícia Militar e dedicar-se inteiramente ao serviço da PÁTRIA.
E, finalmente, no 1o Batalhão TOBIAS DE AGUIAR, onde foi classificado em 6 de fevereiro deste ano, teria que cumprir, na expressão da palavra, todos os juramentos e compromissos.
TENENTE ALBERTO MENDES JÚNIOR, no VALE DO RIBEIRA honrou o nome da família e o passado da centenária Milícia. Comandando uma guarnição do lendário BTA seguiu para o combate contra bandoleiros subversivos que agiam entre REGISTRO, ELDORADO e SETE BARRAS, o TENENTE MENDES JÚNIOR estava entre os que partiram.
E lá, na luta desigual, pôs à prova todo seu valor de soldado brasileiro.
Durante um encontro com os facínoras inimigos da Pátria travou intenso tiroteio. Sentiu que a luta não demoraria; viu que seus comandados, ensangüentados, precisavam de socorro e não teve dúvida.
Sua personalidade de comandante aflorou, exemplar. Deixou-se aprisionar.  Dois dias depois, os vis indivíduos que o conduziam confabularam e decidiram matá-lo.
Ele foi morto. De modo brutal, covardemente, sem piedade, espancado a coronhadas de fuzil, friamente.
Seu corpo bravo foi colocado numa vala e coberto com terra e gravetos.
Enquanto todos o procuravam na esperança de estar vivo, enquanto tudo se fazia para tê-lo de volta, nada mais era possível, pois quando o encontramos no início desta semana, só pudemos achar os restos da figura imovedoura de um HERÓI.
Hoje, o Panteão dos Heróis da Pátria se abre, como tantas vezes já o fez, para receber mais um bravo companheiro.
TENENTE ALBERTO MENDES JÚNIOR
Que dizer-te agora?
Onde a palavra que, dando o sentido exato de teu heroísmo, se harmonize com o diapasão da nossa sensibilidade?
Como situar com palavras o teu feito?
Nossas lágrimas dizem tudo e queremos dizer-te mais.
Nasceste em berço humilde e, acalentado pelo amor dos entes queridos, pudeste moldar o caráter no exemplo da dignidade, da honra, da bravura e do civismo.
Querias construir, e construías o futuro bom para ti e para os teus.
No embalo ainda dos folguedos juvenis, puro, idealista e sonhador, ergueste a frente e, decidido, alistaste para servir a Pátria como Policial Militar.
Eis o jovem cadete a misturar com os sonhos o esforço e o sacrifício.
Vai temperando o caráter que o nosso BRASIL pede forte e cordial, altivo e prestativo.
São cinco anos.
Um por todos, todos por um. E tu eras dos bons, procurando ser dos melhores. E, em seres bom e em fazeres o bem mal podias acreditar na tirania, na traição, no genocídio, no vilipêndio.
Bem formado, te aprontaste para cumprir as missões que te aguardavam nas fileiras da Milícia Paulista. Era a tua nova família a orgulhar-se com a família que já se orgulhava de ti.
A Pátria renasce. Há ânsia de construir o futuro bom, com justiça e muito amor.
O inimigo já não esconde o azedume. Agride e testa a desordem, pela infâmia, pelo crime, pelo terror.
O jovem Oficial é um dos mil e um de trinta e um, nos 23 anos de esperança.
É classificado no lendário 1º B.P. “TOBIAS DE AGUIAR” e, na região onde a Pátria experimentava mais uma agressão – REGISTRO – devia o nosso heróico Tenente construir uma das mais belas páginas de abnegação e de bravura.
Empenhado em ação violenta de combate, teve a tropa sob seu comando, praticamente dizimada, em ataque de surpresa, a 8 de maio deste ano.
Houve, então, o grande momento.
Em gesto de absoluta coragem, de reverência e de solidariedade humana exaltada às últimas conseqüências, sacrifica a própria vida entregando à sanha dos que seriam seus assassinos, fazendo apenas uma única exigência: a vida dos seus subordinados feridos e que jaziam exangue no solo.
TENENTE MENDES, és o herói cuja imortalidade já festejamos e cujo exemplo já nos anima e nos anima muito mais porque te vimos, e ainda ouvimos os teus passos e sentimos a tua presença.
Temos orgulho. Eras igual a todos e nós vimos que viveste no mais alto grau a consciência de como devemos ser.
Não eram muitos os que te abraçavam quando juraste defender a honra, integridade e instituições pátrias, com o sacrifício da própria vida. Ao teu lado havia muitos outros e tu eras um.
Hoje, a cidade parou para dizer-te, entre lágrimas, que se orgulha de ti.
Ainda ouvimos os ecos de tantas vozes que, há poucos dias, no 7 de setembro, cantavam:
                        “Ou ficar a Pátria livre
                        Ou morrer pelo BRASIL”
O BRASIL está livre e continuará.
TENENTE MENDES. Choramos porque foste e nos alegramos por saber, companheiro valoroso, que o teu exemplo despertará em nós os mesmos arroubos cívicos, a mesma heróica determinação, a mesma lealdade e constância.
Desmascarados estão os inimigos da Pátria e suas intenções sinistras serão repelidas com energia.
Ante o teu exemplo mais despertas estão as forças vivas da Nação.
Agora, serás baluarte no coração de todo povo brasileiro que repele a opressão, o ódio, a ignomínia e o terror.
Para ti, em posição de sentido e como derradeira homenagem repetimos as palavras de GUILHERME DE ALMEIDA:
                         “Morreste cedo para viver sempre”
Hoje, aqui perfilados, choramos a tua morte; os clarins ressoam anunciando a partida do herói, as armas se abatem àquele que soube honrá-las , os umbrais da Academia não verão mais teu porte marcial; o pátio do histórico Batalhão “TOBIAS DE AGUIAR” não sentirá mais o cadenciar de teus passos; o lar modesto não verá mais o filho querido voltar das missões cumpridas; tua lacuna ficará marcada na Tropa de Piratininga.
ADEUS, TENENTE MENDES, DEUS te acolha entre os bem-aventurados, repousa entre os santos, tu bem cumpristes a parcela que a Pátria te destinou, agora a nós cabe o dever de defender a integridade brasileira, honrando o teu nome que soube dignificar a profecia contida nos versos do Hino Pátrio:
                         “Mas, se ergues da Justiça a clava forte,
                          Verás que um filho teu não foge à luta,
                           Nem teme, quem te adora, a própria morte”.

CONFERE
ALTINO MAGNO FERNANDES
CEL. PM CHEFE DO EM.
                                                                               ASSINADO
                                                        CONFÚCIO DANTON DE PAULA AVELINO
                                                                CORONEL COMANDANTE GERAL
                         
  48 a. quando a Conferência Nacional dos Bispos do BRASIL acabava com a obrigatoriedade de uma pessoa não católica, casada com católica, educar os filhos segundo os princípios cristãos, em 11 de setembro de 1970.
  47 a. falece NIKITA KRUSCHEV, dirigente soviético, em 11 de setembro de 1971.
  44 a. falece o Capitão da FP ALFREDO FEIJÓ, nascido em 6 de novembro de 1898. Quando “estourou” a Revolução Constitucionalista de 32, ALFREDO FEIJÓ era comandante de um esquadrão de metralhadoras. Comandou o Batalhão de Cavalaria de RIO PARDO e deixou um precioso acervo a respeito: cartas, listas, telegramas, boletins regimentais de 32, cadernos, inclusive aquarelas que bem retratam os episódios do emprego da cavalaria sob seu comando. Faleceu, vítima de um infarto, quando dirigia  seu  carro, em 11 de setembro de 1973.
  44 a. do seqüestro e morte da menina ANA LÍDIA, em 11 de setembro de 1973.
  44 a. da morte de SALVADOR ALLENDE, durante o assalto ao PALÁCIO DE LA MONEDA, no CHILE. O líder socialista SALVADOR ALLENDE, após sair vitorioso na eleição presidencial chilena de 1970, foi traído pelas Forças Armadas de seu país e sofreu um golpe que se desdobrou em horas angustiantes. ALLENDE despertou às 6:20 horas em 11 de setembro de 1973 com um telefonema de um funcionário que o informava que a MARINHA havia se rebelado no PORTO DE VALPARAÍSO, a 110 km de SANTIAGO. Nos principais quartéis do CHILE, a atividade havia começado pouco depois da meia-noite, com os tanques esquentando os seus motores, os pilotos recebendo instruções de seus superiores e os generais fazendo chamadas telefônicas para certificarem-se da subordinação de suas tropas. ALLENDE, de 65 anos, teria poucas horas a mais de vida. Desligou o telefone, alertou seus seguranças e partiu, escoltado por veículos do Corpo de Carabineros, da residência presidencial da RUA THOMAS MOORE para o PALÁCIO DE LA MONEDA. Durante o traslado, tomou consciência de que os militares estavam precipitando um golpe, provavelmente para evitar que pudesse concretizar seus projetos para convocar um plebiscito sobre as reformas estatizantes de seu governo. A consulta seria um esforço desesperado para salvar o governo da UNIDADE POPULAR, a coalizão esquerdista que, com mil dias no poder, agonizava após um extenuante conflito com a oposição da direita e da democracia cristã. Um conflito iniciado no dia de sua vitória eleitoral, em 4 de setembro de 1970. No auge da guerra fria, os EUA se preocupavam com o risco de instalação de “uma nova CUBA” na AMÉRICA LATINA e a administração de RICHARD NIXON traçava sua estratégia para sufocar a economia chilena e incentivar, por meio da CIA, a “resistência” ao governo socialista. A tensão se desencadeou com ataques explosivos que destruíram oleodutos, pontes, instalações elétricas e estradas de ferro. Na zona rural, camponeses se apoderavam de terras ainda não expropriadas, para acelerar a reforma agrária. O movimento direitista PÁTRIA E LIBERDADE crescia, assim como os locautes e “panelaços” contra o governo. Em junho de 1973, quando um regimento de blindados avançou pelo centro de SANTIAGO, num episódio conhecido como “tanquetaço”, que deixou 22 mortos, ficou claro, pela primeira vez, que militares descontentes estavam dispostos a derrubar o governo. Um dia antes do golpe, ALLENDE confirmou ao comandante das Forças Armadas que ele havia nomeado três semanas antes, general AUGUSTO PINOCHET, que pretendia realizar um plebiscito para aliviar a tensão social. O presidente confiava plenamente em PINOCHET, a quem qualificava como “arraigadamente constitucionalista”. ALLENDE chegou ao LA MONEDA no dia do golpe portando um fuzil AK-47, presente do líder cubano FIDEL CASTRO. De terno, gravata e capacete, começou organizar a resistência dando instruções precisas. PINOCHET, por meio de mensageiros, instou ALLENDE a renunciar. Ante a negativa, passou a traçar com os outros comandantes militares – o almirante JOSÉ TORIBIO MERINO, o brigadeiro GUSTAVO LEIGH e o chefe de polícia. CÉSAR MENDOZA – a estratégia para remover ALLENDE do palácio. Entrincheirado no LA MONEDA, o presidente tomava medidas para suportar um combate longo e parecia determinado e sereno, segundo uma de suas filhas, BEATRIZ. Da janela do gabinete presidencial, um disparo de bazuca destruiu um tanque. Quando o tiroteio se intensificou, ALLENDE reuniu o grupo que o acompanhava e disse a eles que a luta que começara naquela manhã precisaria de líderes para conduzi-la no futuro e pediu a todos que deixassem o palácio. Pouco depois, difundiu sua última mensagem ao País pela RÁDIO MAGALLANES. “Não renunciarei”, anunciou. “Pagarei com minha vida a lealdade do povo”, acrescentou antes de a transmissão ser interrompida por militares. Ao meio-dia, aviões começaram a bombardear o palácio. Por uma das janelas, o presidente gritou: “ALLENDE não se rende, milicos”. Minutos depois, os últimos seguidores que desciam as largas escadas do LA MONEDA ouviram um tiro. ALLENDE se suicidara com um tiro sob o queixo, disparado do fuzil presenteado por FIDEL. A infantaria do Exército tomou o palácio às 14 horas, depois de encontrar o corpo do presidente tombado sobre um sofá. “Esse camarada até para morrer causou problemas”, comentou PINOCHET depois da confirmação do suicídio de ALLENDE. No livro LOS 1001 DIAS DEL GOLPE, de MÓNICA GONZÁLEZ, que relata os bastidores da queda de SALVADOR ALLENDE, diz num trecho: “Morava e estudava em SANTIAGO. Os militares iniciaram a ação logo cedo. Senti um alívio porque a situação política e econômica era caótica. Mas, nos dias seguintes, a sensação boa se transformou em preocupação, à medida que os boatos sobre violações aos direitos humanos se espalhavam. Percebi que o regime democrático havia sido destruído.”            
  39 a. falece o piloto de F1 RONNIE PETTERSON, em 11 de setembro de 1978.
  38 a. falece AGOSTINHO DOS SANTOS, presidente de ANGOLA, em 11 de setembro de 1979. Demais anotações feitas nesta data: CORONÉIS PM TRANCHESI, ROSSI, ASSIS, TENENTES-CORONÉIS PM GAÚCHO e PEREZ, MAJORES PM JÓBIO e NIOMAR e outros oficiais estão na quadra do DELPHIN BALANCIER para os costumeiros jogos de volibol. Pago o “PLANO V” no Consórcio de Carros do Clube dos Oficiais. Meu filho MÁRIO vai ver um emprego na Rua CATÃO, na LAPA. O CABO PM CALIENTE ajuda-o. Chegada dos oficiais de SANTA CATARINA, matriculados num estágio no choque: 2º TENENTE WALDIR BALDESSARI, 2º TENENTE BENEVAL JOÃO DE SOUZA e 2º TENENTE LOURIVAL ANTENOR DE MELLO. O MAJOR PM ALUÍZIO leva-os até o 3º BPChq, onde são apresentados ao TENENTE-CORONEL PM RENATO PEREZ e MAJOR PM ISER BRISOLLA. Ali farão estágio até dia 14 de setembro. Tomo conhecimento de um caso escabroso na hora do almoço: um sujeito tenta matar a mãe para ficar com a herança. SARGENTO PM OSVALDO, de POÁ, telefona-me e diz que houve a sentença judicial no Processo nº 521, que tantas dores de cabeça me deu neste ano. No final do expediente os tenentes da PM de SANTA CATARINA passam pelo CPChq. Aos poucos eles vão se familiarizando com as nossas atividades. JARBAS PASSARINHO (ARENA) PAULO BROSSARD e alguns oficiais alunos do CSP estão presentes na ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA. Chega ao Congresso projeto de lei que modifica a reforma salarial.     
  37 a. da nova Constituição do CHILE. Foi aprovada em referendum, com 69,14% dos votos. Através da nova lei, PINOCHET poderia seguir no poder por mais oito anos. Em 11 de setembro de 1980.
  36 a. da OPERAÇÃO “GRILO”, reintegração de posse da FAZENDA ITUPU,  na ZONA SUL de S. PAULO. Das páginas de minhas memórias, em 11 de setembro de 1981: “Às 3:15 horas, passagem em revista à tropa no Pátio do 2º BPChq, pelo CORONEL CID BENEDITO MARQUES. O Cmt da tropa é o TENENTE-CORONEL CARLOS DE CARVALHO. Os comandantes de companhias: CAPITÃO JAIR (2º BPChq) e CAPITÃO CAMARGO (3º BPChq). 03:30 horas, o Cel CID ruma para o CPAM-2 com MAJOR VENTURA, MAJOR ALUÍZIO e CAPITÃO GABRIEL. São feitos contatos com o CORONEL ALBERTINO LOPES DE AGUIAR (Cmt da Operação), TENENTE-CORONEL GARIBE, TENENTE-CORONEL MORAIS NOVAES, TENENTE-CORONEL OMAR DE CAMPOS VERDE, MAJOR CERRALVO, MAJOR FERREIRA DE SOUZA e demais oficiais comandantes de tropa.  4:10 horas, chegada do Cmt Geral e MAJOR MENDES. Vamos todos para a FAZENDA ITUPU. As tropas tomam disposição no terreno e aguardam ordens para agir. Muito frio no local. O Oficial de Justiça chega depois das 6 horas. Acompanhado do delegado da polícia federal, ele faz a proclamação perante os posseiros. O porta-voz é o Deputado Federal AURÉLIO PERES. Em poucos minutos os invasores resolvem deixar o local caso lhe sejam dadas garantias de quem ninguém será preso. Os posseiros afastam-se às 6:35 horas. É procedido uma vistoria no local pelo oficial de justiça, delegado da polícia federal, representante do IAPAS, Cmt Geral, Cmt do Operação “GRILO”, CORONEL CID, MAJOR MENDES, MAJOR VENTURA. A Imprensa acompanha. Às 7:30 horas retiramo-nos do local. Retornamos ao Choque. Reunião às 9:30 horas no 3º BPChq com oficiais componentes do ESTADO-MAIOR PESSOAL e GERAL do COMANDANTE DA PARADA POLICIAL MILITAR, CORONEL CID BENEDITO MARQUES. Ele estuda a mudança da data. Almoço no SERVIÇO DE SUBSISTÊNCIA e descanso até às 15 horas. CORONEL CID vai ao QCG e depois para CAMPINAS. Até às 18 horas fico resolvendo os problemas da Seção Operacional. Em casa, não consigo nem ler, deitando logo.”
  34 a. da conquista, por parte dos irmãos iatistas TORBEN e LARS GRAEL, do título para o BRASIL no Campeonato Mundial de Snipe, em PORTUGAL, no dia 11 de setembro de 1983.
  32 a. falece o Cel. Ref. OSVALDO HILDEBRAND, no dia 11 de setembro de 1985.
  32 a. de um acidente de trens, com um choque frontal, causando mais de 120 mortes em PORTUGAL, em 11 de setembro de 1985.
  31 a. do registro da maior queda da bolsa de valores de NOVA YORK até 11 de setembro de 1986. O índice DOW JONES perderia 86,5 pontos.
  30 a. falece no dia 11 de setembro de 1987 o padre, filósofo e educador PAUL-EUGÈNE CHARBONNEAU, vice-diretor do Colégio SANTA CRUZ, aos 61 anos, no Hospital SANTA CATARINA, em decorrência de uma hemorragia cerebral que sofreu há um mês. Também morre nesta data o ator de cinema LORNE GREENE. Demais anotações nesta data: LUCINDA vai ao Hospital d CRUZ AZUL nesta manhã de sexta-feira. Na entrada do CAES encontro o CORONEL PM Res LUIZ CARLOS DE PONTES FABBRI. Ele trabalha na FEPASA e fala comigo a respeito do choque de dois trens, ontem à noite, na estação BARRA FUNDA. Morreram os dois auxiliares de maquinista. Num dos trens vinham nove presos escoltados com 5 soldados e 1 sargento da PM. Não houve fuga como se propalou. Ficamos sabendo que o CORONEL PM ANTÔNIO JOAQUIM DE OLIVEIRA JÚNIOR assumiu o Comando do CPA/I-6 (SANTOS). O CORONEL PM FELICIANO dá as aulas 3 e 4 de PM5 – PROCESSO DECISÓRIO. Tece comentários sobre a posição da Corporação na comunidade. PERCIVAL DE SOUZA vem nos dar as últimas aulas de COMUNICAÇÃO SOCIAL. O assunto trazido por ele é sobre a Constituinte. Também faz um retrospecto geral do que foram as suas aulas. Almoço com o CAPITÃO SILVA e outros oficiais do Reservado. Participo de um churrasco oferecido pelos TENENTES PM SEBASTIÃO e EDGARD (aniversariantes) e TENENTE PM MERLO (o mais novo oficial da Unidade). Vou entrar de serviço nesta noite. Apenas temos como novidade o início da COPA UNIÃO, no PACAEMBU. O PAMEIRAS vence o CRUZEIRO pelo placar de 2 a 0. Os noticiosos da TV mostram o PAPA JOÃO PAULO II em MIAMI. O meu colega de turma TENENTE-CORONEL PM ALBINO CARLOS PAZELLI casou-se novamente nesta sexta-feira, com sua companheira VERA, na Catedral Metropolitana Ortodoxa de São Paulo, à Rua VERGUEIRO, por volta das 18 horas. Nesta noite estão recebendo os cumprimentos no Salão de Festas da Capelania da Polícia Militar, bem perto do meu quartel. Não fui ao casamento por razões de cansaço. Sem ocorrências importantes assisto o filme CAÇADA IMPLACÁVEL no canal 7. Essa semana que se vai encerrando exigiu um desprendimento a mais dos oficiais alunos por causa das provas finais de DOUTRINA DE EMPREGO DA PM/CBM.     
  28 a. falece o Comandante da frustrada invasão da BAIA OS PORCOS, em CUBA, por JOSÉ ALFREDO SAN ROMÁN, em 11 de setembro de 1989.
  27 a. do seqüestro dos estudantes VÂNIA BENZAQUEM GABAY e ALEX ANDRE WENKERT, em 11 de setembro de 1990.
  26 a. do derrame cerebral sofrido pelo Cel. Res. HERMES BITTENCOURT CRUZ, em 11 de setembro de 1991.
  26 a. da decisão da URSS de retirar suas tropas de CUBA, calculadas em 11 mil homens, em 11 de setembro de 1991.
  25 a. falece o Cel. EB Ref MONSENHOR JOÃO PHEENEY DE CAMARGO E SILVA, nascido em 12 de fevereiro de 1908. Foi Presidente da SOCIDADE VETERANOS DE 32-MMDC. Falece em 11 de setembro de 1992. Foi combatente de 1932, participou da 2ª Grande Guerra e esteve também no Canal de Suez, como participante das Forças de Paz.
  23 a. falece a atriz JÉSSICA TANDY, em 11 de setembro de 1994, aos 85 anos, em CONNECTICUT, na sua casa. A atriz, nascida na INGLATERRA, sofria de câncer. Para o grande público, JÉSSICA TANDY deixa a imagem da elegante e implicante DAISY WERTHAN, velha judia sulista de ATLANTA, que ela interpretou no filme CONDUZINDO MISS DAISY, ganhando o OSCAR de melhor atriz em 1990. No entanto, para quem tem intimidade com o teatro norte-americano, a morte de JÉSSICA TANDY representa o desaparecimento de uma das damas do palco contemporâneo. Outros filmes onde ela trabalhou: NOITE DE REIS, HAMLET, PORTRAIT OF A MADONNA, UM BONDE CHAMADO DESEJO, A SÉTIMA CRUZ, ROMMEL, A RAPOSA DO DESERTO, LUZ NA FLORESTA, OS PÁSSAROS, O MUNDO SEGUNDO GARP, NA CALADA DA NOITE, AMIGOS PARA SEMPRE, THE BOSTONIANS, COCOON e COCOON: A VOLTA.  
  23 a. da quebra do recorde brasileiro e sul-americano dos 50 metros livre, pelo paulista GUSTAVO BORGES, então com 21 anos, ao fazer a prova em 22seg64, em 11 de setembro de 1994. Ele ficou em quarto lugar na classificação mundial, sua melhor posição na prova até então. A medalha de ouro ficou com o russo ALEXANDER POPOV, que já havia ficado com o primeiro lugar nos 100 metros livre. A medalha de prata foi para o norte-americano GARY HALL JÚNIOR e o bronze ficou com o lituano RAIMUNDAS MAJOLIS.
  23 a. das anotações de 11 de setembro de 1994 (domingo): No vôlei feminino, o BRASIL ficou com o título do GRANDE PRIX, em XANGAI. O título de campeão foi conquistado sobre o JAPÃO. As brasileiras fecharam, invictas, a participação no quadrangular final do torneio. CUBA ficou em 2º lugar; a CHINA em 3º e o JAPÃO em 4º - Em NATAL, o espanhol ALEJO MANCISIDOR levou o título da competição de tênis, derrotando o brasileiro FERNANDO MELIGENI – A vitória de 1 a 0 - um belo gol de FLÁVIO CONCEIÇÃO no segundo tempo – sobre o INTERNACIONAL, no PARQUE ANTÁRTICA, o PALMEIRAS garantiu oficialmente a final extra, para a próxima fase do CAMPEONATO BRASILEIRO. É o primeiro a assegurar a vantagem. SANTOS e VASCO DA GAMA, em SÃO JANUÁRIO, ficaram no empate sem abertura de contagem, num jogo com muita violência.
“PERDÃO” e “TOLERÂNCIA” foram as palavras mais repetidas pelo PAPA JOÃO PAULO II nas 24 horas que permaneceu em ZAGREB, capital da CROÁCIA, na sua visita de impacto a uma região conflagrada há seis anos por guerras civis de fundo étnico e religioso. A reconciliação foi o tema predominante durante a missa campal celebrada hoje para quase um milhão de pessoas, quanto no encontro marcado com o presidente FRANJO TUDJMAN. Demonstrando abatimento físico e com dificuldades de locomoção devido a uma fratura do fêmur, que sofreu em abril, o PAPA mostrou que sente o peso dos seus 74 anos. Ao completar, ontem a 62 ª viagem de seu pontificado, JOÃO PAULO II, pela primeira vez, não se abaixou para beijar o solo, em lugar disso, um punhado de terra foi oferecido para a sua bênção.     
  21 a. transf. res.: TENENTE-CORONEL PM FRANCISCO DORCE JÚNIOR, em 11 de setembro de 1996.
  21 a. falece o ex-presidente ERNESTO GEISEL, em decorrência de problemas respiratórios, no RIO DE JANEIRO. Seu governo, de 1974 a 1979, iniciou o processo de abertura política, depois do golpe militar de 1964. Faleceu em 11 de setembro de 1996.
  20 a. da recuperação, por parte da ESCÓCIA, da autonomia do parlamento, em um referendum que registrou 74,3% de votos afirmativos, em 11 de setembro de 1997. Outras notícias nesta data: nesta quinta-feira vou cortar o cabelo com o PEDRO, na AORPM. Fico sabendo que o CORONEL PM Ref EDILBERTO DE OLIVEIRA MELO encontra-se em BRASÍLIA lutando pelos nossos direitos no campo da segurança. Converso com o TENENTE-CORONEL PM Ref REZENDE, TENENTE PM Ref PRETENDENTE e TENENTE PM Ref FONSECA. Também ali comparece o CAPITÃO IAROSLAV ARADZENKA. Hoje a temperatura é bem mais amena na cidade. Estamos com 18 graus. Na tarde, no MMDC, oito alunos da 8ª série do 1º grau “invadem” a Sociedade Veteranos de 32-MMDC para colherem subsídios sobre a Revolução de 32. Eles realizarão uma FEIRA DE CIÊNCIAS sobre a Polícia Militar em outubro. Perco quase que todo o tempo disponível em conversas com eles. O veterano MANUEL DIAS DE OLIVEIRA está na Sociedade. O CORONEL CANAVÓ ainda não retornou de sua viagem a BRASÍLIA.
O vigia SÍLVIO DA COSTA BATISTA, que está detido desde sábado (dia 6) na carceragem do DEPATRI, acusado de participar com 2 PMs do seqüestro de morte do garoto YVES YOSHIAKI OTA, de 8 anos, foi espancado pelos demais presos. A agressão ocorreu durante uma tentativa de rebelião e fuga.
Campeonato Brasileiro: CORINTHIANS 3 x VITÓRIA 1; PORTUGUESA 2 x SÃO PAULO 1; FLUMINENSE 1 x FLAMENGO 2; GOIÁS 2 x GUARANI 1; BAHIA 2 x PARANÁ 1; VASCO 6 x UNIÃO SÃO JOÃO 0 (EDMUNDO fez todos os gols); CORITIBA 3 x GRÊMIO 3; AMÉRICA (RN) 2 x CRUZEIRO 1; CRICIÚMA 2 x SPORT 0; ATLÉTICO MINEIRO 2 x SANTOS 1; INTERNACIONAL 0 x JUVENTUDE 1. O INTERNACIONAL era o último invicto do Campeonato, mas ainda lidera a tabela com 31 pontos ganhos. Em segundo lugar está a PORTUGUESA com 30 pontos; terceiro, PALMEIRAS, com 24 pontos; em quarto, também com 24 pontos está o JUVENTUS; em quinto, VASCO com 23 pontos; sexto, PARANA, com 22 pontos; em sétimo está o ATLÉTICO MINEIRO com 21 pontos. O CORINTHIANS segue em oitavo lugar com apenas 18 pontos. Dos 26 times que concorrem ao título, apenas 8 passarão para a segunda fase.   
  19 a. da inauguração do VIADUTO DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES, localizado na Av. WASHINGTON LUIZ sobre à Avenida ÁGUAS ESPRAIADAS, Zona Sul, em 11 de setembro de 1998. Outras anotações nesta data: melhora o tempo nesta sexta-feira. Vou à Cooperativa de Socorros Mútuos para resolver um empréstimo de dois mil reais para MARIA DE LOURDES – TUQUINHA – filha da dona ANTÔNIA. Conversamos com os oficiais sobre a grave crise das quedas das bolsas de valores no mundo. As taxas de juros no BRASIL aumentam para evitar a evasão de dinheiro estrangeiro. Ontem a queda na Bolsa de SÃO PAULO foi de 15,83%. O BRASIL perdeu num dia só cerca de 1,9 bilhão de dólares de suas reservas.
No MMDC, o CORONEL CANAVÓ não vem hoje. Recebo um telefonema do CORONEL PM RENALDO prometendo ir à NOSSA CAIXA-NOSSO BANCO na segunda-feira, dia 14. Hoje foi inaugurado o VIADUTO DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES. Localizado na Avenida WASHINGTON LUIZ sobre a Avenida ÁGUA ESPRAIADA.
Minha mãe está mais calma com o problema do seu neto MÁRIO. É irreversível, não havendo chances de sobrevivência, pois os órgãos estão falindo. É duro de entender essa situação, mas a natureza humana é fraca. Em casa, o JOSÉ CÂNDIDO DA SILVA dá duro na reforma do banheiro.
Nos ESTADOS UNIDOS, o relatório do CASO MÔNICA foi divulgado, inclusive pela INTERNET. As cópias desse relatório se multiplicaram no mundo todo.
LULA acusa FERNANDO HENRIQUE CARDOSO de ser o culpado pela crise dizendo que o presidente levou o país para uma “Unidade de Terapia Intensiva”.    
 18 a. das anotações feitas em 11 de setembro de 1999 (sábado): LUCINDA conta detalhes do atropelamento sofrido pela sua irmã DEOLINDA há alguns meses. Em MONZA, nos treinos para a formação do “grid” de largada do GP DA ITÁLIA, MIKA HAKKINEN faz a sua 11ª Pole Position do ano. Em segundo lugar chega HEINZ-HARALD FRENTZEN. O terceiro é DAVID COUTHARD. ALESSANDRO ZANARDI chega em quarto. RALF SCHUMACHER é o quinto. MIKA SALA chega em sexto. O sétimo é o brasileiro RUBENS BARRICHELLO, com EDDIE IRVINE em oitavo.
No US OPEN DE TÊNIS, SERENA WILLIAMS torna-se campeã ao vencer a número um do ranking mundial, MARTINA HINGIS.
CAMPEONATO BRASILEIRO: SÃO PÁULO 2 x CORITIBA 1; GAMA 1 x FLAMENGO 1; SANTOS 2 x BOTAFOGO, de RIBEIRÃO PRETO 0; VASCO 3 x PONTE PRETA 1.
Um sábado de tranqüilidade. LUCINDA trabalha o dia todo em casa. JOÃO vive os momentos da música, tocando no teclado. O PAULO CÉSAR sai muito, quase não pára em casa. Durante o transcorrer do sábado, revejo as páginas de minhas memórias, no período entre 8 a 14 de setembro dos anos de 1990 a 1996. Mais dois Jogos de xadrez no computador e mais duas derrotas. Assisto o intrincado filme abordando a loucura pelo fanatismo da religião – O JUIZO FINAL. Depois assisto TENTAÇÃO MORTAL, com muitos assassinatos.
Hoje se transfere para a reserva o MAJOR PM WALLACE OLIVEIRA E SILVA. 
 17 a. em que o assassino confesso ANTÔNIO MARCOS PIMENTA NEVES  teria novos advogados de defesa, substituindo ANTÔNIO CLÁUDIO MARIZ DE OLIVEIRA;  o ex–ministro da Justiça JOSÉ CARLOS DIAS e o advogado ARNALDO MALHEIROS  FILHO, em 11 de setembro de 2000.
  17 a. da internação da ex–primeira dama RISOLETA NEVES, viúva de  TANCREDO NEVES. Submeteu-se a uma cirurgia ortopédica na Clínica SÃO VICENTE, no RIO, em 11 de setembro de 2000.

ACONTECEU EM 11 DE SETEMBRO DE 2001 : -  TERÇA-FEIRA
1418185g - 1543202  194182 - 14. 2 211 15/.
Quando o jornaleiro da Rua TABATINGUERA contou-me, por volta das 11 horas, que os ESTADOS UNIDOS estavam sendo atacados por aviões seqüestrados, como se fossem mísseis teleguiados, não pude acreditar. Mesmo assim soube que um JUMBO teria sido arremessado, por um terrorista suicida, contra uma das torres do WORLD TRADE CENTER, na ilha de MANHATTAN. Um avião menor foi arremessado contra a outra torre. Um terceiro avião caiu sobre o PENTÁGONO.
INACREDITÁVEL! Mas é a dura realidade! Ao chegar no MMDS, todos os integrantes da Entidade estavam atentos, na televisão, assistindo aos acontecimentos; mais tarde, o CAPITÃO PM Ref IRINEU FELIPPE tenta explicar o que estava ocorrendo.
No MMDC, apesar das conversas sobre os atos de terror nos EUA, inclusive com o VASCO imprimindo as notícias da Internet, vamos tratar de assuntos referentes à solenidade do 2 de outubro. Mantenho contatos telefônicos com o CAPITÃO PJM CORTE (DAMCO) – CORONEL PM Res GUIMARÃES – CORONEL PM Ref ANTÔNIO CARLOS MENDES.
Em casa, neste dia de luto internacional, assisto cenas dantescas do TERROR nos ESTADOS UNIDOS.    
MANHÃ DE APOCALÍPSE NOS ESTADOS UNIDOS: -
UMA ONDA DE TERRORISMO INVADE NOVA IORQUE e WASHINGTON. As duas torres do WORLD TRADE CENTER foram atingidas por aviões seqüestrados por terroristas suicidas causando milhares de mortes. Um terceiro avião foi jogado contra o PENTÁGONO. Oito aviões foram seqüestrados numa onda de terrorismo sincronizada. Menos de uma hora depois do ataque ao PENTÁGONO, um BOEING 757, que partiu de NEWARK (NOVA JERSEY) para SÃO FRANCISCO, com 38 passageiros e sete tripulantes, caiu perto de JOHNSTOWN. Todos os aviões tiveram sua rota desviada pelos seqüestradores no ar. Esses aviões levavam 266 pessoas a bordo, todas mortas. 
Durante o dia todo as emissoras de televisão transmitem cenas dantescas que estão acontecendo nos EUA. OS PRIMEIROS NÚMEROS dão conta de dez mil vitimas fatais. Milhares estão feridos e muitos gravemente. O caos tomou conta da ilha de MANHATTAN e da capital dos ESTADOS UNIDOS.
O líder espiritual do TALEBAN (grupo terrorista muçulmano que controla o AFEGANISTÃO), MULLAH OMAR, condenou os ataques e negou responsabilidade de OSAMA BIN LADEN.
Na noite, chegam cenas de uma possível retaliação contra a capital do AFEGANISTÃO, CABUL. Mísseis são lançados contra esse país.  O objetivo inicial seria o aeroporto de CABUL.
Os jornais da GLOBO, RECORD, BANDEIRANTES apresentam ampla cobertura da tragédia. Os principais países do mundo repudiam os ataques terroristas. No entanto, os palestinos estão comemorando o fato. Um clima de tensão se instalou nos ESTADOS UNIDOS, no momento "fechado" ao mundo, onde não entra nem sai aviões. A GLOBO foi a primeira TV aberta a mostrar um flash do atentado terrorista nos EUA. Apenas sete minutos após o choque do primeiro avião, entraram no ar as primeiras imagens que chegavam da CNN. Durante toda a manhã, os correspondentes fizeram entradas ao vivo, direto de NOVA YORK. Naquele dia, a primeira edição dos telejornais e o GLOBO ESPORTE não foram exibidos. O “JORNAL NACIONAL” apresentou uma edição especial, batendo seu recorde de audiência no ano.

MAIS DE CEM MIL PESSOAS compareceram ao velório do prefeito ANTÔNIO DA COSTA SANTOS, o TONINHO do PT, no Paço Municipal de CAMPINAS. O corpo deixou o velório às 16h20, para ser sepultado no CEMITÉRIO DA SAUDADE.

MORREU o empresário JOSÉ ERMÍRIO DE MORAES FILHO, 74 anos, irmão de ANTÔNIO ERMÍRIO DE MORAES, do GRUPO VOTORANTIN. Presidente do conselho de administração da empresa, ele sofria de câncer nas regiões do pescoço e cabeça e sua saúde estava muito debilitada nas últimas semanas. Estava internado no HOSPITAL BENEFICÊNCIA PORTUGUESA e faleceu por volta das 13h30, dois meses antes de completar 75 anos - o industrial nasceu no  dia 26 de novembro de 1926.

A ENTREGA DO RELATÓRIO DA COMISSÃO DO CONSELHO DE ÉTICA que investiga JADER BARBALHO foi adiado para amanhã. O senador JOÃO ALBERTO, um dos integrantes da comissão de sindicância, pediu vistas do relatório.

FALECEU O MAJOR REFORMADO FLORISVALDO NEVES RIBEIRO.

A perplexidade varreu o planeta nesta terça-feira, 11 de setembro de 2001, que entra para a História como mais um marco da irracionalidade humana. As imagens de horror protagonizadas pela suicida ação do terror ficarão marcadas para todo o sempre na mente de bilhões de telespectadores que não conseguiam acreditar o que estavam vendo.
Por óbvio, uma gélida queimação percorreu a espinha dos mais velhos, que instintivamente se lembraram de PEARL HARBO e então se perguntaram: o que irá acontecer a partir de agora? Pois é...Impossível fugir a tal pergunta neste grave momento internacional em que o assombro e o lamento se somam para diminuir a crença na paz mundial, que havia ressuscitado com a queda do MURO DE BERLIM e o fim da GUERRA FRIA.
Assim como o neonazismo, que hoje preocupa toda a EUROPA, o traiçoeiro e covarde terrorismo já vinha deixando o mundo em estado de alerta, mas, por certo, ninguém imaginaria que a beira do precipício estava tão próxima como se acabou de descobrir. A dor da maior democracia é compartilhada pelo povo brasileiro, que não aceita esse tipo de violência em hipótese nenhuma, não importa contra quem quer que seja.
Mas, da mesma forma que hoje se condena o tresloucado ataque, se torce aqui para que o equilíbrio seja mais forte do que o natural sentimento de vingança que nessas horas toma conta dos americanos. Afinal, as retaliações que já se fizeram hoje mesmo contra o AFEGANISTÃO – de onde, na visão do PENTÁGONO, poderia ter partido o plano para a agressão – não conseguirão trazer de volta os inocentes mortos. Só servirão para matar mais inocentes e atrair inevitáveis ações terroristas.
A situação, de fato, é extremamente delicada e não pode ser vista como se fosse um problema que só diz respeito aos ESTADOS UNIDOS, pois paira no ar o temor de um envolvimento muito maior, ou seja, de um alastramento da violência que não dá para ter fronteiras nem data para parar. Esta madrugada, com toda a certeza, foi de insônia, angústia e inquietação, à espera do dia seguinte.
Afinal, se nem a nação mais poderosa está imune ao terrorismo, que estará? O assustador exemplo da insensatez, no entanto, pode vir a servir de lição para todos nós. Ao atrair o repúdio mundial, até mesmo de líderes antiamericanos, o terrorismo pode ter-se aplicado uma overdose letal. Ao mesmo tempo, deve obrigar o mundo a uma reflexão sobre a ordem econômica que colhe a morte ao semear a fome. Não há tempo a perder... (O DIA SEGUINTE) – OPINIÃO DO DIÁRIO DE SÃO PAULO.

2 002  :  -  QUARTA-FEIRA
Na edição do JORNAL DA TARDE de 11 de setembro o destaque era o primeiro ano após os atentados às TORRES GÊMEAS nos ESTADOS UNIDOS. O governo norte-americano estava em estado de alerta e homenagens aos mortos haviam sido feitas no país. No BRASIL, o MST se declarava pró-LULA durante as eleições para a Presidência e, no futebol, o PALMEIRAS corria o risco de cair para a Segunda Divisão.

O atentado terrorista contra as torres gêmeas do WORLD TRADE CENTER, em NOVA YORK, e o PENTÁGONO, em WASHINGTON está completando UM ANO, mas ainda hoje os tremores da tragédia são sentidos em grande intensidade no mundo todo. Alguns acontecimentos da semana passada ilustram a reviravolta que o planeta vem sofrendo desde o fatídico 11 de setembro. O presidente do AFEGANISTÃO, HAMID KARZAI, sofreu uma tentativa de assassinato na cidade de KANDAHAR, mas saiu ileso do incidente. A principal suspeita de autoria do atentado é a organização terrorista AL QAEDA, liderada por OSAMA BIN LADEN. Afinal, KARZAI foi guindado ao posto com o apoio do governo dos EUA, depois que o regime TALEBAN perdeu o poder no País. Pouco antes, um carro–bomba explodiu em CABUL, capital afegã, matando 26 pessoas. No dia seguinte, os americanos usaram caças para bombardear o sul do IRAQUE em mais um alerta de GEORGE W. BUSH contra o ditador SADDAM HUSSEIN e, de quebra, contra o terrorismo internacional.
Mas os efeitos de 11 de setembro não são evidentes apenas em atitudes. Eles se expressam também no sentimento do povo americano. Há um ano, boa parte da população vive uma espécie de paranóia coletiva, como se uma nova catástrofe fosse acontecer a cada dia. No aniversário da independência do País, em 4 de julho, certo pânico tomou conta dos moradores de NOVA YORK, que achavam que a data seria escolhida para um novo ataque. Agora, os serviços de inteligência americanos, de certa forma, ajudam a espalhar o medo ao revelar o crescimento das ameaças terroristas por causa do primeiro aniversário da tragédia.
Para muitos, os acontecimentos de 11 de setembro abriram uma ferida que jamais irá cicatrizar. O capitão DANIEL DALY, 54 anos, está há 24 no Destacamento 52 do Corpo de Bombeiros de NOVA YORK. Durante dois anos, chefiou uma equipe no trabalho de resgate. Ele guarda imagens aterrorizantes daqueles dias, como os corpos dilacerados que ajudou a tirar do entulho. DALY planejava se aposentar só daqui a cinco anos, mas o trauma de ter perdido vários colegas é tão grande que, a exemplo de outros dois mil bombeiros, resolveu se retirar no fim do ano. O relato de DALY é um entre tantos outros de pessoas que estiveram no olho do furacão e sobreviveram.

Documentários, debates, reportagens e retrospectivas são algumas das atrações previstas para hoje pelos canais para lembrar os ataques do fatídico 11 de setembro. GLOBO e BANDEIRANTES programaram uma série de reportagens, que estão sendo exibidas durante toda a semana em seus jornalísticos. Outros canais reservaram apenas o dia de hoje para repercutir o assunto em seus noticiários. A GLOBO também coloca no ar o documentário “9/11” feito pelos cinegrafistas franceses GEODON e JULES NAUDET. Eles preparavam um programa sobre o dia–a–dia dos bombeiros quando aconteceu o atentado ao WORLD TRADE CENTER. O filme é narrado pelo ator ROBERT DE NIRO e é transmitido com legenda para preservar o som original. A produção traz imagens inéditas do prédio durante e após o atentado. A BANDEIRANTES apresenta um especial ao vivo, em que debate as conseqüências do ataque com convidados especializados em segurança e terrorismo. Outra emissora que entra ao vivo com o tema é a RECORD. O “REPÓRTER RECORD” traz reportagens sobre NOVA YORK após o ataque e segurança nos aeroportos. Já o SBT exibe na série “PARCEIROS DA VIDA”, depoimentos de pára médicos e bombeiros que trabalharam no socorro das vítimas.

Há uma verdadeira paranóia no ar, neste 11 de setembro. Pela manhã, os jornais publicam cadernos sobre o assunto do “DIA EM QUE A TERRA PAROU”. O 11 de SETEMBRO passou a ser um marco na história dos EUA – ANTES e DEPOIS dessa data são comentados ao limite nessa quarta – feira, onde todos estão aguardando algum acontecimento inusitado.
Vou para SÃO PAULO por volta das 10:30 horas. Tanto no MMDS como na Associação dos Oficiais da Reserva comenta-se o 11 de setembro. Não temos a costumeira reunião no MMDS. Os oficiais estão em destino e aproveito o tempo para estudar alguns relatórios pendentes, principalmente quanto ao envolvimento do CRISTIANO em bebedeiras, já que esse é um vício que está acabando com o rapaz. Já foi muito bom em anos passados. Hoje é um fantasma do que era.
Muito tranqüilo o dia na Sociedade Veteranos de 32~MMDC. Não contamos com a presença do presidente e nem recebemos visitas, a não ser de uma viúva que vem pedir uma Certidão do ex–combatente de 32. Dona CÉLIA está providenciando a remessa das convocações para a reunião do CONSELHO SUPREMO, já assinadas pelo COMANDANTE GERAL, Cel. ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES. Também o Sr. MARCONDES, que se encontra em casa, deverá assinar as convocações para os diretores quanto à reunião marcada para dia 19 de setembro.

Integrantes da facção criminosa COMANDO VERMELHO (CV) promovem cenas de violência e terror, hoje, no presídio de segurança máxima BANGU 1, durante rebelião para matar rivais do TERCEIRO COMANDO (TC). Quatro presos foram mortos. Entre eles, um dos mais perigosos bandidos do RIO, ERNALDO PINTO MEDEIROS, o UÊ. CELSO LUÍS RODRIGUES, o CELSINHO DA VILA VINTÉM, foi espancado.
Até as 22 horas, os detentos tinham em seu poder seis dos oito reféns e a polícia ainda não tinha cumprido a ordem de invadir o presídio, dada pela governadora BENEDITA DA SILVA. O levante foi liderado por LUÍS FERNANDO DA COSTA, o FERNANDINHO BEIRA-MAR. Ele lideraria um processo de unificação nacional das facções e decidiu “eliminar desafetos”, disse o secretário da Segurança Pública, ROBERTO AGUIAR.
Quatro mortes foram confirmadas : UÊ, CARLOS ROBERTO DA COSTA, o ROBERTINHO DO MORRO DO ADEUS; WANDERLEY SOARES, o ORELHA (cunhado de UÊ), e MARCELO LUCAS DA SILVA, o CAFÉ DO ANDARAÍ. ELPÍDIO ROBÔ foi esfaqueado e está muito ferido. Já CELSINHO DA VILA VINTÉM foi espancado, mas decidiu apoiar BEIRA-MAR e acabou poupado.
A REBELIÃO começou às 8:30 horas, quando a facção dominou dois agentes do Departamento do Sistema Penitenciário que faziam a contagem dos presos. Os rebelados pegaram as chaves das celas e fizeram os funcionários reféns. Em seguida, outras seis pessoas – dois agentes do DESIPE e quatro operários que faziam uma obra na prisão foram capturadas.  

A polícia civil prendeu, na tarde de hoje, LEANDRO CAETANO, de 21 anos, acusado de participar do assassinato da menina VITÓRIA AUGUSTINHO RODRIGUES DE ALMEIDA, de 5 anos, morta em uma tentativa de assalto na noite do domingo, dia 8, em SANTO ANDRÉ. O acusado foi reconhecido por testemunhas. CAETANO já foi preso pela polícia por crimes de tráfico de drogas e roubo. Está com prisão temporária decretada pela Justiça.

Pânico e revolta contra o estrangulador de GUARULHOS mobilizaram hoje a população e a polícia do município e de bairros vizinhos. Uma pessoa foi perseguida em GUARULHOS por ser confundida com o maníaco e escapou pela tubulação de esgoto. Outras duas foram detidas na ZONA NORTE de SÃO PAULO, mas não foram reconhecidas. Um bandido que atacou uma mulher no PARQUE EDU CHAVES, escapou saltando pelos telhados de casas. Em ITAQUAQUECETUBA, um funcionário da SABESP foi confundido com o homem suspeito de estrangular 12 pessoas.

Nem mesmo LEVIR CULPI consegue dar jeito no PALMEIRAS. No duelo contra CELSO ROTH, ex–treinador da equipe, o VERDÃO perdeu para o INTERNACIONAL por 3 a 2. Outro paulista que se deu mal foi o SANTOS. DIEGO chegou a colocar o time na frente ao fazer 2 a 0, mas o CORITIBA reagiu e venceu por 4 a 2. No CANINDÉ, a LUSA derrotou o SÃO CAETANO  por 3 a 2. Em CAMPINAS, a PONTE PRETA se reabilitou ao ganhar do PARANÁ por 1 a 0.

PRESO por dirigir sob efeito de álcool ou drogas, o ator americano NICK NOLTE, de CABO DO MEDO e O PRÍNCIPE DAS MARÉS. Ele foi parado por policiais quando ziguezagueava com seu Mercedez-Benz preto por uma estrada de MALIBU. Parecendo desorientado, foi algemado e levado à delegacia. Pagou fiança de dois mil e quinhentos dólares e foi liberado.

MORREU a atriz KIM HUNTER, em NOVA YORK, em seu apartamento, no bairro boêmio de GREENWICH VILLAGE, aos 79 anos, de ataque cardíaco. Ficou famosa quando recebeu, no começo dos anos 50, o OSCAR de coadjuvante por seu papel como a irmã de BLANCHE DUBOIS, ESTELLE, na adaptação que ELIA KAZAN fez da peça de TENESSEE WILLIAMS, UM BONDE CHAMADO DESEJO (o filme ganhou o título de UMA RUA CHAMADA PECADO, no BRASIL). KIM HUNTER, que fez muito teatro, participou de vários outros filmes, incluindo O PLANETA DOS MACACOS (onde fez o papel da macaca ZIRA), a primeira versão, de FRANKLIN J. SCHAFFNER, nos anos sessenta.

OPERADO o astro do basquete SHAQUILLE O´NEAL, de 30 anos, de LOS ANGELES LAKERS. O´NEAL foi submetido a uma cirurgia no dedão do pé direito, foco de inflamação crônica.
2 003   :  -  (131 183 //1 – 165)       SEXTA-FEIRA
Estréia nesta sexta-feira no País o filme A LIGA EXTRAORDINÁRIA. Estamos em 1899 e um malfeitor ataca cidades européias com tanques e metralhadoras, jogando as nações umas contra as outras. É preciso que alguém o pare antes que uma guerra se inicie. O encargo recai sobre um grupo de personagens da ficção vitoriana: o aventureiro ALLAN QUATERMAIN, o dândi DORIAN GRAY, cujo retrato envelhece em seu lugar, o HOMEM INVISÍVEL, o CAPITÃO NEMO, o jovem americano TOM SAWYER, o Dr JEKYLL, que em seus maus momentos vira o terrível Mr. HYDE, e MINA HARKER, a moça que foi seduzida por DRÁCULA e se tornou vampira. É uma premissa criativa, e não é de admirar que HOLLYWOOD tenha se apressado em adaptar a “graphic novel” que a lançou. O explorador ALLAN QUATERMAIN é recrutado por um certo M – a sigla do chefe de JAMES BOND, personagem que lançou CONNERY. Felizmente, SEAN CONNERY ao menos é inconfundível nesse filme. Aos 73 anos, muito sacudido e com um humor cada vez mais seco, ele é a única razão de A LIGA EXTRAORDINÁRIA.

Começa a circular hoje a nova nota de R$ 1,00 que sofreu mudanças para evitar fraudes e facilitar o reconhecimento do dinheiro por deficientes visuais. O presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA recebeu ontem a primeira nota das mãos do ministro da FAZENDA, ANTÔNIO PALOCCI, em cerimônia que contou com a presença do presidente do BANCO CENTRAL, HENRIQUE MEIRELLES. Na nota, a inscrição “BANCO CENTRAL DO BRASIL” foi substituída por “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”. A nova cédula tem um verde mais intenso e todos os padrões de segurança foram reforçados, deixando a nota com as mesmas características das cédulas de R$ 2,00 e de R$ 20,00.

Pela manhã, LUCINDA vem me contar que o JOÃO GOMES DE OLIVEIRA JÚNIOR está com duas prestações atrasadas de seu carro (refinanciado recentemente) e precisa de dois mil reais para saldar os débitos. Viu-se atrapalhado financeiramente depois que achou de montar um lava-rápido, que só lhe trouxe dores de cabeça. Até agora ele nada me falou sobre esse problema.

Em SÃO PAULO, precisamente no MMDS, apenas encontro o ALEMÃO. Os demais oficiais estão em destino, isto é, cuidam das aulas. Depois, vou tentar arrumar o dinheiro para o JOÃO GOMES DE OLIVEIRA JÚNIOR, cerca de dois mil reais. O melhor juro bancário é de 6%. Não gosto dessa situação, mas a pressão da família é que obriga a me socorrer de organizações que cuidam disso.
Na tarde, temos um expediente sossegado na Sociedade, sem a presença do presidente e com o Cel MENDES empenhado com as indicações da MEDALHA PEDRO DE TOLEDO para 2 de outubro. Combinamos a nossa viagem para SOROCABA, amanhã, cuja finalidade é visitar o nosso companheiro de bancos escolares, MAJOR Ref ARLINDO DE MOURA, que se encontra acamado. Apenas é um pouco trabalhoso atender duas senhoras que trazem documentos para a expedição de uma certidão comprobatória da participação de um veterano na revolução de 32. Como sempre, os documentos são frágeis e a tal COMISSÃO ESPECIAL DA REVOLUÇÃO dificilmente aceitará. Uma norma administrativa do governo entrava os pedidos, geralmente indeferidos.

A Polícia Militar de SÃO PAULO vai patrulhar as avenidas e estradas com bafômetros fornecidos pelos fabricantes das cervejas Antárctica, Brahama, Skol e Original, entre outras. Trinta e oito aparelhos de última tecnologia foram doados hoje pela Ambev (Companhia de Bebidas das Américas) ao governador GERALDO ALCKMIN. A cerimônia no Palácio dos Bandeirantes contou com a presença do co-presidente da Ambev, VICTÓRIO DE MARCHI, o secretário da Segurança, SAULO DE CASTRO, o governador e o Comandante Geral da PMESP, Cel PM ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES.

O ex-presidente da Assembléia Legislativa do ESPÍRITO SANTO, JOSÉ CARLOS GRATZ, se apresentou à polícia, em VITÓRIA, no início da madrugada, um dia depois de ter a sua prisão decretada pelo juiz CARLOS EDUARDO RIBEIRO LEMOS, por suspeita de envolvimento em desvio de verbas do Banco do Estado do ESPÍRITO SANTO, para atividades ligadas a casas de bingo no Estado.
     
O ex-ministro da Fazenda, PEDRO MALAN, foi anunciado como presidente do Conselho de Administração da GLOBEX UTILIDADES, controlador da rede varejista PONTO FRIO. O ex-presidente da PETROBRÁS e BNDES, FRANCISCO GROS, assume a vice-presidência.

O PAPA JOÃO PAULO II celebrou hoje missa ao ar livre na praça central de BANSKA BYSTRICA, a 230 km de BRATISLAVA, capital da ESLOVÁQUIA. Ao contrário do dia anterior, o PAPA parecia estar bem disposto e concluiu a missa.

O primeiro round da luta pelo título mundial de FÓRMULA 1 já foi vencido pelo colombiano JUAN PABLO MONTOYA. É claro que ser o melhor no treino pré-classificatório para o GP DA ITÁLIA não é uma garantia de sucesso na corrida, mas hoje o piloto da WILLIAMS mostrou sua força ao deixar os rivais para trás. RUBENS BARRICHELLO foi o segundo e o alemão MICHAEL SCHUMACHER o terceiro. O brasileiro CRISTIANO DA MATTA conseguiu a quarta colocação.

Numa tragédia com potencial para intensificar a oposição dos iraquianos à ocupação dos EUA, tropas americanas mataram hoje, por engano, um policial jordaniano e oito policiais iraquianos treinados pelas próprias forças americanas, confundindo-os com rebeldes. O episódio aconteceu em FALLUJA, cidade considerada o centro da resistência iraquiana. Em outra ação militar, em RAMADI, dois soldados americanos morreram, sete ficaram feridos e três iraquianos morreram. A violência matou quatorze pessoas, hoje, no IRAQUE.

As negociações promovidas pela Organização Mundial do Comércio, em CANCÚN, no MÉXICO, chegaram à metade do caminho, hoje, com nações ricas e pobres tentando alinhavar um acordo preliminar, apesar de estarem divididas sobre como cortar bilhões de dólares em subsídios nos países ricos ocidentais.

O veterano cantor de música country JOHNNY CASH morreu hoje, aos 71 anos, em NASHVILLE. Seu empresário LOU ROBIN informou que o “HOMEM DE NEGRO”, como CASH era conhecido por usar sempre roupas escuras, sofreu complicações de diabetes que o levaram à insuficiência respiratória. CASH, um dos mais importantes cantores americanos, ficou famoso pelo country, mas transitou também pelo folk e o rock. O cantor nasceu no Estado de ARKANSAS, em 1932, e aprendeu a tocar violão durante seus dias de combatente na força aérea americana. Nos anos 50, ao receber baixa, deu início à carreira artística. Começou no rádio e logo estourou com a canção “HEY PORTER” , lançada pela lendária gravadora SUN RECORDS, a mesma de ELVIS PRESLEY, ROY   ORBISON  e   JERRY  LEW  LEWIS.  Logo  vieram  os  sucessos: “I WALK THE LINE”, “A BOY NAMED SUE”, “FOLSOM PRISON BLUES”, “SUNDAY MORNING COMING DOWN”, entre outros. E prêmios também. Além de figurar no Hall da Fama do Rock e do Country, CASH colecionou 11 prêmios GRAMMY, o último neste ano, por “GIVE MY LOVE TO ROSE”. Recentemente, deixou escapar o troféu do MTV Music Awards. Indicado em seis categorias, ele não pôde ir à festa porque estava internado por conta de uma intoxicação estomacal. CASH recebeu alta há dois dias. Pouco depois, voltava ao Hospital Batista de NASHVILLE, onde morreu, às 4 horas da manhã.
 
CASARAM-SE a princesa STEPHANIE DE MÔNACO, de 38 anos, e o acrobata português ADAN LOPEZ PERES, de 29. Ela tem três filhos da união com dois ex-guarda-costas. Em GENEBRA.

2 004  :  -  DOMINGO
Assisto pela manhã o GP DE MONZA. Os fanáticos italianos esperavam ver seu ídolo, MICHAEL SCHUMACHER, vencer hoje a corrida de casa, com a FERRARI, e realizar uma grande festa em MONZA, para comemorar a conquista de seu sétimo título como piloto e o 14º da escuderia entre os construtores. Mas quem ganhou foi RUBENS BARRICHELLO, seu companheiro de equipe. Demorou mais saiu. A primeira vitória de RUBINHO na temporada veio em grande estilo, como só os melhores são capazes, a exemplo do que já havia feito no ano passado em SILVERSTONE, na INGLATERRA. MICHAEL SCHUMACHER chegou em segundo, fazendo mais uma dobradinha para a FERRARI. Em terceiro lugar, JENSON BUTTON; em quarto, TAKUMA SATO; em quinto, JUAN PABLO MONTOYA; em sexto, DAVID COULTHARD; em sétimo, ANTÔNIO PIZZONIA; em oitavo, GIANCARLO FISICHELLA. O brasileiro RICARDO ZONTA foi o 11º e FELIPE MASSA chegou em 12º.

O SANTOS bateu o PALMEIRAS por 2 a 1 no PACAEMBU, mantendo-se na liderança do CAMPEONATO BRASILEIRO, com 55 pontos ganhos. Agora, o PEIXE divide a ponta com o ATLÉTICO PR, que derrotou o CORINTHIANS por 3 a 1. O triunfo do técnico WANDERLEY LUXEMBURGO foi obtido graças a dois gols seguidos, feitos por DEIVID e ELANO. OUTROS RESULTADOS: FIGUEIRENSE 3 x BOTAFOGO 1; FLUMINENSE 2 x FLAMENGO 1; PONTE PRETA 0 x PARANÁ 2; VITÓRIA 1 x CRICIÚMA 0; GRÊMIO 1 x PAYSANDU 1; ATLÉTICO MINEIRO 2 x CORITIBA 1.
   
A imagem de NOSSA SENHORA APARECIDA chegou hoje à cidade de SÃO PAULO e ficará exposta no PARQUE DA ÁGUA BRANCA até o próximo domingo, como parte do “8º REVELANDO SÃO PAULO”, evento que tem como objetivo mostrar as manifestações artísticas, culturais e religiosas no Estado.

O túnel da avenida REBOUÇAS sob a avenida FARIA LIMA foi inaugurado hoje e enfrentará na segunda-feira o primeiro teste de funcionamento em um dia útil. Impedida pela lei eleitoral de comparecer, a prefeita MARTA SUPLICY não foi conferir a festa, mas não faltaram colegas de partido para lembrar dela em seus discursos. O túnel terá de ficar fechado nos próximos dias, da zero hora às seis horas, para a realização de alguns “ajustes” na obra. 
Depois de nove meses de construção, na tarde deste domingo houve lentidão nos dois sentidos, o que faz temer um grande congestionamento amanhã.

Mais um morador de rua foi assassinado em SÃO PAULO. Hoje de manhã, policiais do 64º DP encontraram o corpo de um homem carbonizado em um terreno baldio da rua RAIMUNDO GONÇALVES FERREIRA, no bairro CIDADE AE CARVALHO, zona leste. A vítima, que estava com o rosto desfigurado, teve a mão direita arrancada e tinha ferimentos nas pernas e na cabeça. Ao lado do corpo havia um cachorro, também carbonizado. O assassino abandonou no terreno um martelo e uma picareta, que teriam sido usados para agredir o homem. Ontem, outro sem-teto, NELSON EVARISTO, foi agredido a pedradas em uma calçada da travessa HENRIQUE ARCURI, na VILA CLEMENTINO, zona sul.

FALECEU o doutor JOSÉ REINALDO NOGUEIRA DE OLIVEIRA, aos 62 anos. Era presidente da FUNDAÇÃO ARNALDO VIEIRA DE CARVALHO, mantenedora da FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS da SANTA CASA de SÃO PAULO. Advogado, era sócio titular da Advocacia J.R. NOGUEIRA e ASSOCIADOS. Exerceu diversos cargos na empresa WHITE MARTINS. Foi diretor do grupo FENÍCIA e era diretor jurídico da Confederação das SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIA e Entidades Filantrópicas do BRASIL. Procurador geral para a AMÉRICA LATINA da Confederação Internacional das Misericórdias, com sede em LISBOA, era procurador jurídico trabalhista da Irmandade da SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO; primeiro vice-presidente da Federação e do Sindicato das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos do Estado de SÃO PAULO. Era também membro do Comitê de Legislação da Câmara Americana de Comércio BRASIL-ESTADOS UNIDOS. O corpo foi trasladado para o Cemitério de VILA ALPINA.
  
Pela sexta semana consecutiva, ninguém acertou as seis dezenas da MEGA SENA, que está acumulada desde o dia 4 de agosto. O prêmio está acumulado em quase quarenta milhões de reais. A estimativa da CAIXA para o próximo concurso é de que o valor atinja 45 milhões de reais.

O piloto brasileiro NELSINHO PIQUET não conseguiu sagrar-se campeão da FÓRMULA TRÊS INGLESA por antecipação. Ele precisava chegar sete pontos à frente do britânico ADAM CARROLL, ganhador da etapa de hoje em SPA-FRANCORCHAMPS. O brasileiro foi o quarto e adiou a decisão do campeonato para a próxima e última etapa, dias 2 e 3 de outubro, em BRANDS HATCH.
O brasileiro TONY KANAAN chegou em terceiro lugar no GP de CHICAGO, antepenúltima etapa da INDY RACING LEAGUE (IRL), e ficou muito próximo do título. KANAAN soma 538 pontos e tem 75 à frente do inglês DAN WHELDON, rival na briga pelo título. A prova foi vencida pelo mexicano ADRIAN FERNANDEZ.

O tenista suíço ROGER FEDERER mostrou hoje porque é o número um do mundo. Por 3 sets a zero derrotou o australiano LLEYTON HEWITT e conquistou o US OPEN, entrando para a história do tênis com o seu terceiro título de GRAND SLAM da temporada.  Com os títulos do ABERTO DA AUSTRÁLIA, de WIMBLEDON e do US OPEN, FEDERER iguala as marcas do australiano ROD LAVER (1962 e 1969), do americano JIMMY CONNORS (1974) e do sueco MATS WILANDER (1968). O ator CHRISTOPHER REAVE foi uma das celebridades que estiveram presentes ao ARTUR ASHE STADIUM, em NOVA YORK, para assistir o final do Aberto de Tênis dos EUA.

Pediu concordata pela segunda vez em dois anos a empresa aérea  americana US AIRWAYS, que tem 8,7 bilhões de dólares em dívidas e 8,8 bilhões em ativos. A companhia utilizou o mesmo recurso em 2002, quando saiu da concordata com a venda de ações e empréstimo governamental. A EMBRAER, a maior credora não segurada da US AIRWAYS, com 1,47 bilhão de dólares a receber, suspendeu a programação de entrega de 63 aviões à empresa.

EXPIROU a LEI BRADY, que proibia a venda de armas de grosso calibre nos EUA. Em 1994, o então presidente BILL CLINTON vetou, com a medida, a comercialização no país de dezenove tipos de arma de uso militar.

Desde a última quarta-feira (dia 8), o furacão IVAN matou 60 pessoas e deixou um rastro de destruição no CARIBE. Meteorologistas afirmam que a tempestade se aproxima do oeste de CUBA com ventos de até 270 km/hora e que provocará danos consideráveis na ilha devido às chuvas torrenciais e inundações. Na JAMAICA, o furacão alcançou 250 km/hora e fez 16 vítimas, mas o governo acredita que o número subirá. CUBA tirou meio milhão de pessoas da rota prevista da tempestade, que deverá alcançar amanhã a ilha. Antes o furacão passará pelas ILHAS CAYMAN.  A temporada de furacões começou no último dia 13 de agosto com o ciclone CHARLEY, de categoria quatro, seguido por FRANCES, de igual intensidade, que atacou a costa da FLÓRIDA, nos EUA, no final da semana passada. Os dois juntos causaram ao menos 46 mortes. IVAN é a sexta tempestade mais forte até hoje registrada no ATLÂNTICO, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA. Ele já castigou GRANADA, REPÚBLICA DOMINICANA e TRINIDAD E TOBAGO.

Carros-bomba, ataques com morteiros e confrontos entre rebeldes e forças de segurança americanas e iraquianas mataram pelo menos 120 civis em várias regiões do IRAQUE hoje, um dos dias mais violentos dos últimos meses, segundo o Ministério da Saúde do país. Autoridades iraquianas afirmaram que 42 pessoas foram mortas na cidade de TAL AFAR, tomada por rebeldes – número que poderia chegar a 51, segundo fontes hospitalares locais. Em BAGDÁ, 13 pessoas morreram quando um helicóptero militar dos EUA atirou contra uma multidão de civis reunida em torno de um veículo blindado do Exército americano em chamas, numa das principais ruas do centro da cidade. Um jornalista palestino que trabalhava no local para a TV AL-ARABIYA está entre os mortos. O jornalista, MAZIN TUMAISI, de 26 anos, pode ser visto falando para uma câmera a uma curta distância do tanque em chamas.

CONDENADO o primeiro soldado americano, AMIN CRUZ, a oito meses de prisão. Ele foi julgado pelos abusos cometidos na prisão ABU CHRAID, no IRAQUE.

A rede GLOBO apresenta hoje o penúltimo capítulo da segunda série de VINTE E QUATRO HORAS, onde os EUA estão prestes a decretar uma guerra contra quatro países do ORIENTE MÉDIO, por ter sofrido a ameaça de uma bomba nuclear, numa das maiores tramas urdidas para que a terceira guerra mundial tivesse êxito, com a finalidade de aumentar o preço do petróleo, em benefício dos EUA. O grande herói é JACK BAUER, em quem o presidente confia, a ponto de perder o mandato. Já assisti toda a primeira série de VINTE E QUATRO HORAS e estamos chegando ao final do segundo suspense.
 
ASSISTO depois na GLOBO o enigma de uma apavorante obra-prima, A SOMBRA DO VAMPIRO, de 2000, dirigido por E. ELIAS MERHIGE. O enredo é, naturalmente fictício. Mas assim se pode atingir a verdade de uma obra de arte, que, como todo grande enigma, é fruto de uma mistura indivisível de realidade e fantasia. Construído por uma narrativa tão ágil quanto imprevisível, em que o horror, um fino humor negro e os ricos detalhes surpreendem e maravilham, o filme de MERHIGE parece um making of tardio de NOSFERATU. A ação é exatamente a filmagem do clássico, como talvez tenha acontecido. Os dois personagens centrais e agentes do enigma são o diretor F.W.MURNAU (JOHN MALKOVICH), um dos pioneiros inventores da arte cinematográfica, e o ator principal MAX SCHRECK (WILLEM DAFOE), estranhíssima e impressionante figura da qual quase nada se sabe. Aí o filme atual dá seu maior salto de ousadia: só MURNAU saberia que SCHRECK era, de fato, um vampiro – com o qual teria feito um terrível pacto para criar sua obra.
        
2 005  :  -    SEGUNDA-FEIRA
Manhã muito desagradável, com temperatura baixa e chuva. Mesmo assim, vou mais cedo para a cidade de SÃO PAULO. Às 10:30 horas estou reunido com o TENENTE-CORONEL PM Ref AMORIM; MAJORES Ref YOLANDO BRUNO e CHICONELLO e TENENTE Ref EDMILSON. Presido a Comissão que está elaborando o novo regimento do CONSELHO SUPERIOR DA Associação dos Oficiais da Reserva e Reformados da PMESP. Conseguimos hoje encerrar o nosso trabalho. Agora apenas falta montar a sistematização. Deveremos assinar a proposta do novo regimento na próxima segunda-feira.
Às 12:30 horas, no MMDS, recebo uma proposta de reforma da Entidade. No entanto o tesoureiro informa que não temos o dinheiro para a realização da mesma. Mando que se façam novos orçamentos, pois o primeiro oferecido está fora de cogitação. MÁRIO MARGARIDO irá cuidar dessa parte. Discutimos a prisão do cafageste PAULO MALUF, ladrão descarado, mentiroso, que superfaturou obras importantes em SÃO PAULO, como a de ÁGUAS ESPRAIADAS. Levou dinheiro para fora do País, num crime que ainda tem a coragem de negar. Outro assunto que merece destaque é a semana “severiana” que está começando. SEVERINO CAVALCANTI, outro hipócrita, afirma que o documento apresentado pelo empresário do restaurante da Câmara é falso. No BRASIL, temos muitos vivaldinos que acreditam que o povo é ignorante.
Por volta das 14:30 horas, estou no BANESPA na tentativa de receber os três mil reais que solicitei na sexta-feira. Há um impasse, pois o Banco ainda não tem condições de me dar essa quantia. Vou então ao MMDC, onde estão o presidente, GINO STRUFFALDI; vice, CORONEL MENDES e tesoureiro, CORONEL PM Res RICARDO JACOB. O MENDES obteve uma grande vitória que irá tirar do sufoco o problema do atraso no pagamento de três contas telefônicas. É que os maçons estão o ajudando. Ao conseguir novos associados para a Sociedade, dentro da maçonaria, também obteve o dinheiro suficiente para colocar as contas em dia. A Sociedade tem passado por um grande sufoco ao ficar sem contatos telefônicos.
O Professor EGBERTO MAIA LUZ entrega-me um documento reservado onde pede a saída do CAPITÃO PM HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS da COMISSÃO DA “CARTA AOS PÓSTEROS”, por ter o mesmo faltado na reunião da Comissão, na semana passada. Indica para substituí-lo o CORONEL PM Res ANTÔNIO CARLOS MENDES. Transmito ao CORONEL MENDES a propositura do Professor EGBERTO.
O MENDES vai para a Associação Comercial, onde irá participar de uma reunião da Comissão Cívica e Cultural. Eu retorno ao BANESPA, onde enfrento uma fila razoável, a fim de conseguir retirar a quantia de três mil reais, solicitados pela LUCINDA. Isso me faz perder um bom tempo. No entanto, quando estou chegando na Associação Comercial, encontro o MENDES já se retirando do local. É que não haverá a reunião. Não fomos avisado disso.
Com um tempo desagradável, resolvemos retornar para nossos lares.       

Parte dos recursos que PAULO MALUF teria desviado dos cofres públicos e remetido para a conta CHANANI, nos EUA, foi usada na compra de 349 quilos de ouro, indica a Polícia Federal. A conta era operada pelo doleiro VIVALDO ALVES, o BIRIGÜI – principal acusador do ex-prefeito, que está preso na PF desde sábado, dia 10. O ouro foi comprado com cheques de duas empresas fantasmas, subcontratadas de empreiteiras, que construíram a avenida ÁGUA ESPRAIADA.

O entra-e-sai de manifestantes, familiares e amigos não se repetiu no primeiro dia útil da prisão de PAULO e FLÁVIO MALUF na Superintendência da Polícia Federal de SÃO PAULO. Apenas o fiel colega de partido, JESSE RIBEIRO, ex-presidente do PP, e a mulher de FLÁVIO e também advogada, JAQUELINE, estiveram no local. Apesar das visitas de não-advogados serem admitidas somente às quintas-feiras, das 14 às 16 horas, RIBEIRO, que não é advogado, esteve na cela de PAULO MALUF sábado e domingo. RIBEIRO não só visitou MALUF duas vezes como ainda falou por telefone com o ex-prefeito, o que também não seria permitido. MALUF recebeu ligações ainda de sua mulher, SYLVIA, sábado e domingo, e do secretário particular, ROQUE CARNEIRO. Segundo informações de funcionários da PF, MALUF teria de sair da cela para atender a qualquer telefonema – o pavilhão da Custódia, onde está, só tem telefone fixo e celulares são proibidos. Os supostos privilégios a PAULO MALUF já estariam sendo investigados em inquérito administrativo realizado em BRASÍLIA. Hoje, a superintendência paulista anunciou que não seriam mais permitidas as entregas de comida, fato verificado várias vezes no fim de semana. JESSE  RIBEIRO contou aos repórteres que pai e filho estavam em duas salas idênticas, com cama, sofá, cadeira e um banheiro. Funcionários, no entanto, disseram que a cela comum – as celas especiais estão desativadas – tinha só uma pia e um buraco no chão em substituição ao vaso sanitário.

O DEPUTADO CARLOS RODRIGUES, ex-bispo da Igreja UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, renunciou ao mandato para escapar do processo de cassação por envolvimento no escândalo do mensalão. RODRIGUES nem foi a BRASÍLIA apresentar a renúncia: mandou um assessor entregar o requerimento. Amanhã a Mesa Diretora da Câmara analisa relatório da Comissão de Sindicância que propôs hoje a abertura de processo contra dezoito deputados.

O empresário SEBASTIÃO BUANI, dono dos restaurantes da Câmara dos Deputados, entregou hoje à Polícia Federal extrato de sua conta bancária com um saque de 40 mil reais que ele alega ter feito para pagar propina ao presidente da Casa, SEVERINO CAVALCANTI. BUANI disse que a data do saque – 4 de abril de 2002 – é a mesma da assinatura de SEVERINO no documento que prorroga por três anos o contrato dos restaurantes. Ele prometeu apresentar hoje cópia de cheque supostamente usado para pagar propina, em julho de 2003. Também hoje, três empregados do restaurante confirmaram à PF que entregavam propina no gabinete de SEVERINO. O documento de BUANI e o depoimento de seus funcionários fizeram o delegado federal SÉRGIO MENEZES considerar que SEVERINO deve passar de denunciante a investigado. Por isso ele foi hoje pedir instruções à Procuradoria-Geral da República, já que deputados só podem ser investigados com autorização do Supremo Tribunal Federal.

A polícia prendeu hoje o vigilante RICARDO FRANCISCO DOS SANTOS, de 26 anos, sob a acusação de envolvimento na chacina da família YONEKURA, entre a noite do dia 10 e a manhã de ontem, domingo, dia 11, na VILA NOVA CURUÇÁ, zona leste. Trata-se de um jovem conhecido da família. Sua voz foi reconhecida pelo aposentado TADASHI YONEKURA durante o roubo. Para os policiais do Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa esse é o provável motivo de os ladrões terem executado a família.

Milhares de palestinos invadiram hoje as áreas deixadas pelo Exército israelense na FAIXA DE GAZA e incendiaram sinagogas, comemorando o fim de 38 anos de ocupação. A multidão entrou nos terrenos dos antigos assentamentos judaicos antes mesmo de o último soldado israelense ter deixado o território, pouco depois do amanhecer. Estava previsto que a população só entraria 72 horas depois da saída dos soldados, mas as autoridades não conseguiram conter a multidão. As praias de acesso exclusivo dos assentamentos foram tomadas por palestinos – cinco morreram afogados.

O chanceler israelense, SYLVAN SHALOM, disse que a destruição e os incêndios por palestinos nas sinagogas dos assentamentos judaicos abandonados da FAIXA DE GAZA são um ato de barbárie. “Trata-se de um ato bárbaro cometido por vândalos que não têm nenhum respeito pelos lugares santos”, afirmou o ministro em declaração à emissora de rádio estatal. O presidente israelense, MOSHE KATZAV também qualificou a destruição dos edifícios de um “ato de vandalismo, desumano e incivilizado”.

Um deficiente físico de 42 anos, numa cadeira de rodas, e seu filho, de 23 anos, seqüestraram hoje um avião com 25 ocupantes na COLÔMBIA, mas se entregaram pouco mais de seis horas depois, após negociações com representantes do governo. Os dois desviaram para BOGOTÁ o vôo da empresa AIRES que cobria a rota entre FLORÊNCIA e NEIVA, no sul do país, depois de ameaçar detonar explosivos. A Força Aérea da COLÔMBIA e a polícia, que confirmaram o fim do seqüestro, não revelaram de imediato os detalhes da negociação que pôs fim ao seqüestro nem esclareceram se a dupla de seqüestradores tinham mesmo explosivos a bordo ou se a ameaça era falsa. De acordo com as primeiras versões, os seqüestradores tomaram o avião para exigir uma indenização do Estado pelas lesões que causaram a deficiência física de um deles. Os ferimentos teriam sido causados há dez anos por policiais.

O chefe da Agência Federal de Administração de Emergência, MICHAEL BROWN, renunciou hoje. Ele era duramente criticado por causa da lenta e desorganizada reação do governo federal à tragédia provocada pelo furacão KATRINA. BROWN será substituído por DAVID PAULISON, chefe da divisão de prontidão da FEMA. BROWN renunciou três dias após que o presidente GEORGE W. BUSH o removeu do comando das operações de socorro na área da tragédia. Uma semana antes, BUSH o elogiara publicamente. Hoje, o presidente negou que a guerra no IRAQUE e a discriminação racial tenham prejudicado o trabalho de ajuda. As mortes causadas pela fúria do KATRINA na LOUISIANA, MISSISSIPI e ALABAMA passavam hoje de 500. Em NEW ORLEANS, equipes de resgate usavam botes infláveis para verificar o interior de algumas casas da cidade.
O ITAMARATY anunciou que uma missão do consulado-geral de HOUSTON seguiu hoje para BATON ROUGE, na LOUSIANA, com o objetivo de pedir pressa na identificação do corpo encontrado na residência de BENILDA CAIXETA, de 56 anos, brasileira naturalizada americana que ainda figura na lista de desaparecidos em NEW ORLEANS. Das três missões organizadas, essa será a primeira a entrar na região atingida pelo furacão KATRINA. Sua tarefe também será a de tentar localizar outros 22 brasileiros que constam da lista de desaparecidos formulada pelo ITAMARATY. O caso, entretanto, vem sendo tratado de forma peculiar pelo ITAMARATY. BENILDA mudou-se para os EUA no final dos anos 1970, quando recebeu do então presidente JIMMY CARTER o convite para tratar-se da doença que a tornou tetraplégica. Em 6 de novembro de 1990, BENILDA assumiu a cidadania americana e perdeu a brasileira. Chegou a acrescentar um sobrenome inglês: DANIELS. Isso significa que, mesmo que o corpo encontrado seja o de BENILDA, seu traslado e funeral no BRASIL dependerá da legislação dos EUA. A última visita de BENILDA ao BRASIL foi em 1994.

O furacão OPHELIA perdeu força hoje e se transformou em uma  tempestade tropical diante da costa sudeste dos EUA, à medida que avançava para a CAROLINA DO NORTE. Seus ventos hoje eram de 112 km/h, mas, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA, espera-se que voltem a se intensificar nos próximos dias. O OPHELIA é o primeiro furacão a ameaçar os EUA desde a passagem do KATRINA. O OPHELIA dirigia-se para o noroeste e espera-se que passe sobre ou perto da costa da CAROLINA DO NORTE no dia 14 ou 15. O governador da CAROLINA DO NORTE, MIKE EASLEY, declarou estado de emergência e disse que 200 oficiais da GUARDA NACIONAL estavam em prontidão.    

INAUGURADA a DISNEYLÂNDIA de HONG KONG, a quinta unidade do parque de diversões do mundo e a terceira fora dos EUA. Espera-se que 5,6 milhões de pessoas visitem anualmente as atrações, instaladas numa área de 125 hectares. Segundo o governo chinês, o investimento de 1,8 bilhão de dólares criará 18.000 novos empregos diretos e indiretos. Em HONG KONG.

2 006   -  DIA 12 DE SETEMBRO -  TERÇA-FEIRA  2X16. 315827215202
Roteiro do Seminário (UNG)

1º Esclarecimento sobre a apresentação aos alunos;
2º Apresentação da autora Maria Helena Capelato (autora do livro O Movimento de 32 a Causa Paulista);
3º Introdução ao tema por Carlos Alberto Faria;
4º Os antecedentes da luta por Diego Staibano;
5º Os articuladores de 32 e a mobilização para luta por Talita Silva e Lucilene de Oliveira Melo;
6º Os temas básicos do Movimento de 32 por Cíntia Regina;
7º Finale por Lenivaldo B. de Camargo;
8º Apresentação das imagens cedidas por Frota;
9º Chamada dos convidados “neste momento haverá a execução de áudio na voz de César Ladeira”;
10º Currículo dos convidados;
11º Abertura para que os convidados da Sociedade Veteranos de 32 – M.M.D.C. possam expor suas experiências e visões e, esclarecer questões vindas dos acadêmicos presentes.

Local da Apresentação: Universidade Guarulhos – Campus Dutra.
Av. Anton Philips – Guarulhos
Auditório C
Ou entrada pela Av. Via Dutra
Dúvidas entrar em contato com Lucilene: 8177-6856; ou Diego: 9181-0985.

                        Sem mais agradecemos a atenção dispensada!
                                               Acadêmicos de História.
De acordo com mensagem de DIEGO STAIBANO, de ontem, o Seminário referente ao Movimento Constitucionalista de 1932 foi cancelado devido ao falecimento do pai da professora CÉLIA CARDOSO. LENIVALDO BARBOSA irá entrar em contato com a Sociedade Veteranos de 32-MMDC nesta terça-feira. Será apresentada uma nova data.

Passo a manhã lendo os jornais, principalmente quanto ao assassinato do CORONEL PM Res UBIRATAN GUIMARÃES:
O ESTADO DE SÃO PAULO: UBIRATAN: PARA A POLÍCIA, FOI CRIME PASSIONAL. DELEGADO NÃO ACREDITA EM EXECUÇÃO.
Depois de 24 horas de investigações, as provas reunidas pela polícia de SÃO PAULO fazem os investigadores terem quase certeza: a morte do CORONEL PM Res UBIRATAN GUIMARÃES, de 63 anos, foi um crime passional. Essa suspeita levou aos homens do DHPP a investigar, por exemplo, a advogada CARLA PRINZIVALLI CEPOLLINA, de 39 anos, namorada do político.
Mas o que levou os policiais a essa suspeita? O homem que foi processado por causa do massacre de 111 presos no Pavilhão 9 da Casa de Detenção morava sozinho em seu apartamento no 7 º andar do prédio JOSÉ FERRAZ DE CAMARGO na Rua JOSÉ MARIA LISBOA. Ele foi deixado em casa no sábado pelo motorista. CARLA chegou ao prédio às 19 horas e permaneceu ali até as 20:30 horas. Ontem, ela disse à polícia que, ao sair do apartamento, seu namorado estava vivo. CARLA deve ser ouvida novamente hoje.
A polícia não fez exame residuográfico em suas mãos, porque ele seria inconclusivo depois de 48 horas, mas pediu à advogada para entregar as roupas que ela usava no sábado para serem examinadas. O DHPP busca vestígios de cobre ou chumbo que ficam nas vestes de quem usa uma arma de fogo.
Depois de CARLA, ninguém mais viu o coronel com vida. Às 22 horas do domingo, seu chefe de gabinete, EDUARDO ANASTASI, achou o corpo. UBIRATAN estava na sala do apartamento, enrolado numa toalha como se houvesse saído do banho. Tinha um único tiro no abdome. Aparentemente, o coronel estava sentado no sofá e tentou levantar-se quando foi baleado. A bala varou o corpo, provocando hemorragia, e parou numa almofada.
Nada foi roubado do apartamento. Em uma prateleira do bar, na sala, havia dois revólveres calibre 38 à vista de quem quer que ali entrasse. A carteira estava em cima do balcão e continha R$180. Ao seu lado, um copo usado com restos de batida de maracujá. Na cozinha, outro copo com a bebida. No quarto, a cama estava com os lençóis desarrumados.
Não havia sinais de arrombamento. A porta de entrada de serviço da casa estava aberta. Cerca de 20 impressões digitais foram recolhidas pela perícia, além de seis das sete armas que o coronel mantinha em casa – cinco revólveres calibre 38, uma pistola calibre 7,65 mm, uma espingarda calibre 12. Um dos revólveres desapareceu.
JANE BELUCCI, chefe dos peritos do DHPP, contou que o corpo estava rígido de tal forma que o crime devia ter ocorrido no mínimo 20 horas antes. Assim, UBIRATAN foi assassinado na noite do sábado – os jornais de domingo estavam na soleira da porta de seu apartamento.
Amigos do coronel contam que a relação entre ele e CARLA tinha altos e baixos. Eles teriam brigado. UBIRATAN começara, então, a namorar uma delegada da Polícia Federal do PARÁ. No sábado, a delegada telefonou para o coronel. Como ele estava tirando uma soneca, CARLA atendeu o telefone, o que motivara uma discussão entre as duas. O DHPP vai pedir à Justiça a quebra do sigilo telefônico de UBIRATAN e de CARLA para saber quem ligou para o coronel e com quem ela conversou no sábado.
Horas depois do encontro do corpo, amigos lotaram o prédio. Buscavam informações. “Cherchez la femme (procure a mulher)”, disse o advogado e deputado federal (PTB) VICENTE CASCIONE, que defendeu o coronel no processo da Detenção. CASCIONE disse ter certeza de que o crime foi praticado por alguém próximo ao coronel.
“Ele não se deixaria surpreender assim. Se ouvisse algum barulho estranho ia atender à porta armado”, disse o coronel da reserva da PM NIOMAR CYRNE BEZERRA, ex-comandante de UBIRATAN. “Não foi coisa de bandido. A gente conhece”, afirmou outro amigo, o coronel da reserva ANTÔNIO CHIARI. Oficialmente, o DHPP é cuidadoso. “Não descartamos nenhuma hipótese, embora a de execução seja a menos plausível”, disse o delegado ARMANDO DE OLIVEIRA COSTA FILHO. Além da hipótese passional, a polícia apura ainda uma possível vingança, que também seria passional.
Apesar das ameaças que sempre recebeu e do fato de o Primeiro Comando da Capital considerar UBIRATAN um troféu, a polícia praticamente descartou que sua morte seja uma ação da facção. O governador CLÁUDIO LEMBO (PFL) disse que essa hipótese “é zero”. “A Polícia Científica fez a análise do local e teremos mais clareza depois, mas certamente foi um crime de natureza pessoal”.
Ainda o caderno METRÓPOLE mostra a cena do crime, como foi o assassinato. Diz que o coronel morreu sem reagir. Na página C3: LIGAÇÃO DESPERTOU CIÚME DE CARLA. No velório, CARLA foi convidada a se retirar. Coronel admitia que houve excesso no CARANDIRU. Ele começou a carreira junto com a ditadura. Em 31 de março de 1964, UBIRATAN se apresentou à Cavalaria da PM. Ele participou da busca a capitão do regimento que integrava a VPR. Na página C4 da METRÓPOLE: Aos olhos da Justiça, coronel era inocente. Ameaças mudaram a rotina. PTB eterniza número que UBIRATAN ia usar na eleição.
No jornal a manchete da primeira página: NAMORADA ADMITE BRIGA ANTES DA MORTE DE UBIRATAN. ELA DIZ QUE ESTÁ FAZENDO LISTA COM OS INIMIGOS DO CORONEL.
JORNAL DA TARDE: NAMORADA É INVESTIGADA.
DIÁRIO DE SÃO PAULO: CORONEL UBIRATAN BRIGOU COM NAMORADA ANTES DE MORRER.

Estou colocando essas notícias no computador, em minhas memórias, quando recebo um telefonema do CORONEL PM Ref NEY MOREIRA DOS SANTOS. Quer ele conversar a respeito da morte do UBIRATAN. Ao mesmo tempo, também falamos sobre as nossas atuais atividades. O NEY fez o CAO/77 e o CSP/87 comigo e durante vários anos tivemos uma amizade muito boa. Também servimos juntos no Tribunal de Justiça Militar. O NEY é uma turma depois da minha, na Escola de Oficiais (saiu Aspirante a Oficial em 1962). O UBIRATAN foi declarado Aspirante em 1964.
    
São quase 12 horas quando embarco num lotação para a cidade de SÃO PAULO. Um calor superior a 30 graus causa mal estar. Os oficiais do MMDS convidam-me para almoçar na AORRPM: CRISTIANO, AMÉRICO, FÁBIO e RAFAEL. Ali, encontramos vários colegas e muita coisa gerou em torno do assassinato do CORONEL UBIRATAN.

Na Sociedade Veteranos de 32-MMDC, por volta das 14:45 horas, encontro o CORONEL MENDES e ANTÔNIO CARLOS NACLÉRIO HOMEM. O presidente GINO não virá nesta tarde. Marcamos reunião da Diretoria Executiva para dia 21 de setembro. Também elaboro uma carta-convite para dois eventos: 28 de setembro, 15 horas, quando serão inaugurados fotos de presidentes da Diretoria Executiva e 2 de outubro, 10 horas, comemoração do 74º Aniversário da Cessação das Hostilidades do Movimento Constitucionalista de 1932. Recebo um telefonema do 1 º TENENTE CABRAL, da 5 ª EM/PM, que confirma o horário de início da solenidade marcada para 2 de outubro.
Resolvemos alguns casos de PENSÃO ESPECIAL, que ainda continua a apresentar o problema mais sério do MMDC, por falta de provas. Apenas estamos com recursos de fotografias da época, que têm mensagens no verso, datadas daquela época.
CORONEL MENDES está tratando da relação dos agraciados com a Medalha GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO, a ser entregue no dia 2 de outubro. 
Numa tarde de alta temperatura, bem própria de verão, retorno a GUARULHOS.

Assisto os noticiosos da TV sobre o “CASO UBIRATAN”. A advogada CARLA PRINZIVALLI CEPOLLINA, 39 anos, entregou hoje ao DHPP uma lista com o nome de dez supostos inimigos do coronel que teriam interesse em sua morte. Na relação está o nome de um coronel identificado apenas por GÉRSON, que seria chefe de seu comitê eleitoral. De acordo com a mãe de CARLA, a também advogada LILIANA PRINZIVALLE, UBIRATAN brigou com GÉRSON uma semana antes do crime e chegou a mandá-lo embora. Depois desconsiderou a demissão. Todas as outras pessoas são ex-funcionários da vítima.
A lista foi entregue hoje a três delegados do DHPP, que ouviram o depoimento da mãe e filha. Elas começaram a ser ouvidas às 11 horas e até as 22:30 horas a audiência não havia terminado. CARLA, que chorou boa parte do depoimento, repetiu o que havia dito informalmente à polícia no dia anterior. Disse que amava o namorado e que não teria motivo para matá-lo.
O depoimento, que durou pelo menos oito horas, só foi interrompido às 15 horas para um breve lanche e para o atendimento da advogada LILIANA PRINZIVALLE, mãe de CARLA, que passou mal enquanto acompanhava a audiência. Sem condições de continuar ao lado da filha, LILIANA foi substituída por um representante da Comissão de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do BRASIL, de SÃO PAULO, acionado pelo DHPP. Ela foi ouvida pelos delegados do DHPP e pelo promotor criminal CARLOS ROBERTO MARANGONE TALARICO, destacado para acompanhar as investigações.
CARLA entregou notas fiscais de objetos que tinha comprado a pedido de UBIRATAN: dois pares de sapatos adquiridos especialmente para a campanha eleitoral, a troca das fechaduras do apartamento dele, e o presente para uma funcionária do deputado que acabou de dar à luz. As notas fiscais foram apresentadas para mostrar que o namoro estava firme e de que a relação do casal era boa. Tanto que no dia que antecedeu a morte, os dois visitaram juntos a funcionária do deputado na maternidade do Hospital SAMARITANO. LILIANA disse que não aprovava o namoro da filha com UBIRATAN por dois motivos: por ele estar ameaçado de morte e por ser 24 anos mais velho que CARLA.
A calça verde escura que a advogada CARLA usava na noite do assassinato do coronel foi lavada antes de ser entregue à polícia. Policiais do DHPP encontraram a peça molhada quando chegaram à residência da advogada para recolher as roupas. Além da calça, os policiais levaram ainda a blusa e a jaqueta de couro pretas, sapatos e bolsa que a advogada disse que usava no dia do crime. Até a tarde, as roupas não tinham sido entregues ao laboratório do Instituto de Criminalística porque a calça estava secando nos fundos do DHPP. Ao contrário do divulgado inicialmente, CARLA não entregou as roupas espontaneamente. O delegado ARMANDO DE OLIVEIRA DA COSTA FILHO, chefe da Divisão de Homicídios, afirmou que os investigadores tiveram de buscar as peças na casa da advogada. Foi ela mesma quem apontou as roupas que usava na noite do crime.
A polícia pediu hoje a quebra de sigilo telefônico do coronel, da namorada dele, CARLA, e da delegada federal RENATA MODI, que supostamente teria sido a pivô de um desentendimento do casal, na noite de sábado, pouco antes do assassinato de UBIRATAN. A intenção da quebra é descobrir quem estaria falando a verdade, já que há versões conflitantes sobre horários dos telefonemas. Segundo o deputado federal ARNALDO FARIA DE SÁ, CARLA teria usado o celular do coronel para enviar mensagem de texto à delegada, como se fosse ele. Ainda segundo SÁ, RENATA teria telefonado para UBIRATAN e, quando CARLA atendeu, elas discutiram.
CARLA saiu do DHPP pouco antes da meia-noite. Ela foi ouvida como testemunha, não como suspeita. CARLA demorou a deixar o local porque teve de assinar 22 páginas de depoimento. De acordo com a polícia, ela será ouvida novamente amanhã, às 13 horas. Outras três testemunhas também vão depor amanhã cedo.

A candidata à Assembléia Legislativa e ex-deputada estadual EDIR SALES já ocupa a cadeira deixada pelo CORONEL UBIRATAN GUIMARÃES. Sem festa, em cerimônia discreta e sem convidados, ela tomou posse hoje. “Sempre quis voltar para a Assembléia, mas não nessa circunstância. O coronel era um homem gentil e defensor do povo”, disse a nova deputada, que concorre nas eleições deste ano para continuar no posto. Jornalista e pedagoga, a deputada tem um perfil completamente diferente do colega morto. “Atuo mais na área social, em educação e saúde, mas tenho projetos para a segurança pública”, disse ela. 

Um policial militar morreu e outro ficou ferido em uma tentativa de assalto a um prédio na rua AUGUSTO SEVERO, esquina com rua CARLOS DE SOUZA NAZARETH, na região da 25 DE MARÇO. Segundo a PM, dois homens foram presos, mas não se sabe quantos participaram da ação e conseguiram escapar. Informações oficiais afirmam que, por volta das 14 horas, o PM OLAVO MESSIAS SANTOS, do 40 º Batalhão, que estava de folga, pediu a dois policiais da ROCAM para que revistassem dois homens suspeitos. Enquanto um deles vigiava os indivíduos, SANTOS e o outro policial, MARCO ANTÔNIO DE OLIVEIRA, entraram no prédio e foram recebidos a bala por três criminosos. SANTOS foi baleado no tórax, e OLIVEIRA levou um tiro no maxilar. Os dois foram levados para a SANTA CASA DE MISERICÓRDIA, no entanto, SANTOS já chegou morto ao hospital. OLIVEIRA permanecia com quadro estável até a noite. 

O Supremo Tribunal Federal e o Superior Tribunal de Justiça trancaram nesta terça-feira, através de hábeas corpus, as duas últimas ações penais contra o juiz federal de SÃO PAULO, ALI MAZLOUM. Entenderam que ele nem sequer deveria ter sido processado por suposto envolvimento na OPERAÇÃO ANACONDA (que apura venda de sentenças) por falta de fundamentação legal. Em 2004, o STF já trancara outra ação. Assim, a Justiça entendeu que MAZLOUM foi injustamente acusado de formação de quadrilha, abuso de autoridade e prevaricação. Ele foi defendido pelos criminalistas ANTÔNIO CLÁUDIO MARIZ DE OLIVEIRA, SÉRGIO EDUARDO MENDONÇA DE ALVARENGA e EDUARDO SILVEIRA MELLO RODRIGUES.

O lutador de jiu-jítsu, CARLOS ALBERTO DE OLIVEIRA, foi preso por causar distúrbios durante o vôo 890 da United Airlines que ia de LOS ANGELES para WASHINGTON. Segundo policiais federais americanos que estavam no avião, o lutador, visivelmente exaltado, teria tentado abrir a porta traseira da aeronave.

Sob os olhares atentos dos pais, ANTÔNIO FAGUNDES e MARA CARVALHO, BRUNO FAGUNDES estreou como ator na peça GENTE QUE FAZ, nesta terça-feira. A comédia, com texto de MARA CARVALHO, fala sobre corrupção de modo bem-humorado e está em cartaz no TEATRO AUGUSTA, em SÃO PAULO.

Exonerada por espionagem da presidência do conselho da HEWLETT-PACKARD, PATRÍCIA DUNN. Ela invadiu a privacidade dos diretores da empresa ao comandar uma investigação da companhia. PATRÍCIA deixará o posto em janeiro, mas continuará exercendo o cargo de diretora. Em PALO ALTO, nos ESTADOS UNIDOS.

Nasceu de cesariana e pesando 2,7 quilos o segundo filho da cantora BRITNEY SPEARS e do bailarino KEVIN FEDERLINE. O nome escolhido, SUTTON PIERCE, usa as mesmas iniciais de seu irmão, de um ano, SEAN PRESTON. Em LOS ANGELES.

Revelou sofrer de um grave problema auditivo o guitarrista inglês ERIC CLAPTON, de 61 anos. Ele atribuiu o surgimento do problema à exposição excessiva ao som alto. “Minha audição está arruinada. Ouço uma espécie de assobio constante em meu ouvido”, contou. Em LONDRES.

Divulgada pela revista JOURNAL OF AMERICAN MEDICAL ASSOCIATON uma pesquisa que afirma que o antiinflamatório diclofenaco aumenta em 40% os riscos de eventos cardiovasculares. As marcas mais famosa do remédio são VOLTAREN e CATAFLAM. Resultado da compilação de outros 23 estudos, o trabalho apresenta, porém, uma série de falhas. Não houve controle do perfil dos pacientes nem se sabe em que doses o remédio poderia fazer mal. Não há evidências, portanto, que justifiquem a interrupção do seu uso. 

O PAPA BENTO XVI disse hoje, no quarto dia de sua viagem à ALEMANHA, que a ciência não pode fornecer uma explicação sobre as origens do cosmo excluindo a atuação divina. A idéia de que o mundo é apenas o resultado acidental da evolução é, segundo ele, um conceito “irracional”. Em aula magna na Universidade de REGENSBURG, condenou o fundamentalismo religioso. Disse que a JIHAD ISLÂMICA vai contra DEUS e que utilizar a violência para defender a fé também é “irracional”. “Sem DEUS, as contas não fecham para o homem, para o mundo e o universo”. “DEUS não se compraz com sangue. A fé é fruto da alma e não do corpo. Quem quer conduzir alguém à fé precisa falar bem e raciocinar corretamente, e não usar de violência ou ameaças”.

Um dia depois do quinto aniversário dos atentados de 11 de setembro, extremistas islâmicos tentaram atacar hoje a Embaixada dos EUA em DAMASCO, na SÍRIA. Quatro homens gritando slogans usados por radicais islâmicos – como “DEUS é Grande” – tentaram explodir o edifício, no bairro das embaixadas. O carro-bomba não funcionou, segundo autoridades locais, e as forças de segurança sírias, encarregadas de proteger a área, travaram um tiroteio com os extremistas. Três foram mortos e o outro, capturado. Um guarda sírio morreu e 11 pessoas ficaram feridas, incluindo um diplomata chinês que estava na área.

Em uma cerimônia tradicional em TÓQUIO, o recém-nascido príncipe japonês foi batizado de HISAHITO, nome que significa “homem sereno, perpétuo e virtuoso”. Filho do príncipe AKISHINO e da princesa KIKO, ele é o primeiro herdeiro do sexo masculino da família real em mais de 40 anos. Seu nascimento foi celebrado por colocar fim a uma iminente crise de sucessão.

A explosão de uma bomba na cidade de DIYARBAKIR, no sudeste da TURQUIA, matou hoje oito pessoas, das quais seis crianças e feriu outras 16. Entre os feridos, havia também duas crianças em estado grave. A bomba, que foi acionada por celular, estava perto de um parque local, e até a noite nenhum grupo tinha assumido a autoria dos atentados.

O historiador e jornalista JOACHIM FEST, autor de uma importante biografia de HITLER, que serviu de base para o filme A QUEDA, morreu em sua casa, em KROENBERG, aos 79 anos. FEST tinha lançado havia pouco a autobiografia EU NÃO: LEMBRANÇAS DE INFÂNCIA E JUVENTUDE, na qual relata sua vida durante o nazismo, quando seu pai manteve sua família à margem do regime. A obra saiu quase que simultaneamente ao livro de memórias de GÜNTER GRASS – ambos tiveram relacionamento marcado por críticas mútuas.

A oficial responsável pelo comando tático da operação que resultou na morte do eletricista mineiro JEAN CHARLES DE MENEZES foi promovida a comissária-assistente da polícia inglesa. CRESSIDA DICK comandou a ação da polícia no dia 22 de julho de 2005, quando JEAN CHARLES foi assassinado por dois oficiais na estação do metrô de STOCKWELL (LONDRES), ao ser confundido com um terrorista. “É inacreditável o caminho que as coisas estão seguindo. Primeiro a polícia não esclarece nada, depois autoriza os policiais que mataram o JEAN a voltar ao trabalho, e agora promovem a mulher que comandou”, disse ALEX PEREIRA, primo de JEAN CHARLES.

12 DE SETEMBRO DE  2 007     :     -          QUARTA-FEIRA
DIÁRIO DE SÃO PAULO – PÁGINA A10
UBIRATAN: NOME SUJO APÓS A MORTE.
VIVO mandou cobrança para a casa do coronel após seu assassinato. Não recebeu e enviou o nome dele para o SPC e SERASA.
O coronel e deputado estadual Ubiratan Guimarães teve o nome incluído no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e na SERASA, em 21 de setembro de 2006, exatos 11 dias após ser encontrado morto na sala de seu apartamento, nos Jardins. Motivo: a conta de seu celular (R$97,67) não foi paga pelos três filhos, herdeiros dos bens e das dívidas do pai.
“Não sabia disso. Se aconteceu, é um absurdo. Imagine, o nome de um morto no SPC. Os telefones dele foram apreendidos pela polícia, mas se houver dívida, vamos pagar”, diz o filho do meio do coronel, o publicitário Diogo Guimarães.
Segundo a VIVO, a família de Ubiratan cancelou a linha em 19 de setembro. Porém, como havia um resíduo referente à diferença entre o pagamento da conta anterior e a data do cancelamento, a cobrança foi enviada na fatura do mês seguinte. Como ninguém pagou, o nome do assinante foi automaticamente para o SPC.
A VIVO informa, ainda, que, em casos como o do coronel, por se tratar de um valor irrisório, a empresa pode isentar a dívida e retirar o nome do SPC. Para que isso ocorra, é preciso que a família faça um pedido formal. Caso contrário, só com o pagamento da dívida o nome será limpo.
O revólver 38 usado para matar o coronel havia sido compra\do por ele, 20 dias antes do crime, de um ex-motorista e segurança. Esse funcionário, com passagem pela polícia por porte de arma, trabalhou no gabinete do coronel de 19 de março de 2002 a 17 de maio de 2005, quando foi exonerado.
A ex-namorada do coronel, a advogada Carla Cepollina, é apontada pela polícia e pelo Ministério Público como a principal suspeita do crime. Carla nega e diz haver incoerências no inquérito para incriminá-la.
“Incriminaram a Carla por incompetência e por preguiça de fazer uma investigação decente”, diz a mãe de Carla, a advogada Liliana Prinzivalli.
Amigos do coronel também têm dúvidas. “Não posso dizer se foi ela ou não, mas se atirou, com certeza a intenção não era matar: porque quem dá um tiro só não quer matar”, diz o coronel da reserva Antônio Chiari, que por doze anos comandou a Rota.   

O Senado vai julgar hoje o pedido de cassação do presidente da Casa, RENAN CALHEIROS, acusado de quebra de decoro por recorrer ao lobista de uma empreiteira para pagar despesas pessoais. Três partidos da oposição (PSDB, DEM e PSB) fecharam questão a favor da cassação. As outras legendas, incluindo PT e PMDB, liberaram seus senadores para votar como quiserem. Essas orientações só têm valor simbólico, pois a votação será secreta. A imprensa não terá acesso ao plenário, cujos microfones serão desligados. Os senadores não poderão ligar laptops e serão orientados a evitar o uso de celulares. Apesar de ser difícil prever o resultado da votação, é unânime a avaliação de que RENAN perdeu apoio nos últimos dias, pois se consolidou a percepção de que sua eventual permanência comprometeria de forma irremediável a imagem do Senado. Para que RENAN perca o mandato, é preciso que pelo menos 41 dos 81 senadores votem pela cassação. Se for absolvido hoje, ele ainda terá de enfrentar outros três processos. Por isso, ganha força a interpretação de que, mesmo que salve o mandato, RENAN não tem mais condições de presidir o Senado.

Auxiliares do presidente LULA consideram que RENAN CALHEIROS está politicamente arruinado. Crêem que, qualquer que seja o resultado da votação de hoje, ele não terá como permanecer no comando do Senado. Por isso, o Planalto já não se preocupa com o destino de RENAN, e sim com a articulação para definir o nome de seu substituto. O favorito do governo é JOSÉ SARNEY.

Numa quarta-feira abafada, vou chegar na Sociedade por volta das 13 horas. Ali já se encontra o CORONEL MENDES. Conversamos sobre a grade da Medalha “PEDRO DE TOLEDO” para 2 de outubro. Está praticamente encerrada. Faltam apenas quatro nomes. O CLUBE ESPÉRIA ainda não mandou o currículo da pessoa escolhida pela presidente. O MENDES liga para o GIANNOCCARO, que tem muita ligação com o ESPÉRIA, para resolver essa situação. Falamos sobre uma possível ida até SANTOS DUMONT, em MINAS GERAIS. O GINO deverá ficar sabendo disso logo mais.
Almoço com alguns oficiais no MMDS. Todos querem saber minha opinião sobre o caso RENAN. Acho que esse senhor já é “vela apagada”. Sua vida de safadezas é plenamente conhecida. Mas o que está em jogo não é o malandro RENAN, mas sim a honorabilidade do Senado. Caso os senadores, votando secretamente, isso é, covardemente, o absolvam, teremos o descrédito completo da Casa. Pode ser extinta a Comissão de Ética, porque não faz sentido ter esse órgão com os senadores desonrando o nome. Farão crer que temos vários “renans” no Senado.
No MMDC, procuramos tomar conhecimento da votação no Senado, mas ainda não se deu o resultado do julgamento. Estão conosco nesta tarde quente: CORONEL CANAVÓ, GINO, TENENTE-CORONEL PM CODELO, Prof. MARIA ODETE e CARRARO.      
O CODELO conversa, via fone, com o seu colega dos bombeiros, TENENTE-CORONEL PM NAVARRO, sobre a situação do telhado da Sociedade, ainda com os buracos. Este oficial promete comprar o material necessário para o conserto das telhas.
Vamos deixar a Sociedade por volta das 16:30 horas.

No último amistoso antes das Eliminatórias para a COPA DO MUNDO, a seleção brasileira afugentou um fantasma que a atormentava nos últimos tempos. Com grandes atuações de RONALDINHO GAÚCHO e KAKÁ, a equipe de DUNGA fez hoje 3 a 1 no MÉXICO, para o qual perdera quatro dos sete jogos anteriores, inclusive na COPA AMÉRICA.
A seleção jogou em FOXBORO, nos arredores de BOSTON, mas parecia estar no MARACANÃ, tal a quantidade de torcedores com camisas amarelas nas arquibancadas. O apoio, de tão maciço, contagiou os jogadores brasileiros, a ponto de a equipe criar duas oportunidades preciosas logo de cara. Aos nove, o chute mascado de ROBINHO se transformou em passe para VÁGNER LOVE, mas o atacante acertou o goleiro OCHOA. Quatro minutos mais tarde, o camisa 9 voltou a falhar na pontaria, em jogada que começou com lançamento de RONALDINHO GAÚCHO para KAKÁ.
BRASIL jogou com: JÚLIO CÉSAR; DANIEL ALVES (MAICON), LÚCIO, EDU DRACENA E KLÉBER (GILBERTO); GILBERTO SILVA (JOSUÉ), MINEIRO, KAKÁ (AFONSO) e RONALDINHO GAÚCHO; ROBINHO (JÚLIO BAPTISTA) e VÁGNER LOVE (ELANO).

O CORINTHIANS se despediu hoje à noite da COPA SUL-AMERICANA com mais uma derrota diante do BOTAFOGO, com 2 a 1 no PACAEMBU. Agora, o time carioca, que já havia vencido o primeiro duelo por 3 a 1, enfrenta o argentino RIVER PLATE, nas oitavas-de-final. No RIO, o VASCO classificou-se ao vencer o ATLÉTICO – PR, em SÃO JANUÁRIO, por 2 a 0. Pega o LANÚS, também da ARGENTINA.  

Um projeto de aumento da gratificação paga aos 472 policiais da CASA MILITAR do gabinete do governador JOSÉ SERRA pode recriar disparidades de salários na Polícia Militar. Se posto em prática, fará um cabo que puxa maçanetas, abrindo e fechando as portas do Palácio dos Bandeirantes, ganhar mais do que um tenente que combate o crime numa cidade como JALES. O plano irritou o comando da PM, que passou quase 20 anos corrigindo distorções criadas nos anos 1980, quando homens da CM passaram a incorporar gratificações, criando supersalários.
A proposta de reajuste foi enviada em 5 de julho pelo chefe de gabinete da CM, MAJOR PM EDUARDO ESPOSITO, à CASA CIVIL, a quem cabe a palavra final. Embora a decisão não tenha sido divulgada, o “ESTADO” apurou com oficiais que o secretário da CASA CIVIL, ALOYSIO NUNES FERREIRA, já sinalizou ao CHEFE DA CASA MILITAR, CORONEL PM MIGUEL LIBÓRIO CAVALCANTE NETO, que daria o aumento. LIBÓRIO negou hoje ter o aval de FERREIRA, mas confirmou o pedido de reajuste.

Em clima tenso, mas protegido por sessão e votos secretos, o presidente do Senador, RENAN CALHEIROS, foi absolvido hoje pelo plenário – por 40 votos a 35 – da acusação de ter contas pessoais pagas por um lobista. Outros seis colegas se abstiveram no julgamento por quebra de decoro parlamentar.
Temendo que os outros dois processos e uma representação contra o alagoano esfriem, a oposição insistiu que ele não pode presidir o Congresso e ameaçou derrubar a CPMF. “O calvário não é só dele, agora é nosso”, reagiu DEMÓSTENES TORRES.
RENAN, que na sessão bateu boca e fez ameaças, deixou o Senado aliviado: “Vou para a igreja rezar”. Seguiu, porém, para um encontro com JOSÉ SARNEY e aliados. Depois, por nota, falou em “decisão madura” e “vitória da democracia”.
A salvação do mandato teve a ajuda do Planalto e do senador ALOÍZIO MERCADANTE, mas com preço definido – deve se licenciar e entregar o cargo ao vice-presidente, TIÃO VIANA. Já LULA soube do desfecho do caso quando tomava café com a rainha da DINAMARCA, MARGRETHE II, em um castelo.
Foi um dia de tumulto. Antes da votação, houve troca de socos entre deputados e seguranças. Ao final, veio a reação da sociedade, por entidades como a CNBB. E a crise continua – além das novas denúncias, RENAN ainda é alvo de inquérito no STF.

Um homem morreu e três pessoas ficaram feridas no final da madrugada de hoje, quando a roda traseira de um ônibus que trafegava pela Avenida WASHINGTON LUÍS, na zona sul, se soltou e atingiu as pessoas que estavam em um ponto lotado. O acidente aconteceu por volta das 5:30 horas. As causas do acidente estão sendo investigadas pela polícia. O caso foi registrado no 11º Distrito Policial (SANTO AMARO).
O ajudante de pedreiro GILMAR SILVA, de 26 anos, morreu na hora. O comerciante RONALDO RODRIGUES DE LIMA, de 36 anos, está internado em estado grave no Hospital São Paulo. Ele teve fraturas múltiplas, perfuração da bexiga e está com suspeita de fratura na coluna. A auxiliar de limpeza ARLINDA MARIA DA SILVA, de 37 anos, quebrou a perna direita em três lugares. O porteiro BRAZ FERREIRA LIMA, de 41, teve contusões leves.

Anulada pelo Supremo Tribunal Federal a pensão vitalícia de 22.100 reais concedida ao ex-governador de MATO GROSSO DO SUL, ZECA DO PT. O Supremo invalidou a aposentadoria porque ela foi proposta pelo Poder Executivo do Estado e não pela Assembléia Legislativa.

Internado na noite desta quarta-feira o padre MARCELO ROSSI no hospital NIPO-BRASILEIRO, no PARQUE NOVO MUNDO, zona norte de SÃO PAULO, após se sentir mal. Exames diagnosticaram um pré-infarto do miocárdio, mas o padre teve alta no mesmo dia.

O presidente russo, VLADIMIR PUTIN, surpreendeu o país hoje ao nomear um tecnocrata praticamente desconhecido como primeiro-ministro e deixou no ar a dúvida de quem seria seu sucessor na presidência para as eleições do ano que vem. Após aceitar a demissão do premiê, MIKHAIL FRADKOV, e dissolver o governo, PUTIN escolheu o diretor do Serviço Federal de Controle Financeiro, VIKTOR ZUBKOV, de 65 anos, para assumir o posto.

O primeiro-ministro do JAPÃO, o conservador SHINZO ABE, renunciou hoje, um ano após chegar ao poder, deixando a segunda maior potência econômica do mundo envolvida numa grave crise política. ABE, de 52 anos, foi o primeiro-ministro mais jovem do JAPÃO desde o final da SEGUNDA GRANDE GUERRA. Na semana passada, veio o golpe derradeiro: o Congresso recusou-se a prorrogar a participação do JAPÃO na missão americana no AFEGANISTÃO. Desmoralizado, ele se internou num hospital, com stress. Ele também deixou a chefia do Partido Liberal Democrático. O partido de direita se reunirá na quarta-feira, dia 19, para designar um substituto, que será nomeado primeiro-ministro pelo Parlamento. ABE permanecerá no cargo até o sucessor seja escolhido.

Nem bem o corpo do tenor LUCIANO PAVAROTTI esfriou, e já fervem boatos sobre os 200 milhões de euros (532 milhões de reais) deixados por ele. Seus parentes estariam numa acirrada briga para ver quem ficará com a herança, informaram hoje jornais italianos. O cantor de ópera foi enterrado no último sábado, dia 8 de setembro, em MODENA, sua cidade natal.
A polêmica começou após o tabelião LUCIANO BUONANNO contar à imprensa que o cantor redigiu um novo testamento em 29 de julho, poucos dias antes de morrer, no dia 6 de setembro.
O tenor casou-se duas vezes e teve quatro filhas, com duas mulheres. LORENZA, CRISTINA e GIULIANA – três de suas filhas – lamentaram as “supostas brigas, patrimônios fantasmagóricos e testamentos, sobre os quais não sabem de nada”.       

2 008      :     -       SEXTA-FEIRA
O Comandante do Policiamento de Choque, CORONEL PM EDUARDO JOSÉ FÉLIX DE OLIVEIRA, tem a honra de convidar Vossa Senhoria para as cerimônias de Passagem de Comando do Policiamento de Choque e Inauguração do retrato do CORONEL PM JOVIANO CONCEIÇÃO LIMA, na Galeria de Comandantes do CPChq.
12 de setembro de 2008
16:30 horas
Quartel do Regimento de Polícia Montada “9 de Julho”
Rua Jorge Miranda, 238 LUZ/SP

Uma manhã de temperatura alta. Dedico-me à leitura dos jornais e também ao trabalho no computador.
No MMDC encontro o CORONEL MENDES diligenciando quanto à Medalha “Governador Pedro de Toledo” que será entregue em 2 de outubro. Aos poucos ele vai recebendo os currículos daqueles que serão homenageado com essa medalha. Um deles é o MAJOR-BRIGADEIRO-DO-AR JOSÉ ROBERTO SCHEER, Comandante do IV COMAR. Ele já tem as nossas medalhas CONSTITUCIONALISTA e MMDC.
Chega um e-mail da Associação Comercial comunicando que GINO STRUFFALDI, CORONEL PM ANTÔNIO CARLOS MENDES e CORONEL PM MÁRIO FONSECA VENTURA receberão o MARCO DA PAZ no dia 2 de outubro, durante as comemorações do 76º aniversário da Cessação das Hostilidades do Movimento Constitucionalista de 1932.
Enquanto vou almoçar com os oficiais do MMDS o MENDES vai até a Delegacia Geral da Polícia Civil entregar o ofício de outorga da Medalha “Governador Pedro de Toledo” a um delegado indicado pelo Delegado Geral.
Mais tarde o CORONEL MENDES combina um encontro às 8 horas da manhã do domingo, dia 14 de setembro, a fim de irmos para o IPIRANGA prestigiar o desfile dos veteranos por ocasião do aniversário daquela região. Talvez a rede GLOBO vá buscar o GINO em sua residência a fim de conduzi-lo até o local do desfile. Isso foi ventilado através de um telefonema da subprefeitura do IPIRANGA.
Outro assunto que discutimos é uma viagem até BOTUCATU na próxima sexta-feira, dia 19, onde, no TIRO-DE-GUERRA local serão entregues Medalhas “Governador Pedro de Toledo”. A solenidade será à tarde. Deveremos iniciar a viagem pela manhã. 
A temperatura começa a mudar. Retorno a GUARULHOS por volta das 16:30 horas. Encontro LUCINDA atrapalhada com a visita da RENATA, ainda com o braço engessado, e sua filha MARYA LUIZA.

Em uma noite especial para rever os amigos e se emocionar, o TENENTE-CORONEL SÉRGIO LUIZ TRATZ foi homenageado com o título de CIDADÃO PAULISTANO em solenidade realizada no auditório do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo (CPOR/SP), uma iniciativa do vereador RICARDO TEIXEIRA, proponente da homenagem. O ex-comandante do CPOR/SP recebeu o carinho de todos aqueles que admiraram seu trabalho desenvolvido durante dois anos, quando esteve à testa desta importante instituição de ensino militar do Exército brasileiro. Entre os presentes: CORONEL MARCELO ANTÔNIO NEVES, atual Comandante do CPOR/SP; ÍTALO MIRANDA JÚNIOR, Delegado-titular do 30º Distrito Policial e presidente do ROTARY CLUB DE SÃO PAULO-NORTE; JOÃO CARLOS DIAS, diretor-responsável pelo JORNAL SEMANÁRIO DA ZONA NORTE; CORONEL ÉDSON LUIZ DA ROSA, do Estado-Maior do COMANDO SUDESTE; RUI AUGUSTO MARTINS, conselheiro da Seccional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil; TENENTE-CORONEL ILDEFONSO BEZERRA FALCÃO JÚNIOR, oficial do Estado-Maior do COMANDO SUDESTE; JOÃO E THEREZINHA CAMPOS DE FÁVARI

Morreu hoje, em SÃO PAULO, BENEDICTO FERRI DE BARROS, aos 88 anos. Jornalista, poeta, ensaísta e empresário, lecionou política e economia na USP e mercado de capitais na Escola de Administração de Empresas da FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Foi colaborador do jornal “O ESTADO” e do “JORNAL DA TARDE”. Casado, teve 3 filhos, 8 netos e 3 bisnetos.
Intelectual reconhecido, BARROS era membro da ACADEMIA PAULISTA DE LETRAS e da ACADEMIA INTERNACIONAL DE DIREITO E ECONOMIA. “Todos que o conheceram podem testemunhar que era um verdadeiro cavalheiro e distribuía generosidade. Para mim, BARROS foi um amigo de infância que conheci depois de velho”, disse o presidente da APL, JOSÉ RENATO NALINI. Ultimamente, o intelectual se dedicava ao estudo da ÉTICA, conta NALINI.
Homem de atividades tão distintas, o acadêmico também se destacou na área empresarial. Além de ser um dos maiores estudiosos brasileiros da cultura japonesa – foi correspondente cultural para o BRASIL da THE JAPAN FOUNDATION, em 1987, e o ganhador de um prêmio de jornalismo concedido pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE CULTURA JAPONESA – atuou durante 48 anos na área financeira, imobiliária e na montagem de projetos empresariais. Foi membro do Centro de Estudos Políticos e Sociais da Associação Comercial de São Paulo, Associação Brasileira dos Analistas do Mercado de Capitais (ABAMEC), Conselho Consultivo do Instituto Liberal de São Paulo e fundador e primeiro presidente da Associação Nacional dos Agentes Autônomos de Investimentos (ANAAI).”Ele sempre foi um dos expoentes de nossa cultura. Foi um grande brasileiro e eu nunca perdia seus artigos”, disse o presidente da Academia Internacional de Direito e Economia, RUY PRADO.
Para o advogado tributarista e ex-presidente da APL, IVES GANDRA MARTINS, BARROS era um ponto de convergência para os outros escritores dentro da academia. “Era um excelente poeta, grande conhecedor de economia e cidadão de vocação liberal”, afirma.
O corpo do intelectual está sendo velado na sede da APL, centro de SÃO PAULO. O enterro será amanhã, às 10 horas, no Cemitério do ARAÇÁ.   

O prefeito GILBERTO KASSAB subiu 9 pontos em duas semanas e alcançou o ex-governador GERALDO ALCKMIN que oscilou 1 ponto para menos –agora, os dois têm 21% das intenções de voto dos eleitores paulistanos, revela pesquisa IBOPE contratada pelo jornal “O ESTADO” e pela TV GLOBO. A ascensão de KASSAB contrasta com uma nova queda na intenção de voto da candidata MARTA SUPLICY, que perdeu 4 pontos percentuais e agora tem 35%.

O relator da ONU para o direito dos povos indígenas, JAMES ANAYA, revelou ao jornal “O ESTADO”, em GENEBRA, que foi impedido de se encontrar com os ministros do Supremo Tribunal Federal em sua recente visita ao BRASIL. “Pedi um encontro com eles (ministros), mas foi negado. Até hoje não sei bem por quê”, afirmou ANAYA. Ele reconheceu, contudo, que o encontro teria sido polêmico.
O ministro do STF, CARLOS AYRES BRITTO, também presidente do Tribunal Superior Eleitoral reagiu. “Entendo que o BRASIL não precisa, para proteger seus índios, da ONU e das ONGS estrangeiras, porque a Constituição já o faz melhor do que qualquer outra do mundo. Basta cumprir a Constituição para que as etnias indígenas tenham reconhecido seu extraordinário valor” disse ele, em BRASÍLIA. No dia 27 de agosto, o relator votou pela homologação da reserva e rejeitou os argumentos contrários à demarcação em área contínua. Em seguida a seu voto, contudo, o ministro CARLOS MENEZES DIREITO pediu vistas do processo e o julgamento foi suspenso.

O embarque de mil fuzileiros navais deu a partida hoje para a OPERAÇÃO ATLÂNTICO, que reúne a MARINHA, o EXÉRCITO e a AERONÁUTICA num exercício combinado. O objetivo da ação conjunta é melhorar o esquema de proteção da costa brasileira que concentra a produção petrolífera.
Pela primeira vez, a operação, que já foi feita no litoral do RIO e do ESPÍRITO SANTO, alcançará também a costa de SÃO PAULO, abrangendo a região onde foram descobertas novas reservas da camada pré-sal.
De acordo com o ALMIRANTE ADLANDER SANTOS, comandante da operação, a extensão do exercício já estava planejada, mas atende ao novo desafio do BRASIL de manter a segurança nessas áreas. “Foi uma feliz coincidência”, disse ADLANDER. O almirante informou que o exercício tem, entre suas metas, a de evidenciar a força bélica brasileira e a capacidade de patrulhar o que a MARINHA chama de “AMAZÔNIA AZUL”, a faixa de 3,5 milhões de quilômetros quadrados que compreende todo o litoral do país.
ADLANDER reconheceu que a reativação da QUARTA FROTA da MARINHA dos ESTADOS UNIDOS para atuar no ATLÂNTICO SUL merece a atenção do BRASIL, mas negou grande preocupação. “Não me preocupo com a QUARTA FROTA. Vejo como uma reorganização administrativa”, afirmou. “Ela não tem meios permanentes. Vai servir para a realização de exercícios na região, até mesmo com a MARINHA brasileira”.
O comandante também minimizou as manobras da VENEZUELA com a MARINHA russa. “Isso é um problema venezuelano. Talvez, mais um desafio do nosso companheiro HUGO CHÁVEZ (aos ESTADOS UNIDOS)”.
A operação, que vai até o dia 26, envolve uma situação hipotética de disputa entre dois países fictícios por um campo petrolífero na altura do ESPÍRITO SANTO, onde se iniciaram recentemente as prospecções no campo de JUBARTE na camada pré-sal. A região seria a fronteira dos países verde (no caso, o BRASIL) e amarelo (que seria o inimigo). A MARINHA empregará sua esquadra e três submarinos. Esses últimos serão usados pelos “inimigos” para atacar a esquadra. Na semana que vem, está previsto um ataque anfíbio dos fuzileiros no litoral capixaba, na praia de ITAOCA.     

A extradição de JUAN CARLOS RAMÍREZ ABADÍA, entregue à Justiça dos ESTADOS UNIDOS no dia 23 de agosto, foi antecipada e precedida de um acordo em que o megatraficante colombiano se comprometeu a revelar supostos planos do traficante brasileiro LUIZ FERNANDO DA COSTA, o FERNANDINHO BEIRA-MAR, para tentar fugir do presídio de segurança máxima de CAMPO GRANDE (MS). O esquema veio à tona no início do mês passado, quando a Polícia Federal desencadeou a OPERAÇÃO X. Depois de ter sido achacado por agentes da Policia Civil de São Paulo, ABADÍA temia ser morto e pediu que o governo brasileiro antecipasse sua extradição. Começou a pedir pressa na extradição depois que, no dia 13 de abril, o presídio de CAMPO GRANDE ficou debaixo de um tiroteio por 15 minutos envolvendo um grupo armado e os agentes penitenciários. Os achaques a ABADÍA e toda a quadrilha dele levaram o Ministério da Justiça a concordar que para o BRASIL era melhor extraditá-lo para os ESTADOS UNIDOS.

Quatro ladrões mantiveram nove pessoas reféns por quase seis horas em ITAPEVI, entre a noite de quinta-feira e a madrugada de hoje. Durante a negociação, os bandidos beberam vinho e até se revezaram para tomar banho. Quando o bando invadiu a casa, o dono do imóvel pulou um muro e avisou a PM, que cercou o local. Sete dos reféns eram da mesma família e dois, um casal de amigos. Todos só foram libertados quando uma equipe de TV pôde acompanhar a rendição do bando – uma das exigências dos assaltantes.

Hoje, na reconstituição da morte dos irmãos JOÃO VÍTOR DOS SANTOS RODRIGUES, de 13 anos, e IGOR GIOVANI DOS SANTOS RODRIGUES, de 12 anos, assassinados no último dia 5 pelo pai, o vigilante noturno JOÃO ALEXANDRE RODRIGUES, de 40 anos, e a madrasta, a dona-de-casa ELIANE APARECIDA ANTUNES RODRIGUES, de 36, em RIBEIRÃO PIRES, ABC, a polícia encontrou mais partes dos corpos dos meninos, que depois de mortos foram queimados e esquartejados.

A Justiça paulista decidiu manter presos os nove supostos integrantes da facção PCC que haviam conseguido, na última terça-feira, dia 9, um hábeas corpus no Supremo Tribunal Federal. O grupo, conhecido como “tropa de choque”, é suspeito de planejar, em 2004, uma megaoperação para libertar 1.279 detentos que estavam em FRANCO DA ROCHA. Os presos foram beneficiados pelo STF porque, após quatro anos de prisão, eles ainda não foram ouvidos em juízo. Não houve sequer escolta policial para levá-los ao fórum. Com isso, no entender do STF, houve excesso de prazo na permanência do grupo na prisão à espera de um julgamento. Em nota, o governo estadual afirmou ontem que as provas do processo foram produzidas em 2006 e que, depois disso, não houve necessidade dos presos irem ao fórum. Hoje à noite, a juíza TATIANE MOREIRA LIMA WICKHALDER, da 1ª Vara Judicial de FRANCISCO MORATO, decretou a prisão preventiva dos acusados. De acordo com a magistrada, a prisão preventiva foi decretada para que haja “manutenção da ordem pública, devido à alta periculosidade dos acusados”.

A comissão sindicante especial instituída pelo Hospital das Clínicas de São Paulo decidiu demitir, por justa causa, o ex-diretor WALDEMIR REZENDE. No ano passado, o ginecologista, que ainda trabalha no hospital, revelou os casos de irregularidades e roubos no complexo em seu livro “ESTAÇÃO CLÍNICAS – OS BASTIDORES DO MAIOR HOSPITAL PÚBLICO DA AMÉRICA LATINA”. A decisão será publicada no Diário Oficial de amanhã.

Um funcionário da ITAPEMIRIM CARGA morreu hoje pela manhã em um acidente ocorrido na avenida TIRADENTES, em GUARULHOS, sentido centro-bairro. RONE ROQUE MATIAS, de 32 anos, era passageiro de um MERIVA que capotou várias vezes após o motorista perder o controle da direção e bater o veículo contra uma árvore, quase defronte a loja MERCADOCAR. A via ficou interditada até a chegada da perícia técnica e só foi liberada depois das 9:30 horas.
MATIAS estava com os amigos TIAGO GIL DE MELLO, de 24 anos, e com o analista de sistemas PAULO ROBERTO DE SOUZA LIMA, de 25 anos, que guiava o automóvel. Os amigos, que seriam colegas da FACULDADE TORRICELLI, onde MATIAS estudava, teriam saído na noite desta quinta-feira para se divertir. MATIAS cursava o 3º período de administração de empresas na Faculdade e era solteiro. Não tinha parentes em GUARULHOS, por isso, funcionários da empresa tiveram de liberar o corpo, que será transladado para sua terra natal, distante 134 km da capital do Estado, VITÓRIA. A empresa também disponibilizará um ônibus para amigos e colegas participarem do funeral no ESPÍRITO SANTO.

De uma hora para outra, a vida deles mudou. A família KIDA passava férias em CANCÚN, no MÉXICO, quando foi atropelada por um carro arremessado por um caminhão em alta velocidade, ao atravessar a rua em frente ao hotel, em 26 de julho. A mãe, SUELI, morreu na hora e a filha, BIANCA, teve diversos ferimentos graves. WILSON, o pai, sofreu ferimentos leves e o filho, WILLIAN, foi o único que escapou ileso. “Apaguei e acordei debaixo do carro, com o pneu no rosto”, contou BIANCA KIDA, de 17 anos. Depois de duas semanas em um hospital no MÉXICO, quatro cirurgias e a volta ao BRASIL, BIANCA e a família tentam retomar a rotina. “Tivemos muitos anjos da guarda”, conta WILSON KIDA, de 52 anos. “Não estamos conformados, mas estamos bem confortados”, afirma.   

Em sua primeira visita à FRANÇA desde o início de seu pontificado, há cerca de três anos e meio, o PAPA BENTO XVI pediu hoje um lugar para a Igreja nas decisões de Estado. A reivindicação foi feita no Palácio do Eliseu e aplaudida pelo presidente francês, NICOLAS SARKOZY, que por sua vez pregou uma nova relação entre o Estado e a Igreja – que denomina “laicidade positiva”. SARKOZY declarou que “se privar das religiões seria uma loucura” e convidou-as ao diálogo em temas como genética. Para tanto, impôs uma condição: o respeito à tradição judaico-cristã da EUROPA. “Não nos consideramos melhores do que ninguém, mas assumimos nossas raízes cristãs”. Em seu discurso, falado em francês fluente, BENTO XVI lamentou a hegemonia da ciência sobre a religião, destacou seu papel insubstituível para formar as consciências e pediu um lugar para a fé nas decisões públicas, reafirmando “a contribuição que ela pode dar à criação de um consenso ético fundamental na sociedade”.
Horas depois, em discurso no COLÉGIO DOS BERNARDINOS para 700 intelectuais, entre escritores, jornalistas, filósofos, artistas e políticos convidados, o PAPA reconheceu que “para muitos, DEUS é um grande desconhecido”. A seguir, criticou a “cultura puramente positivista” além de alertar contra o “fanatismo fundamentalista”. 

A crise na BOLÍVIA assumiu hoje proporções regionais. O conflito começou a se internacionalizar na quarta-feira, dia 10, depois que o presidente boliviano, EVO MORALEZ, acusou os ESTADOS UNIDOS de ajudar a oposição do seu país e declarou persona non grata o embaixador americano em LA PAZ. O venezuelano HUGO CHÁVEZ fez o mesmo “em solidariedade” à BOLÍVIA; e HONDURAS suspendeu a recepção das credenciais do novo representante americano no país. Em represália, os ESTADOS UNIDOS resolveram hoje mandar de volta para casa o embaixador venezuelano em WASHINGTON. O boliviano também já está a caminho de LA PAZ. BRASIL e ARGENTINA – diretamente afetados pelos cortes no envio do gás boliviano – uniram-se a COLÔMBIA e CHILE para tentar mediar a crise entre o governo e a oposição boliviana, mas a intermediação foi rejeitada por EVO. Ao mesmo tempo, o Exército da BOLÍVIA também rejeitou a “intromissão” de CHÁVEZ, que havia oferecido ajuda militar a grupos armados aliados a EVO. Todo o transbordamento da crise ocorre num momento delicado nas relações entre os ESTADOS UNIDOS e seus vizinhos do sul. A RÚSSIA quer estreitar os laços com CUBA e VENEZUELA e enviou aviões e navios para fazerem exercícios militares no CARIBE. Dois bombardeiros chegaram na quarta-feira, dia 10, à base de LIBERTADORES, na VENEZUELA. “É uma mensagem ao império”, ameaçou CHÁVEZ.
Os ESTADOS UNIDOS anunciaram hoje o congelamento dos bens de três autoridades venezuelanas acusadas de dar dinheiro à guerrilha FARC e expulsaram do país o embaixador da VENEZUELA em WASHINGTON, BERNARDO ALVAREZ HERRERA, abalando ainda mais as relações com CARACAS. Os bens bloqueados pertencem ao ex-ministro do Interior e Justiça, RAMÓN RODRÍGUEZ CHACÍN, e aos chefes da agência de inteligência militar e da polícia secreta venezuelanos – respectivamente, HUGO ARMANDO CARVAJAL e HENRY DE JESÚS RANGEL SILVA. Os três são acusados de fornecer armas e drogas às FARC, grupo com o qual o governo venezuelano diz ter afinidade ideológica e considerado terrorista nos ESTADOS UNIDOS. Já a decisão de expulsar o embaixador foi uma retaliação pelo fato de, ontem, o presidente venezuelano, HUGO CHÁVEZ, ter dado ao embaixador americano em CARACAS, PATRICK DUDDY, 72 horas para deixar o país.
As Forças Armadas da BOLÍVIA recusaram hoje eventuais “intromissões externas” nos assuntos do país. O anúncio foi feito em resposta à declaração do presidente venezuelano, HUGO CHÁVEZ, que ontem ameaçou apoiar grupos armados na BOLÍVIA caso as manifestações da oposição derrubassem o presidente EVO MORALES. O Exército ainda advertiu que não vai mais tolerar os “radicais” que promovem a violência no país.
O governo elevou hoje para 14 o número de mortos nos confrontos entre a oposição e partidários de EVO na quinta-feira no Departamento de PANDO, na região amazônica.

O furacão IKE, com ventos de 165 km/hora, aproximou-se hoje da costa do TEXAS, nos EUA, adernando um cargueiro de quase 200 metros como se fosse um brinquedo e ameaçando os diques que protegem cidades litorâneas. Apesar de ainda estar a 320 quilômetros da costa, o ciclone já provocava ondas de quase 5 metros que inundaram a ILHA DE GALVESTON. O IKE deveria atingir o continente na madrugada do dia 13. Diante do risco de o mar invadir a costa, autoridades ordenaram que a população fugisse, advertindo que quem ficasse enfrentaria “morte certa”. O furacão pode ser o pior a atingir o TEXAS em 50 anos.
Dezenas de milhares de moradores deixaram as regiões que estão na rota do IKE – onde vivem 3,5 milhões de pessoas. Apenas nos arredores de HOUSTON, cerca de 200 mil moradores já saíram de suas casas.
Mais da metade da comunidade de SURFSIDE, em GALVESTON, estava debaixo d´água na manhã de hoje. As ondas de até 5 metros de altura assustaram TONY e JENNIFER MUÑOZ, que foram à praia tirar fotos do fenômeno, mas logo perceberam que aquela não era uma boa idéia. “Começamos a ver a água atingir as ruas, mas de repente as ondas ficaram altas demais. Já passei por tempestades antes, mas nada como isso. Estamos indo embora agora mesmo”, disse TONY.   

2 009      :      -         SÁBADO
O DIÁRIO OFICIAL DE 12SET2009 PUBLICA PROMOÇÕES DE TENENTES-CORONÉIS AO POSTO DE CORONEL
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR
Decretos de 11-9-2009
Promovendo, a contar da publicação do ato, nos termos do Dec.-lei 13.654-43 e suas alterações, ao posto de Coronel do Quadro de Oficiais Policiais Militares, por merecimento, os Tenentes-Coronéis PM 810322-4 Walter Gomes Mota, do 11º BPM/I e 790572-6 José Luís Martins Navarro, do 3º BPChq.
O CORONEL PM WÁLTER GOMES MOTA nasceu em 27 de maio de 1963. Entrou para a PMESP em 1º de fevereiro de 1981. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL no dia 15 de dezembro de 1983. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 25 de agosto de 1984; 1º TENENTE – 15 de dezembro de 1987. Não tenho a data de sua promoção a CAPITÃO. Foi promovido a MAJOR em 15 de dezembro de 2004. TENENTE-CORONEL em 29 de novembro de 2008.
O CORONEL PM JOSÉ LUÍS MARTINS NAVARRO nasceu em 25 de novembro de 1961. Entrou para a PMESP em 29 de janeiro de 1979. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1983. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 25 de agosto de 1984; 1º TENENTE – 24 de maio de 1988. Só tenho a sua promoção a TENENTE-CORONEL – 29 de novembro de 2008. 
Classificando, por conveniência do serviço, em face de promoção:
o Coronel 810322-4 Walter Gomes Mota, no Comando de Policiamento do Interior-1 (CPI-1; o Coronel o Ten Cel PM 790572-6 José Luís Martins Navarro, no Comando de Policiamento de Área Metropolitana-6 (CPA/M-6).
Transferindo, por conveniência do serviço, o Cel PM 800978-3 Marly Moreno, do Comando de Policiamento de Área Metropolitana-6 (CPA/M-6) para o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM)

Nesta manhã, por volta das 9 horas, estou chegando no GRANDE ORIENTE DE SÃO PAULO, na Rua SÃO JOAQUIM. No 1º andar, no TEMPLO PIRATININGA, juntamente com o Presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC GINO STRUFFALDI e o nosso Diretor de Comunicação Social vamos assistir uma importante palestra do vereador ANTÔNIO GOULART sobre o seu empenho, como maçom, na vida pública. Mais tarde, para complementar os dados em minhas memórias, junto a mensagem transmitida pela rede colméia, além de assistir dezenas de imagens tiradas durante toda a solenidade.  
12/09/2009 de www.redecolmeia.com.br
A Augusta e Respeitável Loja Simbólica L´Aquila Romana - nº 3365, fez Sessão Magna Pública de Palestra e Homenagem a se realizar no dia 12 de Setembro de 2009 as 9:30h, no Templo Piratininga, no Palácio Maçônico do Grande Oriente de São Paulo, sito à Rua São Joaquim, 457 no Bairro da Liberdade em São Paulo - Capital. Com o Palestrante nosso Irmão e Vereador dos mais votados por São Paulo: "ANTONIO GOULART". Com o tema: "SER UM MAÇOM NA VIDA PÚBLICA" Coordenada pelo Venerável Mestre: Claudio Auricchio Turi, e com a presença dos Grãos-Mestres e seus adjuntos das potências do Grande Oriente de São Paulo Mário Sergio Nunes da Costa e Grande Oriente Paulista José Maria, alem das autoridades José Carletti Jr., Fernando Tullio Colacioppo Sobrinho, José Moretzsohn de Castro, Mário Mariano Machado, Pedro Mário Fávero, Paulo Gonçalves Peres.
Nosso Diretor de Comunicação Social, PEDRO PAULO PENNA TRINDADE, fez o seguinte pronunciamento, após a entrega da Medalha CONSTITUCIONALISTA para o vereador ANTÔNIO GOULART:
A Augusta e Respeitável Loja Simbólica L’Aqüla Romana, foi fundada com a finalidade de fazer pesquisas, além das inerentes a todas as lojas maçônicas, aquelas referentes a tudo que se relacione com a Itália, ou seja, sua história, sua cultura, seu povo, suas conquistas, suas vitórias, seus problemas, seus costumes.
Por outro lado, a Sociedade Veteranos de 32, da qual sou Diretor, teve hoje a honra de condecorar, com a Medalha Constitucionalista, o emérito maçom Antonio Goulart, conceituado vereador  da Capital, ainda dentro das comemorações do  septuagésimo sétimo aniversário da gloriosa Revolução Constitucionalista de 32, de vez que as hostilidades cessaram em 2 de outubro.                  

Por isso, está dentro do contexto não só prestarmos homenagem à Revolução, mas também à operosa comunidade italiana, representada por esta loja. Numa pesquisa feita no livro “Cruzes Paulistas”, onde são indicados os nomes de 520 mortos em combate, apenas parte do total,  foram encontrados dezoito por cento de nomes italianos. Se considerarmos os filhos de mães italianas, que geralmente não transferem o sobrenome, chegaremos a 20 por cento e teremos mais de duzentos mortos descendentes de italianos de primeira geração, tendo-se  em consideração  que o total de mortos foi superior a mil.

Assim, farei a leitura do magnífico poema “Os Jovens de 32”, de Paulo Bonfim, o poeta da revolução e, depois disso, o combatente Gino Struffaldi, obreiro desta Loja, dirá de memória o mesmo poema, em versão para o italiano, de sua autoria e aprovada pelo próprio poeta.

OS JOVENS DE  32 – De Paulo Bonfim

Onde estais com vossos ponchos,     
Os fuzis sem munição,
Os capacetes de aço,                 
Os trilhos do trem blindado,
O lema de vossas vidas
A saga de vossos passos,
Óh! Jovens de 32 ?

Em que ossário a vossa audácia             
Fala aos que dormem por fuga?                       
Em que campo a vossa morte
Clama aos que morrem em vida?        
Em que luta o vosso luto
Amortalha os tempos novos?                        
Óh! Jovens de 32 ?                        

Voltai daquelas trincheiras,
Voltai do vosso martírio,
Voltai com os vossos ideais,
Voltai com o sangue que destes,
Voltai com os brios de julho,
Voltai ao solo ocupado,
Voltai à causa esquecida,
Voltai à terra traída,
Voltai, apenas voltai,
Óh! Jovens de 32.
São Paulo, 12-09-2009

Retornando para casa, por volta das 14 horas, almoço e descanso. Em seguida percebo em minha caixa de mensagens um volume grande de correspondência eletrônica. Levo horas para organizar tudo.
Um desses e-mail é do GABRIEL, estudante de BRASÍLIA:
RESPOSTA A UMA MENSAGEM DO GABRIEL
ESTIMADO GABRIEL

Dá para escrever um livro sobre as suas perguntas, mas procurarei ser conciso e explícito ao máximo:
Atualmente há cerca de 300 associados ativos (alguns pensam que são ativos, mas não são, principalmente porque não comparecem ao MMDC). Cada um pagaria quinze reais por mês. No entanto 40% "esquecem" de cumprir essa obrigação estatutária. Não temos outros recursos financeiros.
Com o dinheiro arrecadado pagamos a nossa única funcionária além de outros deveres financeiros (luz, água, taxas de sinistro, e obrigações trabalhistas), praticamente zerando a contabilidade. 
As reuniões são mensais, além das extraordinárias, como tivemos ontem, abrangendo uma outra pergunta sua. 
A Diretoria Executiva decidiu em reunião extraordinária, ontem, que o Museu "MARIA SOLDADO", onde se encontra o acervo histórico do Monumento Revolucionário de 1932, passe a ser parte integrante, em comodato, com o Museu de História de São Paulo, que deverá ser inaugurado em março de 2010. Essa nossa decisão, por unanimidade da Diretoria, sobe agora para o Conselho Deliberativo, que se reunirá na próxima segunda-feira, dia 14. Também ontem a Sociedade foi aquinhoada com os novos móveis, doados pelo Tribunal de Justiça, propiciando a criação de um auditório e dando um aspecto mais saudável para a nossa sede. De 18 de dezembro de 2008 até maio deste ano sofremos uma grande reforma na Sociedade, proporcionada pela Prefeitura da Cidade de São Paulo (o prédio é da Prefeitura, mas essa reforma foi a pedido do Presidente do Tribunal de Justiça, em conversa com o Prefeito);
Nossas próximas atividades são: já na segunda-feira o desenho do estudo para a reinauguração das novas dependências da Sociedade. Faltam alguns recursos (DATA-SHOW, alguns computadores em substituição aos "velhinhos", a entronização da imagem de SANTO EXPEDITO, o santo das causas impossíveis (pois tudo que está sendo realizado nos dias de hoje é resultado de um verdadeiro milagre). A criação dos núcleos GUILHERME DE ALMEIDA na Distrital Sudoeste e IBRAHIM NOBRE na Distrital SANTANA, em parceria com a Associação Comercial (também na segunda-feira estaremos reunidos com a Comissão Cívica e Cultural da AC, a qual fazemos parte desde 2002).
A realização do 77º Aniversário da Cessação das Hostilidades do Movimento Constitucionalista em 2 de outubro, no OBELISCO, a partir das 9 horas, é também uma das nossas próximas atividades.
Estamos estudando as monografias elaboradas pelos cadetes, por iniciativa do nosso núcleo "CADETE RUYTEMBERG ROCHA", para premiação dos três melhores trabalhos, também em outubro. Nosso núcleo da LAPA vai comemorar os 77 anos do término da Revolução no dia 5 de outubro.
Receberemos na semana que vem os trabalhos escolares sobre o tema da Revolução, objeto principal dos cuidados do nosso núcleo de SAO MIGUEL. Os melhores trabalhos serão também premiados ainda este mês.
Nossos núcleos "MMDC ROMÃO GOMES" e "SUDOESTE PAULISTA" (região de ITAPEVA, ITARARÉ, BURI, e outras cidades) também farão solenidades referentes ao término da revolução. Receberemos a visita da Diretoria Executiva do núcleo de SAO JOSÉ DO RIO PRETO na próxima quinta-feira para exposição de suas atividades. 
Vários diretores têm se empenhado em palestras ao longo dos meses de agosto e setembro, sobre temas da Revolução, da Pátria e do que pretendemos fazer para dignificar a EPOPÉIA DE 32. 
Devo ter esquecido uma serie de atividades em andamento, mas posso citar duas: A CONSERVAÇÃO DO NOME DO TÚNEL 9 DE JULHO, espoliado pela ex-prefeita MARTA SUPLICY, que pisou na história do BRASIL em trocar o nome do túnel, inaugurado pelo próprio GETULIO VARGAS em 1938 (ela naturalmente desconhece a história, para fazer uma barbaridade dessas). Ganhamos essa parada na Justiça, em 1ª Instância. A Prefeitura "esperneou" e o processo subiu para a 2ª Instância, onde "dorme" a dois anos e meio. O outro motivo, também uma ofensa à história, também por ignorância é a troca da sigla MMDC na tentativa espúria de se colocar o "A" do ALVARENGA. O desconhecimento da história é total nesse episódio. Foram onze as pessoas feridas naquela madrugada de 23 para 24 de maio (é só consultar os jornais da época).; Além do mais, antes de ALVARENGA morreu AMADEO (nome citado pelo historiador PAULO NOGUEIRA em seu meticuloso trabalho sobre a Revolução - A GUERRA CÍVICA 1932 - no quarto volume INSURREIÇÃO CIVIL. Mais ainda, há o decreto de 10 de agosto de 1932, do governador PEDRO DE TOLEDO, criando o MMDC. Também MMDC é marca registrada que não pode ser modificada a bel prazer de políticos que desconhecem a nossa história. 
CARÍSSIMO GABRIEL
Cumprimento-o pelo seu interesse. Dia 30 próximo estaremos reunidos para comemorar o "DIA DOS ANIVERSARIANTES" e reitero o convite para participar da nossa confraternização. Iremos também pré-reinaugurar a nossa sede. Sua presença irá, sem dúvida, enaltecer o nosso esforço na conservação desse episódio tão comovente da história brasileira. Desculpe os erros por ventura cometidos, não pelo ventura porque são involuntários, não intencionais.
2009/9/12 Gabriel Castro
Coronel Ventura, tudo bem?
Se o senhor puder me ajudar, gostaria de algumas respostas sobre a Sociedade de Veteranos. Estou fazendo o curso de jornalismo aplicado do Estadão, e o tema de minha reportagem é justamente o MMDC.
Quantos membros ativos tem a Sociedade na capital?
Quem paga o salário da Marinei? De onde vêm os recursos?
Qual a periodicidade das reuniões da diretoria?
Em que está trabalhando a diretoria no momento? Qual a proxima atividade?
Há algum tipo de acervo no prédio? um abraço, Gabriel Castro

O treino que definiu o grid do GP DA ITÁLIA, em MONZA, confirmou o que já se suspeitava: outra vez a ordem de forças mudou. LEWIS HAMILTON, da McLAREN, vai largar na frente, com ADRIAN SUTIL, da FORCE INDIA, em segundo e KIMI RAIKKONEN, da FERRARI, em terceiro. RUBENS BARRICHELLO sai em quinto, com o parceiro JENSON BUTTON em sexto.

A chuva deu uma pequena trégua e o espanhol RAFAEL NADAL voltou hoje à quadra para terminar a partida contra o chileno FERNANDO GONZÁLEZ, pelas quartas de final do US OPEN, o último GRAND SLAM do ano. NADAL fechou o duelo por 3 a 0. O espanhol, o novo número 2 da ATP, contou com muitos erros do chileno para vencer fácil o último set. NADAL vai pegar amanhã na semifinal o argentino JUAN MARTIN DEL POTRO. Na outra semifinal, o suíço ROGER FEDERER enfrentará o sérvio NOVAK DJOKOVIC.

O SÃO PAULO sofreu, mas conseguiu derrotar o AVAÍ por 2 a 0, nesta noite, no MORUMBI. Com o triunfo – o décimo primeiro em 17 jogos sob o comando do técnico RICARDO GOMES – o TRICOLOR colocou pressão sobre o PALMEIRAS e INTERNACIONAL, que jogam amanhã pelo CAMPEONATO BRASILEIRO. Os são-paulinos chegaram aos 43 pontos na tabela de classificação, um atrás do líder VERDÃO e colado no COLORADO,que ocupa o segundo lugar apenas pelo número de vitórias.
Morreu hoje de madrugada, no RIO, o acadêmico ANTÔNIO OLINTO. Ele tinha 90 anos e estava em seu apartamento, em COPACABANA. Escritor, crítico literário, ensaísta e ex-adido cultural brasileiro em LAGOS (NIGÉRIA) e em LONDRES. OLINTO ocupava havia exatamente 12 anos a cadeira de número 8 da Academia Brasileira de Letras, que até então era de ANTÔNIO CALLADO. O corpo foi velado na ABL, para o sepultamento no MAUSOLÉU ACADÊMICO, no cemitério SÃO JOÃO BATISTA. Ele teve falência múltipla dos órgãos.
OLINTO tinha prazer de freqüentar as sessões da ABL, de organizar seminários e de viajar para participar de conferências no mundo falando sobre cultura brasileira, de SEUL, na CORÉIA DO SUL, a ABIDJAN, na COSTA DO MARFIM. É descrito pelos colegas como um acadêmico muito entusiasmado.
A idade avançada não o impediu de desfilar duas vezes no SAMBÓDROMO – em 2007, pela MANGUEIRA, quando houve homenagem para a escola da Língua Portuguesa, e este ano pela MOCIDADE, cujo enredo eram MACHADO DE ASSIS E GUIMARÃES ROSA. “OLINTO foi uma das pessoas mais aplaudidas pelo público”, contou o presidente da ABL, CÍCERO SANDRONI, que estava com ele no carro alegórico, no último carnaval.
Os dois eram amigos e companheiros de trabalho desde os anos 1950, quando OLINTO atuava como crítico literário. Foi nesta década que ele se casou com a escritora e jornalista ZORA SELJAN, que trabalhava, então, como crítica de teatro. OLINTO foi, em 1962, nomeado adido cultural do BRASIL em LAGOS. Ele percorreu parte do continente em busca do estreitamento dos laços entre o BRASIL e o continente africano.
A cultura local inspirou naquela que é considerada sua fase mais importante, a da trilogia A CASA DA ÁGUA, O REI DO KETO e TRONO DE VIDRO, com traduções para 19 idiomas. “Ele era um farol brasileiro voltado para a ÁFRICA”, apontou o imortal MARCOS VILAÇA. A última publicação de OLINTO saiu em 2002, uma biografia de ARY BARROSO. Ele também era pintor e chegou a fazer exposição em 2003.
OLINTO (ANTÔNIO OLYNTHO MARQUES DA ROCHA) era mineiro de UBÁ. Não teve filhos. Ficou viúvo em 2006, quando contava 50 anos de casamento. Desde então, abateu-se, embora mantivesse suas atividades na ABL. Em março, teve problemas de saúde e foi internado, mas voltou para casa, onde contava com a ajuda de uma secretária.
As cadeiras da ABL estão todas ocupadas desde novembro de 2008, quando o jornalista LUIZ PAULO HORTA tomou posse. Ele sucedeu ZÉLIA GATTAI, que morrera seis meses antes. Uma candidata que chegou a disputar com HORTA, mas retirou sua candidatura no início do processo, pode vir a participar da eleição para a cadeira de OLINTO: a professora CLEONICE BERARDINELLI, especializada em literatura portuguesa. A vaga será oficialmente declarada aberta na próxima quinta-feira, dia 17, ao fim da Sessão da Saudade.

O ator FÁBIO ASSUNÇÃO, de 38 anos, disse que se tornou um dependente químico e achou que poderia administrar o uso das drogas com o trabalho. A declaração foi feita durante entrevista exclusiva à jornalista PATRÍCIA POETA, que irá ao ar no “FANTÁSTICO” na noite do domingo, 13 de setembro. A entrevista foi a primeira que o artista concedeu desde que se afastou da novela “NEGÓCIO DA CHINA”, há dez meses, para se tratar do vício da droga.
O problema dele com as drogas se tornou público em 2007. O ator, que estava no elenco de “PARAÍSO TROPICAL”, chegava atrasado nas gravações, sofria mal-estar e normalmente esquecia o texto de algumas cenas. Em fevereiro de 2008, o galã se envolveu num caso de polícia ao ser flagrado com um traficante de drogas num flat em SÃO PAULO. À polícia, admitiu ser usuário de cocaína, e foi liberado.

DANIELA SARAHYBA, de 25 anos, foi assaltada por dois motoqueiros na tarde de ontem, próximo à Rua ESTADOS UNIDOS, nos JARDINS. Os bandidos a abordaram dentro de um táxi e fugiram levando o iPHONE e o relógio da modelo carioca.

O dono de uma tapeçaria morreu ontem à noite após ser baleado durante um assalto na VILA BORGES, zona oeste da capital. ROBERTO TRAJANO RODRIGUES, de 44 anos, fechava a loja quando foi surpreendido por um homem armado. O filho, de 6 anos, assistiu RODRIGUES ser atingido no abdômen. Levado ao hospital, ele morreu durante uma cirurgia.

Conservadores lotaram hoje a Avenida PENSILVÂNIA, em WASHINGTON, e a entrada do CAPITÓLIO na maior manifestação já realizada contra o governo do presidente BARACK OBAMA. O movimento é o resultado de uma série de pequenos protestos realizados ao longo dos últimos meses.
Os descontentamentos começaram como oposição à política de universalização da saúde, em debate no Congresso, e se transformaram em crítica à “superexpansão” do governo.
Manifestantes das mais diversas partes do país empunhavam bandeiras americanas e cartazes onde se liam as causas de suas frustrações com o governo. E elas iam além da legislação de saúde, passando por reivindicações de redução de impostos e diminuição da máquina pública.
O presidente OBAMA sobrevoou a manifestação ao seguir para MINNESOTA, onde participou de um debate público sobre a sua política de saúde.  

O agrônomo americano NORMAN BORLAUG, vencedor do Prêmio NOBEL DA PAZ em 1970, morreu de câncer, aos 95 anos, em DALLAS. BORLAUG criou na década de 1960 novas técnicas agrícolas que ajudaram no combate à fome no mundo. A técnica lhe rendeu o apelido de “pai da revolução verde”. “NORMAN BORLAUG foi o homem que mais salvou vidas na história da humanidade”, disse JOSETTE SHEERAN, diretora do Programa Mundial de Alimentos das NAÇÕES UNIDAS. O agrônomo desenvolveu variedades de trigo com maior rendimento e mais resistentes a doenças, que permitiram aumentar a produção agrícola na AMÉRICA LATINA e ÁSIA.
BORLAUG nasceu em 1914 em IOWA, nos ESTADOS UNIDOS. Estudou na Universidade de MINNESOTA e trabalhou no Serviço Florestal dos EUA.
Foi em 1944, com a ajuda de pesquisadores mexicanos, que o agrônomo começou a desenvolver uma nova variedade de trigo com rendimento até três vezes superior ao que existia à época. O alimento foi utilizado na ÍNDIA e no PAQUISTÃO – naqueles países, segundo BORLAUG, a produção de trigo duplicou entre os anos de 1965 e 1970. Com o êxito, o trigo foi levado a AMÉRICA LATINA, ÁFRICA e ORIENTE MÉDIO. “Sua dedicação total à erradicação da fome revolucionou a segurança alimentar de milhões de pessoas em muitos países”, lembra JOSETTE SHEERAN.
Ao ganhar o PRÊMIO NOBEL DA PAZ, ele prometeu trabalhar no combate à fome por toda a sua vida. “A civilização como a conhecemos não poderia se desenvolver ou sobreviver sem comida suficiente”, declarou ele, à época, no discurso de aceitação do NOBEL.
O pesquisador também recebeu duas das maiores distinções dos EUA – a MEDALHA DA LIBERDADE, outorgada pelo presidente, e a MEDALHA DE OURO DO CONGRESSO – além de outras condecorações em vários países.
BORLAUG era defensor da manipulação genética e da biotecnologia. Também era professor emérito da Universidade TEXAS A&M, especializada em agronomia. “O público deve ser mais bem informado sobre a importância da biotecnologia na produção alimentar”, disse o pesquisador, em uma entrevista em 2002.

O fotógrafo francês WILLY RONIS morreu neste sábado, em PARIS, aos 99 anos. Contemporâneo de mestres como HENRI CARTIER-BRESSON e ROBERT DOISNEAU, RONIS estava muito doente e se deslocava em cadeira de rodas, embora ainda se mantivesse lúcido. Nascido em 1910 na capital francesa, ele participou do renascimento da imprensa ilustrada ao fim da SEGUNDA GUERRA na agência RAPHO, cuja assinatura era a fotografia humanística. RONIS ganhou fama nos ESTADOS UNIDOS quando seu trabalho começou a aparecer na revista LIFE e em exposições importantes no MUSEU DE ARTE MODERNA, na década de 1950. 



Nenhum comentário: