quinta-feira, 6 de setembro de 2018

BOLSONARO ESFAQUEADO

Resultado de imagem para bolsonaro é esfaqueadoJUIZ DE FORA — O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi atingido nesta quinta-feira por uma facada e retirado por seguranças do local onde fazia campanha, em Juiz de Fora. No momento do ataque, o deputado usava um colete à prova de balas. Um suspeito foi detido. Segundo a assessoria, a facada atingiu o fígado, e o deputado passa por uma cirurgia.
O deputado estadual Flávio Bolsonaro, filho do presidenciável, disse no Twitter que o pai perdeu muito sangue e "chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto". Segundo a Globonews, o estado de saúde do parlamentar é grave, mas estável.
Jair Bolsonaro estava sendo carregado por apoiadores quando fez uma expressão de dor e foi retirado do local. O deputado foi retirado do local às pressas, em um carro da PF, e levado para a Santa Casa de Misericórdia. Ao chegar ao hospital, ele fez um ultrassom, quando foi identificada a necessidade de cirurgia.
https://ogimg.infoglobo.com.br/in/23046254-bc8-1de/FT1086A/420/xBOLSONARO23.jpg.pagespeed.ic.N4UKEziu-Z.jpgBolsonaro leva uma facada em agenda em Juiz de Fora - Reprodução
A Polícia Militar de Juiz de Fora informou que ADÉLIO BISPO DE OLIVEIRA foi detido após o ataque e confirmou que Adélio é a pessoa que aparece em uma foto que circula em grupos de WhatsApp dos apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).
O suspeito preso mora em MONTES CLAROS (MG)  e atualmente está desempregado. Uma das últimas ocupações dele foi como servente de pedreiro, mas ele já trabalhou em cafeteria e hotel.
Nas redes sociais, Oliveira é um crítico recorrente de Bolsonaro. "Dá nojo só de ouvir que (sic) dizer que a ditadura deveria ter matado pelos uns 30 mil comunistas", escreveu ele em um dos posts mais recentes, em 1º de agosto.
A Polícia Federal (PF) abriu inquérito para apurar o atentado ao candidato do PSL. O candidato conta com o serviços de segurança da Polícia Federal. Entre os presidenciáveis, ele foi o primeiro a pedir reforço de segurança da polícia.
Generais da reserva que apoiam o candidato do PSL à Presidência já haviam alertado o presidenciável do risco que ele corria de ser esfaqueado em ato de campanha. O principal alerta partiu do general do Exército Augusto Heleno (PRP), um dos militares mais próximos a Bolsonaro e que chegou a ser cotado para ocupar a vice-presidência na chapa do candidato do PSL.
A equipe de campanha admitiu dificuldade da Polícia Federal em fazer segurança do presidenciável. Além da aglomeração, Bolsonaro tem se mostrado imprevisível no meio da multidão.
O candidato tem sido acompanhado nas agendas de campanha de perto por pelo menos dois policiais federais, além de seguranças pessoais. A Polícia Militar também dá apoio aos eventos para controlar os seguidores.
 O hospital informou que ele deu entrada na emergência, por volta de 15h40, com "uma lesão por material perfurocortante na região do abdômen". Segundo os médicos, Bolsonaro chegou com a pressão baixa por causa da perda de sangue.
O candidato teve lesões nos intestinos delgado e grosso e passou por uma cirurgia que durou cerca de 2 horas e terminou por volta das 19h40. O estado de saúde dele é estável. Por volta das 19h55, Bolsonaro foi levado para a UTI da Santa Casa de Juiz de Fora, onde passará a noite.
Um dos médicos que operou o candidato, Luiz Henrique Borsato, disse que a estimativa é de que BOLSONARO FIQUE DE UMA SEMANA A DEZ DIAS INTERNADO EM RECUPERAÇÃO. Uma equipe do Hospital Sírio-libanês, de São Paulo, deve chegar ainda nesta noite à cidade mineira para avaliar uma possível transferência de Bolsonaro.
Inicialmente, um de seus filhos, o deputado estadual Flavio Bolsonaro, tinha afirmado que o ferimento era superficial, mas exame indicou a suspeita de uma lesão no fígado.
Na cirurgia, os médicos constataram que não tinha ocorrido lesão no fígado, mas que havia três lesões no intestino delgado – que já foram tratadas. Segundo os médicos, a facada foi profunda e também atingiu uma veia no abdômen.

Bolsonaro leva facada durante passeata em Juiz de Fora (MG)

FALECIMENTO DO CORONEL Ref RUBENS MARTINS, DA TURMA DE 1942.

FALECIMENTO - CEL. REF. RUBENS MARTINS
2 postagens de 2 autores

Atribuir


Carlos Fuga

5 de set (18 horas atrás)

Outros destinatários: fugacar@uol.com.br


      Com pesar comunicamos o falecimento ocorrido em  04/09/2018   de

    CEL REF RUBENS MARTINS

      VELÓRIO : Foi realizado no Hospital da Cruz Azul de São Paulo

      SEPULTAMENTO: Foi realizado no dia 05/09/2018 no Cemitério do HORTO FLORESTAL

     Estava com  99  anos  de idade. Completaria 100  no dia 21/09/2018 !!!!
     Era Aspirante da Turma de 1942
     Participou de alguns almoços do Grupo VELHOS CAMARADAS
           
    Que seus familiares e amigos vivam o luto, mas busquem paz, busquem amor, busquem luz e consolo.



Clique aqui para Responder


Doni

5 de set (16 horas atrás)


Pesosla

Mais um que foi convocado à prontidão celeste: Cel Rubens Martins.

Deus o tenha e conforte os familiares e amigos.

Doni
PS: Agradeço ao Cel Fuga pela divulgação
- mostrar texto das mensagens anteriores -