quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

153 ANOS DO NASCIMENTO DO POETA OLAVO BRÁS DOS GUIMARÃES BILAC - 16 DE DEZEMBRO DE 1865.

Resultado de imagem para olavo bilac
153 a. nasce o poeta OLAVO BRÁS DOS GUIMARÃES BILAC em 16 de dezembro de 1865, na cidade do RIO DE JANEIRO. Seu pai, um médico que servira na Guerra do PARAGUAI, desejava que o filho estudasse Medicina, a fim de continuar a tradição da família. O jovem OLAVO foi matriculado na Faculdade de Medicina do RIO DE JANEIRO. Quando apenas faltava um ano para se formar, ele desistiu: nessa época já se iniciara nos caminhos da poesia, para a qual demonstrava um talento fora do comum. Por outro lado, seu temperamento irrequieto e versátil dificilmente se adaptaria à dura rotina da vida médica. O jornalismo, a literatura e a política eram a tríade à qual OLAVO BILAC iria dedicar a vida. Abandonando seus estudos médicos, o moço poeta ingressou na famosa Faculdade do Largo de SÃO FRANCISCO, em SÃO PAULO. Todavia, também ali não chegou a se diplomar, completando apenas o segundo ano do curso de advocacia. Regressando ao RIO, OLAVO BILAC tornou-se um dos mais vibrantes jornalistas da Capital. Amigo de JOSÉ DO PATROCÍNIO dedicou-se entusiasticamente à campanha abolicionista. Após a promulgação da LEI ÁUREA, passou a defender os ideais republicanos, contribuindo poderosamente, graças à sua popularidade como escritor, para difundir a propaganda em favor da República. Durante o governo de FLORIANO PEIXOTO criticou ardorosamente a política do MARECHAL DE FERRO. Por esse motivo, permaneceu preso na FORTALEZA DE LAJE durante seis meses, sendo depois confinado em MINAS GERAIS. Beneficiando-se de uma anistia concedida por FLORIANO, retornou ao RIO, onde continuou a desenvolver seus múltiplos talentos.
Consagrado com o título de PRÍNCIPE DOS POETAS BRASILEIROS (foi ele um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, em 1896), BILAC não se limitou a cultivar a poesia parnasiana, da qual permanece como o maior expoente. A letra do HINO A BANDEIRA, que o poeta compôs em 1905, destinava-se inicialmente a ser cantada apenas nas escolas do então Distrito Federal. Mas a beleza dos versos e a força dos sentimentos patrióticos expressos naquela composição logo ganha repercussão nacional fazendo do HINO À BANDEIRA uma das mais queridas composições de exaltação da Pátria. E, assim, o dia 19 de novembro passou a ser comemorado como o DIA DA BANDEIRA, uma data de evocação a Bandeira Brasileira, símbolo da nossa Pátria. Foi ainda BILAC quem, em 1906, propôs pela primeira vez a repatriação dos restos mortais de dom PEDRO II e dona TERESA CRISTINA, que jaziam em LISBOA. Embora republicano, o grande poeta reconhecia o extraordinário valor do nosso último soberano, e por isso achava ser de justiça que o BRASIL lhe prestasse essa derradeira homenagem. Mas a época era ainda de exaltação contra o regime monárquico e por essa razão, a voz generosa de BILAC não encontrou eco.  Em 9 de outubro de 1915, quando a EUROPA se debatia nas convulsões da PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL, BILAC pronunciou na Faculdade de Direito de SÃO PAULO uma oração que marcou época. A partir desse discurso, BILAC desenvolveu enorme campanha em prol do SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO – o único recurso que permitiria o BRASIL defender sua existência como Nação livre. Em 10 de dezembro de 1916 realizou-se o primeiro sorteio dos alistados. BILAC sentiu que o povo correspondera a seu apelo. O nacionalismo cultivado por BILAC e por outros grandes brasileiros floresceu e frutificou. Quando submarinos alemães torpedearam pacíficos navios nacionais, em 1917, a Nação inteira ergueu-se contra os agressores, apoiando a declaração de guerra formulada pelo Presidente VENCESLAU BRÁS. OLAVO BILAC faleceu no dia 28 de dezembro de 1918, no RIO DE JANEIRO. Na data natalícia do poeta – 16 de dezembro – é celebrado o DIA DO RESERVISTA. Em todos os quartéis do território nacional, o retrato de OLAVO BILAC lembra aos jovens convocados para o Serviço Militar, que o dever para com a Pátria encontra-se em primeiro lugar no coração dos brasileiros.  
HOMENAGEM A OLAVO BILAC
PATRONO DO SERVIÇO MILITAR
FUNDADOR DA LIGA DA DEFESA NACIONAL - LDN
DIA DO RESERVISTA  2.014
MEDALHA DA ORDEM DO MÉRITO CÍVICO DA LDN

Nesta data magna em que se comemora o centésimo quadragésimo nono aniversário de nascimento de OLAVO BRÁS MARTINS DOS GUIMARÃES BILAC estamos recebendo a honra de sermos agraciados, conjuntamente com os demais integrantes desta cerimônia Coronel LUIZ CLÁUDIO BARROS DE OLIVEIRA, Capitão de-Mar-e-Guerra FRANCISCO DANTAS DE ALMEIDA FILHO, Coronel SANDERSON DIOTALEVI, Major ANTONIO MAURÍCIO GUIMARÃES e Doutor IVO DE ANGELIS, com a “MEDALHA DA ORDEM DO MÉRITO CÍVICO”, instituída pela LDN.
Estendamos merecida homenagem ao Ten. Cel. JOSÉ EVANE DUTRA presidente da LIGA DE DEFESA NACIONAL - LDN do PARANÁ, incansável batalhador pelos princípios que orientam as atividades de nossa ENTIDADE.
SER RESERVISTA antes de mais nada é marca indelével na existência DO JOVEM QUETENDO A OPORTUNIDADE DE SERVIR A PÁTRIA, portará consigo vida a fora disciplina assimilada durante o EXERCÍCIO MILITAR. A indisciplina, talvez mortal, da educação de nossos dias, encontra no SERVIÇO MILITAR um freio benéfico, verdadeiro alvíssaras, para o futuro, estimulando a mocidade para constante renovação espiritual, diante do enigma da existência.
É oportuno rememorar fragmentos do discurso de OLAVO BILAC “Aos jovens brasileiros” publicado no Boletim nº 4 de maio de 1.918 da LIGA DA DEFESA NACIONAL cuja oração cala fundo nos dias de hoje. Verberou esse preeminente baluarte da brasilidade em discurso a mocidade, que foi tônica da pregação pela cidadania, ao empreender peregrinação pelo País conscientizando os brasileiros da necessidade do SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO:

“Adestrai-vos! Conquistareis força física e moral. A força do corpo sem a força da alma é brutalidade. Mas também, sem o vigor do corpo, o espírito enfraquece e anula-se. A fraqueza física, que acarreta a enfermidade e a miséria, gera a debilidade do amor próprio, o descontentamento, o despeito, o medo, a inveja. Não pode haver um homem em um corpo sem alma porém também não pode haver ideal em um espectro, em uma alma sem corpo.
Força e crença! A falta de crença que mantém a mais perniciosa das castas de que se compõe as sociedades: A DOS INDIFERENTES.
Dante, quando entrou no Inferno, ainda no vestíbulo da morada dos eternos castigos, antes de visitar o vórtice dos nove círculos horríveis, encontrou uma triste multidão, cujos longos gemidos ressoavam no ar escuro, na temerosa noite em que não ardiam estrelas. ERAM AS SOMBRAS DOS “SEM ALMAS”, DOS NEUTROS, DOS INDIFERENTES, DOS QUE VIVEM SEM MERECER LOUVOR NEM DESPRÊZO.
O mundo está cheio de almas como estas: NÃO SÃO BOAS NEM MÁS, ATRAVESSAM A EXISTÊNCIA SEM FÉ, SEM ENTUSIASMO, SEM IDEAL - POBRE REBANHO DE CONSCIÊNCIAS DÉBEIS, DE VONTADES ENFERMAS, DE CORAÇÕES SEM ASAS... Condenou-as Dante, porque elas não aproveitam a vida que Deus lhes deu, VIVEM SEM VIVER, E NÃO DEIXAM NO MUNDO MEMÓRIA SUA: e, ao mesmo tempo, as desprezam a JUSTIÇA e a MISERICÓRDIA.
OS INDIFERENTES SÃO AINDA PIORES DO QUE OS MAUS. Os maus podem um dia ser bons. Mas não se pode extrair bondade dos que não são bons nem maus - ENTES AMORFOS, INDOLENTES, APÁTICOS, QUE TEM OLHOS E NÃO QUEREM VER, TEM NERVOS E NÃO QUEREM SENTIR, TEM CEREBRO E NÃO QUEREM PENSAR...
FUGI DA INDIFERENÇA, interessai-vos por tudo, e tende crença! -PESSIMISMO É ENFERMIDADE REPUGNANTE.”

As FORÇAS ARMADAS se constituem na maior fonte de educação cívica do BRASIL hodierno. Contribuem forjando através dos RESERVISTAS a nacionalidade.
Essa missão identifica-se com a luta empreendida por esse vulto inconfundível: OLAVO BRÁS MARTINS DOS GUIMARÃES BILAC -PATRONO DO SERVIÇO MILITAR.
Curitiba, 16 dezembro de 2.014.
Mariano Taglianetti/ Patriota JULIO MARCONDES SALGADO /Embaixador M.M.D.C. da Sociedade Veteranos de 32 / Adv. Constitucionalista.

ORAÇÃO DO PATRIOTA - ISAAC CARREIRO

Oração do Patriota

Caixa de entrada
x

isaaccarreiro@bol.com.br

13:38 (Há 4 horas)
 para gervasiopys@gmail.comantoniocarlos_figueiredo@yahoo.com.brmiotto@hotmail.commiotto@hotmail.com.breu5decerimonial@gmail.comcomsoc20bib@gmail.com15bdainfmec@gmail.comwolmir.aguiar@cmc.pr.gov.brnailorcaetanodasilva@yahoo.com.brsilvioferreira.adv@outlook.comadvogadoef@gmail.compaulormgomespoeta@gmail.comnelsonvkoerich@gmail.comjoel.lobo@onda.com.brjovandu@terra.com.brajgeral@cmc.eb.mil.brloami.rodrigues.adv@gmail.com
UM FELIZ NATAL A TODOS E A TODAS.

PODE REPASSAR.

COM PRAZER INFORMO QUE FOI PUBLICADO NA EDIÇÃO ONLINE DO JORNAL DO REBOUÇAS A ORAÇÃO DO PATRIOTA, CONFORME O LINK http://www.jornaldoreboucas.com.br/oracao-do-patriota

 

BOAS FESTAS !!!!!! - ASSOCIAÇÃO COMERCIAL

Boas Festas!!!

Caixa de entrada
x

Valéria Santos

11:11 (Há 10 minutos)
para Cco:eu
Associação Comercial de São Paulo
É tempo de festa! Um novo ano se aproxima, e o melhor presente que podemos ganhar é a possibilidade de transformação. Que em 2019 possamos traçar novas metas, acreditar em novos sonhos, realizar novos projetos e trilhar novos caminhos.

Desejamos a você um ano cheio de mudanças positivas, e que possamos fazer parte de cada uma delas. Porque o seu sucesso é o nosso maior objetivo. Com a gente você vai mais longe!
Associação Comercial de São Paulo