sábado, 14 de março de 2020

HEROÍNAS DE 32 - POR MARIA HELENA TOLEDO SILVEIRA MELO - PRESIDENTE DO 10º NÚCLEO DE CORRESPONDÊNCIA DO MMDC.


FAMÍLIA E AMIGOS SE DESPEDEM DO EX-MINISTRO GUSTAVO BEBIANNO EM TERESÓPOLIS, NO RJ - 14 DE MARÇO DE 2020 - SÁBADO

Família e amigos se despedem do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ

Polícia Civil confirmou que o laudo apontou infarto fulminante como causa da morte. Bebianno tinha 56 anos e passou mal na madrugada deste sábado (14) em seu sítio na cidade da Região Serrana.

Por Lucas Machado, Rodrigo Marinho e Gladstone Lucas*, G1 — Teresópolis

Assista ao próximo
Assista também
Morre Gustavo Bebianno, ex-ministro do governo Jair Bolsonaro
Jornal Nacional
--:--/--:--
AGORA
Morre Gustavo Bebianno, ex-ministro do governo Jair Bolsonaro
Morre Gustavo Bebianno, ex-ministro do governo Jair Bolsonaro
O corpo do ex-ministro de Jair Bolsonaro e pré-candidato a prefeito do Rio, Gustavo Bebianno, foi enterrado neste sábado (14) no Cemitério Municipal Carlinda Berlim, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio.
Bebianno estava em seu sítio, com seu filho. Ele passou mal e sofreu uma queda. O ex-ministro morreu logo após ser levado ao hospital. Segundo a Polícia Civil, o laudo apontou que a causa da morte foi infarto fulminante.
Viaturas da Polícia Militar fizeram um esquema de segurança no cemitério onde foi realizado o sepultamento do ex-ministro. A imprensa não foi autorizada a entrar.
Familiares e amigos chegam ao cemitério onde será enterrado corpo do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJFamiliares e amigos chegam ao cemitério onde será enterrado corpo do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJ
Familiares e amigos chegam ao cemitério onde será enterrado corpo do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJ
Entre os familiares e amigos, estava o presidente do PSDB no Rio e amigo de Gustavo Bebianno, Paulo Marinho.
O governador de São Paulo, João Doria também compareceu à despedida ao ex-ministro.
Governador de São Paulo, João Doria comparece ao enterro do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Lucas Machado/Inter TV RJGovernador de São Paulo, João Doria comparece ao enterro do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Lucas Machado/Inter TV RJ
Governador de São Paulo, João Doria comparece ao enterro do ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis, no RJ — Foto: Lucas Machado/Inter TV RJ
Em uma rede social, Doria compartilhou uma mensagem lamentando o falecimento de Bebianno.
"Com profundo pesar recebi a notícia da morte de Gustavo Bebianno. Seu falecimento surpreende a todos. O Rio perde, o Brasil perde. Bebianno tinha grande entusiasmo pela vida e em trabalhar por um País melhor. Meus sentimentos aos familiares e amigos nesse momento de dor", publicou o governador de São Paulo.
No último dia 5, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a pré-candidatura de Gustavo Bebianno à Prefeitura do Rio de Janeiro. Segundo o partido, o lançamento oficial da candidatura seria em 4 de abril, na capital fluminense.
Gustavo Bebianno tinha 56 anos e deu entrada durante a madrugada deste sábado no Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO). Segundo a unidade, o ex-ministro já chegou ao hospital com parada cardiorrespiratória.
A equipe de atendimento tentou a manobra de ressuscitação, sem êxito. O corpo foi encaminhado para o IML da cidade.
Familiares e amigos do ex-ministro Gustavo Bebianno no IML de Teresópolis, para onde corpo foi encaminhado neste sábado — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJFamiliares e amigos do ex-ministro Gustavo Bebianno no IML de Teresópolis, para onde corpo foi encaminhado neste sábado — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJ
Familiares e amigos do ex-ministro Gustavo Bebianno no IML de Teresópolis, para onde corpo foi encaminhado neste sábado — Foto: Marcelo Santos/Inter TV RJ