sexta-feira, 27 de abril de 2018

MOGI NEWS - PRIMEIRO NÚCLEO DA SOCIEDADE MMDC É CRIADO NO ALTO TIETÊ

rimeiro núcleo da Sociedade MMDC é criado no Alto Tietê

Diretoria assumiu ontem em cerimônia que também entregou medalhas para policiais e autoridades do município

Foto: Vitoria Mikaelli
Posse da diretoria da Sociedade MMDC foi realizada no auditório do Cemforpe
A solenidade de posse da diretoria da Sociedade Veteranos 32 - MMDC ocorreu na manhã de ontem, no auditório do Centro Municipal de Formação Pedagógica (Cemforpe), em Mogi das Cruzes. O evento marcou o início do primeiro núcleo do MMDC no Alto Tietê, chamado Fernando Pinheiro Franco, e contou também com a entrega de medalhas para policiais e autoridades do município de Mogi.
A sigla MMDC representa os nomes dos manifestantes paulistas Martins, Maragaia, Dráusio e Camargo, que foram mortos por tropas federais ligadas ao Partido Popular Paulista (PPP), um grupo político-militar na era de Getúlio Vargas, em uma manifestação no dia 23 de maio de 1932.
O novo núcleo vai premiar os cidadãos, por meio da entrega de medalhas a todos que, durante sua função, demonstraram empenho e sucesso em servir a comunidade, assim como o compromisso de manter a história da data comemorativa de 1932 e apoiar o trabalho da segurança pública.
O coronel Mário Fonseca Ventura, presidente do MMDC, comentou sobre a alegria em trazer a unidade para a região, além de reforçar a importância dos valores éticos e familiares da sociedade e da nomeação do núcleo. "Levou o nome de Fernando Pinheiro Franco, já que ele foi voluntário em 1932, e merece ser homenageado", disse.
O coronel da Polícia Militar José Eduardo Stanelis, comandante do policiamento metropolitano de São Paulo, comentou sobre a vinda do núcleo para a região.
"O MMDC retrata a luta da revolução constitucionalista, e o país precisa, mais do que nunca, dos valores democráticos, as pessoas devem escolher seus governantes com seriedade, além de manter a família sempre presente e parte desse processo", argumentou. Ele afirmou que a equipe está criando um programa em apoio às mulheres vítimas de violência sexual, além de outros projetos para o Alto Tietê.
O tenente-coronel Ary Kamiyama, do 17º Batalhão da Polícia Militar, afirmou que recebeu a oportunidade, em forma de convite, e se sente honrado por ter contribuído para que isso ocorresse. "É importante nós divulgarmos a história e a tradição, pois é uma forma de debater sobre o patriotismo e o civismo, que são tão importantes", afirmou o tenente-coronel.
Na ocasião, estavam presentes policiais da região, além de parentes e familiares que foram prestigiar o evento, assim como demais autoridades, como o vice-prefeito, Juliano Abe (MDB), que aproveitou para celebrar a nova conquista. "Devemos dar importância à história, para mostrar quais erros não devemos voltar a cometer e, também, potencializar os acertos realizados no passado", disse Abe.
*Texto supervisionado pelo editor.

Nenhum comentário: