terça-feira, 5 de novembro de 2019

4 DE NOVEMBRO DE 2019 - SEGUNDA-FEIRA

Ver a imagem de origem





































DIA    Q U A T R O    DE   N O V E M B R O    DE    2019     SEGUNDA-FEIRA.

                                        82 anos, 10 meses e 8 dias de idade.                                      

Início de minhas memórias – 9 de Julho de 1950.

119º DIA DO ANO 70º - 4º MÊS.

61 anos e 151 dias na PMESP

60 anos e 263 dias na ESCOLA DE OFICIAIS – 21 528 dias – 527 168 horas.

56 anos e 56 dias da DECLARAÇÃO À ASPIRANTE A OFICIAL

31 anos e 235 dias no Posto de Coronel – 379 meses e 23 dias.

26 dias na Ex-Presidência da Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

12 260 dias CORONEL - 27 anos e 326 dias na reserva.

11 970-286 796                     12 260-295 668                                  11 946-265 316.



DIA DO INVENTOR


A COMPAIXÃO NEM SEMPRE É VIRTUDE. QUEM POUPA A VIDA DO LOBO, CONDENA A MORTE AS OVELHAS.

VICTOR HUGO



TUDO ANDA SE TRANSFORMANDO COM UMA VELOCIDADE BEM SUPERIOR À CAPACIDADE HUMANA DE COMPREENDER O QUE ANDA ACONTECENDO. POR ISSO, EVITE OCUPAR-SE EM ACOMPANHAR CONSCIENTEMENTE ESSE FLUXO, APENAS OBSERVE-O COM ALENTO E ESPERANÇA.



“NÃO SE PODE FORTALECER O FRACO ENFRAQUECENDO O FORTE. NÃO SE PODE TRAZER PROSPERIDADE DESENCORAJANDO A INICIATIVA. NÃO SE PODE AJUDAR O RECEBEDOR DE SALÁRIO PREJUDICANDO O PAGADOR DE SALÁRIO”.

ABRAHM LINCOLN.



O POVO PEDE O PODER DA PALAVRA PARA COMPENSAR O PODER DE LIVRE PENSAMENTO A QUE ELE FOGE. (SOREN KIERKEGAARD).







DIA DE SÃO CARLOS BORROMEU. Nasceu na LOMBARDIA, em 1538. De uma nobre família italiana, foi feito cardeal e arcebispo de MILÃO por seu tio, o PAPA PIO IV, quando tinha apenas 22 anos. Sentindo-se atraído pela vida contemplativa, pensou em renunciar, mas seu amigo, FREI BARTOLOMEU DOS MÁRTIRES, arcebispo de BRAGA, o dissuadiu dessa idéia. Era também secretário particular do Papa. Renovou a pastoral e foi um perfeito modelo de pastor de almas zeloso, que aplicou em MILÃO as reformas ordenadas pelo CONCÍLIO DE TRENTO. Nos anos 1576 e 1577, quando a peste invadiu MILÃO, saía em procissão pelas ruas. Faleceu com 46 anos.



712 a. A Confederação Suíça se declara independente da ÁUSTRIA, em 4 de novembro de 1307.

499 a. Rei CRISTIANO II da DINAMARCA é coroado rei da SUÉCIA e concede anistia a todos os seus opositores, em 4 de novembro de 1520.

370 a. primeira frota da Companhia Geral do Comércio do BRASIL deixa PORTUGAL, em 4 de novembro de 1649.

178 a. nasce no CEARÁ TEODURETO CARLOS DE FARIA. Forma-se em Direito, milita na política do Império. É deputado na legislatura entre 1878 e 1881. Representa importante papel na propaganda abolicionista. Proclamada a República, TEODURETO é eleito Senador à Constituinte Federal pelo CEARÁ. Também se torna presidente do Banco do Brasil e diretor do Banco da República, e oficial da Marinha. Falece em 11 de agosto de 1893. Uma rua no CAMBUCI homenageia-o com seu nome.

173 a. aos 22 anos, BENJAMIN FRANKLIN PALMER patenteia a perna artificial no dia 4 de novembro de 1846, nos ESTADOS UNIDOS. Sua invenção usa molas e tendões de metal, que atuam como articulações e permitem a flexibilidade. A motivação para pesquisar e criar a perna artificial começara aos 11 anos, quando PALMER teve uma das pernas amputadas. Trecho de carta da Comissão de Ciência e Artes da PENSILVÂNIA sobre a invenção de PALMER: “O comitê reconhece que a perna artificial do sr. PALMER é superior a qualquer outra que se tenha notícia. É leve, forte, bonita, aparentemente muito durável (...) fácil e natural em seus movimentos, além de possuir todas as qualidades desejáveis ou atingíveis de uma invenção.”

122 a. das seguintes publicações no jornal DIÁRIO POPULAR de 4 de novembro de 1897: nos dias 9 e 10 devem realizar-se nesta capital imponentes festas em homenagem ao comandante HOFMEIER, da GNEISENAU e mais oficiais desse cruzador da marinha de guerra alemã que visitarão esta capital.

O senhor doutor PROCÓPIO MALTA, de conformidade com a sua declaração na lista de subscrição do comércio desta capital em benefício das viúvas, órfãos e mães das praças mortas em CANUDOS, pertencentes ao 1º Batalhão da Força Pública, entregou hoje ao senhor ABÍLIO SOARES, um dos membros da comissão do comercio, a quantia de 711$000.

Cartas recebidas hoje nesta capital, comunica que a 6 do corrente devem partir de NOVA YORK os engenheiros que vêm tratar do estabelecimento da tração elétrica em SÃO PAULO.

À sessão de ontem compareceram treze vereadores e de tudo, mais notável que trataram foi: a habilitação de médicos para darem atestados de óbito; a moção de congratulações; aumento de vencimentos à Câmara; o aforamento de terrenos a CARLOS VICARI. A sessão correu barulhosa, política e com ela nada lucrou a população...como de costume!...

117 a. nasce o fotógrafo, etnólogo e antropólogo PIERRE VERGER em 4 de novembro de 1902.

109 a. Doutor EMÍLIO RIBAS recebeu em 4 de novembro de 1910 comunicação do inspetor sanitário de PERNAMBUCO sobre os passageiros que desembarcaram no RECIFE. Nenhum deles manifestou sintoma de cólera. Gozam de excelente saúde. 

108 a. (NOVA YORK) Telegramas recebidos de MANAGUA dizem que em SAN JUAN foi ontem à noite sentido um tremor de terra que fez desmoronar diversas casas, incutindo grande pânico aos seus habitantes, que correram para as ruas. (publicado no jornal O ESTADO DE SÃO PAULO de 4 de novembro de 1911).

107 a. da seguinte publicação no jornal O ESTADO DE SÃO PAULO de 4 de novembro de 1912: Moscas e moléstias – Atualmente já ninguém ignora que a mosca doméstica, essa praga que tanto incômodo nos dá, pode ser e tem sido a transmissora, o veículo de diversas moléstias. A guerra às moscas é um dos novos lemas da higiene moderna, profilática, defensiva, e lema que se encontra na mesma prateleira em que estão a guerra aos ratos, a guerra às pulgas e a guerra aos mosquitos ou pernilongos. 

101 a. forças militares aliadas na PRIMEIRA GRANDE GUERRA MUNDIAL concordam com os termos de um acordo de paz para a ALEMANHA, em 4 de novembro de 1918.

98 a. TAKASHI HARA, primeiro-ministro do JAPÃO, é assassinado por um fanático de direita, em 4 de novembro de 1921.

97 a. arqueólogo britânico HOWARD CARTER descobre o túmulo do faraó egípcio TUTANKAMON, em 4 de novembro de 1922. Um total de 3.500 objetos funerários foram encontrados na tumba de TUTANKAMON. Podem ser admirados no Museu Nacional do EGITO, no CAIRO. Três mil anos depois de seu reinado, milhares de turistas visitam anualmente sua tumba. Em 2005, um grupo de cientistas aplicou a tecnologia mais moderna para determinar o aspecto do faraó, com base nos seus restos ósseos.  

86 a. da VASP, fundada em 4 de novembro de 1933.

82 a. MÉXICO nacionaliza a sua indústria petrolífera, em 4 de novembro de 1937.

80 a. primeiro automóvel com ar condicionado é exibido em CHICAGO, ILLINOIS, em 4 de novembro de 1939.

77 a. nasce MILTON BAILÃO DA SILVA em BARRA DO PIRAÍ – RIO DE JANEIRO, em 4 de novembro de 1942. Coronel da Arma de Artilharia do Exército Brasileiro. Professor de Cálculo Integral e Diferencial da Associação de Ensino Unificado do DISTRITO FEDERAL. Professor de Estudos de Problemas Brasileiros do Colégio Estadual Professor AYRES DE MOURA, em SÃO PAULO. Freqüentou a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em CAMPINAS, nos anos de 1960 a 1962; Academia Militar das AGULHAS NEGRAS, em RESENDE, RJ, nos anos de 1963 a 1965; Escola de Comando e Estado Maior do Exército, no RIO DE JANEIRO, nos anos 1984 a 1985.  

71 a. do CRIME DO POÇO. Ocorrido a 4 de novembro de 1948, o CRIME DO POÇO foi tema de debates acalorados na cidade, uma vez que o assassino, PAULO FERREIRA DE CARVALHO, de 26 anos, pertencia a uma família tradicional e era doutorando em Química Orgânica. Ele executou a mãe, BENEDITA, de 46 anos e as irmãs CORDELIA, 23 e MARIA ANTONIETA, 19 anos. Enterrou-as em uma cisterna nos fundos da casa de numero 104 da Rua SANTO ANTONIO. PAULO foi desmascarado em 23 de novembro de 1948, no momento em que a polícia foi até a cisterna e, com o auxilio dos Bombeiros, descobriu os cadáveres. PAULO pediu para ir ao banheiro e ficando sozinho, tomou de uma garrucha que tinha escondido na caixa de descarga e se suicidou. Nesse lugar foi construído o EDIFÍCIO JOELMA, palco de uma tremenda tragédia, a do incêndio de 1o. de fevereiro de 1974, que deixou um saldo de 189 pessoas mortas e outras 280 feridas. Consta também que nesse lugar, no século XIX, enterravam-se escravos imolados por seus patrões.     

O caso foi noticiado por três dias seguidos no jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, em reportagens intituladas “CRIME DE UM DEMENTE”. Os crimes de PAULO FERREIRA DE CAMARGO aconteceram vinte e seis anos antes do incêndio no EDIFÍCIO JOELMA.

71 a. nasce GERSON VITÓRIA em 4 de novembro de 1948. Falece em 6 de outubro de 2012. O CORONEL PM ODAIR DE OLIVEIRA CONCEIÇÃO, conhecido na Internet como COMANDANTE HORÁCIO, assim se pronunciou a respeito do falecimento do CORONEL PM GERSON. “MANO GÉR, voava pelas nuvens do céu, um condor impecável, farda e físico tratados com esmero, voava para salvar vidas, dar segurança aos necessitados. Foi pra BRASÍLIA onde comeu o pão que o diabo amassou nas épocas negras da constituinte. Sempre com o sorriso, a demonstração de afeto no aperto de mão, o abraço, o MANO GÉR nos alegrava. A famosa frase dita intra muris aos mais chegados, “O ARROMBO”, herança do BIRATÃ, do Regimento. GERSON voava pela nuvens, rasantes, barulhento, acenava aos anjos e para a esquadrilha dos Serafins e Querubins. No dia 6 de outubro de 2012 ele fez um pouso de emergência na base celeste e o SENHOR, o Cmt G, o abraçou carinhosamente. Já esperava isso. E aquele pouco fez com que o GÉRSON se apaixonasse pelo Céu. Feliz, amor insondável, as mãos do CRIADOR aquecendo aquelas mãos do cavalariano, do piloto seguro, eram mais que uma paz era o bem supremo. Comandante GERSON ali ficou. Deu tchau aos companheiros da TERRA, onde viveu e distribuiu alegrias, sinceridades, lealdade e tantas qualidades de bom chefe de família e companheiro de armas. Deixou um recado a todos nós, que chegou ainda ontem lá pelos rádios do GRPAer e do COPOM, transmitido à CRAZ. Foi o primeiro comandante do GRPAer. 

70 a. Companhia Cinematográfica VERA CRUZ é fundada em SÃO BERNARDO DO CAMPO, em SÃO PAULO, no dia 4 de novembro de 1949.

69 a. NAÇÕES UNIDAS retiram o bloqueio diplomático contra a ESPANHA de FRANCISCO FRANCO, em 4 de novembro de 1950.

67 a. DWIGHT D. EISENHOWER, general norte-americano durante a SEGUNDA GRANDE GUERRA MUNDIAL, é eleito presidente dos ESTADOS UNIDOS, no dia 4 de novembro de 1952.

63 a. tropas soviéticas invadem a HUNGRIA para combater uma insurreição e removem do poder o primeiro-ministro IMRE NAGY, em 4 de novembro de 1956.

57 a. suicídio do 2o. Tenente JURACY MAGALHÃES DA SILVA FERNANDES, no dia 4 de novembro de 1962.

56 a. das anotações feitas em 4 de novembro de 1963 (segunda-feira). ANO 14º - MÊS 4º - DIA 118º - 5 anos e 152 dias na FORÇA PÚBLICA – 59º dia como ASPIRANTE – 46º dia no BATALHÃO DE GUARDAS.

Depois de alguns dias sem acontecer tal, novamente volto a tomar o trem das 5:52 horas na estação da INVERNADA.

No BATALHÃO DE GUARDAS, logo após a revista à tropa, o MAJOR ALOÍSIO BORGES comunica-me que estarei de Oficial de Dia ao Batalhão nesta segunda-feira.

Dou uma aula de Ordem Unida para o 1º Pelotão da 3ª Companhia e depois vou render o ASPIRANTE BORINI SOARES no serviço. Eram 9 horas quando tal se deu. É esse o meu quarto serviço de Oficial de Dia no BATALHÃO DE GUARDAS.

O que me preocupou bastante nesta manhã foi o caso da munição pertencente ao Estado Maior. Com a constante saída e entrada de tropas, durante o movimento grevista da semana que passou, a munição, principalmente de Fuzil, está descontrolada. Procurando os comandantes das tropas e os graduados que assinaram recibos, pude fazer o seguinte levantamento: no depósito temos 1445 cartuchos de FO, 149 de revólver e 497 de INA. Em caixa temos mais 2070 cartuchos de FO.

Às 12:30 horas entram dois pelotões da 3ª Companhia de Prontidão, sob o Comando do SARGENTO FIORI. Seus auxiliares são os SARGENTOS ALCIDES e RODRIGUES e um cabo da 3ª Companhia.

Um dos primeiros trabalhos meu foi tomar por termo as declarações de um civil que veio prestar queixa contra um soldado.

Durante a tarde, tratei da limpeza do quartel e da orientação quanto aos zeladores das companhias e da guarda do quartel.

Às 19:20 horas mando o SARGENTO ALCIDES e quinze soldados para a 3ª DP, onde passarão à disposição do TENENTE CID OLIVETTI no policiamento da chamada “BOCA DO LIXO”.

Nessa data nada mais haveria com relação à minha função de oficial de dia, caso os elementos da Prontidão não fizessem a baderna que fizeram no alojamento. Fui obrigado a dar Ordem Unida para tais praças às 23 horas.

55 a. apontamentos registrados no dia 4 de novembro de 1964 (quarta-feira). ANO 15º - MÊS 4º - DIA 118º - 6 anos e 153 dias na FORÇA PÚBLICA - 165 dias como 2º TENENTE - 412 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.

Manchete dos jornais desta quarta-feira: LYNDON JOHNSON vence as eleições nos ESTADOS UNIDOS. O Presidente JOHNSON foi eleito hoje (dia 3) para um período presidencial de quatro anos ao obter uma esmagadora vitória sobre o candidato republicano, senador BARRY M. GOLDWATER. O triunfo de JOHNSON ficou assegurado com os 25 votos eleitorais de seu Estado natal, o TEXAS.

Teria sido deposto o Presidente da BOLÍVIA, VICTOR PAZ ESTENSORO. As emissoras afirmam que o presidente caiu e que assumiu o poder uma junta militar encabeçada pelo GENERAL RENÉ BARRIENTOS ORTUNO. PAS ESTENSORO se encontra preso no palácio, custodiado por tropas do Colégio Militar e do "Regimento INGAVI", de LA PAZ.

A partir de hoje temos um novo Secretário da Saúde, em SÃO PAULO. Deputado ARCHIMEDES LAMOGLIA, em substituição ao deputado SALVADOR JULIANELI, recentemente exonerado.

54 a. do lançamento em minhas memórias dos principais acontecimentos de 4 de novembro de 1965 (quinta-feira). ANO 16º - MÊS 4º - DIA 117º - 7 anos e 153 dias na FORÇA PÚBLICA - 530 dias como 2º TENENTE - 777 dias no BATALHÃO DE GUARDAS.

No BATALHÃO DE GUARDAS o MAJOR CLAÚDIO DE SOUSA continua sendo o mesmo, criticando tudo e todos, inclusive o próprio comandante ANSELMO PERES. Sua figura é malquista no quartel e as praças julgam-no um tirano. Ontem chamara rispidamente a atenção de um soldado da Companhia de Transportes, já muito antigo e querido de seus colegas. Isso causa inúmeros comentários desfavoráveis ao sub-comandante.

Às 9 horas temos a reunião do Conselho de Administração. Comandante ANSELMO é o presidente; MAJOR CLÁUDIO é o relator; 1º TENENTE OMAR JOSÉ DE CAMPOS VERDE é o vogal; o secretário é o 2º TENENTE CLAUDEONOR MAIORINO. É uma reunião demorada, com o relator querendo descobrir minúcias nas contas, mas acontece que o balancete do mês de outubro foi confeccionado cuidadosamente e não apresenta erros.

Finda a reunião, a tesouraria prepara-se para receber o dinheiro referente ao mês que passou, principalmente agora que o CAPITÃO WALDOMIRO telefona e acrescenta que os tesoureiros deverão estar no BANCO DO BRASIL às 15:30 horas.

Faz-se a reunião dos oficiais às 13 horas. Não há nada de real proveito para ser discutido. Todos os oficiais são dispensados, ficando somente eu no quartel, com a incumbência de ir buscar o pagamento já no horário estipulado.

Descanso na FIF até às 15 horas. Chega a minha escolta: 3º SARGENTO LOPES, CABO ELIO HOBI e SOLDADO MÁRCIO.

O CABO HOBI é motorista e guia o carro do Comandante até o BANCO DO BRASIL. Ali vou me encontrar com quase todos os tesoureiros da Capital: 1º TENENTE CALCIOLARI (1º BP "TOBIAS DE AGUIAR"; 2º TENENTE AMÉRICO VICTOR SALVATO (2º BP); 1º TENENTE PAIVA NETO (9º BP); 1º TENENTE ÁTILA (11º BP); 2º TENENTE JOÃO ROSA (12º BP); 2º TENENTE TELLES (CFA); 2º TENENTE JOSÉ ROMEU (CORPO MUSICAL); 2º TENENTE SACOGNE (SERVIÇO DE INTENDÊNCIA); 1º TENENTE LARA (REGIMENTO "9 DE JULHO"); 2º TENENTE RUI MARTINES GALARÇA (COMPANHIA DE GUARDAS); 1º TENENTE IRAI (CORPO DE POLICIAMENTO RODOVIÁRIO); 1º TENENTE TOMÁS MARQUES (PRESÍDIO MILITAR "ROMÃO GOMES") e outros.

São mais de 16 horas quando os tesoureiros sorteiam a ordem de pagamento, sendo que sou o primeiro a receber.

Logo estou rumando de retorno ao batalhão. Sou recebido com alegria no quartel.

Ainda tenho de esperar a chegada do MAJOR CLÁUDIO DE SOUSA, a fim de ser fechado o cofre. Isso vai acontecer somente às 18:15 horas.

Às 19:30 horas dou a última aula da semana para os cabos e, cansado, com a cabeça cheia de notas, chego em casa às 22 horas. Nesse pagamento recebo mais de 76 milhões de cruzeiros.

 53 a. dos apontamentos realizados em 4 de novembro de 1966 (sexta-feira). ANO 17º - MÊS 4º - DIA 118º - 8 anos e 153 dias na FORÇA PÚBLICA – 895 dias como 2º TENENTE – 213 dias na 2ª Companhia Independente.

Nesta data, vou para GUARULHOS um pouco mais tarde. Preciso passar no BATALHÃO DE GUARDAS e resolver alguns problemas financeiros. São 10:30 horas quando estou chegando em minha antiga Unidade. Converso na FIF com o 2º SARGENTO VICTOR VALÉRIO. Converso ainda com o SUBTENENTE SALVADOR FRANCISCO, CABOS PAYÃO, CORREIA e JÚLIO e também com o SOLDADO VIANA.

Depois vou ao Serviço Odontológico onde converso com o SARGENTO WILSON FIGUEIRA. São mais de 12 horas quando estou embarcando no ônibus GUARULHOS – VIA TRANQUILIDADE.

Na 2ª CI, reinicio o pagamento da tropa. Mas, antes, atendo um cabo que veio depor na sindicância do jeep da Companhia.

O SUBTENENTE NATAL DE OLIVEIRA ajuda-me no pagamento. São 78 pessoas que recebem nesta tarde. Ficam apenas faltando 9 soldados para a conclusão desse pagamento.

O 3º SARGENTO JOÃO CASEMIRO é condenado à detenção de 3 meses e 15 dias pelo Tribunal de Justiça Militar. Está recolhido ao Presídio Militar “ROMÃO GOMES”. O problema é fazer chegar o dinheiro do pagamento às mãos de seus familiares, residente em FRANCO DA ROCHA. O SOLDADO STÉFANO KOBIAK é encarregado disso.

Faço alguns contatos com o 3º SARGENTO ARELY COSTA, SOLDADO TELÍRIO SENA e um sargento do CORPO MUSICAL.

Findo o expediente, saio com o SOLDADO PÉRICLES e vamos combinar uma visita à residência de dona ELVIRA. Ela nos trata muito bem, mas o mistério de sua casa ainda está encoberto e não conseguimos ainda descobrir o que paira ali. Conversamos sobre um caso delicadíssimo. Trata-se da menor NINA, infelicitada pelo seu próprio pai, há questão de dez meses atrás.  

 53 a. uma grande enchente atinge a ITÁLIA, destruindo FLORENÇA, tesouros e obras de arte de diversas cidades históricas, em 4 de novembro de 1966.

AS INUNDAÇÕES DE FLORENÇA: 4 DE NOVEMBRO DE 1966


"Aquele 4 de novembro de 1966, em Florença, o rio Arno, cheio de água escura e lamacenta, transbordou e inundou a cidade, varrendo tudo em seu caminho. Quando as águas baixaram só restou a destruição". (Do livro L’alluvione di Firenze 1966)

O que aconteceu entre 3 e 4 de novembro foi a mais assustadora e terrível de todas as inundações de Florença e região. Em poucos caiu sobre a cidade uma quantidade de água equivalente a um terço da média anual. Estima-se que a quantidade de precipitação para as 24 horas entre os dias 3 e 4 de novembro foi de aproximadamente 180/200 litros por metro quadrado e que o nível do Arno tenha subido 11 metros.

A inundação de 4 de novembro de 1966 não afetou apenas o centro histórico da cidade mas toda a bacia do Arno. A zona rural permaneceu inundada por dias após o desastre e muitas cidades ficaram ilhadas e severamente devastadas.

CRÔNICAS DO DRAMA


Os últimos dias de outubro e início de novembro 1966 foram caracterizadas por chuvas violentas e intensas, interrompidas por curtos períodos no Dia de Todos os Santos. As chuvas aumentaram de intensidade durante o dia 3 de novembro, mas em Florença e entornos ninguém deu muita importância, uma vez que a inundação do Arno, a Bisenzio, Ombrone Pistoiese e de outros rios eram constantes no outono. Na verdade, os habitantes das cidades da região se preparavam para ficar em casa no dia 4 de novembro, data em que se comemora a Vitória na Grande Guerra, ou seja, um feriado nacional. As vítimas das enchentes foram relativamente poucas talvez por esta coincidência: ninguém sabe dizer o que aconteceria se a água tivesse surpreendido os florentinos no caminho do trabalho ou os camponeses nas roças.

3 DE NOVEMBRO

NOITE - Começam a chegar as primeiras notícias alarmantes de Mugello e da província de Arezzo (Arezzo, Alto Valdarno) onde os rios, córregos e canais em cheia subiram além das margens. MEIA-NOITE: O Arno inicia a sua obra de devastação alagando Casentino e Valdarno Superiore. Na zona de Incisa em Val d'Arno são interditadas a estrada del Sole e a ferrovia entre Arezzo e Roma. As águas do Arno invadiram Montevarchi, Figline Valdarno, Incisa in Val d'Arno, Rignano sull'Arno, Pontassieve, Le Sieci e Compiobbi. Em Reggello, uma torrente em fúria varre uma casa com sete pessoas.

4 DE NOVEMBRO

01:00 HORA: O Rio Arno transborda em La Lisca, na comuna de Lastra a Signa. A rodovia estatal Tosco-Romagnola é interditada e se perde a ligação entre Florença e Empoli (à época ainda não havia sido construída a SGC FI-PI-LI).
02:00 HORAS:O riacho Mugnone, grande afluente, transborda no Parque Cascine em Florença.

03:00 HORAS: Começa a grande inundação em Florença, que já tinha tomado as cidades rio acima: o nível do Arno atingia a essa hora as margens. Um suboficial do Corpo de Bombeiros, chegou a Piazza Mentana, vê que a água está jorrando das paredes e corre para dar o alarme.
03:30 HORAS: O Arno sobe às margens em Rovezzano. São inundadas as áreas de San Salvi e Varlungo enquanto do outro lado o mesmo acontece nos bairros de Gavinana e Ricorboli e no aqueoduto de Anconella. Aqui a enchente faz a primeira vítima, Charles Maggiorelli, um funcionário da companhia de instalações hidráulicas, que fora levado pelas águas furiosas enquanto respondia a um telefonema que o aconselhava a fugir. No centro histórico, saltavam os esgotos e adegas eram inundadas.
04:00 HORAS: As águas do Arno invadem Lungarno Benvenuto Cellini, correndo ao longo da Via dei Renai e submergindo uma grande parte do Oltrarno histórico, assim como os bairros de San Niccolò, Santo Spirito, San Frediano, l'Isolotto e San Bartolo a Cintoia, parando só em Soffiano, na entrada de Scandicci. A água começa a jorrar na Santa Croce e acaba a luz elétrica.
04:30 HORAS: Começa o drama na periferia ocidental: Lastra a Signa e uma parte da cidade de Scandicci (San Colombano, Badia a Settimo) são inundadas pelas águas de vários córregos (Vingone, Rimaggio, Guardian).
05:00 HORAS: O Arno transborda também na área de Lungarno Acciaioli e da Graça enquanto no resto da cidade a água sobe à altura dos ombros. Os ourives da Ponte Vecchio tentam salvar suas preciosidades. A situação de alarma na província. Em San Piero a Bisenzio Ponti o rio ultrapassa as margens e suas águas são despejadas em San Mauro a Signa e, em seguida, atinge a região sul da comuna do Campo Bisenzio. Montelupo Fiorentino fica submersa pelas águas do rio Pesa.

06:50 HORAS: Em Florença desmorona o parapeito da Praça Cavalleggeri: a fúria do Arno atinge a Biblioteca Nacional Central e sobre o distrito de Santa Croce.
08:30 HORAS: O Ombrone Pistoiese se rompe nos margens de Castelletti (comuna de Signa) e suas águas se juntam às do Bisenzio submergindo Lecore, Sant'Angelo a Lecore, Le Miccine, San Giorgio a Colonica e uma parte da cidade de Prato (Castelnuovo, Tavola).

09:00 HORAS: As águas barrentas escorrem para a Praça do Duomo. O Arno começa a invadir a Porta San Frediano enquanto o esgoto corria fortemente na Via Pisana. Às 11 horas a cidade se torna um verdadeiro rio de água barrenta, cheia de manchas de óleo.

09:30 HORAS: Em algumas áreas Florença a água atingia o primeiro andar das casas. O prefeito Piero Bargellini, cercado ilhado no Palazzo Vecchio, envia o primeiro pedido de ajuda. Na avenida Edmondo De Amicis rompem-se os ductos d'água e o amplificador para de funcionar. O Arno transborda na zona de Quaracchi e coloca debaixo d'água Peretola, Brozzi e as planícies de Osmannoro, no Sesto Fiorentino.

10:00 HORAS: Na Via Scipione Ammirato Florença explode um depósito de combustível e morre um idoso. O Arno varre a rua em San Donino Medici, que fica praticamente submersa. Na mesma área também transbordam também o Fosso Reale e o Fosso Macinante.

10:30 HORAS: Alerta vermelho Campi Bisenzio, onde as margens do rio Bisenzio começam a ceder no distrito de San Lorenzo. Felizmente, o paredão resiste, mas no norte da cidade transbordam os córregos Marina e Marinella.
12:00 HORAS: Em Florença registra as primeiras vítimas (dois idosos aprisionados), a população da área de Via Ghibellina se empenha em salvar os presos da penitenciária de Murate. Os florentinos, superando o medo e a desconfiança, recebeu nos últimos andares de suas casas estes fugitivos, com os quais se solidarizaram e compartilharam alimentos, pedidos de desculpas pelo inconveniente, trocaram cigarros e conversaram sobre a situação. Muitos florentinos isso lembre-se estes convidados com simpatia súbita por sua humanidade e gratidão (um deles prometeu uma senhora que faria sdebitato "assim que eu posso fazer um bom tiro"). Não fazê-lo para salvar um prisioneiro, cochilos de vinte e cinco Luciano, oprimido pela corrente. Deve ser dito que, se alguns detentos particularmente perigosas aproveitou a oportunidade para fugir e se envolver em saque de arsenais, a maioria deles se entregou à polícia ou tiveram retorno espontâneo para a prisão logo após a emergência.

Molti fiorentini ricorderanno così con simpatia questi ospiti improvvisi per la loro umanità e riconoscenza (uno di essi promise ad una signora che si sarebbe sdebitato "appena sarò in grado di fare un buon colpo"). Non ce la fece a salvarsi un solo detenuto, il venticinquenne Luciano Sonnellini, travolto dalla corrente. Va anche detto che se alcuni detenuti particolarmente pericolosi approfittarono dell'occasione per evadere e dedicarsi al saccheggio delle armerie, la gran parte di essi si consegnò alle Forze dell'Ordine o fece spontaneo ritorno in carcere appena passata l'emergenza.
14.30: a Campi Bisenzio le acque inondano il quartiere di San Martino. Nella zona di Brozzi e San Donnino, dove le case a schiera sono in buona parte basse e le acque hanno raggiunto anche i sei metri, molte persone si salvano rompendo i muri divisori delle abitazioni per rifugiarsi nelle case più alte (in una casa di San Donnino si ritrovarono 56 persone in fuga). A San Donnino, alcuni allevatori della zona mettono in salvo le loro mucche al primo piano della locale Casa del Popolo: la scena delle inconsuete ospiti nelle sale e nel balcone del circolo sarà ripresa dai mezzi di comunicazione e diverrà una delle più popolari e curiose dell'alluvione.

18.00: mentre cala la sera, a Firenze, dove le acque hanno raggiunto anche i sei metri di altezza, l'Arno inizia lentamente a rientrare nel suo corso. È l'inizio della fine dell'incubo per la città ma la furia del fiume in queste stesse ore arriva ed Empoli, dove l'Elsa rompe gli argini.

NOITE ENTRE 4 E 5 DE NOVEMBRO

Enquanto Florença e arredores recebiam os primeiros socorros (a lembrar, além do exército e vários organismos das forças oficiais, corajosos salva-vidas de Versilia com botes infláveis) o Arno continuva sua corrida maluca, quebrando os diques Santa Maria ao Monte e submergindo Castelfranco di Sotto e Santa Croce. O mesmo acontecia em Pontedera, enquanto Pisa lamentava a queda da histórica Ponte Solferino. No mesmo momento, Grosseto era coberta pela água do Ombrone.

SOCORROS - OS "ANJOS DA LAMA"

A inundação foi um dos primeiros episódios na Itália onde se mostrou total falta de uma estrutura central com a responsabilidade de proteção civil: os cidadãos não foram avisados do possível transbordamento do rio, com exceção de alguns ourives na Ponte Vecchio, que receberam o telefonema de um vigia noturno que os aconselhou a esvaziar suas lojas. As notícias foram dadas com muito atraso e a mídia tentou minimizar a amplitude do desastre. Nos primeiros dias a ajuda partiu quase exclusivamente por voluntários, ou por soldados que estavam na cidade. Para receber qualquer auxílio do governo foi necessário esperar seis dias após a catástrofe.

Os "Anjos da lama" foi um exército formado por jovens e adultos de todas as nacionalidades que, voluntariamente, foram chegando à cidade aos milhares após o dilúvio para salvar obras de arte e livros, arrancando a lama das heranças de séculos de arte e história. Esta incrível cadeia internacional de solidariedade é uma das mais belas imagens na tragédia.

A única ajuda financeira do governo foi uma soma de 500 mil liras doadas aos comerciantes, concedidas ao fundo perdido e financiadas com o habitual aumento no preço da gasolina (10 liras por litro, imposto existe até hoje!).

A Fiat e outras montadoras ofereceram para aqueles que perderam o carro um desconto de 40% para comprar um novo e "sobrevalorizaram" em 50 mil libras os restos do carro inundado.

Um grande mérito na conscientização tinha de ser um documentário dirigido por Franco Zeffirelli Florença, que incluiu um apelo sentido a ator italiano Inglês Richard Burton. Eles vieram tão cedo na capital toscana ajuda em primeiro lugar, como mais ou menos oficial.

Uma importante contribuição foi feita por algumas cidades toscanas, como Prato e municípios de Versilia (que colocou à disposição, como já mencionado, sapatos, barcos de borracha e botes salva-vidas) e também por outros estados (especialmente Úmbria e Emilia, pela óbvia solidariedade "partidária"). Contribuiram também as Forças Armadas dos EUA fixadas na Itália, a Cruz Vermelha Alemã, associações seculares e católicos, federações de alguns partidos políticos e, é claro, as Forças Armadas Italianas. Ajuda "oficial" também veio de a União Soviética, Checoslováquia e da Hungria, mostrando que o Arno era capaz de corroer, ainda que brevemente, a Cortina de Ferro.

É inevitável que a lembrança mais forte seja do dano ao patrimônio artístico: milhares de volumes, incluindo manuscritos preciosos e raros impressos, foram cobertos com lama dentro da Biblioteca Nacional Central. Um dos quadros mais importantes de todos os tempos, o Crucifixo de Cimabue conservado na Basílica de Santa Cruz, ficou 80% destruído, apesar do seu comovente restauro.

52 a. dos acontecimentos em 4 de novembro de 1967 (sábado). ANO 18º - MÊS 4º - DIA 118º - 9 anos e 152 dias na FORÇA PÚBLICA – 325 dias como 1º TENENTE – 79 dias no 12º BP.

Nesta manhã, recebo a visita do SOLDADO OSVALDO. Vem me contar aquilo que já soubera ontem, a respeito do pagamento. O OSVALDO fica em casa até quase 10 horas, contando coisas da 2ª Companhia Independente. Diz que o SOLDADO PÉ DE PATO teve a coragem de largar sua esposa para se juntar com outra mulher. Parece que está morando dos lados da TRANQUILIDADE, com sua amiga. Continua a desconfiança entre o CAPITÃO JAIR e o 1º TENENTE SÉRGIO PEREIRA. Ambos não se entendem e o 2º TENENTE LUÍS LUCAS manobra à parte.

Depois do SOLDADO OSVALDO ir embora, chega o SOLDADO TELÍRIO SENA. Esse é daqueles sujeitos perigosos e gananciosos. Preciso tomar muito cuidado com ele. Vem contando uma estória diferente a respeito daquele seu caso com o 2º TENENTE LUCAS. Fica em casa durante meia hora.

A manhã termina rápida. Agora preciso acertar certos detalhes do que preciso fazer neste final de semana. Coloco esse diário em dia e espero sossegado o almoço.

Saio depois da refeição. Estou trajado civilmente e passo pela 2ª Companhia Independente. Ali está o 3º SARGENTO ADVINO RONCONI no Serviço de Dia e ele me conta coisas estarrecedoras acerca do ganancioso TENENTE SÉRGIO. Fala de uma tal “caixinha” no trânsito, que esse oficial queria montar com ele.

Ali também está o SOLDADO ZANCA. Passo pela casa do SOLDADO PÉ DE PATO. Converso com sua senhora, dona MIRNA SANCHES. O sem-vergonha disse-lhe que está participando do campeonato de TIRO AO ALVO, na GUANABARA. É uma mentira das grossas. A verdade é que ele largou a pobre da mulher e essa ainda não sabe da realidade.

São quase 17 horas, quando chego na casa da CLEIDE. Depois vamos à VILA GALVÃO. Ali procuramos o SOLDADO KENJI KANDA. A CLEIDE vai visitar a sua amiga NEI.

Retornamos a GOPOÚVA depois das 20 horas. É difícil deixar a CLEIDE nesta noite, mas lhe prometo ficar ao seu lado na data de amanhã.

Chego em casa quase às 22 horas. Sinto-me um tanto deprimido. Não tenho forças para deixar a mulher que arrumei há questão de meses e minha consciência pesa ao encarar minha família.  

51 a. do registro dos seguintes fatos em 4 de novembro de 1968 (segunda-feira). ANO 19º - MÊS 4º - DIA 118º - 10 anos e 153 dias na FORÇA PÚBLICA – 691 dias como 1º TENENTE – 305 dias no BTA – 12º dia na CCS – SJD.

Desde o ano passado é que venho adiando uma visita ao dentista, com a finalidade de extrair um pré-molar da arcada inferior. Acontece que, ultimamente, esse dente condenado está bastante infeccionado e, inclusive, mexe com minha vista direita.

Vou ao 1º BP TOBIAS DE AGUIAR. Ali, o doutor JARBAS, dentista da Unidade, extrai esse dente e tira radiografia de todos os outros. São mais ou menos, 9:30 horas.

Descanso no alojamento dos oficiais. Doutor JARBAS quer me dar 24 horas de observação odontológica mas minha função no Batalhão não permite isso.

Começando o expediente, faço tudo para que funcione o Conselho de Disciplina do 2º SARGENTO NELSON LAVECCHIA. Os membros do CD são: MAJORES WILSON VASCONCELOS e SALVADOR D´AQUINO e CAPITÃO CAMILO DIAS DOS ANJOS. Funciona como defensor “ad hoc” do acusado o 2º TENENTE EDMUNDO ZABORSKI. As testemunhas são as de defesa: 1ºS TENENTES AMAURI DE ARAÚJO e FERREIRA DE SOUZA e 3º SARGENTO GERALINO GASPAR, do 14º BP.

Esse Conselho de Disciplina vai até mais de 16 horas.

Em seguida, começam a ser ouvidas as testemunhas de acusação do SOLDADO ALTINO. Neste CD, sou defensor do acusado.

Se não bastasse tudo isso, ainda temos de ouvir três testemunhas no IPM do CAPITÃO BENTO e SARGENTO MAURO. O CAPITÃO CAMILO é o encarregado do Inquérito e eu sou o escrivão.

Às 18 horas, quando penso que posso ficar sossegado, tenho de aprontar o CD do SARGENTO LAVECCHIA para entregá-lo ao TENENTE AURÉLIO, que irá fazer a defesa.

O expediente termina. Para mim essa segunda-feira foi estafante. Aliás, neste Batalhão, quase todos trabalham bastante. E´um quartel onde serviço não falta.

O CAPITÃO BENTO encontra-se pronto para o serviço. Dizem que ele estava em gozo de licença para tratamento de saúde. Reassume o comando da Companhia de Comando e Serviços. Torna-se, portanto, meu comandante direto.

Regresso a meu lar. Sinto-me cansado. Janto e visito o SOLDADO OSVALDO. Nada resolveu com um assunto ligado à 2ª Companhia Independente.

50 a. nasce MATTHEW DAVID McCONAUGHEY, no TEXAS (EUA), em 4 de novembro de 1969. Atuou em filmes como “TEMPO DE MATAR” (1996), “COMO PERDER UM HOMEM EM DEZ DIAS” (2003) e “SAHARA” (2005). Em 2008, interpreta o BENJAMIN FINNEGAN no filme “UM AMOR DE TESOURO”.

50 a. do assassinato de CARLOS MARIGHELA. Aos 18 anos, CARLOS MARIGHELA vira militante do Partido Comunista e em 1936 é preso, sofrendo as mais bárbaras torturas nas mãos da polícia de FILINTO MÜLLER. Depois de solto, combate a ditadura GETÚLIO VARGAS. Decepcionado com o Partido Comunista, funda a AÇÃO LIBERTADORA NACIONAL (ALN), em 1967. Era um carismático líder de 55 anos que gostava de escrever poemas. Tinha passado nove anos presos e outros 21 na clandestinidade. “Encontrei com ele uma vez, durante uma feijoada”, conta a ex-militante MARIA DO AMPARO ARAÚJO. “Ele era corajoso, mas não tomava cuidado. Nas reuniões que fizemos juntos, eu ia armado e ele não”, diz outro ex-militante, o jornalista FLÁVIO TAVARES.  Com o endurecimento do regime militar em 1968, torna-se o “inimigo público número um”, sendo caçado em todo o País. Em 4 de novembro de 1969 é surpreendido em uma emboscada na alameda CASA BRANCA, em SÃO PAULO, e é atingido por balas dos agentes da Delegacia de Ordem Política e Social (DOPS).

O sociólogo RICARDO DE AZEVEDO diz: “Estava preso desde setembro em SÃO PAULO. Lembro que ouvia o jogo pelo rádio, quando a transmissão foi interrompida com a notícia de que CARLOS MARIGHELLA fora assassinado. Foi uma consternação geral no presídio. Muitas pessoas choraram. Eu era da AÇÃO POPULAR, mas ainda assim foi um choque. Já existia a consciência de que a resistência armada à ditadura não ia bem.”

42 a. RAQUEL DE QUEIROZ, romancista, é eleita para a Academia Brasileira de Letras, em 4 de novembro de 1977. É a primeira mulher ingressando na Academia.

40 a. da INVASÃO DA EMBAIXADA DOS EUA, em TEERÃ, no IRÃ, e fazem 90 reféns. 52 deles ficaram em cativeiro durante 444 dias, no dia 4 de novembro de 1979.

40 a. de outros apontamentos em 4 de novembro de 1979: neste domingo a LUCINDA demonstra preocupação com o ocorrido com a MARLENE e o ALBERTO, molestados verbalmente por maconheiros chefiados pelo BAIANINHO, na VILA FLÓRIDA. Visitamos a mãe dela, o padrasto Sr ANTÔNIO, sua cunhada DORA, seu irmão JOSÉ e seus sobrinhos MARCELO e ALEXANDRE. Almoçamos com a DORA e sua família. Depois visitamos a esposa do JOÃO GOMES, a GISLEIDE. Quando retornamos ao nosso lar uma RP está à minha espera. O TENENTE-CORONEL PM RENATO PEREZ, Comandante Interino do CPChq, quer que eu entre em contato com ele. Marca uma reunião na base por volta das 18 horas. Quando são 17:30 horas deixo GUARULHOS. Encontro no CPChq os TENENTES-CORONÉIS PM PEREZ e HERMÓGENES. Eles vão a uma reunião no Quartel do Comando Geral, onde o Cmt Geral está preocupado com a greve dos metalúrgicos. Faço contatos telefônicos com o TENENTE-CORONEL PM NEY VIEIRA DE ALMEIDA, Cmt do 2º BPChq; MAJOR PM BRIZOLA, Cmt Interino do 3º BPChq, MAJOR PM ALUÍZIO SILVEIRA DE CARVALHO PEREIRA, do CPChq, CAPITÃO PM GABRIEL, também do CPChq e MAJOR PM NIOMAR CYRNE BEZERRA, do 1º BPChq. Fica marcada uma reunião para as 3 horas da madrugada. Regresso para casa às 21:30 horas. LUCINDA está com visita do Senhor FULGÊNCIO e dona LINA. Também nos visitam o PM ALUÍZIO e família. O JOÃO e o PM ALUÍZIO vão levar um rapazinho perdido até a Rodoviária. Nesta noite a Embaixada dos EUA é invadida por estudantes iranianos, em TEERÃ. Fazem mais de 60 reféns. São problemas ligados ainda com REZA PAHLEVI. Na madrugada deverei retornar ao CPChq.    

39 a. RONALD REAGAN é eleito presidente dos ESTADOS UNIDOS no dia 4 de novembro de 1980.

38 a. da despedida do Cel. NEY VIEIRA DE ALMEIDA. Deixava o Comando do Policiamento de Choque e se transferia para a reserva, no dia 4 de novembro de 1981.

37 a. NAÇÕES UNIDAS passam uma resolução pedindo para que a ARGENTINA e a GRÃ-BRETANHA negociem a soberania das ILHAS MALVINAS, em 4 de novembro de 1982.

37 a. falece a atriz VIOLETA FERRAZ, em 4 de novembro de 1982.

36 a. no LÍBANO, mais de 40 soldados israelenses são mortos quando um terrorista suicida detona explosivos num campo de ISRAEL, no dia 4 de novembro de 1983.

32 a. da OPERAÇÃO sofrida pela LUCINDA (PERINE). Extraído de minhas memórias: “LUCINDA sofre o pré-operatório durante a noite toda. A operação está marcada para 11 horas. Às 7:20 horas deixo o Hospital da CRUZ AZUL para assistir três aulas no Curso Superior de Polícia. Aos poucos, amos retornando à rotina anterior à Viagem de Estudos. O CORONEL PM BRANDÃO dá duas aulas de CONCEITOS FUNDAMENTAIS. O TENENTE-CORONEL PM ISAAC faz a exposição do meu grupo. O coordenador é o TENENTE-CORONEL PM NEY e o relator o TENENTE-CORONEL PM FERRAZ. Tratamos do assunto atinentes a Sistema de Informações, Guardas de Presídio e Cadeias Públicas, Escolta de Presos, guarda de quartéis, modularidade, direção, supervisão e administração do Sistema, Defesa Interna, Complexidade de estrutura.

Temos, em seguida, as últimas aulas do TENENTE-CORONEL PM SAMPAIO – PM6 – cujo tema é o Orçamento Estratégico da Corporação. No 2º BPChq encontro o 3º Sargento PM PICIRILLO, meu ex-motorista, classificado, por efeito de promoção, no 29º BPMI – ITANHAÉM. O MAJOR PM RENATO CÉSAR MELLO, atualmente na Chefia Interina do Estado-Maior do CPAM-6, passa pelo meu batalhão. Diz que o TENENTE-CORONEL PM JOÃO VARGAS FILHO encontra-se em trânsito. Foi ele transferido do 6º BPMM para o CAES.

Fico sabendo somente hoje que foram promovidos ao posto de CORONEL os TENENTES-CORONÉIS PM CEPEDA, ROLIM, PASIN e NELSON AFFONSO DO PRADO. Peço dispensa das aulas de Educação Física e volto ao Hospital da Cruz Azul. Converso com o TENENTE-CORONEL PM AFFONSO, administrador do Hospital. O médico que irá operar a Lucinda – Dr. DIRCEU– encontra-se em sua sala. São pouco mais de 11 horas. Enquanto ela é submetida à intervenção cirúrgica, permaneço no apartamento 610, aguardando seu retorno. Somente às 13h25min é que LUCINDA, já operada, regressa ao apartamento. Agora começa a difícil fase do pós–operatório, que, geralmente, dura 24 horas. Aguardamos a chegada do PM BATISTA que foi buscar a mãe da LUCINDA e a MARLENE. Enquanto isso converso com o Capitão ILDO, atualmente pertencendo ao CPChq, que está com sua esposa internada no apartamento vizinho ao nosso. O Capitão ILDO conta que no dia 30 de outubro apresentou-se no CPChq o Major GETÚLIO GRACELLI. No hospital, encontro o Coronel BIO. Seu motorista está internado, com pedra nos rins. Dona ESMERALDA e a MARLENE chegam lá pelas 16h30min. O PM JOEL e o PM SÍLVIO estão na viatura Comando ANCHIETA. Vou à ESCOLA DE POLÍCIA onde CARMELO está à minha espera. Usando a viatura COMANDO ANCHIETA vou a GUARULHOS. Janto, troco de roupa e pego as apostilas de Processo Decisório. Retorno à CRUZ AZUL onde passo a segunda noite. LUCINDA recupera-se bem da operação, apesar das dores que sente no local da operação”. Apontamentos feitos em 4 de novembro de 1987.

32 a. transf. reserva : Cel. Med.  JORGE MIYASHIRO, no dia 4 de novembro de 1987.

29 a. falece o Consultor  Jurídico da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO   PAULO, Dr. MARCO ANTÔNIO VALLETA, no dia 4 de novembro de 1990.

28 a. em 4 de novembro de 1991, a segunda edição do novo caderno INFORMÁTICA do ESTADO DE SÃO PAULO tratava pela primeira vez de telefonia celular. Uma pequena reportagem descrevia o lançamento de um telefone móvel com modem, o que permitia acessar a também recente rede de computadores. O caderno INFORMÁTICA circulou pela primeira vez uma semana antes, em 28 de outubro de 1991, mesmo dia em que o ESTADO voltou a ser publicado às segundas. Ele sucedeu a seção semanal de informática no caderno ECONOMIA, publicada desde 1989. O suplemento era dividido em três grandes temas: hardware, software e outras tecnologias, como câmeras, games e celular. “Hoje a gente vive a fusão dos dois elementos: a internet e o celular”, diz JOSÉ PAULO KUPFER, responsável pela criação do caderno na época. Com o tempo, a tecnologia provocou uma grande mudança de comportamento. Em outubro de 2004, o caderno foi reformulado para atender à nova realidade digital e passou a se chamar LINK. O LINK chega em 3 de janeiro de 2011 ao número 1000. Há quase 20 anos, a primeira capa do então caderno INFORMÁTICA anunciava: Futuro está nas miniaturas eletrônicas”. 

28 a. apresentada à população da MOOCA, em 4 de novembro de 1991, a bandeira, criada pelo heraldista e vexilólogo LAURO RIBEIRO ESCOBAR. Ela seria depois redesenhada pelos alunos da Escola Senai THEOBALDO DE NIGRIS, a pedido da Associação dos Moradores e Amigos da MOOCA. A cruz branca, sobre o fundo azul, simboliza a fé. O círculo central representa a eternidade e o propósito dos moradores do bairro em manter suas tradições. Ao centro, está o brasão de armas, que representa elementos históricos. Há a ponte, que ligava a MOOCA à cidade, e a figura do imigrante italiano. A bandeira foi oficializada em 2006, durante as comemorações de 450 anos do bairro.

27 a. da eleição de BILL CLINTON como presidente dos EUA, em 4 de novembro de 1992. BILL CLINTON foi reeleito em 1996.

27 a. falece CARLOS IMPERIAL, no dia 4 de novembro de 1992.

26 a. falece RUY DE ALMEIDA BARBOSA. Nasceu em SÃO SIMÃO, em 31 de dezembro de 1909. Falece em CAMPINAS, no dia 4 de novembro de 1993.  A biografia consta da data do nascimento.

25 a. da obrigatoriedade do uso do cinto de segurança, em 4 de novembro de 1994.

24 a. falece o filósofo GILLES DELEUZE, em 4 de novembro de 1995.

24 a. do assassinato do 1o. Ministro de ISRAEL, WITZHAK RABIN. “Se pudesse, mataria RABIN novamente”. A frase, dita pelo assassino do primeiro-ministro, YIGAL AMIR, choca por vir de um israelense. Ninguém levou tão adiante como RABIN conversações a favor da paz com líderes árabes. Em 1993, após seis meses de negociação, ISRAEL e a ORGANIZAÇÃO PARA A LIBERTAÇÃO DA PALESTINA (OLP) chegaram a um primeiro acordo sobre a autonomia palestina transitória. Nos EUA, RABIN e o líder da OLP, YASSER ARAFAT, realizam um histórico aperto de mãos, reafirmando o compromisso entre os países, em OSLO. Esse tratado definia a devolução de terras da FAIXA DE GAZA e da CISJORDÂNIA para a ANP. Em 4 de novembro de 1995, ele é assassinado por AMIR, um fanático judeu, durante manifestação pela paz em TEL-AVIV.

23 a. falecem: JEAN–BEDEL BOKASSA, e o senhor ANTÔNIO, AVÔ DO PAULO CÉSAR, em 4 de novembro de 1996.

23 a. da Inauguração do novo terminal rodoviário no Parque D. Pedro II, em 4 de novembro de 1996.

22 a. das seguintes anotações em 4 de novembro de 1997: com temperatura de 26 graus, nesta terça-feira, vamos ter muito trabalho no MMDS. Chego no momento em que CARMELO e ALZENIR estão de saída para uma conferência em SANTO AMARO. NILDO acompanha-os com BERNARDI. No local, estarão APARECIDO e LUÍS. Falarão sobre a grande “OPERAÇÃO INTERESTADUAL NACIONAL”. No MMDC fico sabendo que o CORONEL CANAVÓ foi para BELO HORIZONTE. Cogita-se da indicação do BRIGADEIRO IVAN FROTA para a candidatura à Presidência da República. Recebo um telefonema do TENENTE PM Ref JÚLIO JOSÉ DOS SANTOS. Trabalhou comigo no antigo BATALHÃO DE GUARDAS e na 2ª COMPANHIA INDEPENDENTE, em GUARULHOS. Está com ele o PM KENJI KANDA, antigo estafeta da 2ª Cia Ind. O KENJI sofreu um infarto nos anos 1970 e se aposentou por invalidez física. Lembramos nomes de antigos companheiros dessas unidades. Comparece ao MMDC um veterano que lutou, aos 16 anos, no SETOR SUL. Conta suas peripécias na Revolução de 1932. Às 16 horas, deixamos o MMDC. Esse veterano mora em GUARULHOS. Por volta das 16:30 horas entram em contato comigo o CIDO e o FRANCISCO, para solicitar a saída da OPERAÇÃO OSÓRIO, onde estão há mais de dois anos. Eles remodelaram a antiga OPERAÇÃO LARGENOS.

O ex-embaixador ITALO ZAPPA, um dos principais articuladores da política exterior brasileira nesta segunda metade do século, morreu aos 71 anos, em sua casa, no ALTO LEBRON, no RIO. Foi vítima de complicações causadas por um câncer.

Com dois gols de EVAIR – um em cada tempo – o VASCO derrota o ATLÉTICO MINEIRO, nesta noite no MARACANÃ: 2 a 0. O clube carioca dispara na liderança do Campeonato Brasileiro, somando agora 54 pontos ganhos. E o campeão da primeira fase do BRASILEIRÃO.     

21 a. falecem: o jurista JB VIANA DE MORAES e o cineasta DENOY DE OLIVEIRA, em 4 de novembro de 1998. Outras anotações nesta quarta-feira: J.B. VIANA DE MORAES morreu nesta madrugada, aos 82 anos, vítima de câncer pulmonar. Está sendo velado na Assembléia Legislativa. No governo JÂNIO QUADROS, VIANA foi o idealizador e criador da Polícia Federal. Morreu também o cineasta DENDY DE OLIVEIRA, de parada cardíaca. Recuperava-se de uma cirurgia intestinal. Seu último filme, A GRANDE NOITADA, foi exibido na Mostra Internacional de Cinema. Seu filme BAIANO FANTASMA foi premiado em GRAMADO, em 1985.

O jornal METRÔ NEWS publica a reportagem sobre a REVOLUÇÃO DE 32. Na primeira folha, em estupenda foto, mostra o soldado desconhecido do Monumento Mausoléu do IBIRAPUERA. No MMDS, ALZENIR compromete-se a ir buscar 30 exemplares para distribuição na SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC.

Hoje cedo, peguei uma carona com o JOÃO GOMES DE OLIVEIRA JÚNIOR quando foi levar a FÁTIMA, sua namorada, para o trabalho. Tinha um retorno no INCOR, com o doutor HENO, onde cheguei às 8:15 horas. Doutor HENO quer que eu seja submetido a uma Monitorização Ambulatorial de Pressão Arterial. Isso fica marcado para 3 de fevereiro de 1999. Minha pressão está 15 por 10. Doutor HENO encontrou-se em SÃO VICENTE com o CORONEL PM MÁRIO FAUSTO RODRIGUES PINHO. Fala sobre o meu colega de bancos escolares da Academia de Polícia Militar.

No MMDS comentamos a publicação da matéria sobre a Revolução de 32 no Metrô News. Alerta a reportagem sobre o mau estado de conservação do Monumento Mausoléu. Isso é bom porque pode chamar a atenção das autoridades governamentais que não dão a devida importância para esse patrimônio histórico do Estado. Na Sociedade Veteranos de 32-MMDC esse assunto é o tema desta tarde. Elaboro um agradecimento ao Metrô News pelo trabalho.   

Em casa, assisto cenas pavorosas causadas pela passagem do furacão MITCH pela AMÉRICA CENTRAL. Fala-se em nove mil vítimas fatais, 13 mil pessoas desaparecidas e duas milhões de desabrigadas.

Assisto BOCA JUNIORS 1 x PALMEIRAS 1 pelas quartas de final da COPA MERCOSUL. O PALMEIRAS classifica-se para uma das semi-finais frente ao OLÍMPIA, do PARAGUAI.

CAMPEONATO BRASILEIRO: JUVENTUDE 2 x SÃO PAULO 1; VASCO 2 x GRÊMIO 1. 

20 a. da operação da próstata, sofrida pelo Cel. Res. ALUÍZIO, em 4 de novembro de 1999. No dia 30 de outubro de 2002, ele foi operado do coração, para implante de duas pontes de safena e uma ponte mamária. Outras anotações nesta quinta-feira: reúno-me com PASSOS, MÁRIO MARGARIDO e CARMELO para estudos preliminares da Mega Operação 99 (combate a roubo de transportes de carga). Propõe-se o início da operação para a segunda quinzena de dezembro (antes do Natal). É ponto pacífico que não devem participar ANT e ANADAI, pelas confusões que já aprontaram.

O CORONEL PM ANTÔNIO CARLOS MENDES está na Sociedade Veteranos de 32-MMDC quando chega o Professor EGBERTO MAIA LUZ, nosso antigo professor na Escola de Oficiais. Comentamos seus escritos sobre a Revolução Constitucionalista e os seus livros O FAROL e FÉRIAS NO PONTAL (venho lendo esses livros durante as viagens de ônibus, como aconteceu hoje cedo). Professor EGBERTO nasceu em 13 de outubro de 1916, tendo completado 83 anos recentemente. Vamos deixar o MMDC às 16 horas. Hoje o senhor GERALDO FARIA MARCONDES não compareceu. Pela televisão, acompanho o caso do tiroteio no cinema do SHOPPING MORUMBI, proporcionado pelo estudante de medicina MATEUS COSTA MEIRA, de 24 anos. A terceira vítima tem morte cerebral (vide reportagem do JORNAL DA TARDE).    



ACONTECEU EM 4 DE NOVEMBRO DE 2000 : -     SEXTA-FEIRA

DONA ESMERALDA e Sr. JOSÉ THOMAS levam a LUCINDA e eu até a casa de DONA ALICE, minha mãe, em POÁ, onde o meu primo RENATO já está nos esperando para mostrar uma casa situada à Rua DEPUTADO CUNHA BUENO, pertencente ao meu irmão CARLOS, interessado em trocá-la pelo terreno que tenho nos fundos da casa de minha mãe. Vamos também ver a nova moradia do RENATO, após o seu grande esforço em reformá-la totalmente. A LUCINDA também quer conhecer uma outra casa do CARLOS. Retornando, passamos pela residência de DONA ESMERALDA e Sr. JOSÉ THOMÁS onde LUCINDA faz negócio com um aparelho de lavar louças, que pertencia à sua irmã MARIA PORTUGUESA, que recentemente ficou viúva.


E... 514 1451584 82 82/2114 ( 141/).



ACONTECEU EM 4 DE NOVEMBRO DE  2001 : -     DOMINGO

Comecei novembro com um resfriado amolante. Ontem, foi difícil passar o sábado. Apelei então para o própolis. Isso fez com que a tosse passasse e adquirisse a coragem para enfrentar um chuvisqueiro na viagem para POÁ. Minha mãe também sente o mau tempo. Está desanimada. Faz o almoço com dificuldade. Preocupa-se com o CARLOS e a SUZANA. Não se pode ter o quadro real do que se passa com a filha de meu irmão. Depois da refeição, vamos tirar um cochilo até a chegada do CABO PM RENATO, meu primo. Em POÁ, conversei com o SEBASTIÁN, RITA REGINA e um dos filhos do casal. Também minha filha MARIZETE aparece quando já estou deixando POÁ. Apesar do mau tempo e de um resto de gripe, a viagem até POÁ não foi ruim.

Nesta tarde, o SANTOS venceu o GRÊMIO por 4 a 2, na VILA BELMIRO e voltou a ficar em paz com sua torcida, além de sonhar com a classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro. MARCELINHO CARIOCA marcou dois gols e VIOLA e CANINDÉ completaram o placar para o SANTOS.

Em BRASÍLIA, nem a mudança do técnico fez com que o PALMEIRAS reencontrasse o caminho da vitória. Perdeu para o BOTAFOGO (RJ) por 3 a 1 e continua em queda livre na competição. No duelo de artilheiros, a PORTUGUESA de RICARDO OLIVEIRA, que marcou três gols, derrotou o VASCO de ROMÁRIO, que balançou a rede duas vezes, por 5 a 4. Já o SÃO CAETANO não foi feliz na sua estréia no MINEIRÃO. Perdeu para o CRUZEIRO por 1 a 0, e agora divide a liderança com o ATLÉTICO PARANAENSE com 41 pontos.

Na ITÁLIA, RONALDINHO não conseguiu se recuperar da lesão na sua volta à INTERNAZIONALLE. Jogou 13 minutos e sentiu dores na perna.

Assisto na RECORD a última prova da Fórmula INDY de 2001. GP DE FONTANA, com a vitória do brasileiro CRISTIANO DA MATA.

O jornal FOLHA METROPOLITANA publica a notícia do falecimento do senhor ACÁCIO BRANCO, aos 91 anos, cinqüenta dos quais trabalhou no cartório de GUARULHOS. Foi ele que celebrou o meu casamento com a LUCINDA.

O francês SÉBASTIEN GROSJEAN venceu o russo IEVGUENI KAFELNIKOV por 3 a 1 e conquistou o MASTERS SÉRIES DE PARIS, a sétima posição da CORRIDA DOS CAMPEÕES e vaga no MASTERS da AUSTRÁLIA. No feminino, a norte-americana SERENA WILLIAMS garantiu o título do MASTERS de MUNIQUE, depois que a compatriota LINDSAY DAVENPORT desistiu de disputar a final alegando dores em seu joelho esquerdo.    



O secretário de Defesa dos EUA, DONALD RUMSFELD, afirmou que o TALEBAN não está mais funcionando como governo, embora ainda tenha força militar.

AFEGÃOS só têm elogios para OSAMA BIN LADEN. Elogios ao TALEBAN. Ninguém se atreve a criticar a milícia radical islâmica no AFEGANISTÃO. Todos manifestam admiração pelo terrorista saudita e acreditam que estão sendo atacados pelo "império do mal".

 

MARATONA DE NOVA IORQUE:- Por todos os lados, demonstrações de patriotismo e segurança espetacular. Foram 3 mil policiais destacados, o que eqüivale ao dobro das outras vezes. O espaço aéreo da cidade e a navegação ao redor de MANHATTAN foram fechados e atiradores de elite da polícia estavam ao lado dos helicópteros. Todo esse cuidado permitiu que os atletas se sentissem seguros e obtivessem um desempenho excelente com recordes batidos nas provas masculina e feminina. O etíope TESFAYE JIFAR e a queniana JAPHET KOSGEI  ficaram com os primeiros lugares.



2 002  :  -    SEGUNDA-FEIRA

O ESTADO DE SÃO PAULO – LULA QUER GOVERNADORES EM PACTO PELA PAZ. O novo presidente quer firmar parceria com os governadores recém-eleitos e criar um programa de segurança unificado para o País. Entre as ações que poderão integrar os diferentes governos no combate ao crime estão a criação de ouvidorias em todos os Estados para controle da polícia e a realização de cursos de reciclagem e aperfeiçoamento dos policiais na Escola Nacional de Segurança Pública – a ser inaugurada por LULA.



Os botijões de gás sumiram de São Paulo, véspera do reajuste dos preços da gasolina e do gás de cozinha. Caminhões de entrega deixaram de passar e postos de distribuição ficaram fechados. Desde o dia primeiro de novembro o litro da gasolina na capital paulista passou a variar entre R$ 1,79 e R$ 2,09.



A saga do TIMOR LESTE em busca da liberdade está na Estação SÉ do Metrô. A partir desta segunda–feira poderá ser vista a mostra “TIMOR, DAS CINZAS À LIBERDADE”. São 80 painéis que retratam histórias dramáticas e comoventes de um povo que, como o mito da Fênix, ressurgiu das cinzas depois da destruição total do País. Autora: ROSELY FORGANES, a única jornalista brasileira que entrou no País durante a guerra separatista, em 1999. Correspondente internacional residente em PARIS, ela escreve para o jornal O ESTADO DE SÃO PAULO e para a revista ISTO É, entre outros. Para a rádio ELDORADO produziu uma série de reportagens intitulada “VOZES DO TIMOR”, que lhe valeu o Prêmio WLADIMIR HERZOG de Jornalismo e Direitos Humanos de 2001. A jornalista acaba de lançar o livro QUEIMADO QUEIMADO, MAS AGORA NOSSO. Lançado no BRASIL, o livro está para ser editado também em PORTUGAL e em outros países de língua portuguesa. Esteve no TIMOR LESTE quatro vezes desde 1999, tendo sido a única fotógrafa brasileira a registrar a guerra, a intervenção militar internacional de setembro/outubro de 1999, permanecendo no TIMOR totalmente destruído durante quase um mês. A repórter voltou a cada ano para acompanhar e registrar o processo de reconstrução do País, sempre por períodos de um a dois meses. Em 2001, foi a única jornalista de toda a América Latina a cobrir as primeiras eleições livres da história do TIMOR, a posse e o início dos trabalhos da Assembléia Constituinte e o estabelecimento do primeiro governo exclusivamente timorense. Em abril de 2002, voltou ao TIMOR para cobrir o primeiro pleito para presidente que elegeu XANANA GUSMÃO. Hoje o TIMOR está admitido como a 191ª nação da ONU e lá estão muitos brasileiros ajudando a reconstruir o País. Entre eles o nosso 1 º Tenente HÉLIO TENÓRIO DOS SANTOS.

  

Tenho uma reunião agradável no MMDS. Falamos sobre os aumentos nos preços dos derivados do petróleo, que acarretarão uma bola de neve no encarecimento do custo de vida. Não há perspectivas de reajuste nos nossos salários e isso faz com que fiquemos mais pobres. O único jeito é fazer um esforço no sentido de incrementar as nossas aulas e palestras.

Indo para o MMDC, vou encontrar o CORONEL MENDES examinando toda a papelada que temos sobre a reforma do Monumento–Mausoléu. Ele conversa, via fone, com o Sr. MARCONDES, que hoje não virá na Sociedade. Não há desdobramentos quanto aos nossos desafetos, que querem a renúncia do presidente, coisa que não irá acontecer.

Telefona-me o tenente SANTIAGO, do 1º BPChq. Ele está com uma turma de recrutas e quer que se faça uma palestra sobre a Revolução de 32. Peço para ele combinar essa palestra com o Sr. MARCONDES.

O CORONEL MENDES pede-me material sobre a REPÚBLICA. Vai preparar um trabalho sobre esse episódio da História do Brasil.



O DÓLAR recuou hoje pela quarta vez consecutiva, fechando em baixa de 1,67%, cotado a R$ 3,54, o nível mais baixo desde 20 de setembro. O cenário político mais tranqüilo e o bom desempenho das bolsas internacionais animaram bancos e exportadores a vender a moeda pela manhã, levando as cotações a atingir a mínima de R$ 3,515.



TRÊS HOMENS foram assassinados às 2:30 horas na rua GUATAMBU, RIO PEQUENO, zona oeste da capital, na 57 ª CHACINA DO ANO registrada na região metropolitana. Os corpos estavam no banco traseiro de uma PARATI CINZA. Duas das vítimas foram identificadas como GILDO RODRIGUES DE SOUZA, de 19 anos, e ALEXANDRE BRAZ GARCIA DA SILVA. A suspeita da polícia é de que se trata de briga entre gangues rivais.



A dona de casa ERENIR PEREIRA COLLAÇO, de 67 anos, foi encontrada morta dentro de sua casa, na Rua ARAGUAIA, 208, no PARI, zona leste da capital, ontem à noite. O principal suspeito do assassinato é um dos filhos de ERENIR, LUIZ EDUARDO PEREIRA COLLAÇO, de 38 anos. Ele foi preso em flagrante por PMs, dentro da residência, arrumando as malas para fugir. A vítima estava no chão de um dos quartos, com um saco plástico amarrado na cabeça e os pulsos cortados. Pelo corpo, havia vários sinais de espancamento. O assassino ainda ateou fogo à vítima. COLLAÇO é deficiente mental, portador do vírus HIV e viciado em cocaína.



A guerra pelo poder entre integrantes da principal facção criminosa de São Paulo fez a quarta vítima em menos de 15 dias: LAURO GOMES GABRIEL, de 40 anos, o “CEARÁ”, fugitivo da Penitenciária do Estado, no Carandiru. Foi executado com oito tiros na cabeça, às 19 horas, no BRÁS, região central. Ele era o principal suspeito pelo assassinato da advogada ANA MARIA OLIVATTO HERBAS CAMACHO e foi reconhecido por foto por uma testemunha. CEARÁ fugiu da Penitenciária do Estado em 26 de novembro de 2001, junto com outros 107 presos, e era condenado a mais de 60 anos por vários homicídios.



Os motoristas de SÃO PAULO já estão pagando até R$ 2,199 pelo litro da gasolina comum, reflexo do aumento médio de 11,09% cobrado pelas distribuidoras. Segundo o SINCOPETRO, sindicato que representa os postos no Estado, na média o combustível ficou 10,85% mais caro nas bombas, mas o reajuste chegou a 14%.



O tetracampeão ZAGALLO será novamente técnico da seleção brasileira, mas por apenas um jogo. O VELHO LOBO dirigirá o BRASIL no amistoso contra a CORÉIA DO SUL, dia 20, em SEUL, jogo que marcará a sua despedida da “amarelinha”, como ele gosta de tratar a camisa mais estrelada do mundo. Hoje, na festa de inauguração da sede da CBF, LUIZ FELIPE SCOLARI, BRANCO, CARLOS ALBERTO PARREIRA, BELLINI, ZAGALLO e CARLOS ALBERTO TORRES levantaram as TAÇAS FIFA e JULES RIMET.



MORREU à zero hora de hoje, aos 50 anos, a editora de Trabalho do jornal AGORA, VILMA CAZARIN, vítima de câncer. A jornalista também assinava a coluna “Funcionalismo” desde 2001. VILMA, que descobriu a doença em 1999, estava internada no Hospital do Câncer desde a última 5 ª feira, dia 31 de outubro. Formada em jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social CÁSPER LÍBERO, VILMA começou sua carreira em 1980 no extinto ‘NOTÍCIAS POPULARES”, da empresa FOLHA DA MANHÃ, que edita o AGORA. Foi repórter e editora de Geral, Economia e Sindical do “NP” até o fechamento do jornal, em 2001.

Desde então era editora de TRABALHO do AGORA. Segundo colegas de profissão, VILMA era determinada, minuciosa e ágil no trabalho.



Uma briga de estudantes acabou hoje à tarde com a morte de RODRIGO AUGUSTO FERREIRA DE OLIVEIRA, de 16 anos. O crime aconteceu próximo à Escola Municipal de Ensino Fundamental ARTUR NEIVA, no JARDIM HELENA, na zona leste da cidade. O garoto levou dois tiros na cabeça e morreu a caminho do hospital. Quatro suspeitos de terem participado do crime foram detidos pela polícia. O segurança JOSÉ EDIVAN DA SILVA NETO é acusado de ter atirado no garoto. Ele é tio do estudante A.A.S., de 15 anos, que alegava estar sofrendo ameaças de morte por meio de uma gangue.



SÍLVIO ROCHA DE OLIVEIRA, homem influente, que dizia ser dono de um segredo capaz de fazer tremer o ex–prefeito PAULO MALUF, está atrás das grades. Sua captura foi uma prisão banal, feita por Pms que estavam em patrulhamento na região de ARTUR ALVIM, na zona leste. Eles desconfiaram de ROCHA, resolveram revistá-lo e pediram seus documentos. Entraram em contato com a central de polícia. Pouco depois, receberam a confirmação: era um homem procurado pela Justiça. Só então souberam que o preso era um dos condenados por formação de quadrilha no processo da MÁFIA DOS FISCAIS, que também levou à prisão o então vereador VICENTE VISCOME.

 

O piloto RONALDO JORGE RIBEIRO, morto por afogamento em 27 de julho de 2001, na tragédia que também vitimou a modelo FERNANDA VOGEL, foi responsabilizado pelo acidente de helicóptero da empresa PÃO DE AÇÚCAR, segundo o laudo divulgado pela Aeronáutica, que aponta falha humana. A aeronave caiu a 800 metros da praia de MARESIAS, em SÃO PAULO, e também levava o empresário JOÃO PAULO DINIZ e o co–piloto LUÍS ROBERTO CINTRA, que se salvaram. 



Foi uma noite de gala. Nesta segunda–feira, o presidente FERNANDO HENRIQUE CARDOSO reuniu doze dos maiores empresários do País para um jantar no PALÁCIO DA ALVORADA, regado a vinho francês CHÂTEAU PAVIE, de SAINT ÉMILION (US$ 150 a garrafa). Durante as quase três horas em que saborearam o cardápio FHC aproveitou para passar o chapéu, pedindo doações para a ONG que ele passará a presidir assim que deixar o PLANALTO em janeiro e que levará o seu nome: INSTITUTO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. O IFHC será instalado num andar inteiro do EDIFÍCIO ESPLANADA, no Centro de SÃO PAULO, com área de 1.600 metros quadrados. O local abriga a cinco décadas a sede do AUTOMÓVEL CLUBE DE SÃO PAULO.



Um míssil disparado por uma aeronave não tripulada da CIA (agência de inteligência dos EUA) atingiu ontem um carro que levava supostos membros da rede terrorista AL QAEDA, de OSAMA BIN LADEN, matando vários ocupantes. Militares americanos não estiveram envolvidos na ação, que teria matado seis pessoas, incluindo um suspeito de ter participado do ataque à bomba ao destróier americano USS COLE no porto iemenita de ADEN, há dois anos – ABU ALI – procurado pelos EUA há dois anos.



Um suicida palestino se explodiu em um shopping center em KFAR SABA (ISRAEL), perto de TEL-AVIV, matando pelo menos dois israelenses e ferindo dezenas. O grupo extremista JIHAD ISLÂMICO assumiu o ataque. Sete palestinos morreram em incidentes separados hoje na CISJORDÂNIA e na FAIXA DE GAZA.

   

MORREU o poeta argentino JORGE CALVETTI. Ele foi vice–presidente da ACADEMIA ARGENTINA DE LETRAS e escreveu o ensaio MEMÓRIA TERRESTRE. Aos 86 anos, em BUENOS AIRES.



2 003  :   -    TERÇA-FEIRA

O nosso gato torto – o PERI – aprendeu a subir a escada que dá acesso à casa da MARLENE. Hoje, pela madrugada, saiu o maior quebra-pau entre o gato do Sr. LUIZ – o COISA-RUIM – e o PERI, acordando-me com a barulhada e os miados, bem como os latidos da cadelinha SUZI. Parecia o inferno e, às 3 horas, estava de pé tentando espantar os gatos. Resultado: pela manhã, LUCINDA e MARLENE estão atrás do PERI que “sumiu” embaixo dos calhetões que cobrem a minha biblioteca.  



Chegando na SÉ, perto das escadarias do METRÔ, cruzo com dona CÉLIA, atribulada, indo para o enterro de uma pessoa que ela queria muito, pois a ajudou na criação dela e de seus três irmãos. Isso irá acontecer no MORUMBI, por volta das 13 horas. Dona CÉLIA conta os dramas de saúde que afligem familiares seus: um de seus irmãos está internado no INCOR; um outro está na BAHIA e um terceiro enfrenta problemas de saúde na pessoa de uma filha.

Na reunião costumeira do MMDS, discutimos a “guerra” entre bandidos do PCC e polícia (de um modo geral). Isso começou no domingo e prossegue nesta madrugada. Temos duas vítimas fatais e uma dezena de feridos. São dezoito ocorrências registradas até agora. Isso é alvo de sérios estudos nesta manhã, com a participação de representantes de vários segmentos da sociedade. Somente lá pelas 14 horas é que deixo de lado esses comentários e passo a ter outros, delicados também, na Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

O quadro não muda: o Sr. MARCONDES continua em ARAÇATUBA; não tenho notícias do vice, o Cel MENDES, desde que foi para o Estado de TOCANTINS; o CLÁUDIO, motorista do Sr. MARCONDES, procura ajudar no que pode. A única novidade é que o VASCO está presente nesta tarde e pode ajudar no controle da portaria. O saldo no BANESPA é negativo e o tesoureiro não aparece.

Tenho de atender telefonemas sobre PENSÃO ESPECIAL e de uma filha de veterano que necessita de tratamento de saúde. O Hospital do Servidor não atende os dependentes dos ex-combatentes, a não ser que sejam cadastrados no IAMSPE. Mas o maior tempo desta tarde é dedicado aos professores MARCELO e MIGUEL do CENTRO UNIVERSITÁRIO NOVE DE JULHO, correndo com a organização do evento marcado para 6 e 7 de novembro, no MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA. Querem a bandeira do MMDC para esses dias e entro em contato com o CABO MISAEL, de serviço no Monumento-Mausoléu, autorizando a retirada da mesma naquele local; fazemos contato com o CAPITÃO FRANCO NASSARO, no CONSEG da Secretaria de Segurança Pública, a fim de arrumar os CDs que ele produziu, na remasterização dos discos de 32; conversamos com a presidente do Instituto Histórico e Geográfico de SÃO PAULO, doutora NELLY CANDEIAS. Quando olho o relógio, são quase cinco horas e, ao descer as escadas do MMDC ainda encontro um filho de veterano querendo falar comigo sobre PENSÃO ESPECIAL para a sua mãe.

Em casa, MARLENE e LUCINDA estão preocupadas com o gato PERI, que ainda continua embaixo dos calhetões, depois da surra que levou do COISA-RUIM do Sr. LUIZ. Nem com o farolete dá para ver o PERI. Deve estar machucado e não quer aparecer, receoso de apanhar de novo. Mas, lá pelas 19 horas, aparece o gato, acabando com a procura do bichano. Está faltando muito pêlo, resultado da briga.



Se os livros são as imagens mais perfeitas que podem ser traçadas de um País, o BRASIL acaba de perder uma de suas principais retratistas: morreu, na madrugada, no RIO DE JANEIRO, a escritora cearense RACHEL DE QUEIROZ, que completaria 93 anos no dia 17 de novembro. A ocupante da cadeira número 5 da ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS e primeira mulher a ocupar uma vaga entre os imortais da instituição, há 25 anos partiu enquanto dormia, em seu apartamento no LEBLON. Ela havia sofrido recentemente um derrame cerebral, o que deve ter acelerado sua morte. Em agosto de 1999 ela teve acidente vascular semelhante, que prejudicou os movimentos do lado direito de seu corpo. A escritora também tinha diabetes, mas mantinha a doença sob controle há anos. Seu corpo está sendo velado na sede da ABL, no centro carioca, e o enterro será amanhã, às 9 horas, no Cemitério SÃO JOÃO BATISTA.

RACHEL DE QUEIROZ fez seus primeiros instantâneos sobre o BRASIL em 1930, com “O QUINZE”, obra publicada em 1932 e que falava da seca cearense de 1915. Com 20 anos, tornou-se uma das pioneiras na criação de romances regionalistas brasileiros. Antes saíra apenas “A BAGACEIRA” (1928), de JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIDA. Entusiasmada pela repercussão de seu livro de estréia, emplacaria depois “JOÃO MIGUEL” (1932), “CAMINHO DE PEDRAS” (1937), “AS TRÊS MARIAS” (1939), e “DÔRA, DORALINA” (1975). Autocrítica, costumava dizer que, se pudesse, mexeria em todas as suas obras. Inclusive nos textos que criou para o teatro, como “LAMPIÃO” (1953) e “A BEATA MARIA DO EGITO” (1958). Também é autora do folhetim   “O GALO DE OURO”, publicado em 1950, em 40 edições da revista “O CRUZEIRO”. Até RACHEL DE QUEIROZ chegar à ABL, usar fardão era coisa de homem. Com sua eleição, abriu o caminho para outras mulheres, como LYGIA FAGUNDES TELLES e NÉLIDA PIÑON, que mais tarde se tornaria presidente da instituição. Mesmo em conversas informais, a escritora se revelava uma frasista como poucas. Após perder o segundo marido, o médico CYAMA DE MACEDO, com quem viveu de   1941 a 1982, ela comentou, desconsolada: “O que me mantém viva é a minha curiosidade. Mas as minhas constatações são sempre amargas”. Também a convivência com os companheiros da ABL era cheia de ironias e bom humor: “A gente é imortal porque não tem onde cair morto”, costumava dizer, citando OLAVO BILAC. Não há estudante que tenha passado pelos bancos do ensino fundamental e médio sem, ao menos, correr os olhos pelas páginas de “O QUINZE”. O grande público, porém, conhece seus enredos mais pela transposição de suas tramas para a tela pequena. É o caso, por exemplo, de “AS TRÊS MARIAS”, transformada em novela em 1981, e “MEMORIAL DE MARIA MOURA”, minissérie estrelada por GLÓRIA PIRES que foi ao ar originalmente em 1994. Este último foi também seu derradeiro romance, publicado em 1992, e garantiu à escritora os prêmios JUCA PATO, dado pela União Brasileira de Escritores, como INTELECTUAL DO ANO; e JABUTI, pela Câmara Brasileira do Livro. Um ano depois, foi-lhe conferido também o prêmio LUÍS DE CAMÕES, instituído pelos governos do BRASIL e de PORTUGAL para escritores da língua portuguesa. Em 1998, RACHEL escreveu o livro autobiográfico “TANTOS ANOS”, com a irmã MARIA LUIZA DE QUEIROZ SALEK, com quem já assinara no ano anterior, “NOSSO CEARÁ. Cronista dos sábados em “O ESTADO DE SÃO PAULO”, ela publicou seu último texto em 22 de março. Depois disso, licenciou-se do jornal.



O apresentador GUGU LIBERATO, do SBT, foi denunciado hoje à Justiça pelo Ministério Público Estadual por causa da entrevista com falsos integrantes do PCC exibida no dia 7 de setembro no programa “DOMINGO LEGAL”. Além do apresentador, foram denunciados também o jornalista WÁGNER MAFEZOLI, o produtor ROGÉRIO CASAGRANDE e os atores HAMILTON TADEU DOS SANTOS, o “BARNEY”, ANTÔNIO RODRIGUES DA SILVA e WÁGNER FAUSTINO DA SILVA. A promotora ANA GABRIELA COUTINHO CAETANO VISCONTI, de OSASCO, afirma que os envolvidos feriram artigos da Lei de Imprensa e também do Código Penal. No texto da denúncia, a promotora diz que GUGU LIBERATO e os demais envolvidos “agiram em conjunto e divulgaram notícias falsas que provocaram perturbação da ordem pública ou alarme social”.



AUTORIZADO pela Justiça Federal do PARANÁ a exumação do corpo de OSVALDO LUIZ MAGALHÃES DOS SANTOS, ex-presidente da BANESTADO LEASING e ex-secretário de Esportes do PARANÁ, supostamente morto em acidente automobilístico em 1998. Os deputados da CPI do BANESTADO acham que SANTOS pode ter simulado a própria morte para escapar da acusação de desvio de 660 milhões de reais. Em CURITIBA.



Os criminosos do PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL não se intimidaram com as promessas feitas pela cúpula da Segurança Pública – que garantiu empenho na prisão dos responsáveis pela onda de atentados- e voltaram a agir entre a noite de segunda-feira e a madrugada de hoje. A seqüência de ataques do grupo começou no domingo. Enquanto a PM realizava uma megablitz na capital e na região do ABC, com 1.500 homens e 700 carros, os bandidos metralharam um carro da PM, um carro da Guarda Civil de EMBU, um carro da Polícia Civil, um distrito policial e uma base da Guarda Civil. Também ameaçaram jogar bombas nos prédios do Departamento de Investigações sobre Narcóticos, no BUTANTÃ, e do 17 º DP, no bairro do IPIRANGA. Um PM ficou ferido no atentado no CAMPO LIMPO.  Na base da GCM, na CAPELA DO SOCORRO, guardas reagiram ao ataque e mataram um dos bandidos. O carro metralhado no JARDIM LAGEADO era do 68 º DP. Também houve o caso de um policial seqüestrado.

Numa reunião com a direção do presídio de PRESIDENTE BERNARDES, dois líderes do PCC deram prazo de 30 dias para que o governo modificasse o regime de pena a que estão sendo submetidos. Mas antes do término do prazo, que ocorreria no dia 24, os criminosos decidiram iniciar a seqüência de ataques.

O governador GERALDO ALCKMIN disse hoje, após reunião com o secretário da Segurança Pública, SAULO ABREU, no Palácio dos Bandeirantes, que o Estado está enfrentando “mais uma guerra contra o crime”. SAULO informou que tem boas pistas sobre as pessoas envolvidas nos ataques às bases da PM e da GCM. O Ministro-Chefe da CASA CIVIL, JOSÉ DIRCEU, e o Ministro da JUSTIÇA, MÁRCIO THOMAZ BASTOS, conversaram com ALCKMIN por telefone e perguntaram se precisava de ajuda. O governador disse que não tem problema em trabalhar de forma integrada com outras polícias. FURUKAWA, que esteve com BASTOS em uma cerimônia em BRASÍLIA, disse que os crimes cometidos em SÃO PAULO têm natureza comum e a ação da Polícia Federal não é necessária.



MORREU o piloto inglês de enduro MATT BOWDEN. Ele foi encontrado morto num dos treinos da prova SIX DAYS ENDURO, a mais importante da categoria. A disputa, realizada no CEARÁ, é a primeira na AMÉRICA LATINA. Acredita-se que ele tenha sofrido um ataque cardíaco. Aos 33 anos.



RECEBEU o prêmio UNEP-SASAKAWA das NAÇÕES UNIDAS, o ambientalista brasileiro DENER GIOVANINI. Considerado o NOBEL da área ambiental, o prêmio, no valor de 200 mil dólares, será dividido com o ministro do Ambiente chinês, XIE ZHENHUA. Em BRASÍLIA.



Em viagem à ÁFRICA, o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA aproveitou a onda de atentados de grupos criminosos no BRASIL, e a investigação da polícia sobre um esquema de venda de sentenças judiciais envolvendo juízes federais, para fazer mais uma crítica ao Judiciário: “É difícil combater o crime organizado porque tem o seu braço político, o seu braço no Judiciário, seu braço empresarial e seu braço na sociedade civil”, disse LULA hoje em LUANDA, capital de ANGOLA.

Em MOÇAMBIQUE, o presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA e a primeira-dama, MARISA LETÍCIA, dançaram ao som de atabaques. O fato aconteceu durante a apresentação de grupos folclóricos, promovida pelo presidente JOAQUIM CHISSANO, para recepção à comitiva brasileira no aeroporto de MAPUTO. LULA visitou a exposição “IMAGENS FIÉIS”, no Centro de Estudos Brasileiros de MAPUTO, onde participou do lançamento do livro “BRASIL-ÁFRICA – COMO SE O MAR FOSSE MENTIRA”. Também teve um encontro com representantes da comunidade brasileira residente em MAPUTO. De MOÇAMBIQUE, LULA e sua comitiva seguirão para a NAMÍBIA. A visita a cinco países do continente africano terminará pela ÁFRICA DO SUL no sábado, dia 8.

   

Um dos maiores aliados dos EUA na guerra contra SADDAM HUSSEIN, o Governo da ESPANHA ordenou hoje a retirada de parte de sua equipe de BAGDÁ, afirmando que o IRAQUE vive “um momento muito difícil”. A decisão demonstra um enfraquecimento na ajuda oferecida aos americanos. ESPANHA e REINO UNIDO foram os principais aliados dos EUA na GUERRA DO IRAQUE.

Grandes explosões sacudiram o centro de BAGDÁ, hoje, pela segunda noite consecutiva, num aparente ataque com morteiros contra o quartel-general da administração civil dos EUA no IRAQUE. Testemunhas disseram que alguns dos morteiros teriam caído dentro do QG americano, que funciona num complexo de palácios outrora usado por SADDAM HUSSEIN, localizado na margem esquerda do rio TIGRE . Quatro pessoas ficaram feridas, segundo o PENTÁGONO. As três explosões estremeceram a região conhecida como “zona verde”, uma área altamente militarizada de quatro quilômetros quadrados, onde estão a sede da administração americana, o centro de imprensa  no Hotel PALESTINA  e outras instalações-chave.

           

O Exército desfechou duro golpe no grupo guerrilheiro FORÇAS ARMADAS REVOLUCIONÁRIAS DA COLÔMBIA – FARC – ao matar no dia 2 de novembro, domingo, LUÍS ALEXIS CASTELLANOS, comandante da coluna MANUELA BELTRÁN. CASTELLANOS, irmão do líder rebelde HENRY CASTELLANOS, foi morto em UBALA. Em ARAUCA, pistoleiros mataram hoje o padre SAULO CARRERO.



PRESO o suíço ROBERT KUHN, acusado de pedofilia e tráfico internacional de mulheres. Ele agenciava brasileiras na EUROPA. Pela POLÍCIA FEDERAL, em PORTO SEGURO.



2 004  :   -  QUINTA-FEIRA

CONVOCAÇÃO N º 04/2004-11

Convoco Vossa Senhoria para, nos termos do artigo 34 do Estatuto da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, participar da Reunião Ordinária do CONSELHO SUPREMO, que será realizada no dia 04 de novembro p.f., às 10,00 horas, no Salão de Conferências do Quartel do Comando Geral, Praça Coronel FERNANDO PRESTES, N º 115,  1º andar, LUZ, SP.

                                    Ass          ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES

                                                 Coronel PM Comandante Geral PMESP e

                                                  Presidente Nato do Conselho Supremo da

                                                       Sociedade Veteranos de 32-MMDC

Choveu muito durante a madrugada, principalmente no centro da cidade de SÃO PAULO, causando alagamentos e prejudicando sensivelmente o tráfego de veículos. O engarrafamento foi da ordem de 191 km, o maior que se tem conhecimento, na parte da manhã, neste ano, por volta das 9:30 horas. O túnel do ANHANGABAÚ, no centro, chegou a ter 40 centímetros de água e ficou interditado a partir das 6:58 horas. Além dele, outros 54 pontos de alagamento foram registrados na cidade. Uma infiltração destruiu o recém-reformado pavimento da avenida 9 DE JULHO, próximo ao viaduto MAJOR QUEDINHO. Isso vai dificultar sobremaneira a realização da reunião do CONSELHO SUPREMO. Saí de GUARULHOS um pouco depois das 8 horas e chego no Quartel do Comando Geral, quase às 10 horas, no mesmo instante em que também estão chegando o Cmt Geral, CORONEL ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES, CORONEL JAIRO PAES DE LIRA e CORONEL MOYSÉS. O CORONEL ANTÔNIO CARLOS MENDES já se encontrava no recinto. Verificamos que, pelo adiantado da hora, a reunião não poderá se realizar no horário marcado. Assim é que vamos aguardar a chegada de outros conselheiros: CAPITÃO EB Ref GINO STRUFFALDI (este, já se encontrava no Salão de Conferências), doutor EGBERTO MAIA LUZ, advogado LUIZ SÉRGIO CARRARO, CORONEL EB R/R ARY CANAVÓ, CORONEL LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA GUIMARÃES e o desembargador LUIZ EDUARDO CORRÊA DIAS. Por volta das 11 horas, o CORONEL ALBERTO SILVEIRA RODRIGUES percebe que não há número suficiente de conselheiros para a realização da reunião. Assim é que cada conselheiro presente recebe a proposta definitiva do novo Estatuto e fica então decidido que agora caberá ao presidente da Diretoria Executiva marcar a data da ASSEMBLÉIA GERAL para aprovação do novo Estatuto. É frustrante a última reunião do CONSELHO SUPREMO. Não contamos com a presença do Sr MARCONDES e de muitos conselheiros que poderiam encerrar essa fase da Sociedade de uma maneira mais digna.

O Cmt Geral encerra a sua participação como Presidente Nato do Conselho Supremo, porque de acordo com o novo Estatuto não existirá mais a figura do Conselho Supremo na Sociedade, substituído pelo Conselho Deliberativo. Há algumas idéias contrárias do Cel CANAVÓ, como sempre, e também do professor EGBERTO. Mas tudo isso agora será discutido na Assembléia Geral. A data mais provável deverá ser escolhida entre 10 e 15 de dezembro, dependendo do Sr GERALDO FARIA MARCONDES, que assinará o edital de convocação da Assembléia Geral. Vê-se que o destino do MMDC irá mesmo ser decidido pelo presidente da Diretoria Executiva.

O CORONEL MENDES vive um drama familiar que está perturbando o seu sossego: trata-se da separação de seu filho e a situação em que se encontra sua neta DÉBORA, pois a mãe está exigindo a guarda da filha. Procura orientação com o desembargador LUIZ EDUARDO CORRÊA DIAS. Conversa muito conosco sobre esse assunto. Depois, ele vai de metrô para sua casa e eu me encaminho para o MMDS. A reunião costumeira é prejudicada. Apenas estão presentes os irmãos SILVA e não dá nem para aguardar os oficiais. Logo mais estou na Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Preciso conversar com o presidente, mas este não se encontra em sua residência. Ligo para o CORONEL RENALDO e explico a ele o que aconteceu no Quartel do Comando Geral e as atribuições do presidente da Diretoria Executiva quanto à convocação da Assembléia Geral. Marcamos um encontro para amanhã à tarde, no MMDC. Diz o RENALDO que irá à casa do Sr MARCONDES, amanhã cedo e conversará com ele sobre essa situação.

Com o trânsito voltando ao normal, regresso a GUARULHOS tranqüilamente. São mais de 17 horas quando telefono para a residência do Sr MARCONDES. Ninguém atende.



ASSISTO o filme “O MEDALHÃO”. O super astro da ação, JACKIE CHAN combina seu estilo pessoal de lutas com efeitos especiais. Esse filme foi considerado “excelente” por ROGER EBERT. CHAN é o detetive EDDIE YANG, de HONG KONG, que trabalha com a maravilhosa agente da INTERPOL, NICOLE (CLAIRE FURLANI, de “ENCONTRO MARCADO” e “A ROCHA”) e com o espalhafatoso agente WALTSON (LEE EVANS, de “O QUINTO ELEMENTO”) na missão de resgatar um garoto das mãos do vilão SNAKEHEAD (JULIAN SANDS, de “WARLOCK 2 – O ARMAGEDON”). No entanto, um acidente fatal acaba com a vida de EDDIE, mas ele consegue ser ressuscitado com a ajuda do MEDALHÃO. Agora, dotado de superpoderes, EDDIE vai acabar com os planos de dominação do mundo de SNAKEHEAD. Filmado em HONG KONG, TAILÂNDIA e IRLANDA. Uma boa diversão.



Elaboro uma minuta do EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL, a fim de ser submetida à apreciação do presidente. Depois, faço uma ligação para minha prima ELVIRA, que completou mais um aniversário ontem. Ela fica contente com a lembrança. Conta que depois que faleceu tia CATARINA (em 28 de março de 2004) está sozinha. Os herdeiros colocaram a casa à venda e ela espera se concretizar o negócio para então decidir o que fazer. Diz que não é nada fácil viver na casa, onde permanece até uma certa hora da noite e depois vai dormir na residência de uma vizinha. Forçosamente lembramos também a morte de minha mãe. Diz ela que uma irmã de tia CATARINA, que tem mais de cem anos (IRENE GUERRA), está em situação lastimável.

Depois do telefonema dado à ELVIRA, faço uma ligação para a casa do Sr MARCONDES. Exponho a ele o que aconteceu no Quartel do Comando Geral. Ele fica nervoso, critica a atitude do CORONEL ALBERTO, principalmente por não ter lido uma carta que ele encaminhou ao Comando Geral, explicando a atual situação da Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Nega-se a assinar o EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL. Com isso, a situação do MMDC fica insustentável. Mas não quero discutir por telefone com ele. Subo para assistir os jornais da BANDEIRANTES e da GLOBO. Mais tarde, o Sr MARCONDES telefona-me. Está mais comedido e diz que irá estudar a problemática da Assembléia Geral. Fico mais sossegado com essa retratação do presidente.



A mais antiga estação de trens de SÃO PAULO ganha de volta os contornos do passado. Hoje, a CPTM retirou os tapumes que cobriam a fachada da ESTAÇÃO DA LUZ, na rua MAUÁ, região central. A conclusão da obra marca o fim da fase de restauração exterior do local, construído por engenheiros ingleses entre 1895 e 1901. Para 2005, o saguão principal, que dá para os jardins do PARQUE DA LUZ, também deverá ser recuperado.

Os trabalhos na face sul da estação começaram no início de 2004. Para resgatar os ares do século passado, os arquitetos tiveram de restaurar e até substituir alguns tijolos da parede de 1.015 metros quadrados. “Em alguns casos, utilizamos a técnica de retirar e inverter a face do tijolo que fica aparente”, explica FERNANDO ANDRADE DE GUSMÃO, gerente de projetos da CPTM. A ESTAÇÃO DA LUZ é tombada pelos departamentos do patrimônio histórico municipal, estadual e federal. Por causa disso, cada intervenção dos operários dependia da aprovação dos três órgãos. Durante a primeira fase da obra de restauro, a fundação que patrocinou a obra foi acusada de não usar procedimentos corretos para recuperar a fachada. As irregularidades não foram comprovadas. Para evitar que os anos voltem a degradar a estação, a CPTM colocou em prática um programa de manutenção preventiva. Quando a LINHA AMARELA (LINHA 4) do METRÔ estiver em funcionamento, a expectativa é de que 300 mil pessoas passem pelo local diariamente.

A ESTAÇÃO DA LUZ, réplica da estação de trens de SYDNEY, na AUSTRÁLIA, chegou a SÃO PAULO a bordo de um navio, totalmente desmontada. As telhas de cerâmica eram de MARSELHA, na FRANÇA, e as estruturas de aço, de GLASGOW, na ESCÓCIA. Da forma como foi construída – com um rebaixamento de aproximadamente 6 metros da via férrea – ela não divide a cidade, e ainda permite o acesso a todos os quarteirões vizinhos, como a rua BRIGADEIRO TOBIAS e os bairros da LUZ e BOM RETIRO.

         

O diplomata JOSÉ VIEGAS deixou hoje o cargo de ministro da Defesa, divulgando uma carta de demissão entregue ao presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA no dia 22 de outubro. Para seu lugar LULA nomeou o seu vice-presidente, JOSÉ ALENCAR, que hoje já se reuniu com comandantes militares. O PLANALTO informou que não haverá mudanças nos comandos. A saída de VIEGAS teve origem na nota divulgada pelo Exército, dia 17, sobre fotos de um homem, supostamente o jornalista VLADIMIR HERZOG, preso no DOI-CODI, um órgão de repressão montado pelo regime militar. Irritado com a nota, naquele mesmo dia LULA decidiu demitir VIEGAS, por ver no caso uma quebra na cadeia de comando. Mas decidiu também aguardar o fim do clima da crise militar e das eleições. Em sua carta de demissão, o ministro assume responsabilidade pelo episódio.

O mal estar entre VIEGAS e o comandante do Exército, GENERAL FRANCISCO ALBUQUERQUE, chegou ao ponto de, havia vários dias, eles só se falarem protocolarmente. Na manhã do dia 18 de outubro os principais comandos militares já tinham tomado conhecimento “de maneira informal” de que a demissão do ministro ocorreria logo depois do segundo turno das eleições. Para LULA, a crise sobre a nota do Exército “deveria ter sido farejada antes”, como comentou em uma reunião.



Cinco homens invadiram um estacionamento em SANTA CECÍLIA, região central da Capital, e roubaram cinco carros, ontem à noite. Esse é o segundo arrastão em estacionamento registrado em menos de um mês na cidade de SÃO PAULO. Os bandidos levaram um manobrista e três clientes como reféns. Um dos veículos foi recuperado.



A estudante ALESSANDRA SHIMODA YOSHISAKI, de 16 anos, foi torturada psicologicamente pelos seqüestradores e chegou a ficar períodos de até três dias sem comer durante os 33 dias em que ficou em um cativeiro, em SANTA ISABEL, na GRANDE SÃO PAULO. Ela foi libertada às 6 horas de hoje pela Polícia Civil do município. Três homens foram presos acusados pelo crime. O resgate não foi pago pela família, que tem uma pequena empresa de confecções do JARDIM BRASÍLIA, região de ITAQUERA, na zona leste da Capital. Foram presos o feirante e dono de oficina mecânica LUIZ CARLOS DA SILVA, de 45 anos, o motoboy BRUNO DA SILVA DOMINGUES, de 20, e o ajudante JÚLIO TARTALHIA SANTOS, também de 20 anos. SILVA é considerado pelo delegado JORGE VIDAL PEREIRA como o mentor do seqüestro. Ele e BRUNO moram no mesmo bairro que a família da vítima.

ALESSANDRA foi atacada por dois homens no dia 2 de outubro. A moça foi amordaçada, teve os pulsos amarrados por lacres (semelhantes aos usados para prender os cabos de freios de bicicleta e motocicleta). Uma denúncia anônima levou a polícia ao cativeiro, localizado em uma chácara no bairro ARALU. A vítima foi libertada e levada para exames médicos na SANTA CASA local. A estudante está bem magra e ainda vestia a mesma roupa com a qual havia sido seqüestrada.



O presidente do Tribunal de Justiça Militar, PAULO PRAZAC, esteve hoje na Assembléia Legislativa, a fim de pleitear uma complementação orçamentária – emendas ao orçamento de 2005 já foram apresentadas nesse sentido – uma vez que a Justiça Militar está prestes a receber uma nova competência cível proveniente da reforma do judiciário. Números que demonstram a atual situação da Justiça Militar foram entregues ao Presidente SIDNEY BERALDO para serem avaliados. Há hoje, segundo PRAZAC, 92 mil homens armados na Polícia Militar, todos jurisdicionados da Justiça Militar, além de 35 mil homens na reserva. Uma Justiça Militar forte, afirmou ele, é a forma de se manter um controle efetivo desta população armada, sempre sintonizada com o comando da Polícia Militar. Para BERALDO, a Justiça Militar de SÃO PAULO presta um serviço fundamental, especialmente no combate à corrupção. “Dentro das possibilidades, estaremos trabalhando para que eles tenham um orçamento compatível com a sua necessidade”, afirmou.



O Tribunal de Justiça do RIO manteve a decisão de condenação do cantor BELO a oito anos de prisão. O pagodeiro carioca é acusado de tráfico de droga e associação com o tráfico. Um novo mandado de prisão foi expedido. Até às 23:30 horas o cantor ainda não havia sido achado. O empresário de BELO disse que ele vai recorrer da decisão.



FALECEU RENATO DE LARA MENDES JÚNIOR, de 35 anos, três dias depois de ter sido agredido por integrantes da torcida uniformizada MANCHA ALVIVERDE, do PALMEIRAS, em SOROCABA, SP.



LEILOADOS três apartamentos do ex-deputado federal SÉRGIO NAYA. O valor arrecadado no leilão será depositado em juízo para pagamento de indenizações aos ex-moradores do edifício PALACE II, no RIO.



PRESO o senador eleito FERNANDO FLEXA RIBEIRO e o ex-senador SEBASTIÃO ROCHA durante a OPERAÇÃO POROROCA, da Polícia Federal. Eles são acusados de envolvimento com uma quadrilha que fraudava licitações públicas nos Estados. Até a sexta-feira, 29 de outubro, haviam sido emitidos 35 mandados de prisão para acusados de pertencer ao esquema. Em BELÉM, no PARÁ, e em MACAPÁ, no AMAPÁ.



O presidente reeleito dos EUA, GEORGE W. BUSH, reuniu o seu gabinete para traçar a linha de governo do segundo mandato, para o qual sinalizou a intensificação da guerra contra o terror e medidas econômicas como a privatização da previdência social. “Nas eleições, ganhei capital político. Agora tenho intenção de gastá-lo”, disse BUSH. Há expectativa de que ele irá substituir os secretários de Estado, COLIN POWELL; de Justiça, JOHN ASHCROFT, e de Defesa, DONALD RUMSFELD. O presidente admitiu que começará a pensar na reestruturação no fim de semana. O futuro gabinete de BUSH deve ser ainda mais dominado pela facção conservadora.



O líder palestino YASSER ARAFAT, de 75 anos, encontra-se em estado de morte cerebral, mantido vivo por aparelhos num hospital de PARIS. A notícia de sua morte chegou a ser espalhada pelo mundo hoje, após ter sido anunciada por uma TV israelense e pelo primeiro-ministro de LUXEMBURGO, JEAN-CLAUDE JUNCKER, que depois se retratou. O presidente dos EUA, GEORGE W. BUSH, chegou a manifestar condolências, quando um repórter lhe disse ter a informação de que ARAFAT morrera. “DEUS abençoe sua alma”, disse BUSH, parecendo surpreso. “Continuarei trabalhando por um Estado palestino livre, que esteja em paz com ISRAEL”.     



Três soldados britânicos do regimento BLACK WATCH, enviado recentemente para o sul de BAGDÁ, foram mortos hoje num atentado suicida, informou o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da GRÃ-BRETANHA, GENERAL ADAM INGRAM. Também morreu um tradutor e ficaram feridos oito soldados. Um número elevado de baixas no BLACK WATCH aumentará a pressão sobre o primeiro-ministro britânico, TONY BLAIR, no Parlamento, onde tem sido criticado por transferir 850 soldados de BASRA para a região conflagrada ao sul de BAGDÁ. BLAIR atendeu a pedido dos EUA, que precisavam deslocar suas tropas para uma ofensiva de larga escala em FALUJA. Também hoje morreram pelo menos vinte iraquianos em diferentes ataques rebeldes. Os piores foram dois atentados com carro-bomba: em DUJAIL, nas imediações de BAGDÁ, morreram 4 pessoas e 18 ficaram feridas e, em TIKRIT, no norte, a explosão matou três e feriu 15. Os alvos foram prédios do governo municipal. Em FALUJA, a oeste de BAGDÁ, a população se prepara para um ataque pesado das forças americanas.



2 005  :   -   SEXTA-FEIRA

A Prefeitura da Cidade de SÃO PAULO começa a construir hoje um novo corredor de transporte ligando o PARQUE DOM PEDRO, o SACOMÃ e a CIDADE TIRADENTES. Serão 31,8 quilômetros de pista exclusiva para transporte coletivo, reduzindo até pela metade o tempo de percurso que leva hoje mais de duas horas. A Linha Expressa PARQUE D. PEDRO – CIDADE TIRADENTES vai se integrar com o METRÔ, nas Estações PEDRO II, SACOMÃ e VILA PRUDENTE,  e com os trens da CPTM, no IPIRANGA.

A região do SACOMÃ vai ganhar vida nova, com o projeto paisagístico e o fim da deterioração. Obras paralisadas do fura-fila finalmente serão retomadas como parte da LINHA EXPRESSA PARQUE DOM PEDRO-CIDADE TIRADENTES- uma nova geração de corredores, com transporte público integrado e equipamentos, sinalização e acessos seguros para portadores de deficiência e mobilidade reduzida.



Polêmica e cheia de temas e campanhas, “AMÉRICA” chega ao fim nesta sexta-feira, como uma das maiores audiências dos últimos tempos, mas está longe de ser uma unanimidade. Enquanto especialistas em teledramaturgia criticam vários pontos da trama de GLÓRIA PEREZ, entidades de auxílio a deficientes visuais, por exemplo, comemoram a discussão proposta pela novela. A história entre GLAUCO (ÉDSON CELULARI) e LURDINHA (CLÉO PIRES) foi uma das mais quentes e polêmicas de “AMÉRICA”. A diferença de idade não foi a maior polêmica, mas a questão de se tratar do pai de uma amiga e de envolver, além da jovem, a mulher e a amante. Foi o grande romance da novela. Antes da estréia, “AMÉRICA” foi alvo de protestos de associações de defesa dos animais por falar em rodeio. GLÓRIA PEREZ recebeu mais de oito mil mensagens com a foto da filha dela morta, o que a fez abandonar a idéia de mostrar os maus-tratos aos animais. O primeiro capítulo, em 14 de março, ainda sob o impacto do sucesso de “SENHORA DO DESTINO”, registrou média de 54 pontos, mas as críticas vieram logo. O tema musical da abertura e as cenas escuras, lentas e com muitas paisagens foram comparadas a novelas anteriores do diretor, como “PANTANAL”. O segundo capítulo registrou queda de 3 pontos de audiência e média de 51 pontos. A protagonista DEBORAH SECCO foi criticada por sua atuação e pela caracterização de SOL, sempre ofegante e com expressão sofredora. Com apenas 25 capítulos no ar, o diretor JAYME MONJARDIM deixou a trama alegando divergências de opiniões com a autora. Nesse dia, 13 de abril, houve média de 40 pontos, considerada baixa para os padrões da GLOBO. GLÓRIA PEREZ assumiu o comando, reescreveu cenas, pediu mudanças na atuação de DEBORAH SECCO e mudou temas musicais das cenas de SOL e TIÃO. A música de abertura foi trocada por “SOY LOUCO POR TI AMÉRICA”, na voz de IVETE SANGALO. Faltava motivação para o sonho americano de SOL, e foi criada a doença do padrasto dela, MARIANO (PAULO GOULART). A falsa beata CREUSA (JULIANA PAES) fez o primeiro streaptease para TIÃO. A audiência continuou baixa, em 40 pontos no dia 21 de abril. Um mês e meio depois da saída do diretor e das mudanças de rumo da história, “AMÉRICA” começou a conquistar a audiência. Tramas paralelas, como as aventuras de JATOBÁ (MARCOS FROTA) e os problemas familiares de HAYDÉE (CHRISTIANE TORLONI), GLAUCO (ÉDSON CELULARI) e RAÍSSA (MARIANA XIMENES) ganharam espaço. A média de audiência em 30 de maio foi de 51 pontos, com picos de 56. No dia 24 de outubro, quando foi anunciado que TIÃO iria encarar o touro BANDIDO rendeu média de 61 pontos à trama, com pico de 65 pontos. Um dos principais e mais polêmicos temas, o mundo dos rodeios, além de impulsionar o surgimento de novas festas de peão no BRASIL inteiro, despertou em mais gente a vontade de ser peão.

 

CENTRO DE PREPARAÇÃO DE OFICIAIS DA RESERVA DE SP

ILM º SR CORONEL PM MÁRIO FONSECA VENTURA



O Comando do CPOR/SP tem a honra de convidar V Sª para a Solenidade em homenagem ao TENENTE-CORONEL CORREIA LIMA, Patrono do CPOR/SP, a ser realizada nas seguintes condições:

Data: 04 de novembro de 2 005 (6 ª feira);

Horário: 08:30 h;

Local: Praça Heróis da Força Expedicionária/SANTANA

Obs: em casa de mau tempo a Solenidade será no CPOR/SP



PAULO ROBERTO CARDOSO – Cel

Comandante do CPOR/SP



Temos a honra de convidar Vossa Senhoria e digníssima família para assistirem a solenidade comemorativa ao I CENTENÁRIO de criação da Autarquia CAIXA BENEFICENTE da POLÍCIA MILITAR que será realizada no Plenário da Assembléia Legislativa do Estado de SÃO PAULO, situado na Avenida PEDRO ÁLVARES CABRAL, 201 – IBIRAPUERA – PALÁCIO NOVE DE JULHO, em data de 4 de novembro de 2005, às 9.30 horas.

Certos de podermos contar com a importante presença de Vossa Senhoria para homenagearmos juntos a Instituição que representa o sustentáculo previdenciário de toda a família policial militar, no presente e no futuro, renovarmos nossos protestos de elevada estima e distinta consideração.



CORONEL PM RES TOMAZ ALVES CANGERANA

SUPERINTENDENTE

Aproveito a “carona” do CABO JOÃO GOMES DE OLIVEIRA JÚNIOR, quando ele vai para o trabalho no 9º BPMM e fico na estação do metrô TUCURUVI. O CORONEL PM Res MENDES irá chegar na Rua PEDRO VICENTE, perto da estação ARMÊNIA somente às 8 horas. Dosando o tempo, vou de trem até a estação JABAQUARA e isso faz com que chegue quase no momento do meu colega.

Vamos para a Assembléia Legislativa. Hoje, na 164ª Sessão Ordinária, será homenageada a CAIXA BENEFICENTE da POLÍCIA MILITAR pelo seu primeiro centenário. Chegando cedo, observamos o magnífico painel sobre “SÃO PAULO”, inaugurado em agosto último. É um cartão de visita dessa Casa. O MENDES já trabalhou como Assistente Militar da Assembléia e vai “matar as saudades”, relembrando inclusive o gabinete onde serviu. E ali vamos encontrar MASSARANI, uma figura polêmica, hoje na função de superintendente do Acervo da Assembléia. Apesar de tudo, somos obrigados a elogiá-lo pela decoração atual da Casa de Lei. Ele, diplomaticamente, não toca no assunto do restauro do Monumento-Mausoléu. Sabe-se que foi uma das molas mestras do processo do IPH, ignorado pelo Sr. GERALDO FARIA MARCONDES, que denunciou um Protocolo de Intenções que o CORONEL Ref ARY CANAVÓ fez com esse senhor. Aos poucos vão chegando os convidados: CORONEL Fem PM VITÓRIA, que ajuda dona HORTÊNCIA D´ASTI a se locomover. Dona HORTÊNCIA é responsável pela Associação das Pensionistas; nossos caros advogados da OAB e da Diretoria Jurídica da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, JANAÍNA e ROMAGNOLI. Representam também uma parte muito importante da nossa Instituição; GENERAL Ref LUIZ FARO; Coronéis da reserva ou reformados: SEBASTIÃO AGUIAR (que durante muitos anos foi o superintendente da CAIXA), JÚLIO GOMES DA LUZ (que foi o último superintendente, passando a superintendência para o CANGERANA), LIBÊNCIO FREIXO, LAÉRCIO BASÍLIO DE MELO TAVARES; ALFREDO VIEIRA DAS NEVES, OCTÁVIO GOMES DE OLIVEIRA; JÚLIO FELIZARDO, LEOPOLDO, IVAN VIEIRA DE ALMEIDA, VALDIR SUZANO, PLÍNIO ANGANUZZI – ÁLVARO GUIMARÃES DOS SANTOS, LEÃO NAZARÉ AVELINO, JORGE GONÇALVES, CORONEL Fem PM Ref HILDA MAGRO, ANTÔNIO AUGUSTO NEVES, LUIZ CARLOS NOGUEIRA. Vários comandantes da Capital: Coronéis PM ADAUTO LUÍS SILVA, ANTÔNIO DOS SANTOS ANTÔNIO, VALÉRIO, PAULO DE TARSO DIÓGENES, SANTOS; TENENTE-CORONEL PM ANTÔNIO CARLOS BIAGIONI; ex-deputado estadual, CABO PM WILSON DE OLIVEIRA MOARES, Sr ANTÔNIO TUCILLO, ADEMIR APARECIDO RAMOS  

Antes de iniciar a sessão, conversamos com muita gente e podemos destacar como assuntos principais:

O TENENTE-CORONEL PM LUIZ NAKAHARADA nos comunica que a solenidade de entrega de Medalhas PEDRO DE TOLEDO no 21º DEPÓSITO DE SUPRIMENTO DO EXÉRCITO não será mais no dia 7 de novembro, mas sim no dia 11; o MAJOR MERLO comenta a outorga da Medalha CONSTITUCIONALISTA ao estandarte do 3º BPChq no dia 15 de dezembro, por ocasião do aniversário da Unidade; o GENERAL LUIZ FARO transmite uma notícia bastante desagradável: o CORONEL PM MÉDICO Reformado JORGE MIYASHIRO está com câncer no pulmão. O GENERAL FARO está no NACIONAL CLUBE desde 1974; o CEL PM Res NOGUEIRA, Presidente da Associação da Defesa dos Policiais Militares, tornou-se associado do MMDC e propõe uma coluna mensal para divulgação da Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

Sob a presidência do DEPUTADO RODRIGO GARCIA os trabalhos são iniciados. O hino nacional é tocado pela camerata da Polícia Militar, sob a regência do 2º TENENTE PM Mus LUIZ RICARDO GOMES. RODRIGO GARCIA passa a presidência para o CORONEL UBIRATAN GUIMARÃES. Falam sobre os cem anos da CAIXA: CORONEL CANGERANA, Superintendente da CAIXA; COMANDANTE GERAL, CORONEL ECLAIR; DEPUTADO FEDERAL FLEURY; CORONEL CELSO CAMARGO e, encerrando, o CORONEL PM JUIZ LOURIVAL COSTA RAMOS.   

Muito boa a solenidade desta manhã. O MENDES revê muitos conhecidos. Conversamos com o deputado MILTON VIEIRA e depois reunimo-nos no gabinete do Assessor Militar, TENENTE-CORONEL PM LUIZ FLAVIANO FURTADO, juntamente com o CORONEL PM Res LEÃO NAZARÉ AVELINO. Ali vamos relembrar episódios da nossa POLÍCIA MILITAR e são feitas comparações entre o tempo que servimos e o que ocorre hoje na nossa Corporação. Sentimos que nossas tradições estão sendo esfaceladas. O TENENTE-CORONEL LUIZ FLAVIANO FURTADO presenteia-nos com um livro sobre a ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO.   

http://www.al.sp.gov.br/web/images/LogoDTT.gif





1


04 DE NOVEMBRO DE 2005

056ª SESSÃO SOLENE EM HOMENAGEM AO “ANIVERSÁRIO DE 160 ANOS DA CAIXA BENEFICENTE DA POLÍCIA MILITAR”



Presidência: RODRIGO GARCIA e UBIRATAN GUIMARÃES



Secretário: UBIRATAN GUIMARÃES



DIVISÃO TÉCNICA DE TAQUIGRAFIA

Data: 04/11/2005 - Sessão 56ª S. SOLENE Publ. DOE:

Presidente: RODRIGO GARCIA/UBIRATAN GUIMARÃES



HOMENAGEAR O ANIVERSÁRIO DE 100 ANOS DA CAIXA BENEFICENTE DA POLÍCIA MILITAR

001 - Presidente RODRIGO GARCIA

Abre a sessão. Anuncia as autoridades presentes. Informa que esta sessão solene foi convocada por esta Presidência, a pedido do Deputado Ubiratan Guimarães, com a finalidade de homenagear o aniversário de 100 Anos da Caixa Beneficente da Polícia Militar. Convida a todos para, de pé, ouvirem a execução do Hino Nacional. Diz da honra em receber a corporação neste parlamento e elogia o trabalho realizado pelo Deputado Ubiratan Guimarães em prol da Polícia Militar.



002 - UBIRATAN GUIMARÃES

Assume a Presidência.



003 - CORONEL PM TOMAS ALVES CANGERANA

Superintendente da Caixa Beneficente, discorre sobre a importância da Caixa para a família militar e faz histórico da instituição.



004 - LUIZ ANTÔNIO FLEURY SILVA

Deputado Federal, fala da importância da Caixa Beneficente para apoio aos familiares do policial militar.



005 - CORONEL PL ELIZEU ÉCLAIR TEIXEIRA BORGES

Comandante Geral da Polícia Militar, saúda as autoridades presentes e parabeniza o Deputado Ubiratan Guimarães pela homenagem prestada à entidade



006 - CORONEL PM CELSO CARLOS DE CAMARGO

Secretário Chefe da Casa Militar, relata o trabalho da instituição ao amparo aos familiares dos policiais militares mortos.



007 - CORONEL PM LOURIVAL COSTA RAMOS

Vice-presidente do Tribunal de Justiça Militar, recorda a presença do militar nos três poderes e tece considerações sobre a história e o trabalho da instituição.



008 - Presidente UBIRATAN GUIMARÃES

Anuncia a realização de um minuto de silêncio em homenagem ao 3º Sargento Gerson Pierre Lemos, do Comando do Policiamento Metropolitano, falecido ontem, e a todos os policiais que morreram no cumprimento do dever. Reconhece o trabalho da instituição em proporcionar apoio às famílias dos militares. Anuncia número musical. Agradece a todos que colaboraram para o êxito da solenidade. Encerra a sessão.



* * *



O SR. PRESIDENTE - RODRIGO GARCIA - PFL - Havendo número legal, declaro aberta a sessão. Sob a proteção de Deus, iniciamos os nossos trabalhos. Convido o Sr. Deputado Ubiratan Guimarães para, como 2º Secretário “ad hoc”, proceder à leitura da Ata da sessão anterior.



O SR. 2º SECRETÁRIO - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Procede à leitura da Ata da sessão anterior, que é considerada aprovada..



O SR. PRESIDENTE - RODRIGO GARCIA - PFL - Esta Presidência anuncia e agradece a presença das seguintes autoridades: Deputado Federal e ex-Governador de São Paulo, Dr. Luiz Antonio Fleury Filho; Coronel Elizeu Éclair Teixeira Borges, Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Coronel Celso Carlos de Camargo, Secretário-chefe da Casa Militar do Gabinete do Governador; Dr. Lourival Costa Ramos, vice-Presidente do Tribunal de Justiça Militar, neste ato representando o Presidente daquele Tribunal, Juiz Paulo Antonio Prazak; Coronel da reserva da PM, Tomás Alves Cangerana, Superintendente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Tenho a honra de dizer que esta Sessão Solene foi convocada por este Presidente, atendendo solicitação do Deputado Ubiratan Guimarães, com a finalidade de homenagear a Caixa Beneficente da Polícia Militar, que completa 100 anos.

Convido todos os presentes para, em pé, ouvirmos o Hino Nacional Brasileiro, executado pela Camerata da Polícia Militar do Estado de São Paulo, sob a regência do Maestro segundo-Tenente Músico da Polícia Militar, Luiz Ricardo Gomes.



* * *



- É executado o Hino Nacional Brasileiro pela Camerata da Polícia Militar do Estado de São Paulo.



* * *



O SR. PRESIDENTE - RODRIGO GARCIA - PFL - Esta Presidência agradece à Banda da Polícia Militar do Estado de São Paulo, ao Segundo Tenente Luiz Ricardo Gomes, e, com muita satisfação, tem a honra de passar a Presidência dos trabalhos ao autor da homenagem que a Assembléia Legislativa realiza neste dia à Caixa Beneficente da Polícia Militar: o Deputado Ubiratan Guimarães.

Antes disso, eu agradeço a presença de todos. O Parlamento de São Paulo sente-se muito honrado em receber ilustres figuras que representam não só o comando, mas a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em meu nome e em nome da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, manifesto o grande respeito que temos pela Polícia Militar do nosso Estado e por que não dizer do orgulho de, como paulistas, termos a Polícia Militar que São Paulo tem.

Passo a palavra ao Deputado Ubiratan que, além de ser conhecido por todos e pela Polícia Militar, é um combativo Deputado, que luta com muita transparência e sem nenhuma hipocrisia por aquilo que acredita, defende as suas opiniões e exerce o mandato popular de que é investido com muito empenho e com muita dedicação.

Por isto, agora a Presidência dos trabalhos será dirigida por V. Exa., que é o autor desta homenagem e que, sem dúvida, é um dos grandes representantes da Polícia Militar nesta Casa de leis. Portanto, sejam todos bem-vindos! A Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo sente-se muito honrada em recebê-los! Muito obrigado! (Palmas.)



* * *



- Assume a Presidência o Sr. Ubiratan Guimarães.



* * *



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Senhores, senhoras, autoridades presentes, é com imensa satisfação que assumo a Presidência dos trabalhos nesta manhã, em comemoração ao 100º aniversário da nossa Caixa Beneficente.

Quero agradecer a presença de todos. Para que tenhamos idéia do que representa a Caixa Beneficente da Polícia Militar, passo a palavra ao Coronel Tomás Alves Cangerana, para que leia o histórico da Caixa Beneficente.

Antes disso, gostaria de agradecer as palavras honrosas a mim dirigidas pelo Presidente desta Assembléia Legislativa, Deputado Rodrigo Garcia. Muito obrigado, Sr. Presidente! Vossa Excelência é sempre gentil e bastante atuante.

Com a palavra o Coronel Tomás Alves Cangerana.



O SR. TOMÁS ALVES CANGERANA - Senhoras e senhores, os nossos cumprimentos! Inicialmente, gostaria de agradecer ao Presidente desta Sessão Solene, Deputado Ubiratan Guimarães, pela comemoração aos 100 anos da Caixa Beneficente da Polícia Militar.

Saúdo o Deputado Federal, Luiz Antônio Fleury Filho, ex-Governador do Estado de São Paulo, ex-oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que nos representa na Câmara Federal; o Juiz, Coronel Lourival Costa Ramos, vice-Presidente do Tribunal de Justiça Militar; o Coronel Celso Carlos de Camargo, Secretário-Chefe da Casa Militar; o Coronel Elizeu Éclair Teixeira Borges, Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo; a Sra. Hortênsia de Lima, Presidente da Mútua, e, na sua pessoa, saúdo todas as entidades de classe aqui presentes; o Coronel Valério e, na sua pessoa, saúdo todos os oficiais e praças da Polícia Militar; o General Luiz Faro; o Coronel Neves; o Sr. Adalberto Antônio Fernandes, do jornal “Folha de S. Paulo”; o Coronel Sebastião de Aguiar, ex-Superintendente da Caixa Beneficente e, na sua pessoa, saúdo todos os superintendentes; todos os funcionários da Caixa Beneficente na pessoa da Sra. Ana Anastácia, que ingressou em 1935 na nossa Caixa e está presente nesta Sessão Solene; o Coronel Felizardo, Superintendente da Cruz Azul; o Coronel Leopoldo, Presidente da Cruz Azul; todos os senhores e todas as senhoras.

Passo a ler documento para que conste nos Anais desta Casa:

Hoje é um dia de glória para a Caixa Beneficente da Policia Militar.

Um dia de glória porque nos seus 100 anos, e a primeira vez que esta Autarquia ocupa os assentos desta casa de leis, para uma justa homenagem comemorativa do seu aniversário.

Um dia de glória porque pode, a partir de então, marcar na sua história, mais um evento memorável que, com certeza, servirá de incentivo para uma melhoria de sua prestação de serviços aos dependentes da nossa querida Corporação, buscando sempre e cada vez mais, a qualidade total.

Como Superintendente desta Instituição é que ocupo este microfone, para agradecer a pessoa responsável por esta solenidade, o Deputado Coronel Ubiratan Guimarães, que é um dos nossos representantes e que teve a feliz idéia de colocar-nos aqui nesta data, para que todas as Sras e Srs, ouçam a história da Caixa Beneficente da Policia Militar e sua importância como sustentáculo previdenciário para toda família policial militar, sempre com os pés no presente e os olhos no futuro.

Inicialmente voltemos nosso pensamento aos idos de 1831, quando da criação da milícia bandeirante, com 100 homens de infantaria e 30 de cavalaria. Naquela época não se pensou na situação de assistência aos dependentes, caso faltasse o policial militar. Essa situação perdurou até o ano de 1894, quando o então Ten. Cel. José Feliciano Lobo Vianna do Exército brasileiro e comandante do Corpo de Bombeiros da Policia Militar, teve a feliz idéia de sugerir a criação de um órgão chamado Caixa de Socorros, que viesse pôr os entes que nos são caros ao abrigo de necessidades materiais quando o policial militar deixasse de fazer parte do mundo terreno. Sua generosa idéia apesar de não ter sido logo executada, foi uma semente amorosa lançada em terreno propício. Culto bondoso e lhano, o ilustre e prestimoso oficial deixou em nosso meio uma recordação que, por sua elevada repercussão o tornou credor de nossa intangível gratidão. Portanto, há 100 anos atrás, plantou, amorosamente, o projeto desta Instituição, grandiosa e eterna, como grandiosa, sublime e eterna é a caridade, que viveu no âmago do seu grandioso coração. Ao terminar sua missão na Policia Militar, reintegrou-se ao Exército Brasileiro, continuou a trajetória de sua carreira, que foi brilhante e fecundada por excelentes serviços, escalando assim todos os postos da hierarquia militar, até o de general, pela imposição de seus próprios méritos.

O continuador de tão alvissareira iniciativa e seu segundo patrono, foi o bondoso e bravo, então Ten Cel Francisco Alves do Nascimento Pinto, quando investido no comando do 3º Batalhão da Policia Militar.

Alma profundamente generosa que era, chamou a si a irrigação da terra semeada, para que a boa semente germinasse. Espírito saturado pelos embates da grande guerra do Paraguai onde combateu, voltou no posto de coronel honorário do exército. Foi um excelente comandante a quem seus subordinados dedicavam carinhosa afeição. Logo após a sua reforma do serviço ativo da Força Pública, foi elevado, por efeito de lei especial, ao posto de general de brigada honorário do Exército Nacional, como recompensa aos inestimáveis serviços prestados à Pátria, na guerra contra Solano Lopes. Morreu cercado de estima de todos e com a alma confortada por ter sido permitido a dita de ver uma de suas mais acariciadas aspirações em plena execução e já atingindo sua humanitária finalidade.

Naquela época o Comandante Geral da Força Pública era o Coronel do Exército Argemiro da Costa Sampaio. Após indispensável preparação do ambiente, dirigiu ao Governo do Estado, por intermédio do seu Secretário de Segurança Pública, bem fundamentada exposição na qual solicitou, com o maior encarecimento, a criação da Caixa Beneficente.

Naquela sua benfazeja ação, foi o ilustre entusiasta secundado pelo prestimoso Dr José Cardoso de Almeida, então titular daquela pasta que, em seguida aos necessários estudos, passou a referida representação ao Sr. Dr Jorge Tibiriçá que, na ocasião, exercia o Poder Executivo do Estado.

Espírito culto, dinamicamente empreendedor e dedicado amigo da Força Pública que foi o grande Presidente, a quem São Paulo e o Brasil devem notáveis serviços, sugeriu logo ao Congresso, a instituição do objeto da nossa maior preocupação - a Caixa Beneficente.

E, assim, pela Lei 958, de 28 de setembro de 1905, concretizou-se em perfeita realidade o sonho que vinha sendo alimentado, perseverantemente, há cerca de três anos. Foi bem um sonho que viveu e viverá eternamente nas arcadas dos edifícios da Caixa e no inestimável concurso que vem de há muito proporcionando a inúmeros seus beneficiários como verdadeira emanação da divindade.

Criada a caixa, foi ela regulamentada pelo Decreto nº 1.407, de 02 de outubro de 1906, sendo instalada definitivamente em 16 de outubro de 1906, cujo fim consistia, primitivamente, em amparar, por meio de pensão, as viúvas e órfãos dos camaradas falecidos, estendendo-se logo esses benefícios, aos progenitores e irmãos que viviam às expensas de seus filhos e irmãos solteiros, quando a morte os privava de seu concurso material.

Surgiram daí, então, uma após outras, guiadas pela estrela anunciadora do nosso progresso social, as criações da Cruz Azul, da Mútua entre os Oficiais, da Mútua entre os Sargentos, da Associação dos Oficiais reformados e dos Sargentos, Cabos e Soldados, do Colégio Militar, e outras.

A Cruz Azul, cuja pujança tem exercido as mais otimistas previsões, proporciona assistência completa, que parte do, pré natal, se irradia a todos os ramos da ciência médica, realizando assim, uma obra verdadeiramente patriótica, por sua atuação no seio de uma grande classe como é a nossa, para o bem estar da saúde de todos, tornando-os por conseqüência, mais úteis.

Toda esta história caros ouvintes, deu-se graças ao trabalho de todos os Superintendentes e respectivas equipes de trabalho que me antecederam, dos quais estão aqui hoje, os Cels Júlio Gomes da Luz e Sebastião Aguiar, sendo todos eles, como sempre digo por ser uma realidade, possuidores de uma história ímpar de dedicação ao povo paulista, feita de muita coragem e heroísmo e que sempre transmitiram aos seus sucessores, valores morais e intelectuais, para continuarem a escrever com letras maiúsculas a história de glórias desta Autarquia.

Nos dias atuais, procurando sempre a qualidade total, a Caixa Beneficente, caminha em busca de melhorias de sua prestação de serviços, utilizando dentre os métodos aplicados, as informações obtidas de todos os beneficiários, afinal, são pouco mais de 36 mil pensionistas, acrescendo cerca de 40 mil policiais militares inativos e da mesma forma, 90 mil do serviço ativo, que pela ordem natural da existência humana, são dependentes em potencial desta Autarquia Previdenciária.

Gostaria de saudar neste momento, efusiva e respeitosamente, as Sras viúvas, filhos, irmãos e demais parentes aqui presentes, com manifestações das nossas mais profundas simpatias e as expressões do nosso maior reconhecimento.

Nossos respeitos pelo trabalho que vêm empreendendo em favor desta sublime Instituição a todos aqueles que de forma direta ou indireta colaboraram e colaboram com Ela, a começar pelo meu chefe de gabinete, Cel José Rodrigues de Oliveira, assim como meus assessores, diretores, funcionários em gerala Consultoria Jurídica na pessoa do seu Procurador Chefe, Dr Evanir Barros, o Conselho Consultivo na pessoa de seu Presidente, Cel José Carlos Bononi, que somam com seus trabalhos lá, e com suas presenças aqui hoje.

Finalmente, ao mesmo tempo em que agradeço a presença de todos os Srs e Sras que vieram abrilhantar nossa solenidade, gostaria que todos direcionassem um instante de pensamento positivo à nossa Centenária Caixa Beneficente, pois Ela merece os nossos melhores esforços e dedicação para que a possamos ver sempre crescente e próspera, cooperando na admirável obra de caridade e solidariedade humana, dê espalhar o bem e proteger viúvas e órfãos

Mais uma vez, nosso agradecimento em especial a sua Ex.ma o Sr Dep Cel Estadual Ubiratan Guimarães, pela iniciativa deste evento, lembrando sempre do grande amigo que é de todos nós e principalmente pelas causas da nossa querida Policia Militar.

Um agradecimento muito especial eu faço ao nosso Comandante Supremo, que é Deus, pela oportunidade de estarmos aqui reunidos e rogo a Ele que ilumine e guarde a todos nós, agora e sempre. A todas os Sras e Srs, nosso abraço fraterno. Muito obrigado.



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Gostaria de registrar a presença do General de Exército da Reserva Luiz Faro; Cabo Wilson de Oliveira Morais, ex-Deputado Estadual e Presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Sr. Antonio Tuccilio, Presidente da Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo; Coronel Ademir Aparecido Ramos, chefe da Assessoria Policial Militar da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo; Juiz Coronel PM Antônio Augusto Neves, ex-Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo; Coronel Paulo de Tarso Diógenes, Comandante do Centro de Formação de Soldados; Coronel da Reserva PM Valdir Suzano, representando a Associação dos Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Coronel da Reserva PM Plínio Anganuzzi, da Comissão do Centenário da Caixa Beneficente; Coronel Santos, Comandante do Corpo de Bombeiros Metropolitano; Sra. Denise de Fátima de Oliveira, assessora da Deputada Rosmary Corrêa, que se encontra no interior do Estado e cumprimenta pela iniciativa da sessão solene; Coronel PM Adauto Luis Silva, comandante do CAES, Centro de Aperfeiçoamento e Estudos Superiores; Coronel Reserva PM Alfredo Vieira das Neves, Presidente da Associação de Auxílio Mútuo dos Oficiais da Polícia Militar; Coronel PM Sebastião de Aguiar, ex-superintendente da Caixa Beneficente; Coronel da Reserva PM José Koki Kato, representando o Coordenador-Geral do Centro de Formação da Guarda Civil Metropolitana do Estado de São Paulo, Coronel da Reserva Giannoni; Tenente-Coronel Emerson Luiz Justus, representando o Coronel Roberto Antonio Diniz, Comandante do Policiamento do Interior, Região de Ribeirão Preto; Tenente-Coronel PM Antônio Carlos Biagioni do CPAM-10 da Zona Sul; Tenente-Coronel Pedro Ferreira da Cunha Jr., chefe do serviço odontológico da Polícia Militar; Tenente-Coronel Reserva PM Álvaro Guimarães dos Santos, diretor do Museu da Polícia Militar; Major Enaldo Bahe, representando o Coronel Izidro Suíta Martinez, da Diretoria de Telemática: Capitão Carlos Lamin, representando o 13o Grupamento de Bombeiros de São José do Rio Preto, Tenente-Coronel Eduardo Belezia; Capitão PM José Amâncio da Silva, diretor do interior da COOPMIL; Tenente PM Reserva José Vicente da Conceição, Diretor e Secretário da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Policiais Militares e Servidores da Secretaria dos Negócios da Segurança Pública do Estado de São Paulo; Sr. Claudinho de Souza, Vereador à Câmara Municipal de São Paulo; Dr. Waldemar Hette, representando o Exmo. Sr. Deputado Antonio Salim Curiati; Sr. Alberto Trevisoli, representando o Coronel Hermes Bittencourt Cruz, Presidente da AORPM; Coronel PM Julio Gomes da Luz, ex-Superintendente da Caixa Beneficente da Polícia Militar; Sr. Adalberto Antonio Fernandes, do jornal “Folha de S. Paulo”.

Neste momento, passo a palavra ao Exmo. Deputado Federal Luiz Antonio Fleury Filho, Deputado Federal.



O SR. LUIZ ANTONIO FLEURY FILHO - Sr. Presidente desta sessão, Coronel Ubiratan Guimarães, Deputado Estadual, demais autoridades, a quem saúdo na pessoa do Comandante-Geral da Polícia Militar, minhas senhoras, meus senhores, integrantes da Caixa Beneficente, demais convidados, confesso que esta cerimônia se reveste para todos nós de São Paulo de uma importância muito especial. Marca 100 anos de existência daquele que talvez seja o primeiro órgão de Previdência criado no nosso Estado e um dos primeiros no nosso País. Órgão que vem prestando seus serviços, procurando cumprir com a sua finalidade, apoiando a família policial militar e dando àquele que, na ativa, se encontra defendendo a sociedade de São Paulo, toda a tranqüilidade para que possa fazê-lo, sabendo que sua família se encontrará devidamente amparada, caso venha a faltar.

Neste momento de crise nacional, em que valores são questionados, em que, muitas vezes, a sociedade brasileira se vê desesperançada e até revoltada, é importante salientar que os valores que sustentam a Polícia Militar de São Paulo se baseiam na honestidade, no trabalho digno dos seus integrantes. É uma instituição com uma Caixa Beneficente centenária na prestação de serviços e que tem demonstrado ao longo do tempo a sua eficiência, a sua transparência e a sua competência no trato da coisa pública.

Portanto, na condição de oficial da reserva da Polícia Militar de São Paulo - condição que muito me orgulha -, na condição de ex-Secretário da Segurança, ex-Governador de São Paulo, Deputado Federal, que hoje continua com o mesmo entusiasmo pela corporação dos idos de 1964 quando nela ingressei, é com muita alegria que saúdo a todos aqueles que fizeram e fazem a história da Caixa Beneficente da Polícia Militar de São Paulo.

Quero cumprimentar em especial o Coronel Ubiratan Guimarães pela iniciativa do gesto, porque, como disse o Coronel Cangerana, em 100 anos é a primeira vez que se faz a homenagem, tardia, mas há tempo ainda. Sem dúvida, esta Casa há muito tempo já deveria ter homenageado o trabalho feito pela Caixa Beneficente de São Paulo. Quero cumprimentar não apenas os dirigentes mas o mais anônimo e a mais anônima das servidoras da Caixa Beneficente. É uma tranqüilidade para São Paulo e um orgulho para nosso país saber que conta com a reserva moral, que é a Polícia Militar do nosso Estado, e que conta com uma Caixa Beneficente, com um hospital como a Cruz Azul, instituições que dão, sem dúvida, a retaguarda, se não a ideal. pelo menos aquela que pode ser dada no momento. Mas, se não é a ideal, não é por culpa de seus integrantes, mas muito mais por culpa da conjuntura em que se vive neste país.

Cumprimento a todos; felicidades pelos 100 anos e que os nossos descendentes possam continuar a se orgulhar da nossa Polícia Militar, da Caixa Beneficente e, principalmente, que continuemos na luta para amparar a família do policial militar que, nesse momento de violência em que todo o país atravessa, sofre as agruras de quem no dia-a-dia é obrigado, por força da sua profissão, a enfrentar as dificuldades às vezes com incompreensões. Mas podem ter a certeza que podemos nos orgulhar do trabalho feito, e esse trabalho se torna muito mais efetivo quando se sabe que a mão, não do Estado apenas, mas a mão da Caixa Beneficente apóia a família policial militar, quando seu integrante se encontra nas ruas defendendo a sociedade de São Paulo. Parabéns a todos! felicidades! (Palmas.)



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Continuando a solenidade, teremos a satisfação de ouvir o coronel PM Elizeu Éclair Teixeira Borges, Digníssimo Comandante-geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo.



O SR. ELIZEU ÉCLAIR TEIXEIRA BORGES - Senhoras e senhores, em nome do nosso Coronel Ubiratan Guimarães cumprimento a todos, a todas as autoridades aqui já nominadas, meus policiais, nossos soldados, cabos, sargentos, nossos oficiais e principalmente os nossos funcionários. Quando falo nossos, são os vinculados à família policial militar, da instituição policial militar. Com orgulho, com imensa satisfação, como comandante, cumprimento principalmente a todos os guerreiros, guerreiras da nossa Caixa Beneficente.

A nossa Caixa Beneficente, no andar da instituição policial militar, completa seu centenário com competência, com realmente aquele apoio que toda a família necessita no momento difícil. Como comandante, sinto uma tranqüilidade sabendo das senhoras, dos senhores, do Coronel Cangerana que nesse apoio estão juntos com o comando da Polícia Militar. Portanto, dos 130 mil policiais militares, 30 mil, quase 40 mil da reserva e mais de 90 mil da ativa estão amparados por essa maravilhosa instituição, que é a Nossa Caixa.

Quero deixar aqui uma tranqüilidade a todos neste momento em que, nesta Casa, se discute outras leis; da São Paulo Previdência nós participamos de todas as negociações, a instituição participou. Continuamos atentos porque, com certeza, só agregará mais valor, mais apoio a toda a família policial militar. O Coronel Ubiratan nos orgulha por tê-lo como oficial aqui, nesta Casa. Já disse isso aos senhores várias vezes, principalmente pela iniciativa hoje, nesta comemoração.

Parabéns a você funcionária, a você funcionário dessa instituição maravilhosa que dá uma tranqüilidade enorme ao comando da Polícia Militar e a todos nós, aos 131 mil homens que aqui estão e estiveram, sabendo que a sua esposa, seus filhos, todos estarão amparados quando daqui partirem. Parabéns, Coronel Cangerana e Coronel Ubiratan Guimarães. Muito obrigado a todos. Que Deus nos abençoe. (Palmas.)



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Esta Presidência quer registrar a presença do Tenente-Coronel Luiz Flaviano Furtado, Subchefe da Assessoria da Assembléia Legislativa do Estado.

Ouviremos agora o nosso Coronel PM Celso Camargo, DD. Secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo.



O SR. CELSO CAMARGO - Bom dia a todos. Quero saudar o Presidente da sessão, Coronel Ubiratan Guimarães, pela iniciativa desta homenagem e em seu nome os componentes da Mesa; quero mandar um abraço especial ao Coronel Cangerana, Superintendente da Nossa Caixa Beneficente, que completa 100 anos de existência.

O motivo principal de eu dirigir algumas palavras a todos é que estou na condição de representante do Governador Geraldo Alckmin. O Governador está numa missão e se encontra no Interior do Estado, não sendo possível, portanto, comparecer nesta importante solenidade. Ele tem a Instituição Caixa Beneficente como um dos sustentáculos da Segurança Pública, uma vez que ela tem cumprido a sua missão nesses 100 anos de existência.

Enquanto policiais militares labutam na rua todo dia, toda noite no combate à criminalidade, quando por alguma infelicidade vêm a sofrer algum revés, a Caixa Beneficente, carinhosamente, ampara esse policial, lhe dá o ombro amigo. Qualquer profissional de segurança que não tenha um amparo forte não teria tranqüilidade de desenvolver suas atividades, principalmente no momento em que vivemos, na luta contra a criminalidade. Porém, a organização Polícia Militar tem traduzido a luta através da redução dos índices de criminalidade.

Parabéns a todos os componentes da Polícia Militar pela dedicação com que atuam nas ruas de São Paulo. A Caixa Beneficente, esse sustentáculo, esse amparo do profissional de segurança, merece a nossa homenagem.

Gostaria finalmente de agradecer e cumprimentar a iniciativa do Coronel Ubiratan que, pela primeira vez, traz a esta Casa essa merecida homenagem àqueles funcionários e pessoas que estão sempre apoiando a Polícia Militar.

Peço a Deus que ilumine a todos e que prossiga abençoando esse trabalho maravilhoso que vem sendo desenvolvido pela centenária Caixa Beneficente. Devemos destacar que ela é a pioneira em Previdência no Brasil. Muito obrigado. (Palmas.)



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Tem a palavra o nosso Coronel PM da Reserva Costa Ramos, Juiz do Tribunal de Justiça Militar do Estado.



O SR. COSTA RAMOS - Exmo. Sr. Coronel Ubiratan, nobre Deputado desta Casa; Exmo. Sr. Deputado Luiz Antonio Fleury Filho, meu colega de turma, meu amigo; Coronel Eclair, Comandante dessa milícia maravilhosa, para mim é um privilégio muito grande nesta manhã poder homenagear essa história, esse livro maravilhoso chamado Caixa Beneficente. Eu digo livro porque todos nós estamos nos minutos de vida escrevendo no dia-a-dia a nossa história.

Ouso dizer nesta Casa de Leis, dentro do estado democrático de direito para a nossa reflexão, que nós, da Polícia Militar, vivemos no âmbito constitucional a ditadura do silêncio. Choca dizer isso. Mas digo com a tranqüilidade de um homem subordinado à lei, à hierarquia, à disciplina. Nós não temos direito à greve, à sindicalização ou a se manifestar como a sociedade civil num pleito ou na busca da garantia das nossas conquistas. Mas essa Instituição é formada de homens que adoram o dia-a-dia, forjados que foram para servir à sociedade e manter de pé uma polícia combatente.

No próprio hino da Corporação, nos rastros e raízes, nas glórias de Canudos, na Guerra do Paraguai, nas Arcadas de 1932, escrevemos com suor, sangue e lágrimas a história desse Estado. E dentro desse respeito às autoridades e às leis é que nós trilhamos escrevendo a nossa história. Só que com um detalhe muito importante, cuidando do maior patrimônio que a nossa instituição tem, que é o homem. E esse patrimônio tão bem cuidado, já produziu figuras fantásticas nos três poderes. No Judiciário, expressões maiores como o Desembargador Álvaro Lazzarini. Chegamos ao Posto Maior na figura do nobre Deputado Luiz Antonio Fleury Filho, quando ocupou a chefia do Executivo. E no Legislativo a expressão maior em Brasília, o saudoso Coronel Cantídio Sampaio.

Como os senhores vêem, nós produzimos o que tem de melhor e promovemos o que temos de melhor.

E na Caixa Beneficente não foi diferente. Homens preocupados com o maior patrimônio da instituição, de maneira pioneira criaram a Caixa beneficente. E daí nasceu a excelência da Cruz Azul, e agora a excelência dos colégios da Polícia Militar.

A preocupação sempre é o homem. E na Execução Penal também não é diferente, porque temos consciência de que o nosso maior patrimônio é esse homem do dia-a-dia, anonimamente dá sua vida por lei, em defesa da sociedade, e se não o fizer, a própria sociedade, através de leis, o responsabiliza pela sua covardia ou pela sua ausência. Até nesse campo no judiciário essa instituição chamada Polícia Militar se faz presente no pioneirismo.

Hoje o orgulho na ressocialização do homem, o presídio militar Romão Gomes, é o único presídio do mundo que tem ISO num sistema de execução penal tão deficiente, que não volta a sua atenção exclusivamente para o homem.

Trouxe essas informações para os senhores verificarem a grandeza da instituição, que sempre quer mais, que sempre busca mais e tem muito a perseguir, porque esse contracheque que as senhoras viúvas, filhos e filhas recebem é um contracheque da alegria, mas também o contracheque da dor, porque nele sempre está presente a imagem saudosa de quem deixou esse legado. E queremos mais.

Hoje temos que buscar dentro desse pioneirismo, dessa vocação da Polícia Militar, um sistema de saúde mais adequado à nossa realidade, porque estamos nos 640 municípios desse Estado. Na longínqua Rosana, Teodoro Sampaio, o policial adoece e muitas vezes ele teme com o próprio bolso socorrer através do APAS a sua família e o seu trabalho. Hoje é um motivo de alegria, muita alegria, porque estamos folheando um livro maravilhoso chamado Caixa Beneficente. E essa história vai ter novos desdobramentos, porque a competência dos homens que militam nesta caixa beneficente trará novas esperanças, ovas conquistas e novas realidades.

Se tivesse que começar tudo de novo, na força pública, na Polícia Militar, com muito orgulho e com muito amor eu recomeçaria. Mas agora não é possível isso. Então temos que nos doar. Parabenizo o Coronel Ubiratan Guimarães, que na conquista agora do seu mandato, traduz essa força, essa energia e essa inovação do homem policial militar. Parabenizo V. Exa. mais uma vez por tudo que tem feito por nós na defesa dos nossos direitos, terminando com o silêncio dessa ditadura constitucional.

V. Exa. aqui em São Paulo e o Dr. Fleury em Brasília são a voz que fala por nós. Parabéns em particular e em especial às nossas pensionistas pelo trabalho, pela luta, e pela compreensão com os nossos dirigentes e pela mobilização. Sejam felizes e continuem conosco que teremos forças suficiente para atingir esse ideal de previdência.

Parabéns meu Coronel Tomás Alves Cangerana por este momento histórico, cem anos de história. E parabéns em particular aos heróis que alimentam no dia-a-dia todo esse trabalho e todo esse amor que nos une nesta instituição chamada Polícia Militar. Muito obrigado.



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Como disse o nobre Coronel Costa Ramos, temos sempre que nos lembrar daqueles que nos deixaram, daqueles que morreram cumprindo com o seu dever, daqueles que deram sua vida pela sociedade. Infelizmente quero aqui pedir que façamos um minuto de silêncio, em homenagem a esses que morreram, e ao mais recente herói da polícia militar, 3º sargento Gerson Pierre Lemos, falecido ontem no cumprimento de serviço, o comandante dele está aqui, o Roco. Foi mais um homem nosso que tombou. Tombou porque acreditava no seu ideal. Solicito a todos que de pé, façamos um minuto de silêncio.



* * *



- É feito um minuto de silêncio.



* * *



O SR. PRESIDENTE - UBIRATAN GUIMARÃES - PTB - Depois deste momento lembrando os nossos mortos e o nosso sargento falecido ontem, mais uma vez reconhecemos o trabalho que realiza a nossa instituição Caixa Beneficente, da nossa gloriosa Polícia Militar.

São 100 anos! Para que haja sobrevivência, para que possa continuar o seu trabalho, tem que ser uma instituição muito séria, uma Instituição que de fato trabalhe. A cada homem que passou pela Caixa Beneficente, que deu conforto às viúvas e aos órfãos, o nosso pleito de gratidão. Para mim é um orgulho enorme poder hoje fazer esta Sessão Solene em homenagem à nossa Caixa Beneficente. Sabemos nós, que trabalhamos na rua a vida toda, e lembramos quantos e quantos policiais nós carregamos nos caixões, e dávamos o apoio para as viúvas, levando-as para a Caixa Beneficente e lá chegando eram atendidas como sempre foram da melhor maneira.

Não se tem a perfeição. Isto é fato, mas luta-se para chegarmos a isso. Cumprimento hoje Tomas Alves Cangerana, que está à frente dessa Instituição, o ex-Superintendente Júlio Gomez da Luz, Coronel Aguiar, homens que deram de fato o seu suor, o seu trabalho para aprimorar, para melhorar a nossa Instituição.

É um orgulho, como disse, ter nesta Casa a presença das senhoras e dos senhores. Quero também nesta data, cumprimentando a Caixa Beneficente, cumprimentar as nossas associações que lutam para que a família policial militar possa ter maior conforto, possa ter um maior apoio.

Vejo aqui a dona Hortênsia, essa senhora lutadora, sempre cuidando das nossas viúvas, das nossas pensionistas. Está aqui o cabo Wilson, um exemplo, sempre à testa da Associação dos Cabos e Soldados, representantes da Associação dos Oficiais e Oficiais da Reserva. Esta é verdadeiramente a nossa família policial militar, aqueles homens que estão na rua, no combate, exercendo a sua profissão, a sua função, que é difícil, árdua estar ali defendendo a sociedade, e por isso o meu orgulho maior de pertencer à nossa Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Cumprimento aqui o nosso Comandante, Coronel Éclair, pelo trabalho que tem feito à testa, no comando dessa Instituição. Senhores, nós todos estamos de parabéns. Um abraço a cada um. Obrigado pela presença!

Ouviremos agora a Canção da nossa Polícia Militar, pela Camerata do corpo musical.



Com o CORONEL MENDES vamos nos locomover para o centro da cidade. Almoço com os oficiais do MMDS. Uma novidade me é transmitida: o irmão do FÁBIO foi vítima de um acidente de trânsito. Ele foi parar no hospital, foi medicado e liberado. Mas um colega seu veio a falecer nesse acidente. AMÉRICO vai me acompanhar até a agência do BANESPA, nos bombeiros, e depois na Sociedade Veteranos de 32-MMDC. O CORONEL MENDES foi almoçar com o CORONEL PM Res LEÃO NAZARÉ AVELINO, que hoje se torna nosso associado. Ainda permanecemos no MMDC até às 16 horas. Encerramos então essa trabalhosa semana.



Por ter levantado muito cedo, o retorno para GUARULHOS é sonolento e passo do ponto que deveria ter descido. O pior é que está chovendo e tenho de fazer o trajeto até o lar embaixo de chuva.

O presidente GINO STRUFFALDI manda-me um e mail:

“Cel. Ventura – o evento na praça HERÓIS DA FEB foi muito bom. Hasteei a Bandeira Nacional junto com o Major SAMUEL (febiano) que foi meu sargento. O JB, o Delegado DESGUALDO, o Presidente da OAB, FLÁVIO D´URSO, falaram muito bem. Depois fomos para o CPOR, inaugurar um conjunto. Foi passado um filme todo sobre a revolução de 32 e o MMDC. A senhora CÁRBIA BOURROUL, muito interessada, bateu um papão comigo. Disse que faz questão de cooperar com a Sociedade. Depois fomos juntos pedir ao CORONEL CARDOSO uma cópia do tal filme e o CAPITÃO CHIARELLI prometeu entregar a ela uma cópia do filme, a partir de amanhã de segunda-feira à tarde. Ao término da cerimônia, a Senhora CÁRBIA me ofereceu carona e, num carrão com motorista particular, levou-me até minha casa. Ela queria saber quem tinha proposto a mudança do nome do túnel 9 de julho, para que apertássemos esse cidadão. Depois de obter informação do Cel MENDES, telefonei a ela dizendo-lhe que tinha sido idéia da própria prefeita em agradecimento pelos serviços médicos prestados a ela por um filho do Dr CUTAIT. Por hoje está feito o relatório. Um abraço. GINO



A cidade parou para ver o bem vencer o mal em “AMÉRICA”. A novela de GLÓRIA PEREZ chegou ao último capítulo dando média de 66 pontos. “SENHORA DO DESTINO”, a novela anterior da GLOBO, acabou com 60% de audiência.

Numa das primeiras cenas, a malvada MAY (CAMILA MORGADO) foi flagrada por ED (CACO CIOCLER) enquanto ainda festejava a prisão da “ilegal” SOL (DEBORAH SECCO). Outro americano, o vilão ALEX (THIAGO LACERDA) foi preso. O mal do preconceito também ruiu, com DONA NEUTA (ELIANE GIARDINI) admitindo que forçou a mão ao tentar fazer do filho JÚNIOR (BRUNO GAGLIASSO) que ele não era. E dá-lhe beijos – de NEUTA em DINHO (MURILO ROSA), CARREIRINHA (MATHEUS NASCHTERGAELE) em CONCHITA (FRANCIELLY FREDUZESKI).... Já o mais esperado entre JÚNIOR e ZECA (EROM CORDEIRO), não veio. Rolou só um olho no olho, deixando-se o resto por conta da imaginação da platéia. Quanto a FEITOSA (AILTON GRAÇA) ele se esbaldou no casamento com ISLENE (PAULA BURLAMAQUI). Claro que não podia faltar o final feliz dos protagonistas SOL, livre, voltou para o BRASIL, acompanhada de ED e do filho. Depois foi a vez de TIÃO. Não bastasse o amor de SIMONE (GABRIELA DUARTE), ele descobriu uma fortuna em diamantes dentro de uma imagem da VIRGEM DA GUADALUPE herdada do pai e foi até campeão de rodeio. E quanto ao boi BANDIDO, que o derrubou? Sumiu no ar, como se nunca tivesse existido.  



Baleado no peito, FRANCISCO DAS CHAGAS FERREIRA DA SILVA, de 37 anos, morreu a caminho do hospital, hoje de madrugada, em SÃO VICENTE, litoral sul de SÃO PAULO. Ele era gerente da Cachaçaria ÁGUA DOCE, na avenida PRESIDENTE WILSON, na região central de SÃO VICENTE. Ele estava trabalhando quando quatro jovens entraram e anunciaram o assalto. Pretendiam roubar todo o dinheiro da féria e dos clientes da cachaçaria. Mataram SILVA porque ele teria feito um gesto brusco. O local estava cheio. Além de SILVA, os bandidos feriram um cliente. Os assaltantes mandaram os funcionários esvaziar o caixa e obrigaram os clientes a colocar em cima das mesas tudo o que havia nas carteiras deles. Também exigiram que entregassem jóias, relógios e celulares. Teria sido nesse momento que SILVA foi baleado.



Dois dos cinco PMs denunciados pelo Ministério Público por suposto envolvimento no massacre de mendigos, no ano passado, no Centro da Capital, se apresentaram hoje à Corregedoria da Polícia Militar. Os soldados JAYNER AURÉLIO PORFÍRIO, 37 anos, e PAULO CRUZ RAMOS, 31 anos, negaram envolvimento nos crimes, mas ficaram recolhidos administrativamente. O soldado CLÉBER BASTOS RIBEIRO, 29 anos, não compareceu à Corregedoria para prestar depoimento e é considerado “ausente ilegal”. O CABO RENATO ALVS ARTILHEIRO, 39 anos, está preso no Presídio Militar ROMÃO GOMES. Já o ex-soldado MARCOS MARTINS GARCIA, 31 anos, foi expulso da corporação no fim de 2004. Além deles, também foi denunciado o segurança FRANCISCO LUIZ DOS SANTOS, o CHICÃO. Segundo o MAJOR MAURO JOSÉ FERNANDES TAVARES, porta-voz da Corregedoria da PM, os soldados JAYNER e PAULO negaram participação nos crimes, mas admitiram conhecer os demais denunciados. O major disse também que a novidade foi a denúncia contra o soldado PAULO. “O nome dele não havia sido mencionado nas denúncias anteriores”, explicou o oficial.



A presidente do Instituto AYRTON SENNA, VIVIANE SENNA, foi vítima de uma série de furtos continuados dentro de sua casa, em SÃO PAULO. O acusado dos crimes é o seu “personal trainer”, FLÁVIO EDUARDO HOLCK INTROINI, de 40 anos, que prestava serviços à família havia oito anos e tinha livre acesso à casa. Ele é muito conhecido entre as socialites paulistanas. O acusado confessou o crime. 



Mais um foco de febre aftosa, o 22 º , foi confirmado no MATO GROSSO DO SUL, em JAPORÃ, que fica na zona interditada desde o início da crise. Desta vez, a doença atingiu uma fazenda com grande rebanho, estimado em 5.500 cabeças. Pelo menos 54 animais manifestaram sintomas da aftosa, mas o abate não começou ainda. O governo estuda alternativas para conter a doença e garantir renda aos produtores locais. Já foram liberados 33 milhões de reais para a região. 



Sem qualquer alteração no resultado da votação anterior, realizada dia 27 de outubro, o Conselho de Ética da Câmara confirmou hoje a aprovação do parecer pedindo a cassação do deputado JOSÉ DIRCEU. Com os mesmos 13 votos da primeira vez, contra o único a favor, da deputada ÂNGELA GUADAGNIN, foi aprovado o parecer do deputado JÚLIO DELGADO, que será votado em plenário no próximo dia 23. A revelação feita ontem de que o BANCO DO BRASIL teria ajudado a abastecer os cofres do valerioduto agravou ainda mais a situação de DIRCEU. 



DEIXOU o posto de embaixador dos EUA junto ao BRASIL o diplomata JOHN DANILOVICH, que retorna a WASHINGTON para integrar a agência governamental Corporação Desafios do Milênio. DANILOVICH foi empossado embaixador no BRASIL em 2 de junho de 2004, depois de ocupar cargo diplomático na COSTA RICA. Antes dessas nomeações, era empresário e investidor privado, com ampla experiência em relações exteriores. Em BRASÍLIA.



A discussão sobre a criação da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) dominou a abertura da 4 ª CÚPULA DAS AMÉRICAS, em MAR DEL PLATA, ARGENTINA, hoje. O presidente mexicano, VICENTE FOX, esquentou o debate com uma provocação: ele disse que a ALCA pode muito bem ser criada, já que estão de acordo sobre ela 29 dos 34 países representados no encontro – os que discordam são VENEZUELA e os quatro integrantes do MERCOSUL. A alternativa foi desdenhada pelo ministro brasileiro das Relações Exteriores, CELSO AMORIM. Se não houver acordo, amanhã, entre os 34 presidentes reunidos, o encontro poderá terminar sem declaração final. Outro conflito foi protagonizado pelo presidente venezuelano, HUGO CHÁVEZ, que fez longo discurso contra o presidente americano no encontro chamado de anticúpula, onde recebeu apoio do ex-jogador DIEGO MARADONA. MAR DEL PLATA virou uma praça de guerra, com manifestantes contrários à presença do presidente dos EUA, GEORGE W. BUSH, atirando pedras em policiais, atacando lojas e incendiando um banco. Também em BUENOS AIRES houve quebra-quebra, assim como em BRASÍLIA e RIO. O presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA volta ao BRASIL amanhã à tarde, antes do término da reunião, a tempo de receber a visita de BUSH.



Apesar da força policial deslocada para as cidades próximas a PARIS, mas de 600 veículos foram destruídos hoje de madrugada, nos protestos de jovens imigrantes ou filhos de imigrantes. A crise se espalha para outras regiões, onde também houve manifestações. Teme-se que nos próximos dias cidades-dormitórios nos arredores de LYON, MARSELHA, BORDEAUX  e LILLE passem a ter destruição e conflitos. Analistas têm atribuído a crise à falência das políticas de imigração dos últimos 30 anos, tanto de governos de esquerda como de direita. Hoje, pela primeira vez, foi sugerida pela oposição comunista a demissão do ministro do Interior, NICOLAS SARKOZY, que chamou os jovens de “gentalha”. 



2 006     :     -       SÁBADO

Desde cedo leio os jornais que recebo diariamente. Depois, passo a pesquisar os anos de 2003 e 2004 para continuar a elaborar os relatórios relativos aos mesmos, com vistas à Sociedade Veteranos de 32-MMDC, que deverá fornecê-los à Prefeitura.

Além disso, tenho de continuar digitando no computador a feitura desses relatórios, que vão ocupar um espaço relativo.

Mais tarde, recebemos a visita do PAULO ISHIKAWA e MARGARIDA. Na tarde, durante algumas horas, conversamos com os parentes da LUCINDA. A MARLENE também faz parte da conversa, principalmente naquilo que ela sofre, a diabetes. O PAULO faz, há anos, rigoroso tratamento dessa doença. MARLENE, por sua vez, não sabe controlar a diabetes, não fazendo dieta alguma. MARGARIDA pediu, na semana passada, que eu consultasse minhas memórias, principalmente em 1973, quando ela trabalhou no CONSÓRCIO ALMEIDA PRADO. Ninguém sabe lhe dizer como terminou esse consórcio e ela precisa de dados por causa de sua aposentadoria pelo INSS. Não encontrei nada a respeito. Apenas que o Consórcio existiu, pois eu adquiri uma das cotas do mesmo. Depois da partida do PAULO e MARGARIDA, volto a trabalhar no computador. Isso vai até altas horas da noite. 



Sete palestinos, entre eles uma adolescente de 12 anos, morreram hoje na FAIXA DE GAZA, no quarto dia da mais ampla ofensiva militar israelense na região desde que grupos extremistas palestinos seqüestraram o soldado GUILAD SHALIT, em 25 de junho. As mortes ocorreram um dia depois do cerco à mesquita de BEIT HANUN, quando tropas de ISRAEL abriram fogo contra um grupo de palestinas, matando duas e ferindo dez. As mulheres estariam servindo de escudos humanos para proteger militantes palestinos refugiados na mesquita.

No total, 42 palestinos morreram e mais de 200 feridos desde quarta-feira em GAZA, quando começou a operação “NUVENS DE OUTONO”, que os militares alegam ter como objetivo conter o lançamento de foguetes caseiros do tipo QASSAM contra cidades do sul de ISRAEL. Um soldado israelense também morreu na ofensiva e o Exército de ISRAEL pediu desculpas pela morte – por engano – da garota palestina.



2 007      :      -      DOMINGO         103/2132  151    1618131

O ESTADO DE SÃO PAULO – PÁGINA A12 – NACIONAL

ANOS DE CHUMBO

LAMARCA É CRIMINOSO, DIZ AÇÃO

Militares recorrem contra promoção e anexam documentos que acusam ex-oficial de desertar, roubar e matar.

O Clube Militar, o Clube Naval e o Clube da Aeronáutica conseguiram continuar como co-autores da ação que pede a anulação da promoção post-mortem do capitão Carlos Lamarca a coronel, com proventos de general-de-brigada. O desembargador LUIZ PAULO DA SILVA ARAÚJO FILHO, da 7ª Turma Especializada, do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro, aceitou agravo de instrumento interposto pelo advogado EMÍLIO NINA RIBEIRO contra decisão da juíza CLÁUDIA MARIA PEREIRA BASTOS NEIVA, da 14ª Vara Federal, que excluía o Clube Naval e o Clube da Aeronáutica da ação. Com a promoção, a família de Lamarca receberia reparação econômica de R$902.715,97 e pensão mensal de R$12 mil, além de duas indenizações no valor total de R$200 mil.

O mesmo desembargador negou recurso do advogado LUIZ EDUARDO GREENHALGH contra uma liminar que suspendeu os efeitos da Portaria 1.267, assinada pelo ministro da Justiça, TARSO GENRO, que promoveu Lamarca a coronel, com proventos de general.. Em nome da viúva, Maria Pavan Lamarca, o advogado pretendia que os pagamentos – que, com os atrasados, somam cerca de R$ 1 milhão – continuassem sendo feitos até o julgamento final da ação.

PROCESSOS

Anexos à ação, os militares apresentam a íntegra de dois processos movidos contra o capitão Lamarca e seus companheiros – o primeiro de 1969, referente à subtração de armas de um quartel de QUITAÚNA, em OSASCO, e o segundo de 1970, referente à “execução” do TENENTE ALBERTO MENDES JÚNIOR, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, assassinado a coronhadas nas matas do Vale do Ribeira. Os documentos, guardados nos arquivos do Superior Tribunal Militar (STM), têm revelações inéditas, como a transcrição de diálogos atribuídos a Lamarca e do laudo cadavérico do tenente.

O objetivo dos militares, ao selecionar os dois processos, entre outras denúncias apresentadas contra Lamarca, é provar que o oficial desertou voluntariamente do Exército, roubou armas da unidade em que servia e “assassinou, com requintes de tortura e perversidade, o TENENTE ALBERTO MENDES JÚNIOR, que teve o crânio esfacelado a coronhadas”.

No primeiro caso – deserção, roubo de armas e aliciamento de subordinados para a luta armada – Lamarca foi condenado, à revelia, a 24 anos de prisão, em 3 de junho de 1970. No segundo caso – seqüestro e assassinato de MENDES JÚNIOR – ele não chegou a ser condenado porque já havia morrido, dois meses antes, quando saiu a sentença, em 29 de novembro de 1971. Dois de seus companheiros foram condenados à morte pelo Conselho Especial de Justiça da 2ª Auditoria, pena transformada em prisão perpétua por acórdão do STM. Prevista pela legislação da época para a punição de terroristas, a pena de morte nunca foi aplicada.

VALE DO RIBEIRA

MENDES JÚNIOR comandava uma pequena tropa quando foi atacado e feito prisioneiro pelo grupo de Lamarca, do qual faziam parte DIÓGENES SOBROSA DE SOUZA, ARISTON DE OLIVEIRA LUCENA, YOSHUTANE FUGIMORI, GILBERTO FARIA LIMA, EDMAURO GOPFERT e JOSÉ ARAÚJO DA NÓBREGA. Esse grupo, conforme consta dos autos do inquérito feito pela Polícia Militar que serviu de base à denúncia na 2ª Auditoria do Exército, “havia se instalado na região do Vale do Ribeira para treinamento de guerrilha, com a finalidade de promover a luta armada, para a derrubada das instituições sociopolíticas vigentes e instalação de um regime marxista-leninista no BRASIL”.

Lamarca permitiu que o tenente transportasse os feridos para serem socorridos, mas conservou em seu poder, como reféns, os soldados não atingidos pelo tiroteio. MENDES JÚNIOR entregou os feridos a uma patrulha da PM e voltou sozinho e desarmado para garantir a libertação dos reféns. Ao tomar conhecimento de que seus soldados haviam sido abandonados no mato, MENDES JÚNIOR interpelou os guerrilheiros. Lamarca respondeu que os soldados estavam bem e, tendo o TENENTE MENDES dito que havia cumprido a promessa de não denunciá-lo, advertiu: “Você vai conosco; se não houver tropas pela frente, você poderá seguir tranqüilo”.

Como apareceu outra patrulha e dois guerrilheiros se perderam do grupo, Lamarca suspeitou de que MENDES JÚNIOR os havia denunciado. Ao depor em juízo, ARISTON LUCENA relatou, segundo o processo, como o oficial foi julgado e morto: “Lamarca colocou para nós que o TENENTE MENDES era responsável pela queda de dois companheiros, mas o tenente negou tal acusação, dizendo que provavelmente aquela emboscada seria obra de soldados dele; que responderam ao tenente que os soldados da ditadura não têm iniciativa própria, que o TENENTE MENDES é o responsável, tinha traído o compromisso, ocasião em que o tenente se calou, aduzindo o interrogando (ARISTON LUCENA) que quem cala consente...”

ARISTOIN assim descreveu a morte do tenente: “Lamarca chamou FUGIMORE (sic) de lado, mandando que este executasse o tenente; que todos nós silenciamos, porque estávamos em pleno acordo e irritados com o tenente, que havia traído a nossa confiança; que então FUGIMORE se aproximou do TENENTE MENDES, pelas costas, de surpresa, deu-lhe uma coronhada, e depois outra, provavelmente umas quatro, até que o tenente morreu...”

HERÓI E SANTO

O laudo de exame de corpo de delito do Instituto Médico Legal, assinado pelos médicos legistas ARMANDO CANGER RODRIGUES e ORLANDO JOSÉ BASTOS BRANDÃO em 25 de setembro de 1970 – mais de quatro meses após a execução do TENENTE MENDES JÚNIOR, em 10 de maio – levou à conclusão de que a morte do oficial “deve ter ocorrido em conseqüência de choque traumático, devido a contusão cranioencefálica”.

De acordo com o documento, que foi anexado aos autos da denúncia contra Lamarca, “o exame das radiografias dos segmentos cefálico, torácico, abdominal e pélvico mostraram ausência de fraturas, exceto no crânio, e ausência de projéteis de armas de fogo, ou outro de material radiopaco”.

Em sua sentença, o Conselho Especial de Justiça da 2ª Auditoria Militar traça assim o perfil do oficial assassinado: “Tudo isso permite e obriga uma conclusão: a de que o TENENTE PM ALBERTO MENDES JÚNIOR, na sua curta existência de 20 anos (ele morreu com 23 anos, segundo o laudo do IML), realizou o ideal de herói e de santo.Quando chegou a sua vez e a sua hora, ele as aceitou e as dominou, renunciando à oportunidade de fuga do dever, que, como uma espécie de última prova, lhe foi concretamente apresentada. Ele se tornou aquele “furacão dócil” de que fala JU. MARITAIN para definir o santo. E, na solidão de seus últimos momentos, ele soube, em tempos de hedonismo crescente e loucura revolucionária, realizar o milagre evangélico de dar sua vida pelas suas ovelhas – os seus soldados”.

Lamarca já havia passado pelo Vale do Ribeira e lutava na clandestinidade, quando foi condenado pela Justiça Militar a 24 anos de reclusão, em 3 de junho de 1970, por deserção, incitamento de subordinados ao crime e subversão da ordem. Foi considerado desertor e expulso do Exército, em 13 de fevereiro de 1969, após ter desaparecido do quartel do 4º Regimento de Infantaria de QUITAÚNA, com 63 fuzis FAL, 1 metralhadora INA e 1 pistola calibre 45”.

EX-SECRETÁRIO AFIRMA QUE PROCESSO FOI LEGAL

“Não foram julgados os feitos de Lamarca, mas a responsabilidade do Estado”, alega NILMÁRIO

O ex-deputado NILMÁRIO MIRANDA, que participou da Comissão Especial sobre os Mortos e Desaparecidos Políticos, do Ministério da Justiça, disse que nada foi feito ao arrepio da lei no processo que promoveu o capitão Carlos Lamarca ao posto de coronel, com pagamento à sua família de provento de general-de-brigada e reparação econômica a título de indenização.



O jornal DIÁRIO DE SÃO PAULO publica neste domingo o capítulo 8 da série “LICENÇA PARA MATAR”. Para HÉLIO BICUDO, população absolve policiais porque acredita que “lugar de bandido é no caixão ou na prisão”, “o povo quer o criminoso morto”. A Lei 9299/96 transferiu da Justiça Militar para a Justiça Comum a competência para julgar crimes dolosos contra a vida, cometidos por policiais militares. HÉLIO BICUDO foi o autor dessa lei.

O ex-procurador de Justiça do Estado de São Paulo e presidente do Centro SANTO DIAS de Direitos Humanos, HÉLIO BICUDO investigou o ESQUADRÃO DA MORTE, grupo formado na década de 1970, por policiais comandados por um delegado, em pleno regime militar. Ele também preside a Fundação Interamericana de Defesa de Direitos Humanos, órgão que apresenta denúncias de violações de direitos humanos a órgãos internacionais que zelam pela causa.



Cai muita água neste domingo. Chove o dia todo. Aproveito essa situação para colocar no computador muitos dados que ilustram minhas memórias. Também acerto documentos pendentes na Sociedade Veteranos de 32-MMDC como é o caso da Ata da Reunião de 23 de outubro e o ofício que deveremos encaminhar ao Comandante Geral, em audiência que ainda não foi marcada.  



Pelo correio eletrônico o CORONEL PM Ref ANTÔNIO VALDIR GONÇALVES transmite a notícia do falecimento, em SANTOS, do CORONEL PM Ref BONIFÁCIO GONÇALVES. Ele nasceu em 6 de agosto de 1929. Entrou para a FORÇA PÚBLICA em 13 de fevereiro de 1950. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1953. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 14 de dezembro de 1954; 1º TENENTE – 14 de dezembro de 1960; CAPITÃO – 24 de maio de 1964; MAJOR – 23 de março de 1970; TENENTE-CORONEL – 25 de agosto de 1976; CORONEL – 14 de maio de 1982. Foi transferido para a reserva em março de 1986. Foi enterrado neste domingo no MEMORIAL NECRÓPOLE ECUMÊNICO da cidade de SANTOS.



O ADALVO me manda várias fotografias do aniversário do FELIPE, em 20 de outubro, bem como a relação dos convidados. Coloco as imagens, bem como a lista dos presentes na festa em minhas memórias.



Sofrido, dramático, desesperador. Mas, finalmente, adeus zona de rebaixamento. Depois de 43 dias de angústia e oito rodadas figurando entre os piores colocados do CAMPEONATO BRASILEIRO, o CORINTHIANS, enfim, teve um bom motivo para comemorar. Com um gol de FINAZZI aos 47 minutos do segundo tempo, buscou a igualdade por 2 a 2 diante do ATLÉTICO PARANAENSE, no PACAEMBU, e, beneficiado pela derrota do GOIÁS no sábado, passará a semana entre as equipes que hoje ficariam na elite. O resultado, festejado como conquista de campeonato pelas circunstâncias do jogo, porém, não pode se transformar em euforia. A próxima rodada da competição é complicada e de vital importância na árdua caminhada para evitar o maior vexame dos seus 97 anos de história. O CORINTHIANS visita o GOIÁS, um de seus principais adversários na parte debaixo da tabela, e hoje o primeiro da zona da degola, com um ponto a menos (41, como o PARANÁ, diante de 42 dos corintianos). Ganhar, significa ter condições de, dia 25, contra o VASCO, poder escapar da Série B. Um empate não será de todo ruim, desde que o PARANÁ não vença o BOTAFOGO, no RIO.



Quem esperava na VILA BELMIRO um ATLÉTICO MINEIRO acuado, desesperado, em busca de um pontinho para tentar escapar do rebaixamento, acabou se surpreendendo. O visitante mostrou atitude, pelo menos no primeiro tempo. No final, um empate de 2 a 2 com o SANTOS. OUTROS RESULTADOS: CRUZEIRO 3 x FLAMENGO 1; SPORT 2 x PALMEIRAS 1; VASCO 1 x INTERNACIONAL 2; AMÉRICA – RN 1 x BOTAFOGO 1.



Com uma atuação arrasadora, o argentino DAVID NALBANDIAN derrotou o espanhol RAFAEL NADAL, para conquistar o título do MASTERS SERIES DE PARIS. É o segundo MASTERS que o tenista conquista – venceu também MADRI na semana passada. Os bons resultados neste final de temporada colocarão o argentino de volta ao grupo dos dez primeiros do ranking.



O brasileiro MARÍLSON DOS SANTOS não teve um resultado ruim hoje, na MARATONA DE NOVA YORK – ficou em oitavo lugar – mas ficou longe do bicampeonato na prova de maior prestígio da distância. O vencedor foi o queniano MARTIN LEI, seguido de outros dois africanos, o marroquino SBDERRAHIM GOUMRI e o sul-africano HENDRICK RAMAALA. Outro destaque da corrida foi a inglesa PAULA RADCLIFFE, recordista mundial feminina. A maratonista fez um retorno glorioso ao atletismo após dois anos de ausência – motivada por contusão e pela gravidez da filha ISLA, hoje com dez meses.



Em menos de três meses, os dois aeroportos de SÃO PAULO tiveram os piores acidentes de sua história. Hoje foi a vez do CAMPO DE MARTE. Às 14:05 horas, um avião executivo LEARJET 35 caiu sobre uma casa na Rua BERNARDINO DE SENA, na CASA VERDE, zona norte, deixando 8 mortos – incluindo os dois tripulantes – e dois feridos. Três casas foram interditadas e moradores da região viveram momentos de pânico em meio a fogo e fumaça, que lembraram o 17 de julho, em CONGONHAS, na zona sul, quando a queda de um AIRBUS A320 da TAM matou 199 pessoas.

A aeronave prefixo PT-OVC, da empresa REALI TAXI AÉREO, caiu segundos após ter decolado de CAMPO DE MARTE com destino ao RIO, a cerca de 2 mil metros da cabeceira da pista. O piloto PAULO ROBERTO MONTEZUMA FIRMINO, de 39 anos, e o co-piloto ALBERTO SOARES JÚNIOR, de 24 anos, morreram na queda.

O médico EDIMILSON MARIANO de 35 anos que estava na sacada de seu apartamento viu toda a cena e relata que o procedimento de decolagem não foi o usual. “Normalmente, os aviões viram para a esquerda no sentido Marginal do TIETÊ, mas esse foi para a direita, embicou e de repente começou a cair”. O médico saiu correndo para ajudar as vítimas e foi um dos primeiros a chegar ao local – onde encontrou o caos.

LÚCIA HELENA ROSSETTI, de 36 anos, uma assistente social que andava pela rua no momento da queda, também estranhou o comportamento do jato. “Ele veio balançando. Parecia que o piloto queria equilibrá-lo, mas, de repente, caiu com o bico para baixo em cima da casa.” Na casa atingida em cheio pelo LEARJET, estavam sete integrantes da mesma família. O lugar, totalmente destruído, pertencia a LINA OLIVEIRA FERNANDES, de 75 anos, que abrigava os filhos JOÃO FERNANDES (que não estava na hora da tragédia) e ROSA LIMA, de 54 – que residia ao lado da filha, ANA MARIA, de 21, do genro LUCAS e do neto LUAN VITOR DE LIMA, de apenas 10 meses. O marido de ROSA, AIRES FERNANDES, de 54 anos, também morreu.

Só escaparam com vida da casa da frente CLÁUDIA LIMA, de 16 anos, filha de ROSA, e sua amiga LAÍS GONÇALVES COUTINHO MELO, de 11. Os doze desabrigados pela tragédia foram levados para o HOTEL ÍBIS, próximo da Ponte da CASA VERDE. O avô de LAÍS, NELSON GONÇALVES DA SILVA, de 61 anos, criticou o atendimento no Hospital do MANDAQUI. “Ela gritava de dor e mesmo assim a deixaram na prancha, amarrada, com o colete cervical. Fui reclamar e disseram que o médico estava em operação. Mas como podem deixar no corredor uma criança vítima de uma tragédia dessas? Não têm outros médicos, enfermeiros?”, reclamou SILVA.

Sessenta bombeiros participaram da operação de resgate. Entre eles estava o SARGENTO DIAS, do 1º Grupamento de Bombeiros do IPIRANGA. Com 34 anos – 14 deles na corporação – ele trabalhou em três acidentes aéreos: o da TAM, no JABAQUARA, em 1996, que deixou 99 mortos; o do dia 17 de julho com o A320 (199 mortos); e na queda do LEARJET. “Este acidente foi o que mais me emocionou. Consegui salvar uma menina de uns 10 anos”, disse. Ele também se comoveu ao ver um bebê ser resgatado com vida – mas lamentou que ele tenha morrido em seguida.

O Vice-governador de SÃO PAULO, ALBERTO GOLDMAN, esteve no local do acidente no fim da tarde, acompanhado do secretário de Segurança Pública, RONALDO MARZAGÃO, e do secretário de Justiça, LUIZ ANTÔNIO MARREY. GOLDMAN destacou que o momento era para prestar solidariedade e cuidar dos feridos, antes de se pensar em procurar culpados. GOLDMAN ressaltou que, assim que fossem concluídos os trabalhos de remoção dos escombros, a Polícia Civil iniciaria uma investigação paralela. O vice-governador – que substitui o governador JOSÉ SERRA, que se encontra em viagem oficial, disse ainda que vai sentar com representantes do governo federal para discutir os problemas advindos de um aeroporto em uma grande região urbana – para que sejam tomadas precauções para evitar uma nova tragédia. “O problema não foi do aeroporto em si, mas da localização”, declarou GOLDMAN.



Após 25 dias afastado da Casa, o senador RENAN CALHEIROS avisou aos aliados que pretende retornar na semana que se inicia amanhã suas atividades com o objetivo de se defender melhor nos três processos que enfrenta no Conselho de Ética.



A saúde do cantor JAMELÃO, de 94 anos, deu sinais de melhora hoje. Ele saiu, às 12 horas, do Centro de Tratamento Intensivo da Casa de Saúde PINHEIRO MACHADO, em LARANJEIRAS, para onde foi transferido no último dia 2. O baluarte da MANGUEIRA está, agora, recuperando-se num quarto particular da clínica, onde se trata de anemia profunda e problemas de pressão arterial.



Um ônibus com músicos, bailarinos e técnicos da dupla sertaneja ZEZÉ DI CAMARGO e LUCIANO sofreu um acidente, hoje pela madrugada, em UBERLÂNDIA, MINAS GERAIS, depois de um show realizado na cidade de CALDAS NOVAS. O acidente ocorreu por volta das 5:30horas no km 70 da BR-50, no trecho que passa pelo perímetro urbano do município. O ônibus saiu da pista e caiu em uma ribanceira de cerca de três metros de altura. Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente. De acordo com a assessoria de imprensa da dupla, o ônibus transportava 27 pessoas, que iam para SÃO PAULO. Entre os feridos, cinco continuam em observação, mas ninguém corre risco de vida. Um dos casos mais graves foi o do músico ELIAS, sanfoneiro da banda, que fraturou o crânio. O motorista do ônibus da empresa CAPRIMAR, teve fratura exposta no fêmur. VALDIR, um dos bailarinos, também quebrou o fêmur. Eles já passaram por cirurgia e passam bem.



Morreu MAURO JOSÉ MASCARENHAS PIMENTEL DOS SANTOS, irmão do humorista CLÁUDIO MANOEL, do programa CASSETA E PLANETA. Foi assassinado em seu apartamento, em SALVADOR, neste domingo.



A múmia do faraó TUTANCÂMON foi tirada hoje no 85º aniversário de sua descoberta, do seu sarcófago e revelada ao público pela primeira vez na história. Ela ficará exposta, a partir de amanhã, em LUXOR (EGITO), numa urna transparente com controle de temperatura, protegida da poeira e da umidade. O rosto da múmia do “faraó-menino”, de mais de 3 mil anos, tem o nariz chato, os dentes pronunciados e a cabeça redonda. TUTANCÂMON morreu no final da adolescência e governou o EGITO entre 1361 e 1352, a. C. O seu sarcófago foi encontrado em 1922 pelo inglês HOWARD CARTER.       

                                                                                                                      

2 008      :     -     TERÇA-FEIRA

Ainda estou trabalhando no prefácio do livro idealizado por ANDRÉ ALVIM FARIA DA SILVA: 21 anos (06/06/1987); ARTHUR FELIPE BODSTEIN, 23 anos (29/10/1985) e LEONARDO LELIS DE ALMEIDA (13/02/1987). Trata-se de um livro-reportagem, onde tomaram depoimentos de veteranos de 1932 lúcidos, no intuito de esclarecer melhor a Revolução Constitucionalista, trazendo o assunto mais perto da realidade de suas vidas, não mais tratando do movimento como um assunto massante e analítico. Pensam eles em imortalizar no livro o que pensam esses veteranos e o que passaram naquela época. Uso parte dessa manhã para melhorar a minuta que já estava pronta.

LUCINDA conta que SORAYA e KÁTIA estão passando por momentos dramáticos. Falece nesta madrugada a dona NANÃ, uma pessoa que criou dona SORAYA e é considerada como a segunda mãe dela. Por conseguinte, a KÁTIA também tem grande consideração para com ela, tratando-a como sua avó. Problemas ocasionados por causa de uma operação mal-sucedida fez com que dona NANÃ fosse internada várias vezes, inclusive na UTI.

NELSON, marido da SORAYA, vem telefonar em casa. Uma neta de dona NANÃ exige que se faça a autópsia e isso tumultua tudo nesta manhã.

Chego cedo na Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Encontro o CORONEL PM MENDES, já pronto para ir para o GRANDE ORIENTE. Podemos conversar a respeito do documento que chegou ontem e que cria novo caso para a Sociedade. Mais tarde, o ROMAGNOLI e a JANAÍNA vêm ao MMDC. Ele irá estudar o solicitado no Ofício nº 6835/2008, datado de 23 de outubro de 2008, mas que somente ontem chegou nas nossas mãos. Faz referência ao Inquérito Civil PJC-CAP nº 387/2007 – 3ª PJ. O representante é a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente da Capital.

Representado: Sociedade Veteranos de 32-MMDC e as empresas FARAH SERVICE LTDA, atual AD SERVICE VEICULAÇÃO DE PUBLICIDADE LTDA. E RESTAURO PRODUÇÕES CULTURAIS.

Objeto: Apuração de possíveis irregularidades na contratação e na execução das obras de restauro do Mausoléu e Obelisco ao Soldado Constitucionalista – Desproporção entre os valores recebidos a título de publicidade pela empresa autorizada e aqueles gastos com a execução das obras – Obras realizadas que não atingiram os resultados necessários para preservação do bem – Dano ao patrimônio público – Improbidade administrativa.



Diz o ofício:

Ilustríssimo presidente

     Cumprimentando-o cordialmente, e com a finalidade de instruir o Inquérito Civil em epigrafe, sirvo-me do presente para requisitar a Vossa Senhoria:

a)    cópia dos memoriais e projetos técnicos com cronogramas, que foram apresentados à empresa FARAH SERVICE para execução dos serviços de restauração no Mausoléu e Obelisco da Revolução Constitucionalista de 1932;

b)    cópia da prestação de contas da empresa FARAH com relação à execução dos serviços de restauração no Mausoléu;

c)    qualificação de Geraldo Faria Marcondes e eventual data de seu desligamento da Associação.   

     Na oportunidade, apresento a Vossa Senhoria protestos de estima e apreço.

MÁRCIA MONASSI MOUGENOT BONFIM

Promotora de Justiça

Ilustríssimo Senhor

PRESIDENTE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC

Rua Anita Garibaldi, 25 – Centro

São Paulo – SP CEP: 01018-O20

Não sei se o crápula CARVALHOSA está por trás disso. O contrato que foi elaborado com a FARAH SERVICE é quem claro. A Sociedade apenas cedeu o Monumento Mausoléu para o restauro. Não vimos cronogramas e nem os projetos técnicos ou memoriais para a execução do restauro. Não houve prestações de contas, mesmo porque não passou pela Sociedade qualquer quantia de dinheiro. Quanto ao senhor Geraldo Faria Marcondes a qualificação fica prejudicada desde que ele veio a falecer no dia 25 de julho deste ano.

O ROMAGNOLI responderá esse documento. Amanhã ele irá participar da reunião do Conselho Deliberativo e apontará a linha de conduta.

GENERAL EUCLYDES BUENO FILHO telefona para se desculpar de não poder comparecer na reunião do Conselho Deliberativo, marcada para amanhã. Ele ainda está em convalescença de uma delicada operação na parte final dos intestinos. Durante alguns minutos se queixa dessa sua situação de saúde, que o obriga a ficar em casa.



A Polícia Militar vai criar nove novos batalhões e outras 40 companhias, dois grupamentos e dois subgrupamentos de bombeiros para melhor distribuir seus policiais em todo o Estado, seguindo um estudo de demanda da população. A implantação deve começar em dezembro. Na capital, haverá dois novos batalhões na Zona Sul, outros dois na Zona Leste, e um batalhão nas zonas Norte, Oeste e Centro. Haverá mais um batalhão de choque e também um de policiamento rodoviário. Não haverá aumento de efetivo para ocupar as novas unidades e, sim, um remanejamento para atender as normas técnicas ideais para melhor atendimento do público, segundo a PM.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, alguns antigos Batalhões que têm 1.200 policiais, passarão a funcionar com 700, efetivo que também deve compor as novas unidades.

O CORONEL PM ROBERTO COSTA, subchefe do Estado Maior da Polícia Militar, explicou que a PM elaborou o estudo para uma grande reestruturação e que as novas unidades fazem parte de uma terceira fase. “Dentro do quesito peculiaridades locais foram analisadas situações que diferenciam uma localidade de outra e o que define a necessidade de realizar a segurança pública.” As novas unidades, segundo ele, aproximarão mais o policial da comunidade. “Esse estudo permitiu uma melhor redistribuição do nosso efetivo”, disse o oficial.

Na capital, um Batalhão atenderá as regiões do BRÁS e da SÉ, no Centro. Na Zona Sul, um novo Batalhão cuidará de AMERICANÓPOLIS, VILA CLEMENTINO e SAÚDE, e outro, da região de PARELHEIROS, ENGENHEIRO MARSILAC e JARDIM MIRNA. Na Zona Leste, a PM atenderá as demandas de duas regiões: a primeira junta o JARDIM ROBRU, SÃO MIGUEL PAULISTA e ITAIM PAULISTA. A segunda, VILA CARRÃO, PENHA e VILA MATILDE.

Os bairros de VILA GUILHERME, CASA VERDE e LIMÃO serão atendidas pelo novo batalhão da Zona Norte. Já a periferia da Zona Oeste contará com uma nova unidade para atender PERUS e PIRITUBA. Na Grande São Paulo, haverá cinco novas companhias e no interior, 15. Hoje, os batalhões e companhias existentes são, respectivamente: na capital, 25 e 106; na Grande São Paulo, 19 e 58, e no interior 54 de 183.



O Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou pedido de hábeas corpus contra a prisão preventiva do empresário MARCOS VALÉRIO, detido durante a OPERAÇÃO AVALANCHE e uma das principais figuras no escândalo do mensalão. VALÉRIO está preso na cadeia de TREMEMBÉ. Na última semana, a Justiça Federal acatou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra quatro dos presos na operação. VALÉRIO foi preso dia 10 de outubro pela Polícia Federal em BELO HORIZONTE acusado de fraude fiscal, entre outros crimes. Ele nega.  



Consternou profundamente os antigos radiovintes o falecimento, hoje, nesta Capital, aos 89 anos, do jornalista WALDEMAR CIGLIONI, um dos nomes mais consagrados do rádio do País. Conquistou três vezes (1954,1958 e 1959) o troféu ROQUETE PINTO. Ex-diretor da Rádio São Paulo e da Rádio Nacional, atualmente exercia a função de diretor superintendente da Rádio Mundial. Na época áurea do rádio paulista, foi um dos atores mais conhecidos pelas ouvintes. Atuou como galã das radionovelas da Rádio São Paulo, considerada então líder de audiência. Apresentava também com grande sucesso as famosas “Cartas de amor”, escritas por FRED JORGE.



A negociação com o governo paulista para a venda da NOSSA CAIXA ao BANCO DO BRASIL está perto de uma conclusão bem-sucedida. Desde o início da fusão ITAÚ-UNIBANCO, o BB busca formas de recuperar o posto de líder do ranking nacional de bancos. Para o governo JOSÉ SERRA, vender a NOSSA CAIXA a um banco estatal interessa porque dispensa licitação e evita protestos sindicais. 



DIEGO ARMANDO MARADONA é oficialmente o técnico da seleção Argentina. “EL PIBE” foi apresentado hoje, na sede da federação nacional, a AFA, e mostrou que não está disposto a dividir poderes. Ao lado de MARADONA na apresentação estavam JÚLIO GRONDONA, presidente da AFA, e CARLOS BILARDO, técnico campeão mundial com o “PIBE”, em 1996, e novo secretário-técnico da entidade. É de se esperar que o ex-craque “divida” algumas decisões com BILARDO, mas o temperamental ídolo mostrou não pensar bem assim.   



Um jatinho do governo cai no centro da capital mexicana e deixa 13 mortos, entre eles o ministro do Interior, JUAN CAMILO MOURIÑO. No desastre morreram também 4 funcionários do governo e pelo menos 40 pessoas ficaram feridas. No local da queda, 30 veículos foram completamente destruídos. MOURIÑO, braço direito do presidente FELIPE CALDERÓN, era peça-chave no combate ao crime organizado. As autoridades vão investigar a causa do acidente. 

                                         

O democrata BARACK OBAMA foi eleito hoje presidente dos ESTADOS UNIDOS, em votação histórica. Aos 47 anos, ele será o primeiro negro a ocupar a CASA BRANCA. Projeções das principais TVs americanas indicavam que o senador de biografia pouco convencional – filho de mãe branca e de pai africano, que passou a infância no HAVAÍ e na INDONÉSIA – havia obtido os votos suficientes para vencer com folga no Colégio Eleitoral.

Às 3 horas de 5 de novembro (horário de BRASÍLIA), OBAMA fez seu discurso da vitória em CHICAGO: “Se alguém ainda duvida que na AMÉRICA tudo é possível, esta noite é a resposta de vocês”. O republicano JOHN McCAIN reconheceu a derrota e ofereceu seu apoio: “Os americanos se expresssaram claramente”. Embora o voto não seja obrigatório, os eleitores compareceram em massa às urnas - foram 137 milhões, ou cerca de 64%, porcentual só superado pela eleição de 1908 (65%). Os democratas devem ampliar sua maioria no Congresso.

BARACK OBAMA herdará um país com a economia em frangalhos, no pior cenário desde a depressão dos anos ‘1930. Ele terá de administrar um déficit de 455 bilhões de dólares, que pode chegar a um trilhão em seu primeiro ano de mandato.



Ele possuía um toque próprio do MIDAS, pois, a cada lançamento, criava um novo best-seller. Foi assim que o americano MICHAEL CRICHTON, autor de PARQUE DOS DINOSSAUROS, ASSÉDIO SEXUAL, O ENIGMA DE ANDRÔMEDA e TWISTER, que repetiram o sucesso quando levados para o cinema, vendeu mais de 150 milhões de exemplares ao redor do mundo. E foi com uma surpresa planetária que se reagiu hoje à notícia de sua morte, acontecida em LOS ANGELES, aos 66 anos.CRICHTON não resistiu a um câncer, não especificado.

Médico e cineasta além de escritor, CRICHTON exibia uma rara habilidade para tratar de assuntos científicos com clareza, atingindo o público médio. Entre seus temas, uma mensagem persistia: o risco potencial de se jogar com a ciência e seus possíveis efeitos catastróficos. Nessa linha, escreveu 25 livros de ficção. Criou ainda séries de sucesso para a televisão, como E.R. (PLANTÃO MÉDICO), famosa por divulgar sua polêmica opinião contrária ao malefício do efeito estufa. Ele, no entanto, participou apenas da primeira temporada, pois brigou com os produtores.



2 009       :        -      QUARTA-FEIRA

Levanto cedo nesta quarta-feira. Com os afazeres de ontem, quando me desdobrei entre a Sociedade, as reuniões com o CORONEL PM THESEO e outros oficiais e também com o Tribunal de Justiça, era natural que chegasse em casa já um tanto quanto “moído”. Também a idade colabora muito para a fraqueza intelectual.

No computador, durante algumas horas, posso finalmente dizer que minhas memórias foram colocadas até a presente data. O calor é intenso, superior a trinta graus. A ida para a cidade de São Paulo é realizada com essa temperatura que mexe com minha pressão.

O Tribunal de Justiça mantém contato conosco, na Sociedade. Aguarda-se a definição da data da reinauguração da sede, por parte do próprio presidente do TJ para que façamos uma reunião com a equipe do cerimonial.

Após o almoço, na AORRPM ouço a primeira patacoada por parte de um tenente que se expressa todo orgulhoso de que um civil ou mesmo um oficial subalterno poderá se candidatar a cargos eletivos. Isso quer dizer que o Estatuto alterado ontem irá permitir essa excrescência que mexerá com a hierarquia e a disciplina entre oficiais associados. Diz o tenente de boca cheia de que “a associação não é quartel”, demonstrando ignorância e até um certo ar de rebeldia.

Evito bater boca com o infeliz, mas acrescento que a hierarquia não poderá ser alterada em hipótese alguma. Caso isso aconteça, serei o primeiro a pedir demissão da AORRPM. Este é o primeiro sintoma negativo após a Assembléia Geral de ontem. As eleições estão marcadas para dia 15 de dezembro e poderemos ter surpresas negativas antes da formação das chapas em definitivo. Não encontro o CORONEL PM Ref THESEO na AORRPM, pois queria levar ao seu conhecimento esse dissabor gratuito.



Já em casa, MARINEI telefona para dizer que o TRIBUNAL DE JUSTIÇA manteve contato com a Sociedade para antecipar a data da reinauguração do MMDC, por imposição do presidente do TJ. Ele quer que tudo esteja pronto na semana que vem para a inauguração na outra semana.



Recebo nesta noite a seguinte mensagem do TENENTE-CORONEL PMCE FRANKLIN:

Nobre CEL, é muito gratificante ter pessoas da estirpe do senhor como amigo, tenha a certeza que da minha parte estarei sempre aqui para ajudar no que for possível, gosto de preservar grandes e velhas amizades. Quanto ao teor abaixo, no e-mail, não tenho conhecimento de nada, a única coisa em comum é que conheço o Fernando de orkut, devido a causa da sociedade de veteranos de 32, que é amigo do Aldo Struffaldi, nada mais, como também não conheço as outras pessoas dos demais e-mail's, o que não significa que não possa ajudar a montar um núcleo da sociedade de veteranos de 32 aqui em Fortaleza, tendo em vista que recebí hoje uma cópia de proposta de sócio do CEL Mendes e aceitei sem pestanejar, pois gosto de história e acho que é minha obrigação, além de prazer, fazer parte de tão seleto time, estou enviando muito em breve todos os documentos para me associar à esta sociedade e farei o que me couber para enaltecer a causa, quando eu não puder alcançar o obstáculo por falta de altura, providenciarei uma escada e chegarei ao alto, quem quer fazer dá um jeito, quem não quer dá desculpas, estou pronto para o combate, conte comigo. O CEL Mendes me enviou um e-mail hoje indicando o senhor para a medalha "heróis expedicionários do Ceará" da ANVFEB-CE, o qual já enviei ao nosso presidente que com certeza acatará a vossa indicação, tendo em vista o currículo do senhor, o qual mostra ser um grande oficial e um grande cidadão, sem mais para o momento, desejo ao senhor muita saúde e muita paz, gde abraço e até breve...



CARÍSSIMO FRANKLIN

O MENDES é um abnegado que luta pela causa da Revolução Constitucionalista de 1932 há muitos anos. É nosso companheiro de Escola de Oficiais desde 1959. Isso significa dizer uma amizade de mais de cinquenta anos. Mandarei em breve um modelo de Estatuto para você adequar à criação de um núcleo que possa desenvolver a história da Revolução Constitucionalista de 1932, onde tivemos muitos brasileiros de outros Estados envolvidos, inclusive o CEARÁ. Um deles é o TENENTE MATIAS, cuja caderneta deverei também lhe mandar. Não sei se esse ex-combante ainda está vivo. Acredito que outros irmãos cearenses irão abraçar essa causa que é de âmbito nacional. Mais esclarecimentos você poderá solicitar que terei o maior prazer em atendê-lo.

Prezado Ir:. Bergman Santos.- Muito obrigado pelos conceitos a respeito da Revolução. Vou retransmitir esta mensagem ao Irmão Antonio Carlos Mendes (Cel. PM da Reserva) Vice Presidente do MMDC e ao Cel Ventura, Secretário do MMDC que o Irmão conheceu no dia de Finados.- Manteremos contato.- TFA - Irmão Gino

From: Veneravel

To: gstruffa@uol.com.br

Sent: Tuesday, November 03, 2009 1:06 PM

Subject: Homenagem aos Leais paulistanos.

Pod.’. Ir.’. Gino Struffaldi,

S.’.F.’.U.’.

Foi um prazer conhecê-lo, e poder render homenagens aos Leais Paulistanos, heróis de 32.

Infelizmente nossa sociedade carece de civismo, muitos nem sabem da existência do MMDC.

Coloco-me a disposição para agendarmos uma palestra em nossa oficina, dependendo somente de vossa agenda.

E’ costume em nossa oficina comemorar o dia 9 de Julho, onde apresentamos pranchas a respeito da data.

Único feriado Paulista, 9 de julho.

Que o G.’.A.’.D.’.U.’. ilumine a todos nos!

T.’.F.’.A.’.

Ir.’. Bergman Santos

V.’.M.’. Loja Maçônica Barão de Mauá-II

GOP – COMAB-CMI.

11.3825-0510



A cidade de SÃO PAULO viveu hoje o segundo dia mais quente da primavera, segundo a CLIMA TEMPO. A temperatura máxima chegou a 32ºC, menor do que a registrada ontem (33,6ºC). Em MINAS, subiu para quatro o número de mortes causadas pela temporada de chuvas. No ESPÍRITO SANTO, o governo anunciou liberação de cerca de 50 milhões de reais para áreas atingidas por chuvas. Atualmente, dez municípios estão em estado de emergência e um, SANTA LEOPOLDINA, em estado de calamidade.  



O SÃO PAULO conseguiu pôr a cabeça à frente do PALMEIRAS na veloz corrida de 100 metros raso, metáfora com a qual RICARDO GOMES definiu a reta final do BRASILEIRO. Mas foi a duras penas. Teve três jogadores expulsos na segunda etapa e por muito pouco não seguiu a sina de 12 outros times da competição no Olímpico. Evitou a derrota, empatou com o GRÊMIO por 1 a 1 e voltou à ponta do campeonato – tem 59 pontos. O PALMEIRAS tem 58 pontos; ATLÉTICO MINEIRO, 56; FLAMENGO, 54; INTERNACIONAL, 52 e CRUZEIRO, 51 pontos.    



A entrada de investimentos externos para aplicações no BRASIL caiu 75% desde 20 de outubro, quando passou a vigorar o IOF sobre as aplicações de estrangeiros em ações e títulos de renda fixa. Nos últimos dez dias de outubro, a média de transferências para o BRASIL ficou em 231 milhões de dólares, praticamente um quarto da verificada nos 19 primeiros dias do mês, quando a cifra era de 919 milhões de dólares.



O cantor CAETANO VELOSO anuncia sua opção pela candidatura de MARINA SILVA ao Planalto. “Não posso deixar de votar nela”, diz CAETANO, que se apresenta em SÃO PAULO a partir do dia 6 de novembro. “É por demais forte, simbolicamente, para eu não me abalar”. Para ele, MARINA é uma “cabocla” que mistura características de BARACK OBAMA e LULA. “MARINA é LULA e é OBAMA ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é uma cabocla. É inteligente como o OBAMA, não é analfabeta como o LULA, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro.”



Depois de pagar uma fiança de 1.300 reais, o motorista de micro-ônibus AMARILDO MARIANO DA SILVA, de 33 anos, foi solto hoje, em SANTO ANDRÉ, ABC. Ele havia sido preso em flagrante, ontem, após ter atropelado quatro pessoas – uma delas, o estudante WESLEY RIBEIRO DA SILVA, de 15 anos, morreu na tragédia. Após o acidente, a população revoltada fez barricadas nas ruas e depredou veículos do Consórcio UNIÃO SANTO ANDRÉ. O protesto dos moradores da FAVELA DOS CIGANOS causou o fechamento do TERMINAL UTINGA, que também foi alvo de vandalismo.



Depois de quatro dias de angústia, período em que esteve com a prisão preventiva decretada pela Justiça do RIO, a ex-cabeleireira ADRIANA FERREIRA ALMEIDA – acusada de ser mandante do assassinato do marido, o milionário RENNÉ SENNA – pode suspirar aliviada, hoje.

O juiz MARCELO CHAVES ESPÍNDOLA, da 1ª VARA CRIMINAL DE RIO BONITO, atendeu ao pedido da defesa e revogou a ordem de prisão que havia contra a viúva do ganhador de 52 milhões de reais na Mega-Sena, em 2005. RENNÉ foi executado a tiros em 2007.



A secretária SIMONE VIEIRA MOTTA, 42 anos, foi assassinada pelo ex-namorado, de 24 anos, que conheceu pela Internet. Ela era prima em 2º grau do ministro das Comunicações do governo FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, SÉRGIO MOTTA, morto em 1998. JOSÉ RODRIGUES JÚNIOR foi preso hoje, em OURINHOS, com o celular e o carro da vítima, um FIESTA verde. Ainda foi apreendido o celular que ele usava para falar com SIMONE.

A secretária desapareceu no último dia 20. Ela foi esganada e teve o corpo incendiado na ESTRADA DE SANTA INÊS, em MAIRIPORÃ.



Ao tentar se esconder da polícia, um ladrão entrou em um tambor de produto químico e sofreu queimaduras no corpo na VILA GUILHERME, hoje de madrugada. Ferido principalmente nas costas, coxas e virilha, ADALTON DOS REIS, de 31 anos, foi levado ao Hospital do TATUAPÉ. Foi preso por envolvimento no roubo de uma carga de roupas em GUARULHOS.     



O Movimento dos Sem-Terra (MST) invadiu hoje as fazendas MARIA BONITA e RIO VERMELHO, localizadas nos municípios de SAPUCAIA e XINGUARA, no sul do PARÁ. A Delegacia de Conflitos Agrários abriu inquérito para apurar os atos de vandalismo.

Cem homens armados e encapuzados derrubaram e queimaram casas, expulsaram empregados e atearam fogo em tratores, além de roubar gado, segundo a assessoria da Agropecuária SANTA BÁRBARA, que administra a Fazenda MARIA BONITA e é ligada ao banqueiro DANIEL DANTAS, do OPPORTUNITY.

Um avião com três mulheres e três crianças expulsas pelo MST, caiu logo depois de decolar de uma das fazendas invadidas. As seis pessoas nada sofreram, mas o comandante e o piloto ficaram feridos e estão internados em um hospital da região.

O MST bloqueou a rodovia PA-150 em três pontos, afirmando que a ação foi um protesto contra a morosidade da reforma agrária no Estado.

O gerente da fazenda MARIA BONITA, OSCAR BOLLER, contou que os invasores chegaram ao local durante a madrugada. Entraram nas casas dos funcionários, gritando que todos deveriam sair. Em seguida, passaram a destruir moradias e currais, usando tratores da própria fazenda, que foram incendiados, segundo o gerente.

A polícia constatou danos na RIO VERMELHO. Uma vila, onde moravam 30 empregados, foi incendiada. Segundo os empregados, cerca de 50 homens do MST participaram da ação.



Forças de segurança leais ao presidente iraniano, MAHMOUD AHMADINEJAD, voltaram hoje a reprimir centenas de opositores que marchavam pelas ruas da capital no mesmo dia em que o governo celebrava o 30º aniversário da tomada da Embaixada dos EUA em TEERÃ, um dos marcos da Revolução Islâmica de 1979.

Os protestos – os mais violentos dos últimos dois meses, quando a onda de contestação à reeleição de AHAMADINEJAD atingiu seu ápice – foram reprimidas com bombas de gás lacrimogêneo e golpes de cassetetes. Dezenas de manifestantes foram detidos. Sites ligados a grupos opositores afirmaram que a polícia abriu fogo contra os manifestantes, mas a informação não foi confirmada por nenhuma fonte independente.



A Embaixada dos EUA em TEERÃ foi tomada por um grupo de estudantes radicais iranianos na manhã de 4 de novembro de 1979, apenas nove meses depois do triunfo da Revolução Islâmica que derrubou o xá REZA PAHLEVI e levou o aiatolá RUHOLLAH KHUMEINI ao poder. Os revolucionários mantiveram 52 diplomatas americanos reféns durante 444 dias, até o fim do seqüestro em janeiro de 1981.

A crise só terminou no dia em que CARTER passou o poder para RONALD REAGAN (1981-1989). A humilhação enterrou definitivamente os planos de reeleição de CARTER, que ordenou uma desastrosa operação de resgate que terminou com dois helicópteros colidindo sobre o deserto iraniano.

KHOMEINI consolidou-se no poder, mas o IRÃ ganhou um inimigo poderoso, que, em 1980, daria consentimento tácito para a agressão do ditador iraquiano SADDAM HUSSEIN na guerra entre IRÃ e IRAQUE (1980-1988). 



A Marinha israelense anunciou hoje ter interceptado um navio com contêineres repletos de armamentos supostamente enviados pelo IRÃ ao grupo libanês HEZBOLLAH. A embarcação, de bandeira de ANTÍGUA, foi apreendida no MAR MEDITERRÂNEO e levada para um porto israelense ao sul de TEL-AVIV.

As autoridades israelenses não deram muito detalhes sobre o conteúdo dos contêneires oficialmente, mas, segundo o jornal YEDIOTH AHRONOTH, que citou fontes do Ministério da Defesa, o navio transportava foguetes, granadas, bombas e mísseis. As evidências de que a embarcação partiu do IRÃ seriam documentos encontrados em seu interior e inscrições presentes nos contêneires: “IRISL”, a sigla em inglês para a companhia de navegação iraniana.



2 010      :           -    QUINTA-FEIRA

Uma hérnia inguinal está me perturbando. Mesmo assim trabalho durante um bom tempo no computador. Quando chego na Sociedade Veteranos de 32-MMDC encontro o CORONEL PM MENDES que vem vindo de uma solenidade no CPOR-SP. Não me fala quase nada desse evento, onde houve entrega de medalhas da Sociedade. Estou preocupado com a situação do veterano de 100 anos, JOÃO MOURÃO PIERROTTI, que continua internado no Hospital Geral do Exército. O MENDES tomou conhecimento desse caso, mas até agora nem o GINO, nem ele, telefonaram para o Hospital Geral para falar com o CORONEL Méd STORTE, diretor. O MENDES acha que o velhinho tem de ficar internado, face a sua frágil situação. Nossa Diretora de Comunicações Sociais, CAMILA, telefona para discutir esse assunto. Telefona para a Sociedade o Presidente do Núcleo de GUARULHOS, CAPITÃO PM RIOS, e entra em contato com o CORONEL PM MENDES para acertar detalhes quanto à entrega de medalhas numa solenidade marcada para 30 de novembro.

Telefono para o 70º Distrito Policial para verificar o caso do assassinato do PM BUONO, em 30 de agosto de 2002. O Inquérito Policial transformou-se em processo distribuído à 6ª Vara Criminal de São Paulo, situada na BARRA FUNDA. A MARINEI, através de seu filho que trabalha num escritório de advocacia, fica sabendo que o processo corre em segredo de Justiça e que nada é transpirado. Permaneço no MMDC até 16 horas.



CARÍSSIMO BUONO

O 70º DP informou que concluído o IP o processo seguiu para a 6ª Vara Criminal do Forum da BARRA FUNDA sob número 050.02.08.49.60-05

A 6ª Vara me informou hoje que o processo está sob sigilo de Justiça e a familia precisa dar procuração para um advogado a fim de tomar conhecimento do que consta do processo.

Diante dessa assertiva não deu para continuar minha pesquisa. Mas o caminho é esse.

Tenho uma vaga lembrança do seu pai. Trabalhei no choque durante quase dez anos (seis anos e meio somente no CPChq). Fui comandante do 2º BPChq nos anos 1986/1987 e somente deixei o comando quando fui promovido a Coronel em 11 de março de 1988.   



Em 4 de novembro de 2010 10:05, <cbuono@oi.com.br> escreveu:

Caro Cel. Mario segue em anexo fotos do meu pai para poder ajudá-lo .

Algumas são de quando ele entrou na Pm, ele como o senhor também trabalhou no choque. A ultima foto sou eu, não tenho muitas fotos dele fardado o que eu consegui mando para o senhor.



Caros amigos



Numa ultima entrevista do governador eleito ele disse que poderia conservar alguns secretários estaduais do atual governo.

Essa assertiva do futuro governador em minha ótica nos oferece a justificativa consistente para reativar a petição, mas com um texto mais objetivo, esclarecendo que a petição se trata apenas  de uma sugestão de oficiais e praças da Policia Militar e não de uma imposição.  Apenas notifica a enorme aceitação e admiração ao nosso atual Cmt Geral e do Secretário de Segurança. Isso com certeza não caminha em sentido contrário,  em termos de politica,.

Um forte abraço

Cel Iracy Vieira Catalano

Asp 1956



Prezado amigos do GBB.

Devemos uma explicação a todos que assinaram a petição.

Ontem, um Cel Assessor do Cmt G esteve em minha residência solicitando para que não prosseguisse com a petição, uma vez o caso está sendo tratado de outras formas e essa iniciativa poderia criar melindres os mais diversos. Pedir também que o SSP permaneça pode criar atrito com a PC que quer ver ele e costas. Tudo isso vazando pela imprensa, como já vazou poderia dar a conotação que o próprio Cmt tenha tomado indiretamente interesse nessa questão de apoio a ele e ao SSP podendo gerar mil elocubrações. Deixemos que as nossas entidades representativas façam o papel de interlocutores dos nossos anseios.

Entendi como uma ordem. Estamos sujeitos aos nossos regulamentos. Já expliquei dessa forma a quem pedi para assinar e agradecemos se puderem fazer o mesmo, mas, por favor, devem agir de acordo com os vossos pensamentos.

Se tiverem alguma outra proposta podem apresentar que será bem vinda.



04/11/2010 - 11h49

Procuradoria move ação contra quatro militares acusados por tortura na ditadura DE SÃO PAULO

Mortes ou desaparecimentos forçados de pelo menos seis pessoas, além de tortura contra outras 19 pessoas detidas pela Oban (Operação Bandeirantes) são as acusações que levaram o MPF (Ministério Público Federal) a entrar com ação civil pública contra quatro militares reformados (três das Forças Armadas e um da Polícia Militar de São Paulo). Os réus são os militares reformados das Forças Armadas Homero Cesar Machado, Innocencio Fabricio de Mattos Beltrão e Maurício Lopes Lima e o Coronel reformado da PM (na época capitão) de São Paulo, João Thomaz.(hoje com 74anos). A ação narra 15 episódios de violência estatal que vitimaram fatalmente pelo menos seis militantes políticos, entre eles Virgílio Gomes da Silva, o Jonas, apontado como líder do sequestro do embaixador americano Charles Burke Elbrick. O MPF se baseou em depoimentos dados a tribunais militares por várias vítimas da Oban e informações mantidas em arquivos públicos. São citados os casos de Frei Tito, que se suicidaria quatro anos depois por sequelas da tortura, e da presidente eleita Dilma Rousseff, presa e torturada em 1970. Dentre os episódios narrados, se destaca a violência sofrida pela família de Virgílio Gomes da Silva. Sua esposa Ilda, seu irmão Francisco e três dos quatro filhos do casal foram presos pela Oban. Ilda não só foi torturada como obrigada a assistir a aplicação de choques elétricos em sua filha Isabel, então com quatro meses de idade. O episódio foi narrado pela "Veja" de 21/2/79 e por Frei Betto no livro "Diário de Fernando - Nos Cárceres da Ditadura Militar Brasileira". A ação visa a declaração da responsabilidade civil dos militares, além de pagamento de indenização à sociedade, cassação das aposentadorias e ajuda com os gastos da União com indenizações para as vítimas. Além dos pedidos contra os acusados, o MPF também pede que a União e o Estado de São Paulo reparem danos imateriais, mediante um pedido de desculpas formal a toda a população em relação aos casos reconhecidos na ação. União e Estado deverão ainda tornar públicas todas as informações relativas às atividades desenvolvidas na Oban, inclusive a divulgação dos nomes completos de todas as pessoas presas ilegalmente ou legalmente pelo órgão, nomes de todos os torturados e de todos que morreram naquelas dependências, o destino dos desaparecidos e os nomes completos de quem contribuiu financeiramente para a sua atuação.



Se o jogo do PALMEIRAS contra o ATLÉTICO-PR serviu para alguma coisa hoje, foi para provar para todos os palmeirenses que o técnico LUIZ FELIPE SCOLARI não mente para a torcida: o foco do VERDÃO sempre foi a COPA SUL-AMERICANA, o elenco é enxuto demais e o time tem dificuldade na criação de jogadas. O PALMEIRAS perdeu para o FURACÃO por 1 a 0. 



Três anos depois de anunciar a compra do BANCO REAL, o presidente do banco SANTANDER BRASIL, FÁBIO BARBOSA, e EMÍLIO BOTIN, presidente mundial, anunciaram o fim da marca REAL. Hoje, começou a troca das placas nas fachadas das agências. A idéia é que até o fim deste mês todos os 2.035 pontos do REAL estejam atualizados. Mudanças operacionais para os clientes ocorrem só em 2011.



Pelo menos 14 dos 27 governadores eleitos defendem a recriação de um imposto nos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), extinta pelo Senado em 2007. Apesar de seis governadores da oposição – dois do DEM e quatro do PSDB – se dizerem contra a medida, o mineiro ANTÔNIO ANASTASIA (PSDB) apóia a iniciativa: “A saúde é a chamada política pública de demanda infinita”, disse. O novo movimento em favor de um tributo para financiar a saúde pública tem à frente os seis governadores eleitos pelo PSB, partido da base de apoio do presidente LULA. Em nota, o DEM repudiou o plano de recriação do tributo, que qualifica como “o famigerado imposto do cheque”.



Faleceu o advogado GILBERTO TAMM BARCELLOS, aos 84 anos, no Hospital SIRIO LIBANES. Nasceu em BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS, em 3 abril de 1926. Na adolescência, foi morar no RIO. Começou a cursar Direito na Faculdade Nacional do RIO, porém, no terceiro ano se transferiu para o LARGO SÃO FRANCISCO, na Universidade de SÃO PAULO (USP), onde conquistou seu diploma. Na capital morou com o tio NADIR FIGUEIREDO e o primo PAULO TAMM FIGUEREDO a quem considerava um irmão. Filho do engenheiro THEMISTOCLES ALVES BARCELLOS CORRÊA e HENRIQUETA TAMM BARCELLOS, Teve um irmão, SÉRGIO. Adorava ler e falava inglês e francês. Destacou-se em trabalhos referentes ao direito societário. Seu currículo incluiu participação em importantes companhias e a atuação no conselho de administração de empresas, como o GRUPO ULTRA, a CIA ULTRAGAZ e a NADIR FIGUEIREDO. Também foi presidente do Sindicato de Materiais Ferroviários e Rodoviários do Estado de São Paulo de 1974 a 1977 e um dos idealizadores e fundadores da Associação Brasileira de Companhias Abertas (ABRASCA). Atuou ainda como diretor jurídico da Fábrica Nacional de Vagões (FNV), de 1966 a 1974, e fundou a Sociedade BARCELLOS, TUCUNDUVA, ADVOGADOS. Com MYRIAM ARANTES BARCELOS teve seis filhos: EDUARDO, PATRÍCIA, VALÉRIA, MÁRCIA, FLÁVIA e RODRIGO, o único que seguiu a carreira do pai. Divorciado, casou-se com LILIANA PEREIRA BARCELLOS. Morou no JARDIM PAULISTANO e trabalhou no escritório de advocacia até os últimos dias de sua vida.   



Dois assaltantes portando um revólver de brinquedo foram baleados na madrugada de hoje ao tentar roubar a moto de um policial militar, na Estrada de ITAPECERICA, zona sul de SÃO PAULO. O soldado estava de folga, à paisana, mas armado e reagiu. Baleados, MISAEL DE SOUZA e ALEX ALCÂNTARA DE ARRUDA foram encaminhados ao pronto-socorro. MISAEL DE SOUZA entrou em óbito.



Na cobertura de um edifício na AVENIDA ATLÂNTICA, com vista panorâmica de COPACABANA, OSCAR NIEMEYER e PELÉ “tabelaram” por alguns minutos hoje no RIO para apresentar o projeto do monumento que será erguido à frente do MUSEU PELÉ, em SANTOS, previsto para ser inaugurado em 2012. NIEMEYER, que completa 103 anos em dezembro, projetou uma torre de concreto de 20 metros com uma imagem de PELÉ vazada no alto e uma bola gigante na base. A bola vai abrigar uma sala de projeções de imagens da carreira do ex-jogador. “PELÉ foi um gênio”, disse o arquiteto. O museu terá mais de três mil peças, incluindo uma réplica da TAÇA JULES RIMET, e deve custar cerca de 20 milhões de reais.



No dia seguinte ao anúncio de que o Federal Reserve (FED, o banco central americano) vai usar mais 600 bilhões de dólares para tentar reanimar a economia dos ESTADOS UNIDOS, o mercado global viveu uma espécie de “flight to risk”, ou seja, vôo para o risco. É um movimento oposto ao conhecido “flight to quality”, que ocorre quando os investidores, em meio à tensão, se refugiam em ativos considerados seguros. Commodities, ações e moedas de países emergentes, entre outros ativos, valorizaram-se mundo afora. Aqui, o maior efeito foi sentido no câmbio, onde o dólar apurou a maior queda diária (1,35%) em cinco meses. A moeda americana fechou cotada por R$1,676.      





O GENERAL DE BRIGADA FLORIANO PEIXOTO VIEIRA NETO, ex-comandante das operações militares da Missão das Nações Unidas no HAITI (MINUSTAH), afirmou hoje considerar prematura a retirada do BRASIL do país caribenho, onde as forças brasileiras comandam o contingente da ONU desde 2004. Embora ressaltando que a decisão é do ITAMARATY – os militares são “um mecanismo da política externa brasileira”,afirmou – o oficial disse que há “uma expectativa muito grande de que todos os agentes, não só o BRASIL, permaneçam”. O militar não quis opinar sobre a postura do futuro governo DILMA ROUSSEFF no assunto. PEIXOTO lembrou que o mandato para a missão de paz é renovado a cada ano – em 2010, isso ocorreu em 14 de outubro. Segundo o general, o BRASIL atualmente tem 2.200 oficiais e praças servindo em território haitiano, e mais de 10 mil militares brasileiros passaram pelo país, desde o início da MINUSTAH.



Impulsionados pela vitória eleitoral de terça-feira, dia 2 de novembro, líderes do Partido Republicano começam a se articular para impedir a reeleição de BARACK OBAMA em 2012. A intenção é evitar o que alguns chamam de “efeito CLINTON” – referência ao presidente BILL CLINTON *1993 2001”, que perdeu a eleição do meio de mandato de 1994, mas acabou reeleito dois anos depois. Em trechos antecipados de um discurso que faria hoje à noite, MITCH McCONNELL, líder republicano no Senado, insiste que o objetivo principal de seu partido deve ser a reconquista da CASA BRANCA em 2012. -



2 011      :        -       SEXTA-FEIRA  

Vejo, pela Internet, o progresso que estão tendo os nossos núcleos de correspondência. Isso é uma nova modalidade de divulgação do Movimento Constitucionalista de 1932 que começou em ITAPETININGA com o Professor JEFFERSON BIAJONE e depois atingiu PIRACICABA e, provavelmente tenhamos outro núcleo em ITAPIRA. De qualquer maneira estamos atingindo o principal objetivo da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, a divulgação.

Nesta tarde tenho muita coisa para fazer no MMDC, onde chego por volta das 13 horas. Alguns contatos telefônicos sobre o que iremos desenvolver em 2012, com relação aos 80 anos da Revolução de 32 tomam um certo tempo e fazem com que atrase o meu almoço. O PASSOS quer contar fatos relacionados com seus familiares. Um dos filhos que estava meio sem destino encontrou uma moça e esta está colocando ele na linha. O pai, naturalmente fica contente com isso. Uma outra filha, que largou o marido, tinha ido para a casa dos pais e durante mais de um ano não conseguia se aprumar na vida. Agora está trabalhando e, juntamente com uma colega, montaram uma casa. Enfim, o PASSOS acha que uma fase negra de sua vida está passando. Ele merece bem isso. É um batalhador e luta mesmo depois de aposentado.

ÁLVARO TAVARES vem me visitar nesta tarde. Ele pertence às Grandes Lojas Maçônicas e quer fazer uma solenidade em março para os 80 anos da Revolução de 32. Pretende, também em março, incentivar os escoteiros para que comemorem esse fato, talvez em GUARULHOS.

Começa a esfriar nesta tarde. O trânsito na MARGINAL e na DUTRA está cada vez pior na aproximação do final do ano. Chego em casa depois das 18 horas. Recebo algumas mensagens pela Internet:



EGYDIO, do Núcleo de Correspondência de PIRACICABA manda para a nossa Diretora de Comunicação Social a seguinte mensagem:

Prezada Redatora do jornal 32 EM MOVIMENTO

CAMILA GIUDICE

 Venho, mui respeitosamente, diante da sua presença para primeiramente agradecê-la pela divulgação da inauguração do Núcleo de Correspondência Voluntários Paulistas de Piracicaba que teve sua publicação no jornal 32 EM MOVIMENTO em sua 10ª edição do dia 31 de outubro de 2011, páginas 10 e 14.

 Esta gratidão à sua nobre pessoa se estende, também, por parte do povo piracicabano, seus ex-combatentes, suas viúvas e familiares.

É notável o seu excelente trabalho, dedicação e desempenho a frente tanto da Diretoria de Comunicação Social bem como na redação do jornal 32 EM MOVIMENTO da SOCIEDADE VETERANOS DE 32 – MMDC.

E que DEUS – O Todo Poderoso e Grande Arquiteto do Universo – conceda-lhe SUAS bênçãos e preserve a sua saúde física e mental para continuar por muito tempo desenvolvendo este trabalho ímpar no nosso meio, pois, todos nós, precisamos tê-la conosco nesta caminhada árdua, mas, ao mesmo tempo, benéfica e valorosa de culto às nossas tradições históricas.

Camila, solicito-lhe mais um enorme favor, se poderia “capturar” 04 (quatro) fotos no álbum do nosso Blog  http://voluntariosdepiracicaba.blogspot.com  que julgo de valor inestimável pelo que representam e fossem publicadas no jornal, seriam elas:

1. Ir a página no mês de Outubro e no dia 22; Título: Revolução de 32: Álbum 1 dos ex-combatentes piracicabanos - 1ª Foto: “Batalhão Negro, nos campos da Revolução de 1932”; 2ª Foto: “1932 Chegada dos piracicabanos em São Paulo”; 2. Na mesma página ir ao Título: A Presença de Elias-Faustenses na Revolução Constitucionalista de 1932 - 3ª Foto: “Meu avô Cap João Rodrigues Gonçalves – Capa e Biografia da Revista “A Força Policial” sob nº 64”; e no Título: Álbum 2 dos ex-combatentes piracicabanos - 4ª Foto: “Odila Dihel, ex-combatente, tornou-se conhecida por todos pela sua coragem e determinação...”

Despeço-me, caríssima CAMILA, transmitindo-lhe toda a minha gratidão e estima.

Piracicaba, 04 de novembro de 2011

EGYDIO JOÃO TISIANI (2º Ten Res PM e presidente do Núcleo de Piracicaba)



O Diário Oficial do Distrito Federal trouxe nesta sexta-feira (4) a publicação da exoneração de 17 delegados da Polícia Civil do DF. Alguns já tiveram publicadas também a nomeação em outros cargos. A assessoria da polícia afirmou que as nomeações continuarão a ser publicadas nos próximos dias.

Na quinta-feira (3), o Diário Oficial do DF apresentou a exoneração de 43 delegados-chefes e sete diretores de departamento da Polícia Civil. No mesmo dia foi oficializada a saída da delegada Mailine Alvarenga da direção da Polícia Civil. No lugar dela assumiu o delegado Onofre José de Moraes.

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), informou em nota que a mudança na direção da Polícia Civil “deve-se a ajustes naturais de governo, como já ocorrido anteriormente no primeiro e segundo escalões.”





Cadastro: 07/11/201117h44

Presidente da Câmara é homenageado pelo Instituto Histórico

O presidente da Câmara Municipal, vereador Marinho Marte (PPS), foi homenageado com o Colar Evocativo do Jubileu de Brilhante da Revolução Constitucionalista, durante Sessão Magna do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba, realizada na noite da última sexta-feira, 4, na Catedral Metropolitana de Sorocaba. Marinho Marte recebeu o colar das mãos do vereador José Francisco Martinez (PSDB). A honraria, oficializada pelo governo do Estado, foi instituída em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e o Memorial 32. O objetivo da homenagem é reconhecer o trabalho de personalidades e instituições que contribuem com a preservação da memória de São Paulo e do Brasil, segundo o presidente do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba, professor Adilson Cezar. Durante a solenidade, o presidente do Legislativo sorocabano também foi convidado a fazer a entrega da Medalha Cultural Aloisio de Almeida, com a qual foi homenageado o arcebispo de Sorocaba, Dom Eduardo Benes, e autoridades militares, como a comandante do CPI-7, coronel Fátima Ramos Dutra. O vereador João Donizeti Silvestre (PSDB) foi homenageado com o Colar Evocativo do Jubileu de Brilhante da Revolução Constitucionalista. Já os vereadores José Crespo (DEM) e José Francisco Martinez (PSDB) receberam o Colar Almirante Álvaro Alberto da Mota e Silva. A solenidade também contou com apresentações de músicos da Fundec (Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba).



O governador do DF, Agnelo Queiroz, negou nesta sexta-feira (4) que a troca no comando da Polícia Civil do Distrito Federal tenha sido motivada por vazamento de escutas que mostram uma relação próxima entre ele o policial militar João Dias. O PM foi autor de denúncias de suposto esquema de corrupção que levaram à saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte.

“Já vinha pensando em fazer esse aperfeiçoamento e foi tudo feito. Não tem nada a ver isso, a troca com um vazamento de alguma coisa”, disse o governador.



O governador do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz, oficializou hoje a exoneração de toda a cúpula da Polícia Civil. Ao todo, 43 delegados-chefes, sete diretores de departamento e a diretora-geral, Mailine Alvarenga, foram afastados.A mudança, segundo delegados, é uma reação à divulgação de escutas telefônicas que captaram conversas de Agnelo com o policial militar e lutador de Kung Fu João Dias Ferreira, delator dos desvios de verbas no Ministério do Esporte.As escutas, autorizadas judicialmente, foram gravadas pela própria Polícia Civil no âmbito da Operação Shaolin, que investigou supostos desvios de dinheiro público que deveria ir para uma organização ligada ao PC do B, ex-partido de Agnelo. O conteúdo dos diálogos, revelado no fim de semana pela revista Época, mostra a existência de uma proximidade entre Agnelo e Dias. O governador sempre negou qualquer relação mais próxima com o PM. De acordo com as escutas, Ferreira recorreu a Agnelo, então diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para que o ajudasse a montar sua defesa em processo que responde na Justiça Federal por irregularidades na execução de convênio do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Na ação, o policial é cobrado a restituir cerca de R$ 3,2 milhões aos cofres públicos.Agnelo e Dias vinham sustentando que seu relacionamento se restringiu a 2006, quando os dois foram candidatos do PC do B ao Senado e à Câmara Legislativa do DF, respectivamente. O inquérito com as interceptações telefônicas fazem parte de ação penal que tramita na 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília.



Apostilas do Diretor

De 3-11-2011

Apostilando a promoção: nos termos do artigo 2º, parágrafos 1º e 3º e artigo 4º da Lei Complementar 1.150/11: Ao posto de Ten Cel Med PM, o Maj Med M 870911-4 Lucio Tadeu Figueiredo - CRPM - São Paulo/SP, (Apostila DP 17/122/11). nos termos do Art. 2º, parágrafos 1º e 3º e Art. 4º da Lei Complementar 1.150/11:

Ao posto de Cel PM, o Ten Cel PM 801117-6 Ubirajara Adriano Marques - 38º BPM/M - São Paulo/SP, (Apost. DP-015/122/11); Ao posto de Ten Cel PM, o(s) Maj PM 810340-2 Francisco Valderico de Andrade Júnior - CPI-8 - Presidente Prudente/SP, (Apost. DP-018/122/11).

Transferindo para a reserva, a pedido: nos termos do artigo 17, inciso I do Decreto-lei 260/70, artigo 138 parágrafo 2º combinado com o artigo 129 da Constituição Estadual de 1989, artigo 133 da Constituição Estadual de 1989, Decreto 35.200/92, Instrução Conjunta CRHE/CAF-I/92 e Parecer CJ-26/93, artigos 1º e 3º da Lei Complementar 432/85, Decreto 51.782/07 e vencimentos referentes às Leis Complementares 731/93, 1.021/07 e 1.114/10, com os proventos integrais, contando com mais de 30 anos de serviço e 02 anos no

posto de Maj Med PM e o § 2º do artigo 213 da Lei 10.261/68, alterado pela Lei Complementar 1.048/08, Padrão PM-15, o Ten Cel Med PM 870911-4 Lucio Tadeu Figueiredo - CRPM – São Paulo/SP, (TLTS e FRCTS DP-2.368/11 - Pr. 31.826/11).

nos termos do Art. 17, inciso I do Decreto Lei 260/70, Art. 138 parágrafo 2º combinado com o Art. 129 da Constituição Estadual de 1989, Art. 133 da Constituição Estadual de 1989, Decreto 35.200/92, Instrução Conjunta CRHE/CAF-I/92 e Parecer CJ-26/93, Art.s 1º e 3º da Lei Complementar 432/85, Decreto 51.782/07 e vencimentos referentes às Leis Complementares 731/93, 1.021/07 e 1.114/10, com os proventos integrais, contando com mais de 30 anos de serviço e 02 anos no posto de Ten Cel PM e o § 2º do Art. 213 da Lei 10.261/68, alterado pela Lei Complementar 1.048/08, Padrão PM-16, o(s) Cel PM 801117-6 Ubirajara Adriano Marques - 38º BPM/M - São Paulo/SP, (TLTS e

FRCTS DP-2.371/11 - Pr. 31.793/11). ADRIANO MARQUES nasceu em 18 de outubro de 1961. Entrou para a PMESP no dia 1º de fevereiro de 1982. Foi declarado ASPIRANTE A OFICIAL em 15 de dezembro de 1984. PROMOÇÕES: 2º TENENTE – 25 de agosto de 1985; 1º TENENTE – 24 de maio de 1989; CAPITÃO – 24 de maio de 1995; MAJOR – 25 de agosto de 2005. Não tenho a data de sua promoção a TENENTE-CORONEL.

Nos termos do Art. 17, inciso I do Decreto Lei 260/70, Art. 138 parágrafo 2º combinado com o Art. 129 da Constituição Estadual de 1989, Art. 133 da Constituição Estadual de 1989, Decreto 35.200/92, Instrução Conjunta CRHE/CAF-I/92 e Parecer CJ-26/93, Lei Complementar 813/96, Art.s 1º e 3º da Lei Complementar 432/85, Decreto 51.782/07 e vencimentos referentes às Leis Complementares 731/93, 1.021/07 e 1.114/10, com os proventos integrais, contando com mais de 30 anos de serviço e 02 anos no posto de Maj PM, Padrão PM-15, o(s) Ten Cel PM 810340-2 Francisco Valderico de Andrade Júnior - CPI-8 – Presidente Prudente.



O governador GERALDO ALCKMIN assinou hoje mensagem de encaminhamento à Assembléia Legislativa do projeto de lei que transforma o VALE DO PARAÍBA, litoral norte e SERRA DA MANTIQUEIRA em REGIÃO METROPOLITANA. O projeto vai tramitar em regime de urgência a pedido do próprio governador, que quer a Região Metropolitana do VALE DO PARAÍBA – com 39 municípios, criada ainda este ano. A medida permitirá ao governo planejamento e gestão de questões comuns que afetam as cidades da região.



O Tribunal de Justiça de SÃO PAULO determinou hoje o afastamento de casa de dois filhos adultos por ofenderem seus pais e exigirem dinheiro para adquirir drogas e álcool, em MOGI DAS CRUZES. O juiz MARCOS ALEXANDRE SANTOS AMBROGI usou o Estatuto do Idoso e ainda determinou que os filhos fiquem a uma distância mínima de 100 metros dos pais. Os dois rapazes também são acusados de quebrar objetos no interior da casa, tornando o convívio insuportável. A ação foi impetrada pelo Ministério Público.



Os alunos que ocupam o prédio da reitoria da USP desde terça-feira, dia 1º de novembro, foram intimados, no fim da tarde, a deixar o local por um oficial de Justiça. Em voz alta, VALDEMIR LEME MACIEL leu aos estudantes, que se recusaram a assinar a intimação, a notificação de reintegração de posse. Os alunos começaram a vaiar o oficial de Justiça e gritaram palavras de ordem contra a presença da Polícia Militar no campus. Além de pedir a saída até às 17 horas de amanhã, o documento convoca os alunos para uma audiência às 10 horas, no Fórum HELY LOPES MEIRELLES. “Eles se recusaram a assinar. Mesmo assim estão intimados”, declarou o oficial de Justiça. A reitoria teve hoje a energia elétrica e a Internet cortados pela direção da universidade. Os alunos recorreram a um gerador. 



O ex-presidente LULA tem a expectativa de participar da campanha para as eleições municipais de 2012 e sinalizou hoje que pretende, já nas próximas semanas, conversar com os pré-candidatos do PT para selar uma unidade partidária que evite a realização de prévias em SÃO PAULO. LULA recebeu a visita da ministra de PORTUGAL (PLANEJAMENTO), MIRIAM BELCHIOR, e do prefeito de SÃO BERNARDO DO CAMPO, LUIZ MARINHO, em sua residência, no ABC paulista, onde prossegue o tratamento quimioterápico contra o câncer na faringe, diagnosticado há uma semana.



O Supremo Tribunal Federal mantém em sigilo a identidade de 152 autoridades suspeitas de cometer crimes. Um procedimento adotado no ano passado como exceção, que visava proteger as investigações, acabou tornando-se regra e passou a blindar deputados, senadores e ministros de Estado. Levantamento feito pelo Estado em aproximadamente 200 inquéritos mostrou que os nomes dos investigados são ocultados.   



Nos últimos meses, o cantor CLÁUDIO JOSÉ ANDRÉ, vocalista do grupo “GINGA SENSUAL”, andava radiante de alegria. Afinal, não era para menos. Depois de tantos anos de trabalho, o talento da banda finalmente seria reconhecido. O grupo se preparava para gravar seu primeiro CD. O local escolhido era justamente a terra do axé (ritmo que consagrou CLÁUDIO), em SALVADOR, BAHIA. O sucesso da banda começou a se consolidar no último carnaval, quando seus integrantes, sozinhos, comandaram o tradicional Carnaval de ARARAQUARA, no interior do Estado, e levaram os foliões ao delírio. O sucesso foi tanto que, a partir daí, o grupo não parou mais de receber convites para animar festas e bailes de formatura. CLÁUDIO era o mais popular do grupo, com seu jeito arrojado e um vozeirão que dominava qualquer ambiente. Nascido na cidade paulista de AMÉRICO BRASILIENSE, em 1972, CLÁUDIO também trabalhava como mototaxista. Nesta sexta-feira, envolveu-se em acidente de moto na Rodovia ALDO LUPO, que liga os municípios de SANTA LÚCIA e RINCÃO, teve lesão no pescoço e morreu, aos 39 anos. 



Ao menos 13 pessoas foram mortas pelas forças de segurança em uma nova sexta-feira de protestos contra o regime de BASHAR ASSAD, na SÍRIA. Segundo entidades de direitos humanos, milhares de pessoas saíram às ruas de HOMS (CENTRO) e dos subúrbios da capital, DAMASCO. “As manifestações são grandes e pedem pela queda do regime. Elas mostram que o acordo da LIGA ÁRABE é uma piada”, disse um ativista.



Após buscas em SANMENXIA, Província de HENAN, na CHINA, bombeiros conseguiram resgatar 7 dos 57 mineiros que haviam ficado presos embaixo da terra depois de um acidente. Na quinta-feira, dia 3 de novembro, a queda de um rochedo, provocada por um leve terremoto, matou quatro trabalhadores e isolou parcialmente a construção subterrânea. Segundo a imprensa estatal, equipes de resgate continuam realizando “intensas” buscas. A televisão estatal exibiu imagens dos mineiros resgatados sendo retirados da mina, um a um, deitados em macas e cobertos com mantas. 



A Marinha de ISRAEL interceptou hoje dois barcos que transportavam 27 ativistas pró-palestinos de 9 países rumo à FAIXA DE GAZA, numa nova tentativa de romper o bloqueio israelense do território controlado pelo HAMAS. A abordagem foi realizada sem violência e, segundo os militares israelenses, as embarcações TAHRIR, do CANADÁ, e SAOIRSE, da IRLANDA, foram levadas ao Porto de ASHDOD.    



A turbulência política na GRÉCIA e a crise econômica na EUROPA ofuscaram os principais temas da cúpula do G-20 de CANNES, encerrada hoje. No encontro, os líderes mundiais não chegaram a um acordo para recapitalizar o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF). Os recursos poderiam ser usados no plano de resgate europeu. Em contrapartida, as 20 maiores potências deixaram em segundo plano o discurso sobre austeridade fiscal, enfocando crescimento, reequilíbrio, fomento aos mercados internos e geração de emprego – como pregava o BRASIL. Dois pontos foram os mais marcantes em CANNES: o fracasso nas negociações sobre a pauta estabelecida pelo país anfitrião, a FRANÇA, e a mudança de discurso de líderes mundiais, assustados com a perspectiva de um mergulho na recessão. 



A polícia impediu que o ativista tibetano SHERAB TSEDOR, de 25 anos, morresse após colocar fogo em si mesmo em frente à embaixada chinesa na ÍNDIA. Antes de se autoimolar, TSEDOR enviou uma nota pedindo o fim da repressão chinesa no TIBET. O ativista foi internado com queimaduras nas pernas.



Pálidos, mas sorridentes, os participantes de uma experiência que simulou uma viagem a MARTE receberam aplausos, e luz do sol, após 520 dias confinados em minúsculos espaços sem janelas.



Pela 21ª vez em 23 confrontos, ROGER FEDERER derrotou o norte-americano ANDY RODDICK. A vitória de hoje aconteceu nas quartas de final do ATP DA BASILÉIA, na SUÍÇA, cidade natal de FEDERER. O triunfo do número quatro do ranking mundial foi por 2 sets a 0. Quem também garantiu sua vaga nas semifinais do torneio da BASILÉIA foi o sérvio NOVAK DJOKOVIC, líder do ranking mundial, que derrotou o cipriota MARCOS BAGHDATIS por 2 a 1. 



2 012     :       DOMINGO

JOSÉ D´AMICO BAUAB, pesquisador do Centro de Memória Eleitoral do TER-SP mandou publicar no FORUM DOS LEITORES, de O ESTADO DE SÃO PAULO, hoje, o seguinte:

A SERVIÇO DA CIDADANIA

Maravilhosa a parceria entre o ESTADO e a USP para a viabilização da Corrupteca. Além do evidente interesse acadêmico que o projeto comporta, dar-se-á a rara oportunidade do exercício do que poderíamos chamar de “pragmático-memorialismo”, no sentido de fornecer, a legisladores engajados e agentes públicos vocacionados ao combate da improbidade administrativa, substrato fático de condutas deletérias na administração pública que se repetem sob o manto impune da desmemoria, para elaboração de normas e procedimentos que venham a coibi-las, quer criminalizando-as, quer evitando a sua ocorrência pela adoção de práticas preventivas. A cidadania brasileira só tem a agradecer!



Também o ESTADO publica o FIM DAS CPI DELES (NOTAS & INF0RMAÇÕES)

Acabou em farsa, como se esperava, a CPI DO CACHOEIRA, criada “oficialmente” para apurar os negócios do bicheiro CARLOS AUGUSTO RAMOS com políticos, autoridades e empresários. A maioria governista de deputados e senadores bloqueou a tentativa da oposição de prorrogar a investigação por seis meses para dar tempo à eventual aprovação de pelo menos 500 pedidos de convocação de depoentes e de quebras de sigilos bancário, telefônico e fiscal. A farsa está na decisão, referendada por mais de 250 parlamentares das duas Casas do Congresso, de prorrogar, sim, o inquérito, mas por ridículos 48 dias, até o início do recesso de verão, em 22 de dezembro. E só para que o deputado ODAIR CUNHA, do PT de MINAS GERAIS apresente o relatório final com as conclusões do inquérito iniciado em maio – o que ele pretende fazer até o próximo dia 20. A CPI não voltará a se reunir nem antes nem depois dessa data.  



04/11/2012 12:48 - Atualizada 04/11/2012 13:53 - No caos de Abu Dhabi, Räikkönen vence primeira da Lotus desde Senna. Vettel fecha em 3º e é líder -Kimi Räikkönen precisou se defender dos ataques de Fernando Alonso nas voltas finais do GP de Abu Dhabi para conquistar a primeira vitória da Lotus em 25 anos. O finlandês assumiu a ponta após quebra de Lewis Hamilton

Warm Up FELIPE GIACOMELLI, de São Paulo - FERNANDO SILVA, de Sumaré

O calor do deserto conseguiu esquentar o GP de Abu Dhabi. Monótono em outros anos, a corrida deste domingo (4) teve dois safety-cars, além de um monte de toques e muito drama. A alta temperatura só não foi capaz de derreter Kimi Räikkönen, o homem de gelo. O finlandês assumiu a liderança da corrida ainda no começo, quando Lewis Hamilton abandonou com uma quebra mecânica, e seguiu firme para conquistar a primeira vitória neste retorno à F1, além da primeira vitória da Lotus em 25 anos. O último triunfo da equipe inglesa, com o nome de Lotus, havia sido conquistado por Ayrton Senna, no GP de Detroit de 1987. No entanto, a tarefa do finlandês não foi nada fácil. Para terminar com a primeira colocação, o campeão da temporada 2007 foi obrigado a segurar Fernando Alonso nas voltas finais. O espanhol fez volta mais rápida atrás de volta mais rápida e conseguiu se aproximar do adversário perigosamente. Só não conseguiu passar, sendo obrigado a se contentar com o segundo lugar. A terceira colocação foi de Sebastian Vettel, que ultrapassou Jenson Button nas voltas finais. O alemão, que havia largado dos boxes, precisou fazer duas corridas de recuperação, já que se envolveu em um acidente no meio da prova. Todo o esforço foi recompensado, e ele pôde minimizar o prejuízo do fim de semana e permitir que Alonso descontasse apenas três pontos no campeonato. A vantagem ainda é de dez em favor do germânico. Pastor Maldonado, que também se envolveu em alguns toques, concluiu a corrida em quinto, seguido por Kamui Kobayashi. Felipe Massa, outro que chegou a rodar, encerrou em sétimo, com Bruno Senna completando em oitavo. O piloto da Williams se envolveu em um acidente na largada, mas também conseguiu se recuperar. Paul Di Resta e Daniel Ricciardo completaram o top-10.

Assim que a volta de apresentação e aquecimento dos pneus foi autorizada, bandeiras amarelas foram acenadas com intensidade no fundo do grid. Pedro de la Rosa ficou empacado e, assim como Sebastian Vettel, teve de partir dos boxes. Quando as cinco luzes vermelhas se apagaram, os pilotos deram a largada, uma das mais surpreendentes da temporada. Hamilton largou muito bem e sustentou a primeira posição. Mas do segundo lugar para trás, muita coisa mudou. Webber, que dividia a primeira fila com Lewis, não teve a melhor tração e perdeu a posição para Maldonado. Melhor ainda foi Räikkönen, que passou tanto Pastor quanto o veterano da Red Bull e se colocou em segundo. Webber, em quarto, ficou pressionado por Alonso. Disposto a dar tudo de si para se manter vivo na luta pelo título, o espanhol partiu para cima do australiano e conseguiu fazer a ultrapassagem. Destaque para Kamui Kobayashi, Sergio Pérez e Michael Schumacher, em oitavo, nono e décimo, respectivamente. Quem levou a pior na largada foi Senna. Partindo da zona intermediária, em 14º, o brasileiro dividiu a primeira curva com Nico Hülkenberg. O piloto da Force India acabou acertando Paul di Resta — que teve o pneu furado — e também tocou no carro de Senna, que rodou. De contrato assinado com a Sauber para 2013, Hülkenberg encerrou sua corrida ali, enquanto Bruno e Di Resta seguiram na prova. Romain Grosjean teve o pneu furado na primeira volta, mas, dessa vez, não teve culpa, já que foi acertado pela asa dianteira de Nico Rosberg. Vettel, por sua vez, seguia abrindo caminho. Largando dos boxes, o alemão aproveitou o desempenho muito acima dos carros das equipes novatas e, contando com os incidentes da primeira volta, ganhou muitas posições, fazendo a corrida de recuperação tão esperada por ele, pela Red Bull e pelo público presente ao circuito de Marina de Yas. Mesmo com a asa dianteira ligeiramente danificada em um toque ao tentar uma ultrapassagem em Bruno Senna, Vettel seguia em ótimo ritmo. A corrida seguia seu curso de maneira até tranquila, com Hamilton liderando com certa folga depois de ter sido pressionado por Räikkönen voltas antes. Maldonado sustentava a terceira colocação, seguido por Alonso e Webber. Mas a tranquilidade foi quebrada por um susto dos grandes e que por muito pouco não resultou em graves consequências. Na nona volta, Rosberg vinha buscando sua recuperação depois do toque com Grosjean na largada. O piloto tinha à sua frente Narain Karthikeyan, da HRT, e a ultrapassagem era questão de tempo. No entanto, ao passar pela curva 16, o motor Cosworth do carro do indiano começou a ‘fumar’, ocasionando perda abrupta de performance. Rosberg não percebeu a perda repentina de velocidade, acertou a lateral direita do HRT do indiano e quase decolou, batendo em alta velocidade no softwall, na saída da curva. Narain teve muita sorte também, já que a roda traseira da Mercedes do alemão quase acertou seu capacete. No fim das contas, todos escaparam ilesos. Mas o safety-car foi acionado pela direção de prova para auxiliar na retirada dos inúmeros detritos que ficaram na pista naquele momento. Vettel, àquela altura da corrida, era o 12º colocado e estava perto da zona de pontuação. No entanto, com a asa danificada, o alemão foi chamado pela Red Bull para, durante a vigência da bandeira amarela, ir para os boxes para efetuar a troca da peça e trocar os pneus, colocando os macios. A mudança da estratégia foi significativa, já que o alemão caiu para 21º. A aposta da Red Bull era que Sebastian não parasse mais, mesmo restando ainda 40 voltas para o fim da prova. A relargada foi dada na 15ª volta, com a manutenção das posições dos primeiros colocados: Hamilton, Räikkönen, Maldonado, Alonso, Webber, Button, Massa, Pérez, Kobayashi e Schumacher. Além de Vettel, apenas Jean-Éric Vergne fez seu pit-stop durante a vigência da bandeira amarela. Enquanto Hamilton era soberano e fazia seguidamente voltas mais rápidas, Vettel continuava sua luta pelos pontos em Abu Dhabi. Após superar Di Resta, Charles Pic e Pedro de la Rosa, o alemão teve o arrojado Romain Grosjean à sua frente. Depois de uma sequência de voltas atrás do franco-suíço, Vettel usou a asa móvel para ultrapassar o piloto da Lotus em uma manobra polêmica, feita com as quatro rodas fora do limite da pista. Para evitar uma punição da direção de prova, como aconteceu em Hockenheim, a Red Bull pediu que Sebastian devolvesse a posição para Grosjean, mas a recuperou, na pista, minutos depois. Lá na frente, tudo parecia estar a favor de Hamilton, que rumava para a vitória em Abu Dhabi. Só que Lewis foi vítima do azar mais uma vez. Na 20ª volta, o britânico ficou lento e encostou seu carro no gramado, na área de escape. Fim de prova para ele. Aí a liderança caiu no colo de Kimi Räikkönen, com Maldonado em segundo. Só que os pneus da Williams do venezuelano se desgastaram demais, resultado em uma perda significativa de desempenho. Alonso aproveitou a baixa performance de Pastor, foi para cima e fez a ultrapassagem, ganhando a segunda posição. Voltas mais tarde, Button também ganhou a posição de Maldonado, que caiu para quarto. Vettel, com tática ousada, seguia ganhando muitas posições. Sem tomar conhecimento dos adversários de Vergne, Daniel Ricciardo, Senna e Schumacher, o piloto da Red Bull era o oitavo colocado, virando bem mais rápido que os rivais do pelotão da frente. Já seu companheiro de equipe, Webber, também lutava para ganhar posições e tentou ultrapassar Maldonado. Entretanto, o venezuelano não amoleceu, dividiu a curva com o australiano, que rodou. Contudo, a direção de prova optou por não punir nenhum dos pilotos envolvidos. Em seguida, Webber tentou recuperar as posições perdidas. O veterano caiu para sétimo e voltou atrás de Massa, que também vinha mais lento devido ao baixo rendimento dos seus pneus macios. Ambos chegaram a se tocar, Webber passou pela área de escape e, quando retornou à pista, Massa rodou e perdeu a colocação. Assim como no incidente anterior, os comissários também optaram por não punir Webber e nem o brasileiro da Ferrari. Massa, então, decidiu ir para os boxes para fazer seu pit-stop, abrindo assim a primeira — e, provavelmente, única — janela para troca de pneus. Todos os pilotos, com exceção de Schumacher, Senna e Vettel, largaram com pneus macios. Logo, a estratégia era substituí-los pelos compostos duros. Entre os ponteiros, apenas Sebastian estava com os macios e, em tática diferenciada, estava em uma incrível segunda colocação, atrás somente de Räikkönen. Massa vinha em 13º, uma posição à frente de Senna. Com 35 voltas completadas, a grande questão era saber se Vettel tinha condições de seguir na pista até o fim da corrida sem realizar outra parada para troca de pneus. A meta da Red Bull era fazer com que o alemão terminasse à frente de Alonso, que vinha em terceiro. A diferença que separava os dois adversários na luta pelo título era de 5s5, mas Fernando vinha ligeiramente mais rápido, cerca de 0s3, uma vez que seus pneus duros estavam em melhor estado. Só que a Red Bull preferiu não arriscar e chamou Vettel para os boxes na 37ª volta. A escuderia taurina equipou o carro do alemão novamente com pneus macios. Sebastian voltou em quarto, atrás de Räikkönen, Alonso e Button. As chances de vitória do alemão pareciam bem remotas, mas tudo mudou graças a um incidente envolvendo três carros e que causou o segundo safety-car da prova. Na disputa pela quinta colocação, Di Resta, que vinha em tática diferente e fazia corrida brilhante, liderava o pelotão que tinha ainda Pérez, Grosjean e Mark Webber. O mexicano da Sauber emparelhou contra o piloto da Force India, ‘espalhou’ e foi para a área de escape. Quando retornou à pista, ‘Checo’ foi abalroado por Grosjean. Webber não escapou ileso e também foi acertado pelo franco-suíço. Nova bandeira amarela na pista. A direção de prova considerou Pérez como culpado pelo incidente e o puniu com Stop & Go de dez segundos. Vettel, então, mostrou que a sorte estava mesmo ao seu lado. Com pneus macios novos, o alemão à sua frente três pilotos com pneus duros bem mais gastos, faltando cerca de 15 voltas para o fim. O alemão, mesmo em quarto, passava de azarão para o grande favorito à vitória. O safety-car recolheu de volta para o pit-lane na volta 42, com Räikkönen escapando na frente, e Alonso, Button e Vettel mais próximos. Nos giros seguintes, Kimi abriu nada menos que 3s para os rivais, que lutavam pelo segundo lugar. Sebastian era ligeiramente o mais rápido dos três. Maldonado, em quinto, parecia não ter fôlego para lutar por um pódio em Marina de Yas. Depois de uma boa sequência de voltas rápidas de Räikkönen, Alonso respondeu e marcou 1min44s816, diminuindo em 0s2 a vantagem do finlandês e, consequentemente, abrindo vantagem para os adversários. Vettel, por sua vez, tentava não perder contato com o espanhol e pressionava Button, que resistia bravamente na terceira colocação. Enquanto isso, Alonso chegava ainda mais perto de Kimi, reduzindo a diferença do nórdico para apenas 2s2 faltando apenas seis voltas para o fim da dramática corrida em Abu Dhabi.


Pódio histórico em Abu Dhabi, com Kimi entre Alonso e Vettel, os postulantes ao título (Foto: Red Bull/Getty Images)

Que fantástico foi o fim desta corrida. Alonso se aproximava cada vez mais de Räikkönen, que caminhava rumo à sua primeira vitória desde 2009, o que coroaria uma temporada perfeita por parte do finlandês. Vettel sabia que tinha de arriscar para pelo menos beliscar um pódio em Marina de Yas. Por isso, deu tudo de si para finalmente ultrapassar Button e conquistar o terceiro lugar, heroico se for levada em conta a sua posição de largada. Kimi abriu a última volta do GP de Abu Dhabi com 1s2 de vantagem para Alonso que, por sua vez, estava 3s8 à frente de Vettel. O quadro parecia definido, embora o alemão, no giro anterior, anotou 1min43s964, a melhor marca de toda a corrida. Não havia tempo para mais nada, e o fim da corrida foi apoteótico, com o finlandês colocando o nome Lotus no topo do pódio desde os tempos de Ayrton Senna, em 1987. Mais uma vez, Räikkönen faz história na F1. Alonso conseguiu terminar em segundo, apenas 0s8 à frente de Kimi, com Vettel completando o pódio. Button ainda conseguiu um quarto lugar, resultado desastroso para a McLaren, se for considerado o infortúnio com Hamilton. Pastor Maldonado chegou em quinto, consolidando seu ótimo fim de semana em Marina de Yas. Kamui Kobayashi, em ótima corrida de recuperação, foi o sexto, fechando à frente de Massa, discreto neste domingo, e Senna, outro que teve bom rendimento na corrida. Di Resta, com estratégia de três paradas, e Daniel Ricciardo, completaram o top-10 em Abu Dhabi.

Débora Zampier - Repórter da Agência Brasil

Brasília - Os estudantes do Distrito Federal que encerraram a participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (4) consideraram a prova fácil, porém cansativa. A sequência de dois dias dedicados ao exame, a extensão dos textos das perguntas objetivas e o acúmulo de duas provas objetivas com a redação no segundo dia, totalizando até cinco horas e meia de exame, foram as principais críticas dos candidatos ao modelo atual. 'Acho que deveria ter uma semana de intervalo entre uma prova e outra para não cansar tanto. Também achei os textos das questões muito longos e confusos. Parecia que estavam fazendo de propósito para cansar a gente, embora a prova estivesse fácil, em geral', disse a estudante Letícia Martins, de 17 anos, resumindo as opiniões ouvidas nesta tarde pela Agência Brasil. Estudante de um colégio particular do Distrito Federal, ela quer cursar enfermagem. Para Karina Amaral, que tem 17 anos e já cursa publicidade, a prova não exigiu muito, porque abrange conhecimentos gerais e é possível conciliar outras atividades com os estudos para o Enem. Para a maioria dos estudantes ouvidos, a sempre temida matemática só foi vilã para quem não se esforçou ou não tem afinidade com a disciplina. 'Saí chutando tudo em matemática, mas acho que quem estudou foi bem', disse Leonardo Miranda, 17 anos, futuro estudante de educação física. Assim como Leonardo, outros participantes do Enem que vieram de escolas públicas não acreditam que o desempenho tenha sido prejudicado pela greve ocorrida neste ano no Distrito Federal. 'Na minha escola, foram 52 dias sem aula, mas acho que quem quis estudar de verdade, conseguiu, mesmo com a greve', ressaltou Kojo Yeboah Junior, de 18 anos, que quer cursar engenharia civil. Um dos assuntos mais comentados na saída da prova foi a redação, que surpreendeu com o tema 'Movimento Imigratório para o Brasil no Século 21. 'Achei que pediriam alguma coisa da Copa do Mundo, Lei de Cotas, mensalão, Rio+20. Este tema, nunca, mas achei tranquilo', destacou a estudante Lorena Loschi, de 18 anos, aluna de um colégio particular em Brasília que pretende cursar moda. 'Quem acompanha noticiário conseguiria escrever tranquilo sobre isso', completou Kojo. Enquanto os estudantes saíam da prova cansados, porém tranquilos, Lucas Aguiar estava ainda mais ansioso do que quando começou o exame. O motivo da preocupação não é o futuro profissional - ele pretende fazer direito - e sim o jogo do time do coração, que começaria logo depois. 'Nem fiz a prova direito, entreguei correndo no primeiro horário que podia. Sugiro que no ano que vem não tenha Enem em horário de jogo importante', brincou, saindo em disparada para não perder os primeiros lances da partida. (Edição: Nádia Franco - Agência Brasil - Todos os direitos reservados).

É com muito pesar e consternação que comunicamos o falecimento do nosso companheiro Boina Azul, Veterano do 19º Contg. Btl Suez Ten Pm Antonogildo de Oliveira Maciel. Nos solidarizamos, neste momento de tristeza com Dona Catarina Stradioto Maciel (esposa), filhos e familiares. Comunicamos também que a Missa de 7º dia será em 06/11/12 às 19:00 h, na Capela de Sta. Matilde, Canto do Forte - Praia Grande - SP

At. WALTER MELLO DE VARGAS

espn.com.br (Todos os direitos reservados - ESPN do Brasil) 

Por ESPN.com.br, espn.com.br, Atualizado: 04/11/2012

Zagueiros falham, artilheiros agradecem, e líder Fluminense arranca empate do São Paulo. São Paulo e Fluminense fizeram o jogo mais esperado pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, no Morumbi com 54.118 espectadores. O futebol apresentado pelas duas equipes não foi o mais exuberante, com um jogo de muita pegada. E só em falhas ou em lances individuais o gol poderia sair. Gum de um lado e Rafael Tolói do outro atrapalharam suas respectivas equipes com erros, os artilheiros Fred (17 hols) e Luis Fabiano (16) agradeceram, e o clássico tricolor terminou empatado por 1 a 1. O resultado agradou mais ao líder Fluminense, que chega aos 73 pontos e abre 9 de vantagem para o Atlético-MG - atua ainda hoje contra o Coritiba na capital paranaense -, restando quatro rodadas para o final do Brasileirão. Já o quarto colocado São Paulo sobe para 59, fica quatro atrás do Grêmio e tem cinco à frente do Botafogo, quinto na tabela. Na próxima rodada, o clube do Morumbi visita exatamente o Grêmio, enquanto o Fluminense continua em São Paulo para enfrentar o desesperado Palmeiras em Presidente Prudente.

Os torcedores do CORINTHIANS têm um certo trauma do ATLÉTICO GO. O DRAGÃO já enfiou quatro gols em pleno PACAEMBU, venceu os dois duelos no BRASILEIRO de 2010 e até empatou em SÃO PAULO no primeiro turno deste ano. Mas hoje, em TAGUATINGA (DF), o TIMÃO exorcizou de vez esse fantasma. Com gols de MARTINEZ e GUILHERME, o time de TITE venceu o ATLÉTICO GO por 2 a 0 e confirmou o rebaixamento dos goianos. Pelo menos por um ano, o CORINTHIANS não vai precisar se preocupar com o DRAGÃO. Punido com a perda de um mando de jogo por uma confusão envolvendo rojão na partida com o FLAMENGO, o ATLETICO GO teve de mandar o jogo de hoje em TAGUATINGA.

A PORTUGUESA entrou em campo contra o BAHIA, nesta noite, no CANINDÉ, com a missão de se distanciar da zona de rebaixamento. E até lutou por isso. Mas seu ataque voltou a falhar e o castigo foi fatal. Com a derrota por 1 a 0, caiu um tabu – os paulistas jamais haviam perdido para os baianos em seu estádio – e a luz amarela foi acesa para a LUSA. O resultado deixa o time do CANINDÉ na 15ª posição, com 40 pontos, assim como o TRICOLOR baiano – a LUSA tem melhor saldo. O problema é que a distância para a zona da degola é de apenas quatro pontos agora.

O PALMEIRAS chutou 20 vezes a gol, contra apenas sete arremates botafoguenses. Mas só balançou as redes duas vezes. E, mesmo com dois tentos de BARCOS – o segundo, marcado aos 45 minutos da etapa final – empatou com o BOTAFOGO: 2 a 2. Assim, o VERDÃO ainda tem chances de se livrar do descenso, porém, a situação ficou mais complicada. Com a vitória do BAHIA sobre a PORTUGUESA por 1 a 0, o VERDÃO está a sete pontos dos dois, exatamente os primeiros times fora da zona da degola. Outro rival direto, o SPORT, fez a sua parte, derrotou o VASCO fora de casa, por 3 a 0, e abriu três pontos em relação ao VERDÃO: 36 a 33. O PALMEIRAS corre o risco de ver sua queda à SÉRIE B sacramentada já na próxima rodada. A queda acontece se o time perder para o FLUMINENSE e seus rivais diretos, PORTUGUESA e BAHIA, conseguirem vencer os seus jogos, fora de casa, contra BOTAFOGO e CRUZEIRO, respectivamente.   

O público mais desatento deve ter sentido hoje a ausência só de uma estrela na seleção brasileira de futsal: FALCÃO. Com uma lesão na panturrilha esquerda, ficou foram da partida contra a LÍBIA. Mesmo assim, o time canarinho atropelou o adversário por 13 a 0, pela segunda rodada do Grupo C da COPA DO MUNDO, na TAILÂNDIA.

Sem tomar conhecimento do tenista sensação do MASTERS 1000 de PARIS, DAVID FERRER conquistou hoje o torneio na FRANÇA. O espanhol, número 5 do mundo, despachou o surpreendente polonês JERZY JANOWICZ, 65º no ranking da ATP, por 2 sets a zero. Ele conseguiu o maior titulo de sua carreira, o primeiro na série de MASTERS 1000. O polonês – que eliminou os favoritos ANDY MURRAY, JANKO TIPSAREVIC e GILLES SIMON – também conquistou o melhor resultado de sua trajetória no circuito.

Os 43 anos do assassinato do guerrilheiro CARLOS MARIGHELLA foi lembrado hoje por um grupo de manifestantes. Eles depositaram flores na Alameda CASA BRANCA, na região dos JARDINS, onde o militante foi morto em uma emboscada feita pelos agentes da ditadura militar. O baiano CARLOS MARIGHELLA se filiou ao Partido Comunista Brasileiro com 18 anos. Em 1968, fundou a ALN (AÇÃO LIBERTADORA NACIONAL), grupo armado de resistência à ditadura.

Um estudante de 17 anos morreu hoje de madrugada após cair do 28º andar de um prédio residencial na altura do número 1000 da Rua CORIOLANO, na região da LAPA, zona oeste da capital. O corpo de BRUNO DAMIATTI CHRISTIANO foi enterrado por volta das 18 horas no Cemitério PARQUE JARAGUÁ, também na zona oeste. Segundo o boletim de ocorrência, BRUNO e outros três amigos se reuniram na cobertura do prédio por volta da 0:30 hora de domingo, depois de arrombar o cadeado que dava acesso ao local. Os adolescentes levaram um equipamento portátil de som e, após beberam uma garrafa de tequila, começaram a dançar e a pular. BRUNO teria pulado em uma parte frágil do piso, onde havia um buraco e caiu. Ao perceberem a ausência do adolescente, os amigos tentaram ligar para o celular de BRUNO, que caia na caixa postal. Em seguida, resolveram chamar um segurança do prédio. O corpo foi localizado no térreo do prédio, perto do elevador de serviço.

O clima era de medo e indignação entre familiares e colegas de farda da soldado da Polícia Militar MARTA UMBELINA DA SILVA, de 44 anos, morta com dez tiros ontem à noite, na frente de casa e na presença da filha de 11 anos. De acordo com o comando da PM, que compareceu ao velório, no cemitério PARQUE JARAGUÁ, na zona norte, MARTA é a primeira policial militar do Estado assassinada fora de serviço e com sinais de execução em toda a história da corporação. Somente neste ano, MARTA é o 90º PM morto em SÃO PAULO – o primeiro do sexo feminino em 2012. Durante o velório e enterro, a família da soldado não permitiu a presença da imprensa. Segundo o deputado estadual MAJOR PM OLÍMPIO, que compareceu ao funeral, os custos do sepultamento foram bancados por meio de doações de outros policiais e amigos. “Fizemos uma vaquinha de R$1 400. A Associação de Cabos e Soldados doou uma cora de flores. Trabalhei com ela quando eu estava na ativa. Era uma grande amiga e uma profissional excepcional, muito querida pela comunidade e pelos policiais”, disse o político, segundo o qual a tropa de policiais está vivendo uma situação de “desespero”, “abandono” e “incredulidade no Estado”. Presente ao velório, o CORONEL PM ROBERVAL FRANÇA, comandante geral da PM, classificou a morte de “assassinato covarde” e disse que a soldado MARTA levou os dez tiros pelas costas. Segundo o coronel, a família poderá ser beneficiada pelo seguro. “Quando um policial militar é morto em horário de folga é instaurada uma sindicância para apurar se ele foi morto pela condição de policial militar. Se isso for confirmado, a família terá a cobertura do seguro”, disse o comandante. A soldado MARTA morreu por volta das 21:30 horas de ontem, sábado, quando chegava de carro em casa na VILA BRASILÂNDIA, na zona norte, com a filha de 11 anos. Segundo a polícia, dois homens que teriam saído de um HONDA CIVIC Prata, abordaram a mulher e começaram a atirar. MARTA foi socorrida, mas não resistiu. A criança saiu ilesa. Ela trabalhava há três anos no CPA/M-3 e cumpria funções administrativas. “Nós já temos algumas pistas. As investigações precisam fluir para que possamos chegar à autoria e, da autoria, à motivação”, disse o CORONEL PM FRANÇA, que evitou ligar o assassinato à morte, no sábado, de ALDO AFONSO DE LIMA, o ROBINHO, por policiais da ROTA. ROBINHO é apontado como um dos chefes do tráfico na favela PARAISÓPOLIS, atualmente alvo de operação saturação da PM.

Desde segunda-feira até hoje, 33 suspeitos de crime foram detidos e outros nove procurados foram capturados pela PM durante a OPERAÇÃO SATURAÇÃO, em PARAISÓPOLIS, na zona oeste. Também foram apreendidos seis adolescentes por ato infracional, além de 16 armas de fogo, 344 munições, mais de 30 quilos de cocaína, cerca de 334 gramas de maconha e 50 unidades de drogas sintéticas. Defendida pela mãe, CEPOLLINA já causa polêmica no meio jurídico. A advogada, acusada de matar o namorado, o CORONEL UBIRATAN, do Massacre do Carandiru, senta-se amanhã no banco dos réus. O juiz BRUNO RONCHETTI DE CASTRO indeferiu na última quarta-feira, dia 31 de outubro, pedido de adiamento do júri feito em conjunto por defesa e acusação. O assistente da promotoria, VICENTE CASCIONE, alegava que havia passado por cirurgia recente do coração e não estava reabilitado, e um dos filhos do coronel UBIRATAN, que é testemunha, estaria com crise de asma. A defesa, por sua vez, dizia não ter se preparado suficiente, por ter assumido o caso recentemente, e porque uma das testemunhas da ré não foi encontrada. Amanhã as partes tentarão o adiamento mais uma vez. Porém, na opinião de especialistas, o magistrado tem toda a legalidade para manter o júri. “O assistente da acusação não precisa comparecer porque a sociedade já estará representada pelo promotor. A testemunha também pode ser dispensada porque seu depoimento em juízo já consta dos autos”, explica o advogado ADEMAR GOMES. Em relação à testemunha da defesa, segundo o criminalista MAURO NACIF, o Código de Processo Penal determina que a audiência só poderá ser adiada se ela tiver sido entimada e faltar, mas não é o caso.     

Ainda vivendo sob os traumas e as conseqüências da supertempestade SANDY, os estados americanos de NOVA JERSEY e NOVA YORK – os mais afetados pela destruição – tentam garantir a participação da população nas eleições presidenciais de terça-feira, dia 6 de novembro. NOVA JERSEY está permitindo que os eleitores deslocados de casa pela tempestade votem por e-mail, enquanto que em NOVA YORK eles poderão votar em tendas. A eletricidade ainda falta para mais de um milhão de casas e empresas. Além disso, dezenas de zonas eleitorais de NOVA YORK e NOVA JERSEY foram destruídas pelo volume de água que atingiu a costa leste dos EUA. A decisão tomada pelas autoridades de NOVA JERSEY para garantir a votação é incomum. Qualquer eleitor deslocado de sua casa pela supertempestade de SANDY será designado um eleitor no exterior. Assim, será permitido que ele apresente um voto por fax ou e-mail. Após o SANDY, agora os americanos que vivem na costa leste sofrem com o frio intenso. Hoje, o governador do Estado de NOVA YORK, ANDREW CUOMO, anunciou que dezenas de milhares de desabrigados pela tempestade precisam de alojamento. Hoje, a temperatura era de 5º C em NOVA YORK, com previsão de queda. O prefeito de NOVA YORK, MICHAEL BLOOMBERG, afirmou que apenas na cidade são de 30 mil a 40 mil desabrigados. A tempestade SANDY, que atingiu a costa leste dos EUA em 29 de outubro, matou pelo menos 110 pessoas.



A Guarda Costeira da ITÁLIA e a Marinha reconheceram os corpos de 11 somalis, a cerca de 50 km da costa da LÍBIA no sábado e no domingo, depois que uma balsa motorizada que eles usavam para tentar chegar à ITÁLIA afundou. Dois barcos da Guarda Costeira e um navio da Marinha tiraram outros 17 somalis da água. Os sobreviventes e os mortos estão sendo levados à ilha italiana de LAMPEDUSA.



A Igreja Ortodoxa Copta do EGITO escolheu um novo Papa, TAWADROS 2º, hoje. A maior comunidade cristã do ORIENTE MÉDIO espera que o papa os proteja e lidere em uma região dominada pelo islamismo. Os cristãos correspondem a um décimo da população de 83 milhões de egípcios. Os ganhos políticos conquistados pelos islâmicos desde que o presidente HOSNY MUBARAK foi derrubado em 2011 preocupam a comunidade.    



2 013    :   -   SEGUNDA-FEIRA

Mistérios, aventuras e muita ação embalam “ALÉM DO HORIZONTE”, a próxima novela das sete da GLOBO, que estréia hoje. A saga em busca da felicidade e a procura por familiares desaparecidos prometem agitar a trama. “Com esse projeto, estamos saindo da zona de conforto e entrando em uma zona de perigo”, afirma o diretor do núcleo da novela, RICARDO WADDINGTON, que diz ter se sentido atraído pelo projeto inovador dos autores MARCOS BERNSTEIN e CARLOS GREGÓRIO.

A aventura começa quando LILI (JULIANA PAIVA) descobre que seu pai, dado como morto há dez anos, está vivo. A jovem fica intrigada com uma carta misteriosa deixada por ele e decide investigar seu passado. É quando MARLON (RODRIGO SIMAS) resolve seguir o caminho da tia desaparecida, TEREZA (CAROLINA FERRAZ) e também vai embora de casa, sem deixar notícias para o irmão WILLIAM (THIAGO RODRIGUES). PAULINHA (CHRISTIANA UBACH), que namora RAFA (VINÍCIUS TARDIO), acha que a vida vai além do que eles vivem e parte sozinha em busca de sua jornada pessoal. Ela, porém, deixa pistas.

Essas coincidências vão cruzar os caminhos desses personagens, que juntos decidem encontrar as pessoas que tanto amam. Durante essa viagem cheia de mistérios, WILLIAM, LILI e RAFA vão desvendar segredos e descobrir o Grupo, comunidade localizada em TAPIPÉ, na AMAZÔNIA, que reúne pessoa as quais parecem ter encontrado um jeito real de serem felizes. Porém, para fazer parte dessa seita é preciso ser escolhido e superar limites. “A história trata de um mistério, mas reforça a idéia de que é algo real. As pessoas têm um pensamento e vão mudar a vida delas para ir de acordo com essa idelologia”, explica JULIANA.

ANTÔNIO CALLONI interpreta LC, o pai desaparecido de LILI e, ao que tudo indica, ele está nesse local misterioso, em TAPIRÉ, onde as pessoas parecem ter encontrado a felicidade.



Muda a temperatura e chove. O trânsito fica muito ruim na MARGINAL TIETÊ. Chego à Sociedade às 13 horas. VALCACER traz um CD com 214 fotos da sessão solene de 30 de outubro, na Câmara Municipal de SÃO PAULO, bem como as principais fotos em modelo normal. Diz ele que irá documentar o evento de amanhã no 2º BPChq, quando teremos a comemoração dos 31 anos de ROCAM, 66 anos da escolta policial militar e a entrega da Medalha GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO, ainda lembrando os 81 anos da Revolução Constitucionalista de 1932.

MARINEI está empenhada no registro das atas da última eleição na Sociedade e a posse dos eleitos em 7 de julho. Como tenho a reunião do Conselho Cívico e Cultural na Associação Comercial, tudo é feito às pressas, inclusive o almoço com componentes do extinto MMDS.

O Professor Doutor PEDRO LAZARINI, da Faculdade DAMÁSIO DE JESUS e o acadêmico SIDNEI LOBO PEDROSO já se encontram na sala da reunião co Conselho. Pela manhã, através e-mail, alertei a Coordenadora EDIMARA DE LIMA da participação deles na reunião desta tarde. Comparecem: FRANCISCO GIANNOCCARO, VILMA, GIÁCOMO, MIRIAM, HELIODORO, RESENDE, MAJOR PM PÍCOLI, MARCO ANTÔNIO BRUCOLI, OSMAR MACHADO, ELOY G. DE OLIVEIRA e WADIH ABDALLAH.

O assunto principal é o evento do JÚRI SIMULADO do Processo MMDC-1932. O Professor Doutor PEDRO LAZARINI discorre, com muita propriedade, sobre esse assunto histórico. SIDNEI projeta o trabalho do júri simulado na Faculdade DAMÁSIO DE JESUS, bem como o acontecido em 2012, no Tribunal de Justiça, quando foi julgado o caso “EUCLIDES DA CUNHA”. Percebe-se que as pessoas presentes à reunião estão entusiasmadas com tudo isso. Várias perguntas são feitas e parece que será algo realmente importantíssimo para nós que cultuamos a EPOPÉIA DE 32.

Um outro assunto muito discutido nesta tarde é o abandono do MUSEU DO IPIRANGA. VALDIR ABDALLAH discorre sobre essa triste situação.

Já os responsáveis pela Distrital de SANTANA estão eufóricos com a Reinauguração do Memorial do Exército Brasileiro com a instalação de um canhão antiaéreo 40 mm – M1947 –C60 BOFORS, no dia 12 de novembro, às 10 horas, na PRAÇA HERÓIS DA FEB. MAJOR PM PÍCOLI e HELIODORO falam a respeito dessa solenidade.

Por volta das 17 horas é encerrada a reunião. Professor Doutor PEDRO LAZARINI e SIDNEI LOBO PEDROSO deixam-me no Metrô SÃO BENTO. Está chovendo e o trânsito é muito ruim tanto na MARGINAL TIETÊ, como na VIA DUTRA. Chego em casa depois das 20 horas.         



O promotor da Habitação e Urbanismo de SÃO PAULO, MAURÍCIO ANTÔNIO RIBEIRO LOPES, entrou hoje com uma ação contra o aumento do IPTU em SÃO PAULO, aprovado pela Câmara Municipal na semana passada. O representante do Ministério Público não contesta o reajuste em si, mas como o texto passou pelo Legislativo. No entendimento de LOPES, o projeto não poderia ter sido aprovado em sessão extraordinária. Ele diz que se a Justiça suspender o aumento, ele pretende convocar vários setores da sociedade civil para discutir melhor o assunto.



Começou a operar hoje o segundo dos três tatuzões que vão abrir túneis na LINHA 5 – LILÁS, entre as estações LARGO TREZE e CHÁCARA KLABIN. A Estação ADOLFO PINHEIRO, na região de SANTO AMARO, deve ser entregue em janeiro de 2014. Com 11,5 km de extensão, a expansão da LINHA 5 contará com onze estações. Atualmente, o trecho já conta com seis estações distribuídas entre 8,5 km, do CAPÃO REDONDO ao LARGO TREZE, na zona sul.



O Tribunal Regional Federal da 3ª Região manteve as condenações do ex-juiz NICOLAU DOS SANTOS NETO e do ex-senador LUIZ ESTÊVÃO pelo desvio de quase 170 milhões de reais na obra do Fórum Trabalhista. Atualizado, o valor supera 1 bilhão de reais.



Um grupo de sem-teto bloqueou hoje a Avenida TEOTÔNIO VILELA, no sentido Marginal PINHEIROS, contra uma futura reintegração de posse de um terreno na Avenida BELMIRA MARIN, na região do GRAJAÚ, na zona sul da capital. Ônibus chegaram a ser impedidos de circular, mas após negociação com a PM, às 6:30 horas, eles liberaram a faixa dos coletivos e, por volta das 9 horas, encerraram o ato na Rua FREDERICO RENÉ DE JAEGHER.



LUÍS GUSTAVO, de 79 anos, está internado desde o dia 25 de outubro na unidade de tratamento semi-intensivo da Clínica SÃO VICENTE, no RIO DE JANEIRO. O ator deu entrada no centro médico com endocardite, uma infecção no coração causada por uma bactéria, e está em tratamento para impedir a evolução do quadro de saúde. O ator está no ar na reprise da nova leva do humorístico “SAI DE BAIXO” e na novela das eis, “JÓIA RARA”, ambas na GLOBO. Por causa do estado de saúde, as autoras da trama, THELMA GUEDES e DUVA RACHID, tiveram de afastar o personagem dele, APOLÔNIO. Na história, ele viaja para visitar um parente no interior.

Cunhado do novelista CASSIANO GABUS MENDES, LUÍS GUSTAVO coleciona personagens em 60 anos de carreira. Em 1968, foi o protagonista de “BETO ROCKFELLER”, na TUPI, considerada uma das mais ousadas novelas já produzidas no país. Ele também foi o detetive MÁRIO FOFOCA em “ELAS POR ELAS” (1982) e, mais recentemente, o VAVÁ do “SAI DE BAIXO”.     



O espanhol FERNANDO ALONSO, da FERRARI, foi parar no hospital após sofrer uma pancada muito forte nas costas durante o GP de ABU DHABI, no domingo, quando terminou em quinto. Em uma manobra para tentar evitar uma colisão com o carro de JEAN-ERIC VERGNE, da TORO ROSSO, ele acabou se machucando. Apesar de conseguir terminar a corrida, saiu reclamando de dores. Após passar por uma bateria de exames, o espanhol apareceu imobilizado em uma maca. No entanto, os testes não apontaram nenhum problema sério.



A jornalista REGINA DE MATTOS E MOURA ocupava o cargo de secretária de Promoção e Desenvolvimento Social de PAULÍNIA, no interior paulista, e era presidente do PDT da cidade. Além da militância em áreas sociais, ela trabalhou em assessorias de imprensa, jornais sindicais, foi diretora de Projetos Especiais da MAURÍCIO DE SOUSA PRODUÇÕES e por duas vezes primeira-dama de PAULÍNIA. REGINA morreu no dia 4 de novembro, aos 53 anos, em decorrência de um câncer no pulmão. A jornalista era casada com o ex-prefeito EDSON MURA (PMDB) e deixou dois filhos. “Amo crianças, idosos e orquídeas, que planto por todo o jardim da nossa casa. E sonho, sonho muito com o dia que os contrastes e as injustiças sociais desapareçam de vez do nosso país. Utopia não, apenas fé”, escreveu em seu blog. Em nota, o governador GERALDO ALCKMIN (PSDB) lamentou a morte da secretária. “Era uma pessoa querida e profissional competente. Fez muito por PAULÍNIA, onde sempre trabalhou com grande espírito publico para melhorar a qualidade de vida da população.”



O deputado federal PAULO MALUF foi condenado hoje pelo Tribunal de Justiça de SÃO PAULO por improbidade administrativa devido ao superfaturamento da obra do TÚNEL AYRTON SENNA, realizada no período em que ele era prefeito de SÃO PAULO, entre 1993 e 1996; MALUF já havia sido considerado culpado em primeira instância pelo mesmo crime. A decisão foi referendada agora pelos três desembargadores da 10ª Câmara de Direito Público, o que deve enquadrar o parlamentar na LEI DA FICHA LIMPA. Se isso acontecer, MALUF, enfim, pode se tornar um político ficha suja, caso não consiga reverter a decisão em instâncias superiores (Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal). A condenação de hoje, determinada pela desembargadora TERESA RAMOS MARQUES, relatora do processo e acompanhada pelos dois outros juízes, determina, além do pagamento de uma multa de 42,3 milhões de reais, a inelegibilidade do ex-prefeito por cinco anos. Na prática, o deputado não poderá concorrer à reeleição em 2014 ou disputar qualquer cargo público eletivo em 2016. A Justiça Eleitoral, baseada na LEI DA FICHA LIMPA, pode, agora que MALUF foi condenado por um colegiado, cassar os direitos políticos dele por oito anos.



A condenação, hoje, pelo Tribunal de Justiça de SÃO PAULO é só mais uma derrota acumulada nos últimos anos pelos caros advogados contratados pelo deputado federal PAULO MALUF. Em maio, o ex-prefeito foi obrigado pela Justiça da ILHA DE JERSEY, um paraíso fiscal britânico, a devolver ao município de SÃO PAULO cerca de 3,3 milhões de reais depositados em contas movimentadas por seus familiares e por ele próprio. O dinheiro, que supera 57 milhões de reais no total, foi desviado de obras superfaturadas quando MALUF era prefeito. Apesar de a Justiça de JERSEY confirmar a ligação dos valores com MALUF, ele continua insistindo que não tem dinheiro no exterior. Em 2010, o deputado foi condenado, também pelo Tribunal de Justiça, por compras irregulares de frangos em 1996. Por esse crime, chegou a ser enquadrado na LEI DA FICHA LIMPA, teve a candidatura suspensa, mas acabou revertendo a decisão e foi eleito e diplomado. Em 2005, ele e seu filho FLÁVIO ficaram 40 dias presos acusados pela Polícia Federal de formação de quadrilha, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisa. Em março de 2010, seu nome foi incluído na difusão vermelha da INTERPOL, por solicitação dos ESTADOS UNIDOS.



A polícia da AUSTRÁLIA disse que prendeu um dos três suspeitos da agressão ao brasileiro LÚCIO STEIN RODRIGUES, ocorrida no sábado em SYDNEY. O primeiro exame feito em LÚCIO, que é ex-diretor de Meio Ambiente de CAPIVARI, diagnosticou sintomas de morte cerebral. Ele se envolveu em uma briga generalizada em um mercado. Segundo a família, o biólogo foi para o país para trabalhar e estudar.



Médicos, enfermeiros e psicólogos que trabalham para militares dos EUA violaram códigos de ética sob a instrução do Departamento de Defesa e da CIA e têm sido cúmplices no abuso de suspeitos de terrorismo, informou hoje um relatório independente elaborado pelo Instituto de Medicina e pela Fundação GEORGE SOROS. CIA e PENTÁGONO rejeitaram as acusações. O estudo de dois anos diz que os profissionais da saúde participaram de “tratamento cruel, desumano e degradante e tortura de prisioneiros”.



O palacete de PEDRALBES, luxuoso imóvel de BARCELONA de propriedade da princesa CRISTINA e seu marido, IÑAKI URDANGARIN, foi embargado hoje. A Justiça espanhola ordenou o bloqueio de outras 16 propriedades do casal para cobrir 6 milhões de euros – valor que URDANGARIN e seu ex-sócio, DIEGO TORRES, teriam desviado de fundos públicos. Metade do palacete, avaliado em 10 milhões de euros, ficará embargado.       



4 DE NOVEMBRO DE 2014    :    -    TERÇA-FEIRA

Mando uma mensagem para o 43º BPMI, SERTÃOZINHO, comunicando que os diplomas das medalhas que serão entregues no dia 24 já estão prontos na sede da Sociedade Veteranos de 32-MMDC.

Choveu bem nesta noite e, pela manhã, também temos pancadas d´água que mostram que a estiagem em SÃO PAULO poderá estar no fim. Ao mesmo tempo, causa-me séria preocupação. Tem entrado água no prédio onde funciona a sede do MMDC e ontem o telefone estava mudo. A ideia de transferir a Sociedade Veteranos de 32-MMDC para o Monumento Mausoléu do IBIRAPUERA agora é uma prioridade. A situação vai ficando insustentável.

Telefono para a TENENTE-CORONEL PM LODI, Chefe do CENTRO INTEGRADO DE APOIO PATRIMONIAL - CIAP. Quero saber notícias do Monumento Mausoléu ao Soldado de 32. Tenho pressa em levar a Sociedade para o Obelisco do IBIRAPUERA. Não há ainda uma data marcada para a reinauguração do marco da revolução de 32. Quero visitar o Monumento Mausoléu por estes dias. LODI irá ver isso junto com o Fiscal de Obras, que hoje se encontra em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO.

Na Sociedade Veteranos de 32-MMDC, MARINEI leva ao meu conhecimento que o CORONEL PM MAURÍCIO, Cmt da ESCOLA SUPERIOR DE SOLDADOS, solicitou a entrega do COLAR DA VITÓRIA para um norte-americano que está transmitindo conhecimentos aos alunos soldados. Mas, esta homenagem está marcada para o dia 7 de novembro, na próxima sexta-feira. Precisamos do currículo dessa pessoa a fim de confeccionar o diploma da honraria. Mais tarde entro em contato com o MAJOR PM ÉDSON, da ESCOLA SUPERIOR DE SOLDADOS, mas até a nossa saída da Sociedade referido currículo ainda não tinha chegado.

Também recebemos hoje os diplomas das medalhas que serão entregues em SÃO JOÃO DA BOA VISTA no próximo dia 14. Assino os mesmos e amanhã os diplomas irão para registro no Conselho de Honrarias e Mérito.

MARINEI transporta-me até em casa. Estamos saindo do MMDC por volta das 16 horas. Facilita a vida para todos nós, pois o trânsito ainda não está tão "carregado"  nesse horário.

Já em casa recebo uma mensagem do BIAJONE a respeito de um evento em ITAPETININGA no dia 12 de setembro, às 20 horas.

Prezado Cel PM Ventura

Saudações. Acabo de ser copiado na mensagem que segue ao final desse email.

Solicito-vos ciência de seu conteúdo e contato junto ao Cel PM Edilberto (ou outro acompanhante que deseje trazer consigo, caso ele não possa comparecer) para que possam  estar conosco no dia 12 de setembro de 2014, às 20 horas, na Câmara Municipal de Itapetininga para a noite de lançamento do livro HEROISMO DESCONHECIDO: edição comemorativa dos 90 anos da Revolução de 1924, cujo convite, envio-vos em anexo.

O senhor e o Cel PM Edilberto, assim como o comandante do 22 BPM/I (representante local da antiga Força Pública de São Paulo) e o Delegado do Serviço Militar de nossa cidade (representante local do Exército Brasileiro)  estão entre os agraciados com o Diploma de Honra ao Mérito Jornalista Edmundo Prestes Nogueira (in memoriam), autor do livro e cujo filho, Edmundo José Vasques Nogueira, e amigo Afrânio Franco de Oliveira Mello, organizadores da novissima edição, felizes ficarão com as vossas presenças, a exemplo de eventos anteriores desse jaez.

Eu gostaria de solicitar ao senhor que entre em contato com o Maj PM Galende (galende@policiamilitar.sp.gov.br) ou (15 3273 2300), Scmt do 22 BPM/I, para ultimar com ele o melhor horário de translado que lhe aprouver na tarde do dia 12/11, quarta feira próxima.

Em função do evento ser a noite, 20 horas, sugiro a partida do senhor e acompanhante, ambos da Rua Anita Garibaldi, n° 25, praça da Sé, ao redor das 16 horas. 

Desconheço a possibilidade do pernoite do senhor ser na sede do 22 BPM/I, como das outras vezes, caso venha acompanhado do Cel PM Edilberto, este podendo ficar na residência de Afrânio que já sinalizou positivamente a respeito.

Atenciosamente, grato e no contato

Biajone

Nov 4, 2014

To: BENEDITO TADEU GALENDE <galende@policiamilitar.sp.gov.br>
Cc: jbiajone@gmail.com
Em 04NOV14
Sr Subcmt
1. Determinar viatura e motorista para deslocamento  do Cel Ventura na data solicitada.
2. Ajustar detalhes com o Prof. Biajone.



A Justiça decretou, hoje, a prisão do estudante GIL RUGAI, condenado pelos assassinatos do pai e da madrasta em 2004. Por unanimidade, os desembargadores do Tribunal de Justiça entenderam que não havia motivo para a anulação do julgamento, ocorrido em fevereiro de 2013. Segundo o voto do relator LUÍS SOARES DE MELLO NETO, "esmiuçadas as teses defensivas e os depoimentos de todas as testemunhas, não se vislumbra, sequer nas minúcias, uma fagulha de prova que possa concretizar-se como evidência de que a decisão dos jurados tenha se dado manifestamente contrária."

O estudante foi considerado culpado pelos tiros que mataram LUIZ CARLOS RUGAI e ALESSANDRA TROITINO em 2004, na residência do casal, em PERDIZES, na zona oeste. Segundo a acusação, GIL cometeu o crime porque havia sido descoberto desviando dinheiro da empresa do pai. Ele foi condenado a 33 anos e nove meses de prisão em regime fechado.



O nível dos reservatórios do SISTEMA CANTAREIRA se manteve em 11,9% hoje, mesmo percentual registrado na segunda-feira, segundo a SABESP. A manutenção do nível se deve à chuva forte que atingiu a cabeceira do sistema na segunda, chegando a um volume médio de 15,7 milímetros. Segundo o meteorologista do  Centro de Gerenciamento de Emergências, THOMAZ GARCIA, o mês de novembro deve seguir a média histórica de precipitações, de 128 milímetros, na capital paulista. A chegada de uma frente fria, além de trazer as chuvas, deve diminuir a temperatura, destacou THOMAZ.



Chefe da quadrilha do mensalão e símbolo do processo que levou, pela primeira vez na história, petistas e poderosos para a cadeia, o ex-ministro JOSÉ DIRCEU já está em casa. Onze meses e 20 dias após se entregar na sede da Polícia Federal em SÃO PAULO para cumprir a pena de sete anos e  11 meses por corrupção ativa, DIRCEU foi beneficiado hoje pela progressão de regime e poderá permanecer em casa o restante do tempo.

O petista, preso no dia 15 de novembro de 2013, conseguiu o direito de trabalhar fora do Presídio da PAPUDA, em BRASÍLIA, em julho. Por isso, saía durante o dia para arrumar a biblioteca de um escritório de advocacia na capital federal.

Por mês, recebeu um salário de 2,1 mil reais. Por causa do trabalho, ele conseguiu antecipar o direito de pedir a progressão para o regime aberto em 142 dias. A lei penal permite que, se tiver bom comportamento, o preso pode reduzir um dia de prisão a cada três dias dedicados ao trabalho ou ao estudo. DIRCEU fez os dois durante novembro e julho quando não estava autorizado a deixar a penitenciária.

O ex-todo poderoso do primeiro governo LULA deverá voltar a trabalhar com consultoria, mesmo impedido de sair de BRASÍLIA. Isso porque o condenado em prisão domiciliar deve se recolher em casa entre 21 h e 5 h e permanecer na residência aos domingos e feriados por período integral. Além disso, os detentos não podem andar em companhia de outros condenados de regime aberto ou semiaberto e também não são autorizados a tomar bebidas alcoólicas. DIRCEU se junta a outros petistas ilustres que já deixam a prisão para cumprir a pena em casa, como o ex-presidente da legenda JOSÉ GENOÍNO e o ex-tesoureiro do partido DELÚBIO SOARES.



Após tentar, sem sucesso, invadir o PALÁCIO BURITI, sede do governo do DISTRITO FEDERAL, e fazer uma funcionária do Tribunal de Justiça refém por cerca de 30 minutos, um homem foi preso após uma ação surpresa da polícia. Enquanto negociava com o BOPE (BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS), o homem, identificado como RÓBSON BATISTA DA SILVA, de 33 anos, foi atingido por uma bala de borracha, imobilizado e preso. Ele invadiu a entrada do palácio com o carro, desceu do veículo e tentou quebrar com uma das facas uma janela do edifício. SILVA fugiu e capturou a refém, JUREMA DA SILVA ASSUNÇÃO, de 28 anos, em frente ao Tribunal de Contas. Segundo os policiais, ele falava coisas sem nexo. "Mataram a minha família todinha. Gente inocente. Vocês mataram minha família. Não fui eu que fiz", gritava. Antes de ser rendido, a polícia fez um cordão de isolamento e colocou dois negociadores para conversar com o sequestrador. Desconfiado, SILVA passou a gritar. "Eles estão tirando vocês de perto de mim para fazer covardia comigo. Vou contar até dez para a DILMA chegar aqui. Quero a DILMA", insistia, com uma faca na garganta da refém. JUREMA foi levada para o hospital, mas não ficou ferida na ação, apesar do susto. Ao chegar à delegacia, a porta traseira do carro de polícia não abriu. Os policiais tiveram de chamar o Corpo de Bombeiros para tirar SILVA de dentro do veículo.



Candidato derrotado à Presidência, o senador AÉCIO NEVES (PSDB) foi recebido nesta tarde na entrada do Congresso por uma multidão de cerca de 350 pessoas, entre jornalistas, populares, governadores, parlamentares, servidores e assessores. Aos gritos de "AÉCIO!", "presidente!" e "fora PT!", a multidão também cantou o Hino Nacional. "Essa recepção é tudo que um político poderia querer de uma trajetória, que não se encerra. Chego hoje ao Congresso para exercer o papel que me foi delegado por grande maioria da população brasileira. Vou ser oposição sem adjetivos", disse.



A Justiça de MINAS GERAIS negou autorização ao goleiro BRUNO para jogar no MONTES CLAROS. A solicitação foi feita pelos advogados incluía também a revisão da pena do ex-atleta, preso pela morte da amante ELIZA SAMÚDIO, ocorrida em 2010. "O pedido viola o protocolo de segurança da unidade prisional", justificou o juiz FAMBLO SANTOS COSTA. BRUNO foi condenado a 22 anos e três meses de reclusão e cumpre a pena em FRANCISCO DE SÁ, na região norte de MINAS GERAIS.





Com o contrato praticamente certo com a LE HAVRE para disputar a Segunda Divisão, na FRANÇA, na próxima temporada, o atacante ADRIANO foi denunciado hoje pelo Ministério Público do RIO DE JANEIRO. Segundo informações da ESPN BRASIL, o Imperador está sendo acusado de tráfico de drogas e associação ao tráfico e também pode responder por falsificação de documentos. Caso seja condenado, a pena do centroavante pode chegar a 25 anos. A 29ª Vara Criminal do RIO vai analisar a denúncia e decidir se acata ou não o pedido. Em caso afirmativo, será aberto um processo para investigar os fatos. No texto da denúncia, o MP também pede à Justiça que apreenda o passaporte do jogador, inviabilizando qualquer tentativa de fuga de sua parte.

A denúncia tem como base uma investigação de 2010, na qual ADRIANO é suspeito de ter comprado uma moto de 600 cilindradas em nome da mãe do traficante PAULO ROGÉRIO DE SOUZA PAZ, o MICA. Integrante do Comando Vermelho, o criminoso participava do tráfico na VILA CRUZEIRO, comunidade onde o atacante nasceu e mantém amizades. Outro amigo de ADRIANO, MARCOS JOSÉ DE OLIVEIRA, também foi incluído no caso.

De acordo com a investigação, ao dar a motocicleta, ADRIANO foi conivente com as atividades ilícitas praticadas por MICA, que necessitava de "veículos velozes, em especial motocicletas, pela agilidade no tráfego, que fossem legalizados e não levantassem suspeitas quando transitassem fora das comunidades dominadas pela organização criminosa".

A promotoria argumenta que o ex-jogador da seleção brasileira agiu livre e conscientemente. Na época em que o assunto ganhou as manchetes, o jogador prestou depoimento à polícia. Porém, ele não chegou a ser indiciado. Agora, o assunto volta a ameaçar a sua carreira. ADRIANO, de 32 anos, não joga desde abril, quando teve seu contrato rescindido pelo ATLÉTICO PARANAENSE.      



2 015    :   -    QUARTA-FEIRA

Ontem, através celular, o SUBTENENTE GEORDE TRAJANO marcou comigo vir me buscar por volta das 7:30 horas, a fim de irmos a uma reunião na CASA VERDE. Explicou, por alto, que há interesse de personalidades elencadas para receber a MEDALHA DRÁUSIO, na zona norte, estarem interessadas em proporcionar eventos para que isso se realize. Por ocasião do lançamento da honraria, pessoas não compareceram no dia 28 de maio, no Obelisco, para serem condecoradas e agora estão se manifestando.

GEORGE chega em casa por volta das 7 horas. Vamos para a Rua MUNIZ DE SOUZA, uma travessa da Avenida ÁGUA FRIA, onde se situa o escritório político do Deputado Estadual MAJOR PM OLÍMPIO. Ali encontramos o MAJOR PM ; há interesse de entregar  a MEDALHA DRÁUSIO nos dias 12 e 16 de novembro no seguinte endereço: AVENIDA VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA, 1008. Para o dia 12 são citados cinco nomes (OSWALDO RICI JÚNIOR, MÁRIO MARTINEZ DO CANTO, MARCELO DE ASSIS GARCIA, JOSÉ ROBERTO MARTINEZ DO CANTO e JOAQUIM DE ASSIS GARCIA) e o GEORGE lembra que quatro deles estão com os diplomas retidos no Conselho de Honrarias e Mérito porque não mandaram os currículos. O MAJOR PM faz os necessários contatos com essas pessoas para providenciarem os currículos e encaminharem para o GEORGE, que fica encarregado de ir até o Conselho e retirar os diplomas. O CORONEL PM VELOSO, já na reserva, ex-comandante do Policiamento de Trânsito, vai se candidatar a vereador nas próximas eleições. Ele é apoiado pelo MAJOR PM OLÍMPIO.

Deixando o escritório político do Deputado Estadual MAJOR PM OLÍMPIO, o SUBTENENTE GEORGE TRAJANO deixa-me no Corpo de Bombeiros, na SÉ. Entro em contato com FERREIRA e vamos almoçar no GRILL da Praça JOÃO MENDES.

Por volta das 14:30 horas estou chegando no Obelisco. MARINEI CHALUB está com muito trabalho. Há solicitações para solenidades neste mês de novembro e também em dezembro. O 50º BPMM quer entregar dez medalhas PEDRO DE TOLEDO no SOLO SAGRADO no dia 27 de novembro. O CPA/M-7 está programando um evento para às 9 horas do dia 26 de novembro e o CPA/M-11 marca sua solenidade para o dia 16 de dezembro.

Chove muito nesta tarde. Temos notícias que ROCHDALE, em OSASCO, novamente vai sofrer com as enchentes.

Assim é que o JOSÉ MARIA, motorista do vereador SEBASTIÃO BOGNAR, tem dificuldades para chegar até o Obelisco, a fim de me transportar até a Câmara Municipal de OSASCO.

Por iniciativa do Núcleo MMDC-OSASCO "POETA QUILHERME DE ALMEIDA", está marcada uma sessão solene na Câmara Municipal dessa cidade, cujo proponente é o vereador BOGNAR, presidente do Núcleo.

Encontramos a Câmara Municipal de OSASCO literalmente tomada pelos convidados do BOGNAR. Ele me recepciona e me apresenta às personalidades escolhidas para serem condecoradas nesta noite.

TRAT.
NOME
Sr Adamastor Inacio da Silva
Dr. André Menezes de Melo
Sra Beatrice Barabás de Okada
Profª Bruna da Silva Soares Almeida
Sra Camila Batista Leite Pedroso
Sr Carlos Alberto dos Santos
1º ten Carlos Pereira da Costa Filho
Sr Daniel Leonel
Sr Enilson Lopes de Oliveira
Cappm Fábio Gonçalves Gouveia Miloco
Sr Francisco das Chagas Lima
Sra Helena Saito HinayamaFukugauchi
1º sgtpm Israel Novato Fontes
Profª. Iva Rodrigues Ramos
Vereador Jair Assaf
Sr Jeane Lopes de Gois
Sr João Decio de Oliveira
Ten.cel. JonhDavys Bezerra Dantas
Sr José Bernardes
Dr. José Geraldo Tonato
Ten.cel. Pm José Virgolino de Oliveira
Sr LaenirConsoli
Ten. Cel.pm Leo Fanin
Prof. Luiz Francisco Teixeira
Sr Mauro Cardeal de Araújo
Sr Miguel CatanNtto
Sr Nelson Piva
Sr Nelson Rodrigues Guerra
Sr Pedro Trucão
Sr Rosaria Maria da Silva
Sr Ruben Pignatari
Prof. Wagner Carreira Paulo

Conforme são chamados os homenageados, o vereador SEBASTIÃO BOGNAR lê um simples resumo biográfico da pessoa.

Após as honras de praxe, como a continência à Bandeira Nacional, vai ser entregue a PLACA COMEMORATIVA aos 83 anos da Revolução Constitucionalista de 32 ao Presidente da Sociedade Veteranos de 32-MMDC,  CORONEL PM MÁRIO FONSECA VENTURA.

Encerrada a sessão solene, vamos nos despedir das pessoas que participaram do evento. JOSÉ MARIA, motorista do BOGNAR, vai me conduzir até em casa, num tempo chuvoso, mas com trànsito tranquilo.



O GEORGE TRAJANO confeccionou doze diplomas da MEDALHA CONSTITUCIONALISTA e os remeteu para o CORONEL PM MARCOS AUGUSTO COSTA BASTOS, Comandante do 15º Batalhão de Infantaria Motorizada de JOÃO PESSOA, na PARAÍBA:

Patente Nome Função
Cel Marcos Augusto Costa Bastos       Cmt 15º Batalhão de Infantaria Motorizado
Maj KarlloLavôr Gonçalves Saraiva 15º Batalhão de Infantaria Motorizado
1º Ten PM  Luciano Adonias Barbosa Policia Militar PB
Maj Cleberson André de Aquino Oliveira 15º Batalhão de Infantaria Motorizado
Cel BM Jair Carneiro de Barros Corpo de Bombeiros da PB
2º Ten/ R2 Eloizio Henrique Henriques Dantas Reserva não remunerada
Cel PM Euller de Assis Chaves Cmt Policia Militar da Paraíba
CEL PM  Paulo Almeida da Silva Martins Função
Maj Luciano Melo de Oliveira Junior 15º Batalhão de Infantaria Motorizado
2º Ten/ R2 Bento Pereira DinizFilho Reserva não remunerada
Maj
Marcos Paulo Moreira da Silva
Subcomandante do 15º Batalhão de Infantaria Mtz
Sr
Fernando  José Pereira Cavalcante
Instituto Docente do Magistério Militar



Não tenho conhecimento da data da entrega da MEDALHA CONSTITUCIONALISTA em JOÃO PESSOA, mas não tenho condições de viajar até à PARAÍBA.



Na noite desta quarta-feira (04) a Delegacia Central de Flagrantes (Defla) foi palco de mais uma polêmica envolvendo Polícia Civil e Militar. O delegado plantonista Pedro Resende, deu voz de prisão a uma policial feminina que conduzia uma ocorrência de tentativa de roubo, quando a policial se negou a fornecer número de telefone particular.

O fato inusitado foi presenciado por militares que compõem a guarnição da Sargento, tudo ocorria normalmente, quando ao ser ouvida como testemunha do caso da tentativa de roubo, o delegado pediu para a policial deixar número do celular, caso surgisse dúvidas no procedimento, ele ligaria.

A sargento repassou o número do telefone do seu batalhão, o delegado insistiu que queria o do particular dela, mas a policial se negou. Diante disso, o delegado Pedro deu voz de prisão à sargento, segundo ele por falso testemunho.

A policial que estaria terminando seu turno de trabalho, após correr atrás do assaltante que ali conduzia, imediatamente informou angustiada a um grupo de whatssap de militares que ela participa. “pessoal o delegado me prendeu, porque não dei o número do celular pra ele”, disse a militar no grupo.

Após o fato, a policial acionou o seu superior via CIOSP, quando também veio o apoio de várias guarnições, policiais militares à paisana e representantes da Associação dos Militares Estaduais (AME-AC), além do corregedor geral da polícia civil. Todos entraram na sala do delegado e foi decidido que não seria feito nenhum procedimento contra a polícial feminina.

O advogado da AME, doutor Mario Rosas, que a todo momento acompanhou a policial, falou que tão logo a sargento se acalme, vai verificar a possibilidade de ingresso de uma ação de reparação contra o estado, um vez que a mesma teve sua arma recolhida, e teve sua honra abalada.

Após todo o ocorrido a sargento foi levada para sua residência, em uma viatura do BOPE, de acordo com os colegas de trabalho, ela saiu muito abalada e optou por não conceder entrevistas. Contudo, o corregedor da polícia civil minimizou o fato e disse que tudo não passou de um mal entendido, “coisa cotidiana da vida policial”. finalizou o corregedor.
Informações : AcreNews.Net



Seis policiais militares foram condenados na noite desta quarta-feira (4) por matar um estudante em novembro de 2008, após obriga-lo a beber solvente. Marcos Paulo Lopes de Souza tinha 18 anos de idade quando teve um mau súbito após ingerir o produto químico numa rua da comunidade carente onde morava, na região de Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Cabe recurso da decisão.

Segundo o 4º Tribunal do Júri da Capital, as penas variam de 14 a 18 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado – por motivo torpe e envenenamento. Segundo a denúncia do Ministério Público, dois jovens foram abordados pelos PMs, que os obrigaram a beber solvente. Um morreu e o outro conseguiu se salvar, pois fingiu ter ingerido o líquido.

De acordo com a sentença da juíza Liza Livingston, “dois dos réus praticaram crimes mais graves, por ação e não omissão como os demais. Por isso os efeitos da condenação com relação a eles devem ser diferenciados”. Ela sentenciou pela perda dos cargos de dois dos policiais.

Um dos militares foi condenado a 18 anos de reclusão, 1 ano e 1 mês de detenção e ao pagamento de 60 dias-multa, e o outro a 18 anos de reclusão, 1 ano de detenção e 40 dias-multa.

Segundo a sentença, “a ordem dos réus para que as vítimas ingerissem substância entorpecente revelou total falta de compaixão e sensibilidade. Mesmo sabendo que se tratavam de vítimas primárias, de 18 e 19 anos de idade, decidiram impor-lhes sofrimento atroz por ingestão de tricoletileno. Agiram com crueldade e de forma ilegal, deixando de efetuar a prisão para dar vazão aos instintos agressivos.”

Os outros quatro policiais terão de cumprir pena de 14 anos de reclusão, 6 meses de detenção e 20 dias-multa. A pena privativa de liberdade será cumprida inicialmente em regime fechado.

Sobrevivente: O amigo de Marcos, que fingiu beber o produtor químico, sobreviveu e foi a principal testemunha do caso. Laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Marcos teve insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar em decorrência da ingestão da substância cloroetileno.

O crime, segundo o Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Civil e Corregedoria da Polícia Militar (PM), ocorreu em 10 de novembro de 2008. O julgamento ocorrerá no 4º Tribunal do Júri, no Fórum Criminal da Barra Funda, Zona Oeste da capital, e está previsto para começar às 12h30.

O G1 apurou que foram julgados os policiais militares Carlos Dias Malheiros, 46, Claudio Bonifazi Neto, 36, Jorge Pereira dos Santos, 52, Rafael Vieira Junior, 37, Rogério Monteiro da Silva, 39, e Edmar Luiz Silva Marte, 36. A equipe de reportagem não conseguiu localizar a defesa dos réus para comentar o assunto.

Os policiais militares respondem em liberdade ao processo. Durante as investigações, os agentes negaram as acusações de que obrigaram Marcos e seu amigo a tomar solvente.

O nome do sobrevivente não foi divulgado porque ele é tratado como testemunha protegida.

Ingestão do solvente: De acordo com peritos, o solvente pode acelerar a frequência cardíaca se for tomado. E se a pessoa for submetida a esforço físico após a ingestão sofre efeitos potencializados. Segundo a acusação, na madrugada do dia 10 de novembro de 2008, Marcos foi obrigado pelos policiais militares a correr após beber o líquido.

Testemunhas contaram aos investigadores que Marcos estava acompanhado de outro rapaz. Os dois cheiravam lança-perfume e se preparavam para fumar maconha perto do 103º Distrito Policial (DP), na Cohab 2 Itaquera, quando um carro Blazer da PM, com a inscrição "Tático Móvel", os abordou.

Marcos e o amigo foram parados pelos policiais militares no cruzamento da Rua Giulio Ferro com a Avenida Salim Farah Maluf.  Ainda de acordo com testemunhas, o amigo de Marcos gritava que os policiais do 39º Batalhão da PM haviam os obrigado a beber solvente, encontrado em frascos próximos a uma viela, o ameaçaram de morte e os fizeram correr.

Os policiais militares foram embora em seguida sem relatar a abordagem nos documentos da corporação, segundo a acusação. Marcos ainda chegou a ser socorrido por policiais civis do 103º DP, mas chegou sem vida ao hospital da região. O corpo do jovem não tinha sinais de agressões.



A dançarina ANA CAROLINA VIEIRA, de 30 anos, foi encontrada morta em seu apartamento nesta manhã, no SACOMÃ, zona sul da capital. O namorado da vítima, ANDERSON RODRIGUES LEITÃO, foi preso em flagrante pelo crime. LEITÃO confessou à polícia ter assassinado a namorada na tarde de segunda-feira e ficou dois dias ao lado do corpo, bebendo veneno de rato para morrer abraçado a ela, mas a substância não fez efeto.

De acordo com a Polícia Civil, o zelador do prédio sentiu um cheiro forte vindo do apartamento da dançarina, no 5º andar. Como a porta estava destrancada, acabou entrando e encontrando a vítima morta. O corpo estava sob um cobertor.

O quarto estava com as janelas fechadas, o ventilador ligado e havia vários incensos acesos. Os investigadores disseram que o corpo da modelo apresentava sinais de violência. O suspeito tentou fugir em um táxi, mas foi preso por um policial do 85º DP (COHAB HELIÓPOLIS).

Na delegacia, LEITÃO afirmou ter estrangulado ANA após uma discussão. Ele afirmou ainda que penteou e maquiou a namorada mesmo depois de morta.

Para os jornalistas na delegacia, ele disse ter cometido o crime por ciúmes e raiva. Contou que veio de FORTALEZA, no CEARÁ, para passar o feriado com a companheira. O motivo do assassinato teria começado após ele ser flagrado lendo algumas mensagens no celular dela.

Em entrevista ao portal G1, o suspeito disse que não tinha intenção de matar a namorada. "Eu a estrangulei com minhas próprias mãos e, quando percebi, ela já estava morta. Comprei chumbinho porque eu queria morrer abraçado com ela", disse ao site.

LEITÃO pediu perdão aos familiares da dançarina. "Não era minha intenção matá-la, eu não queria isso. Peço perdão a todos e a minha mãe"

.

LEITÃO pediu perdão aos familiares da dançarina. "Não era minha intenção matá-la, eu não queria isso. Peço perdão a todos e a minha mãe".

ANA CAROLINA era cearense de FORTALEZA e trabalhou como dançarina na banda AVIÕES DO FORRÓ. Em junho, foi uma das finalistas no concurso para bailarina do programa DOMINGÃO DO FAUSTÃO, na TV GLOBO, mas não ganhou.



Um casal de SÃO PAULO é acusado pela polícia de EXTREMA, em MINAS GERAIS, de ter matado, com requintes de crueldade, a estudante de bio-medicina LARISSA GONÇALVES DA SILVA, de 21 anos. O crime aconteceu no último dia 23, após a jovem ter sido sequestrada próximo a uma rodoviária de BRAGANÇA PAULISTA. Hoje, um suspeito de mandar matar a jovem foi detido e disse que pagou um mil reais para a dupla.

A confissão de JOSÉ ROBERTO DOS SANTOS FREIRE, 35, foi surpreendente porque ele disse que planejou o crime junto com o namorado da jovem, o modelo LUCCAS RODRIGO GAMER, 21. Os dois seriam amantes. JOSÉ ROBERTO tinha ciúmes do relacionamento da estudante e convenceu o modelo a matá-la.

LARISSA teria descoberto que o namorado era homossexual. Ela teria visto mensagens trocadas pelos dois e estava cobrando explicações de LUCCAS. Ele negou o crime. Também disse não ter qualquer relacionamento com o comerciante.

O  corpo da jovem foi encontrado ontem em um poço artesiano no meio de um matagal. Ela tinha sinais de tortura e não foi possível descobrir a causa da morte porque seu corpo estava em estado de putrefação. O delegado VALDEMAR LÍVIO, que investiga o caso, disse que a Justiça decretou a prisão temporária de LUCCAS para ele não atrapalhar as investigações. Ele ainda não foi preso. A estudante foi enterrada hoje após protestos.



O ex-presidente da CBF, JOSÉ MARIA MARIN, aguarda decisão da Justiça dos EUA para saber qual será seu destino. Enquanto espera pelo julgamento previsto para acontecer no dia 16 de dezembro, o brasileiro, acusado de receber e distribuir propinas, cumpre prisão domiciliar em seu apartamento, localizado em uma região nobre da cidade de NOVA YORK, avaliado em quase dez milhões de reais.

Após permanecer preso na SÚIÇA durante 157 dias, o dirigente desembarcou em solo americano ontem, dia 3 de novembro. No mesmo dia, compareceu a um tribunal e deu sua versão sobre os fatos. Acusado de receber dinheiro por fora na assinatura de contratos da CBF com empresas de marketing esportivo, MARIN precisou pagar algo em torno de 3,85 milhões de reais para permanecer em seu apartamento em NOVA IORK. Além disto, o ex-manda-chuva do futebol brasileiro ofereceu 57 milhões de reais em bens, como fiança e garantia de que não tentará fugir.

Enquanto espera, o ex-governador de SÃO PAULO convive com uma tornozeleira eletrônica e não pode sair de casa, exceto para visitar seus médicos, ir à igreja ou fazer compras em um supermercado da região. Entretanto, mesmo para realizar tais tarefas, precisa avisar os agentes do FBI, a  polícia federal dos EUA.

Em conversa com o jornal DIÁRIO DE SÃO PAULO, o Doutor GUSTAVO BADARÓ, livre-docente da USP em processo penal, falou sobre os possíveis desdobramentos que uma condenação pode gerar na vida de MARIN e também sobre a relação entre as Justiças de BRASIL e EUA no que diz respeito ao cumprimento da pena.

"Se ele for condenado pela Justiça norte-americana, pode cumprir pena em regime domiciliar devido à sua idade (o cartola tem 83 anos). Pela legislação brasileira, por exemplo, um condenado com mais de 70 anos possui essa possibilidade", explicou o acadêmico.

"Dependendo do que for acordado, existe a possibilidade dele retornar ao BRASIL. Os países possuem acordos de bilateralidade, então, esse cenário não está descartado", reiterou o advogado.



O presidente do Conselho de Etica da Câmara dos Deputados, JOSÉ CARLOS DE ARAÚJO, adiou para hoje o anúncio do nome do relator do processo contra o presidente da Casa, EDUARDO CUNHA. A  previsão inicial era anunciar o nome nesta tarde, mas ARAÚJO disse ser necessário finalizar algumas conversas antes disso. O favorito é o deputado de primeiro mandato, FAUSTO PINATO, que tem boa relação com aliados de CUNHA. ARAÚJO disse ter conversado com os três deputados sorteados além de PINATO. VINÍCIUS, GURGEL e ZÉ GERALDO - e com pessoas próximas a eles para obter mais informações.



Um avião de carga russo com passageiros a bordo caiu hoje após decolar do aeroporto na capital do SUDÃO DO SUL, matando pelo menos 41 passageiros na aeronave e no solo. Um membro da tripulação e uma criança a bordo sobreviveram, disse o porta-voz presidencial ATENY WEK ATENY à REUTERS. Pouco depois de decolar do aeroporto de JUBA, o avião caiu às margens do Rio NILO BRANCO, deixando um rastro de pedaços da fuselagem espalhados na vegetação. ATENY disse ainda que algumas pessoas morreram no solo, à medida que o avião ANTONOV despencava próximo de onde pescadores trabalhavam.



O governo britânico afirmou hoje que o avião russo que caiu na região do SINAI, no EGITO, "pode ter sido derrubado por dispositivos explosivos" e, portanto decidiu suspender todos os voos saindo de SHARM EL-SHEIKH, no EGITO, para o REINO UNIDO. Em comunicado, o gabinete do primeiro-ministro, DAVID CAMERON, afirmou que especialistas britânicos em aviação iriam ao EGITO pra avaliar a situação de segurança no solo antes de liberar novas partidas de SHARM EL-SHEIKH. A IRLANDA também cancelou seus voos na região. Uma fonte próxima à investigação dos EUA apontou que o ESTADO ISLÂMICO ou sua filial local, a PROVÍNCIA DO SINAI, podem ter sido responsáveis por um atentado.

"Existe uma sensação na investigação de que um explosivo plantado na bagagem ou em algum lugar da aeronave provocou a queda", disse à CNN o funcionário norte-americano. De acordo com a REUTERS, uma fonte egipcia também afirmou que a perícia aponta para uma possível explosão. O AIRBUS A321M da Companhia METROJET decolou do balneário de SHARM EL-SHEIKH e caiu na PENÍNSULA DO SINAI, matando todas as 224 pessoas a bordo.     



2 016    :     -     SEXTA-FEIRA

Procuro me recuperar das contrariedades de ontem. A Sociedade Veteranos de 32-MMDC causou-me, nessa quinta-feira, um desgaste desnecessário, face a incompreensão das pessoas que não têm ciência da grandeza da instituição, deixando para a última hora problemas que deveriam ser resolvidos com antecedência.

No sossego de minha biblioteca, atualizo minhas memórias. Pelo facebook fico sabendo que o SIDNEI LOBO PEDROSO recupera-se bem do infarto sofrido no dia 1º de novembro. 

Nesta sexta-feira, no Monumento Mausoléu ao Soldado Constitucionalista, no horário das 15 horas, teremos mais uma entrega da Medalha GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO para os associados da Sociedade Veteranos de 32-MMDC. Ontem, MARINEI conseguiu aprontar todos os diplomas, embora tenha sido “sufocada” com os diplomas trazidos pelo QUINTINO, do Núcleo MMDC-NON DVCOR, DVC, para uma solenidade marcada para amanhã, sábado.

No horário das 13 horas, MARINEI vem me buscar. Vamos para o OBELISCO. No Monumento Mausoléu vamos encontrar muita gente que comparece para o evento que ainda lembra os 84 anos da Cessação das Hostilidades do Movimento Constitucionalista de 32.

Tenho a grata surpresa de encontrar presente o DIRETOR DE ENSINO E CULTURA DA PMESP, CORONEL PM REYNALDO SIMÕES ROSSEI, acompanhado de vários oficiais da DEC.

Numa cerimônia singela, mas dotada de alto significado cívico, vamos entregar a MEDALHA GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO para as seguintes pessoas:  

CAPITÃO PM LENI MARIA CAMPOS BELLINI

CAPITÃO PM SHEILA RICARDA BERBEL                                                                    

1º TENENTE PM ESTÉFANO VINÍCIUS TORRENTE

1º TENENTE PM PEDRO BELMIRO MENDES FILHO

1º TENENTE PM LUCIANO PRUDÊNCIO DOS SANTOS FILHO

2º TENENTE PM ADEMIR DE ALMEIDA

2º TENENTE PM MARCO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

ALUNO OFICIAL PM JACKSON GIOVANI CANDIAN

1º SARGENTO PM CÉZAR FRANCISCO

CABO PM EDNALDO LUIZ DA SILVA

CABO PM JULIANO VELOSO CARNEIRO

SOLDADO PM THIAGO LEITE DAS NEVES

COMBATENTE DE 32 JOSÉ GALVÃO NOGUEIRA (IN MEMORIAM)

VOLUNTÁRIA DE 32 ROSA BARBOSA NOGUEIRA GALVÃO (IN MEMORIAM)

DOUTOR ALESSANDRO DE ROSE GHILARD

DOUTORA LARISSA TORQUETTO

SENHORA JULIANA CRISTÓVÃO DE SOUZA

SENHOR LUIZ ANTÔNIO REIS

SENHOR OTÁVIO DE ALMEIDA JÚNIOR

SENHOR MILTON DA SILVA ALVES

SENHOR LUCIANO HENRIQUE TRINDADE

Intercalados em grupos (três no total), vamos ouvir o poema “OS JOVENS DE 32”, pelo poeta JOSÉ GENTÁLIA (ele acompanha MESTRE OTÁVIO, presidente da FEDERAÇÃO PAULISTA DE JIU-JITSU, um dos homenageados desta tarde); nosso associado LUZ, que explica as razões da BANDEIRA PAULISTA, e o historiador ÉDSON GALVÃO (que recebe as medalhas “post mortem de seus pais, voluntários em 32, JOSÉ GALVÃO NOGUEIRA E ROSA BARBOSA NOGUEIRA GALVÃO). Ele fala sobre a saga de seus parentes na revolução e declama a “ORAÇÃO ANTE A ÚLTIMA TRINCHEIRA”.

Com o canto da CANÇÃO DA POLÍCIA MILITAR encerramos a solenidade.

Ainda vamos conversar com as pessoas que participaram do evento. O MAJOR PM NATANAEL e a SARGENTO PM ROSALIM trazem para minha assinatura os diplomas das medalhas da Sociedade que serão entregues na sessão solene, na Assembleia Legislativa, marcada pelo Deputado Estadual, CORONEL PM TELHADA, para a noite da próxima terça-feira, dia 8 de novembro. MARINEI fica com os diplomas para serem registrados na semana que vem.

Atendendo a um pedido meu, MARINEI CHALUB leva-me até a residência do ALFREDO PIRES e dona NAIR. O jovem THALES SANCHES, que tirou fotos do evento no Obelisco, acompanha-nos. ALFREDO e NAIR, entrado em anos, sofrem as agruras da velhice, mas se demonstram conformados com todas as dificuldades inerentes a essa idade. ALFREDO, com muito bom humor, lembra de fatos acontecidos em sua vida, principalmente relacionados com a revolução de 32. Participou ele, ativamente, de centenas de eventos, principalmente quando exerceu o cargo de Comandante do Exército Constitucionalista. Eles já não estão mais saindo de casa, mas, mesmo assim, aceitam o nosso convite para um almoço no VILLA FIORE ainda neste ano. Vamos nos despedir do ALFREDO e dona NAIR quando já são mais de 18 horas. 

As horas estão passando rapidamente e MARINEI vai nos deixar na Rua AUGUSTA, na FACULDADE DAS AMÉRICAS. Apesar de seus treze anos, THALES SANCHES quer participar dessa reunião preparatória com os professores e acadêmicos da FACULDADE DAS AMÉRICAS, relacionada ao JÚRI SIMULADO, idealizado pelo advogado SIDNEI LOBO PEDROSO para o dia 9 de desembro.

Vamos conhecer as pessoas que irão ter posição importantíssima no JÚRI SIMULADO. Fazem as apresentações de praxe e lastimamos a ausência do SIDNEI, convalescendo de um recente infarto. Conhecemos o acadêmico JORGE, que foi PM nos anos 1990, na área leste. Ele vai nos deixar no metrô PARAÍSO e ainda leva o THALES SANCHES até SANTO ANDRÉ, onde reside. Vou chegar em GUARULHOS quando já passam das 22 horas.



Um policial civil matou um taxista após os dois discutirem por conta de uma fechada no trânsito. O crime ocorreu na Rua JOAQUIM FLORIANO, na altura do número 1.120, ITAIM BIBI, bairro nobre da zona oeste.

BRUNO MATANDOS, 26 anos, admitiu ter atirado duas vezes contra ADRIANO MARQUES BECHARA, 31. O taxista teria morrido dentro do carro usado como ganha-pão, mas acabou levado para o Hospital das Clínicas, onde foi confirmado o óbito.

Mesmo assim, MATANDOS foi solto sem o pagamento da fiança e considerado no boletim de ocorrência “vitima”. BECHARA, que deixou a mulher e uma filha de 3 anos, foi classificado no BO como “indiciado”.

O documento, usado como base para uma suposta investigação para saber o que realmente aconteceu, foi elaborado no 14º DP (PINHEIROS) pelo escrivão ROBERTO C.P. ALMEIDA e pelo delegado MAURO JOSÉ ARTHUR, os dois também policiais civis. MATANDOS saiu pela porta da frente da delegacia sem qualquer tipo de indiciamento. O crime foi classificado como “homicídio decorrente de oposição à intervenção policial”.

Segundo a versão de MATANDOS, que atua como papiloscopista em CARAPICUÍBA, ele estava com um amigo no seu carro, um PASSAT, quando o taxi emparelhou, apontou uma arma em direção aos dois e perguntou se MATANDOS queria morrer. Em seguida, BECHARA teria efetuado um disparo.

Sempre conforme o depoimento do policial, ele, então “para se defender”, teria sacado sua arma e disparado duas vezes em direção ao taxista. Um dos tiros acertou a veia aorta da vítima, causando a sua morte. O outro acertou o peito dele.

A ocorrência foi narrada ao plantonista por policiais do GARRA, um grupo de elite da Polícia Civil paulista. Segundo eles, uma viatura da Polícia Militar chegou antes ao local do crime. MATANDOS estava na frente do táxi e próximo aos seus pés, uma pistola calibre 380 municiada e com numeração raspada. MATANDOS pegou a arma no chão e entregou ao PM, que, depois, repassou aos investigadores do GARRA.

A Corregedoria da Polícia Civil foi acionada, mas o delegado plantonista, FILIPE MARTINS DA SILVA, no local do crime, disse “não ter constatado irregularidades funcionais por parte do policial e, portanto, o registro da ocorrência deveria ser feito numa delegacia comum e não na Corregedoria. MATANDOS também tirou seu carro do lugar e justificou que ele estava impedindo o fluxo de veículos. A arma do policial foi apreendida.

JOSÉ BECHARA, pai do taxista ADRIANO MARQUES BECHARA, morto com dois tiros pelo policial civil BRUNO MATANDOS, negou, hoje, que o filho tivesse arma ou trabalhasse armado. “Ele não tem isso aí (arma), ele não usa isso, não usa. PELO AMOR DE DEUS. O cara tem uma filhinha de 3 anos, ele vai usar isso aí? Não fuma um cigarro, não “fuma” droga, não tem uma passagem pela polícia, não tem nada. Como é que pode isso aí?, afirmou JOSÉ à TV GLOBO, na porta da delegacia, hoje pela manhã, ainda indignado com o fato do filho ter sido colocado como indiciado no boletim de ocorrência enquanto o atirador foi considerado vítima. “Parece brincadeira. Estão todos mentindo aí”, desabafou.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública, afirmou que “a Polícia Civil esclarece que o 15º Distrito Policial (ITAIM BIBI) investiga a ocorrência. Policiais da unidade estão em busca de imagens de câmeras de segurança que tenham capturado a ação e auxiliem as investigações. As armas do taxista e do policial foram apreendidas e encaminhadas à perícia. Foi realizado exame residuográfico nos envolvidos e os veículos foram periciados. A Corregedoria da Polícia Civil acompanhou o registro da ocorrência e vai abrir apuração preliminar para investigar o caso”.

No BO, os policiais do GARRA afirmam que o “local é bem servido de câmeras”. Além disso, um porteiro de um edifício que viu a discussão teria se disponibilizado a entregar as imagens do circuito de segurança do prédio às autoridades. A pasta não confirmou se isso foi feito.



O Ministério Público de São Paulo anunciou que vai acompanhar o andamento das investigações sobre o sumiço de cinco jovens, com idades entre 16 e 30 anos, que desapareceram há 15 dias na zona leste da capital paulista. O procurador-geral de Justiça GIANPAOLO SMANIO designou o promotor de Justiça PEDRO WILSON BUGARIB para o caso. Os familiares disseram que os rapazes são tidos como autores de assassinatos de um policial militar e um GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Hoje, o Secretário de Segurança Pública, MÁGINO ALVES BARBOSA, negou evidências concretas de participação de agentes públicos no caso. “Não há qualquer evidência na participação de policiais no desaparecimento desses rapazes”.

Para ajudar nas buscas, o secretário anunciou que uma força-tarefa será montada contando com o COE (COMANDOS E OPERAÇÕES ESPECIAIS) e os helicópteros ÁGUIA da PM. “É uma equipe especializada em buscas em mata fechada”, disse.

Há duas semanas, JONATHAN MOREIRA FERREIRA, de 18 anos, CÉSAR AUGUSTO GOMES SILVA, 19; CAÍQUE HENRIQUE MACHADO SILVA, 18; ROBSON FERNANDO DONATO DE PAULA, 16, que é caiderante, e JONAS FERREIRA JANUÁRIO, 30, saíram do PARQUE SÃO RAFAEL em um carro do mais velho para ir a uma festa em RIBEIRÃO PIRES, na GRANDE SÃO PAULO, e não voltaram mais. O veículo foi localizado perto  do RODOANEL, zona leste da capital.

A família diz que o último contato foi uma mensagem dizendo que eles haviam sido parados em uma blitz da PM.     



Em um ano atípico, o Ministério da Educação (MEC) promove duas provas do EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM). Nos dias 5 e 6 de novembro, a grande maioria dos inscritos realiza a maratona de dez horas de prova. Mas, para quase 200 mil candidatos, a data foi adiada para 3 e 4 de dezembro. Isso porque há muitos locais de provas ocupados por protestos de estudantes.

Os estudantes que ocupam as escolas onde seriam realizadas as provas são contra a proposta à Constituição (PEC) que limita os gastos do Governo Federal pelos próximos vinte anos, a chamada PEC DO TETO. Estudos mostram que a medida pode reduzir os repasses para a área de educação, que, limitados por um teto geral, resultarão na necessidade de retirada de recursos de outras áreas para investimento no ensino. O governo defende a medida como um ajuste necessário em meio à crise que o País enfrenta e diz que educação e saúde não serão prejudicadas.

Os estudantes também são contrários à reforma do Ensino Médio, proposta pela Medida Provisória 746/2016, enviada ao Congresso. Para o governo, a proposta vai acelerar a reformulação da etapa de ensino que concentra mais reprovações e abandono de estudantes. Os alunos argumentam que a reforma deve ser debatida amplamente antes de ser implantada por MP.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas ANÍSIO TEIXEIRA (INEP), responsável pelo ENEM, o adiamento não prejudicará à utilização dos resultados do ENEM para o Sistema de Seleção Unificada (SISUL), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financimento Estudantil (FIES). A prova aplicada em dezembro terá o mesmo modelo e nível de dificuldade do ENEM deste fim de semana, mas com questões diferentes. A lista das escolas em que haverá o adiamento do ENEM 2016 está disponível nos sites do MEC.

Segundo a presidente do INEP, MARIA INÊS FINI, o instituto “lamenta profundamente a ansiedade que esses jovens manterão esperando mais um período para realizar a prova”. Segundo ela, os estudantes que fazem parte das ocupações têm direito de se manifestar, mas também é preciso garantir o direito de ir e vir de ter aulas dos demais estudantes.    



2 017     :      -     SÁBADO

Tenho problemas com a visão logo pela manhã. Isso vai demorar algumas horas até voltar à normalidade. É um mal que vez por outra se manifesta. Depois, é o computador que me causa certas dores de cabeça. Estou trabalhando pela manhã, ao tentar atualizar os primeiros dias de novembro, quando a luz sofre, momentaneamente, uma parada. Isso é o suficiente para interromper tudo o que vinha fazendo. O pior é que o aparelho liga e desliga, não dando para fazer mais nada nele.

Almoço e vou repousar. Mais tarde, o PAULO CÉSAR mexe no computador e consegue fazê-lo voltar ao normal.

Não obtive mais notícias do WILLIAM MASCARENHAS, operado no dia 2 de novembro. Ontem, a MARINEI disse que ele estava na UTI, recuperando-se.



O SANTOS está vivíssimo na briga pelo título brasileiro. Hoje, na VILA BELMIRO, o PEIXE bateu o ATLÉTICO MINEIRO, por 3 a 1, com gols de ARTHUR GOMES, DAVID BRAZ e RICARDO DE OLIVEIRA. Todos de cabeça. O GALO descontou com FRED, mas não impediu o ALVINEGRO de ficar a apenas três pontos do líder CORINTHIANS, que amanhã enfrenta o PALMEIRAS. Com 56 pontos, o PEIXE volta a campo na quarta-feira, para enfrentar o VASCO, também na VILA, ainda com fôlego para ser campeão. 



O risco de terminar a temporada rebaixado praticamente acabou no SÃO PAULO. Hoje, na SERRA DOURADA, o TRICOLOR derrotou o ATLÉTICO-GO por 1 a 0, chegou a 43 pontos e, pela primeira vez desde junho de 2015, conseguiu conquistar três vitórias seguidas no CAMPEONATO BRASILEIRO. A trinca também foi a primeira do clube do MORUMBI nesta temporada – antes venceu o FLAMENGO e o SANTOS. Faltando seis jogos para o fim do torneio, o time de DORIVAL JÚNIOR entrou de vez na briga por uma vaga na próxima edição da COPA LIBERTADORES. Com a vitória, o TRICOLOR é o nono no BRASILEIRO.



O FLUMINENSE conseguiu esquecer a traumática eliminação para o FLAMENGO nas quartas de final da COPA SUL-AMERICANA. Hoje, três dias após a partida contra o RUBRO-NEGRO, o TRICOLOR carioca venceu o clássico contra o BOTAFOGO, de virada, por 2 a 1, no ENGENHÃO. Com a vitória, o time comandado por ABEL BRAGA subiu para a 12[ colocação e ficou mais longe da zona de rebaixamento. A vantagem sobre o SPORT, o primeiro time na área da degola, é de sete pontos (42 a35). Já o BOTAFOGO ficou estacionado na sexta colocação, com 48 pontos.



Depois de uma discussão com um homem conhecido apenas como JAPA, o vereador de SANTO ANDRÉ, WILLIANS BEZERRA, foi baleado com três disparos nesta madrugada, no JARDIM CRISTINA, no ABC.

BEZERRA está internado na UTI do Centro Hospitalar Municipal e, de acordo com sua assessoria, no início da tarde de hoje estava consciente e apresentava quadro estável.

A Polícia Civil investiga as circunstâncias em que o crime aconteceu. Segundo informações preliminares colhidas pela Polícia Militar, BEZERRA estava em um bar quando se desentendeu com o dono do estabelecimento, que seria o autor dos disparos.

Conforme comunicado do hospital onde o vereador se encontra, ele foi atingido no tórax e passou por um procedimento de drenagem para estancar uma hemorragia. Duas balas foram de raspão e a outra ficou alojada em seu corpo. O caso foi encaminhado para o plantão do 4º Distrito Policial de SANTO ANDRÉ. O delegado esteve no hospital para conversar com BEZERRA.

Em agosto, o vereador se envolveu em uma polêmica, em uma reunião entre a secretária de Saúde de SANTO ANDRÉ, ANA PAULA PEÑA, e parte dos parlamentares. BEZERRA protestou porque queria que ela fosse ouvida no plenário e houve confusão.



Um homem de 27 anos matou a ex-mulher a facadas, na frente da filha dela, de apenas dois anos, nesta manhã no bairro VILA REAL, em VÁRZEA PAULISTA, no interior de SÃO PAULO. Ele foi preso horas depois em JUNDIAÍ, cidade próxima, e confessou o crime.

Segundo a Guarda Municipal de JUNDIAÍ, FÁBIO GUILHERME SCHIMIDT disse que teria ido até a casa da vítima para matar o atual marido dela, pai da menina de dois anos.

Como não teria encontrado quem pretendia, discutiu com a ex-mulher e a atacou com dez facadas. A vítima, REGINEIDE SOARES DA SILVA, de 30 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O assassino, que trabalha como pintor, fugiu do local, foi localizado pelos guardas e encaminhado ao Centro de Triagem de CAMPO LIMPO PAULISTA.



Um grupo de sete criminosos fortemente armados invadiu a Prefeitura de RIBEIRÃO PIRES, na GRANDE SÃO PAULO, e arrombou os caixas eletrônicos que ficam dentro do local. Segundo a polícia, eles renderam um agente da Guarda Civil Municipal e, com uma máquina, conseguiram arrombar os caixas. Os ladrões fugiram e não foi divulgado o valor levado pelos bandidos.



A Justiça do LÍBANO decidiu devolver a uma mãe brasileira a guarda da filha, sequestrada pelo pai libanês em SÃO PAULO, há sete anos.

A menina GABRIELLA CARVALHO BOUTROS tinha 5 anos quando o pai, o empresário PEDRO BOUTROS, a levou para passar o final de semana com ele e não a devolveu à mãe, a estudante de administração CLÁUDIA DIAS DE CARVALHO BOUTROS.

Hoje a jovem tem 13 anos, mora com o pai em TRÍPOLI, onde aprendeu árabe e quase não fala português. Em 2012, a Justiça brasileira concedeu a guarda definitiva de GABRIELLA a CLÁUDIA. No último dia 13, a Corte de TRÍPOLI reconheceu esse direito e decidiu devolver a guarda da filha à mãe. 



2 018     :    -    DOMINGO

Os relógios foram adiantados em uma hora. Começa neste domingo o horário de verão. Nesta manhã vou organizar os pacotes de jornais AGORA, que deverão ser levados para a HEMEROTECA VENTURA.



Mais de 5,5 milhões de estudantes estão inscritos para fazer a primeira parte da prova do ENEM (EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO), que será aplicada hoje, a partir das 13 horas.

Serão avaliados neste primeiro dia conhecimentos da área de ciências humanas e de linguagens, além da redação.

O primeiro dia do exame coincide com o início do horário de verão. Os estudantes precisam redobrar a atenção com a horas. Os relógios foram adiantados a partir da meia-noite em uma hora em dez estados e no Distrito Federal. O participante terá que responder 45 questões da área de linguagens, que engloba conhecimentos de língua portuguesa, literatura e língua estrangeira (inglês ou espanhol), mais 45 questões distribuídas entre geografia e história, além de uma redação no gênero dissertativo-argumentativo. O estudante terá 5 horas e meia para resolver a primeira etapa do ENEM. 



SÃO PAULO e FLAMENGO empataram hoje por 2 a 2, no estádio do MORUMBI. Quem agradece é o PALMEIRAS, que se isolou ainda mais na liderança do BRASILEIRO – soma cinco pontos a mais que o INTERNACIONAL, novo vice-líder.

O MENGÃO iniciou a rodada a quatro pontos do líder e era quem mais o ameaçava. Mas agora vê o VERDÃO com seis pontos a mais, a seis rodadas do fim da competição. Já o SÃO PAULO está a nove do líder e apenas dois do GRÊMIO, que o ameaça no G-4.



O CORINTHIANS completou o seu oitavo jogo seguido sem vitória como visitante no BRASILEIRÃO. Desta vez no estádio ENGENHÃO, o alvinegro acabou derrotado pelo BOTAFOGO, hoje, por 1 a 0.

O único gol do duelo foi marcado contra pelo corintiano RALF, mas o juiz LEANDRO PEDRO VUADEN creditou o tento para RODRIGO LINDOSO, que estava próximo do lance.

Com o resultado, o TIMÃO permanece com 39 pontos, caiu para o 12º lugar e ainda não se livrou do risco de rebaixamento.



De colete à prova de balas, o presidente eleito, JAIR BOLSONARO, assistiu hoje pela manhã a um culto evangélico no RIO.

Nas cerca de duas horas dentro da Igreja BATISTA ATITUDE, BOLSONARO chorou, se ajoelhou no púlpito durante oração e fez um rápido discurso de agradecimento.

Ao lado de MICHELLE BOLSONARO, sua mulher, que é tradutora de libras na igreja, ele atribuiu sua vitória à decisão de DEUS.

“Há quatro anos, decidi disputar a Presidência, sem recurso, sem partido, sem tempo de televisão, com grande parte da mídia contrária às nossas propostas. Mas, se isso tudo aconteceu no último domingo, só tem uma explicação. FOI DEUS QUE DECIDIU. Nenhum cientista político conseguiu explicar o velho garoto, que tinha apelido de palmito, ter chegado onde chegou”, disse o presidente eleito.

No seu discurso, ele voltou a declarar que vai ser o presidente de todos e prometeu “seguir os passos de DUQUE DE CAXIAS, o PACIFICADOR”.

“A partir do ano que vem, serei o presidente de todos. Queremos, sim, usando o meu lado militar, seguir os passos de CAXIAS, o PACIFICADOR”, afirmou BOLSONARO, sendo aplaudido pelos fiéis.

Antes, BOLSONARO chorou no púlpito ao ouvir elogios do pastor JOSUÉ VALANDRO JUNIOR, presidente da IGREJA.

Após o triunfo do candidato que popularizou o slogan “BRASIL ACIMA E DUDO, DEUS ACIMA DE TODOS”, JOSUÉ deu parabéns: “Conte com nossas orações!”. A onde dias do segundo turno, publicou um bom recadinho, tudo em maiúsculas sobre fundo verde-amarelo: “Nós, evangélicos, estamos falando sobre política hoje para não sermos proibidos de falar de JESUS amanhã”.

Entre a legião de lideres evangélicos que encontrou no católico JAIR MESSIAS BOLSONARO um presidente que vá lutar por moral e bons costumes, JOSUÉ tem algo que a maioria não tem. Acesso ao homem. Ele lidera a igreja BATISTA ATITUDE, no RECREIO (zona oeste carioca), onde vai MICHELE BOLSONARO. A mais ilustre fiel lhe garantiu uma ponte com o marido e futuro presidente do BRASIL.

O presidente eleito assistiu ao culto na segunda fileira cercado de policiais federais. Apesar de aplaudido pelos fiéis, ele assistiu ao culto sem ser assediado.

A cerimônia foi encerrada com a execução do HINO NACIONAL. O culto teve a presença de aproximadamente 4 mil pessoas.



A Polícia Militar confirmou hoje a morte de cinco pessoas na queda de um helicóptero, ontem à noite, em MOGI DAS CRUZES. As vítimas são o dono da aeronave, a mulher dele, a sogra dele, a filha do casal e uma amiga dela.

O caso foi registrado no 2º DP de MOGI DAS CRUZES. No momento do acidente, ventava muito, mas não é possível dizer se as más condições climáticas têm ligação com a queda, que será investigada.

Em MINAS GERAIS, um avião de pequeno porte caiu próximo ao aeroporto de PATOS DE MINAS, por volta das 11 horas de hoje. Segundo os bombeiros, cinco pessoas, dois adultos e três crianças, morreram.



Três turistas morreram depois que um barco virou em ITANHAÉM, ontem à noite. A embarcação, SERENA FISHING, levava doze pessoas, sendo dez passageiros e dois tripulantes.   

De acordo com o 1º DP de ITANHAÉM, a maior parte das vítimas conseguiu nadar até a praia. Um dos passageiros resgatados, um homem de 60 anos, morreu ao chegar ao hospital. O filho dele, de 35 anos, também morreu e o corpo foi encontrado durante buscas na madrugada. Hoje de manhã, a terceira vítima, um homem de 45 anos, foi encontrada na praia. A identidade deles não foi informada. Dos nove sobreviventes, dois estão internados em observação.

Vídeos mostram que, na tarde e na noite de sábado, o vento era forte na praia onde o barco virou. De acordo com a Capitania dos Portos, o SERENA FISHING regressava do mar após o início da ventania. O órgão afirmou que um inquérito será instaurado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de SANTOS, havia aviso de mau tempo para a data, e a maior parte das vítimas não usava colete salva-vidas. A corporação afirmou ainda que o responsável disse que o barco tinha a documentação em dia.

O SERENA FISHING, que costuma ser alugado para grupos de pescadores, sofreu o acidente em um lugar de ITANHAEM chamado BOCA DA BARRA. Não é a primeira vez que acontece um acidente nessa região. Em setembro, um barco com 15 pessoas virou por conta das ondas que chegavam a dois metros. Um homem morreu.



A chuva forte e a ventania que atingiram a capital ontem provocaram o destelhamento de casas e a queda de árvores na cidade.

Das 19:20 horas de ontem até às 17 horas de hoje, os bombeiros receberam 454 chamadas para atender casos de quedas de árvores na capital e na GRANDE SÃO PAULO. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, as rajadas de vento superaram os 60 km/hora na capital.



Um quartel no PARQUE DOM PEDRO 2º, na região central da capital, é um retrato do abandono de prédios históricos de SÃO PAULO. Desativado desde 1997, o imóvel já foi símbolo da polícia paulista e do Exército, ocupando uma área de 15 mil metros quadrados. Hoje se resume a telhados quebrados, paredes prestes a ruir, acúmulo de entulho, cupins e infiltrações. A combinação entre falta de investimentos e descaso com o patrimônio histórico foi corroendo a beleza do local, cuja primeira construção data de 1765, quando existia na área a chamada CHÁCARA DO FONSECA.

O 3º Batalhão de Choque da PM foi o último a utilizar o prédio, instalando-se no local em 1995. Naquele ano, já eram visíveis os sinais de deterioração. Dois anos depois, os policiais deixaram o prédio, desocupado até hoje.

O quartel, tombado pelos órgãos estadual e municipal do patrimônio histórico, pertence ao governo do Estado de SÃO PAULO, sob a gestão MÁRCIO FRANÇA. Em 2012, o então governador GERALDO ALCKMIN anunciou um projeto de recuperação do quartel, que se tornaria um complexo cultural com o Museu Histórico da PM e uma Fábrica de Cultura. Mas nada saiu do papel.

Quem passa por ali se depara todos os dias com o cenário de degradação. “Parece que a cada dia o quartel está pior, apodrecendo. Não é um cenário muito agradável”, afirma o gerente comercial ADALBERTO CASTRO DA SILVA, 55 anos. “Eu sempre passo pela região e me lembro quando a PM ainda ocupava o lugar. Acho que foi deteriorando pouco a pouco. É uma pena para a memória da cidade”.

A opinião é compartilhada pelo comerciante CARLOS DAMASCENO DE OLIVEIRA, 58 anos, que tem um estabelecimento na rua FREDERICO ALVARENGA, perto do quartel. “Do jeito que está não pode continuar. Essa área abandonada desvaloriza ainda mais a região”, afirma.



A Secretaria de Segurança Pública, da gestão MÁRCIO FRANÇA, afirmou por meio de nota que os planos para o antigo quartel mudaram. A intenção agora é destinar o espaço como sede do 45º Batalhão da PM, que patrulha a região central e atualmente está em outro imóvel. Segundo a pasta, a obra está orçada em aproximadamente 41 milhões de reais, mas não há prazo para conclusão do trabalho. A secretaria disse que o projeto arquitetônico de restauro foi apresentado aos órgãos de preservação do patrimônio histórico, tendo sido aprovado pelo representante do município. O órgão estadual, diz o governo, pediu mais detalhes sobre o projeto. A gestão FRANÇA afirmou ainda que a Polícia Militar mantém esforços de preservação do espaço. Disse também que os policiais do Batalhão de Choque fazem a segurança no local.



Reza a lenda que a área do quartel foi um presente de DOM PEDRO 1º para dona DOMITILA DE CASTRO CANTO E MELO,  a MARQUESA DE SANTOS. Quando estava em SÃO PAULO, o imperador dormia no local e se encontrava com ela.

Oficialmente, a primeira planta do terreno data de 1765, quando existia no local a chamada CHÁCARA DO FONSECA, período em que foi construído o primeiro corpo da edificação principal, em taipa de pilão, tabique e pau a pique. “Ao longo dos anos, o edifício principal ganhou novos corpos laterais, em diferentes técnicas de construção, para permitir novos usos”, diz o historiador CARLOS FONSECA. Abrigou um convento e um hospício. A partir de 1905, o prédio foi adaptado para receber a FORÇA PÚBLICA. Pertenceu ao Exército até 1992, quando foi transferido para a PM.

O quartel também tem uma história ligada ao esporte nacional. Lá, serviu o medalhista olímpico JOÃO DO PULO, que era sargento. No espaço há um ponto que mede a exata marca do recorde mundial que ele conseguiu no salto em distância, 17,89 metros.



Ao menos 12 pessoas morreram na SICÍLIA devido ao mau tempo na ITÁLIA, aumentando o número de vítimas desde o início da semana para 29. Dez pessoas morreram na região de PALERMO depois que vários rios transbordaram, segundo informações divulgadas pelos bombeiros.

Nove delas – incluindo crianças de um a três anos – estavam em uma casa que foi rapidamente inundada.

Uma pessoa subiu em uma árvore e usou seu celular para chamar o resgate, mas a ajuda não chegou a tempo de salvar o restante do grupo.

As vítimas eram de duas família que se encontraram na região para passar o fim de semana. Outra pessoa foi morta na estrada depois da inundação atingir seu carro.

A TV estatal italiana afirmou que outras duas pessoas morreram em consequência das chuvas nos arredores de AGRIGENTO, uma cidade turística famosa pelos seus templos gregos.

Tempestades também atingiram o norte da ITÁLIA no começo da semana passada devastando árvores perto dos VALES ALPINOS e deixando diversas cidades sem energia ou acesso por vários dias.



Em um referendo histórico, a NOVA CALEDÔNIA escolheu hoje permanecer parte da FRANÇA. Na consulta, que teve participação de cerca de 80%, a população do arquipélago teve que decidir se queria que a NOVA CALEDÔNIA se tornasse independente do país europeu ou não.

Após o resultado, o presidente francês EMMANUEL MACRON disse, em uma aparição televisiva, que “não existe outro caminho que não o diálogo” no futuro do arquipélago, que é parte da FRANÇA desde 1853.

O referendo integra um processo que começou 30 anos antes para acabar com a violência entre grupos a favor e contra a autonomia.

A permanência ganhou com 56,4% dos votos, segundo as autoridades deste arquipélago do PACÍFICO que dispõe de uma das maiores reservas de níquel do mundo. Mas o apoio foi menor do que o previsto nas pesquisas, que indicavam uma clara vitória do “NÃO”, com margens entre 63% e 75%. Carros foram incendiados e pedras foram jogadas após o término do processo – já era esperado que o resultado pudesse gerar tumultos. Para garantir a segurança, a FRANÇA enviou 250 delegados.     



2 019    :      -     SEGUNDA-FEIRA

Levanto tarde. Tenho pouco tempo para digitalizar minhas memórias. Além disso, minhas vistas estão embaralhadas e isso não permite rapidez no trabalho. Prefiro não sair de casa antes das 11:30 horas.

Almoço na AOMESP. Converso com vários oficiais. A deputada estadual ADRIANA BORGO também está presente. Prepara-se a ida até a frente do QUARTEL DO COMANDO GERAL. Uma passeata de veteranos irá até a Delegacia Geral de Polícia Civil e depois caminharão até a frente da SSP. Participo até ficar cansado. Estou com os pés inchados.



Procuradores da OPERAÇÃO LAVA JATO esconderam informações da ministra ROSA WEBER do Supremo Tribunal Federal, ao pedir seu apoio em um momento decisivo das investigações sobre LULA, no início de 2016.

Mensagens obtidas pelo site THE INTERCEPT BRASIL mostram que os procuradores sabiam que o líder petista mencionara ROA em telefonemas grampeados pela Polícia Federal e mobilizara aliados para tentar influenciá-la, mas decidiram deixar a ministra do STF no escuro quando a procuraram para tratar do caso.

Os diálogos, analisados pela FOLHA DE SÃO PAULO junto com o INTERCEPT indicam que os integrantes da LAVA JATO agiram assim por temer vazamentos de informações que poderiam prejudicar as investigações, que nessa época eram conduzidas sigilosamente pela força-tarefa à frente da operação em CURITIBA e pela Polícia Federal.

Segundo as mensagens, eles também evitaram fornecer ao gabinete do então procurador-geral da República, RODRIGO JANOT, a quem pediram que discutisse o assunto com ROSA, detalhes sobre o andamento do caso em CURITIBA e as ações planejadas pela LAVA JATO no cerco a LULA.

A questão estava na mesa da ministra porque ela fora sorteada para examinar uma ação que a defesa do ex-presidente movera para tentar suspender as investigações. Para os advogados de LULA, havia um conflito entre a força-tarefa de CURITIBA e promotores de SÃO PAULO que também o investigavam na época.

Além de ordenar a interceptação dos telefones do líder petista, o então juiz SÉRGIO MORO, que era responsável pelos processos da LAVA JATO no PARANÁ, autorizara os investigadores a realizar buscas e conduzir LULA à força para depor.

As mensagens obtidas pelo INTERCEPT sugerem que a força-tarefa temia que ROSA acertasse os argumentos da defesa do ex-presidente. Além disso, revelam que o grampo nos telefones do petista permitiu que os procuradores obtivessem informações sobre a movimentação dos seus advogados e se antecipassem a eles.

O material também oferece novos indícios da proximidade entre os investigadores e MORO, que deixou a magistratura para ser ministro da Justiça e da Segurança Pública no governo JAIR BOLSONARO. O Supremo deve julgar em breve uma ação em que LULA questiona a imparcialidade de MORO como juiz e pede a anulação dos processos em que foi condenado.

MORO e os procuradores de CURITIBA disseram que não discutiram o tema com a ministra.

Mas os diálogos deixam claro que eles sabiam das menções a ROSA nas conversas de LULA e optaram por não informá-la. A Justiça de SÃO PAULO transferiu para CURITIBA a investigação que era conduzida pelos promotores estaduais. Em fevereiro de 2017, um ano depois, ROSA WEBER arquivou a ação, que perdera o sentido, dos advogados de LULA.



O GENERAL MAYNARD MARQUES DE SANTA ROSA pediu demissão hoje do cargo de Chefia da Secretaria de Assuntos Estratégicos. A SAE, que é hoje vinculada à Secretaria-Geral, chegou a ter status de ministério em governos anteriores, como no da ex-presidente DILMA ROUSSEFF.

O pedido de demissão foi formalizado por SANTA ROSA nesta segunda ao ministro JORGE OLIVEIRA, Chefe da Secretaria-Geral. De acordo com pessoas próximas ao general, ele decidiu sair do governo por desentendimentos com o ministro.

SANTA ROSA chegou ao Palácio do Planalto pelas mãos do ex-chefe da pasta, GUSTAVO BEBIANO, demitido em fevereiro por BOLSONARO.

Aliados do general prometem também deixar a SAE por insatisfações com a gestão de OLIVEIRA.

Questionado sobre a saída do secretário, o ministro não quis comentar. O porta-voz da Presidência, GENERAL OTÁVIO RÊGO BARROS, confirmou que a saída do general partiu de um pedido dele e não respondeu sobre os motivos da demissão.

O presidente da Câmara, RODRIGO MAIA, considerou hoje graves as declarações do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, GENERAL AUGUSTO HELENO, sobre um novo AI-5 e afirmou que o militar virou um auxiliar do radicalismo do escritor OLAVO DE CARVALHO.

A declaração de MAIA foi vista por parlamentares como uma brecha para que HELENO seja convocado a prestar esclarecimentos ao plenário da Câmara, movimento articulado nos últimos dias e considerado uma possível derrota ao governo JAIR BOLSONARO.

Na última quinta (31), HELENO comentou declarações do líder do PSL, na CÂMARA, deputado EDUARDO BOLSONARO, de que a edição de um novo AI-5 poderia ser uma resposta a uma radicalização da esquerda.

O instrumento, adotado durante a ditadura militar, resultou em forte repressão. Em entrevista ao jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, HELENO havia dito que não tinha ouvido as declarações de EDUARDO. “Se falou, tem de estudar como vai fazer, como vai conduzir. Acho que, se houver uma coisa no padrão do CHILE, é lógico que tem de fazer alguma coisa para conter. Mas até chegar a esse ponto tem um caminho longo”, afirmou.

Nesta segunda, em JABOATÃO DOS GUARARAPES (PE), MAIA ressaltou haver um pedido de convocação do general na Câmara. “Acho que a frase dele foi grave. Além disso, ainda fez críticas ao Parlamento, como se o Parlamento fosse um problema para o BRASIL”, disse.

“É uma cabeça ideológica, infelizmente o GENERAL HELENO. O ministro HELENO virou um auxiliar do radicalismo de OLAVO. Uma pena que um general da qualidade dele tenha caminhado nesta linha”.

OLAVO DE CARVALHO, radicado nos EUA, é o principal ideólogo do entorno presidencial: seus filhos o chamam de professor.



O chef de cozinha e apresentador ERICK JACQUIN e sua mulher, ROSANGELA MENEZES, caíram no golpe da falsa babá no último domingo, dia 3, em SÃO PAULO.

Uma mulher de 38 anos, que havia sido contratada pelo casal para cuidar dos gêmeos de dez meses, foi presa pela polícia, acusada de ter furtado um relógio suíço do chef francês, avaliado em quinze mil reais. O objeto era um presente pelo nascimento dos bebês. Um comerciante também foi preso, acusado de receptação de relógios e bolsas de luxo.

Segundo a polícia, JACQUIN estava em uma reunião de amigos entre a noite de sábado (2) e a madrugada de domingo (3), quando ROSANGELA recebeu uma mensagem de WhatsApp com a foto de uma babá que estaria furtando na região de sua casa. Ela mostrou a mensagem ao delegado ROBERTO MONTEIRO, que estava na mesma reunião, e disse que aquela era a mulher que eles haviam contratado para cuidar dos gêmeos.

Eles foram à casa do chef. No local, a babá a princípio negou o crime. Depois o admitiu, segundo a polícia, após o delegado constatar fotos de cômodos da casa do chef, incluindo do relógio furtado, no celular da babá.

“Quando abri a porta de casa, parecia que estava diferente. Uma sensação de sujeira, de que o ambiente estava violado”, disse JACQUIN, que teve um mal-estar.

A babá indicou a pessoa para a qual vendeu o relógio do chef, um comerciante de 65 anos, que adquiriu o objeto por seiscentos reais. Ele, segundo a polícia, tentou atacar investigadores com uma faca quando foi abordado. Com ele foram encontrados 43 relógios de luxo, incluindo o do apresentador.

JACQUIN disse para que tomem cuidado ao contratarem pessoas para trabalhar dentro de casa. “Não compartilhe sua casa sem saber com quem está fazendo isso. Também não confie na indicação de ninguém”, alertou. Irônico, ele disse esperar que a babá fique bastante tempo presa e “sem relógio”.



O Tribunal de Justiça de SÃO PAULO indeferiu um pedido de liminar de SUZANE VON RICHTHOFEN que buscava impedir a publicação de um livro baseado em sua vida. A defesa da detenta recorre da decisão.

De autoria do jornalista ULLISSES CAMPBELL, “SUZANE – CRIME E PUNIÇÃO” conta a história de detenta a partir do momento em que conheceu DANIEL CRAVINHOS, ex-namorado e um dos responsáveis pela morte dos pais dela, MANFRED e MARÍSIA VON RICHTHOFEN. O lançamento do livro está previsto para o início de 2020, pela EDITORA CONTEXTO.

A defesa de SUZANE alega na ação que a detenta “repudia veementente” o livro, que “já vem pagando pelo crime que cometeu” e que “tem o direito ao esquecimento” para que possa “continuar com a sua vida”.

A reportagem procurou a defesa de SUZANE, mas não obteve retorno.



A equipe médica responsável pelo tratamento de BRUNO COVAS decidiu adiar a alta do prefeito devido a um novo coágulo. Na semana passada, a expectativa era de que o prefeito receberia alta hoje.

COVAS, 39, recebeu no dia 28 diagnóstico de câncer localizado entre o estòmago e o esôfago, com metástase no fígado. Ele está internado no hospital SÍRIO-LIBANÊS, onde fez quimioterapia e se trata de uma embolia pulmonar.

De acordo com o último boletim médico, um ecocardiograma feito no domingo (3) mostrou um novo coágulo no átrio direito, a cavidade do coração que recebe o sangue venoso.

“Exames subsequentes, entre os quais uma angiotomografia arterial e venosa do tórax, demonstraram redução dos sinais de tromboembolismo pulmonar e o surgimento de um pequeno trombo junto ao cateter venoso central. Por isso, a equipe médica decidiu pela permanência hospitalar para adequação da anti-coagulação”, diz o boletim.

O prefeito está sendo acompanhado por equipes médicas coordenadas pelo infectologista DAVID UIP.

A ideia na equipe de COVAS era de que, uma vez liberado, o prefeito desse uma entrevista coletiva nesta data. Apesar de estar em tratamento, ele continua despachando do quarto do hospital e bastante ativo nas redes sociais.

“Não tenho, claro, a energia para trabalhar 14, 15 horas por dia como eu trabalhava. Mas dá para trabalhar umas 8,9”, brincou o prefeito BRUNO COVAS em entrevista ao FANTÁSTICO, da REDE GLOBO, ao falar de sua saúde.

O prefeito voltou a afirmar na entrevista que está em plenas condições físicas e psicológicas de exercer o cargo e disse que, se em algum momento não tiver, não tem qualquer “apego” ao poder”.



O incêndio que começou há dez dias na região do PANTANAL (MS) já atingiu uma área de 1200 quilômetros quadrados, comparável à da cidade do RIO DE JANEIRO.  A estimativa da destruição foi feita pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O número, porém, tende a crescer, segundo FÁBIO CATARINELLI, coordenador da Defesa Civil de MATO GROSSO DO SUL. Apesar dos esforços, não há previsão do fim do fogo. “A situação está bem crítica,  a temperatura está alta, a umidade está baixa, a vegetação está muito seca, e esses fatores agravam a situação do incêndio. O fogo é voraz e até área alagada, cuja vegetação pega fogo por cima, queima muito rápido”, diz.



Integrantes do Grupo de Avaliação e Acompanhamento, criado pelo governo para dar resposta ao desastre ambiental com óleo no litoral do NORDESTE, avaliou hoje que o caso exigirá de eventuais responsáveis identificados bilhões a título de reparação de danos.

O presidente do IBAMA, EDUARDO BIM, que integra o colegiado, disse que os valores serão certamente altos, pois envolvem prejuízos não só ao ambiente, mas ao turismo e à saúde pública, entre outros.

Além da indenização, cabe a aplicação de multas aos responsáveis. Por lei, as autuações ambientais podem ser de até 50 milhões de reais.

BIM afirma que o órgão ainda não tem estudos sobre a qualidade dos mariscos e dos peixes pescados na região para consumo.

O processo de responsabilização dependerá do avanço das investigações que estão sendo conduzidas pela Polícia Federal, em parceria com a Marinha e órgãos de proteção ao Meio Ambiente, e também de cooperações internacionais.            

As autoridades suspeitam de que o navio BOUBOULINA, de bandeira grega, tenha sido o responsável pelo vazamento de óleo no mar. Na última sexta (1º) a PF apreendeu documentos em empresas com endereços no RIO, ligadas a embarcação, que nega as acusações.

Autoridades marítimas de outros países foram notificadas a colaborar. Um dos objetivos é saber se o navio descarregou em CINGAPURA a mesma quantidade de petróleo que carregou na VENEZUELA – o BOUBOULINA saiu daquele país em julho e passou por águas brasileiras a caminho da NIGÉRIA, ÁFRICA DO SUL e CINGAPURA.

A Marinha diz que quatro mil toneladas de resíduos foram recolhidos. Por ora, foram atingidos 110 municípios de nove estados.

“Esse desastre nunca aconteceu aqui no BRASIL, até no mundo; um desastre dessa monta, com esse tipo de óleo, que não é perceptível pelo radar, pelo satélite”, diz o ministro da DEFESA, FERNANDO AZEVEDO.           

XXXXX