segunda-feira, 3 de março de 2014

VEM CHUMBO GROSSO - CORONEL MACIEL DA FORÇA AÉREA





Coronel Maciel da Força Aérea - Alerta Dona Dilma
 
VEM CHUMBO GROSSO !
 
Chega, Dona Dillma. Já basta de ideologias bolivarianas e de negócios ilícitos e malfeitos da sua sucia.
O texto abaixo é de autoria do Cel. Maciel, R1 da Força Aérea Brasileira, e traduz a indignação do povo brasileiro pelos mal feitos da ditadura disfarçada dos petralhas, que continua no poder por conta da paciência e da aposta na “democracia” feita por uma parcela de eleitores que não traduziu o pensamento da maioria dos brasileiros.
Muito cuidado, dona Dilma:
— Formiga que quer se perder cria asa.
Corte enquanto pode as perigosas asas dessa tal Comissão da Verdade, com todas suas mentiras!
Não sei o tamanho da vara da senhora; mas é muito, muito perigoso mexer leão com vara curta. Mostre sua brabeza com os fracos! — Brabeza comos fortes é muito perigoso.
É muito fácil, muito fácil mesmo, minha querida presidente, colocar a culpa de tudo que acontece de errado, neste hoje tão errado Brasil, nos militares.
— Nos “ditadores!”.
— Nos “gorilas de 64”!
— Mas veja bem:
— Há mais de vinte anos estamos recolhidos nos quartéis, comendo o pão que o diabo amassou; de pires nas mãos!
Fazendo das tripas coração!
— Lembre-se que a senhora é a nossa Comandante-em-Chefe!
— Chega de torturas! Chega de perseguições!
— Hoje já perdemos quase tudo!
Quase, pois ainda nos resta um pouco de coragem, de honra, de dignidade, de vergonha na cara!
Não somos assassinos não!
— Assassinos são esses que lhe acompanham e que deixaram centenas de famílias sem pais! Jovens sentinelas foram cruelmente assassinados nas  guerrilhas urbanas, cujos delitos eram planejados, arquitetados, muito bem bolados por quem, hein, dona Dilma?
— As Forças Armadas exigem respeito!
— Somos o braço forte e amigo de todos os brasileiros!
— Estamos cansados, putos da vida mesmo, com tantas humilhações, tantas sacanagens!
Cansados de sofrer humildemente as censuras dos encastelados no poder, incapazes de compreender, de refletir e avaliar corretamente o que nós fizemos num passado recente por este Brasil tão grande, tão amado e hoje tão traído! O que fizemos,- e faremos novamente, se preciso for-, foi combater o que julgamos prejudicial ao Brasil, sem interesses individuais. Não nos locupletamos. Vocês, pelo contrário, fazem disso seu objetivo maior.
Hoje vemos uma ditadura quiçá mais perversa, e por que não dizer, mais sangrenta (vide milhares de vidas inocentes ceifadas pela violência que V. Sas. não só permitem como promovem), e a troco de quê? A troco de objetivos inconfessáveis, do poder pelo poder, do enriquecimento ilícito individual e de "cumpanheiros", o que comprova que estávamos certos em combatê-los no passado. Todos pensam em poder, em levar vantagem, em "se vingar", mas ninguém pensa no Brasil.
Mergulhados na indiferença, no desânimo, assistimos o circo pegar fogo.
Olhando de longe o Brasil mergulhando na guerra civil, na corrupção, nas drogas, no caos.
— Será preciso outra Revolução?
— Não!
— Lógico que não!
— Embora haja muita gente – muita gente mesmo - cansada, de saco cheio de conviver com tanta esculhambação, tanta corrupção, tanta safadeza –  achando que sim; achando que é preciso outra 64!
— Achando que revolução mesmo é com sangue! Muito sangue! (sem "retornos", sem "anistias"). Muitos “paredóns”, como fez Fidel Castro, a menina dos olhos dessas suas embriagadas, corruptas e alegres esquerdas.
E não fazer como fizemos naqueles idos, passando panos quentes nas bundas desses seus amigos terroristas que estão aí, ratos soltos na buraqueira, comendo o queijo e bebendo o leite dos nossos famintos brasileiros, muitos dos quais recebendo injustas, polpudas e mal-cheirosas "bolsas-terrorismo" (com dinheiro meu, seu, nosso), rindo dos nossos esforços, rindo dos nossos mártires, rindo dos nossos companheiros mortos em combate (e sem direito a "reparações"), rindo da chamada "anistia" (que deveria ser recíproca), rindo dos "vencedores" que transformaram em "vencidos", rindo do Brasil e dos  brasileiros…Será que vai ficar assim?
Cuidado, dona Dilma; muito cuidado com o pingo da gota d’água!
Não nos acue!!! Esperamos não sermos obrigados nem impelidos pela população a intervir.
Uma coisa eu garanto: se o fizermos, não haverá mais anistia para terroristas, ladrões e corruptos.
Aprendemos a lição.
Veja bem o que está acontecendo na Turquia...

Canção do Exercito Brasileiro (+playlist)

cisne branco (+playlist)

INEZITA BARROSO - CANÇÃO DO EXPEDICIONÁRIO - W/Translation

A Praça é Nossa - Rachel Sheherazade conversa com Plenário. 15/09/11 - SBT

EMBARGOS INFRINGENTES



Pessoal, recebi este e-mail, li e entendi perfeitamente o que são os Embargos Infringentes, o que até então não tinha entendido.
Bom fim de semana a todos.
Agora, coloque este mesmo raciocínio no julgamento dos quadrilheiros. E, realmente foi o que aconteceu. A Dilma não substituiu os juízes aposentados por prostitutas, mas por filhos e filhas da puta, que dá no mesmo.
Vamos sair um pouco do Jurídiques e falar no popular o que seriam os tais embargos infringentes, agora com certeza todos irão entender?
Pai, o que são Embargos Infringentes?
É o seguinte, imagine que nossa casa seja um tribunal e que quando alguém erra, é julgado e todos podem votar. Um dia, por exemplo, o papai comete um deslize: é pego traindo sua mãe com 3 prostitutas. Eu irei a julgamento. Sua mãe, a mãe dela, o pai dela, sua irmã, você e seu irmão, votam pela minha condenação.
Meu pai, minha mãe, o Totó e a Mimi, nossa gatinha, votam pela minha absolvição.
OK pai, mas aí você é condenado, não é? Sim, fui. Aí é que entram os tais "Embargos Infringentes" meu filho. Como eu ganhei quatro votos a favor da minha absolvição, tenho direito a um novo julgamento.
Mas pai, no novo julgamento todos irão votar do mesmo jeito. Não se eu tiver trocado sua mãe, o pai dela e a mãe dela pelas três prostitutas...

MAGNÍFICA AULA SOBRE AS "MANIFESTAÇÕES" PELO PADRE PAULO RICARDO DE AZEVEDO JÚNIOR



A IDEOLOGIA COMUNISTA É MACABRA E ASSASSINA
A ELITE GOVERNANTE SOCIALISTA É, NA SUA ESSÊNCIA, CORRUPTA. VERDADEIRA DOENÇA PARA A OBTENÇÃO DO PODER.
P A R R E S I A. 

IMPERDÍVEL: Magnífica aula sobre as "manifestações"...
Entrada
x
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/profile_mask2.png
Tognetti, Americo


https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif
https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif


Subject:IMPERDÍVEL: Magnífica aula sobre o momento atual
Assunto: IMPERDÍVEL: Magnífica aula sobre o momento atual
Espero que o assistas e divulgues, sobretudo para os jovens.
O mais interessante é ser uma aula de política ministrada por um sacerdote erudito.
Grande abraço, zaupa/cel
Veja-a o endereço abaixo no Youtube
Disse o meu amigo: Nunca ouvi uma aula não bem explicada como essa.
Pena que essa aula não chegue a quem realmente precisa. 
Abraço!

CAI O ÚLTIMO BAUARTE DA REPÚBLICA - JOSÉ GERALDO PIMENTEL.



Cai o último baluarte da república
José Geraldo Pimentel
Nunca pensei que veria o meu país tão desgraçado e empobrecido, enquanto o governo se locupleta com o Erário, enriquecendo; e doando dinheiro a países governados por ditadores.
Nunca pensei em ver o meu povo humilhado, ser tratado como cachorro e como tal se comportar. Um povo acomodado que se sujeita a receber uma esmola de oitenta, cento e vinte reais, - valor de uma Bolsa Família, - e despreza um trabalho com carteira assinada, quando surge um a sua frente. Essa bolsa mágica permite ‘comprar’ comida, uniforme para os filhos, passagens de ônibus, pagar aluguel de casa, e suprir todas as necessidades para viver.
Nunca pensei que a lei fosse cair de joelhos nas mãos da Suprema Corte de Justiça do país. Em duas décadas é a primeira vez que o Supremo Tribunal Federal leva a novo julgamento um bando de celerados e o absolve. Razão. Pela primeira vez o STF se vê infestado por uma maioria de bandidos travestidos de autoridades, que se submete aos caprichos do Executivo.
Nunca pensei que as Forças Armadas degradariam tanto, moral e materialmente, a ponto de se sujeitarem a ser humilhadas pelos governantes de plantão. Primeiro se transformando em um ‘bando’ de ‘gados fardados’, nas mãos de um ministro da Defesa, cuja moral era medida com uma fita métrica. Arrastar-se-iam como vermes, recebendo ordens de uma ‘vagabunda’, - expressão muito bem cunhada pelo deputado Jair Bolsonaro, - chegando ao ponto de desonrar a casa mais cultuada pelo Exército, por lá ser a instituição de ensino onde são formados os seus oficiais, permitindo a impostação de uma placa difamatória; e tantas ofensas e indignidades traduzidas em exposições fotográficas, confecção de um CD-ROM, exibição de uma novela pela TV, palestras e citações desonrosas nos meios de comunicação contra a instituição militar. Sem contar o arrocho salarial que transforma a classe dos militares, a que menos recebe entre as ditas da carreira de Estado.
Razões para tanta degradação moral e infelicidade, existem. Primeiro somos um povo fraco, que só se mobiliza arrastado por uma causa, inicialmente nem tanto razoável, como o aumento da passagem de ônibus em vinte centavos. Consente ser tratado como um nada, que não consegue um emprego, os que buscam trabalho; tem uma formação escolar a mais baixa possível, com escolas mal tratadas, funcionários e professores mal remunerados; e desavergonhadamente aceita entrar em uma faculdade, analfabeto funcional, através de um benefício chamado de ‘cota’, que o discriminaliza junto àqueles que realmente vão à luta e estão preparados para ingressar no mundo do conhecimento. Mas é sem vergonha e aceita o benefício. Mas se adoece, não tem o benefício de ser atendido em um posto médico ou em um hospital. Morre na porta do nosocômio por falta de médicos, aparelhagens e leitos. Mas é sem vergonha por natureza e vota sempre nos mesmos candidatos, só porque gostou de sua falácia, ou recebeu o agrado de um quilo de feijão. Realmente somos um povo sem moral. Indigno de ter nascido em uma terra tão boa que “em se plantando, tudo dá...’, como disse Pero Vaz de Caminha!
Uma justiça que poucas vezes funciona, quando faz é em benefício próprio. Punir só os deserdados da sorte. Os bandidos de colarinho branco ou são absolvidos, recebem habeas corpos para não serem presos quando depõem, ou encontram facilidades dadas até por membros do STF, facilitando a fuga para o exterior. Refazem os julgamentos e absolvem os condenados protegidos dos deuses.
Uma instituição militar corrompida nas mãos de três comandantes militares que se perpetuam no cargo, servindo como lacaios aos donos poder. Estes senhores são omissos, bajuladores, pouco a feitos a atitudes e confundem covardia com disciplina militar.
Sabem por que não largam o osso? Por falta de um oficial de pulso que adentre no Forte Apache, pegue pelo colarinho o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, e dê um ultimado.
- General, assine agora esta carta de demissão, ou descarrego esta pistola de 9 mm em seus culhões!
Só isso. Restaurar-se-ia a dignidade das FFAA e, por consequência, a decência na politica, nos governos e no astral da população.
O Brasil tem jeito. Precisa só de um homem para recolocá-lo nos eixos!
Rio de Janeiro, 01 de março de 2014.

CARICATURA DE DEUS - RECEBI DE ELVIA PEREIRA E TRANSMITO A MEUS AMIGOS (AS)



CARICATURA DE DEUS!!!EXODO:34:13... O Senhor é longânimo e grande em misericórdia, que perdoa a iniquidade e a transgressão, ainda que não inocenta o culpado…Números:14:18...Josué:13–15... Os caricaturistas armam seus cavaletes em lugares públicos e fazem desenhos de pessoas que estejam dispostas a pagar valores modestos por uma imagem cômica de si mesmos. Os seus desenhos nos divertem porque exageram em uma ou mais características físicas de forma que ainda sejam reconhecíveis, mas engraçadas...As caricaturas de Deus, por outro lado, não são engraçadas. Representar um de Seus atributos de maneira exagerada apresenta uma visão distorcida que as pessoas facilmente descartam. Como numa caricatura, uma visão distorcida de Deus não é levada a sério. Aqueles que veem Deus retratado apenas como um juiz irado e exigente são facilmente aliciados por alguém que enfatiza a misericórdia. Aqueles que veem Deus como um avô amoroso, rejeitarão essa imagem quando precisarem de justiça. Aqueles que veem Deus como uma ideia intelectual em vez de um ser vivo e amável, eventualmente, encontrarão outras ideias mais atraentes. Aqueles que veem Deus como um melhor amigo geralmente deixam-no de lado quando encontram amigos que mais lhe agradam...Deus declara que é misericordioso e gracioso, mas também justo em punir o culpado (Êxodo 34:6-7)...Ao colocarmos nossa fé em ação, precisamos evitar retratar Deus apenas com nossos atributos favoritos. Devemos adorar a Deus em Sua totalidade, não apenas aquilo que apreciamos...O Deus em quem confiamos é Todo-poderoso, misericordioso, sábio e justo...