quarta-feira, 20 de março de 2019

61º ANIVERSÁRIO DE EDSON FRANCISCO CELULARI - 20 DE MARÇO DE 1958.



Edson Celulari






Edson Francisco Celulari (Bauru20 de março de 1958) é um ator brasileiro.


    Biografia[editar | editar código-fonte]

    Estudou no CTI - Colégio Técnico Industrial Profº Isaac Portal Roldan de Bauru/SP no curso de Eletrônica. Oriundo do Grupo Preve de teatro amador da cidade de Bauru, aos dezesseis anos, mudou-se para São Paulo, para estudar na EAD (Escola de Arte Dramática da USP).[1]

    Carreira[editar | editar código-fonte]

    Sua carreira televisiva se iniciou em 1978, com uma participação na novela Salário Mínimo, na extinta Rede Tupi. Ainda nessa emissora, no ano seguinte, atuaria em Gaivotas. Em 1980, transferiu-se para a Rede Globo, onde fez sua estreia na novela Marina. Depois, participou da primeira versão de Ciranda de Pedra e, em 1982, viveu seu primeiro grande papel na TV, o Carlos de O Homem Proibido. Em 1984, despontou de bastante destaque como Tomás de Amor com Amor se Paga. Um dos atores preferidos de Sílvio de Abreu, esteve no elenco de pelo menos seis novelas assinadas pelo autor, entre elas, Guerra dos Sexos, em 1983Cambalacho, em 1986Sassaricando em 1987, e Torre de Babel . Em 1987, co-protagonizou a novela Sassaricando fazendo par romântico com a rebelde Camila, (Maitê Proença). Em 1988, vai para a Rede Bandeirantes a fim de protagonizar a minissérie Chapadão do Bugre, com direção de Walter Avancini Em 1989, foi o protagonista de Que Rei Sou Eu? ao lado da atriz Giulia Gam. No ano seguinte, participou da criação do núcleo de dramarturgia do SBT e atuou em Brasileiros e Brasileiras.[1]
    Em 1992, de volta a Globo, protagonizou ao lado de Cláudia Raia, a novela Deus Nos Acuda. Em 1993, voltou a fazer par romântico com Giulia Gam ao protagonizar Fera Ferida. Em 1995, fez o protagonista Mariel da minissérie Decadência e, no mesmo ano, encarnou o empresário Júlio, mocinho da novela Explode Coração, que disputava o coração da jovem cigana Dara com o destemido cigano Igor. Em 1998, protagonizou a minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos. Depois, co-protagonizou a novela Torre de Babel. Em 1999, viveu Solano, o protagonista da novela Vila Madalena . Posteriormente, em 2000, viria a protagonizar a minissérie Aquarela do Brasil. Em 2002, voltou as novelas como o artista Jean de Sabor da Paixão e, em 2004, deu vida a Ciccillo Matarazzo na minissérie Um Só Coração.[1]
    Em 2005, viveu o empresário Glauco de América, que acaba por se envolver com a melhor amiga da filha.[1] Em 2008, voltou ao posto de protagonizar ao dar vida ao piloto de avião Guilherme, de Beleza Pura.[2] Em 26 de julho de 2010, Cláudia e Edson anunciam o fim do casamento de forma amigável. No mesmo ano, faz uma participação em Araguaia, no papel de Fernando Rangel.[3] Em 2012 participou do remake de Guerra dos Sexos, na qual já havia participado na versão original. Porém, desta vez interpreta o atrapalhado Felipe, originalmente vivido por Tarcísio Meira.[4][5] Em 2014, interpreta João Paulo Gil, um biólogo que sofre de teriantropia, agindo como um puma, na série do GNTAnimal, além de voltar às novelas em Alto Astral, contracenando mais uma vez com Christiane Torloni, que foi sua esposa em América.[6][7][8] Em 2017 vive Dantas na novela A Força do Querer. Já em 2018, após uma participação em Malhação: Vidas Brasileiras[9][10], Celulari é escalado para interpretar o nobre Dom Sabino Machado na novela das 7, O Tempo Não Para.[11][12]Ainda neste ano foi agraciado com o Troféu Oscarito pelo conjunto da obra [13][14]

    Doença[editar | editar código-fonte]

    Em junho de 2016, o ator descobriu que estava com linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que afeta o sistema linfático.[15] Após cinco meses de tratamento, e inúmeras sessões de quimioterapia e radioterapia, Edson Celulari anunciou que estava completamente livre da doença.[16]

    Filmografia[editar | editar código-fonte]

    Televisão[editar | editar código-fonte]

    AnoTítuloPapelNotas
    1978Salário MinimoIvan[17]
    1979GaivotasMário
    1979Casa Fantástica
    1980MarinaIvan
    Plumas & PaetêsKurlan Salgado
    1981Ciranda de PedraSérgio
    1982O Homem ProibidoCarlos
    1983Louco AmorMarcelo PaivaParticipação
    Guerra dos SexosZenon da Silva
    1984Amor com Amor Se PagaTomás Correia
    1985Um Sonho a MaisJoaquim Bueno de Andrade
    1986CambalachoThiago Souza e Silva
    1987SassaricandoJorge Miguel Gutierrez de Pádua (Guel)
    1988Chapadão do BugreJosé de Arimatéia
    1989Que Rei Sou Eu?Jean Pierre
    1990Brasileiras e BrasileirosTotó
    1991Mundo da LuaSão Jorge (Guardião da Lua)Episódios: "Viagem à Lua" / "Hello, Monalisa"
    1992Deus Nos AcudaRicardo Goulart Bismark
    1993Fera FeridaFeliciano Mota da Costa Júnior (Raimundo Flamel)
    1995Explode CoraçãoJúlio Cezar Falcão
    DecadênciaMariel Batista
    Você DecideEpisódio: "Não Se Pode Ter Tudo"
    1996Sai de BaixoMarcão AraújoEpisódio: "Fora Daqui"
    Comédia da Vida PrivadaEpisódio: "Drama"
    1997A JusticeiraJamilEpisódio: "Mesmo que Seja Eu"
    1998Torre de BabelHenrique Leme Toledo
    Dona Flor e Seus Dois MaridosValdomiro Santos Guimarães (Vadinho)
    1999Vila MadalenaSolano Xavier
    Sai de BaixoAlex AntibesEpisódio: "Dona Magda e Seus Dois Maridos"
    Você DecideEpisódio: "Juízo Final"
    2000Aquarela do BrasilHélio Aguiar (Capitão Hélio)
    2001As Filhas da MãeEdmilson Rocha
    A Grande FamíliaCarlosEpisódio: "Papai Está Com a Cachorra"
    Os NormaisEduardo (Edu)Episódio: "Implicância é Normal"
    2002Sabor da PaixãoJean Valjean
    Sai de BaixoLeonardo (Leo)Episódio: "My Fair Mula"
    Os NormaisPaulo ArthurEpisódio: "Desconfianças Normais"
    Brava GenteCésarEpisódio: "O Enterro da Cafetina"
    Sítio do Picapau AmareloDom QuixoteEpisódio: "Dom Quixote das Crianças"
    2003Os NormaisCláudio (Claudião)Episódio: "O Grande Segredo de Rui"
    CelebridadeEle MesmoEpisódio: "13 de outubro de 2003"
    2004Um Só CoraçãoFrancisco Matarazzo Sobrinho (Ciccilio Matarazzo)
    2005AméricaGlauco Simões Lopes Prado
    2006Páginas da VidaSílvio Duarte
    2008Beleza PuraGuilherme Medeiros
    2009Zorra TotalEle MesmoEpisódio: "29 de agosto de 2009"
    Chico e AmigosLourivalEspecial de fim de Ano
    2010AraguaiaFernando RangelEpisódios: "27 de setembro–4 de outubro"
    S.O.S. EmergênciaGustavoEpisódio: "Cuidado, sexo frágil"
    2012As BrasileirasJair DantasEpisódio: "A Inocente de Brasília"
    Guerra dos SexosFelipe de Alcântara Pereira Barreto
    2014AnimalDr. João Paulo Gil
    Alto AstralMarcelo Barbosa
    2017A Força do QuererRaul Sabóia Dantas (Dantas)
    2018Malhação: Vidas BrasileirasEduardo MantovaniEpisódios: "7/29 de março"
    O Tempo Não ParaTeotônio Augusto Sabino Machado (Dom Sabino)

    Cinema[editar | editar código-fonte]

    AnoTítuloPapelNotas
    1981Asa Branca - Um Sonho BrasileiroAsa Branca [18]
    1981Os Vagabundos Trapalhões
    1983InocênciaCirino
    1985Ópera do MalandroMax Overseas
    1986Brasa AdormecidaTicão
    1986Sexo Frágil
    1991A Revolta dos CarnudosDoutorCurta-metragem
    1997For All - O Trampolim da Vitória
    2006Diário de Um Novo MundoGaspar de Fróes
    2018Teu Mundo não cabe nos Meus OlhosVitório
    2018Contra a ParedeJoão Guilherme

    Teatro[editar | editar código-fonte]

    AnoTítuloPapel
    1977Errare Humanum Est
    1977Beethoven Proprietário de Um Cérebro
    1978Os Penitentes do Santo Cabrito
    1978O Despertar da Primavera
    1982Quero
    1984HamletLaertes
    1986FedraHipólito
    1988Louco de Amor
    1990Ela Odeia Mel
    1991O Cid
    1991–93CalígulaCalígula
    1994Capital Estrangeiro
    1997Don JuanDon Juan
    2001Fim do JogoClóvis / Ham
    2007Dom Quixote de Lugar NenhumDom Quixote
    2009–10HairsprayEdna Turnblad
    2011–12Nem Um Dia Se Passa Sem Noticias SuasJoaquim

    Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

    AnoPremiaçãoCategoriaTrabalhoResultadoRef
    1981Festival de BrasíliaMelhor AtorAsa Branca - Um Sonho BrasileiroVenceu
    1995Prêmio Melhores da Revista da TV - O GloboMelhor AtorDecadênciaVenceu[19]
    1995Troféu APCAMelhor AtorVenceu
    2003Prêmio Contigo! de TVMelhor AtorSabor da PaixãoIndicado
    2008Prêmio Extra de TelevisãoMelhor AtorBeleza PuraIndicado[20]
    2018Festival de Cinema de GramadoTroféu OscaritoHomenagemVenceu[14]
    Troféu APCAMelhor AtorO Tempo Não ParaIndicado[21]
    Prêmio Extra de TelevisãoMelhor AtorPendente[22]

    66 ANOS DA MORTE DE GRACILIANO RAMOS - 20 DE MARÇO DE 1953.

    20.MAR.1953

    Morre Graciliano Ramos, escritor brasileiro

    No dia 20 de março de 1953 morria, no Rio de Janeiro, vítima de câncer de pulmão, o escritor e jornalista Graciliano Ramos. Nascido em 27 de outubro de 1892 na cidade de Quebrângulo, no sertão de Alagoas, ele se mudou para Palmeira dos Índios, em 1910, onde assumiu como prefeito da cidade em 1928. Renunciou ao cargo dois anos depois e mudou-se para Maceió. Dos relatórios que escreveu quando prefeito, lançou o livro “Caetés”. Um pouco depois, escreveu “São Bernardo” (1934), adaptado ao cinema por Leon Hirszman. Em 1936, lançou “Angústia”. Neste mesmo ano, foi preso pelo governo de Getúlio Vargas, sob suspeita de participação na Intentona Comunista. Graciliano foi demitido do emprego na Imprensa Oficial e preso no Rio de Janeiro. Os sofrimentos na prisão estão em seu livro “Memórias do Cárcere”, de 1953, ano de sua morte. Graciliano foi solto em 1937 e transferiu-se para o Rio, onde continuou a escrever outros romances, contos e livros infantis. Um ano depois lançou Vidas Secas, sua obra mais famosa, sobre os retirantes nordestinos. O livro também foi adaptado para o cinema pelo diretor Nelson Pereira dos Santos, em 1963.

    82º ANIVERSÁRIO DE PAULO JOSÉ - 20 DE MARÇO DE 1937





    Resultado de imagem para PAULO JOSÉ





    Paulo José Gómez de Sousa (Lavras do Sul20 de março de 1937) é um atorroteirista e diretor brasileiro.
    Foi casado com Dina Sfat, com quem teve três filhas, as atrizes Bel KutnerAna Kutner e Clara; com a atriz Beth Caruso, com quem teve um filho, Paulo Caruso; e com Zezé Polessa.


      Biografia[editar | editar código-fonte]

      Começou a fazer teatro em 1955, em Porto Alegre, onde ajudou a criar o Teatro de Equipe, juntamente com Paulo César PereioLilian LemmertzÍtala Nandi e Fernando Peixoto, entre outros. Em 1954, atuou na sua primeira peça: O Muro, de Jean Paul Sartre/Lineu Dias. Entre inúmeros trabalhos no teatro, destacam-se: Os Fuzis da Senhora Carrar, de BrechtA Mandrágora, de Maquiavel ; O Filho do Cão, de Gianfrancesco Guarnieri e no qual foi também diretor; e Tartufo de Molière. Dirigiu e atuou na montagem carioca de Arena conta Zumbi. Esteve durante algum tempo afastado dos palcos, tendo regressado em outubro de 2009, para participar em Um Navio no Espaço ou Ana Cristina Cesar.
      Em São Paulo, Paulo José formou, junto com Gianfrancesco GuarnieriAugusto BoalJuca de Oliveira, Paulo Cotrim e Flávio Império, o grupo que adquiriu o Teatro de Arena, criado por José Renato em 1962.
      No cinema estreou em 1966, com o O Padre e a Moça. Protagonizou várias comédias cariocas como Todas as Mulheres do Mundo e Edu, Coração de Ouro, dirigidos por Domingos de Oliveira, e O Homem Nu, todas essas contracenando com Leila Diniz. Também estrelou Como Vai, Vai Bem?, ao lado de Flavio Migliaccio, com quem depois formaria a dupla cômica Shazzan e Xerife que apareceria na década de 1970 em programas da TV Globo. Ainda na década de 1960, estrelou Macunaíma, ao lado de Grande Otelo e Dina Sfat. Foi diretor do programa Aplauso, da Globo, em 1979.
      Em 1992, foi diagnosticado com a doença de Parkinson.[1]
      Com presença destacada como ator no cinema, teatro e televisão, Paulo José também dirigiu vários espetáculos de teatro e na televisão, com trabalhos marcantes como as minissériesO Tempo e o Vento, de 1985; Agosto, de 1993; e Incidente em Antares, de 1994.

      Carreira[editar | editar código-fonte]

      Televisão[editar | editar código-fonte]

      Novelas[editar | editar código-fonte]

      AnoTítuloPersonagemEmissora
      1969Véu de NoivaZé MárioRede Globo
      1970Assim na Terra como no CéuSamuca
      1971O Homem que Deve MorrerAndré Vila Verde
      1972O Primeiro AmorShazan
      1974Super ManoelaMarcelo
      1975GabrielaAlceu
      1976O CasarãoJarbas
      1986Roda de FogoCelso Rezende
      1988Olho por OlhoMarcelo FernandesRede Manchete
      Vida NovaFrancescoRede Globo
      1989TietaGladstone
      1990ArapongaÉrico Saldanha
      1991VampIvan
      1993O Mapa da MinaIvo Simeone
      Olho no OlhoMenelau Zapata
      1995Explode CoraçãoJairo
      1997Por AmorOrestes Greco
      1998Era Uma Vez...Shazan
      2001Um Anjo Caiu do CéuAlceu
      2003Agora É que São ElasDr. Benigno
      2004Senhora do DestinoDr. Arthur Fonsceca
      Como uma OndaNarrador do Primeiro Capítulo
      2008Ciranda de PedraQuincas
      2009Caminho das ÍndiasProfeta Gentileza
      2011Morde & AssopraPlínio Alves Junqueira
      2014Em FamíliaBenjamin Machado[2]

      Série / Minissérie[editar | editar código-fonte]

      AnoTítuloPersonagemEmissora
      1972Shazan, Xerife & Cia.ShazanRede Globo
      1985O Tempo e o VentoAlvarino
      Armação IlimitadaPai de Zelda
      1989SampaGregório
      1990Delegacia de MulheresDr. Dario Gentil[3]
      1994A Madona de CedroPedro
      1995Engraçadinha, Seus Amores e Seus PecadosAscensorista[4]
      DecadênciaCego[5]
      1998LabirintoOtacílio Martins Fraga
      1999Luna CalienteMonteiro
      2000A MuralhaPadre Simão
      2004Um Só CoraçãoDr. Varela
      O Pequeno AlquimistaZaratustra
      2006JKAugusto Elias
      2008Casos e acasosFúlvio
      CapituVigário da Paróquia
      2010Na Forma da LeiJosé Pedro
      2012As BrasileirasRômulo

      No cinema[editar | editar código-fonte]

      AnoTítuloPapel
      1966O Padre e a MoçaPadre
      1966Todas as Mulheres do MundoMário Sérgio[6]
      1967Bebel, Garota PropagandaBernardo
      Edu, Coração de OuroEdu
      1968A Vida ProvisóriaEstevão[7]
      As AmorosasMarcelo
      Como Vai, Vai Bem?Astolfo/Padre Bentinho
      O Homem NuSílvio Proença
      Os MarginaisGuilherme
      1969MacunaímaMacunaíma branco
      1971A CulpaHeitor
      Gaudêncio, o Centauro dos PampasGaudêncio
      1972Cassy Jones, o Magnífico SedutorCassy Jones
      1973Humor AmargoAmigo
      1975O Rei da NoiteTezinho
      1981Eles não Usam Black-tiePadre Bastos
      O Homem do Pau-brasilMensageiro do Navio
      1983A Difícil ViagemEvandro
      1988O MentirosoAugusto
      1989Dias Melhores VirãoPompeu
      Faca de Dois GumesJorge Bragança
      Ilha das FloresNarrador
      1991Moradores da Rua Humboldt
      1994Amor!Narrador
      1997Anahy de las MisionesJoca Ramírez
      O Velho - A História de Luís Carlos PrestesNarrador
      1998Policarpo Quaresma, Herói do BrasilPolicarpo
      1999Outras EstóriasTio Manantonio
      2002Dias de Nietzsche em Turim
      MorteEle [8]
      O Casal dos Olhos DocesHomem no Bar
      Oswaldo Cruz na AmazôniaNarrador
      Poeta de Sete Faces
      2003Apolônio Brasil, o Campeão da Alegria
      O Homem que CopiavaPaulo
      2004BenjamimBenjamim
      Como Fazer um Filme de AmorNarrador
      O VestidoDoutor Espanhol
      PersonEle mesmo
      2005500 AlmasNarrador
      2006Saneamento Básico, o FilmeOtaviano Marghera
      2007InsolaçãoNarrador
      2008A Festa da Menina MortaPadre
      JuventudeDavi Weissman
      Pequenas HistóriasArlindo[9]
      2010Quincas Berro D'ÁguaQuincas Berro D`Água
      2011Meu PaísArmando
      O PalhaçoValdemar / Puro Sangue
      2013Rânia[10]
      Luz, Anima, AçãoEle Mesmo
      2018Todos os Paulos do MundoEle mesmo [11]

      Prêmios[editar | editar código-fonte]

      Wikiquote
      Wikiquote possui citações de ou sobre: Paulo José