sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Tudo por São Paulo 1932: José Eugênio de Rezende Barbosa - Batalhão 14 de J...

Tudo por São Paulo 1932: José Eugênio de Rezende Barbosa - Batalhão 14 de J...: Apresento hoje um belíssimo lote que foi confiado aos meus cuidados pela Sra. Martha Rezende Barbosa  - peças que pertenceram ao seu pai Sr....

JOSÉ EUGÊNIO DE REZENDE BARBOSA, DO BATALHÃO 14 DE JULHO NA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 - MEUS CUMPRIMENTOS AO RICARDO DELLA ROSA.

José Eugênio de Rezende Barbosa - Batalhão 14 de Julho

Ricardo_R32emTudo por São Paulo 1932 - Há 7 horas
Apresento hoje um belíssimo lote que foi confiado aos meus cuidados pela *Sra. Martha Rezende Barbosa* - peças que pertenceram ao seu pai *Sr. José Eugênio de Rezende Barbosa*, voluntário do Batalhão 14 de Julho durante a Revolução de 1932. Agradeço imensamente a Sra. Martha pelas peças e compartilho um pouco desta história com os leitores do blog, que certamente irão vibrar assim como eu! José Eugênio de Rezende Barbosa nasceu em 20 de novembro de 1912, na cidade de São Simão, Estado de São Paulo e faleceu aos 91 anos, na capital paulista. Foi mé­dico otorrinolarin­gologista, diplo...mais »

1964, 50 ANOS DE MENTIRAS - OLAVO DE CARVALHO

1964, 50 anos de mentiras - por olavo de carvalho que não se cala para o pt.

Entrada
x

e.jtisiani@ig.com.br


 
Eu duvido que após assistir essa verdadeira aula de história política e científica do filósofo, e um dos maiores historiadores mundial Prof. Dr. Olavo de Carvalho vai ainda lhe restar alguma dúvida sobre aquilo que os professos comunistas ou esquerdistas até dentro do próprio governo que estão aí destruindo nossa nação alegam sobre o que se passou na política brasileira de 1964 para cá.
Um vídeo com duração em torno de 1 hora mas vale a pena assistir.

Confira e tire suas conclusões.
Egydio

 


 
-------- Mensagem original --------
Assunto:1964, 50 anos de mentiras - por olavo de carvalho que não se cala para o pt.
Data:22/08/2014 11:02
De:Ivaldo Roland <ivaldoroland@gmail.com>
Para: 

a idolatria é uma doença fomentada tanto pela histeria quanto pelo medo.
 
https://www.youtube.com/watch?v=qKquKjm_PJE

É DEVER DA IMPRENSA DENUNCIAR AS MARACUTÁIAS QUE ACONTECEM NO PAÍS.

Clique em mim!





 Clique em mim! 




Dilma mostra sua cara autoritária contra a imprensa. Fonte: GLOBO
A presidente Dilma fez uma de suas declarações mais infelizes essa semana, e olha que a lista é grande.  Demonstra, comodisse Ricardo Noblat, profunda ignorância acerca do papel do jornalismo, e se aproxima da postura autoritária de Lula sobre o assunto. Disse Dilma:
"Não é função da imprensa fazer investigação e sim divulgar informações.."  
O que Dilma finge desconhecer é justamente a enorme quantidade de denúncias e escândalos que vieram à tona somente graças às investigações da imprensa. Não fosse esse exaustivo trabalho de investigação dos jornalistas dos (poucos) veículos independentes que sobraram, inúmeros casos de desvio de recursos públicos sequer seriam de conhecimento do público.
A presidente Dilma diz com orgulho que são órgãos do seu governo que estão investigando os escândalos de corrupção na Petrobras: Polícia Federal, Ministério Público. Mas,contraditoriamente, pede, através do Ministro da Justiça, acesso aos depoimentos de Paulo Cesar Costa ao juiz Sérgio Moro. O Procurador-Geral da República negou o acesso, alegando que o processo corre sob segredo de justiça. Isso tudo acontece por que, diferentemente do que pensa a Presidente, o Ministério Público e a Polícia Federal são órgãos do Estado brasileiro, não do governo deste ou daquele partido.
No fundo, o PT adoraria transformar toda a imprensa em órgão oficial de propaganda do governo, divulgando apenas as “informações” previamente autorizadas. É o sonho de todo tirano, de todo ditador, de todo governista autoritário. Os poderosos não costumam apreciar esse papel da imprensa “enxerida”, que insiste em denunciar seus desmandos e “malfeitos”.
Para o bem da nação, que os jornalistas continuem investigando muito, e fazendo emergir do pântano da política a podridão que lá encontram.
Rodrigo Constantino

A BOMBA QUE O PT NÃO QUER QUE ESTOURE






A BOMBA QUE O PT NÃO QUER QUE ESTOURE
Por iniciativa do valoroso parlamentar de quem se pode esperar atitudes, o STF se posicionará através de seu ministro presidente, sobre o pedido do Senador Álvaro Dias (PSDB-PR), para que sejam revelados todos os meandros dos empréstimos de financiamentos de obras no exterior, em especial em Cuba, Venezuela e Angola.
Assim o Sen. Álvaro Dias se pronunciou sobre o caso: “Não se pode admitir que o governo faça empréstimos vultosos sem que aqueles que pagam impostos saibam de informações, como o valor dos empréstimos, o prazo de carência para o seu resgate e taxas de juros. Não vejo outro assunto que revolte tanto a população como saber que o governo empresta dinheiro dos brasileiros para a construção de um porto em Cuba, para o metrô de Caracas, para a construção de uma hidrelétrica na Venezuela, entre outras tantas obras em países controlados por ditadores sanguinários”.
Eu, até então, desconhecia a extensão dos empréstimos e para que eles serviam nesses países. Sabe-se agora que não foi apenas para se construir o Porto de Mariel, em Cuba, que o nosso suado dinheirinho foi empregado. Enquanto São Paulo e, principalmente, Salvador sofrem com a falta de transporte via metrô, o BNDES financia completamente o metrô de Caracas.
Se o ministro Joaquim Barbosa topar a parada – ele teve uma reunião fechada com o Senador tucano, ontem, a esse respeito – a coisa vai feder insuportavelmente para o lado do vigarista de Caetés.
Calcula-se que o desvio de dinheiro público por intermédio desses “empréstimos” é tão grande que o Mensalão será completamente esquecido por ter sido apenas um ‘roubozinho’ sem a “menor importância.
Lembrem-se de que os empréstimos foram feitos em moeda estrangeira, dólares, bilhões deles!
Se o Brasil tiver a sorte de ter como relator da matéria um Luiz Fux, ou um Gilmar Mendes, o PT estará com seus dias contados, pois o roubo é tão grande que ninguém é capaz de avaliar o quanto.
Vamos torcer para que seja um desses dois ministros o relator, porque se cair nas mãos de Barroso, Toffoli, Lewandowski ou daquele gaúcho…
Bom, melhor esperar pra vermos.
O pedido de Álvaro Dias é uma ação direta contra a Presidenta Dilma Rousseff, o ministro Mauro Borges (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho. Álvaro Dias fez seu pedido ao STF com base na Lei nº 12.527, de 2011, (Lei de Acesso à Informação) que, conforme preceitua seu art. 1º, tem a finalidade de “garantir o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal”.
Dessa ação judicial dependerá o futuro de Rousseff e seu séquito de ladrões, incluído aí o chefão de todos: Lulalarápio da Silva!
(Lourinaldo Teles Bezerra – O Diário do Poder – Cláudio Humberto)
Vamos repassar pessoal, os verdadeiros brasileiros precisam estar informados dessas  maracutaias promovidas por esses crápulas do PT.