quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro à Nação Brasileira - 20/02/2019

PT USOU O PCC PARA LAVAR DINHEIRO", CONFESSA PALOCCI

"PT usou o PCC para lavar dinheiro", confessa Palocci

Imagem
O ex-ministro Antonio Palocci, em delação, confessou que o PT usou a facção criminosa PCC para lavar dinheiro. A informação é de O Antagonista desta terça-feira (19).
O pior é que esse modelo foi replicado no Ceará. O esquema usava postos de combustíveis e compra de imóveis.
Em tempo
No Ceará o PCC também foi parceiro de políticos poderosos, financiando-os. O secretário Nacional de Segurança, general Guilherme Theophilo, fará uma investigação sobre essa aliança.


Implodiu o Rio de Janeiro. Lava Jato descobre arquivo secreto da quadrilha de políticos

Uma descoberta recente tem trazido ainda mais elementos para as investigações da Operação Lava-Jato no Rio . A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) encontrou 17 mil caixas de documentos da empresa Trans- Expert em um depósito localizado na Pavuna, na Zona Norte do Rio. De acordo com os procuradores, a transportadora era usada como uma espécie de banco do esquema do esquema do ex-governador do Rio Sérgio Cabral , guardando e distribuindo o dinheiro de propinas pagas por empresários.



As caixas estavam armazenadas no depósito, num espaço que era arrendado pela Trans-Expert para a custódia dos documentos. A transportadora, no entanto, deixou de efetuar os pagamentos para que os documentos ficassem guardados no local . A empresa que armazenava os objetos resolveu, então, comunicar, no fim do ano passado, aos procuradores da Lava-Jato sobre a existência desses papéis, até então desconhecidos pelos investigadores.



Outro documento encontrado no depósito que integra a peça em que o MPF pediu a prisão de Regis.


No fim do ano passado, foram realizadas três buscas e apreensões no depósito para que os documentos fossem recolhidos, uma em novembro, outra em dezembro e uma última este mês. Os mandados foram autorizados pelo juiz Marcelo Bretas, da 7a Vara Federal Criminal. Todo o material está passando por uma análise para subsidiar investigações em curso e também para nortear novos caminhos de apuração.

Entre os papéis encontrados, há comprovantes de entregas de dinheiro a diversas pessoas, inclusive algumas que não estavam no radar da força-tarefa da Lava-Jato. Alguns documentos que estavam no depósito já serviram como elementos de prova para que o MPF solicitasse a nova prisão do ex-secretário da Casa Civil Régis Fichtner, que ocorreu na última sexta-feira. Foi a segunda vez que ele foi preso na Lava-Jato.

Em meio às caixas de documentos da Trans-Expert foram encontrados ainda recibos de entrega de valores contendo a inscrição “a Fernando", “a mando de Régis”. Fernando França Martins, coronel da Polícia Militar é apontado pelos procuradores como homem de confiança do ex-secretário de Cabral. Era Fernando que, segundo os procuradores, recebia as propinas para Fichtner. Os comprovantes continham como endereço de entrega uma sala comercial no Centro do Rio usada por Fernando. Lava-jato.


Para o MPF, a nova descoberta traz elementos valiosos porque são provas independentes das delações premiadas e do sistema dos doleiros delatores Vinicius Claret, o Juca Bala, e Claudio Barboza, o Tony. Eles eram operadores do esquema de Cabral e usavam os serviços da Trans-Expert para entrega de recursos, mas tinham um sistema próprio de controle de entrada e saída de propina. No depósito, havia caixas com a identificação “Insider”. Esse era o codinome dos doleiros na transportadora.


A Trans-Expert apareceu nas investigações da força-tarefa da Lava-Jato ainda na primeira fase em que o esquema de Cabral foi desvendado, em novembro de 2016, quando ocorreu a prisão do ex-governador. Depois da revelação do caso, carros da transportadora que estavam se deteriorando na empresa. O juiz Bretas, então, autorizou que eles fossem repassados à Secretaria.


55º ANIVERSÁRIO DA ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS DA PMESP.

Resultado de imagem para medalha AUDAZES BOMBEIROS

20 DE FEVEREIRO DE 2019    :     -   QUARTA-FEIRA
Nesta manhã, às 9:25 horas, MARINEI chega em casa. Leva-me até a ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS, que hoje está completando 55 anos de criação. O CORONEL PM VALDIR PAVÃO, Comandante da ESB, fará a comemoração do aniversário com a entrega das Honrarias do Núcleo MMDC-ESB “TENENTE-CORONEL ÁLVARO MARTINS”.
A viagem até FRANCO DA ROCHA, onde se situa a Escola Superior de Bombeiros, é agradável. É uma manhã de muito sol, já anunciando temporal para a tarde. Somos os primeiros a chegar na ESB. Aos poucos, vão chegando os oficiais que irão ser condecorados. Comparecem também o HERNNANNY GUTIERREZ e seu pai, JOÃO SIMÃO.
O CORONEL PM JOSÉ MARCELO MACEDO COSTA é a mais alta autoridade presente. Ele é Comandante do Policiamento de Trânsito. Além dele, também vão receber o Colar “TENENTE-CORONEL ÁLVARO MARTINS”:
CORONEL PM PAULO DE TARSO AUGUSTO JÚNIOR (da reserva), 
CORONEL PM ARLINDO FAUSTINO DOS SANTOS JUNIOR (da reserva), 
CORONEL PM MARCELO MIRANDA DE SANTANA (Comandante do CPA/M-4),
CORONEL PM  IRONCIDE GOMES FILHO (CAJ), 
CORONEL PM RONALDO GONÇALVES FARO (Comandante do CPA/M-6), 
CORONEL PM  EDUARDO DE OLIVEIRA FERNANDES (CAES), 
CORONEL PM TEMISTOCLES TELMO FERREIRA (Comandante do CPA/M-1), TENENTE-CORONEL PM DIMAS MECCA SAMPAIO (Deputado Estadual).
Recebem a MEDALHA AUDAZES BOMBEIROS: 
1º TENENTE PM LUIZ RODOLFO CAETANO PEREIRA DA SILVA, 
2º TENENTE PM RAFAEL RODRIGO DE MARCOS, 
2º TENENTE PM RODRIGO DONIZETE DE OLIVEIRA, 
SUB-TENENTE PM CLÁUDIO CÉSAR SANTANA, 
2º SARGENTO PM ELIABE RODRIGUES DOS SANTOS, 
2º SARGENTO PM MARCOS ROBERTO DA SILVA, 
2º SARGENTO PM ALEXANDRE MATHIAS DA SILVA, 
2º SARGENTO PM FIRMINO DA CONCEIÇÃO JÚNIOR, 
2º SARGENTO PM RENATO DO PRADO, 
3º SARGENTO PM NIVALDO JOSÉ DE OLIVEIRA, 
3º SARGENTO PM EDINEI FERNANDO DOS SANTOS, 
CABO PM ROGÉRIO BARBOSA, 
CABO PM CARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA.
Recebem a MEDALHA LUZ DA PÁTRIA: 
CAPITÃO Dentista PM MARCOS SEGUCHI, 
CABO PM REINALDO MAIA LEONEL, 
CABO PM ALEXANDRE MAGNO VICAKAS, 
CABO PM RAQUEL DONIZETE DE MACENO CUNHA, 
CABO PM FERNANDA CARDOSO VAZ, 
CABO PM ROGÉRIO DOS SANTOS DOMINGUES, 
CABO PM WILSON CRUZ SILVA JÚNIOR, 
CABO PM FABIANO DE CARVALHO BEZERRA, 
SOLDADO PM DANIEL MORAIS CAVALINI, 
SOLDADO PM DANIEL PINHEIRO ATTIS, 
SOLDADO PM THIAGO BEZERRA DA SILVA.
Também iriam receber a MEDALHA LUZ DA PÁTRIA a irmã do LUIZ FERNANDO, ANA LÚCIA VALENTE DE SOUZA MARCONDES e o indicado do LUIZ FERNANDO, EDUARDO ADAMO CORTEZ. Eles não comparecem.
HAMILTON TADEU e sua senhora vão fazer um documentário fotográfico. Tiram muitas fotos da solenidade.
Encerrada a solenidade, com garboso desfile da tropa, vamos almoçar nesse quartel. Temos oportunidade de conversar com vários oficiais.
Passam das 14 horas quando vamos deixar a ESB. Antes, o HAMILTON TADEU produz um vídeo onde solicitamos que os policiais militares se associem ao MMDC.
Já ameaçando chover, MARINEI transporta-me até GUARULHOS. Ela ainda irá até a sede da Sociedade Veteranos de 3DC2-MM.  



Parabéns aos audazes bombeiros


  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2017 14h23
  •  
  •  
  •  
Bombeiros trabalham para conter incêndio na Floresta Nacional de Brasília
A administração pública brasileira desmoralizada segue pela dedicação do funcionário público. Ele é um homem dedicado. É o enfermeiro do hospital público, o professor e coordenador da escola pública, os pesquisadores do Butantan, os policiais.
Hoje, 10 de março, é Dia do Corpo de Bombeiros. A medalha é entregue na Escola Superior de Bombeiros, em Franco da Rocha. José Roberto dos Santos Maciel, CEO do SBT leva a deste ano.
Para a homenagem, Joseval cita a abertura da canção da instituição:
Somos nós os audazes bombeiros 
Cumpridores do nosso dever
Que no fogo voraz lutaremos 
Para salvar ou morrer
  •  
  •  
  •  

Escola Superior de Bombeiros

Publicações sobre Escola Superior de Bombeiros

Mari Chalub está em Escola Superior de Bombeiros.

10 hFranco da Rocha
Lugar lindo, de paz e verdadeiros heróis!

Comentários

Rodrigo A. O. J. Gutenberg Mari, quase fui! A Esb é sensacional!
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder10 hEditado

Pedro Campagnoli atualizou a foto da capa dele.

Comentários

Joabson Oliveira atualizou a foto da capa dele.

Comentários

Juan C. Camargo Vem pro 15 em Maio?
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem
Karen Ribeiro Melhor pelotão ❤️
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem
Paulo Rubens de Araujo Boa noite meu nobre e abençoado amigo
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem

Filipe Barrientos Cruz está com Kercia Rocha e outras 2 pessoas em Escola Superior de Bombeiros.

Comentários

CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem
Elisangela Almeida Parabens a todos vc homems#de Deus
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem
Cristina Rosales Sensacional essa foto
E quanta coragem desses profissionais incríveis
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem

Ransley Sena está em Escola Superior de Bombeiros.

Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.
Trabalho duro, mas honesto e recompensador @ Escola Superior de Bombeiros

Comentários

Thiago Veiga Só pegando na mangueira 😂😂😂
Gerenciar
CurtirMostrar mais reações
Responder1 sem

Ransley Sena adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Comentários

Ransley Sena adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Comentários

Sgt Firmino Júnior está em Escola Superior de Bombeiros.

Essa semana, o laboratório de Resgate, juntamente com o depto salvamento em altura se uniram, e estamos aplicando aos Sargentos do CBS diversos simulados, entre eles:
✔️resgate operário com vítima inconsciente;
✔️vítima choque elétrico em torre alta tensão;
✔️Vítima de explosão ambiental, em local de difícil acesso, etc..
Essas atividades visa colocar em prática tudo que foi ensinado durante o curso....
Ver mais

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior está em Escola Superior de Bombeiros.

“Para salvar é preciso bem mais.. Que ter coragem e ter vocação..”
Na foto Cb @wilsoncruzsilva do Depto Salv em Altura..🚒🔥
.
.
....
Ver mais

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Sgt Firmino Júnior adicionou uma nova foto — em Escola Superior de Bombeiros

Abel Sousa está com Corpo de Bombeiros da PMESP em Escola Superior de Bombeiros.

Ninguém fica para trás; saiu junto volta junto!!! 💪👨🏻‍🚒🚒👊🇧🇷



DECRETO Nº 62.326, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2016

Dispõe sobre a oficialização das "Condecorações Audazes Bombeiros, Luz da Pátria", instituídas pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC - Núcleo Escola Superior de Bombeiros - Tenente Coronel Álvaro Martins - "Audazes Bombeiros, Luz da Pátria"

GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e à vista da manifestação do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito, 
Decreta:
Artigo 1º- Ficam oficializadas, sem ônus para os cofres públicos, as “Condecorações Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, instituídas pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC - Núcleo Escola Superior de Bombeiros - Tenente Coronel Álvaro Martins - “Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, nos termos do Regulamento que acompanha este decreto.
Artigo 2º- Este decreto entra em vigor na data de sua
publicação.
Palácio dos Bandeirantes, 20 de dezembro de 2016
GERALDO ALCKMIN
Samuel Moreira da Silva Junior
Secretário-Chefe da Casa Civil
Saulo de Castro Abreu Filho
Secretário de Governo
Publicado na Secretaria de Governo, aos 20 de dezembro de 2016.

REGULAMENTO DAS “CONDECORAÇÕES AUDAZES BOMBEIROS,
LUZ DA PÁTRIA”.

a que se refere o artigo 1º do Decreto nº 62.326, de 20 de dezembro de 2016
Artigo 1º - O conjunto de condecorações instituídas pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC - Núcleo Escola Superior de Bombeiros - Tenente Coronel Álvaro Martins - “Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, tem por objetivo galardoar as personalidades civis, militares, instituições públicas e privadas, que tenham contribuído para o maior brilho da Escola Superior de Bombeiros “Cel PM Paulo Marques Pereira” ou, de algum modo, prestado relevantes serviços ao Estado de São Paulo, particularmente na área de ensino, capacitação e instrução da ciência de defesa civil e de bombeiros, bem como à população paulista, atuando direta ou indiretamente para a elevação do nome do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
Parágrafo único - Nas citações ou remissões relativas ao MMDC Núcleo Escola Superior de Bombeiros - Tenente Coronel Álvaro Martins - “Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, doravante será adotada apenas a expressão MMDC Núcleo ESB.
Artigo 2º - O conjunto de condecorações da Sociedade Veteranos de 32 MMDC Núcleo ESB, será composto das senguintes honrarias:
I - Colar “Tenente Coronel Álvaro Martins”;
II - Medalha “Luz da Pátria”;
III - Medalha “Audazes Bombeiros”.
Parágrafo único - Poderão ser concedidas as Medalhas “Luz da Pátria” e “Audazes Bombeiros”, aos estandartes das organizações militares e instituições civis, nacionais e estrangeiras, que se tenham tornado credoras de homenagens especiais do Núcleo ESB.
Artigo 3º - As condecorações de que trata o artigo 2º deste regulamento é constituída por:
I - O “Colar Tenente Coronel Álvaro Martins” evocativo ao Comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, durante a Revolução Constitucionalista de 1932, instituído pela Sociedade Veteranos de 32 MMDC Núcleo ESB, possui a seguinte descrição:
a) no anverso: broquel de ouro (amarelo) de 30mm (trinta milímetros) de diâmetro, ao centro a efígie oitavada e voltada da destra do Tenente Coronel Álvaro Martins, orlado pela inscrição em caracteres versais maiúsculos em sua metade superior “TENENTE CORONEL”, e na inferior “ÁLVARO MARTINS”; sobreposto a uma cruz de ouro (amarelo) raiada resplandecente, de 60mm (sessenta milímetros) de diâmetro, em aspa dois machados de prata (branco) e em ponta sobreposto a haste da cruz, uma mangueira enrodilhada de prata (branco) com duas ponteiras (esguichos) de ouro; sobrepostos de tudo a dois escudos quadriláteros de bordos côncavos, de 50mm (cinquenta milímetros), dispostos diagonalmente um sobre outro, sendo o primeiro de goles (vermelho) perfilado de ouro (amarelo) e o segundo de prata (branco), bordado de goles (vermelho) e perfilado de ouro (amarelo);
b) no verso: de ouro (amarelo), em alto relevo ao centro a inscrição em caracteres versais maiúsculos “MMDC AUDAZES BOMBEIROS LUZ DA PÁTRIA”, na orla, em sua metade superior a legenda “ESCOLA SUPERIOR DE” e na inferior “BOMBEIROS”;
c) o medalhão pende de um passa fita reto e argolado, sendo suportado por uma fita de gorgorão de seda chama lotada de 38mm (trinta e oito milímetros) de largura e de 70mm (setenta milímetros) de comprimento; composta de 9 (nove) listas dispostas do centro para as extremidades com as seguintes cores e dimensões:
1. no centro: branco com 2mm (dois milímetros);
2. em seguida: vermelho com 4mm (quatro milímetros);
3. na sequência: branco com 5mm (cinco milímetros);
4. em seguida: vermelho com 5mm (cinco milímetros);
5. finalizando: branco com 4mm (quatro milímetros).
II - A Medalha “Luz da Pátria” evocativa à participação dos bombeiros paulistas na Revolução Constitucionalista de 1932, instituída pela Sociedade Veteranos de 32 MMDC Núcleo ESB, possui a seguinte descrição:
a) no anverso: broquel de goles (vermelho) de 20mm (vinte milímetros) de diâmetro, no abismo um brandão de prata (branco), com flamas de ouro (amarelo) e goles (vermelho); orlado de goles (vermelho), e contendo a inscrição em caracteres versais maiúsculos em sua metade superior “LUZ DA PÁTRIA”, de prata (branco) e perfilado do mesmo; sobreposto a uma estrela de prata (branco) de quatro pontas, 40mm (quarenta milímetros) de diâmetro; sobreposto de tudo a um resplendor de 8 (oito) pontas, de prata (branco) raiado de mesma dimensão e em alto relevo;
b) no verso: de prata (branco), em alto relevo ao centro a inscrição em caracteres versais maiúsculos “MMDC AUDAZES BOMBEIROS LUZ DA PÁTRIA”, na orla, em sua metade superior a legenda “ESCOLA SUPERIOR DE” e na inferior “BOMBEIROS”;
c) a medalha pende de uma fita de gorgorão de seda chamalotada, de 60mm (sessenta milímetros) de comprimento e 38mm (trinta e oito milímetros) de largura, composta por 5 (cinco) listas verticais, com as seguintes cores e dimensões, assim dispostas do centro para as extremidades:
1. no centro: vermelho - 10mm (dez milímetros), tendo 2 (dois) machados de prata em aspas fixados a lista central;
2. em seguida: branco - 7mm (sete milímetros);
3. finalizando: vermelho - 7mm (sete milímetros);
III - A Medalha “Audazes Bombeiros” evocativa à participação dos bombeiros paulistas na Revolução Constitucionalista de 1932, instituída pela Sociedade Veteranos de 32 MMDC Núcleo ESB, possui a seguinte descrição:
a) no anverso: broquel de goles (vermelho) de 20mm (vinte milímetros) de diâmetro, no abismo de perfil, um capacete de bombeiro modelo francês, orlado de goles (vermelho), e contendo a inscrição em caracteres versais maiúsculos em sua metade superior “AUDAZES”, e na metade inferior “BOMBEIROS” de ouro (amarelo) e perfilado do mesmo; sobreposto a um resplendor de oito pontas, de ouro (amarelo) raiado de 40mm (quarenta milímetros); b) no verso: de ouro (amarelo), em alto relevo ao centro a inscrição em caracteres versais maiúsculos “MMDC AUDAZES BOMBEIROS LUZ DA PÁTRIA”, na orla, em sua metade superior a legenda “ESCOLA SUPERIOR DE” e na inferior “BOMBEIROS”;
c) a medalha pende de uma fita de gorgorão de seda chamalotada, de 60mm (sessenta milímetros) de comprimento e 38mm (trinta e oito milímetros) de largura, composta por 9(nove) listas verticais, com as seguintes cores e dimensões, assim dispostas do centro para as extremidades:
1. no centro: vermelho - 12mm (doze milímetros);
2. em seguida: amarelo - 2mm (dois milímetros);
3. na sequência: vermelho - 2mm (dois milímetros);
4. em seguida: amarelo - 2mm (dois milímetros);
5. finalizando: vermelho - 7mm (sete milímetros), tendo 2 (dois) machados de prata em aspas fixados da lista central.
§ 1º - Acompanharão o Colar e as Medalhas a barreta, a roseta, o histórico descritivo e o diploma.
§ 2º - A barreta, a roseta e o diploma terão as características e dizeres a serem estabelecidos pela Comissão de Medalhas do MMDC Núcleo ESB, designada pela Diretoria, de que trata o artigo 4º deste regulamento.
Artigo 4º - O conjunto de condecorações “Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, encontra-se estabelecido no Estatuto Social da Sociedade Veteranos de 32 MMDC Núcleo ESB, que possui amplos poderes para decisão das concessões das condecorações de que trata este regulamento.
Parágrafo único - A comissão de condecorações que trata o “caput” deste artigo será regida por um Regimento Interno estipulado pela Presidência do MMDC Núcleo ESB.
Artigo 5º - A comissão condecorações será composta pelo Presidente da Sociedade Veteranos de 32 MMDC que a presidirá, pelo Presidente Deliberativo, Presidente Executivo e pelo Diretor de Medalhas, todos do MMDC Núcleo ESB.
Parágrafo único - O Presidente da Sociedade Veteranos de 32 MMDC em exercício terá o voto de qualidade no caso de empate na votação.
Artigo 6º - As condecorações “Audazes Bombeiros, Luz da Pátria”, serão concedidas pelo Presidente Deliberativo do MMDC Núcleo ESB em exercício, ou pelo Presidente Executivo.
Artigo 7º - As propostas para as concessões das condecorações serão dirigidas à Comissão de Medalhas do MMDC Núcleo ESB, em formulário próprio e se farão acompanhar do curriculum vitae do proposto, bem como as razões que as justifiquem, devendo serem recebidas e processadas por esta Comissão em conformidade com o estabelecido neste regulamento.
Parágrafo único - As condecorações poderão ser concedidas a título póstumo.
Artigo 8º - A aprovação das propostas dependerá da maioria absoluta de votos na Comissão de Medalhas do MMDC Núcleo ESB, “ad referendum” do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito.
Artigo 9º - Os diplomas acompanhados do curriculum vitae do indicado serão encaminhados ao Conselho Estadual de Honrarias e Mérito para deliberação e registro.
Parágrafo único - A recusa do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito em registrar o diploma, importará no cancelamento da indicação.
Artigo 10 - A entrega da venera será feita quando aprouver ao sodalício, mas de forma solene, com vistas a valorizar o MMDC Núcleo ESB.
Artigo 11 - O militar estadual indicado deverá se praça, estar, no mínimo, no comportamento “bom” e, se oficial, não ter sido punido pelo cometimento de falta desabonadora.
Artigo 12 - Perderá o direito ao uso da honraria recebida, devendo restituí-la ao MMDC Núcleo ESB, juntamente com os seus complementos, o agraciado que por qualquer motivo venha a denegrir a imagem do MMDC da Sociedade Veteranos de 32, tenha sido condenado à pena privativa de liberdade ou praticado ato contrário à dignidade ou ao espírito da honraria.
Artigo 13 - Na hipótese da extinção dessa condecoração no todo ou em parte, seus cunhos, exemplares e complementos remanescentes, serão recolhidos ao Conselho Estadual de Honrarias e Mérito, sem ônus para os cofres públicos.
Parágrafo único - A medida de que trata o caput deste artigo, será determinada pela Comissão, por maioria absoluta dos votos de seus membros, comunicando-se ao Conselho Estadual de Honrarias ao Mérito.
Artigo 14 - O presente regulamento somente poderá ser alterado após submissão ao Conselho Estadual de Honrarias ao Merito


Homenagem do Corpo de Bombeiros


11/08/2017 16:33 | Da assessoria do deputado Coronel Camilo


Coronel Camilo recebe homenagemClique para baixar a imagem

A atuação do deputado Coronel Camilo em defesa do fortalecimento da corporação e melhores condições de trabalho de seus integrantes foi reconhecida nesta quinta-feira, 10/8, pelo Corpo de Bombeiros do Estado, com entrega do Colar "Tenente Coronel Álvaro Martins".

Comandada atualmente pelo coronel PM Cássio Roberto Armani, a instituição também conferiu a láurea ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nivaldo Cézar Restivo; e ao seu subcomandante, coronel Mauro Cezar dos Santos Ricciarelli.

O colar faz parte do conjunto de condecorações instituídas pela Sociedade Veteranos de 32 - MMDC (Núcleo Escola Superior de Bombeiros), e tem por objetivo galardoar personalidades que tenham contribuído para o maior brilho daquela escola ou prestado relevantes serviços ao Estado, particularmente na área de ensino, capacitação e instrução de bombeiros, bem como à população, atuando direta ou indiretamente para a elevação do nome do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar paulista.