quarta-feira, 17 de junho de 2015

PERDENDO NOSSA SOBERANIA PARA A CHINA COMUNISTA - DENISE ABREU E OLAVO D...

SOLENIDADE NA ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO - NOTA ALUSIVA À SOLENIDADE DE ENTREGA DA MEDALHA "CADETE RUYTEMBERG ROCHA" ASSINADA PELO COMANDANTE DA APMBB CORONEL PM CELSO LUIZ PINHEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO
ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR DO BARRO BRANCO

NOTA PARA BOLETIM INTERNO Nº APMBB - xxx/xxx/15

5ª PARTE
ASSUNTOS CIVIS

01 – NOTA ALUSIVA À SOLENIDADE DE ENTREGA DE MEDALHA “CADETE RUYTEMBERG ROCHA” - PUBLICAÇÃO
     “Um povo que não conhece sua história esta fadado a cometer os mesmos erros do passado", disse o historiador Eduardo Bueno.
      É com esta frase que definimos o principal objetivo do Núcleo Cadete Ruytemberg Rocha, que é a preservação da memória dos nossos heróis do passado.
      Em tempos tão confusos como os que vivemos em que os valores morais e éticos estão profundamente abalados, a semente da esperança deve ser cultivada nesta casa de ensino, que com tanto orgulho brada expressamente em seu hino ser o "Berço de ideais" da sociedade bandeirante.
      Devemos incutir no coração de cada jovem cadete aqui presente, que os valores patrióticos e a defesa do estado democrático de direito são as principais missões da nossa gloriosa Polícia Militar, que é a primeira linha de defesa de nossa sociedade. Devemos eternizar dentro da alma de cada jovem cadete, que a Epopéia Paulista protagonizada por nossos antepassados, combateu a tirania na busca por um Brasil mais justo e legalista, não podendo ser negada a atualidade da causa Constitucionalista, guardadas as devidas proporções.
      Senhores, precisamos vigiar para que a história não se repita. Defender o estado democrático de direito é mais do que uma missão, é condição de sobrevivência para a nossa gloriosa e quase bicentenária milícia bandeirante e toda a sociedade civil constituída.
      A última trincheira que não se rendeu, e nunca se renderá, deve ser reforçada por cada um de nós, bravos soldados guardiões da democracia, sempre envoltos e protegidos pelo alvo manto sagrado bandeirante.
O papel da Sociedade dos Veteranos de 32 e do Núcleo Cadete Ruytemberg Rocha é preservar esse espírito, esses valores e ideais, buscando resgatá-los e incuti-los numa sociedade hoje tão carente de exemplos. As pessoas aqui hoje agraciadas são irmãos de armas daqueles que lutaram em 1932, muito mais com o coração do que com as armas. E, por mais que talvez não vençamos a guerra, a vitória moral virá depois e o ideal será alcançado, como ocorreu em 1934, com a promulgação da nova Constituição.
Por isso, aos agraciados de hoje nossos cumprimentos e as seguintes palavras de motivação de um dos heróis da Batalha do Riachuelo, o Contra-Almirante Francisco Manuel Barroso: “Sustentai o fogo, que a vitória é certa”.


São Paulo, 17 de junho de 2015.



CELSO LUIZ PINHEIRO


Cel PM Comandante