segunda-feira, 19 de junho de 2017

O 7 DE SETEMRO DEVE SER COMEMORADO NO IPIRANGA E NÃO NO SAMBÓDRO


CAMPANHA

"O GRITO DO IPIRANGA".

Ao Governador GERALDO ALCKMIN e ao Comando 

Militar do Sudeste, General de Exército JOÃO CAMILO

 PIRES DE CAMPOS.

O Coronel (reformado) Mario Ventura, Presidente da

 Sociedade 32 do MMDC, e idealizador desta campanha 

cívica, relata: “O grito de INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

 foi às margens do IPIRANGA e não às margens do RIO 

TIETÊ. É um desrespeito à PARADA CÍVICO-MILITAR ser 

realizada no sambódromo. A Prefeitura nega-se a fazer a 
PARADA CIVICO-MILITAR no IPIRANGA alegando que ali 
vai ficar caro. Nós, todo ano, através do Conselho 
Cívico 

e Cultural da Associação Comercial batalhamos para

 essa mudança e, simplesmente alegam que não há 

condições de realizar o 7 de Setembro no PARQUE DA 

INDEPENDÊNCIA.Precisamos deixar para os pósteros 

algo que dignifique a nossa existência.”


O GRITO DO IPIRANGA é um desfile Cívico Militar de 

Sete de Setembro chamado o Dia da Pátria ou Dia da 

Independência do Brasil, resgata a nossa história e 

ressalta o quanto foi e continua sendo importante para 


o

Brasil a sua independência, simbolizando a autonomia e 

a determinação do povo brasileiro.O GRITO, NÃO pode 

virar sussurro, perante os Jovens de hoje em dia. A

 Pátria merece manter sua Flâmula no mais alto 

Santuário da República dos Andradas, o ato mais 

importante da Coroa Portuguesa no Brasil depois de 

sua 

descoberta. Duque de Caxias, Princesa Isabel, Quintino 


Bocaiúva, Castro Alves, Zacarias de Goes e 

Vasconcelos, José Bonifácio e todos que lutaram pela República estarão em suas eternidades, agradecidos pela manutenção do GRITO DO IPIRANGA.
Temos que dar um brado alto, forte e retumbante,
como diz estrofe do Hino Nacional.
Em 7 de setembro, ao voltar de Santos, parado às margens do riacho Ipiranga, Impelido pelas 


circunstâncias, D. Pedro, Príncipe Regente do Brasil 

pronunciou a famosa frase "Independência ou Morte!", 

rompendo os laços de união política com Portugal e aos 

12 de outubro de 1822 foi aclamado D. Pedro I. O 

Monumento à Independência fica no Parque da 

Independência, em São Paulo; o local onde foi 

proclamada a independência do Brasil e é o local 

apropriado para se prestar, condignamente o Desfile em 


Homenagem aos Brasileiros que lutaram e que lutam 


pela continuidade da liberdade no Brasil. São Paulo 


representa os 200 milhões de Brasileiros em todos os7 

de Setembro, demonstrando aos povos do Mundo

 inteiro 

seu destemor pela igualdade social de todas as classes 

e união de todos pela Paz Mundial.

Solicitamos ao Governador de São Paulo Dr. GERALDO 

ALCKMIN e ao Comando Militar do Sudeste, a través do 


General de Exército JOÃO CAMILO PIRES DE 


CAMPOS,quem organiza a PARADA CÍVICO-MILITAR do 

SETE DE SETEMBRO. Para que a PARADA seja 

realizada 

no PARQUE DA INDEPENDÊNCIA como corresponde. 


Pela justiça, a história e pela homenagem que 

representa para todas as gerações. No sambódromo 

seria um insulto aos milhares de mártires e ao povo 


brasileiro. Este ato Cívico-Militar precisa ser respeitado, 

trata-se da história do Brasil, o GRITO DO IPIRANGA 

ainda está VIVO no coração de cada BRASILEIRO

PETIÇÃO PÚBLICA - O GRITO DO IPIRANGA!!!!! SOLICITAMOS A SUA MANIFESTAÇÃO!!!!

O GRITO DO IPIRANGA


Mario Ventura celmario@gmail.com




MEUS AMIGOS, MINHAS AMIGAS!!!!

Onde você acha que devamos comemorar a Parada Cívico-Militar do DIA DA PÁTRIA: NO PARQUE DA INDEPENDÊNCIA OU NO SAMBÓDROMO????
Por acaso nossas tropas são escolas de samba??
Crique no link abaixo para cumprir o que manda a sua consciência.

CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA
PRESIDENTE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC
MONUMENTO MAUSOLÉU AO SOLDADO CONSTITUCIONALISTA DE 32
PRAÇA IBRAHIM NOBRE
FONE: 3105 8541  

Mario Ventura celmario@gmail.com


  

MEUS AMIGOS !!! MINHAS AMIGAS!!!

SOLICITO A COLABORAÇÃO DE TODOS NO SENTIDO DE DIVULGAÇÃO DO LINK DA PETIÇÃO PÚBLICA
ACERCA DO LOCAL ONDE DEVA ACONTECER A PARADA CÍVICO-MILITAR DO 7 DE SETEMBRO.
A letra "m" do artigo 5º do Estatuto da Sociedade Veteranos de 32-MMDC diz o seguinte:
"defender o modo de vida brasileiro e as tradições, ideais e interesses da Pátria, em concordância com os preceitos
constitucionais, intransferíveis e impostergáveis, atribuídos a todos os brasileiros". 


CORONEL PM MARIO FONSECA VENTURA
PRESIDENTE DA SOCIEDADE VETERANOS DE 32-MMDC
MONUMENTO MAUSOLÉU AO SOLDADO CONSTITUCIONALISTA DE 32
PRAÇA IBRAHIM NOBRE
FONE: 3105 8541  

INCÊNDIO EM PORTUGAL

Era um inferno autêntico', diz sobrevivente de incêndio em Portugal

"Fomos por lá porque não se sabia que a estrada estava em perigo", explica Maria, com a voz embargada

© Reuters
MUNDO DESASTREHÁ 20 HORASPOR FOLHAPRESS
"Não se via nada na estrada, porque estava tudo a arder. Era um inferno autêntico", descreve Maria de Fátima Nunes, moradora de Pedrógão Grande, região no centro de Portugal, que conseguiu escapar do maior incêndio florestal da história do país.
PUB
Até agora, autoridades já confirmaram 62 mortos e 57 feridos no fogo que começou na tarde de sábado (manhã do Brasil).
Maria de Fátima e o marido foram algumas das centenas de pessoas que, diante da proximidade das labaredas, tentaram usar as rodovias da região para escapar. Com as altas temperaturas -cerca de 40ºC- e os ventos fortes, a estrada rapidamente também acabou tomada pelas chamas.
"Fomos por lá porque não se sabia que a estrada estava em perigo", explica Maria, com a voz embargada.
"Não se via nada, nada. Era horrível. Os pinheiros começaram a cair para cima dos carros", descreve ela, que, assim como o marido, conseguiu escapar do carro e da estrada, apesar de queimaduras de primeiro e segundo graus nos braços e no pescoço.
A moradora diz que houve pânico na estrada e que vários veículos acabaram batendo, diante da fumaça e das árvores incandescentes que tombavam no caminho.
"Eu gritei para a senhora que estava no carro atrás de mim sair, mas ela não conseguiu", relata.
Ela diz que perdeu documentos, dinheiro e quase todos os pertences com incêndio.
MAIOR DA HISTÓRIA
O incêndio florestal na região de Leiria, próxima a Coimbra, já é o maior da história de Portugal, um país que tem já tem tradição de ser castigado pelo fogo durante os meses mais secos do ano (entre maio e setembro).
Chegou-se a cogitar que o fogo seria criminoso, mas a hipótese foi descartada pela PJ (Polícia Judiciária), responsável pela investigação.
Segundo a PJ, o fogo começou com um raio que atingiu uma árvore. Com os ventos fortes, o clima seco e as altas temperaturas, as chamas rapidamente se alastraram.
O fogo começou em Pedrógão Grande e chegou com velocidade às vilas vizinhas de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra.
Atualmente, cerca de 900 bombeiros (muitos deles voluntários), e cerca de 300 viaturas trabalham no combate ao incêndio, que ainda não foi controlado em várias de suas frentes.
Diante da tragédia, o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, foram até local acompanhar as operações.
"Temos pela primeira vez uma calamidade humana desproporcionada", resumiu o socialista António Costa. "Essa é uma realidade, nova, dura, e que vai exigir de todos nós muita consideração e atenção às famílias. A prioridade agora é combater o incêndio e auxiliar as famílias que estão enlutadas", completou.
"Muito provavelmente, o número de mortos irá subir", admitiu o primeiro-ministro.
Diversos países europeus manifestaram solidariedade e pesar com as vítimas portuguesas. O governo da França e da Espanha estão enviando auxílio material, sobretudo helicópteros, para combater o incêndio.
Devido ao fogo, várias regiões ficaram isoladas, com as estradas cortadas e também sem luz, telefone e internet devido ao derretimento dos cabos. Com informações da Folhapress.

ESTAMOS PERDIDOS - GENERAL TORRES DE MELO

ESTAMOS PERDIDOS.
VEJAM O QUE SOUBE entre 2 e 11 junho, fora o Processo no STE
Meu médico diz que estou querendo morrer. Ele recomenda: não leia jornal, não assista TV, pois com sua idade você não vai resolver mais nada. Ficar dentro de casa fazendo o que? Os amigos e família fazem visitas e o assunto é a desgraça do Brasil. Fico com raiva e vou fazer tudo que o médico manda que eu faça, ao contrário.
No dia 2 de junho foi demais. Os jornais do Ceará só tinham notícia desgraçada. Notícia de primeira página: Crime cometido há quarenta anos atrás foi arquivado e o criminoso só teve preso 12 dias de cadeia. O criminoso, matou a esposa com dois tiros, foi condenado a 24  anos de prisão  e vai e vem, apela novamente e a mulher morreu e o criminoso ficou livre. Pode um negócio deste. Que porcaria de justiça é esta? O que é mais interessante é que ninguém é culpado e ainda se diz que temos justiça.
Penso que em nenhum país do mundo, desde da época da idade da pedra, aconteceu um crime tão falado. Tudo que é jornal grita: O ministro da Fazenda tinha uma conta secreta nos EUA. Li que era de 400 mil dólares e outro falou em 600.000 mil. Não importa. Como pode este criminoso não declarar a tal conta no IMPOSTO DE RENDA. Qualquer brasileiro que ganhe 5 mil real pode ser chamado por um erro de vírgula. Se era para colocar 10,000,00 e coloca 1,000,00 o mundo se acaba. O ministro ainda vem com conversa fiada e mentindo dizendo que o que que é o que. É cabra safado e deveria estar preso. Por que não foi preso? Quem é mais ladrão: O ministro ou o ladrão de galinha?
Só no Brasil um canalha eleito suplente e  que assume a cadeira de deputado federal ainda fica solto quando VAI BUSCAR 500 MIL REAIS e todo mundo assiste pela TV ele levando o dinheiro numa mala, para onde, ninguém sabe. Para prender este ladrão foi um Deus nos acuda. É petição. Se fosse um dos três P da vida era levado logo para o xilindró.  No caso foi preciso o STF. Pode um negócio deste.
Sou teimoso. Posso morrer, mas vou lutar até não poder mais. Fui assistir a sessão do STF que julgava o tal FORO PRIVILEGIADO para cabra sem vergonha. Um ministro levou mais de duas horas falando, enxugando gelo, e quando pensava-se que ia votar pediu vista. Vai trazer novo parecer com 500 páginas para dizer o que já disse? Estamos esperando e vou assistir. Se alguém morrer por causa do segundo parecer estará preparado para dialogar com SÃO PDERO, TETANDO PROVAR QUE É FORO PRIVIGELIADO. Não vai adiantar muito, pois tudo indica que o ladrão vai para o INFERNO, SEJA POBRE OU RICO, ASSIM FALAM os livros SAGRADOS do catolicismo, islamismo, hebreus, etc e etc.
O julgamento da chapa Dilma/Temer foi uma demonstração de que esqueceram o velho PLATÃO: “O juiz não é nomeado para fazer favores com a justiça, mas para julgar segundo as leis”. FIZERAM FAVORES E ESQUECERAM A LEI. CADA UM QUE JULGUE  O TEATRO de MARIONETE que foi levado ao palco e projetado para o mundo. ALGUNS JUIZES, NO PALCO, ERAM VERDADEIROS FANTOCHES, OU COMO DIZ Aurélio: “Boneco que tem a cabeça de massa de papel, ou de tecido de meia gessado” ou indivíduo que se deixa manipular como define HOUAISS.   

Não bastasse o teatro grotesco da Justiça vem o presidente atual mentir para seu povo. Disse que não usou o avião e depois foi provado que usou. Pronto, acabou-se tudo. Todo mundo pode mentir.
Vejam como VICTO HUGO ANALISA A MENTIRA:

Mentir é maldade absoluta. Não é possÍvel mentir pouco ou muito; quem mente, mente. A mentira é a própria face do demônio.

GRUPO GUARARAPES
COORDENADOR  GEN REF TORRES DE MELO
VIVA O BRASIL .              COITADO DE SEUS FILHOS           5 de junho de 2017

Vamos repassar? Ajude o BRASIL